fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

Abertura das lojas é opcional e deve seguir todas as medidas sanitárias estabelecidas para a Fase Amarela do Plano SP

 

IBATÉ/SP - O Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos e Região (Sincomercio) e o Sindicato dos Empregados do Comércio de São Carlos e Região (Sincomerciários) assinaram um aditamento à Convenção Coletiva de Trabalho autorizando o comércio não essencial de Ibaté a abrir de forma opcional no próximo sábado (15 de Agosto), Feriado Municipal de N. Sra. Ap. da Babilônia, das 10h às 16h.

Paulo Roberto Gullo, presidente do Sincomercio São Carlos, lembrou que Ibaté faz parte da base territorial do trabalho do Sincomercio São Carlos e que para o trabalho nesse feriado terá que seguir todas as medidas sanitárias estabelecidas para a Fase Amarela do Plano SP, na qual os municípios estão: “Ibaté está na Fase Amarela do Plano SP e para o feriado de sábado (15 de Agosto) poderá trabalhar com 40% da capacidade e das 10h às 16h. Importante o empresário estar atendo os cuidados sanitários, já que poderá haver fiscalização nesse sentido”.

O trabalho no feriado é opcional e segundo regras estabelecidas na própria CCT e amplamente conhecidas pelos escritórios de contabilidade, a título de contraprestação ao trabalho no feriado o empregador pagará o dia em dobro referente a cada feriado trabalhado.

Para o comerciante que deseja abrir nesse dia com funcionários é necessário fazer a adesão via: saocarlos.sindmais.com.br, para a emissão de um Certificado, o que representa uma segurança ao empresário para que não ocorra passivos trabalhistas no futuro. As empresas que já fizeram o cadastro no REPIS devem apenas solicitar o Certificado de Autorização sem imposição de nenhum outro encargo.

Ação foi realizada com a Secretaria de Estado da Saúde nos estabelecimentos comercias de Ibaté, orientando sobre a obrigatoriedade de máscara e da fixação de cartaz padronizado

 

IBATÉ/SP - Agentes do Grupo de Vigilância Sanitária Araraquara - GVS XII (Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo) e da Vigilância Sanitária de Ibaté realizaram, nesta semana, uma inspeção conjunta nos estabelecimentos comerciais de Ibaté orientando sobre a fixação de cartaz e sobre  obrigatoriedade e o uso correto de máscaras, que deve sempre cobrir a boca e o nariz.

Com o Decreto Estadual 64.959, de 4 de maio de 2020 (resolução SS 96, de 29 de junho de 2020) o uso de máscara de proteção facial se tornou obrigatório em todo o Estado de São Paulo em áreas comuns (ruas, espaços de lazer ao ar livre, mercados, lojas, bares, farmácias e locais de trabalho); no transporte público ou compartilhado (ônibus, metrô, trem, táxi e carros de app) e em áreas comuns de prédios e condomínios (corredores e elevadores).

A ação em Ibaté foi realizada no centro comercial da cidade orientando o distanciamento social em filas e, principalmente, orientando os estabelecimentos sobre a sinalização obrigatória para o uso de máscara. Segundo Ana Lúcia Spagnol Bose, Diretora Técnica do GVS, os estabelecimentos de Ibaté estão adequados nas medidas sanitárias adotadas. "Só recomendamos para as lojas, a partir de agora, o uso do cartaz padronizado para o uso obrigatório de máscara, que foi estabelecido pelo Governo do Estado ".

Márcio Alexandre Mangili, coordenador da Vigilância Sanitária de Ibaté, lembrou que o trabalho de orientação no município tem sido feito constantemente desde o início da pandemia. "São várias ações de orientação e fiscalização que realizamos diariamente, por isso o resultado positivo dessa inspeção conjunta. O que pedimos agora é a colaboração de todos os empresários do comércio para que tenham o cartaz correto em seus estabelecimentos. Sabemos que todos já têm um comunicado na porta, mas agora precisamos que todos coloquem o mesmo cartaz produzido pelo Governo do Estado".

