fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

A enfermeira Cristiane Morais Borges Pereira, que atua na UTI-Covid, foi a primeira a ser imunizada

 

SÃO CARLOS/SP - Nesta quinta-feira, dia 21 de janeiro, o Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) deu início à vacinação dos seus profissionais contra a Covid-19. Em ação organizada pela Vigilância Epidemiológica de São Carlos, a enfermeira Cristiane Morais Borges Pereira, que atua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) - Covid, foi a primeira a ser imunizada. "Estou muito feliz e emocionada em participar deste momento. A vacina é mais uma ferramenta que nós, profissionais da Saúde, temos para lutar contra a Covid", disse Pereira. 

No início da noite de ontem, o HU-UFSCar recebeu doses da vacina e, neste primeiro momento, os agentes que atuam na linha de frente nas áreas Covid do Hospital serão imunizados - profissionais da Saúde, docentes, residentes e trabalhadores da limpeza. A ampliação da cobertura para toda a equipe será gradativa, conforme a disponibilidade das doses da vacina.  

"Era grande a expectativa para a vacina aqui no HU-UFSCar. A imunização é muito importante para trazer mais segurança aos nossos profissionais que atuam na linha de frente contra a doença. Estamos envidando esforços para que nenhum dos nossos colaboradores fique sem vacina", afirma a Superintendente do Hospital, Ângela Merice de Oliveira Leal.  

O HU-UFSCar está alinhado com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 do Ministério da Saúde e com as diretrizes da Secretaria Estadual de Saúde e da Prefeitura Municipal de São Carlos.

Seleção para formação de cadastro reserva tem vagas para médicos em diversas especialidades

 

SÃO CARLOS/SP - Estão abertas as inscrições no processo seletivo emergencial da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebseh) para contratação temporária de profissionais para atuação no combate à pandemia da Covid-19.

Há vagas em diferentes hospitais da Rede Ebserh. Para o Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) as vagas são para formação de cadastro reserva nas especialidades de Anestesiologia, Clínica Médica, Medicina de Emergência e Medicina Intensiva. Os profissionais aprovados serão convocados conforme a necessidade do HU.

Desde o início da pandemia do novo Coronavírus, a Ebserh já contratou mais de 4 mil profissionais temporários por meio do processo seletivo emergencial.

Os interessados em integrar o cadastro reserva do HU-UFSCar podem se inscrever até às 12 horas do dia 27 de janeiro, neste link https://bit.ly/3p2sCZT, onde constam as informações completas e o edital da seleção.

Nova funcionalidade teve início nesta semana e vai agilizar o acesso a imagens e laudos dos exames

 

SÃO CARLOS/SP - Na última segunda-feira, dia 23 de novembro, os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de São Carlos e região podem acessar, via celular ou por computador conectado à Internet, os resultados de exames de imagem realizados no Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar/Ebserh). A medida agiliza a entrega dos resultados e o paciente não precisará mais se deslocar até o Hospital para retirar os exames. 

Com a implantação do PACS/RIS - softwares que controlam e distribuem as imagens radiológicas e as informações de pacientes - imagens e laudos de exames como tomografia, ultrassonografia, ecocardiografia, endoscopia e radiografia serão acessados por QR-Code ou no site do HU-UFSCar, podendo ser consultados a qualquer tempo pelo paciente. Já o médico que solicitou o exame terá acesso ao resultado apenas quando o paciente lhe der permissão. Essa restrição de acesso aos resultados está em consonância com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), vigente desde agosto de 2020. As informações clínicas do paciente estão entre os dados sensíveis previstos pela LGPD e seu armazenamento é de responsabilidade do Hospital, e apenas o próprio paciente pode fornecer os seus resultados a terceiros. 

Para Valéria Gabassa, Gerente de Atenção à Saúde do HU-UFSCar, além do armazenamento seguro dos dados, a implantação do PACS/RIS resultará em diversos benefícios. "Agilidade no acesso aos resultados e diagnóstico de saúde dos pacientes; redução do custo com transporte dos resultados de exames entre o Hospital e as unidades básicas de saúde; redução do risco de perda ou extravio dos resultados. O paciente não precisará mais se deslocar até o HU para buscar exames de imagem e haverá economia de recursos do Hospital que não precisará imprimir exames ou ter espaço físico para guardá-los. Além disso, os processos assistenciais mais eficientes contribuem com o ambiente e com o sistema de saúde público, satisfazendo pacientes e sociedade", enumera Gabassa. Atualmente, o HU realiza 2.730 exames de imagem por mês. 

