fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 

SÃO CARLOS/SP - Após alguns Fake News, graças a Deus nosso Amigo radialista Antonio Carlos Tucura, recebeu alta do hospital nesta sexta-feira (30). Tucura estava internado há mais de 60 dias, pois estava com Covid-19. A Santa Casa enviou uma nota à imprensa.

A Santa Casa informa que o radialista Antônio Carlos Tucura recebeu alta nesta sexta-feira (30/07). O paciente ficou internado na ala Covid durante 66 dias. Ele deu entrada na Santa Casa no dia 25 de maio na UTI COVID, transferido de Descalvado já com suporte de ventilação mecânica. E ficou intubado por cerca de 30 dias. Depois da alta, ele vai ser acompanhado em casa pelo Serviço de Atendimento Domiciliar da Santa Casa (SAD), até a sua total recuperação.

Continua depois da publicidade

A filha do radialista, Geovana Real da Silva, elogiou o tratamento dispensado ao pai no hospital.

“O atendimento na Santa Casa foi excelente. Eu me surpreendi muito com o SUS, com o tratamento que meu pai recebeu, fizeram de tudo, o que podiam, até o que não podiam, para tentar salvar a vida do meu pai. E foi com sucesso, conseguiram. Meu pai chegou lá na Santa Casa com um quadro muito complicado. Mas a equipe foi fantástica, toda equipe de enfermeiros, médicos, a recepção. Eles falavam com a gente com muito carinho. Os telefonemas eram esclarecedores, a gente podia tirar as dúvidas, falavam com cuidado. A psicóloga sempre nos ajudando, nos orientando. E o carinho que eles têm com os pacientes é parte fundamental da recuperação. Receber carinho, receber atenção, e isso ele teve de sobra, e eu também como familiar", comenta.

A Rádio Sanca fica muito feliz pela recuperação do Amigo e isso mostra que Deus faz os milagres acontecerem, basta ter fé! Deus abençoe grandemente. 

Experiência de novo horário começa vacinando pessoas com 28 anos ou mais 

IBATÉ/SP - Atendendo a uma determinação do prefeito José Luiz Parella, que tem o objetivo de contemplar as pessoas que trabalham durante o dia e não conseguem se vacinar durante a semana, a partir desta quinta-feira, dia 29 de julho, a Secretaria Municipal de Saúde passa a imunizar a população contra a Covid-19, no horário das 16h às 20h.

Elaine Sartorelli Breanza, secretária municipal da Saúde, explica que a experiência terá início com as pessoas que tenham 28 anos completos ou mais, apenas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Jardim Icaraí e Jardim Cruzado e segue o Plano Estadual de Imunização (PEI).

“Seguindo a determinação do prefeito, destacaremos as equipes da Saúde para vacinar a nossa população das 16h às 20h. Lembramos que neste primeiro momento, serão vacinadas as pessoas com 28 anos completos ou mais e segunda dose agendada em carteira de vacinação”, afirmou a secretária.

A secretária explica que a imunização vai continuar durante o dia nas três Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Jardim Icaraí, Jardim Cruzado e Popular, das 8h às 13h, porém, nesta quinta, serão aplicadas apenas a segunda dose da vacina, cuja data esteja agendada na Carteira de Vacinação.

Para receber a primeira dose é necessário apresentar documentos pessoais de identificação com foto e um comprovante de endereço atualizado.

Mais uma vez, Elaine ressalta a importância de realizar o pré-cadastramento no site www.vacinaja.sp.gov.br. “As pessoas que estiverem aptas à imunização contra a Covid-19, poderão realizar o registro online, que garante mais facilidade e rapidez na hora da aplicação da primeira dose. Esse ato economiza 90% no tempo de atendimento individual nos pontos de vacinação”, explica ela.

A secretária ressalta que a campanha de vacinação em Ibaté tem se mantido ininterrupta. “Nossos três pontos de vacinação tem funcionado normalmente de segunda a sexta-feira, sendo que aos sábados e feriados também temos realizado a imunização”, contou.

