fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 

ARARAQUARA/SP - O Corinthians foi derrotado por 2 a 1 pela Ferroviária, na noite de terça-feira (13) no estádio Fonte Luminosa, na cidade de Araraquara. Desta forma o Timão perdeu a invencibilidade no Campeonato Paulista no jogo da 9ª rodada.

Porém, mesmo com o revés o time do Parque São Jorge permanece na liderança do Grupo A com 14 pontos. Já a Locomotiva ficou na vice-liderança do Grupo B, com 10 pontos, após o triunfo, três pontos a menos do que o líder São Paulo.

Vitória de virada

Mesmo fora de casa, o Corinthians começou melhor, tendo chances de marcar com Luan, Otero e Léo Natel. A Ferroviária não ficou parada, e chegou a marcar com Everton aos 35 minutos, mas o juiz acaba anulando o gol com auxílio do VAR (árbitro de vídeo).

O placar finalmente foi alterado um pouco antes do intervalo, quando Luan tocou para Camacho marcar aos 43 minutos.

No entanto, a Locomotiva não se entregou, e na etapa final melhorou e conseguiu virar o marcador graças a gols do volante Higor Meritão, aos 28 minutos, e do zagueiro Xandão, aos 43 minutos em cobrança de falta. Placar final, Ferroviária 2, Corinthians 1.

 

 

*Por Agência Brasil

BRASÍLIA/DF - O Santos se classificou para a fase de grupos da Copa Libertadores após empatar em 2 a 2 com o San Lorenzo (Argentina), nesta terça-feira (13) em partida realizada no estádio Mané Garrincha, em Brasília. O Peixe chegou à partida de volta da terceira fase preliminar da competição em situação muito confortável, após vencer na Argentina, na última terça (6), por 3 a 1.

Com a classificação alcançada nesta noite, o Santos entra no Grupo C da competição continental, ao lado do Boca Juniors (Argentina), do Barcelona de Guayaquil (Equador) e do The Strongest (Bolívia).

Mesmo com a vantagem obtida na partida de ida, o Peixe não permitiu que o San Lorenzo ficasse confortável no gramado do Mané Garrincha. A equipe da Vila Belmiro partiu para o ataque e criou boas chances nos primeiros minutos com Madson e depois com Marinho, em cobrança de escanteio na qual a bola quase entrou direto no gol.

De tanto tentar, o Santos conseguiu abrir o placar aos 21 minutos. Felipe Jonatan lançou em profundidade Marcos Leonardo, que avançou com liberdade e, quase da linha de fundo, bateu muito forte para vencer o goleiro Devecchi. Um golaço.

As equipes permaneceram em busca do gol, mas o placar permaneceu inalterado até o intervalo. Logo no início da etapa final o San Lorenzo levou outro golpe, quando Rojas acabou expulso após cometer falta em Marinho, que puxava contra-ataque.

Com um homem a mais, o Peixe não demorou a ampliar a vantagem. Aos 11 minutos o venezuelano Soteldo puxou contra-ataque e tocou para o lateral Pará, que bateu colocado para marcar o segundo. Porém, os argentinos não desistiram, e conseguiram descontar dois minutos depois com gol de cabeça do atacante Di Santo.

O San Lorenzo continuou buscando oportunidades. E aos 33 minutos conseguiu o empate quando o atacante paraguaio Ángel Romero recebeu na intermediária e bateu colocado de fora da área. Apesar de oportunidades de lado a lado, o placar permaneceu inalterado até o final, e o Peixe garantiu a classificação com o empate de 2 a 2.

 

 

*Por Agência Brasil

PARAGUAI - A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) disse que receberá 50 mil doses de vacinas contra covid-19 doadas pelo laboratório chinês Sinovac Biotech para imunizar jogadores de futebol profissionais que participam de torneios de primeira categoria.

"Se trata de um apoio concreto por parte da empresa chinesa para a realização da Copa América e das demais competições do futebol sul-americano", disse a entidade em comunicado, no qual destacou a mediação do presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, para fechar o acordo.

A Conmebol se viu obrigada a adiar a quinta e a sexta rodadas das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 em março por causa das dificuldades de deslocamento dos jogadores, em meio às restrições impostas por causa da pandemia.

