fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Ivan Lucas

Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

URL do site: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Além disso, entidade projeta a 9ֺª edição da Copa AVS e trabalha com escolinha social no ginásio de esportes do Santa Felícia

 

SÃO CARLOS/SP - A Associação de Vôlei São-carlense (AVS) começou com todo o gás a temporada 2024. As equipes adulta e sub18 retornam aos treinos a partir desta terça-feira, de olho nas competições oficiais previstas para o ano. Iniciam-se ainda os preparativos para a 9ª edição da Copa AVS/Smec, além da escolinha social estar proporcionando atividades para pelo menos 300 candidatas a atleta. Todas as atividades acontecem no ginásio municipal de esportes José Eduardo Gregoracci, no Jardim Santa Felícia.
Na primeira reportagem do ano, o coordenador da AVS, Luiz Antonio Cordeiro dos Santos, o Zé Sérgio, detalhou o que a associação pretende este ano.
Equipes competitivas
A AVS pretende colocar em ação este ano duas equipes. Uma adulta que irá disputar a Copa AVS/Smec (e defender o título conquistado em 2023), a Copa AABB e o campeonato da APV, que terá este ano ainda a presença de Catanduva, Artur Nogueira, Porto Ferreira, Botucatu, Araraquara e Itobi. A princípio, na primeira fase terá dois turnos e as quatro primeiras disputam o título de campeã.
A AVS terá ainda um time sub18 que irá participar dos Jogos Abertos da Juventude, com a meta de chegar à final regional e dos Jogos Regionais, representando São Carlos.
Copa AVS/Smec
Zé Sérgio disse ainda que a associação irá promover a 9ª Copa AVS/Smec e a perspectiva é que a competição tenha pelo menos 12 equipes de São Carlos, Ibaté e Américo Brasiliense, como aconteceu no ano passado.
Escolinha social
O dirigente da AVS enfatizou ainda que estão abertas as inscrições para a escolinha de esportes, que tem caráter social, pois é gratuita e destinada para garotas de 8 a 18 anos. A meta é chegar a pelo menos 300 alunas.
As aulas acontecem no ginásio de esportes do Jardim Santa Felícia. Às 8h30 as aulas são para meninas de 8 a 12 anos; A partir das 9h45, de 13 a 18 anos. Às 11h, para garotas do time sub15 (somente selecionadas). As pretendentes devem ir ao ginásio de esportes com roupa confortável, cabelo preso, tênis e levar garrafa para água. As inscrições gratuitas acontecem no horário da aula e os professores são o próprio Zé Sérgio, além de Thassiane, Kaká e Karine. Há também a colaboração das monitoras Dani, Débora, Jezinha, Lu e Pati.

Projeto convida voluntários para responderem questionários online

 

SÃO CARLOS/SP - A pesquisa de iniciação científica "Inteligência emocional e processos de resiliência em adultos", conduzida pelo estudante de Psicologia Fernando José Porto de Almeida, sob orientação de Monalisa Muniz Nascimento, docente do Departamento de Psicologia (DPsi) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), pretende avaliar a relação entre os níveis de resiliência e de inteligência emocional em uma amostra de adultos.
A inteligência emocional (IE) pode ser definida como a capacidade mental de processamento cognitivo para avaliar, compreender e expressar emoções bem como perceber e/ou gerar sentimentos e controlar emoções para promover o crescimento emocional e intelectual. Enquanto isso, a resiliência pode ser entendida como a capacidade de um sistema dinâmico em adaptar-se de forma bem sucedida a uma situação perturbadora que ameaça seu desenvolvimento e o desempenho de seu funcionamento global, tendo entre seus fatores protetivos características disposicionais do indivíduo, como bem estar subjetivo, competência emocional e inteligência, além da elaboração de vínculos que forneçam suporte emocional em momentos de dificuldade. 
Dessa forma, entende-se que a IE possa contribuir significativamente para a constituição de atributos individuais de resiliência mais efetivos, que auxiliem na adaptação a eventos estressores, visto que é um construto importante para o fortalecimento do poder protetivo das características disposicionais do indivíduo, bem como fundamental para a construção de laços afetivos profundos e saudáveis. 
A pesquisa parte da hipótese de que quanto maior a IE, maiores os níveis de resiliência em adultos. Para testar essa hipótese, adultos entre 18 e 60 anos são convidados a responder quatro questionários online, sendo eles um para caracterização da amostra; o Critério de Classificação Econômica do Brasil, para avaliação socioeconômica; o Inventário de Competências Emocionais (ICE-R), para avaliação da IE; e a Escala de Resiliência do Adulto (RSA), para avaliação da resiliência. Os dados serão correlacionados e analisados estatisticamente.
Os interessados devem preencher este formulário (https://forms.gle/Cxp36dcafNo7xvDn7) até o dia 30 de maio. O preenchimento leva em torno de 15 minutos. Mais informações no formulário de inscrição. Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSCar (CAAE: 75357023.4.0000.5504).

ITIRAPINA/SP - A Prefeitura de Itirapina faz um apelo à população em relação ao descarte irregular de lixo fora dos horários estabelecidos.

