fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

Centenas de pessoas participaram do evento. Material recolhido foi encaminhado para destinação adequada

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - No último sábado, dia 19 de setembro, aconteceu o Dia Mundial da Limpeza, ou World Cleanup Day, data na qual voluntários do mundo inteiro se reuniram para recolher o lixo de seus bairros, parques, praias e praças, destinando os resíduos para a reciclagem e o reaproveitamento.

Em Ribeirão Preto, a ação idealizada pela Kata Ambiental, companhia especializada na gestão de resíduos e logística reversa, em parceria com o Instituto Octávio Diniz Junqueira, registrou o recolhimento de cinco toneladas de resíduos por voluntários distribuídos em 10 pontos na cidade. Todo o material foi separado, classificado e encaminhado para uma destinação adequada.

A intenção, de acordo com os organizadores, foi concentrar o mínimo de participantes para evitar aglomerações e, além disso, a força-tarefa teve o objetivo de conscientizar a população sobre o descarte correto dos resíduos e a importância constante do consumo consciente.

O professor Leonardo Vieira, foi uma das pessoas que se mobilizaram. Ele foi até o ponto localizado na “Praça da Bicicleta”, para descartar alguns resíduos que estavam em sua residência.

“A importância de ações como essa é muito grande, pois muitas pessoas fazem o descarte irregular do lixo sem saber qual será o seu destino final, o que acaba acarretando em uma cidade mais suja. Possibilitar que a população leve esses materiais para um local que irá descartá-lo corretamente é muito bom e a natureza agradece” diz.

De acordo com Frederico Jabur, diretor da Kata Ambiental, o evento atingiu plenamente o seu objetivo. “Acreditamos que sensibilizar e conscientizar os munícipes sobre a importância de destinar os resíduos adequadamente é criar oportunidades de engajar a população em outras ações que visem a preservação ambiental”, explicou.

Jabur ressalta, que além da população, houve uma participação muito grande, tanto dos colaboradores, voluntários e catadores, quanto das empresas apoiadoras que se dispuseram a oferecer os espaços para a instalação dos Kata Pontos, e auxiliaram na confecção de kits, alimentação e materiais de divulgação da ação.

“Sem a união de todos não haveria um resultado tão satisfatório”, concluiu.

Equipamento atual tem mais de 10 anos e precisa de constantes manutenções que tem alto custo

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - O Hospital de Câncer de Ribeirão Preto iniciou uma campanha de arrecadação para compra de um novo mamógrafo. O atual equipamento tem mais de dez anos e precisa passar por constantes manutenções que possuem um alto custo, pelo fato das peças serem antigas, e, às vezes, nem serem mais fabricadas. As doações podem ser feitas através de depósito ou transferência bancária ou pelo site oficial da campanha na plataforma Vakinha Online.

O exame de mamografia de rastreio é um dos mais importantes realizados pelo Hospital de Câncer de Ribeirão Preto. De 2016 até 2019 foram feitos mais de 5,5 mil exames em pacientes de toda região metropolitana. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), são cerca de 66.280 mil novos diagnósticos de casos de câncer de mama no país. A doença pode ser detectada em fases iniciais, através do exame de mamografia, e, em grande parte dos casos, aumentam-se as chances de um tratamento menos agressivos e com alto índice de sucesso.

Por isso as campanhas de conscientização são tão importantes. É através delas que as mulheres aprendem a realizar o autoexame, e, se identificarem alguma anormalidade, procuram especialistas que vão direcioná-las para realização da mamografia, que consiste em um raio-x das mamas para um diagnóstico.

“Nesse momento a instituição precisa, mais uma vez, do apoio da sociedade para conseguir esse novo equipamento. O atual equipamento tem quebrado constantemente e demandado um gasto extra. A partir dessa aquisição, vamos sanar esses custos excessivos de manutenção e oferecer um exame mais tranquilo, seguro e confortável para todas as nossas pacientes”, afirma o presidente do conselho curador do Hospital de Câncer de Ribeirão Preto, Antonio Carlos Maçonetto.