A Copa América está programada para começar em junho e será pela primeira vez disputada em duas sedes - Argentina e Colômbia. O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, disse dias atrás que a organização buscava vacinas para que o torneio pudesse ser disputado com público nos estádios.

A Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana estão atualmente sendo disputadas.

O comunicado afirma que a vacinação "estará concentrada nos elencos principais do futebol profissional sul-americano dos torneios de primeira categoria, masculinos e femininos", sem dar detalhes do procedimento.

O anúncio acontece em um momento em que os governos dos países sul-americanos buscam adquirir a maior quantidade possível de doses de vacinas para imunizar suas populações, enquanto a covid-19 avança na região.

A Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) disse na semana passada que a América do Sul era a região mais preocupante do mundo por causa do aumento dos contágios e do número de mortos. Disse também que não havia acesso equitativo às vacinas.

 

 

*Por Daniela Desantis / REUTERS

BRASÍLIA/DF - O Palmeiras ficou com o vice-campeonato da Supercopa do Brasil na tarde deste domingo. Em uma partida de alto nível contra o Flamengo, disputada no Estádio Mané Garrincha, o time alviverde perdeu nos pênaltis por 6 a 5 após placar de 2 a 2 no tempo normal.

Em um primeiro tempo movimentado, após um golaço de Raphael Veiga, o Flamengo respondeu com Gabriel e Arrascaeta. Na etapa complementar, Raphael Veiga empatou em de pênalti.

Pela nona rodada do Campeonato Carioca, o Flamengo enfrenta o Vasco às 21 horas (de Brasília) desta quarta-feira, no Estádio do Maracanã. Às 21h30 do mesmo dia, com a vantagem do empate, o Palmeiras decide a Recopa com o Defensa y Justicia, novamente no Mané Garrincha.

O Jogo – O Palmeiras saiu na frente logo no primeiro minuto de partida. Após recuo de Filipe Luis em arremesso lateral, Diego Alves deu um chutão e Felipe Melo cabeceou para Raphael Veiga. O meia girou bonito sobre Willian Arão e definiu com precisão para marcar um golaço.

O Flamengo equilibrou a partida e conseguiu empatar aos 22 minutos do primeiro tempo. Luan desarmou Bruno Henrique pela direita, mas tirou curto. Arrascaeta pegou a sobra e acionou Filipe Luis, que driblou Gustavo Gomez e chutou na trave. No rebote, Gabriel completou para as redes.

Em bons momentos do Palmeiras, Diego tirou chute de Breno Lopes em cima da linha e Leandro Vuaden, orientado pelo VAR, voltou atrás após marcar pênalti em Wesley. O Flamengo virou aos 44 minutos, quando Arrascaeta passou facilmente pela marcação de Marcos Rocha pela esquerda e bateu no canto de Weverton.

Logo no começo do segundo tempo, Gabriel tabelou com Everton Ribeiro e, de dentro da área, bateu para defesa de Weverton. O Palmeiras aumentou seu volume de jogo durante a etapa complementar e assustou em cabeçadas de Gustavo Gomez e Gabriel Veron.

Enquanto o Flamengo procurou valorizar a posse de bola, o Palmeiras cresceu no jogo e chegou ao empate aos 28 minutos do segundo tempo. Lançado pela direita, Rony foi puxado por Rodrigo Caio dentro da área e Leandro Vuaden marcou pênalti. Na cobrança, Raphael Veiga converteu.

Em jogada de contra-ataque, Vitinho recebeu de João Gomes pela direita, limpou a marcação de Matias Viña e bateu. Weverton desviou e a bola bateu na trave. Na última chance do jogo, perto da linha de fundo, Gabriel finalizou da direita, Weverton defendeu parcialmente e, na sequência, pegou a bola em cima da linha.

Nos pênaltis, Raphael Veiga, Gustavo Gomez, Gustavo Scarpa, Matias Viña, Gabriel Veron converteram para o Palmeiras. O time alviverde teve a chance de definir, mas Luan foi parado por Diego Alves e Danilo errou. Nos alternados, Gabriel Menino e Mayke foram parados por Diego Alves. Pelo Flamengo, Arrascaeta, Vitinho, Gabriel, João Gomes, Michael e Rodrigo Caio marcaram. Filipe Luis bateu no travessão e Matheuzinho e Pepê foram parados por Weverton. Assim, o time rubro-nego venceu por 6 a 5.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

ESPANHA - O Real Madrid derrotou o Barcelona por 2 a 0, no sábado (10) no estádio Alfredo Di Stéfano pela 30ª rodada do Campeonato Espanhol, em jogo que pode ter sido o último clássico de Lionel Messi contra a equipe merengue.