Continua depois da publicidade

Por fim, caso queiram, as pessoas que irão se vacinar poderão fazer a doação de um quilo de alimento não perecível e participar da Campanha “Vacina Contra a Fome”. Toda a arrecadação será revertida para famílias do próprio município. A distribuição será realizada pela própria Secretaria Municipal de Assistência Social, que já faz a triagem de todas as famílias da cidade.

SÃO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirma nesta quarta-feira (28/07) mais 2 mortes por COVID-19 no município, totalizando 487 óbitos. Trata-se de um homem de 80 anos, internado em hospital público desde 13/07. Também foi lançado hoje no sistema de notificação a morte de um homem de 79 anos, internado em hospital de Pindamonhangaba em 23/02 e que evoluiu a óbito em 11/03.

São Carlos contabiliza neste momento 25.594 casos positivos para COVID-19 (112 resultados positivos foram divulgados hoje), com 487 óbitos confirmados e 131 descartados. Dos 25.594 casos positivos, 23.382 pessoas apresentaram síndrome gripal e não foram internadas, 48 óbitos sem internação, 2.164 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 1.587 receberam alta hospitalar e 439 positivos internados foram a óbito. 24.610 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 44.100 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus (238 resultados negativos foram liberados hoje).

Estão internadas neste momento 77 pessoas, sendo 13 adultos na enfermaria. 8 pacientes estão em Unidades de Cuidados Intermediários (UCI - Santa Casa), 2 estão em Unidade de Suporte Ventilatório (USV – HU/UFSCar). No total na UTI adulto estão internadas 52 pessoas, sendo 37 em leitos de UTI/SUS e 15 em leitos de UTI da rede particular. Na enfermaria SUS 2 crianças estão internadas neste momento. Nenhuma criança ocupa vaga de UTI/SUS. 10 pacientes de outros municípios estão internados em São Carlos neste momento. A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS adulto está em 84,09% (37 adultos estão internados). 

Neste momento o município disponibiliza 44 leitos adulto de UTI/SUS para COVID-19, já que a Santa Casa voltou a operar com 30 leitos adulto para UTI/SUS, 20 leitos de UCI, 6 de UTI infantil e 8 de enfermaria o Hospital Universitário (HU/UFSCar) opera com 14 leitos de UTI/SUS adulto, 6 de Unidade de Suporte Ventilatório (USV) e 15 de enfermaria. 

Continua depois da publicidade

UPA – Nenhuma pessoa está sendo atendida neste momento em leito de estabilização da UPA do Santa Felícia. 

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 81.715 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 79.844 pessoas já cumpriram o período de isolamento e 1.871 ainda continuam em isolamento domiciliar.

A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes do tipo PCR em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal sendo que 55.299 pessoas já realizaram a coleta de exames, 38.252 tiveram resultado negativo para COVID-19, 16.858 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos). 189 pessoas aguardam resultados de exame.

BRASÍLIA/DF - O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou na noite de terça-feira (27) que adolescentes de 12 a 17 anos serão incluídos no PNI (Plano Nacional de Imunização) contra a covid-19. A inclusão será iniciada após conclusão da primeira dose para a vacinação de adultos com mais de 18 anos. Adolescentes com comorbidades serão os primeiros imunizados.

A medida foi acertada durante reunião entre o ministério e representantes de estados e municípios.

Também foi definido que, após a distribuição da primeira dose dos imunizantes para todo o país, o ministério deve decidir sobre a antecipação do intervalo entre as duas doses da Pfizer, que, atualmente, é de 90 dias. Na bula do fabricante, o intervalo é de 21 dias.

A redução é estudada para acelerar a imunização diante do crescimento dos casos de pessoas infectadas com a variante delta do vírus da covid-19.

“Nossa expectativa é atingir a população acima de 18 anos vacinada até o começo de setembro. A partir daí, vamos discutir a redução no intervalo da dose da Pfizer, assim a gente avançaria com a segunda dose em um número maior de pessoas e também os abaixo de 18 anos”, explicou o ministro.

