fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Ivan Lucas

Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

URL do site: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

SÃO PAULO/SP - Em Dubai, nos Emirados Árabes, onde participa da Expo 2020, o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, se manifestou sobre a acusação de que 92 prefeitos e vice-prefeitos do partido foram inscritos irregularmente nas prévias presidenciais.

A denúncia acontece em meio à implantação de um sistema eletrônico de votação no partido, que utilizará aplicativo. Em conversa com jornalistas, Araújo afirmou que "o processo é inovador. Como todo processo inovador, envolve muito trabalho. Se der certo, vai beneficiar só o PSDB, como também o Brasil".

As prévias do PSDB estão marcadas para 21 de novembro, quando o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, de São Paulo, João Doria, e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio disputam a vaga do partido para disputar a Presidência da República em 2022.

A afirmação de Araújo acontece três dias depois do jornal Folha de São Paulo revelar acusações de fraude feitas pelos diretórios do PSDB da Bahia, Ceará, Minas Gerais e Rio Grande do Sul de que o diretório de São Paulo teria fraudado a data de filiação de 92 prefeitos e vice-prefeitos. A cédula paulista é controlada pelo governador do estado, João Doria.

Essas filiações teriam ocorrido depois da data final estabelecida e só foram concretizadas porque o PSDB paulista informou datas anteriores ao Tribunal Superior Eleitoral. Em resposta, aliados da candidatura do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, entraram com representação no partido contra a inscrição dos 92 prefeitos e vice-prefeitos, pedindo a exclusão dos inscritos.

Em nota divulgada na última quinta-feira (21), Araújo já havia afirmado que as denúncias seriam analisadas com "absoluta serenidade". Ele também disse que “pedidos de impugnação são naturais em qualquer processo eleitoral”. E que as acusações já foram encaminhadas à seção paulista, para que esta preste os esclarecimentos.

Mesmo assim, interlocutores do partido que estão em Dubai afirmam que o assunto traz grande desgaste interno e que está sendo tratada com gravidade.

 

 

Victor Irajá / VEJA.com

BRAGANÇA PAULISTA/SP - Chegou ao fim a invencibilidade de oito jogos sem derrota do São Paulo. Neste domingo, o Tricolor Paulista perdeu por 1 a 0 para o Bragantino no Nabi Abi Chedid, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado pelo lateral Luan Cândido, na segunda etapa.

Com a derrota, o São Paulo segue na 13ª colocação, com 34 pontos. Já o Bragantino se consolida na quinta colocação, com 46.

Essa foi a primeira derrota do São Paulo com Rogério Ceni nesse seu retorno. A equipe fez um primeiro tempo equilibrado, mas perdeu muitas chances. Na segunda etapa, o time foi muito superado pelo Bragantino.

Na próxima rodada, o São Paulo receberá o Internacional no domingo (31), na Morumbi. O Bragantino receberá o Sport na quinta-feira.

 

O JOGO

O primeiro tempo foi bem movimentado. A primeira chance de gol do jogo foi do Bragantino, com Artur, que recebeu cruzamento e finalizou em cima de Tiago Volpi, que fez boa defesa. O São Paulo respondeu aos seis minutos, com finalização forte de Reinaldo nas mãos de Cleiton.

Aos 20 minutos, Pablo perdeu chance clara para o São Paulo. O atleta aproveitou uma bola sobrada na área e, sem goleiro, mandou por cima do gol.

Aos 26, Pedrinho fez Volpi trabalhar novamente, dessa vez com chute de média distância. Aos 37, foi a vez de Helinho assustar com cabeçada, que por pouco não encobriu o goleiro tricolor, que fez grande defesa.

Aos 46, o São Paulo voltou a assustar, dessa vez com Gabriel Sara. O meia recebeu na grande área e, com espaço, finalizou em cima de Volpi. Dois minutos depois, Sara finalizou da mesma região e acertou Luan Cândido, que salvou o Bragantino de sofrer o gol.

 

SEGUNDO TEMPO

Aos 4 minutos, o Bragantino chegou a abrir o placar com Luan Cândido, mas o lateral estava impedido em lance de bola parada.

No entanto, aos 11 minutos Luan Cândido conseguiu fazer seu gol, novamente em bola parada. Artur cobrou escanteio na cabeça do lateral, que deslocou completamente Volpi.

Aos 23, Jadsom teve boa chance, finalizando da entrada da área. Com a vantagem, o Bragantino passou a apostar em jogadas de velocidade. Em lance assim, Cuello quase marcou, finalizando de média distância e acertando a trave.

Aos 30, enfim, o São Paulo assustou. Marquinhos arrancou em velocidade, driblou Léo Ortiz, mas bateu em cima do goleiro Cleiton.

O São Paulo ficou mais com a bola na reta final de partida, mas pouco assustou. A equipe não conseguiu ter o volume ofensivo da primeira etapa e viu o Bragantino administrar a vantagem.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

ESPANHA - O Real Madrid venceu o Barcelona por 2 a 1 no primeiro El Clásico da temporada, diante de 86.422 torcedores no Camp Nou, no domingo (24). Um chute sensacional do defensor David Alaba e um gol no fim de Lucas Vázquez deram os três pontos ao time de Carlo Ancelotti.

O Barcelona controlou a posse de bola no primeiro tempo, mas o Real foi letal no contra-ataque, abrindo o placar quando Alaba começou a jogada com um desarme e a finalizou no outro lado do gramado com um chute cruzado de perna esquerda da entrada da área.

O técnico do Barcelona, Ronald Koeman, introduziu Philippe Coutinho no intervalo, e os atacantes Sergio Agüero e Luuk de Jong também entraram no decorrer do segundo tempo para tentar buscar o gol de empate.

O árbitro deu sete minutos de acréscimo, e o Real dobrou sua vantagem quando Marc-Andre ter Stegen salvou um chute de Marco Asensio, em outro contra-ataque, mas Vázquez marcou no rebote.

O Barça descontou, aos 52 minutos, com Sergiño Dest cruzando para Agüero na pequena área. O argentino completou, mas foi apenas um gol de consolação. O Real chegou provisoriamente à liderança do Campeonato Espanhol, com 20 pontos.

O Barcelona está em oitavo lugar, cinco pontos atrás.

 

 

Por Staff - REUTERS

EUA - Max Verstappen foi o grande vitorioso do Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1, em Austin, no Texas. Vencedor da corrida deste domingo (24), o holandês da Red Bull deixou o Circuito das Américas com uma vantagem ainda maior sobre Lewis Hamilton na disputa pelo título de 2021.

Verstappen largou da pole e chegou a perder a primeira posição para Hamilton, mas levou a melhor na primeira janela de trocas de pneus. A Mercedes chegou a ensaiar uma reação com a segunda janela de trocas, mas que não foi suficiente. Sergio Perez, da Red Bull, completou o pódio.

Com a vitória no Texas, Max Verstappen chegou a 287,5 pontos no Mundial de pilotos, contra 275,5 pontos de Hamilton. O britânico ainda faturou um ponto a mais pela melhor volta, mas viu a diferença aumentar de seis para 12 pontos para o principal rival.

Confira a classificação final do GP dos EUA

 

 

*Por: BAND

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Outubro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31