 

Com o futuro indefinido na equipe catalã, o craque argentino teve uma atuação abaixo da média, fazendo pouco para evitar o triunfo do time de Madri, que assumiu a vice-liderança da competição com os mesmos 66 pontos do líder Atlético de Madri, que joga hoje domingo (11) contra o Bétis. O melhor momento de Messi foi um chute na trave no final da primeira etapa.

Os merengues começaram melhor, e não demoraram a abrir o placar, e com um golaço. Aos 12 minutos o uruguaio Valverde toca para o espanhol Lucas Vázquez, que avança pela direita e cruza rasteiro para a área, onde o francês Benzema marca de letra.

O Real conseguiu chegar ao 2 a 0 ainda na etapa inicial, quando o alemão Toni Kross cobra falta e a bola desvia em um defensor do Barcelona para tirar o goleiro alemão Ter Stegen da jogada.

No segundo tempo o técnico holandês Ronald Koeman tentou colocar sua equipe para a frente com a entrada do atacante francês Griezmann no lugar do lateral Dest. O time catalão até conseguiu diminuir com Mingueza aos 14 minutos. Porém a reação parou por aí e o Real garantiu a vitória de 2 a 1.

Marca de Messi

Apesar do revés nesse sábado, Messi alcançou mais uma marca importante na carreira. Ao entrar em campo, se tornou um dos jogadores a disputarem por mais vezes o clássico entre Barcelona e Real Madrid, em 45 oportunidades ao lado do zagueiro espanhol Sergio Ramos, da equipe merengue.

 

 

*Por Agência Brasil

SÃO PAULO/SP - O São Paulo goleou o São Caetano por 5 a 1, na noite de sábado (10) no estádio do Morumbi, em partida que marcou o retorno do Campeonato Paulista após uma longa interrupção, que teve início no dia 15 de março, quando o Governo de São Paulo instituiu a Fase Emergencial, a mais restritiva no combate à disseminação do novo coronavírus (covid-19).

Com o triunfo, na partida adiantada da 11ª rodada da competição, o Tricolor assumiu a liderança do Grupo B com 10 pontos. Já o Azulão é o lanterna do Grupo D com apenas 1 ponto.

Começo arrasador

O time comandado pelo técnico argentino Hernán Crespo impôs seu domínio desde o primeiro minuto. Assim, o primeiro gol não demorou a sair, aos 4 minutos, quando o zagueiro Arboleda desvia de calcanhar um chute do lateral Reinaldo.

E o segundo surge em nova jogada de Reinaldo. Desta vez o lateral toca para o volante Nestor, que tem apenas o trabalho de bater na saída do goleiro adversário para ampliar aos 20 minutos. Nove minutos depois é o próprio Reinaldo que deixa o seu, com uma bomba que vence o goleiro Luiz. 3 a 0 para o São Paulo com menos de 30 minutos de bola rolando.

Dois minutos depois o São Caetano consegue descontar com o meia Guilherme Castro, que chuta após desatenção da defesa do Tricolor, e que conta com falha do goleiro Tiago Volpi. Mas não deu nem para comemorar muito, pois, aos 42, Daniel Alves cobra falta de forma perfeita para levar o São Paulo para o intervalo com vitória de 4 a 1.

Aos 30 minutos do segundo tempo ainda deu tempo para um dos estreantes do Tricolor deixar sua marca. O brasileiro naturalizado italiano Éder saiu do banco para dar números finais à partida. São Paulo 5, São Caetano 1.

 

 

*Por Agência Brasil

SANTOS/SP - Com uma equipe alternativa, o Santos ficou no empate sem gols com o Botafogo-SP, no sábado (10) no estádio da Vila Belmiro, e ficou na 2ª posição do Grupo D do Campeonato Paulista com 6 pontos.