No último domingo (dia 25), a floreira da Praça dos Ferroviários, na Avenida 4, uma das entradas da cidade, foi encontrada repleta de sacos de lixo que aparentemente foram descartados durante o final de semana.

A Secretaria Municipal de Serviços Públicos destaca que manter a cidade limpa é responsabilidade de todos os cidadãos. Para os moradores próximo a esta praça, a coleta de lixo ocorre diariamente pela manhã, evitando a necessidade de descarte nos finais de semana.

Assim, resíduos descartados fora do horário estabelecido podem ser evitados, uma vez que a coleta será realizada no próximo dia útil.

A colaboração de cada munícipe é fundamental para preservar a limpeza e a beleza de Itirapina.

O cuidado com o descarte adequado do lixo contribui para uma cidade mais organizada e saudável para todos os habitantes.

Faça a sua parte e ajude a manter a nossa cidade limpa e acolhedora. 

 

 

PMI

ARARAQUARA/SP - A rede de saúde de Araraquara voltou a ter paciente internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em decorrência da covid. A informação foi divulgada pela secretaria da Saúde na segunda-feira (26), quando a pasta retomou a divulgação diária da situação epidemiológica no município.

A secretaria não informou em qual unidade de saúde a internação se dá, nem outras informações sobre o paciente. Além desse caso em UTI, outras 13 pessoas seguem internadas em leitos de enfermaria, totalizando 14 internações, das quais 5 são de pacientes de outros municípios.

Na segunda-feira (26), foram confirmados mais 294 casos positivos de covid. Em 2024, o número de confirmações da doença chega a 3802. Desde janeiro, foram registrados 6 óbitos em decorrência da covid, sendo o caso mais recente o de um idoso, de 77 anos, com comorbidades, ocorrido no último dia 21 de fevereiro.

Esse aumento de casos, de acordo com Eliana Honain, secretária municipal de Saúde, é decorrente dos meses de férias, confraternizações de final de ano e viagens, além de outras situações em que há aglomeração de pessoas, como o Carnaval, que neste ano se deu na primeira quinzena de fevereiro.

“Normalmente, neste período, se registra aumento do número de doenças respiratórias, como a Covid. O importante é que não estamos registrando pressão na assistência à saúde”, informa Eliana.

Ainda a respeito das internações por Covid, a secretária de Saúde explica o protocolo que é adotado pelos hospitais da rede pública e privada.

“Todas as pessoas atendidas no serviço público de Araraquara passam por teste de Covid quando são internadas, independentemente da comorbidade que provocou a internação. Se der positivo para Covid, conforme exigido, ela vai para o isolamento. Já no serviço privado, são testados todos os maiores de 60 anos. Nos casos positivos, se a pessoa vem a óbito, mesmo ela tendo sido internada por causa de um AVC, um infarto ou outra doença grave, vai ser atestada a morte por Covid. Os casos de óbitos registrados no município por Covid nos últimos meses se encaixam nesse contexto. Por isso, podemos afirmar que, em geral, os casos da doença não estão se agravando”, detalha a secretária de Saúde.

 

Monitoramento

Eliana Honain informou também que, por conta do aumento de casos, a Secretaria Municipal de Saúde solicitou sequenciamento genético do vírus para identificar se há alguma nova cepa circulando no município. A identificação de novas cepas por meio do sequenciamento foi fundamental na tomada de decisões em Araraquara durante a pandemia.

“Vamos aguardar o resultado, que deve sair nas próximas semanas, para sabermos se existe alguma nova cepa circulando e aumentando os números de casos, além das aglomerações habituais das festas de fim de ano, férias e feriado”, afirma.

 

Dengue

Além do aumento de casos de covid, a dengue também segue sob monitoramento. Apesar da situação de controle vivida em Araraquara em relação ao número de casos registrados da doença (leia mais aqui), a situação crítica em muitas regiões do país aumenta a preocupação.

Sobre os sintomas das duas doenças (covid e dengue), Eliana disse que são muitos semelhantes. “Ambos apresentam febre alta, dores musculares e mal-estar geral. Como distingui-los? Embora os dois sintomas provoquem dores de cabeça, no caso da dengue a dor é mais concentrada atrás dos olhos, além de apresentas manchas vermelhas pelo corpo. Já a Covid apresenta tosse e dificuldade respiratória.

E se o teste detecta a Covid, o mesmo não ocorre em relação à Dengue, já que o teste não existe. São feitos exames laboratoriais e os resultados não são conhecidos de imediato.

“Embora os números de casos de dengue estejam num crescente no município, a situação está sob controle. Mas não devemos ficar tranquilos com isso”, frisou.

 

 

Luís Antônio / PORTAL MORADA

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Fevereiro 2024 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29      
Aviso de Privacidade

Este site utiliza cookies para proporcionar aos usuários uma melhor experiência de navegação.
Ao aceitar e continuar com a navegação, consideraremos que você concorda com esta utilização nos termos de nossa Política de Privacidade.