fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

BERLIM - A Volkswagen disse nesta sexta-feira (22), que seu lucro operacional no ano de 2020 ajustado por questões de diesel ficou em cerca de 10 bilhões de euros (US $ 12,17 bilhões).

A maior montadora do mundo relatou um lucro operacional ajustado de 19,3 bilhões de euros em 2019.

“As entregas aos clientes do Grupo Volkswagen continuaram a se recuperar fortemente no quarto trimestre e até excederam as entregas do terceiro trimestre de 2020”, disse a Volkswagen.

($ 1 = 0,8216 euros)

 

 

*Reportagem de Kirsti Knolle; Edição de Maria Sheahan / REUTERS

BRASÍLIA/DF - Cerca de 3,5 milhões de beneficiários do auxílio emergencial e do auxílio emergencial extensão nascidos em outubro poderão sacar a última parcela do benefício a partir desta sexta-feira (22). Eles poderão sacar ou transferir os recursos da conta poupança social digital. Foram creditados cerca de R$ 2,4 bilhões para esses públicos nos ciclos 5 e 6 de pagamentos.

Desse total, cerca de R$ 2,2 bilhões são referentes às parcelas do auxílio emergencial extensão e o restante, cerca de R$ 200 milhões, às parcelas do auxílio emergencial.

O dinheiro havia sido depositado na conta poupança digital em 9 de dezembro para os beneficiários do ciclo 5 e em 23 de dezembro para os beneficiários do ciclo 6. Até agora, os recursos podiam ser movimentados apenas por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de boletos, de contas de água, luz e telefone, compras com o cartão virtual de débito pela internet e compras em estabelecimentos parceiros por meio de maquininhas com código QR (versão avançada do código de barras).

Para realizar o saque em espécie, é necessário fazer o login no Caixa Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”. Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora. O código deve ser utilizado nos caixas eletrônicos da Caixa, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui.

Os saques em dinheiro podem ser feitos nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou nas agências.

 

 

*Por Wellton Máximo - Repórter da Agência Brasil

BRASÍLIA/DF - A partir de hoje (21), os pneus para transporte de cargas entrarão no país sem pagar Imposto de Importação. A medida foi decidida pelo Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex), com o objetivo de reduzir os custos operacionais do transporte rodoviário de cargas no Brasil.

Em nota, o Ministério da Economia informou ter atendido a pedido do Ministério da Infraestrutura. A Camex informou ter ouvido empresas do setor que, informaram que os preços dos pneus de carga no mercado nacional têm ficado mais caros por causa da alta do dólar, do aumento da demanda pelo produto e pela elevação do preço das commodities (bens primários com cotação internacional).

A medida valerá a partir da publicação da resolução no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira (21). Em 2020, 1,28 milhão de pneus novos de borracha, usados em caminhões, foram importados pelo Brasil, num total de US$ 141,8 milhões.

 

 

*Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil

MUNDO - A Amazon ofereceu nessa última 4ª feira (20), dia da posse do novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, seu sistema operacional para ajudar a vacinar a população norte-americana. A meta de Biden é imunizar 100 milhões de pessoas nos primeiros 100 dias de mandato.

O chefe de negócios internacionais da Amazon, Dave Clark, enviou uma carta a Biden para pedir que seus funcionários sejam vacinados o quanto antes. A Amazon é o 2º maior empregador do país. A empresa tem 800 mil funcionários e a maioria é de trabalhadores essenciais, que não podem fazer o trabalho de casa.

Na carta, a empresa oferece recursos para ajudar no plano nacional de vacinação.

“Estamos comprometidos a ajudar seu governo nos esforços de vacinação, enquanto trabalhamos juntos para proteger nossos funcionários e continuamos oferecendo serviços essenciais durante a pandemia”, diz o texto.

A Uber também ofereceu apoio logístico para ajudar na campanha. Em dezembro, o chefe executivo da empresa, Dara Khosrowshahi, pediu aos governos estaduais que os motoristas sejam rapidamente vacinados para que possam colaborar mais com o plano de distribuição de vacinas.

Além de vacinar pelo menos 100 milhões de pessoas até 30 de abril, Biden prometeu aprovar um pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão para reduzir impacto econômico e social da pandemia.

No dia 14 de janeiro, ao apresentar o plano de resgate econômico, Biden considerou que a distribuição da vacina “tem sido um fracasso” e ressaltou que eles “não têm tempo a perder” para enfrentar a situação atual.

Antecipando as críticas de que esse novo plano poderia aumentar o endividamento do país e prejudicar as finanças públicas, o presidente norte-americano destacou que “o retorno dos investimentos em termos de emprego evitará prejuízos econômicos no longo prazo”.