Mais preocupado com o jogo da próxima terça-feira (13), contra o San Lorenzo (Argentina) pela terceira fase da Copa Libertadores, o técnico Ariel Holan preferiu poupar seus titulares.

Mesmo com o time alternativo, que tinha como principal nome o jovem meia Ângelo, o Peixe começou melhor, e chegou a marcar aos 11 minutos com o zagueiro Luiz Felipe. Porém, o gol foi anulado pelo juiz, após o VAR (árbitro de vídeo) confirmar impedimento.

 Na etapa final o Botafogo-SP cresceu no confronto, que ficou bem aberto. Porém, o empate perdurou até o último minuto.

 

 

*Por Agência Brasil

 

PARAGUAI - O Grêmio está com o futuro na Libertadores sob risco. Na sexta-feira (9), o Tricolor foi derrotado pelo Independiente del Valle (Equador) por 2 a 1, de virada, no Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai), no jogo de ida do confronto pela terceira fase preliminar da competição.

A partida de volta será na próxima quarta-feira (14), às 19h15 (horário de Brasília), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Os gaúchos se classificam em caso de vitória por 1 a 0, pelo critério do gol fora de casa, ou se vencerem por dois gols ou mais de diferença. Se devolverem o 2 a 1, levam a decisão aos pênaltis.

O ganhador do confronto terá pela frente o Grupo A da Libertadores, ao lado do Palmeiras, atual campeão; do Defensa y Justicia (Argentina), vencedor da última Copa Sul-Americana; e do Universitario (Peru). O sorteio das chaves ocorreu nesta sexta à tarde.

O duelo desta sexta seria disputado na quarta passada (7), no estádio Casa Blanca, em Quito (Equador), mas os testes positivos do goleiro Paulo Victor e do lateral Vanderson para o novo coronavírus (covid-19) levaram o governo equatoriano a impedir treino e jogo no país. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) transferiu o embate para o Paraguai.

Além de Paulo Victor e Vanderson, o Tricolor não pôde contar com os zagueiros Pedro Geromel e Walter Kannemann, o volante Maicon, o meia Jean Pyerre e os atacantes Diego Churín e Pepê, entre ausências por lesão ou recondicionamento físico. O lateral Victor Ferraz, que seria titular nesta sexta, apresentou sintomas da covid-19, apesar do teste negativo, e foi isolado. Com isso, o lado direito da defesa ficou com Felipe. O técnico Renato Portaluppi, infectado pelo coronavírus, sequer viajou, sendo substituído pelo auxiliar Alexandre Mendes.

Os primeiros dez minutos de jogo foram os melhores do Grêmio. Aos oito, o meia Alisson bateu falta na área e o atacante Diego Souza, de cabeça, abriu o marcador. A partir daí, o Del Valle tomou o controle das ações ofensivas. Aos 26, o atacante Pedro Vite cruzou pela esquerda, o meia atacante Christian Ortiz finalizou e o goleiro Brenno fez grande defesa. Aos 35, Vite acertou o travessão. Já aos 43, em rara investida, o Tricolor balançou as redes com Ferreira, após passe de letra de Diego Souza. A arbitragem, porém, viu impedimento (inexistente) do atacante.

Na etapa final, a pressão dos anfitriões se intensificou. Aos dois minutos, Ortiz cobrou falta na trave. Cinco minutos depois, o atacante Bryan Montenegro ajeitou e o volante Lorenzo Favarelli entrar na área e empatar. O Grêmio respondeu aos 12, mas Diego Souza, na cara de Moisés Ramírez, tentou deslocar o goleiro e bateu para fora. Em seguida, o zagueiro Ruan derrubou Montenegro na área, sendo expulso. Favarelli cobrou o pênalti e virou para o time equatoriano, que só não ampliou aos 22 minutos com Ortiz, em chute de fora da área, porque Brenno evitou.

Com um a menos, o Grêmio demorou a reagir, esboçando uma postura mais ofensiva nos minutos finais, mas sem intensidade, com receio de contra-ataques. Para complicar, Brenno e Ferreira reclamaram de dores, mas seguiram em campo pela impossibilidade de serem feitas mais alterações. Mais presente no campo de ataque, o Del Valle administrou o resultado.

