fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 

Novo episódio da série está disponível em diferentes plataformas online

 

SOROCABA/SP - O projeto de extensão "Bamo Proseá? Cotidiano e Cultura Caipira", da UFSCar-Sorocaba, promove uma série de podcasts voltados ao universo caipira. Os episódios tratam de assuntos relacionados à música e à viola, à culinária, à literatura, às crenças e religiosidades, entre outros temas

Além dos podcasts, o "Bamo Proseá?" tem uma sessão que é uma conversa mais curta, o "Dedo de Prosa", cujo episódio mais recente aborda a mulher violeira. Intitulado "Nascida para ser violeira", o foco está na história e trajetória de Helena Meireles, reconhecida mundialmente por seu talento como tocadora da denominada viola caipira.

Continua depois da publicidade

O "Dedo de Prosa" e todas as edições do "Bamo Proseá?" estão acessíveis a partir deste endereço https://linktr.ee/BamoProsea. A equipe do projeto é formada pela geógrafa Neusa de Fátima Mariano, professora do Departamento de Geografia, Turismo e Humanidades (DGTH-So) da UFSCar; pelo historiador Elton Bruno Ferreira, professor da Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSul); pelo geógrafo e professor Henrique Pazetti; pelo mestre em Geografia Paulo Lopes, técnico de laboratório do DGTH-So; e pela estudante Isabela Mustafá.

Dúvidas e sugestões de temas podem ser enviadas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Criado por artistas com obras expostas na Europa, África, Ásia, Estados Unidos e América do Sul, painel reforça identidade urbana de retrofit em imóvel industrial

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - Uma equipe formada por mais de uma dezena de artistas criou nos muros do condomínio corporativo Dabi Business Park - DBP o maior painel de arte urbana a céu aberto de Ribeirão Preto. O DBP, localizado no Parque Industrial Lagoinha, Zona Leste da cidade, é resultado do retrofit de um dos mais importantes edifícios industriais do município e está em fase final de obras.

O time de seis grafiteiros e suas equipes foi reunido pelo ribeirão-pretano Lelin Alves e inclui artistas do Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e da França para criar um painel diverso e multicultural.

Continua depois da publicidade

“Por ser o resultado do refrofit de um edifício industrial no qual mantivemos as principais características da arquitetura original, o Dabi Business Park se encaixa perfeitamente na arte urbana que o grafite representa”, explica o gestor do projeto, Eduardo Brondi.

Além de Lelin Alves (@lel1n), que já havia criado outros dois painéis no empreendimento, a equipe é composta pelo o também ribeirão-pretano Bíu, tatuador, caricaturista e grafiteiro do Planeta Bíu (@planetabiu).

Foram convidados ainda o carioca Marcelo Eco (@marceloeco), artista com painéis expostos em cidades do Brasil, Argentina, Itália, França, Alemanha, Holanda, Angola e Egito; e Fabio Does (@does_hdv), um dos precursores do graffiti no Brasil com mais de 30 anos de carreira e participações em projetos em mais de 20 países incluindo Coreia do Sul, Emirados Árabes, Estados Unidos e países da Europa e da América do Sul. Possui trabalhos nos acervos da embaixadas do Brasil em Seul e Lima.

Completam o time Gugie Cavalcanti (@gugie.art), brasiliense radicada em Florianópolis e protagonista feminina no ambiente da arte urbana brasileira, e Luis Seven Martins (@l7matrix), paulista radicado na França com obras expostas em ruas de mais de trinta países.

Os trabalhos no Painel DBP tiveram início na última segunda-feira (10/05) e fforam concluídos em cerca de 10 dias.

 

Dabi Business Park
Rua General Augusto Soares dos Santos, 100
Parque Industrial Lagoinha
Ribeirão Preto - SP

SÃO PAULO/SP - O Projeto Guri maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – se adaptou à realidade digital imposta pela pandemia do novo coronavírus e, hoje, já ultrapassou a marca de 125 mil atividades online. Agora, sem deixar de oferecer recursos para o aprendizado virtual, 32 polos de ensino do interior e litoral de São Paulo seguem as diretrizes do Plano SP e retornam às atividades presenciais. 

