fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 

SÃO CARLOS/SP - O presidente da Câmara Municipal de São Carlos, vereador Roselei Françoso (MDB), recebeu nesta sexta-feira (24), o presidente do Sindicato dos Frentistas da Região, Joabe Valença de Oliveira, e o diretor Vanildo Custódio de Souza para discutir a implantação do autoatendimento nos postos de combustíveis.

Durante a reunião, acompanhada pela vereadora Cidinha do Oncológico e pela assessoria do vereador Azuaite Martins de França, os sindicalistas explicaram como estão mobilizando a sociedade e a categoria contra o projeto de lei (PL) do deputado federal Kim Kataguiri (DEM) que implanta o autoatendimentos nos postos e extingue a função de frentista.

No Brasil, a Lei 9.956 de 2000 proíbe o funcionamento de bombas operadas pelo próprio consumidor. Além do PL de Kataguiri, segundo os sindicalistas, há pelo menos outros quatro em tramitação com o mesmo objetivo.

Ao todo existem cerca de 500 mil trabalhadores em postos de combustíveis no país, no Estado de São Paulo são 100 mi. “Em São Carlos temos cerca de 500 trabalhadores, mais de noventa por cento sindicalizados”, explicou Joabe.

“Além de abastecer, o frentista verifica óleo, calibra pneus, limpa os para-brisas e auxilia os clientes em outras questões”, frisou Vanildo. O diretor sindical disse ainda que o argumento para aprovar o projeto é a redução nos preços dos combustíveis, o que não procede.

“É uma ilusão achar que o preço dos combustíveis irá cair se não existir mais o frentista. O combustível tem o preço atrelado ao dólar e sobre ele recai uma carga tributária pesada”, salientou o presidente da Câmara, que irá solicitar uma agenda com o deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), presidente nacional do MDB, para debater o assunto. “Sem contar que tirar o frentista gera um problema social enorme”, frisou.

Sobre os combustíveis recaem o ICMS, que varia de 17 a 27,9% a depender do Estado, impostos federais de 11,6% (CIDE, PIS e COFINS), lucros da Petrobrás e acionistas, 32,9%, distribuição e revenda, 11,7%, custos da mistura do etanol. “O custo dos salários dos frentistas é de 2% apenas”, informou o sindicalista.

SÃO CARLOS/SP - Nesta última terça-feira (21), em sessão realizada na Câmara Municipal de São Carlos, o vereador Bruno Zancheta agradeceu por seu pedido de aumento do horário de vacinação ser acatado pela Secretaria Municipal da Saúde. Ele acompanhou in loco a vacinação no período noturno na última quinta-feira (23) no salão da Igreja São Nicolau.

O vereador frisou a importância da união de forças pelo bem da cidade: “protocolei no dia 12 de julho uma moção de apelo para que pudéssemos aumentar o horário de vacinação, pois muitos munícipes exercem suas atividades durante o dia todo e não conseguem ir até o posto de imunização. A Secretaria de Saúde, por meio da diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Crislaine Mestre, atendeu minha solicitação e acredito que nas próximas semanas já poderemos sentir os efeitos desse maior número de são-carlenses imunizados”.

SÃO CARLOS/SP - O vereador Lucão Fernandes (MDB) acompanhando do vice-prefeito Edson Ferraz que esteve representando o prefeito Airton Garcia, foi verificar na quinta-feira (23), o estado deplorável que se encontra a Rua Antônio Marcasso no bairro Lagoa Serena.

O local se encontra em péssimas condições, sem asfalto que foi arrastado pela força das correntezas das últimas enchentes e se transformou em uma área de acúmulo de lixo, inclusive doméstico e de entulho de construção. Há ainda proliferação de animais peçonhentos, que trazem riscos à saúde da população da vizinhança, principalmente das crianças. Outra preocupação de Lucão é que por se tratar de uma área por onde o córrego do Simeão se encontra canalizado, uma nova enchente poderá acarretar problemas ainda maiores para os proprietários dos imóveis vizinhos.

SÃO CARLOS/SP - Foi publicada no Diário Oficial a Lei Municipal nº 20149/2021, de iniciativa do vereador Marquinho Amaral, que oficializou o nome de Professora Vera Regina Casari Boccato à Biblioteca Municipal anexa à escola municipal de educação básica (EMEB) Janete Maria Martinelli Lia, localizada no bairro Jardim Pacaembu.

Vera Regina Casari Boccato (1958-2013) foi docente do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), do Programa de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade do Centro de Educação e Ciências Humanas da UFSCar e foi bibliotecária da Universidade de São Paulo (USP) por 27 anos.

