fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Paracanoagem: Cowboy leva outro ouro e trio brasileiro vai a Tóquio Twitter

Paracanoagem: Cowboy leva outro ouro e trio brasileiro vai a Tóquio

Escrito por  Maio 16, 2021

HUNGRIA - Uma medalha de ouro, uma de bronze e mais três vagas na Paralimpíada de Tóquio (Japão). Este foi o saldo da participação brasileira no sábado (15), terceiro e último dia da Copa do Mundo de Paracanoagem, disputada em Szeged (Hungria). O país encerrou a competição com quatro pódios, sendo dois deles no topo, além de um segundo e um terceiro lugar.

Assim como na última sexta-feira (14), quando ganhou a prova dos 200 metros da VL2 (canoa para atletas que utilizam braços e tronco para remada), Fernando Rufino levou a medalha de ouro nos 200 metros da KL2 masculino (caiaque para esportistas que usam braços e tronco para movimentar o barco). O Cowboy, como é conhecido, está garantido em Tóquio desde 2019, quando obteve a vaga no Mundial, também realizado em Szeged, encerrando a competição como principal nome da delegação brasileira.

Continua depois da publicidade

"Conquistar essas duas medalhas de ouro neste evento, no nível super alto que estava aqui, é motivo de muito orgulho, de muita felicidade, de um trabalho com meu treinador Thiago Pupo, um cara sensacional. Estou representando o meu Brasil, a minha família, minha cidade Itaquiraí [interior do Mato Grosso do Sul], o meu povo e a cidade de Ilha Comprida [interior paulista], onde eu faço meu treinamento e que é o polo da paracanoagem", comemorou Rufino, ao site da Confederação Brasileira de Canoagem.

Ainda no sábado, Luís Carlos Cardoso, outro assegurado na Paralimpíada, conquistou o bronze nos 200 metros da KL1 (caiaque para atletas que utilizam somente os braços para a remada). Na versão feminina da prova, Adriana Azevedo chegou em sétimo lugar, mesma posição de Mari Santilli nos 200 metros da KL3 (caiaque para esportistas com função completa de tronco e parcial de membros inferiores). Os resultados garantiram Adriana e Mari em Tóquio nas respectivas categorias.

Giovane Vieira de Paula, por sua vez, ficou em terceiro lugar na final B dos 200 metros na KL3. O resultado o classificou para os Jogos pela cota paralímpica continental. A vaga foi confirmada pela federação internacional da modalidade (ICF, na sigla em inglês) na tarde deste sábado.

Com isso, o Brasil tem sete canoístas garantidos em Tóquio. Além de Rufino, Luís Carlos, Adriana, Mari e Giovane, os outros classificados são Debora Benevides (VL2) e Caio Ribeiro (VL3, canoa para atletas sem deficiência nos membros superiores e função parcial nos inferiores). Deles, apenas Ribeiro não esteve em Szeged.

Matéria atualizada com a confirmação da classificação de Giovane Vieira de Paula à Paralimpíada via cota continental pela Federação Internacional de Canoagem.

 

 

*Por Lincoln Chaves - Repórter da Tv Brasil e da Rádio Nacional

*Agência Brasil

Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

Website.: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas
E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Top News

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Junho 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30        
Propagandas gratuitas right 2