Continua depois da publicidade

A coordenação do polo entrará em contato com as famílias dos alunos e alunas que retornarão neste momento. Os responsáveis e os Guris serão orientados a respeito de todos os protocolos de segurança. O retorno presencial ocorrerá de acordo não apenas com o Plano SP do Governo do Estado, mas também seguindo as deliberações das prefeituras de cada município. 

Para Isabelle Gonçalves, gerente do Projeto Guri na região de Itapeva, é muito importante os alunos e alunas terem a possibilidade de voltar a viver a experiência das aulas nos polos, especialmente por contarem com equipes preparadas para acolher os Guris com segurança. “Todos os colaboradores já foram orientados e capacitados em relação aos protocolos, familiares também estão sendo orientados. O retorno é parcial e progressivo, iniciando apenas com alguns cursos e turmas que serão monitorados constantemente pelas equipes regionais”, destaca a gestora.

Gerido pela organização social Sustenidos (no interior e litoral de São Paulo, além da Fundação CASA), o Projeto Guri adota as medidas de combate ao coronavírus recomendadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e ainda complementa a segurança com medidas de prevenção pensadas especificamente para o contexto do ensino musical. As aulas de coral e sopro, por exemplo, são realizadas tendo como cuidado um distanciamento de três metros entre Guris e educadores; enquanto as outras modalidades só precisam de dois metros de afastamento entre as pessoas.

Confira a relação de polos onde a retomada presencial está em curso ou será adotada em breve, bem como as datas previstas para o processo:

Regional Sorocaba 

Polo Itu
Telefone: (11) 4850-7992
Funcionamento do polo: quartas e sextas, das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Praça Doutor Gaspar Ricardo, 73, Liberdade - Itu/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio
 

Polo Itatinga
Telefone: (14) 3848-2022
Funcionamento do polo: quartas e sextas, das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Dr. José Tieghi, 92, Centro - Itatinga/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio
 

Polo São Manuel
Telefone: (14) 3841-4800
Funcionamento do polo: terças e quintas, das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Epitácio Pessoa, 1100, Centro - São Manuel/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio

 

Polo São Roque
Telefone: (11) 4784-3076
Funcionamento do polo: segundas e quartas, das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Aracaí, 250, Centro - São Roque/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio
 

Polo Pilar do Sul
Telefone: (15) 3278-3676
Funcionamento do polo: quartas e sextas, das 13h00 às 17h00
Endereço do polo: Rua Major Euzébio de Moraes Cunha, 297, Centro - Pilar do Sul/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio

Polo São Miguel Arcanjo
Telefone: (15) 3279-4436
Funcionamento do polo: terças e quintas, das 08h00 às 11:00 e das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Marechal Castelo Branco, 650, Centro - São Miguel Arcanjo/SP
Data de retorno presencial: 1 de junho

Regional São José dos Campos

Polo Campos do Jordão
Telefone: (12) 3664-5441
Funcionamento do polo: terças e quintas, 09:00 - 11:00 e 13:30 - 17:30
Endereço do polo: José Benedito Bicudo, 75, Vila Paulista, CEP:12460-000, Campos do Jordão/SP
Data de retorno presencial: 12 de maio 

Polo Natividade da Serra
Telefone: (12) 3677-1123
Funcionamento do polo: terças e quintas, 13:15 - 17:15
Endereço do polo: Avenida Treze De Agosto, 235, Centro, CEP:12180-000, Natividade da Serra/SP
Data de retorno presencial: 12 de maio 

Polo Cachoeira Paulista
Telefone: (12) 3101-4319
Funcionamento do polo: terças e quintas, 13:30 - 17:30
Endereço do polo: Rua Benedito Oliveira, s/nº, Vila Cacarro, CEP:12630-000, Cachoeira Paulista/SP
Data de retorno presencial: 12 de maio 