Concluiu Doutorado e Mestrado em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Marília, em 2009 e 2005, respectivamente, com o tema Avaliação de linguagens documentárias alfabéticas .

Cursou especialização em Administração de Recursos Humanos pela Fundação Armando Álvares Penteado (1991) e em Sistemas Automatizados de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas - PUCCamp (1994).

Além da graduação em Biblioteconomia pela Escola de Biblioteconomia da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP), concluiu a graduação em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Atuou como Membro do Grupo de Construção e Gestão do Vocabulário Controlado USP do Banco de Dados Bibliográficos da USP DEDALUS, durante o período de 1993 a 2006.

Possui vasta produção científica em artigos de periódicos, trabalhos em anais de eventos, livros, entre outros, na área de Ciência da Informação, com ênfase em Biblioteconomia.

Foi parecerista ad hoc de revistas científicas em Ciência da Informação, membro de Comitê Científico de periódico multidisciplinar e membro de Comissões Científicas de eventos nacionais. Além disso, foi membro da International Society of Knowledge Organization - ISKO e da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação - ANCIB.

Foi a grande idealizadora do Programa de Educação Tutorial (PET) para o Curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação da UFSCar, quarto grupo PET de Biblioteconomia do Brasil e o primeiro Grupo Pet da área de Ciências Humanas e Sociais da UFSCar.

O parlamentar afirma que após o início do agendamento online, mais de 12 mil pessoas deixaram de ser imunizadas. Segundo ele, é uma situação muito preocupante que deve ser solucionada com urgência

 

SÃO CARLOS/SP - O vereador Elton Carvalho (Republicanos) criticou duramente as falhas constantes, que ocasionaram reclamações de munícipes, com relação a problemas técnicos e dificuldades na hora de fazer o agendamento online para receber a imunização contra Covid-19.

“Em 28 de agosto, 2.554 pessoas não tinham tomado a segunda dose da vacina. Após a implantação do agendamento online, até dia 17 de setembro, esse número já está em 12.510. Isso confirma a ineficiência do agendamento online em decorrência dos problemas técnicos apresentados frequentemente”, afirmou Elton.

Em reunião realizada na última segunda-feira (13) envolvendo representantes da Câmara Municipal, com a presença de diversos vereadores, o secretário municipal de Saúde, Marcos Palermo, servidores da saúde e vigilância epidemiológica, responsáveis pela vacinação, diversas falhas foram reconhecidas e justificadas.

SÃO CARLOS/SP - O presidente da Câmara Municipal de São Carlos, vereador Roselei Françoso (MDB), reuniu os secretários municipais João Muller (Obras), Luiz Lopes (Esportes), o comandante da Guarda Municipal, Michel Yabuki, e o vice prefeito Edson Ferraz com objetivo de discutir melhorias na pista de skate localizada no Complexo Esportivo “Chico Preto” no Santa Felícia.

O parlamentar recebeu os skatistas Tiago Bernardi, Luiz Otávio de Souza, Vitória Assolini, Victor Lopes Formenton, campeão paulista de 2019, e Patrícia Riccó, responsável pelo Projeto Skate Cidadão, e a arquiteta e cidadã Cristiane Krohling.

O objetivo do grupo foi o de reivindicar melhorias na infraestrutura da pista, uma vez que há rachaduras, corrimão faltando e depredação dos banheiros e demais espaços, melhorar a iluminação, uma vez que há um ponto sem luz, e aumentar a segurança do local.

SÃO CARLOS/SP - O vereador Bruno Zancheta (PL) protocolou um requerimento solicitando informações da Prefeitura Municipal sobre a realização da vacinação dos animais contra a raiva (vacina antirrábica).

O parlamentar alegou que tem recebido diversas queixas sobre a ausência desses imunizantes há algum tempo. Bruno Zancheta ressaltou também a importância dessas doses para a saúde coletiva.

“Tenho sido constantemente procurado sobre a vacinação contra raiva, que, segundo informações preliminares, não vem ocorrendo, e isto não pode acontecer. Vacinar os animais contra a raiva é cuidar da saúde deles e também de seus donos, e isso diz respeito a saúde pública e qualidade de vida de todos”, afirmou o parlamentar.

A raiva é uma infecção viral que pode acometer seres humanos e animais; contraída por mordida, lambida ou machucado de animal infectado, em casos graves pode levar a óbito.

