fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Ivan Lucas

Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

URL do site: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

SÃO CARLOS/SP - Oito dias! Esse foi o tempo de duração da ação “Dia dos Pais ACISC, Compre e Ganhe”, lançada no dia 27 de julho com o objetivo de impulsionar as vendas no comércio e valorizar o consumidor são-carlense.

Aqueles que efetuaram uma compra no valor de R$ 300, ou mais, em uma das lojas associadas, puderam retirar na sede da ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos), um kit churrasco para presentear o seu pai, mediante a apresentação do cupom fiscal.

O presidente da ACISC, José Fernando Domingues, explica que conforme divulgado no lançamento da ação, só foram validados cupons com o valor de R$ 300 por compra, ou seja, não foi permitido ao consumidor juntar diversos cupons fiscais para chegar ao valor mínimo.  

Ele ressaltou também que o prêmio não era acumulativo e foi entregue um por CPF. “Mesmo o consumidor gastando R$600, por exemplo, ele teve direito a apenas um kit”, explicou.

Feliz com o resultado da ação, Zelão lembra que o desejo da ACISC era realizar uma promoção maior para impulsionar, ainda mais, as vendas do comércio são-carlense, porém, por conta da pandemia de Coronavírus, o comércio vive um momento de incertezas. “O governador João Doria avalia, semanalmente, nossa região e não sabemos se o comércio continua aberto ou fecha. Então, optamos na realização dessa ação, a qual superou nossas próprias expectativas”, afirmou.

O presidente da ACISC lembra que a promoção do Dia das Mães teve que ser cancelada. “Estávamos com a campanha prontinha, porém, o comércio foi fechado e a ACISC ficou impossibilitada de realizá-la”, lembrou.

A ACISC prevê um aumento nas vendas para o Dia dos Pais, com a classificação do comércio na Fase Amarela. “De acordo com o nosso Núcleo de Economia, com o comércio flexibilizado, devemos ter uma melhoria muito significativa nas vendas. Isso já ficou comprovado com essa ação que realizamos. Acreditamos que teremos um Dia dos Pais muito animado para nossos comerciantes”, explica Zelão.

Ele ressalta que a entidade já está pensando em uma super campanha para fomentar as vendas de Natal. “Esperamos que a nossa região continue avançando na classificação do Plano SP para que possamos realizar uma grandiosa promoção no final do ano”, finaliza.

SANTA RITA DO PASSA QUATRO/SP - Estamos vivenciando uma grave crise devido a Covid-19 e, graças a falta de aulas nas escolas e os ventos própricios à cultura de soltar pipas, muitas crianças e jovens aderem à uma prática muito perigosa, o uso de linhas cortantes. No final de semana em Santa Rita, o retrovisor de um carro foi atingido por uma linha cortante e felizmente ninguém se feriu.

Os Policiais Militares estão compromissados com a integridade física das pessoas e resguardar vidas é a nossa missão. Os Militares estão empenhados na fiscalização do uso desse material e advertindo que soltar pipas com linhas cortantes e também sua fabricação é crime conforme a lei Lei nº 17.201, de 4 de novembro de 2019 de São Paulo, que proíbe o uso de cerol ou de qualquer produto semelhante que possa ser aplicado em linhas de papagaios ou pipas.

Em seus artigos a lei destaca que ficam proibidos o uso, a posse, a fabricação e a comercialização de linhas cortantes compostas de vidro moído conhecido como cerol, bem como a importação de linha cortante e industrializada obtida por meio da combinação de cola madeira ou cola cianoacrilato com óxido de alumínio ou carbeto de silício e quartzo moído, ou qualquer produto ou substância de efeito cortante independente da aplicação ou não destes produtos nos fios ou linhas, conhecido como linha chilena/linha indonésia, utilizadas para soltar pipas.

O descumprimento desta lei acarretará ao infrator, quando pessoa física, o pagamento de multa.

Quando o infrator for menor de idade os pais ou os responsáveis responderão pelo menor.

O estabelecimento que for flagrado comercializando linha cortante será autuado, acarretando aplicação de multa e também poderá ter sua inscrição estadual cancelada.
Lembramos a todos que estamos em época de pandemia e o distanciamento social bem como o uso de máscaras são as únicas maneiras possíveis que temos no momento para conter o avanço da Covid-19, orientamos os país e responsáveis das crianças que olhem e conversem com seus filhos sobre o perigo da prática de soltar pipas com linhas cortantes.

Crianças se divirtam de maneira segura e responsável.

MUNDO - O grupo eletrônico japonês Sony registrou no primeiro trimestre um lucro líquido de 233,25 bilhões de ienes (2,2 bilhões de dólares), uma alta de 53,3%, mas advertiu que o lucro anual deve registrar queda de dois dígitos.

No período de abril a junho, a Sony registrou "aumentos significativos" nos segmentos de serviços de jogos e redes e serviços financeiros, destaca um comunicado da empresa.

O lucro operacional, no entanto, caiu e o grupo prevê para o ano fiscal que termina em março um lucro de 510 bilhões de ienes, uma queda de 12,4%.

Embora a demanda por jogos tenha disparado quando as pessoas foram obrigadas a permanecer em suas casas, a pandemia provocou efeitos negativos como a queda no faturamento, cancelamentos de eventos musicais e fechamentos de cinemas.

"O confinamento afetou as linhas de produção e as vendas de produtos eletrônicos, assim como a estreia de filmes nos cinemas", declarou à AFP Hideki Yasuda, analista do Ace Research Institute de Tóquio. 