Polo Ilhabela
Telefone: (12) 3895-8215
Funcionamento do polo: segundas e quartas, 14:00 - 18:00
Endereço do polo: Rua Ernesto De Oliveira, 996, Barra Velha, CEP 11630-000, SP, CEP:12502-070, Ilhabela/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio 

Regional São Carlos

Polo Macatuba
Telefone: (14) 3268-1821
Funcionamento do polo: Segundas e Quartas - 8h às 11h e 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Avenida Coronel Virgílio Rocha, 5-25, Macatuba - São Paulo
Data de retorno presencial: 12 de maio 

Polo Santa Cruz das Palmeiras
Telefone: (16) 3416-3759
Funcionamento do polo: Terças e Quintas - 13h30 às 17h30
Endereço do polo: R. Dr. Amaral, 133 - Santa Cruz das Palmeiras/SP
Data de retorno presencial: 13 de maio 

Polo Santa Gertrudes
Telefone: (19) 3545-1274
Funcionamento do polo: Terças e Quintas - 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Av. Padre Querino Volani, 17, Centro, CEP:13510-000, Santa Gertrudes - SP
Data de retorno presencial: 13 de maio 

Polo Regional Jaú
Telefone: (16) 3602-4780
Funcionamento do polo: Segunda a Sexta - 8h às 11h e 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Tenente Lopes, 350, Jaú - São Paulo
Data de retorno presencial: 17 de maio 

Polo Dois Córregos
Telefone: (14) 3652-3334
Funcionamento do polo: Terças e Quintas - 8h às 11h e 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Avenida Helcy Bueno Faulin, 550, Dois Córregos - São Paulo
Data de retorno presencial: 18 de maio 

Polo Rincão
Telefone: (16) 3395-2016
Funcionamento do polo: Terças e Quintas - 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua João Batista Corse, S/N, Rincão - SP
Data de retorno presencial: 18 de maio 

Polo São Sebastião da Grama
Telefone: (19) 3646-1936
Funcionamento do polo: Terças e Quintas - 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Vereador José Vasconcellos dos Reis, 460, São Sebastião da Grama - SP
Data de retorno presencial: 18 de maio 

Polo Tabatinga
Telefone: (16) 3385-3161
Funcionamento do polo: Terças e Quintas - 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Antônio Caldeira Dantas, 645, Tabatinga - SP
Data de retorno presencial: 18 de maio 

Polo Vargem Grande do Sul
Telefone: (19) 3641-5441
Funcionamento do polo: Segundas à Sextas - 8h às 11h e 13h30 às 18h
Endereço do polo: Rua Prudente de Moraes, 685, Vargem Grande do Sul - SP
Data de retorno presencial: 18 de maio 

Polo Barra Bonita
Telefone: (14) 3641-5235
Funcionamento do polo: Terças e Quintas - 13h30 às 17h30
Endereço do polo: R. Salvador de Toledo, 931, Centro - Barra Bonita/SP
Data de retorno presencial: 20 de maio

Regional São José do Rio Preto

Polo Icém
Telefone: (17) 3282-2989
Funcionamento do polo: segundas e quartas - 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Capitão Jonas Francisco Alves, s/n, Icém - SP
Data de retorno presencial: 10 de maio

Polo Potirendaba
Telefone: (17) 3827-9273
Funcionamento do polo: segundas e quartas - 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Dom Pedro II, 631, Potirendaba - SP
Data de retorno presencial: 10 de maio

Polo Ouroeste
Telefone: (17) 99726-7928
Funcionamento do polo: terças e sextas, das 08h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Borba Gato, 1181, Centro - Ouroeste/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio

Regional Marília

Polo Lins
Telefone: (14) 3522-6253
Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Aureliano Resende De Andrade, 100, Vila Guararapes – Lins/SP
Data de retorno presencial: 4 de maio