Para os estabelecimentos que não tiverem o cartaz com a informação sobre a obrigatoriedade do uso da máscara, fixado em local visível na entrada da loja, a multa prevista é de R$1.389,50. O cartaz deve ser impresso colorido e está disponível para download no link https://www.saopaulo.sp.gov.br/wp-content/uploads/2020/07/placaA4_vertical_usodemascara.pdf (site saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/mascaras/ ) ou no site da Prefeitura de Ibaté https://www.ibate.sp.gov.br/

Segundo levantamento inédito da FecomercioSP, dos R$190 bilhões liberados pelo benefício assistencial em todo o PaísR$ 151 bilhões tiveram como destino o consumo varejista

 

SÃO PAULO/SP - A FecomercioSP segue acompanhando os desdobramentos que a pandemia de covid-19 tem provocado na economia brasileira, principalmente nos setores de comércio e serviços. A retomada tem ocorrido em diferentes níveis, seguindo protocolos estabelecidos por cada Estado brasileiro – de acordo com a disseminação da doença nas regiões. Contudo, a recuperação econômica tende a ser lenta, em decorrência da alta do desemprego e do fim da disponibilização do auxílio emergencial, prevista para o mês de setembro.
 
Para compreender melhor o cenário atual e o que esperar dos próximos meses, a Federação produziu uma estimativa inédita levando em conta os recursos que foram disponibilizados pelo governo federal, por meio do auxílio emergencial, e a plenitude da retomada de operações até o mês de agosto.
 
De acordo com a Entidade, a liberação desse benefício assistencial contribuiu para que não houvesse deterioração mais contundente da economia, não apenas sobre o comércio varejista, mas também sobre todos os elos que compõem a cadeia produtiva nacional, o que reflete sobre a renda e o desemprego no País.
 
Os recursos do auxílio emergencial devem ultrapassar os R$ 190 bilhões, alcançando mais de 63 milhões de pessoas. Esse montante corresponde a mais de seis anos do valor anual distribuído pelo Bolsa Família, o que torna o programa um instrumento de grande impacto sobre consumo.
 
Conforme levantamento da FecomercioSP, R$ 151 bilhões tiveram como destino o consumo varejista. Assim, as estimativas de perdas para o fechamento de 2020, projetadas no início da quarentena, foram reduzidas de -13,8%, para -6,7%.
 


São Paulo
No Estado de São Paulo, o recuo deve ser de 5,47% no ano. Caso não houvesse o direcionamento para o consumo de R$ 18,58 bilhões do auxílio emergencial, poderia atingir -8%, com perda de receita de R$ 60 bilhões para o comércio em 2020.
 


Principais números | Brasil 
Mesmo atenuado, o prejuízo deve chegar a R$ 141 bilhões em relação ao faturamento de 2019, no varejo nacional. Desse montante, mais de R$ 102 bilhões foram registrados no auge do cenário de restrições das operações varejistas, correspondente ao período entre março e agosto de 2020.
 
Das noves atividades pesquisadas do varejo, sete tendem a finalizar o ano com baixa nas vendas, com destaque para lojas de vestuário, tecidos e calçados (-25,2%) e materiais de construção (-17,6%).
 
Por outro lado, os segmentos de supermercados (5,4%) e farmácias e perfumarias (2,8%) devem a fechar com faturamento maior do que o de 2019, uma vez que a população está focada apenas nas compras de itens essenciais.
 
Principais números | São Paulo
As perdas do comércio varejista paulista podem atingir R$ 41 bilhões no fechamento de 2020 – queda de 5,4% na comparação com 2019.
 
Das noves atividades pesquisadas do varejo, sete tendem a encerrar o ano com baixa nas vendas, com destaque para concessionárias de veículos (-21,6%) e lojas de vestuário, tecidos e calçados (-19,5%).
 
Em contrapartida, os segmentos de farmácias e perfumarias (3,9%) e de supermercados (3,14%) devem terminar 2020 com faturamento maior do que o de 2019.
 
Perspectivas
A retomada da economia deve ocorrer de forma lenta e gradual, muito embora tenha sido observada uma corrida ao comércio popular no início da reabertura por uma demanda que estava reprimida. Contudo, o que se tem notado é que a população ainda está receosa para sair de casa – enquanto não houver uma vacina – e, acima de tudo, preocupada com o seu orçamento doméstico, além da manutenção do emprego.
 