"Foi um trimestre muito difícil. A Sony ainda espera se recuperar gradualmente no restante do ano fiscal, mas desde que não aconteça uma segunda onda da pandemia", completou.

O analista advertiu que o lucro líquido anual até março deve cair 12,4%, a 510 bilhões de ienes, com um lucro operacional anual de 26,7% a 620 bilhões de ienes. 

Com a próxima versão do Playstation, os analistas consideram que o preço das ações da empresa permanecerá estável.

No segundo trimestre, o segmento principal de jogos da empresa cresceu 32%, consequência de uma sólida demanda de títulos e serviços relacionados, e as vendas anuais do segmento devem aumentar 26%.

Os resultados do próximo ano dependem muito de como vai funcionar o Play Station 5, disse Yasuda à AFP.

 

 

*Por: AFP

SÃO PAULO/SP - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse nesta 2ª feira (3.ago.2020) que espera ter 1 candidato de seu partido ou de alguma sigla aliada nas eleições presidenciais de 2022. Entre as opções, citou o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde), o apresentador Luciano Huck e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

“Eu espero no 2º turno na próxima eleição ter 1 candidato do DEM ou ligado do DEM, pode ser o Mandetta, o Huck, o Doria“, disse Maia em entrevista ao programa Roda Vida, da TV Cultura. O deputado descartou, no entanto, que pudesse ser ele o candidato. “Toda pessoa que está na política tem sonhos, e a presidência da República é o maior deles, mas o meu perfil é para outro modelo de governo, não o presidencialista“, avaliou. Para Maia, seu perfil não é o indicado “porque eu não sorrio muito, não sou carismático. Eu sou bom na articulação política, então meu perfil seria melhor para o sistema parlamentarista“.

Sobre uma possível candidatura de Sergio Moro, Maia disse que é legítimo que o ex-ministro da Justiça possa concorrer. O deputado ressaltou que uma possível lei de quarentena imposta a quem deixe a magistratura para concorrer a cargos políticos não atingiria Moro. “Eu acho que nem os deputados, nem os senadores nem o Supremo encaminhariam uma tese de fazer uma lei para proibir uma pessoa de disputar uma eleição. Ficaria muito ruim para a democracia brasileira“, disse.

Maia declarou que, em 2018, seu candidato era Ciro Gomes (PDT), por avaliar que ele teria mais chances de ir ao 2º turno do que Geraldo Alckmin (PSDB-SP). O DEM decidiu declarar apoio ao tucano. Para a próxima eleição presidencial, Maia avaliou que “todos têm que entender, inclusive o Ciro, que ou o centro vai estar unido para construir 1 projeto alternativo às posições mais radicais, ou mais uma vez vamos ver o 2º turno entre PT e Bolsonaro“.

 

GOVERNO BOLSONARO

Rodrigo Maia explicou que, até o momento, não avaliou que o presidente Jair Bolsonaro tenha cometido crime que justifique a abertura de processo de impeachment. “Destes [processos de impeachment] que estão colocados, eu não vejo nenhum tipo de crime atribuído ao presidente, de forma nenhuma“, disse. “Tem que ter 1 embasamento para essa decisão e não encontro ainda nenhum embasamento legal“, completou Maia.

Na avaliação de Maia, o governo Bolsonaro “perde oportunidades“. “Acho que o presidente Bolsonaro está perdendo algumas oportunidades importantes em relação àquilo que me fizeram até votar nele no 2º turno. Mas o presidente não tinha também experiência“, disse.

A atuação do governo na contenção da pandemia causada pelo novo coronavírus também foi alvo de críticas do deputado: “O presidente errou na questão de minimizar o impacto da pandemia, a questão da perda de vidas. Vamos chegar a 100 mil vidas perdidas. Ele minimizou, criou 1 falso conflito  […] porque o problema da queda da economia não está atrelada ao isolamento ou ao não isolamento, está atrelada ao vírus”, disse Maia.

Outro ponto de crítica é a situação do ministro da Justiça, André Mendonça, no caso envolvendo 1 suposto relatório que lista mais de 500 servidores públicos da área de segurança como integrantes de movimento antifascismo e opositores de Bolsonaro.

Ao ser perguntado se o governo pode fazer esse tipo de pesquisa, Maia respondeu que “se ele [ministro] demitiu 1 assessor, é porque não pode. E, se não pode, cabe ao ministro uma explicação à sociedade”. O deputado ainda disse que “me parece muito grave esse tipo de atitude. Ele precisa de uma posição clara, de uma reunião, ser ouvido, ser cobrado pela sociedade através do Parlamento, para que se possa encerrar o assunto“. Maia avaliou que “a situação do Ministério da Justiça e do seu ministro, claro, vêm ficando pior”.

 

REFORMA TRIBUTÁRIA

Maia comentou a reforma tributária enviada pelo governo Bolsonaro e a proposta de criação de 1 novo imposto, semelhante à CPMF. “Eu não acho que a proposta que o governo enviou é ruim. É uma boa proposta, acho que o governo acertou“, disse. “Por outro lado, é uma ilusão a gente imaginar que a criação de 1 novo imposto vai resolver os problemas do Brasil. […] A CPMF é 1 imposto ruim e que gera distorções, e essas distorções atrapalham o crescimento econômico“, avaliou. Maia já mostrou ser contra a criação desse tipo de imposto. Disse querer 1 sistema mais simples e transparente.

“Não é justo que o orçamento público cresça de forma permanente sem nenhum decisão do poder executivo, que o orçamento continue indexado, que a qualidade do serviço público continue a mesma. Precisamos organizar as despesas do estado brasileiro“, afirmou no Roda Viva.

 

 

*Por: PODER360

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31