Como ajudar?
A doação pode ser feita através da plataforma Vakinha Online, através do site: http://vaka.me/1302498. Ou através de depósito ou transferência para a conta corrente no banco Sicoob Cooperc (756) com os dados: Agência: 4411 | Conta Corrente: 6242-1 | CNPJ: 02.681.523/0001-76 | Beneficiário: Fundação SOBECCan.

A sede do Hospital de Câncer de Ribeirão Preto está localizada na Rua Octávio Martins Braga, n° 50 no bairro Residencial Flórida (CEP: 14026-270). O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. Mais informações sobre a fundação podem ser obtidas através do telefone (16) 3878-9700, ou pelas redes sociais, no Facebook através da página: facebook.com/hospitaldecancerribeirao/ e no Instagram pelo perfil: @hospitaldecancerribeirao (https://www.instagram.com/hospitaldecancerribeirao/?hl=pt-br)

Também foram encontrados diversos objetos relacionados ao tráfico; duas pessoas foram presas em flagrante

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - A Polícia Civil prendeu, na terça-feira (15), um homem, de 21 anos, e uma mulher, de 29, que foram flagrados transportando mais de 50 tijolos de maconha, próximo ao km 302 da Rodovia Anhanguera, na zona rural do município de Ribeirão Preto.

Durante apurações contra o tráfico de drogas, a 2ª Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) da cidade, descobriu que um Fiat/Freemont estaria envolvido na prática criminosa.

Os agentes levantaram informações que indicavam que o veículo estaria trazendo drogas da zona rural de Santo Antônio da Alegria para uma casa na Avenida José Antonio Ferrarezi, em Ribeirão Preto, onde o carro foi visto durante monitoramento velado.

Foi feito acompanhamento e, no momento em que o automóvel suspeito passou pela viatura caracterizada, os policiais deram ordem de parada, que foi desobedecida pelo condutor. Após fugir por alguns quilômetros, foram efetuados disparos nos pneus.

Ele foi forçado a parar, uma vez que estava transitando pelo acostamento e entre veículos que trafegava na citada rodovia de forma a colocar em risco terceiros. Mesmo assim, em seguida, o motorista suspeito tentou empreender fuga a pé, resistindo à abordagem.

Após breve acompanhamento ele foi detido e, durante buscas no veículo, foram encontrados 538 tijolos de maconha, totalizando 676,9 quilos da droga, que ele confirmou transportar em uma segunda viagem. Em continuidade às diligências, os policiais foram até a casa identificada.

No local, os agentes foram recebidos pela mulher que autorizou a entrada da equipe policial, que imediatamente na garagem do imóvel já sentiu forte cheiro de maconha exalando, sendo que em um dos quartos foram localizados mais 548 tabletes da droga.

A maconha armazenada na casa totalizou mais 687,86 quilos, que foram recolhidos junto com balanças de precisão e uma estufa. No terreno ao lado, onde havia um galinheiro, foram encontrados dois tambores com 35,76 quilos de maconha e uma porção de crack.

Também foram recolhidos três vidros com insumos, além de uma prensa hidráulica. Todos os materiais foram apreendidos e encaminhados para análise. O Instituto de Criminalística também foi acionado para periciar o local da abordagem, a residência e o terreno.

Os suspeitos foram presos em flagrante e conduzidos à sede do departamento, onde foram indiciados. A ocorrência foi registrada como tráfico de drogas, associarem-se duas ou mais pessoas e trafegar em velocidade incompatível. As investigações prosseguem.

RIBEIRÃO PRETO/SP - A BitSocial, em parceria com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo, CAU-SP, desenvolveu um calendário semestral de capacitações gratuitas para profissionais de Arquitetura e Urbanismo em várias cidades do interior de São Paulo. São conteúdos que tem como objetivo agregar conhecimento e melhorar os resultados do negócio dos profissionais da área. As aulas serão online e o conteúdo híbrido, sendo parte realizado virtualmente e o restante em modo presencial, com data futura.