Polo Promissão
Telefone: (14) 3541-1556
Funcionamento do polo: quartas e sextas, das 8h às 11h, e terças e quintas, das 13h30 às 17h30 
Endereço do polo: Avenida Francisco Gimenes, 1044 – Promissão/SP
Data de retorno presencial: 10 de maio

Polo Herculândia
Telefone: (14) 3486-1206
Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Quinze de Novembro, 331, Centro – Herculândia/ SP
Data de retorno presencial: 31 de maio

Regional Presidente Prudente

Polo Adamantina
Telefone: (18) 3522-2263
Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 09h às 11h e das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Hermenegildo Romanini, 360, Centro – Adamantina/SP
Data de retorno presencial: 25 de maio

Regional Ribeirão Preto

Polo São Joaquim da Barra
Telefone: (16) 3818-2067
Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Rio de Janeiro, 930, Alto  – São Joaquim da Barra/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio

Regional Itapeva

Polo Regional Itapeva
Telefone: (15) 3521-8168
Funcionamento do polo: segunda a sexta-feira, das 08h00 às 11h30 e das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Adil Bernadino, 522, Vila São José – Itapeva/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio

Polo Buri
Telefone: (15) 3533-1295
Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Vereador Valdemar Lopes De Oliveira, S/N, São José – Buri/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio

Polo Piraju
Telefone: (14) 3351-1361
Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 08h00 às 12h00 e das 13h30 às 17h30
Endereço do polo: Rua Vicente Laino, 416, Centro – Piraju/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio

Polo Sarutaiá
Telefone: (14) 3387-1597
Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h00 às 17h00
Endereço do polo: Rua Joaquim Franco De Godoy, 489, Centro – Sarutaiá/SP
Data de retorno presencial: 17 de maio

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Sustenidos: CTG Brasil; WestRock; Bayer; Novelis; Arteris; CSN; EMS; Grupo Maringá; NovAmérica Agrícola; Capuani do Brasil; Pinheiro Neto; VALGROUP; Raízen; BTP; Caterpillar; Cipatex; Faber-Castell; Supermercados Rondon; CNH Capital; Instituto 3M; Louis Vuitton; Mercedes-Benz; Petrom – Petroquímica Mogi das Cruzes; Castelo Alimentos; Enel; Pirelli.

Patrocinador Musicou – Sustenidos: CTG Brasil; Grupo Maringá; SulAmérica.

Patrocinador Som na Estrada – Sustenidos: Supermercados Tauste; Sky; Glovis; Supermercados Rondon.

Patrocinador Imagine Brazil e Ethno Brazil – Sustenidos: Sky e Supermercados Tauste.

Patrocinadores Institucionais da Sustenidos: Microsoft e VISA.

Sobre o Projeto Guri: mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos no curso de luteria, nos Grupos de Referência e nos polos da Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Sustenidos, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 850 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Sustenidos: Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Sustenidos é a organização responsável pelos programas Projeto GuriSom na EstradaMusicou e MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange); pelos festivais Ethno Brazil e Imagine Brazil; e pelo Conservatório Dramático e Musical de Tatuí. No Projeto Guri desde 2004, é responsável pela gestão do programa de ensino musical no litoral e no interior do Estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm suporte fiscal da Lei Federal de Incentivo à Cultura e do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.sustenidos.org.br/pessoa-fisica/

SÃO CARLOS/SP - A Câmara Municipal de São Carlos realizará audiência pública online nesta quinta-feira (6), às 18h, para discutir o projeto de lei de autoria do vereador Azuaite Martins de França (Cidadania), que cria o Conselho Municipal de Política Cultural em substituição ao Conselho Municipal de Cultura, inativo desde 2018.

O órgão, responsável por fiscalizar as ações e políticas culturais da cidade, assim como gerenciar o Fundo Municipal de Cultura, é regulamentado por uma legislação de 2014 que, segundo Azuaite, “passados 17 anos necessita de uma revisão profunda e urgente”.