Esse novo formato de entrega dos resultados é válido para os exames solicitados a partir de hoje, 23 de novembro. Pacientes que não têm acesso a celular ou a computador com Internet poderão solicitar as imagens dos exames no HU, que serão entregues gravadas em DVD.   

Implantação e capacitação
Os profissionais do HU foram capacitadas para trabalharem internamente com o novo sistema de emissão dos resultados dos exames de imagem. Além disso, o Hospital realizou encontros online com profissionais de todas as unidades de saúde e gestores de saúde do município de São Carlos, para capacitação sobre a nova ferramenta.

Novo centro cirúrgico amplia a atuação do Hospital.

 

SÃO CARLOS/SP - O Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar), vinculado à Rede Ebserh, realizou nesta quarta-feira (18), a primeira cirurgia do Hospital. O procedimento foi para a retirada de lesões vegetativas cutâneas de um paciente de 84 anos, que passa bem e já teve alta. 

O centro cirúrgico do HU-UFSCar/Ebserh foi inaugurado em outubro e, neste primeiro momento, irá realizar cirurgias gerais e ambulatoriais, em pacientes de baixo risco, incluindo algumas cirurgias dermatológicas e vasculares. "Ao longo dos últimos anos, o HU-UFSCar cresceu, organizou seus serviços e desponta como um hospital de referência para a população de São Carlos", contou a superintendente do HU, Ângela Leal. 

Com uma infraestrutura moderna, o novo espaço possui 5 salas cirúrgicas, salas de recuperação pós-cirúrgicas, prescrição médica e para guarda de equipamentos; além de posto de enfermagem, vestiários, sanitários, farmácia satélite e recepção. Para o próximo ano há expectativa de ampliação de especialidades cirúrgicas, como cirurgias urológicas, oftalmológicas, ginecológicas, dentre outras.

"O início dos procedimentos cirúrgicos no HU-UFSCar demonstra que o Hospital está cumprindo sua missão de prestar assistência de excelência aos moradores da região em um ambiente de formação profissional e de geração de conhecimento", afirmou a reitora Wanda Hoffmann. 

Todo o atendimento realizado pelo HU-UFSCar é referenciado pela Secretaria Municipal da Saúde.

Documento integra Hospital à rede municipal de atenção à saúde e amplia oferta de atendimento à população

 

SÃO CARLOS/SP - Foi publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo e do Município de São Carlos, no dia 31 de outubro, o 2º termo Aditivo do Contrato firmado entre a Prefeitura Municipal de São Carlos e o Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos, vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, (HU-UFSCar/Esberh), que prevê a integração do Hospital à rede de atenção à saúde, deixando claro quais são as metas quantitativas e qualitativas a serem cumpridas pelo Hospital nos eixos de ensino, assistência, gestão e avaliação, e quais os valores a serem repassados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para execução das metas pactuadas. 
As metas do documento são definidas de acordo com a capacidade instalada e operacional e vão ao encontro das necessidades identificadas e acordadas entre as partes. "Os serviços assistenciais ofertados pelo HU-UFSCar estão em ampliação gradativa desde 2017 e as ampliações realizadas no Ambulatório de Especialidades, Setor de Apoio Diagnóstico e Internação Hospitalar desde então ainda não estavam contempladas no Documento de Contratualização entre o Hospital e a Secretaria Municipal de Saúde de São Carlos", afirma Valéria Gabassa, Gerente de Atenção à Saúde do HU-UFSCar. 
O documento assinado prevê a prestação de serviço de média complexidade ambulatorial e hospitalar e exames de alta complexidade, no valor de R$ 804 mil mensais. "Os novos serviços contemplam a ampliação do número e variedade de consultas em especialidades médicas do Ambulatório e dos exames de apoio diagnóstico, além do número de leitos para internações hospitalares. No caso das consultas em especialidades, o Hospital dobrou a oferta anteriormente contratualizada. Entre os novos exames estão, por exemplo, as endoscopias, ecocardiografias, angiotomografias e ecocardiografias fetais. Esses dois últimos exames não possuem número de procedimento na tabela SUS, ou seja, nunca foram cobertos pelo sistema de saúde público, privando a população de acesso a eles aqui no Município", destaca Gabassa. 
"Esse passo é importante para ambas as partes, o reajuste de valor não ocorria desde 2016", afirma Ângela Leal, Superintendente do HU, que antecipa a próxima etapa: "já está sendo gestado o 3º Termo Aditivo deste contrato, que incluirá os procedimentos cirúrgicos e atendimento em UTI", conclui.