Ainda segundo estimativas da Federação, diante desse cenário, 202 mil empresas devem encerrar definitivamente as atividades em 2020 no Brasil, das quais 197 mil são de pequeno porte, que empregam até 19 funcionários. Por consequência, estão previstos 980 mil desligamentos no segmento do comércio varejista brasileiro neste ano, dos quais 590 mil devem ocorrer nos pequenos negócios.
 
Sobre a FecomercioSP
Reúne líderes empresariais, especialistas e consultores para fomentar o desenvolvimento do empreendedorismo. Em conjunto com o governo, mobiliza-se pela desburocratização e pela modernização, desenvolve soluções, elabora pesquisas e disponibiliza conteúdo prático sobre as questões que impactam a vida do empreendedor. Representa 1,8 milhão de empresários, que respondem por quase 10% do PIB brasileiro e geram em torno de 10 milhões de empregos.

CCT define o trabalho opcional do comércio nos feriados do dia 15.8– N. Sra. Ap. da Babilônia; dia 07.9– Independência do Brasil e no dia 12.10 – Dia das Crianças e N.Sra. Aparecida

 

SÃO CARLOS/SP - Em Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), assinada em novembro de 2019 entre o Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos e Região (Sincomercio) e o Sindicato dos Empregados do Comércio de São Carlos e Região (Sincomerciários), ficou definido que o comércio tradicional da cidade poderá abrir de forma opcional em três feriados em 2020: 15 de agosto (sábado) – N. Sra. Ap. da Babilônia – Padroeira; 07 de setembro (segunda-feira) – Independência do Brasil e 12 de outubro (segunda-feira) – Dia das Crianças e N.Sra. Aparecida.

Paulo Roberto Gullo, presidente do Sincomercio São Carlos, lembrou que a abertura do comércio em feriados foi uma solicitação dos próprios empresários, antes da pandemia, no sentido de modernizar o trabalho do comércio tradicional de rua. “Definimos o trabalho nesses feriados antes da pandemia e agora, neste momento de retomada gradual do comércio, a decisão nos parece muito bem-vinda para ajudar na movimentação da economia”.

Fase Amarela do Plano SP

Com as restrições de funcionamento de horários estabelecidas pelo Plano SP foi necessária a assinatura de um aditamento à CCT, ajustando o horário de trabalho para os feriados e as demais restrições sanitárias. “Como São Carlos está agora na Fase Amarela do Plano SP, no feriado de sábado (15 de agosto) poderá trabalhar com 40% da capacidade e das 10h às 16h. Para os demais feriados do dia 07 de setembro e do dia 12 de outubro o comércio abrirá de acordo com as regras da Fase do Plano SP em que São Carlos estiver na ocasião”.

Segundo regras estabelecidas na própria CCT e amplamente conhecidas pelos escritórios de contabilidade, a título de contraprestação ao trabalho no feriado o empregador pagará o dia em dobro referente a cada feriado trabalhado.  Sua adesão deve ser feita via: saocarlos.sindmais.com.br e representa uma segurança ao empresário para que não ocorra passivos trabalhista no futuro.

Esclarecimento

A contribuição assistencial aprovada anualmente pelas empresas que participam de assembleias convocadas pela Sincomercio e instituída por

Convenção Coletiva de Trabalho, é a fonte de custeio do Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos.

Por outro lado, a Convenção Coletiva firmada com o sindicato representativo dos comerciários define todas as regras gerais do trabalho (jornada de trabalho, banco de horas, salários de acordo com o porte da empresa etc.), inclusive as normas dos feriados (que somente pode ser viabilizado por este instrumento). Uma das regras para exercer o direito do trabalho nos feriados é a que exige das empresas do comércio “comprovação do cumprimento integral” da CCT.

Neste sentido, cumpre-nos informar que este sindicato não cobra nenhuma “taxa” das empresas do comércio varejista, mas apenas propicia oportunidade para o cumprimento da obrigação do pagamento da contribuição assistencial aos que pretendem exercer suas atividades com o trabalho dos comerciários nos feriados, sendo que aqueles que já o fizeram devem apenas solicitar certificado de autorização (via: saocarlos.sindmais.com.br), sem imposição de nenhum outro encargo.