“Se o Conselho  estivesse em pleno funcionamento, teria sido muito mais fácil a distribuição dos recursos vindos para o Município através da Lei Aldir Blanc, criada no ano passado, em razão da pandemia do coronavírus - que paralisou quase por completo as atividades culturais em nosso país, com efeitos calamitosos sobre toda a cadeia produtiva da cultura e seus atores”, declarou Azuaite.

Segundo ele, o projeto de lei estabelece que o novo conselho, de caráter deliberativo, “terá atribuições muito claras quanto ao compartilhamento com a administração municipal na definição da aplicação dos recursos públicos na área da cultura e das artes”.

 Azuaite  afirmou esperar que o projeto seja aprovado pela Câmara e destacou a importância da realização do debate entre vereadores, representantes da Prefeitura, sociedade civil e universidades “que contribuirão para o aperfeiçoamento da proposta”.

 

A audiência poderá ser acompanhada ao vivo pelo Canal 8 da NET, pela rádio São Carlos (AM 1450), pelo site (camarasaocarlos.sp.gov.br), Youtube (youtube.com/user/camarasaocarlos) e Facebook (facebook.com/camaramunicipaldesaocarlos/) oficiais da Câmara Municipal.

Novo episódio da série está disponível em diferentes plataformas online

 

SOROCABA/SP - O projeto de extensão "Bamo Proseá? Cotidiano e Cultura Caipira", da UFSCar-Sorocaba, promove uma série de podcasts voltados ao universo caipira. Os episódios tratam de assuntos relacionados à música caipira e à viola, culinária, literatura, crenças e religiosidade, entre outros.

O novo capítulo da série, intitulado de "Bamo cumê?", tem a participação de Gabrielle Pereira, formada em gastronomia e que trabalha para manter viva a tradição da comida caipira. Na conversa, ela conta sobre as formas antigas de conservar os alimentos e que resultaram em pratos considerados famosos na atualidade. 

O episódio "Bamo cumê?" está disponível no Instagram (instagram.com/bamoprosea), Facebook (facebook.com/bamo.prosea.7), Spotify (https://spoti.fi/33Adold) e Google Podcasts (http://bit.ly/3uE0u2x). Todos os links de acesso estão no site https://anchor.fm/proseano. Além das conversas do "Bamo Proseá?", o projeto também está produzindo a seção "Dedo de Prosa", em podcasts menores e divertidos.

A equipe é formada pela geógrafa Neusa de Fátima Mariano, professora do Departamento de Geografia, Turismo e Humanidades (DGTH-So) da UFSCar; pelo historiador Elton Bruno Ferreira, professor da Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSul); pelo geógrafo e professor Henrique Pazetti; pelo mestre em Geografia Paulo Lopes, técnico de laboratório do DGTH-So; e por Mayre Carriel, graduanda em Geografia do Campus Sorocaba da Universidade.

Dúvidas e sugestões de temas podem ser enviadas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Mostra virtual pode ser vista até o dia 30 de abril

 

SOROCABA/SP - Até o dia 30 de abril, está em cartaz a exposição virtual "Ciras - Mulheres Latino-Americanas que Inspiram", que reúne pratos decorativos pintados à mão, por Alessandra Moreira, nos quais estão representadas 20 mulheres latino-americanas que inspiram a trajetória pessoal, profissional e acadêmica da artista.
Alessandra Moreira é artista visual, estudante de Geografia na UFSCar-Sorocaba e idealizadora do projeto Cira Arte, no qual, desde 2015, desenvolve trabalhos de pintura e ilustração com temáticas relacionadas à cultura e à religiosidade afro-brasileira, popular e latino-americana. 

Na mostra "Ciras - Mulheres Latino-Americanas que Inspiram", os pratos foram escolhidos como suporte para as representações com o objetivo de provocar um debate sobre o lugar das mulheres na sociedade: da cozinha para o mundo. Um objeto do cotidiano se torna uma peça de arte, simbolizando toda vez que uma mulher rompe com seu lugar pré-determinado socialmente e ocupa outros espaços do conhecimento, da arte, da ciência, do trabalho etc.