Cerimônia de inauguração será transmitida ao vivo para todo o público

 

SÃO CARLOS/SP - Hoje, dia 7 de outubro, o Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar/Ebserh) realiza cerimônia de inauguração de três espaços importantes para o seu crescimento e da qualidade do atendimento aos pacientes. Serão inaugurados o Centro Cirúrgico, a Agência Transfusional e o Laboratório de Análises Clínicas.  
O Centro Cirúrgico possui cinco modernas salas, sala de prescrição médica, sala de recuperação pós-cirúrgica, posto de enfermagem, vestiários, sanitários, farmácia satélite, recepção, sala de espera e sala para guarda de equipamentos. Nesta primeira etapa, em virtude da pandemia de Covid-19, as atividades do novo Centro Cirúrgico serão iniciadas com cirurgias gerais e ambulatoriais, em pacientes de baixo risco, incluindo algumas cirurgias dermatológicas e vasculares. Há a expectativa de ampliação de especialidades cirúrgicas para o ano que vem, como cirurgias urológicas, oftalmológicas, ginecológicas, dentre outras.  
A Agência Transfusional fica dentro do Centro Cirúrgico e sua instalação atende às exigências preconizadas pela legislação e possibilitará o fornecimento de serviços hemoterápicos 24 horas por dia e de forma imediata. O novo espaço garante mais agilidade e eficiência na conduta clínica, além de possibilitar o desenvolvimento de estágios e projetos de pesquisas para os estudantes da UFSCar. 
Já o Laboratório de Análises Clínicas possui 134 m² e capacidade para realizar exames hematológicos, bioquímicos e de urinálise, além da gasometria, RT-PCR para SARS-CoV-2 e testes rápidos que já são processados no Hospital. A perspectiva é que, dentro de um ano, sejam também realizados exames sorológicos, hormonais e microbiológicos, garantindo resultados rápidos, agilidade na conduta clínica e segurança ao paciente, além da possibilidade de se tornar um laboratório de referência para São Carlos e região.  
Ao todo, foram investidos R$10,8 milhões na obra, cujo projeto também contemplou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e o Centro de Material e Esterilização. O recurso foi disponibilizado pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), gerido pela estatal.  
Para Ângela Leal, Superintendente do Hospital, "este momento é um marco para o HU-UFSCar e vem atender a um anseio de toda comunidade. Estamos criando importantes cenários de prática para os alunos da UFSCar e ampliando a assistência de excelência para a população de São Carlos".
Wanda Hoffmann, Reitora da UFSCar, avalia que essas novas estruturas demonstram a capacidade de gestão da equipe da Universidade. "Em quatro anos de trabalho, o HU-UFSCar deixou de ser o 'elefante branco' de São Carlos para se tornar um Hospital Universitário de referência regional, se destacando no atendimento da população, na formação de profissionais e no desenvolvimento de pesquisas. Estamos deixando um legado para a população da região", afirma Hoffmann.  

Inauguração
A cerimônia de inauguração acontece no dia 7 de outubro, às 15 horas, e será transmitida pelo canal do HU no Youtube (https://bit.ly/2HY1fPT) e o público interessado poderá acompanhar por este link (encurtador.com.br/sEV23). O evento terá a presença do Presidente da Ebserh, Oswaldo de Jesus Ferreira, da Superintendente do HU e da Reitora da UFSCar.

Até o credenciamento o custeio foi realizado pela Prefeitura de São Carlos

 

SÃO CARLOS/SP - O Ministério da Saúde confirmou o credenciamento dos 10 leitos de UTI do Hospital Universitário Prof. Dr. Horácio Carlos Panepucci (HU-UFSCar), inaugurados em 15 de maio, exclusivos para tratamento de pacientes com COVID-19.

Os leitos foram habilitados por 90 dias podendo ser prorrogados se necessário. O credenciamento possibilita que o hospital receba diretamente do Governo Federal, via Rede Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), recursos para o custeio dessas unidades de terapia intensiva, não necessitando mais dos recursos que até então eram disponibilizados pela Prefeitura de São Carlos, via Governo Federal.