Continua depois da publicidade

Os estados e municípios ainda deverão seguir as orientações do Ministério da Saúde sobre os intervalos entre as doses de vacinas e outras recomendações do PNI.

 

 

*Da Agência Brasil

SÃO CARLOS/SP - A Assessoria de Comunicação da Diocese de São Carlos, enviou atualizações sobre o estado de saúde do Padre Carlos Alberto Giacone, Pároco da Paróquia-Santuário São Pio X, onde teve alta médica do Hospital Unimed, ontem, 26.

Padre Carlos Alberto estava internado desde o último dia 20 de julho e, na tarde desta segunda-feira, retornou para sua residência e tão breve estará retomando seus trabalhos pastorais.

Continua depois da publicidade

O religioso agradece as orações e carinho de todos. Dom Eduardo, Administrador Diocesano, pede que os fiéis e o clero sigam em suas orações ao padre e a todos os acometidos pela COVID-19.

Ação tem coordenação geral da Escola de Enfermagem da USP e conta com outras instituições

 

SÃO CARLOS/SP - A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) está participando do projeto de pesquisa "Avaliação e gerenciamento dos riscos de contaminação de profissionais de saúde no contexto da Covid-19 em unidades de saúde brasileiras e seus possíveis desfechos: AGIR-COV-2020". A iniciativa tem financiamento da Organização Pan-americana da Saúde (OPAS) e está vinculada às ações da Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho na Saúde (SGETS) do Ministério da Saúde (MS) do Brasil. A professora Vivian Aline Mininel, do Departamento de Enfermagem da UFSCar, compõe a equipe de pesquisa do projeto que tem a coordenação geral da professora Maria Helena Palucci Marziale, da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP-USP).

O Projeto é realizado por um grupo de pesquisadores da EERP-USP, da Faculdade de Medicina de São Paulo (USP) e das universidades federais de São Carlos e de Alfenas e tem o intuito de mostrar que os profissionais de saúde têm sofrido danos à sua própria saúde, ao cuidar da população adoecida por Covid-19. A partir da análise dos riscos ocupacionais de infecção pelo SARS-CoV-2, a docente da UFSCar explica que o estudo visa gerar evidências científicas que possam ser transladadas à prática nos diferentes serviços que compõem o Sistema Único de Saúde (SUS), mitigar a contaminação dos profissionais de saúde, fornecer indicadores para a gestão de recursos humanos, para o enfrentamento da atual e de futuras emergências sanitárias, e oferecer maior segurança na assistência prestada aos pacientes.

Continua depois da publicidade

A pesquisa é direcionada aos profissionais de saúde e residentes vinculados à ação "Brasil Conta Comigo" em todo o território nacional. A coleta de dados está em andamento e os participantes estão sendo convidados por e-mail ou telefone. Informações complementares podem ser encontradas no site do projeto (https://sites.usp.br/agir).

SÃO PAULO/SP - Os anticorpos gerados pela CoronaVac, vacina contra covid-19 do laboratório chinês Sinovac, caem para um patamar inferior seis meses após a aplicação da segunda dose na maioria das pessoas, uma terceira dose possa ter um importante efeito de reforço, de acordo com um estudo realizado em laboratório.

Em publicação, pesquisadores chineses relataram as descobertas obtidas em um estudo de amostras de sangue coletadas de adultos saudáveis de idade entre 18 e 59 anos, mas ainda não revisada por outros cientistas.

De acordo com a publicação, para os participantes que receberam duas doses, com intervalo de duas ou quatro semanas entre elas, somente 16,9% e 35,2% respectivamente ainda tinham um nível de anticorpos neutralizantes acima da marca considerada importante seis meses após a segunda dose.

Essas leituras se basearam em dados de dois grupos envolvendo mais de 50 participantes cada, enquanto o teste aplicou uma terceira dose em 540 participantes no total.