SÃO CARLOS/SP - O vereador Lucão Fernandes (MDB), durante pronunciamento na sessão de quarta-feira (08), falou sobre as dificuldades que a população vem enfrentando para tomar as vacinas contra a COVID-19 e pediu soluções para que esses transtornos cheguem ao fim. “A gente se entristece com tantas coisas que acontecem na nossa cidade, estamos passando por esse transtorno em relação às longas filas e ao agendamento das vacinas, como presidente da Comissão de Saúde, fiz cobranças mais firmes e obtive resposta da diretora de Gestão do Cuidado Ambulatorial da Secretaria de Saúde, Denise Braga que informou não só a mim, mas para toda a população, que o sistema de agendamento online foi instalado na semana passada e que ocorreu alguns inconvenientes, mas essas questões foram sanadas na quarta-feira (08) junto ao Departamento de Tecnologia de Informação da Prefeitura e agora o agendamento que vem para dar maior conforto aos pacientes e evitar filas está funcionando normalmente.

Lucão também foi informado pela diretora que na próxima semana, serão ampliados os horários e os locais de vacinação. “Talvez já a partir da próxima semana as 35 unidades de saúde irão realizar a vacinação”, disse.

O parlamentar também disse que em breve a Prefeitura poderá contar com o apoio dos atiradores do Tiro de Guerra na vacinação. “Estive nesta terça-feira (07) participando da solenidade do Dia da Independência e aproveitando a oportunidade, conversamos sobre a possibilidade de utilizar os atiradores na organização das filas e digitações nos locais de vacinação para dar mais agilidade no atendimento, fomos informados que os atiradores tomaram apenas a primeira dose e que assim que tomar a segunda dose, existe essa possibilidade de poder contar com o suporte desse pessoal. Então estamos tentando como presidente da Comissão de Saúde buscar caminhos e soluções para resolver esses problemas que tantos transtornos provocam na população”, concluiu Lucão.

 

SÃO CARLOS/SP - O vereador Bruno Zancheta (PL) se reuniu com o secretário Municipal de Saúde, Marcos Palermo, para discussão de diversas pautas relacionadas à saúde de nosso município. Ele cobrou prioritariamente o retorno de todas as cirurgias eletivas.

Bruno resumiu: “Tratamos de diversas pautas, dentre elas, a vacinação, a questão da saúde mental, o atendimento realizado nas UPAs e principalmente a questão do retorno das cirurgias eletivas que tanto são necessárias e procuradas em nossa cidade, conversamos também sobre a implantação do Pós – Covid 19 na rede, algo que é de extrema importância, uma vez que um a cada seis indivíduos necessita de acompanhamento médico após a infecção causado por este vírus e, o mais importante, acredito que unindo forças entre legislativo e executivo conseguiremos melhorias significativas para nosso município”, completou o vereador mais jovem desta legislatura. 

O parlamentar elencou: “Gostaria de agradecer o secretário Marcos Palermo que nos recebeu, de forma republicana, na Secretaria Municipal de Saúde para que pudéssemos tratar de algumas pautas e projetos futuros, sempre pensando na melhoria de nosso sistema de saúde”, finalizou o vereador.  

SÃO CARLOS/SP - O presidente da Câmara Municipal de São Carlos, vereador Roselei Françoso (MDB), esteve com os secretários municipais Wanda Hoffman (Educação) e Samir Gardini (Segurança) e com o comandante da Guarda Municipal, Michel Yabuki, no Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Maria Alice Vaz de Macedo, no Cidade Aracy.

A visita ocorreu após o conselho escolar preparar um relatório sobre os principais problemas de segurança pública que a escola e seu entorno estão sofrendo. As autoridades foram recebidas pela diretora da escola, Fernanda Cristina Hellmeister Fabbri, pela mãe de aluno e secretária do conselho, Ana Cláudia Silva Araújo e pela professora e presidente do Conselho, Taís Segundo.

“O Cemei Maria Alice, assim como várias outras escolas do município, possui seus problemas específicos, seja na área de segurança, estrutura ou outros”, lembrou Roselei. “Como um vereador que atua muito na área da educação recebo muitas solicitações e tentamos ajudar no que for preciso”, frisou o parlamentar.

De acordo com Roselei, problemas com a segurança das escolas ocorrem em várias unidades e por motivos diversos. “Alguns locais é por conta da vulnerabilidade social, outros é por falta de alarme ou por outros problemas com a estrutura, como muros baixos e acesso fácil à unidade”, explicou.

“Fiquei satisfeito com a visita, sei que não conseguiremos resolver todos os problemas no tempo em que gostaríamos, mas precisamos fazer nossa parte”, destacou Roselei. “Agradeço aos secretários Wanda e Samir e ao governo municipal como um todo pela atenção. Tenho certeza que vamos obter êxito neste pleito”, ponderou.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Comércio e Serviços em Geral