 

 

*Por: PODER360

BRASÍLIA/DF - Cerca de 3,5 milhões de beneficiários do auxílio emergencial e do auxílio emergencial extensão nascidos em setembro podem sacar a última parcela do benefício a partir desta quarta-feira (20). Eles poderão sacar ou transferir os recursos da conta poupança social digital. Foram creditados cerca de R$ 2,4 bilhões para esses públicos nos ciclos 5 e 6 de pagamentos.

Desse total, cerca R$ 2,2 bilhões são referentes às parcelas do auxílio emergencial extensão e o restante, cerca de R$ 200 milhões, às parcelas do auxílio emergencial.

O dinheiro havia sido depositado na conta poupança digital em 6 de dezembro para os beneficiários do ciclo 5 e em 21 de dezembro para os beneficiários do ciclo 6. Até agora, os recursos podiam ser movimentados apenas por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de boletos, de contas de água, luz e telefone, compras com o cartão virtual de débito pela internet e compras em estabelecimentos parceiros por meio de maquininhas com código QR (versão avançada do código de barras).

Para realizar o saque em espécie, é necessário fazer o login no Caixa Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”. Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora. O código deve ser utilizado nos caixas eletrônicos da Caixa, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui.

Os saques em dinheiro podem ser feitos nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou nas agências.

 

 

*Por Wellton Máximo - Repórter da Agência Brasil

MUNDO - A Netflix publicou nea 3ª feira (19) seus resultados financeiros para o 4º trimestre de 2020. A empresa registrou receita de US$ 6,64 bilhões. O lucro líquido foi de US$ 542 milhões, diminuição de 7,63% em relação ao mesmo período de 2019.

A empresa também divulgou as estimativas para o 1º trimestre de 2021. O lucro líquido deve chegar a US$ 1,3 bilhão. A empresa projeta receita de US$ 7,1 bilhões no período.

No ano passado, a Netflix ganhou 37 milhões de assinantes –foi a 203,66 milhões. É o maior aumento anual da história.

“Estamos extremamente gratos que nestes tempos de desafios únicos fomos capazes de fornecer aos nossos clientes uma fonte de fuga”, afirmou a empresa no balanço financeiro (íntegra – 389 KB).

A série “The Crown” foi a série mais assistida no ano. Segundo o balanço, a produção foi vista em mais de 100 milhões de domicílios nos 28 primeiros dias depois do lançamento.

Outra produção que conseguiu atrair milhões de espectadores nos primeiros 28 dias foi ‘”O Gambito da Rainha”, vista em 62 milhões de domicílios. A empresa de streaming observou que a minissérie original não é apenas a mais bem sucedida nesse formato, mas também impulsionou as vendas de tabuleiros de xadrez.

Assinantes de 72 milhões de domicílios visualizaram “O Céu da Meia-Noite”, estrelado por George Clooney.

A companhia reconheceu que o início das operações do Disney Plus em novos mercados ampliou as opções de consumo e a concorrência. A Netflix se prepara para o lançamento de outras plataformas, como ViacomCBS e Warner. Para a empresa, isso é apenas um sinal de que “é um ótimo momento para ser um consumidor de entretenimento”.

A empresa é uma das esperanças da indústria da mídia e do entretenimento para sobreviver à pandemia da covid-19. As restrições impostas por muitos países ameaçam atividades culturais, como teatro e cinema.

A Netflix declarou que, embora suas equipes de produtos não tenham sido afetadas pela crise global, seu atendimento ao cliente tem enfrentado alta demanda durante esses primeiros meses do ano. Além disso, as equipes de produção de conteúdo enfrentaram a paralisação do setor. A produção audiovisual ficou suspensa por meses, prejudicando o calendário de lançamentos.

 

 

*Por: PODER360

MUNDO - Donald Trump, que deixa o cargo na próxima quarta-feira (20), rescindiu as restrições de viagens impostas em meados de março de 2020 em um de seus últimos atos antes de ser sucedido pelo presidente eleito Biden.

As restrições de entrada da Covid-19 impediram quase todos os cidadãos não americanos que, nos últimos 14 dias, estiveram no Brasil, Reino Unido, Irlanda e nos 26 países do espaço da UE que permitem viagens através das fronteiras abertas.

Mas a oferta do presidente para abrir as viagens anglo-americanas e impulsionar a indústria da aviação foi frustrada pela porta-voz do presidente eleito Biden na segunda-feira (18), poucos minutos depois que a agência de notícias Reuters deu a notícia.