Lembramos, ainda, que a contribuição assistencial visa financiar as atividades de negociação sindical, a formulação das convenções coletivas e a execução de suas normas, e está legalmente respaldada pela alínea "e", do artigo 513 da CLT.

Por sua vez, a negociação de normas coletivas decorre de imposição constitucional, à qual as entidades sindicais não podem se furtar (CF, art. 8º, inciso VI). E, ainda, neste caso específico, como explicitado acima, a negociação sindical é condição indispensável para sua efetivação, pois segundo o artigo 6º-A da Lei 10.101/2020: “É permitido o trabalho em feriados nas atividades do comércio em geral, desde que autorizado em convenção coletiva de trabalho e observada a legislação municipal, nos termos do art. 30, inciso I, da Constituição.” - grifo nosso.

SÃO CARLOS/SP - O Shopping Center Iguatemi São Carlos informou que, seguindo o decreto municipal, que nesta última segunda-feira (10), voltou a funcionar em novo horário, das 12h às 18h para serviços de alimentação e, das 13h às 19h, para as demais operações.

O empreendimento reforça ainda que irá operar nesse momento com capacidade máxima de 40% de público e cumprindo todos os protocolos de saúde e proteção como o uso obrigatório de máscaras, medição de temperatura, tapetes sanitizantes para a desinfecção dos solados de calçados nas entradas, reforço das rotinas de limpeza e álcool em gel à disposição.

A realização de eventos continua não sendo permitida.

SÃO CARLOS/SP - A ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) informa que o seu recém-inaugurado Estacionamento, também está aberto para uso do público em geral, com taxas mensais e/ou diárias, planos avulsos e temporários.

“Nosso estacionamento não é para uso exclusivo dos colaboradores e associados da entidade”, enfatiza o presidente José Fernando Domingues, o qual ressaltou que o novo espaço está localizado no cruzamento das ruas Riachuelo e Visconde de Inhaúma, defronte à Estação Ferroviária, e será gratuito para associados.

Outra novidade é que os valores arrecadados pelo estacionamento, nos três primeiros meses, serão repassados para a Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Carlos. “Essa é uma entidade muito séria e uma causa muito nobre. Nossa Diretoria revolveu reconhecer esse trabalho e nos sentimos felizes em poder ajudá-los”, destacou Zelão.

Iraydes de Oliveira Leite, presidente da Rede, agradeceu o apoio da ACISC. “O mundo vive um momento delicado e com nossa entidade não é diferente. Este tipo de ação ajuda no custeio de nossas ações mensais e será importante demais. Agradecemos a Diretoria da ACISC, em especial, o seu presidente Zelão Fernandes”, afirmou

O Estacionamento ACISC é mais uma novidade do projeto de expansão e melhoria dos serviços prestados pela associação. Desde segunda, os associados que precisam de algum dos serviços da entidade, podem estacionar seus veículos gratuitamente.

O novo espaço também passa a oferecer comodidade aos colaboradores da entidade comercial, que podem estacionar gratuitamente seus veículos, durante o horário que estejam em atividade laboral na entidade.

Quem Somos

 

Fundada oficialmente em 02 de fevereiro de 1931, a Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC) é uma entidade que defende, ampara e orienta as classes que representa de diversas formas.

Essa definição também contempla os serviços oferecidos para os associados da ACISC, desde Microempreendedores Individuais (MEI) até empresas de grande porte e indústrias. Os benefícios podem ser aplicados no empreendedor, seus familiares e colaboradores.

Entre os principais serviços oferecidos pela ACISC estão: ACCertificado Digital; ACISC Qualifica; ACISC Recupera Crédito; ACISC Saúde; Auditório e Sala de Reunião ACISC; Boa Vista SCPC; Consultoria Jurídica ACISC; Promoções ACISC; Telefonia Móvel ACISC; e agora o Estacionamento ACISC.

Os interessados em se associar podem obter mais informações pelo telefone (16) 3362-1900.