No dia 21 de setembro, acontece em Ribeirão Preto a capacitação sobre Valorização da Arquitetura e Urbanismo debatendo o tema: “Vidas Abundantes, mas Solitárias. O papel da Arquitetura e Urbanismo nas Relações Humanas” que vai falar sobre como a arquitetura e urbanismo podem influenciar positivamente na construção de laços afetivos.

Debater esta temática tem muita relevância para a arquitetura e urbanismo pois, olha para o posicionamento presente e futuro da profissão do Arquiteto e Urbanista, considerando as tendências globais (mega trends) que já estão em curso, neste caso, mais especificamente, a reflexão sobre o papel da arquitetura e urbanismo nas relações interpessoais nesta nova era.

No dia 13 de outubro, acontece na cidade o curso sobre empreendedorismo com o tema: “Reinvenção do seu modelo de negócio. Do que profissionais e negócios do futuro são feitos?” Esta capacitação tem como objetivo ensinar técnicas, metodologias e uma nova maneira de pensar o negócio. Diante de um momento global de aceleradas transformações e a obtenção de uma visão mais ampla sobre os movimentos que tem acontecido quanto ao posicionamento e estratégia de novos negócios reinventar o modelo de negócios tem sido essencial.

Entre os assuntos que serão abordados estão, gerenciamento e previsão de crises, análise do produto, proposta de valor, análise do cliente, da concorrência, canais de marketing, canais de vendas, canais de distribuição, recursos e estrutura de custos entre outros.

Todos os cursos de capacitação são gratuitos e oferecidos por meio da parceria concretizada entre o CAU/SP e BIT Social. As capacitações são exclusivas para inscritos no CAU/SP, mediante preenchimento do número de registro válido na inscrição e apresentação para acesso ao evento. Os links para as inscrições nos cursos estão disponíveis no site: www.maisconhecimento.arq.br

O responsável pela manipulação das notas foi identificado e preso em flagrante

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - A Polícia Civil prendeu um homem, de 44 anos, que é suspeito de falsificar dinheiro. Ele foi encontrado, nesta quinta-feira (10), em um estabelecimento comercial no cruzamento das ruas Japurá e Mato Grosso, no bairro Ipiranga, em Ribeirão Preto.

Agentes da 1ª Delegacia de Investigações Gerais (DIG), da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), já apuravam a atuação do falsário há algum tempo quando descobriram que ele entregava as notas como troco em um boteco.

Ainda segundo as informações levantadas, ele realizava a comercialização das notas falsas de R$ 20, da seguinte forma: os compradores davam uma cédula verdadeira e adquiria três cédulas falsas. No local foram encontradas mais de 40 cédulas falsas.

Além do dinheiro, também foram localizadas três máquinas caça-níqueis. Os materiais foram apreendidos e encaminhados ao Instituto de Criminalística (IC), responsável pela perícia. A ocorrência foi apresentada na sede da Polícia Federal da cidade.

Iniciativa da Kata Ambiental coloca a cidade pela primeira vez na onda verde, que está na sua terceira edição em território nacional

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - No dia 19 de setembro, Dia Mundial da Limpeza, acontece uma maratona global, onde mais de 180 países se mobilizam para realizarem 24 horas de limpeza. A ação simboliza a necessidade de conscientização da sociedade para a poluição ocasionada pelo descarte irregular de resíduos sólidos urbanos.  A data tem o propósito de promover a participação de voluntários na limpeza de suas cidades, bairros, praias, praças e parques.

Pela primeira vez, Ribeirão Preto vai fazer parte da onda verde que está na sua terceira edição em território nacional. A ação está sendo organizada pela Kata Ambiental, companhia especializada na gestão de resíduos e logística reversa, e pelo instituto Octávio Diniz Junqueira.