O secretário de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, twittou: “Com o agravamento da pandemia e mais variantes contagiosas emergindo em todo o mundo, este não é o momento de suspender as restrições às viagens internacionais.”

‘Seguindo o conselho de nossa equipe médica, a administração não pretende suspender essas restrições em 26/01/2021. Na verdade, planejamos fortalecer as medidas de saúde pública em relação às viagens internacionais, a fim de reduzir ainda mais a disseminação da Covid-19'.

Na semana passada, o chefe dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) assinou uma ordem exigindo que quase todos os passageiros aéreos apresentassem um teste negativo ou prova de recuperação da Covid-19 para entrar nos Estados Unidos a partir de 26 de janeiro.

Marty Cetron, diretor da divisão global de migração e quarentena do CDC, disse que as proibições de entrada foram uma ‘estratégia de ação inicial’ para lidar com a disseminação do vírus e agora devem ser ‘reconsideradas ativamente’.

As companhias aéreas esperavam que os novos requisitos de teste abrissem caminho para o governo suspender as restrições que reduziram as viagens de alguns países europeus e Brasil em 95% ou mais.

Eles pressionaram altos funcionários da Casa Branca sobre o assunto nos últimos dias. Muitos funcionários do governo por meses argumentaram que as restrições não faziam mais sentido, já que a maioria dos países não estava sujeita às proibições de entrada.

 

 

*Por: PaiPee

BRASÍLIA/DF - Cerca de 3,4 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber, nesta terça-feira (19), R$ 2,75 bilhões referentes ao abono salarial do calendário 2020/2021 – ano-base 2019. A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial, para quem não é cliente do banco.

As poupanças digitais podem ser movimentadas pelo aplicativo Caixa Tem. Disponível para telefones celulares, o aplicativo permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), boletos bancários, compras com cartão de débito virtual pela internet e compras com código QR (versão avançada do código de barras) em estabelecimentos parceiros.

Para os funcionários públicos ou trabalhadores de empresas estatais, vale o dígito final do número de inscrição do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A partir de amanhã, fica disponível o crédito para inscritos com final 5. O Pasep é pago pelo Banco do Brasil.

Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro receberam o abono salarial do PIS em 2020. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2021.

Os servidores públicos com final de inscrição do Pasep entre 0 e 4 também receberam em 2020. Já as inscrições com final entre 5 e 9 ficaram para 2021. O fechamento do calendário de pagamento do exercício 2020/2021 ocorre em 30 de junho.

 

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial 2020/2021 o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou e-Social, conforme categoria da empresa.

Recebem o benefício na Caixa os trabalhadores vinculados a entidades e empresas privadas. Em todo o calendário 2020/2021, a Caixa deve disponibilizar R$ 15,8 bilhões para 20,5 milhões trabalhadores.

As pessoas que trabalham no setor público têm inscrição no Pasep e recebem o benefício no Banco do Brasil (BB). Nesse caso, o beneficiário pode optar por realizar transferência (TED) para conta de mesma titularidade em outras instituições financeiras, nos terminais de autoatendimento do BB ou no portal www.bb.com.br/pasep, ou ainda efetuar o saque nos caixas das agências.

Para o exercício atual, o BB identificou abono salarial para 2,7 milhões trabalhadores vinculados ao Pasep, totalizando R$ 2,57 bilhões. Desse montante, aproximadamente 1,2 milhão são correntistas ou poupadores do BB, e aqueles com final de inscrição de 0 a 4 receberam seus créditos em conta antecipadamente no dia 30 de junho, no total de R$ 580 milhões, segundo a instituição financeira.

 

Abono salarial anterior

Os trabalhadores que não sacaram o abono salarial do calendário anterior (2019/2020), finalizado em 29 de maio deste ano, ainda podem retirar os valores. O prazo vai até 30 de junho de 2021. O saque pode ser feito nos canais de atendimento com cartão e senha Cidadão, ou nas agências da Caixa.

A consulta sobre o direito ao benefício, bem como ao valor à disposição, pode ser feita por meio do aplicativo Caixa Trabalhador, pelo atendimento Caixa ao Cidadão (0800-726-0207) e no site http://www.caixa.gov.br/abonosalarial/.

No caso do Pasep, os recursos ficam disponíveis para saque por cinco anos, contados do encerramento do exercício, de acordo com resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Os abonos não sacados são transferidos automaticamente para o próximo exercício, sem necessidade de solicitação do trabalhador.