Para colocar em funcionamento os leitos a Secretaria Municipal de Saúde, juntamente com a superintendência do Hospital Universitário, fizeram gestões junto ao Ministério da Saúde, solicitando a habilitação da UTI. “O primeiro passo para a habilitação foi o município solicitar os leitos, o que fizemos imediatamente ao Ministério da Saúde. A partir daí, enquanto aguardamos o credenciamento, nos responsabilizamos pelo custeio desses leitos. Como é um hospital federal repassamos recursos de Fonte 5, ou seja, dos recursos que recebemos da união, via Ministério da Saúde, mais de R$ 1,1 milhão disponibilizamos para o HU, em três parcelas de R$ 396 mil. Mas para chegar ao credenciamento foi necessária gestão política”, explica Marcos Palermo, secretário municipal de Saúde.

Após a publicação no Diário Oficial da União, em 4 de setembro, de confirmação do credenciamento, em 10 dias deve ocorrer a descentralização para a Ebserh que a partir de agora é o órgão que fará o custeio dos leitos, via Ministério da Saúde.

Toda a infraestrutura, contratação de pessoal e recursos para equipamentos e insumos utilizados para a montagem dos 10 leitos UTI/SUS no HU também foram via Ebserh.


São 23 diferentes especialidades e quatro tipos de exames para pacientes com doenças crônicas e quadro clínico prioritário

 

SÃO CARLOS/SP - O Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar/Ebserh) iniciou neste mês de setembro o retorno gradativo da realização de exames e dos atendimentos presenciais de seus ambulatórios. Neste primeiro momento, o atendimento presencial está restrito a 60% da capacidade dos ambulatórios e a 25% dos exames e será direcionado aos pacientes com quadro clínico prioritário. A abertura total da agenda está prevista para os próximos meses. 

Ao todo, retornam às atividades presenciais 25 ambulatórios nas especialidades de Cardiologia, Pneumologia, Neurologia, Hepatologia, Imunopediatria, Nefrologia, Doenças inflamatórias intestinais, Patologias do trato genital inferior, Urologia, Medicina fetal, Ginecologia Endócrina, Diabetes, Gastrocirurgia, Cirurgia vascular, Gastropediatria, Nutrologia infantil, Dermatologia, Nutrição, Educação Física, dois ambulatórios de Infectologia, três de Clínica Médica, e de Planejamento reprodutivo (iniciando agora as atividades no HU).  

De acordo com Meliza Goi Roscani, Chefe da Divisão de Gestão do Cuidado do HU, a volta dos ambulatórios presenciais também vem para suprir uma necessidade do ensino dos estudantes da UFSCar. "Após aprovação do colegiado da Universidade, os internatos retornarão com suas atividades práticas que tinham sido suspensas por conta da pandemia de Covid-19. Agora, os ambulatórios servirão como campo rico de prática para alunos dos quinto e sexto anos do curso de Medicina", afirma. 

Em relação aos exames, serão reiniciados os de raio-X, tomografia, doppler e ecocardiograma. 

Os pacientes atendidos neste momento da retomada gradativa dos cuidados presenciais serão aqueles que possuem doença crônica e que, devido ao seu quadro clínico, precisam de atenção mais urgente. Todos os pacientes serão encaminhados pelo sistema de regulação da Secretaria Municipal de Saúde de São Carlos e terão fluxo de atendimento específico dentro do Hospital.

Ao todo, a Ebserh, administradora do Hospital, vai convocar mais de 500 candidatos

 

SÃO CARLOS/SP - Na última sexta-feira, dia 4 de setembro, foi publicada no Diário Oficial da União a convocação de candidatos aprovados no concurso nacional 01/2019 realizado ela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que administra o Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). No total, mais de 500 candidatos foram convocados nos hospitais da Rede. Para o HU-UFSCar, estão sendo chamados sete profissionais, que devem se apresentar nos próximos dias para entrega de documentos e contratação.
O HU-UFSCar receberá três médicos da área de Clínica Médica, dois médicos da área de Diagnóstico por Imagem, um médico da área de Infectologia Hospitalar e um fisioterapeuta. A relação dos documentos a serem apresentados e os trâmites a serem realizados estão descritos no edital de convocação (https://bit.ly/3jY79hL). A data e horário para apresentação dos candidatos no HU foram agendados por e-mail.

Sobre o concurso
Cerca de 250 mil candidatos fizeram as provas e o resultado final do concurso nacional da Rede Ebserh foi publicado no dia 29 de abril. No total, foram oferecidas 1.660 vagas em todo o País, sendo 533 vagas para médicos em 88 especialidades, 998 vagas para a área assistencial em 53 especialidades e 129 para a área administrativa em 23 especialidades. Todos os documentos referentes ao concurso podem ser acessados na página da Ebserh (https://bit.ly/3h765X7).