Às seis horas diárias permitidas poderão ser intercaladas 

SÃO CARLOS/SP - O Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus, coordenado por Mateus de Aquino, secretário de Comunicação da Prefeitura de São Carlos, se reuniu na manhã desta sexta-feira (07/08), no auditório do Paço Municipal, para definir sobre o horário de funcionamento de bares e restaurantes a partir da próxima segunda-feira, dia de 10 de agosto.
O governo de São Paulo anunciou na última quarta-feira (05/08) que está liberada a retomada das atividades presenciais de comércios como restaurantes, bares e padarias até às 22h nas regiões que estão há, ao menos, 14 dias consecutivos na fase amarela do plano de reabertura do Estado. O atendimento presencial desses comércios estava permitido somente até às 17h.
Após a discussão e sugestões passadas por membros do Comitê ficou acertado que cada estabelecimento poderá definir o seu horário, desde que às 6 horas diárias estejam distribuídas entre 6 da manhã e 10 da noite. O horário deve ser o mesmo durante a semana e aos finais de semana.
“A única exigência é que todos entrem no site oficial do Coronavírus São Carlos, preencham os horários de funcionamento por turno e assinem o Termo de Responsabilidade que deverá ficar a disposição, facilitando dessa maneira a fiscalização da Força Tarefa. Definimos que às 6 horas diárias poderão ser fracionadas entre 6 da manhã e 10 da noite para atendermos também as cafeterias da cidade. Mas reforçamos que as demais regras permanecem as mesmas e a fiscalização também. Essa nova fase será liberada a partir de segunda-feira porque somente no domingo completamos 14 dias consecutivos na fase amarela”, explica Mateus de Aquino, coordenador do Comitê.
Apesar da flexibilização no horário de funcionamento, o consumo local segue com as exigências de ser em lugares arejados ou ao ar livre, sendo obrigatório que todos os consumidores estejam ocupando um assento. Fica proibido o consumo de clientes em pé. A ocupação máxima deve ser de 40% da capacidade dos estabelecimentos. O Comitê orienta que os comércios ofereçam aos clientes a opção de pré-agendamento, para evitar aglomerações. Funcionários e clientes devem usar máscaras em todos os ambientes, tirando apenas no momento da refeição. 
Em São Carlos quem não usa máscara pode ser multado. Em estabelecimentos comerciais, a multa prevista é de R$ 5 mil por pessoa sem máscara a cada fiscalização. Já em espaços públicos, como ruas e praças, a pessoa que não estiver usando a proteção poderá ser multada em R$ 500,00. 
Samir Gardini, secretário de Segurança Pública, falou da importância dos cumprimentos de todas as normativas. “Cada estabelecimento poderá escolher o horário de funcionamento, porém não deverá ultrapassar 6 horas diárias. Também reforçamos que o horário preenchido no Termo de Responsabilidade é válido para todos os dias da semana, não podendo ser diferenciado aos finais de semana. O Termo de responsabilidade é uma espécie de alvará neste momento”, alerta Gardini.
O diretor de Fiscalização, Rodolfo Tibério Penela, disse que  todos devem também seguir as regras de higiene e sanitização, de restrição de ocupação máxima e preservar a distância mínima estabelecida entre as pessoas. “Todas as regras precisam ser cumpridas. Contamos com o bom senso de todos, ou seja, dos comerciantes e das pessoas que frequentam esses ambientes. Durante esse fim de semana também vamos realizar novas operações, lembrando que neste sábado e domingo o horário permitido para bares e restaurantes ainda permanece até 17h”, frisou Penela.
Para a retirada do Termo de Responsabilidade os proprietários de bares e restaurante devem clicar no link http://coronavirus.saocarlos.sp.gov.br/termo/.