 

 

*Por Wellton Máximo - Repórter da Agência Brasil

MUNDO - O grupo canadense Couche-Tard desistiu da oferta de € 16,2 bilhões para comprar o francês Carrefour após o plano enfrentar forte oposição do governo francês, duas fontes a par do assunto disseram à Reuters na última sexta-feira (15).

A decisão de encerrar as negociações de fusão veio após uma reunião na sexta-feira entre o ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, e o fundador e presidente da Couche-Tard, Alain Bouchard, disseram as fontes, falando sob condição de anonimato.

Couche-Tard e Carrefour não quiseram comentar.

No início da sexta-feira, a França descartou qualquer venda do Carrefour por motivos de segurança alimentar, o que levou a empresa canadense e seus aliados a fazer uma última tentativa de salvar o negócio.

“A segurança alimentar é estratégica para nosso país, por isso não vendemos um grande varejista francês. Minha resposta é extremamente clara: não somos a favor do acordo. O não é educado, mas é um não claro e definitivo”, Le Disse Maire.

A Couche-Tard esperava obter a aval do governo oferecendo compromissos tanto em empregos quanto na cadeia de abastecimento alimentar da França e mantendo a empresa listada em Paris e Toronto, com o chefe do Carrefour Alexandre Bompard e seu colega do Couche-Tard Brian Hannasch liderando-a como copresidentes.

O plano incluía a promessa de manter as operações estratégicas globais da nova entidade na França e ter cidadãos franceses no conselho, disse ele.

A Couche-Tard, assessorada por Rothschild, também injetaria cerca de € 3 bilhões em investimentos na varejista francesa que estava trabalhando no negócio com a Lazard.

A proposta foi amplamente apoiada pelo Carrefour, que emprega 105 mil pessoas na França, seu maior mercado, tornando-se o maior empregador do setor privado do país.

A rejeição do acordo pela França menos de 24 horas após a confirmação das negociações gerou reação em alguns círculos de negócios pelo entendimento de que o presidente francês Emmanuel Macron está recusando investimentos estrangeiros.

Alguns políticos e banqueiros disseram que a reação pode manchar a imagem pró-negócios da Macron, enquanto outros destacaram que a crise do Covid-19 força países a redefinirem seus interesses nacionais estratégicos.

Em meio a uma onda de lobby transatlântico, Bouchard de Couche-Tard voou para Paris para explicar os méritos do negócio a Le Maire, disse uma fonte.

Mas o ministro das finanças reiterou sua oposição sem ouvir os termos da transação e disse que qualquer acordo desse tipo não deveria ser revisado antes das eleições presidenciais da França em 2022, disseram as fontes.

A Couche-Tard inicialmente explorou a possibilidade de prosseguir com sua oferta, apesar da posição do governo sobre o negócio, mas depois decidiu evitar uma tempestade política.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, questionado anteriormente sobre as perspectivas de um acordo, disse que ajudaria empresas canadenses a terem sucesso internacionalmente.

A Couche-Tard se concentra principalmente em postos de gasolina na América do Norte.

O Carrefour lançou um plano de revisão de cinco anos em 2018 para cortar custos e aumentar o investimento em e-commerce para competir com concorrentes online, bem como rivais domésticos como a Leclerc. Também se expandiu para lojas de conveniência para reduzir a dependência dos grandes hipermercados que ainda respondem pela maior parte de suas vendas.

Com os varejistas de alimentos em todo o mundo se beneficiaram do aumento da demanda à medida que mais consumidores ficaram em casa durante a pandemia, o Carrefour divulgou resultados robustos no terceiro trimestre na França, bem como em outros mercados importantes no Brasil e na Espanha. (Com Reuters)

 

 

*Por: FORBES

BRASÍLIA/DF - O governo Jair Bolsonaro não deve agir para barrar a Huawei no mercado do 5G do Brasil. O custo bilionário com a troca de equipamentos e a saída de Donald Trump da presidência dos Estados Unidos são problemas que frustram, na prática, a narrativa contra a empresa chinesa. A informação, atribuída a um auxiliar do presidente, foi divulgada pelo jornal O Estado de S.Paulo.

Segundo o jornal, o interlocutor de Bolsonaro disse que apesar das críticas contra a empresa, o boicote não deve se concretizar, assim como aconteceu com a CoronaVac, vacina chinesa produzida pela SinoVac com o Instituto Butantan. Na 6ª feira (15), o Ministério da Saúde solicitou ao governo do Estado de São Paulo a entrega imediata de 6 milhões de doses do imunizante. Bolsonaro chegou a dizer, no passado, que o governo não adquiriria a vacina da China.