"Esse objeto do cotidiano [o prato] pode ser percebido de diversas formas, refletido e reelaborado tanto no campo simbólico quanto de sua função. Nesse sentido, buscamos questionar o lugar do prato e a possibilidade de transformá-lo em peça de arte, e ainda, objetivamos fazer uma discussão sobre o lugar da mulher na sociedade", afirma a autora na apresentação da mostra.

Utilizando a técnica da "cerâmica fria", com tintas acrílicas e PVA (látex), Moreira trabalha cores vibrantes e traços orgânicos, para retratar "mulheres que de alguma forma ultrapassaram barreiras impostas pela sociedade, ocupando outros lugares em seus respectivos momentos históricos".

A exposição é resultado de projeto executado a partir da ação emergencial - Lei n° 14.017/2020 - Aldir Blanc, e está disponível para apreciação do público neste site (http://encurtador.com.br/HNPRS), com fotos, textos e vídeos. Além das pinturas, as pessoas poderão saber mais sobre as personalidades escolhidas e as motivações da artista. Mais informações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Novo episódio da série está disponível em diferentes plataformas online

 

SOROCABA/SP - O projeto de extensão "Bamo Proseá? Cotidiano e Cultura Caipira", do Campus Sorocaba da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), promove uma série de podcasts voltados ao universo caipira. Os episódios tratam de assuntos relacionados à música e à viola, à culinária, à literatura, às crenças e religiosidades, entre outros temas.

Agora, além dos podcasts, o "Bamo Proseá?" está lançando uma sessão que é uma conversa mais curta: o "Dedo de Prosa", cujo episódio de estreia aborda o samba caipira de Quadra. Os convidados - Rafael Sant’Ana e Érica Vaz - contam sobre as origens do samba caipira e destacam o grupo Filhos de Quadra, com suas composições registradas em uma escrita simples e à mão, de João de Ditão.

O "Dedo de Prosa" e todas as edições do "Bamo Proseá?" estão disponíveis no Instagram (instagram.com/bamoprosea), Facebook (facebook.com/bamo.prosea.7), Spotify (https://spoti.fi/33Adold) e Google Podcasts (http://bit.ly/3uE0u2x).

A equipe do projeto é formada pela geógrafa Neusa de Fátima Mariano, professora do Departamento de Geografia, Turismo e Humanidades (DGTH-So) da UFSCar; pelo historiador Elton Bruno Ferreira, professor da Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSul); pelo geógrafo e professor Henrique Pazetti; pelo mestre em Geografia Paulo Lopes, técnico de laboratório do DGTH-So; e por Mayre Carriel, graduanda em Geografia do Campus Sorocaba da Universidade.
Dúvidas e sugestões de temas podem ser enviadas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Com mais de 150 atividades gratuitas no ambiente digital, o Festival convida o público a uma jornada de aprendizado criativo envolvendo artes visuais e tecnologias. E pela primeira vez está sendo disponibilizado gratuitamente o Almanaque FestA!, uma mistura de livro, manual, guia e caderno de jogos, repleto de histórias, curiosidades, atividades e outras experiências

 

SÃO CARLOS/SP - O FestA! – Festival de Aprender do Sesc São Paulo é aquele momento do ano para celebrar o fazer artístico e a descoberta do potencial criativo de cada um por meio do encontro com artistas, educadores e públicos diversos. Dessa vez, o Festival acontece no meio digital – de 19 a 28 de março – em uma programação de bate-papos, lives, oficinas, cursos e intervenções, com opções para diversas faixas etárias, nos canais e redes sociais das unidades do Sesc em todo o estado de São Paulo. Mesmo com o uso intenso da tecnologia, o evento busca um contato com os fazeres artísticos ancestrais e tradicionais, sem deixar de olhar para o futuro dessas artes.

Por meio de atividades que unem artes, tecnologias e diferentes práticas culturais, o FestA! – Festival de Aprender busca incentivar o prazer pelo fazer artístico em distintas gerações e favorecer o reconhecimento do potencial criador presente em cada indivíduo. As mais de 150 atividades gratuitas se voltam aos mais variados perfis de públicos com diferentes faixas etárias e interesses.