FORÇA TAREFA - A Força Tarefa, composta pela Guarda Municipal, Departamento de Fiscalização, PROCON e Vigilância Sanitária, realizará operações especiais a partir da próxima segunda-feira (10/08), intensificando os trabalhos de fiscalização no cumprimento  dos horários de funcionamento dos novos protocolos das atividades permitidas na fase amarela do Plano São Paulo.
Ainda de acordo com Samir Gardini o manual de orientação já foi atualizado para todos os servidores públicos envolvidos nas operações e a partir da próxima as academias,  salões de beleza, restaurantes, bares e lanchonetes e padarias serão vistoriados. “Para avançarmos de fase precisamos cumprir todos os protocolos, começando pelos horários permitidos para o atendimento presencial. A intenção não é multar ninguém, mas evitar a disseminação do novo coronavírus”.
A multa para os estabelecimentos que descumprirem as regras é de R$ 1.126,21, podendo ocorrer também a interdição do estabelecimento.
Também participaram da reunião os secretários de Saúde, Marco Palermo, de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa Marques, a supervisora da Vigilância Sanitária, Fernanda Cereda, a diretora de Vigilância em Saúde, Crislaine Mestre, a diretora do PROCON, Juliana Cortes, o diretor de Procedimentos Licitatórios, Hícaro Leandro Alonso e o procurador geral do município, Alexandre Carreira Martins Gonçalves.

SÃO CARLOS/SP- Na manhã desta sexta-feira (7) circulou uma imagem em vários grupos e até mesmo em site de notícias de São Carlos e Araraquara, de que a região onde a nossa cidade está localizada (DRS III de Araraquara) teria sido rebaixada no Plano São Paulo, de Amarela para Laranja, o que significaria um retrocesso na reabertura de parte do comércio do município.

Porém as 12h45 o Governo do Estado de São Paulo como faz todos os dias, apresentou em sua live, uma atualização do Plano, e mostrou que na verdade a região de Araraquara continuaria na Fase III ou seja, Fase Amarela, o que confundiu a todos que receberam a imagem, dizendo que São Carlos teria sido rebaixada para a Fase Laranja.

A Rádio Sanca, inclusive, recebeu uma pequena nota da Prefeitura de São Carlos, confirmando que na verdade São Carlos continua na Fase Amarela do Plano São Paulo.

Não se sabe de onde surgiu a imagem, se foi mais uma Fake News ou se foi apenas um erro na hora de atualizar a imagem,  pois outros municípios que estão nas duas imagens, estão com a representação correta, inclusive, diversas regiões, saltaram de Fase Vermelha (Fase I) para Fase Amarela (Fase III) na imagem que dizia que a Região de Araraquara estava sendo rebaixada, e essas mesmas regiões foram confirmadas na imagem correta.

Segue nota da Prefeitura de São Carlos:

Houve um equívoco na divulgação do mapa, São Carlos permanece na fase AMARELA.
Outras informações enviaremos no boletim de notícias da Secretaria de Comunicação.

 

Veja abaixo a imagem incorreta:

SÃO CARLOS/SP - São Carlos e região continuam na Fase Amarela. Na tarde desta sexta-feira, 07, o governador João Doria anunciou a décima atualização do Plano SP, durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

O Plano SP avalia o número de casos, expansão da pandemia, número de óbitos e a taxa de internações de cada região.

O presidente da ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) comemora a manutenção. “Nossa região está fazendo a lição de casa. Com isso, São Carlos continua na Fase Amarela, o que possibilita a manutenção de uma maior liberação das atividades comerciais e dos serviços não essenciais”, afirmou.

As atividades comerciais não essenciais continuarão funcionando de segunda a sábado, das 10h às 16h. O funcionamento de restaurantes, bares e similares, bem como, salões de beleza e estética e as academias, também poderão continuar atendendo presencialmente, respeitando as recomendações de segurança e adotando os protocolos padrões e setoriais específicos.

Zelão volta a reforçar a necessidade de se continuar atento, nas próximas duas semanas, para que São Carlos e região possam seguir avançando no Plano SP. “Mais duas semanas e a gente consegue avançar para a Fase Verde, como prevê o governo estadual. Portanto, vamos continuar atentos, respeitando as medidas de distanciamento social e os protocolos sanitários, para melhorar, ainda mais, a nossa classificação e aumentar a flexibilização das nossas atividades comerciais”, enfatizou.

As normas sanitárias são as mesmas para todos os segmentos: disponibilizar higienização para funcionários e consumidores com álcool gel 70% em pontos estratégicos; os funcionários devem utilizar máscaras durante toda a jornada de trabalho, assim como os consumidores; o acesso e o número de pessoas nos estabelecimentos devem ser controlados; manter todas as áreas ventiladas; e a fila deve ter distanciamento de 2 metros entre as pessoas.

