fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Rafael Severo - CEO Trend - Credito Divulgacao Trend Rafael Severo - CEO Trend - Credito Divulgacao Trend

A importância da construção civil na retomada da economia e os benefícios da industrialização do setor

Escrito por  Set 09, 2020

Rafael Severo, CEO da Trend Investimentos, em parceria com o Centro Brasileiro da Construção em Aço - CBCA  

 

SÃO CARLOS/SP - Com a chegada da pandemia do novo coronavírus no Brasil, a economia entrou em retração seguindo uma tendência mundial. Agora, observamos um cenário mais positivo na geração de emprego e renda no nosso país, alavancado principalmente pelos setores da construção civil e indústria. 

Dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) mostram que o setor da construção civil gerou mais de 41 mil empregos somente no mês de julho, um aumento de 147% em relação ao mês anterior. 

Esse crescimento, além de aquecer a economia com a geração de empregos, nos chama a atenção para um movimento que ganha força de uns tempos pra cá: a industrialização da construção civil, com a transformação do canteiro de obras em uma verdadeira linha de montagem dentro das unidades fabris, trazendo mais agilidade, rapidez e segurança à obra, além de outros benefícios. 

A vantagem de ter o máximo de estruturas pré-fabricadas antes do início da execução da obra é a agilidade que proporciona ao processo, pois são materiais mais eficientes e que contribuem com uma maior produtividade, além de ser um processo mais sustentável. 

A estrutura em aço pré-fabricada é considerada um coringa, pois é compatível com qualquer tipo de material de fechamento e a montagem também é possível com modelos mais convencionais, e até com outros componentes pré-fabricados, como o sistema drywall, por exemplo. 

A industrialização da construção civil também permite a implementação de tecnologias de automação e inteligência artificial, por exemplo. As estruturas convencionais, como o concreto, estão dando espaço para as produzidas em aço, como é o caso do light steel frame e do aço estrutural. 

Outras características observadas são a confiabilidade no processo e a precisão milimétrica na montagem das estruturas. O Studio Trend, empreendimento lançado recentemente em Porto Alegre/RS, será o primeiro residencial construído em aço na capital e traz inúmeras vantagens, como a redução de emissão de CO2 na logística da obra, menor consumo de água durante a obra e redução da manutenção do condomínio. 

Otimização das etapas: um dos desafios do projeto Studio Trend era fazer um planejamento diferenciado. Nesse sentido, o ciclo de pré-construção foi o mais demorado, com planejamento executado em 3D,  o que possibilita maior confiabilidade em termos de custo, prazo e qualidade do empreendimento entregue. Dessa forma, o aço foi visto como a solução ideal para a parte estrutural do projeto, que usou referências nos principais centros urbanos do mundo, como Miami, Nova Iorque e Dubai, locais que adotam o uso do aço em obras residenciais expressivas de alto padrão.

A otimização em todas as etapas é fundamental para agilizar o processo. Ganhar tempo dentro do ciclo de construção remunera melhor o capital dos investidores durante o período em que fica investido e reduz o tempo de espera de quem compra as unidades para locar. Em um prazo comparativo, uma obra que levaria 30 meses em um sistema convencional, pode ficar pronta num prazo de 12 meses. 

Para esse projeto pioneiro, parceiros de referência foram extremamente importantes. O aço e o apoio técnico vieram da Gerdau. As fachadas também serão em estrutura industrializada, conhecidas como painéis arquitetônicos, muito presentes nos edifícios de Nova Iorque e em empreendimentos de alto padrão em São Paulo, que facilitam muito a manutenção pós-obra. Outro benefício dessas fachadas é a redução de custos com pintura e correção de fissuras, por exemplo, uma vez que as fachadas vêm nas cores desejadas em sua pigmentação natural e são altamente sólidas, como se fossem peças de mármore ou granito, o que reduz a manutenção para limpezas periódicas com água e sabão. 

Há um ganho significativo também no desempenho termoacústico e na precisão da montagem, que é na casa dos milímetros, enquanto na alvenaria convencional é na margem dos centímetros. 

A construção civil é um dos setores responsáveis pela retomada da economia no pós-pandemia e a industrialização da construção é essencial para que isso ocorra na velocidade certa. Obras mais ágeis tendem a gerar mais empregos qualificados, algo crucial para o momento que vivemos. Fora isso, temos outros inúmeros benefícios, como a sustentabilidade, segurança, organização, precisão, tecnologia e inovação. A construção industrializada precisa ser encarada como uma tendência em nosso país, e o uso do aço faz parte desse processo.

Redação

Redação Radio Sanca Web TV


E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Top News

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Outubro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31