fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
França: cinemas reabrem nesta segunda-feira, e estádios, a partir de 11 de julho STEPHANE DE SAKUTIN / AFP

França: cinemas reabrem nesta segunda-feira, e estádios, a partir de 11 de julho

Escrito por  Jun 21, 2020

MUNDO - Os franceses poderão retomar práticas de esportes coletivos nesta segunda-feira (22) e voltar aos estádios a partir de 11 de julho: o governo anunciou uma aceleração do processo de flexibilização das regras de segurança sanitária para o verão, em função do progresso na luta contra a epidemia da Covid-19 e descarta a possibilidade de um reconfinamento total no caso de uma segunda onda.

Conforme anunciado em 28 de maio, cinemas, resorts, cassinos e salões de jogos também serão reabertos nesta segunda-feira "em conformidade com as rígidas regras sanitárias", informou um comunicado de imprensa do governo, publicado nesta noite de sexta-feira (19) para sábado (20), em sequência a uma reunião do Conselho de Defesa e Segurança Nacional (CDSN), reunido sob a autoridade do Presidente Emmanuel Macron.

Enquanto os alunos voltam às aulas na segunda-feira, graças a um protocolo sanitário mais leve, há também um movimento para um relaxamento adicional das condições de trabalho nas empresas. O Ministério do Trabalho e o Ministério da Solidariedade e Saúde "começaram a atualizar e simplificar o protocolo nacional e os protocolos específicos" e os resultados deste trabalho serão apresentados na próxima semana.

Em campanha neste sábado em Le Havre, para o segundo turno das eleições municipais, o primeiro-ministro Edouard Philippe insistiu: devemos permanecer "cautelosos" para "tentar garantir a saída [do confinamento] nas melhores condições".

Com o novo estágio das medidas de segurança, jogadores de futebol, basquete e handebol poderão retomar o caminho para estádios, ginásios cobertos ou ao ar livre, "com medidas de prevenção apropriadas", desde que gestores e proprietários de equipamentos esportivos "estejam preparados ", alertou o ministério de Esportes. No entanto, os esportes de combate continuam proibidos nesta fase, salvo para os atletas alto nível.

Flexibilidade

Com isso, os estádios, assim como as pistas de corrida, estarão acessíveis, a princípio, somente para práticas e treinos. A abertura para o público está prevista apenas para 11 de julho, data que marcará o fim do estado de emergência sanitária no território metropolitano. Mesmo assim, a capacidade máxima de público será de 5.000 pessoas, limite que deverá ser mantido até setembro.

Uma nova revisão da situação epidemiológica será realizada em meados de julho "para decidir se é possível um relaxamento para a segunda metade de agosto", principalmente em relação à retomada da primeira divisão de futebol, enquanto a Liga de Futebol Profissional insiste em um cenário de retorno com 100% de espectadores.

Além disso, em 11 de julho, a circulação de cruzeiros também voltará a ser autorizada. "Em coordenação com nossos parceiros europeus, será possível decidir sobre a retomada dos cruzeiros entre portos da Europa, para navios cuja capacidade não exceda o limite estabelecido por decreto ministerial", acrescenta o comunicado.

As boates vão esperar

Finalmente, a partir de setembro "e sujeito a uma nova avaliação da situação epidemiológica, o início do ano letivo pode ser marcado por um maior relaxamento". O comunicado trata também a abertura de feiras, exposições e shows e, "se em condições apropriadas", a retomada de boates e cruzeiros marítimos internacionais.

A França registrou 14 mortes adicionais de Covid-19 em hospitais nas últimas 24 horas, elevando o número total de mortes desde o início da epidemia para 29.617, de acordo com uma avaliação divulgada sexta-feira pela Direção Geral de Saúde (DGS). O número de pacientes da Covid-19 em terapia intensiva continua a diminuir, somando 727 pacientes, 25 a menos que na quinta-feira (18), de acordo com um comunicado de imprensa do DGS.

O governo parece desconsiderar um novo confinamento em caso de uma segunda onda. "A estratégia de resposta, principalmente para proteger os mais vulneráveis ​​sem precisar recorrer a um reconfinamento geral, assim como o sistema sanitário, serão apresentados pelo governo nos próximos dias. Medidas serão tomadas especificamente para o período do verão", segue o comunicado.

Na França ultramarina, o estado de emergência sanitária será mantido na Guiana, onde "o vírus está circulando ativamente", adiando o segundo turno das eleições municipais. Na França continental, os indicadores encontrados nos últimos dias no Val-d'Oise justificam uma vigilância particular. A Diretoria Geral de Saúde também está monitorando a situação na Normandia, onde a taxa de reprodução do vírus nesta semana excedeu "o limite de alerta estabelecido em 1,5", se situando em 1,6.

 

 

*Por: RFI

Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

Website.: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas
E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Top News

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30