Quando participantes de alguns grupos receberam a terceira dose, cerca de seis meses após a segunda, os níveis de anticorpos neutralizantes depois de um período adicional de 28 dias cresceram entre 3 e 5 vezes na comparação com os patamares vistos quatro semanas após a segunda dose, mostrou o estudo.

O estudo foi realizado por pesquisadores da autoridade de controle de doenças da província de Jiangsu, da Sinovac e de outras instituições.

Continua depois da publicidade

Os pesquisadores alertaram que o estudo não testou o efeito dos anticorpos sobre variantes mais transmissíveis e que mais pesquisa é necessária para determinar a duração dos anticorpos após a terceira dose.

 

 

*Por Reuters

*R7

IBATÉ/SP - A Prefeitura de Ibaté, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, comunica que neste sábado (24) vai realizar o plantão de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde Jardim Icaraí e Jardim Cruzado, das 9h às 15h, para a imunização das pessoas com 29 e 30 anos completos, além da aplicação da segunda dose das vacinas Coronavac e AstraZeneca para aqueles que já estão com o prazo estipulado na Carteirinha de Vacinação. 

Elaine Breanza Sartorelli, secretária municipal da Saúde, lembra que as pessoas com as idades contempladas devem comparecer munidas de documento pessoal com foto e CPF, bem como, comprovante de residência atualizado, no momento da vacinação. “É indispensável a apresentação desses documentos para se vacinar”, afirmou.

A secretária explica que é importantíssima a segunda dose. “A recomendação do Programa Nacional de Imunizações (PNI) é que as pessoas completem o esquema vacinal com as duas doses da vacina. Então, até quem atrasou e não conseguiu se imunizar com 28 dias de intervalo da Coronavac ou aquelas que não conseguiram ir com 84 dias da vacina AstraZeneca, devem comparecer para completar a sua vacinação”, enfatizou.

Elaine ressalta a importância do pré-cadastro no Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br). “Aqueles que tiverem acesso à internet devem realizar o pré-cadastro para economizar tempo durante a vacinação. Ressaltamos que o preenchimento do formulário não é obrigatório e não funciona como agendamento, mas contribui para evitar filas nos postos de vacinação”, relatou.

Continua depois da publicidade

De acordo com o site Vacinômetro, do Governo Estadual, até o final da tarde desta sexta-feira, 23 de julho, Ibaté já tinha realizado a aplicação de 21.683 doses [16.355 da primeira, 4.308 da segunda e 1.020 dose única].

SÃO PAULO/SP - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta 6ª feira (23.jul.2021) que o Estado pode diminuir o intervalo de 90 dias da aplicação de doses das vacinas contra a covid-19 desenvolvidas pelas farmacêuticas Pfizer e AstraZeneca. Condicionou a mudança a um estoque suficiente dos imunizantes.

“Se tivermos mais vacina da Pfizer e da AstraZeneca será possível, especialmente no caso da Pfizer, antecipar esse prazo de 90 dias entre a 1ª e a 2ª dose para um prazo mais curto”, disse. “É possível e é recomendado.”

Doria lembrou que, nos Estados Unidos, o prazo entre as duas aplicações do imunizante da Pfizer é de apenas 1 mês. As declarações foram feitas em entrevista ao Jornal da CBN.

Segundo o governador, em 8 ocasiões o Ministério da Saúde prometeu antecipar as entregas das vacinas, no entanto, mas não cumpriu o combinado e repassou menos doses do que o volume anunciado. “Prometeu 8 vezes um número e entregou 8 vezes menos para o Programa Nacional de Imunização.”

Sobre o anúncio de que São Paulo terá um novo ciclo de vacinação contra covid-19 em 2022, Doria disse que, apesar de ainda não haver um consenso sobre a necessidade dessa medida, há reconhecimento. Segundo o governador, especialistas indicam que as pessoas precisarão ser vacinadas anualmente, o que ainda não se sabe é o período entre um ciclo vacinal e outro.