Até domingo, Iguatemi Daily traz conteúdos exclusivos com dicas de gastronomia, presentes e lives de entretenimento

 

São Carlos/SP – Para celebrar o Dia dos Pais, o shopping Iguatemi São Carlos contará com uma programação inédita na plataforma de conteúdo da companhia, o Iguatemi Daily. Com uma curadoria especial e temas variados como Lifestyle, Wellness, Beleza, Arte, Cultura e Entretenimento, o objetivo é abordar até domingo, assuntos em torno da data como receitas para o almoço de domingo com a dupla Do Pão Ao Caviar, sugestões de presentes tecnológicos com Bruno Ayres do canal Showmetec, dicas de vinhos com a sommelier Regina Bariani, opções de filmes para assistir na companhia dos pais com Juliana Sabbag do Cinema na Mesa, entre outros. Reforçando a integração do on e off, a ação dá continuidade a dedicação da Iguatemi em seguir proporcionando experiências únicas para os clientes também no ambiente digital.

E para garantir que os filhos possam curtir um fim de semana incrível na companhia de seus pais – mesmo que virtualmente, o Instagram do Shopping Iguatemi São Paulo (@iguatemi) receberá no dia 8 de agosto, às 19h, o cantor Tony Gordon para uma Live muito especial ao lado de seus filhos.

“Os últimos meses foram de grande transformação e adaptação para o setor de shopping centers. E com a Iguatemi não foi diferente. Tivemos que nos reinventar para mantermos a proximidade com os nossos clientes. O novo Iguatemi Daily é a prova disso. Neste Dia dos Pais, preparamos uma programação especial com conteúdos relevantes para que pais e filhos possam

curtir bons momentos juntos”, conta Alexandre Biancamano, diretor de marketing da rede Iguatemi.

Assim como nas campanhas anteriores, o conceito I Feel Love é mantido para reforçar esse importante laço de afeto. Com uma identidade visual em preto e branco, as imagens resgatam a importância de celebrar a paternidade e os bons momentos ao lado de quem a gente ama e tanto nos ensina ao longo da vida.

Além disso, o Iguatemi 365 – marketplace da rede Iguatemi –, que expandiu fronteiras recentemente para mais cinco capitais, está com novidades sendo uma excelente opção de compra, especialmente para os filhos que não tem tempo de ir ao shopping. Entre as marcas que prometem agradar estão Polo Ralph Lauren, Galeria Carbono, Mistral, Livraria Cultura, Ricardo Almeida entre outras – sendo algumas exclusivas e inéditas no país. Para conferir as novidades, é só acessar www.iguatemi365.com.

O Shopping Iguatemi São Carlos está funcionando em horário reduzido das 11h às 17h para atender o público.

Hashtag: #DiadosPaisIguatemiSãoCarlos

Sobre o Shopping Iguatemi São Carlos

O Iguatemi São Carlos é o segundo shopping da Iguatemi Empresa de Shopping Centers no interior de São Paulo. Inaugurado em setembro de 1997, consolidou-se como um polo de compras e entretenimento da cidade e região, reunindo o melhor do varejo nacional, opções gastronômicas diferenciadas, lazer e serviços.

Localizado no bairro Parque Faber, área nobre de São Carlos, são mais de 100 lojas que formam um mix completo para quem deseja realizar suas compras com comodidade e segurança. O shopping conta ainda com um cinema, desenvolve uma série de atividades culturais para toda a família e realiza iniciativas sociais para o município.

Na hora do almoço, o estacionamento do shopping é gratuito para todos que consumirem a partir de R$15 nas lojas de alimentação. A gratuidade aplica-se de segunda a sexta-feira, no período das 11h às 14h, exceto em feriados.

Mais informações você encontra no site do Iguatemi São Carlos: www.iguatemisaocarlos.com.br

 

Serviço

Shopping Iguatemi São Carlos

Endereço: Passeio dos Flamboyants, 200, São Carlos

Informações: www.iguatemi.com.br/saocarlos

 

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30