 

Por Lincoln Chaves - Repórter da Rádio Nacional e da TV Brasil

SÃO PAULO/SP - O governo de São Paulo formalizou nesta sexta-feira a autorização para o retorno imediato do Campeonato Paulista, mas com jogos apenas noturnos, sempre a partir das 20h. A Federação Paulista de Futebol deve divulgar em breve a tabela.

Patrícia Ellen, secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, disse que o horário foi estabelecido para evitar aglomerações, já que a partir das 20h há restrição de circulação e abertura de locais como bares e restaurantes.

Pela manhã, o governador João Doria havia confirmado que o governo acatara os novos protocolos elaborados pelo Ministério Público Estadual e pela Federação Paulista de Futebol.

O futebol esteve proibido em São Paulo desde o dia 15 de março, quando entrou em vigor o plano emergencial de combate à propagação da Covid-19 no Estado. Inicialmente, o prazo ia até 30 de março. Depois, foi estendido a 11 de abril.

Até agora, foram realizadas as primeiras quatro rodadas (de um total de 12) e um jogo da quinta na primeira fase do Estadual. Após a proibição, duas partidas foram levadas para Volta Redonda-RJ: Mirassol 0 x 1 Corinthians, justamente o único jogo da quinta rodada já disputado, e São Bento 1 x 1 Palmeiras, pela terceira rodada.

Nas últimas semanas, Federação Paulista e Ministério Público vinham trabalhando em modificações nos protocolos de controle da pandemia no futebol. O MP sugeriu, entre outras medidas, testes de Covid realizados uma hora antes de cada partida – sugestão que a Federação Paulista, inicialmente, achou difícil de ser aplicada. A sugestão alternativa foi realizar os testes no dia dos jogos.

Enquanto isso, a FPF esboçava uma tabela para a retomada do futebol, com jogos ainda nesta semana. Mas tudo dependia de uma sinalização positiva do MP e do governo estadual.

Uma outra questão que entrou em debate foi a possibilidade de levar ao Tribunal de Justiça Desportiva os atletas que infringirem as regras de isolamento estipuladas. Neste cenário, aconteceu o episódio envolvendo o atacante Luiz Adriano, do Palmeiras. Mesmo com resultado positivo para Covid, ele foi a um supermercado e atropelou uma pessoa na saída do local. Acabou multado pelo clube.

São Paulo vive o momento mais crítico da pandemia, com óbitos se avolumando (foram 1299 registrados nesta quinta-feira, a segunda pior marca) e registros de mortes de pacientes que não conseguiram acesso a UTIs.

 

 

*Por Redação do ge

ESPANHA - O Manchester United (Inglaterra) derrotou o Granada (Espanha) por 2 a 0 com gols do inglês Marcus Rashford e do português Bruno Fernandes em uma partida disputada como visitante válida pela ida das quartas de final da Liga Europa, na quinta-feira (8), em um dia que também contou com vitórias de Roma (Itália) e Villareal (Espanha).

 

Em um jogo no qual as oportunidades claras foram escassas, Rashford dominou um passe longo de Victor Lindelof na entrada da área e definiu com frieza colocando o United à frente. Foi o vigésimo gol da temporada em todas as competições para o atacante inglês.

O Granada mostrou valentia na busca pelo empate com o brasileiro Kenedy, jogador emprestado pelo Chelsea (Inglaterra) ao clube espanhol, testando o goleiro David de Gea à distância antes de o venezuelano Yangel Herrera, emprestado pelo Manchester City (Inglaterra), acertar a trave.

O português Bruno Fernandes marcou de pênalti nos acréscimos após infração de Yan Brice Eteki.

A partida de volta será na próxima quinta-feira (15) em Old Trafford. O vencedor enfrentará o classificado no confronto entre Ajax (Holanda) e Roma, no qual os italianos saíram em vantagem após uma vitória de 2 a 1 em um belo jogo de ida em Amsterdã.

O Villareal também venceu seu jogo de ida, impondo 1 a 0 com pênalti convertido por Gerard Moreno sobre o Dinamo Zagreb (Croácia), que eliminou o Tottenham na rodada anterior.

 

 

*Por Joseph Walker, Martyn Herman e Zoran Milosavljevic / REUTERS

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Abril 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Comércio e Serviços em Geral