Em entrevista, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, disse que “todas as empresas que comprovarem requisitos de respeito à soberania e privacidade dos dados poderão oferecer equipamentos para a tecnologia 5G no Brasil”.

O ministro-conselheiro Qu Yuhui, da Embaixada da China no Brasil, disse ao jornal, em resposta ao vice-presidente, que “as empresas chinesas já comprovaram confiabilidade, segurança e competitividade. “Não existe nenhum problema para as empresas chinesas cumprirem os critérios”.

O leilão de tecnologia 5G no Brasil está previsto para ser realizado no 1º semestre deste ano. A oferta atrai investidores de todo o mundo e dita as tendências no mercado de comunicação no ano que se inicia.

Além de internet até 100 vezes mais rápida, as redes de 5G usarão um espectro de rádio mais abrangente, permitindo que mais aparelhos móveis se conectem ao mesmo tempo com maior estabilidade que os atuais 4G, 3G e 2G. Haverá impacto positivo para diversos setores, desde logística à agricultura, passando pela indústria e pelo planejamento urbano.

A participação da Huawei na implantação de redes de 5G pelo mundo tem sido alvo de críticas e restrições encampadas, principalmente, pelo governo norte-americano.

O site do programa da gestão de Donald Trump para proteção de dados, Rede Limpa (Clean Network, em inglês), chama a empresa de “1 braço da vigilância do Partido Comunista Chinês”. A China, por sua vez, diz que a iniciativa é “discriminatória”.

Além dos Estados Unidos, Reino Unido, Austrália e Suécia, entre outras nações, também decidiram banir a tecnologia chinesa.

Eis um infográfico com os principais países que autorizam e rejeitam o 5G da Huawei:

© Fornecido por Poder360 

Entre os países abertos para o uso do 5G da Huawei está a Alemanha, a maior economia da Europa. Em dezembro, o gabinete da chanceler Angela Merkel aprovou uma nova lei de segurança de redes, que abre o caminho para permitir o uso da tecnologia da empresa chinesa no país.

A medida, assinada por Merkel mesmo com pressões internas contrárias de seu partido, representou uma vitória para a Huawei e um revés para o governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que vem pressionando seus aliados na Europa a barrar a tecnologia da gigante chinesa.

O projeto de lei alemão estabeleceu critérios técnicos de segurança mais rígidos a todos os fornecedores. O texto ainda precisa passar por aval do Parlamento da Alemanha. Por enquanto, a tendência a ser adotada pele país representa uma forte derrota para o lobby dos EUA contra a  Huawei.

A União Europeia já havia decidido em janeiro de 2020 recomendar aos seus países-membros que restringissem ao máximo os equipamentos de 5G que pudessem representar risco à segurança das informações que trafegassem por esse tipo de banda de comunicação. O endereço dessa recomendação, mesmo sem mencionar o nome de alguma empresa, foi sobretudo a tecnologia vendida pela pela chinesa Huawei.

Vários países como Finlândia, França, Polônia, Romênia e Suécia caminharam no sentido de implementar restrições à tecnologia vendida pela Huawei, mas a empresa chinesa entrou na Justiça em vários locais contestando essas decisões.

Até agora, a maior vitória do lobby dos EUA contra a Huawei na Europa, considerando o tamanho do mercado afetado, foi no Reino Unido. O governo britânico baniu a empresa chinesa com restrições muito duras.

Como se não bastasse, a administração do primeiro-ministro britânico Boris Johnson determinou que as companhias de telecomunicação eliminassem a tecnologia da Huawei até 2027. A empresa do Reino Unido BT Group disse que essa decisão custará US$ 670 milhões para ser implementada.

LOBBY ANTICHINA NO BRASIL

Parte da ala ideológica do governo abraça o discurso contrário à participação da Huawei no processo de implantação do 5G no Brasil. A empresa chinesa já tem larga atuação no país. É a fabricante da maior parte dos equipamentos usados pelas empresas que operam telefonia no Brasil.

© Fornecido por Poder360

 

A guerra de versões a respeito da participação chinesa no leilão levou um dos filhos do presidente da República, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), a causar um incidente diplomático com o país asiático ao escrever o seguinte no Twitter:

“O governo Jair Bolsonaro declarou apoio à aliança Clean Network, lançada pelo governo Donald Trump, criando uma aliança global para um 5G seguro, sem espionagem da China”.

A embaixada chinesa classificou o ataque como “inaceitável“ e afirmou que esse tipo de fala poderá ter “consequências negativas” para a relação dos 2 países.

 

 

*Por: PODER360

Classificados Imóveis

Alugo Apartamento

R$ 550,00

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Janeiro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Comércio e Serviços em Geral