De acordo com Frederico Jabur, diretor da Kata Ambiental, o projeto tem como objetivo mobilizar a população para uma “Ribeirão Mais Limpa” por meio de Drive Thrus da Limpeza. “Serão distribuídos 10 pontos de coletas de resíduos sólidos (papel, plástico, alumínio, vidro, metal e eletrônicos) na zona Leste, Oeste e Sul. As pessoas poderão seguir até esses locais com seus carrso e contarão com a ajuda de voluntários para receber os resíduos, sem a necessidade de sair do veículo. Todos que levarem materiais até os pontos, ganharão uma planta suculenta de presente, mas acredito que o maior presente é ter uma cidade mais limpa.” explica.

Os Kata Pontos estarão distribuídos nos seguintes locais: Praça das Árvores, área externa do Shopping Iguatemi ou proximidades, área externa do Parque Raia, área externa do Rota 29, Avenida Presidente Vargas, Avenida João Fiúsa, próximo aos Guaporés, Mercadão Novo, Bonfim Paulista (próximo ao posto Ipiranga da marginal ou entrada de Bonfim), Avenida dos Condomínios próximos ao bairro Recreio das Acácias.

O formato em drive thru, visa atender as recomendações de saúde em decorrência da pandemia do novo coronavírus. O caminhão da Kata Ambiental também dará suporte nos endereços mencionados para otimizar a coleta.

Todos que participarem do projeto receberão um kit com camiseta da campanha, pulseira de borracha e copo, além de contarem com apoio de alimentação, e água ao longo do dia.

As inscrições dos voluntários devem ser feitas pelo WhatsApp (16) 9.9216-1498 informando nome, telefone e bairro. Já as empresas interessadas em fazer parte da ação, podem adquirir cotas de apoio que serão utilizadas para a produção de flyers, banners, luvas, sacos de lixo, tendas, máscaras, camisetas, alimentação para os voluntários e todos os itens necessários para contribuir na realização do evento.

Ele foi encontrado com mais de 400 porções de entorpecentes e um revólver

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - A Polícia Civil prendeu um jovem, de 20 anos, que foi flagrado com mais de 400 porções de drogas, entre cocaína, maconha e LSD, além de uma arma de fogo. A ação aconteceu, na noite de quinta-feira (3), em um condomínio residencial no Jardim João Rossi, no município de Ribeirão Preto.

Agentes da 2ª Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Ribeirão Preto, estavam em diligências direcionadas ao combate ao tráfico de drogas quando surpreenderam um suspeito na escadaria de um conjunto habitacional.

Durante revista pessoal, foram encontrados R$ 210 em notas diversas, sendo que o rapaz logo admitiu o envolvimento com o comércio de entorpecentes, alegando que o dinheiro encontrado seria proveniente desta prática criminosa. Em continuidade às atividades, os policiais realizaram buscas nas imediações.

Em um estacionamento aos fundos do bloco onde foi realizada a abordagem, a equipe encontrou uma sacola plástica escondida sob um dos automóveis. Ao todo, foram recolhidos 104 microtubos com cocaína, 281 micropontos de LSD, 39 porções de maconha, além de isqueiro e papel seda.

Em seguida, no mesmo estacionamento, ainda perto da abordagem, encontraram um revólver de calibre aparente 32, desmuniciado, que estava dentro de um saco em tecido camuflado, encostado no meio fio da calçada. As substâncias e a arma foram apreendidas e encaminhadas para perícia.

O jovem foi preso em flagrante e indiciado. Ele responderá por tráfico de drogas e por posse irregular de arma de fogo de uso permitido. As investigações prosseguem.

Botuclub, lançado pela clínica Fisioforma, exalta a liberdade de se expressar, sem medo ou julgamentos

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - O número de adeptos a procedimentos menos invasivos, como a aplicação de toxina botulínica, mais conhecida como botox, cresce a cada dia. Dados do último censo realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) apontam que a técnica cresceu 390% em apenas dois anos, representando 47,5% dos procedimentos.

De acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o Brasil é o segundo país que mais a utiliza, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

Atenta à essa tendência de mercado, a rede de clínicas Fisioforma criou o Botuclub, o primeiro clube de toxina botulínica do Brasil.