Para Danilo Santos de Miranda, diretor do Sesc São Paulo “2020 ficará marcado não somente como o ano em que a convivência entre as pessoas foi afetada pela pandemia de covid-19. Ele também deverá ser lembrado como o período em que nos vimos chamados a reinventar os meios de nos relacionarmos e, principalmente, de cuidarmos uns dos outros. É nesse sentido que o FestA! – Festival de Aprender, impedido de promover a reunião entre os que cultivam o prazer de aprender e de criar, remodela o seu formato e vai ao encontro desses aprendizes-criadores em suas casas”.

Realizado anualmente pelo Sesc São Paulo desde 2017, o FestA! – Festival de Aprender teve que se reinventar em sua mais nova edição. Com os planos de encontros presenciais suspensos em 2020 e sem perspectivas de quando seria possível reunir pessoas novamente, o que parecia um impedimento virou um desafio. Apesar do isolamento, houve um crescimento na procura de novos aprendizados, muitos com foco na criatividade, e o Festival atua justamente na aproximação desses públicos diversos, convidando-os a conhecer uma amostra do que é oferecido regularmente na programação de cursos e oficinas da instituição, permitindo a possibilidade do encontro, mesmo que à distância.

 

Programação online e plural

Contemplando cursos online, dicas, vídeos, bate-papos e lives, as atividades do FestA! – Festival de Aprender aliam artes visuais e tecnologias e acontecem virtualmente nas 40 unidades do Sesc no Estado de São Paulo.

A programação traz vários destaques como o bate-papo Sair a Terreiro: Artes e Tecnologias em Confluência com o rapper, cantor e compositor Emicida, que acontece dia 19 de março, sexta-feira, às 18h30, no Facebook do Sesc SP e no YouTube do Sesc Registro. Com mediação de Priscila Oliveira, educadora no Espaço de Tecnologias e Artes (ETA) do Sesc Registro, o encontro tem ainda participação da líder quilombola Maria da Guia Marinho, da cientista social, educadora popular e moradora da comunidade da Enseada da Baleia, na Ilha do Cardoso, em Cananéia, Tatiana Cardoso e do artista visual urbano Xadalu.

Para quem gosta de artes gráficas, nos dias 19 de março (sexta-feira, das 11h às 16h), 20 de março (sábado, das 11h às 20h) e 21 de março (domingo, das 11h às 21h30), no YouTube do Sesc 24 de Maio, acontece a Printa-Feira na Rede!, a versão online da tradicional feira de arte impressa autoral e publicações alternativas e independentes do Sesc 24 de Maio. Quinze participantes, de diferentes segmentos dentro das artes gráficas, farão lives de aproximadamente 40 minutos em que apresentam seu trabalho editorial e mostram algum aspecto da impressão e edição gráfica relacionada à sua produção. Além das lives, haverá seis bate-papos com editores sobre diversos assuntos ligados à produção editorial e financiamento coletivo – e um fanzine exclusivo para download.

A produção têxtil latino-americana marca presença com a série Linha-Continente: Tramas Latinoamericas, que acontece dia 20 de março, sábado, às 15h, com as artistas e artesãs têxteis mexicanas da Malacate – Colectiva de Mujeres Autónomo y Autogestivo e dia 27 de março, sábado, às 15h, com a artista têxtil peruana Ana Tereza Barbosa. Os encontros serão um misto de bate-papo e oficina em que se ensinará/demonstrará algo muito simples e breve como um ponto de bordado ou um nó de um quipu (ou khipu). Na oficina Trama: Faça seu KHIPU Adaptado (dias 25 e 26 de março, quinta e sexta-feira, às 19h), o Historiador e Promotor Cultural peruano Adrian Ilave mostra técnicas para utilizar o instrumento incaico como uma ferramenta de comunicação.