Em São Paulo, de acordo com Doria, profissionais da saúde serão o 1º grupo a receber o imunizante em 2022.

Diagnosticado com covid-19 pela 2ª vez, o político afirmou que se sente muito bem e que está “absolutamente assintomático”. Doria ressaltou que foram as duas doses da vacina CoronaVac que o mantiveram bem. “Essas doses é o que me salvam, me colocam em boa situação de saúde. Estou absolutamente assintomático, sem nenhuma reação”, disse.

O governador de São Paulo também confirmou que o Estado flexibilizará as medidas de restrição a partir de 1º de agosto. Nessa 5ª feira (22.jul.2021), o Estado bateu um novo recorde de vacinação, com 619 mil vacinas aplicadas em 24 horas, o que representa 1/3 de toda a vacinação do país.

Continua depois da publicidade

Doria disse que São Paulo já registra redução de quase 50% dos óbitos, a menor média de internação do ano e a menor taxa de ocupação de leitos de UTI.

Sobre as supostas ameaças do ministro da Defesa, o general Walter Souza Braga Netto, de bloquear as eleições de 2022 caso o Congresso não aprove o voto impresso auditável em urnas eletrônicas, que foi negada pelo militar, Doria afirma que não há nenhum risco delas se concretizarem.

“A democracia brasileira é maior e mais forte do que golpistas ou do que os que flertam com o autoritarismo”, disse.

 

 

*Por: Poder360

SÃO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirma nesta quinta-feira (22/07) duas mortes por COVID-19 no município, totalizando 476 óbitos. Trata-se de uma mulher de 74 anos, internada em hospital público desde 17/07 e de um homem de 69 anos de São Carlos que estava internado em hospital de Ribeirão Preto.

São Carlos contabiliza neste momento 25.189 casos positivos para COVID-19 (56 resultados positivos foram divulgados hoje), permanecendo com 476 óbitos confirmados e 130 descartados. Dos 25.189 casos positivos, 23.017 pessoas apresentaram síndrome gripal e não foram internadas, 47 óbitos sem internação, 2.125 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 1.513 receberam alta hospitalar e 429 positivos internados foram a óbito. 24.295 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 43.357 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus (117 resultados negativos foram liberados hoje).

Estão internadas neste momento 102 pessoas, sendo 25 adultos na enfermaria. 8 pacientes estão em Unidades de Cuidados Intermediários (UCI - Santa Casa), 2 estão em Unidade de Suporte Ventilatório (USV – HU/UFSCar). No total na UTI adulto estão internadas 62 pessoas, sendo 41 em leitos de UTI/SUS e 21 em leitos de UTI da rede particular. Na enfermaria SUS 5 crianças estão internadas neste momento. Nenhuma criança ocupa vaga de UTI/SUS. 11 pacientes de outros municípios estão internados em São Carlos neste momento. A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS adulto está em 93,18% (41 adultos estão internados). 

Neste momento o município disponibiliza 44 leitos adulto de UTI/SUS para COVID-19, já que a Santa Casa voltou a operar com 30 leitos adulto para UTI/SUS, 20 leitos de UCI, 6 de UTI infantil e 8 de enfermaria o Hospital Universitário (HU/UFSCar) opera com 14 leitos de UTI/SUS adulto, 6 de Unidade de Suporte Ventilatório (USV) e 15 de enfermaria. 

UPA – Duas pessoas estão sendo atendidas neste momento em leitos de estabilização da UPA do Santa Felícia. Os pacientes já foram cadastrados e aguardam transferência via CROSS.

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 80.603 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 78.384 pessoas já cumpriram o período de isolamento e 2.219 ainda continuam em isolamento domiciliar.

A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes do tipo PCR em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal sendo que 54.354 pessoas já realizaram a coleta de exames, 37.509 tiveram resultado negativo para COVID-19, 16.658 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos). 187 pessoas aguardam resultado de exame.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Agosto 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31