O projeto promete ser uma aposta e tanto para quem deseja ter aquela pele lisinha, sem muitas marcas de expressão ou rugas, com o melhor custo benefício. O Botuclub dá o direito a duas aplicações de toxina botulínica no ano e dois retoques, por um preço fixo, 12x de R$ 149 (doze parcelas de cento e quarenta e nove reais), cobrados através do crédito recorrente para não comprometer o limite do cartão. Tudo isso, com a total segurança de uma equipe multidisciplinar certificada e utilização de produtos regulamentados pela Anvisa.

O clube oferece outros benefícios além do valor. “Ao se associar no Botuclub e indicar os amigos, o cliente acumula Botupoints, pontos que garantem desde descontos especiais nas parcelas até a isenção da mensalidade (cada amigo (a) indicado (a) vale 1 Botupoint). Ao acumular 10 Botupoints, o procedimento sai de graça”, explica Amanda Buchivieser, diretora de marketing da Fisioforma.

Cuidar da pele, do corpo e ter mais qualidade de vida tem se tornado cada vez mais comum entre homens e mulheres. “Sem dúvida é uma novidade que vai agradar todos os públicos, pois há muito tempo a toxina botulínica deixou de ser uma ação dermatológica apenas para as pessoas que têm rugas muito marcadas. Hoje ela é utilizada para a prevenção, principalmente para as pessoas que são muito expressivas. Agora é possível se expressar sem medo, sem preocupações ou julgamentos”, explica a fisioterapeuta e diretora da marca Fisioforma, Luciana Sensini.

Sobre a Toxina Botulínica

A Toxina Botulínica é uma neurotoxina produzida por uma bactéria chamada Clostridium botulinum. Ela começou a ser estudada inicialmente como uma opção terapêutica para tratar espasmos musculares.

Através das aplicações terapêuticas, pacientes começaram a relatar que estavam com a pele mais bonita e com as rugas suavizadas, o que despertou o interesse em pesquisar a fundo as aplicações da toxina na medicina estética. A partir desse momento surgiu o Botox®.

A substância foi considerada uma revolução na medicina estética, sendo o maior avanço nos últimos 25 anos, no rejuvenescimento facial. O que antes só era conquistado através de Cirurgia Plástica, por meio do Lifting Facial, hoje pode-se obter com uma aplicação de toxina em 20 minutos.

Mais informações sobre o Botuclub podem ser obtidas por meio do site https://www.botuclub.com.br/.

Conheça todas as unidades da Clínica Fisioforma:

Ribeirão Preto

Avenida Independência, n° 2.079

(16) 3637-4488 | (16) 99273-2320


São Paulo

Avenida Arnolfo Azevedo, n° 229 - Pacaembu

(11) 3862-3685 | (16) 96387-3535


São Carlos

Rua Dom Pedro II, n° 1.341 - Centro

(16) 3361-3827 | (16) 98801-3827


Franca

Avenida Major Nicácio, n° 2.175

(16) 3721-6865 | (16) 99986-6686

Na ação foram apreendidos um tablete e um pote contendo maconha, além do revólver

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - Policiais civis da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Ribeirão Preto detiveram um homem em flagrante por tráfico de drogas e posse de arma de fogo, na última quinta-feira (27), em uma casa no bairro Ipiranga.

Os agentes da 2ª Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) identificaram o suspeito mediante trabalhos de inteligência contra o comércio de drogas na cidade.

Em buscas na casa do homem foram localizados um tablete e um pote contendo maconha, além de um revólver calibre .38 com 12 cartuchos.

O suspeito foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia da especializada, permanecendo para a disposição da Justiça.

Empresa de Ribeirão Preto realiza coleta seletiva e disponibiliza treinamento para moradores

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - Neste mês de agosto, a Política Nacional de Resíduos Sólidos completa 10 anos. No entanto, a lei que organiza a forma com que o país lida com o lixo, exigindo dos setores públicos e privados transparência no gerenciamento de seus resíduos, está longe de ter alcançado seu objetivo. O que podemos ver, principalmente em grandes cidades como Ribeirão Preto, é que não há o descarte adequado para o grande volume de resíduos sólidos urbanos gerados, o que prejudica o meio ambiente. Apenas 17% da população do país é atendida pela coleta seletiva, de acordo com um relatório de 2018 da ONG Compromisso Empresarial de Reciclagem (Cempre). 

