fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
Pessoas em situação de rua são amparadas em projeto humanitário em Ibitinga Foto: PMI

Pessoas em situação de rua são amparadas em projeto humanitário em Ibitinga

Escrito por  Jun 28, 2020

IBITINGA/SP - O Albergue Municipal de Ibitinga realiza um projeto humanitário e social com as pessoas em situação de rua, na cidade. A iniciativa envolve palestras, cuidados médicos, auxilio psicológico, doação de itens de necessidade básica e até reinserção no mercado de trabalho.

“O local está desenvolvendo todo um cuidado multidisciplinar dessas pessoas. Para isso, contamos com a parceria de voluntários e também dos diversos equipamentos da Prefeitura”, disse Renata Jacob, secretária de Desenvolvimento Social.

Entre as ações, está o de trabalhar o acolhimento dando acesso à educação e à informação.

“Nesse sentido, o Albergue implantou um espaço de leitura e revitalizou o ambiente com mais cores. O acolhimento foi personalizado para construir uma inclusão social, dando caminhos para que estas pessoas se reintegrem e se restabeleçam”, explicou Ana Paula Sacomano, coordenadora do CREAS.

O amparo humanitário tem recebido o apoio das paróquias do município. De acordo com o padre Paulo Eduardo Roda, este é um dos caminhos que devolve a dignidade humana das pessoas em situação de rua.

“O acolhimento humanitário desenvolve uma relação que transforma as pessoas e reconstrói neles a motivação necessária para restabelecerem suas vidas. Esse é o nosso papel aqui”, refletiu padre Eduardo.

Na prática

O Albergue Municipal de Ibitinga é aberto todos os dias às 19h. Ao chegarem, os cidadãos higienizam as mãos, medem a temperatura, tomam banho e vestem uma roupa limpa, fornecida pelo próprio Albergue em forma de doação.

“Sapatos, meias, calças e blusas estão aqui disponíveis para eles, que depois jantam e se acomodam em leitos devidamente identificados e higienizados para cada um, dentro de um espaço aconchegante”, contou Tuca, coordenadora do CRAS.

Durante a estadia – que pode durar até seis meses – os hóspedes recebem assistência em saúde do SAMS, CAPS e Centro de Zoonoses.

“O Centro de Zoonoses trabalha com a vermifugação e vacinação dos pets que pertencem às pessoas atendidas no Albergue. Muitos deles tem cachorros que os acompanham e é importante cuidar deles também para evitar problemas de saúde”, explicou Juraci de Lima, veterinário.

O CAPS, por sua vez, cuida da parte terapêutica e psicológica, junto a um acompanhamento clínico da enfermagem do Serviço Autônomo Municipal de Saúde.

“Já a Secretaria de Desenvolvimento Social organiza o ambiente junto às ações voluntárias e oferece o amparo ao desenvolvimento dos hóspedes através de medidas assistenciais e demais políticas públicas”, comentou Renata Jacob, secretária de Desenvolvimento Social.

Os resultados já podem ser vistos. Alguns dos hóspedes conseguiram um emprego e outros voltaram para a casa depois de receberem o acolhimento multidisciplinar.

Segurança

Por conta do novo coronavírus, o Albergue Municipal reforçou as medidas sanitárias. A estrutura foi realocada em um prédio mais amplo, para permitir o distanciamento e o aumento no número de leitos. Para pernoitar, é preciso tomar banho e trocar as vestes usadas por limpas.

“Os kits de higiene são individuais, como sabonete, bucha, escova e pasta de dente. Os hóspedes são orientados sobre a importância das medidas sanitárias para evitar contágio com a COVID-19”, concluiu Ana Paula Sacomano.

 

 

Fonte: Prefeitura de Ibitinga

Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

Website.: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas
E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Entre para postar comentários

Top News

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Julho 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31