Rede Ebserh
Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Ebserh foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência. Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) e, principalmente, apoiam a formação de profissionais da Saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Desde o início da pandemia, Hospital reorganizou sua estrutura, contratou pessoal, capacitou equipes, ampliou leitos, abriu novos serviços e investiu em tecnologia

 

SÃO CARLOS/SP - Esta quarta-feira, dia 26 de agosto, marca seis meses do primeiro caso do novo Coronavírus registrado no Brasil. De lá pra cá, o sistema de saúde brasileiro tem enfrentado desafios diários para atender a população com sintomas da Covid-19. Diante desse cenário e para garantir o atendimento aos casos da doença e de pacientes que demandam outros cuidados em saúde, o Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar/Ebserh) tem empenhado esforços, desde a reestruturação física, passando pela capacitação da equipe, até investimento em novas tecnologias. 
Como medidas de prevenção e controle hospitalar, o HU elaborou protocolos internos e reorganizou o fluxo de atendimento das pessoas com suspeita de Covid-19, que passou a ser realizado em local específico, evitando a exposição ao vírus dos demais pacientes encaminhados pela rede de saúde municipal. Após avaliação médica, é sempre indicado o isolamento social e cuidados em casa ou a internação. 
Além dessa readequação dos fluxos, os leitos foram reestruturados para garantir espaço suficiente aos casos do novo Coronavírus. O Hospital disponibilizou 44 leitos de enfermaria e inaugurou 10 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atendimento exclusivo aos pacientes de Covid-19. A equipe de profissionais também foi ampliada, por meio de processo seletivo emergencial realizado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Ao todo, foram contratados 89 funcionários, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, técnicos em análises clínicas e biomédicos, para atuar na assistência a pacientes suspeitos ou confirmados para Covid-19 que precisam de cuidados em regime de internação, tanto em leitos clínicos como na UTI. 
Com a elaboração de novos fluxos e procedimentos, além da chegada de novos profissionais, foram necessárias capacitações teórico-práticas dos funcionários para a padronização das condutas básicas no manejo clínico dos pacientes e para o alcance da cura dos casos positivos da doença. Foram realizadas 13 capacitações, com 460 participações. Em relação à segurança dos profissionais que atuam na linha de frente, a gestão do Hospital se empenhou em garantir a disponibilização adequada de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e a capacitação para a sua correta utilização. Todo esse empenho se reflete no baixo nível de contaminação e absenteísmo dos colaboradores. 
A inovação no HU também passou pela disponibilização de novos formatos de atendimento diante da necessidade do distanciamento social imposto pela pandemia. Para garantir acompanhamento aos pacientes que já estavam em tratamento no Ambulatório de Especialidades, o Hospital instaurou a prática da telemedicina, por meio de teleconsultas e teleassistência, nas especialidades de Cardiologia, Neurologia, Imunopediatria, Infectologia, Nefrologia, Hematologia, Psiquiatria, Endocrinologia, Pneumologia e Cirurgia Vascular. Desde o início da pandemia, foram realizados 891 atendimentos nessas modalidades. Além disso, o HU também disponibilizou canal de comunicação específico - o Alô HU -, que é aberto à população e recebe chamadas e mensagens com dúvidas em relação à Covid-19. Desde março, o serviço recebeu 1.821 ligações e 446 mensagens.  

Total de atendimentos
O primeiro caso suspeito de Covid-19 foi atendido no HU no dia 16 de março e o primeiro caso confirmado foi no dia 20 de março. Desde o início da pandemia, foram atendidos no Hospital 2.563 casos de síndrome gripal, desses 407 precisaram de internação e 249 foram testados positivo para a doença. Nesta quarta, dia 26/8, o HU tem 23 pacientes internados no espaço Covid, 16 em internação clínica e sete na terapia intensiva.
Para Ângela Leal, Superintendente do HU, essa pandemia está sendo um grande teste para a saúde brasileira. "Em relação ao nosso HU, está sendo extremamente desafiante, mas nossa equipe tem demostrado estar preparada para enfrentar crises. Neste tempo que passou, desde o primeiro caso no País, pudemos aprender muito e colocar em prática os novos conhecimentos adquiridos.  Daquilo que já fizemos, temos o grato sentimento de dever cumprido", afirma Leal.

Classificados Imóveis

Alugo Apartamento

R$ 550,00

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Janeiro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Comércio e Serviços em Geral