Desta crescente demanda de empresas e consumidores por soluções sustentáveis nasceu a Kata Ambiental, companhia especializada na gestão de resíduos e logística reversa, processo de recuperação de embalagens pós-consumo que são encaminhadas à reciclagem ou reutilização, para evitar que o material vá para um aterro. A empresa chega à Ribeirão Preto com o propósito de conscientizar o consumo e descarte dos produtos dentro das empresas e condomínios residenciais e comerciais.

Uma das principais frentes do projeto, e que já está em execução, é a coleta seletiva em condomínios residenciais e empresariais. “Os benefícios para o condomínio são muitos: o local fica limpo e organizado, valorizando o trabalho de zeladores, fortalecendo o senso coletivo de convivência, tornando prática e cotidiana a educação ambiental, formando novos cidadãos para a sustentabilidade a partir de nossa casa. Existe também uma valorização maior do condomínio, que recebe o selo verde de amigo do meio ambiente e o certificado de destinação correta dos resíduos. Todos ganham, mas principalmente o meio ambiente” explica Frederico Jabur, diretor da Kata Ambiental. O investimento por casa ou apartamento é a partir de R$ 10,00 e a empresa disponibiliza os sacos verdes para a reciclagem e faz a coleta 2 vezes por semana.

Para facilitar esse tipo de serviço, a Kata Ambiental desenvolve projetos de adequação da infraestrutura necessária de acordo com o local. Além disso, aplica treinamentos e palestras para empresas e condomínios, que visam o fortalecimento do senso coletivo de convivência, tornando prática e cotidiana a educação ambiental, formando novos cidadãos para a sustentabilidade.

Oportunidade para os catadores

Ainda de acordo com Frederico, uma das prioridades da Kata Ambiental é gerar empregos a quem tem menos oportunidades e qualificar os catadores para o gerenciamento racional dos resíduos, etapa essencial na economia circular, pois eles devem ser reaproveitados e reciclados, adicionando uma vida extra na cadeia do material. “O lixo é fonte potencial de matéria-prima para fabricação de novos produtos, ou seja, sua reciclagem traz benefícios sociais, ambientais e econômicos para todos”, afirma o empresário.

Há muito tempo eu trabalho com reciclagem. Moro e fui criada em uma comunidade e foi lá que eu aprendi que o lixo podia ser uma fonte de renda para mim. Eu reciclava de porta em porta e fazia a separação na minha casa. Da reciclagem vinha a comida que eu colocava em casa. Aqui na Kata Ambiental o trabalho é diferente. Sou registrada, me sinto parte de um time e a estrutura é diferente. Temos biblioteca a nossa disposição, temos treinamentos, equipamento de proteção, luva, protetor ocular, máscaras. Estou muito feliz por essa oportunidade”, explica Valdelice Vieira da Silva, funcionária na Kata Ambiental.

A Kata Ambiental tem colocado em prática várias iniciativas como a contratação de catadores e apoio ao projeto CataSonho da Prefeitura de Ribeirão Preto. “Estamos doando isopor pois eles têm uma máquina que processa esse material e estamos contratando os catadores indicados pelo projeto, além de outras ações em conjunto”, explica o empresário.

A empresa iniciou suas atividades na cidade em junho deste ano e promete, além dos serviços prestados, oferecer apoio à comunidade com projetos sociais e iniciativas solidárias, como revitalização de áreas na comunidade. A empresa está localizada na Rua Sebastião Ferreira Souto, 165, Jardim Paschoal Innechi. Mais informações sobre a companhia podem ser obtidas no telefone (16) 9.9218-1223, no site http://kataambiental.com.br e nas redes sociais @kataambiental.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30