Em Desenha e Fala: Floresta de Pé, Fascismo no Chão (dia 24 de março, quarta-feira, às 20h, no YouTube do Sesc Consolação) o público é convidado a conversar e desenhar a partir de propostas do artista Denilson Baniwa e da educadora Ana Paula Anderson, que debatem tentativas de aproximar cidade e floresta. Já na oficina Colado em Casa: Oficina de Colagem Digital com Softwares Gratuitos (dias 23 e 25 de março, terça e quinta-feira, das 15h às 17h – encontros sequenciais), o designer e artista visual Matheus Souza apresenta possibilidades de remixagem da imagem através da colagem digital.

 

Atividades para os pequenos

O FestA! – Festival de Aprender também reservou uma programação específica para as crianças. A oficina Terra Fértil para Crianças (dia 20 de março, sábado, às 11h) é um estímulo para interação de famílias com o brincar, resgatando a delicadeza da brincadeira no quintal, estimulando a imaginação, lançando mão dos brinquedos não estruturados, dando às crianças (de 3 a 12 anos) algo totalmente sem estrutura, uma massa, colorida, para criar seu mundo.

Objetos Impressos: Desenhar com Carimbos de Utensílios e Elementos do Cotidiano (dias 20 e 21 de março, sábado e domingo, às 16h30 – encontros independentes) é uma oficina que tem como ponto de partida a prática artística de apropriação de objetos de caráter urbano e cotidiano que, ao serem impressos, revelam imagens e enfatizam desenhos e formas deslocados de seu contexto original. Já na oficina Ateliê de Invenções: Maurizio Zelada (dia 21 de março, domingo, às 11h, no Facebook, Instagram e YouTube do Sesc Birigui), o inventor Maurizio Zelada abre as portas do seu ateliê e apresenta suas invenções e traquitanas. O criador de diversos elementos cênicos do programa Castelo Rá Tim Bum também vai ensinar a fazer uma engenhoca simples e divertida.

Parte das atividades da programação do FestA! oferece vagas limitadas e acontece por meio de plataformas de videoconferência. As inscrições para esses encontros têm início a partir das 14h do dia 17 de março em sescsp.org.br/inscricoes

 

Almanaque FestA!

Novidade da quarta edição do FestA! – Festival de Aprender, o Almanaque FestA! potencializa a criação de diferentes universos artísticos, por qualquer pessoa, em qualquer lugar. Para tanto, foram reunidos arte-educadores da equipe do Sesc São Paulo e artistas de diversas linguagens. Com 102 páginas e dividido em sete seções – Impressão, Matriz & Cópia; Trama; Traço; Pigmento; Forma & Volume; Imagem, Tempo & Movimento e Remix – o Almanaque reúne curiosidades, histórias, exemplos, jogos e proposições criativas para que se possa dividir experiências.

Não é preciso ter conhecimento prévio para realizar as atividades, só é necessário ter vontade e deixar a criatividade fluir. A ideia é que as pessoas desenvolvam juntas a curiosidade pelas artes visuais e suas tecnologias, colocando as mãos na massa e transformando seus entornos.

A versão impressa da publicação será distribuída gratuitamente, a partir do mês de abril, a 70 mil trabalhadores de baixa renda, do comércio, serviços e turismo, o público prioritário do Sesc, exclusivamente por meio do programa de relacionamento com empresas da instituição. Para o público em geral, o Almanaque FestA! já está disponível para consulta online, download gratuito e impressão a partir da plataforma Sesc Digital, em sescsp.org.br/almanaquefesta

 

Para roteiro:

FestA! – Festival de Aprender – De 19 a 28 de março.

Programação Sesc São Carlos

oficina
desCONSTRUÇÃO do OLHAR: exploração da criatividade e desenho
Com Lucas Tannuri
Os participantes escolhem pequenos objetos para ressignificá-los e criarem desenhos a partir deles. Não há a necessidade de saber técnicas de desenho, a  metodologia da oficina será focada na imaginação, adentrando a técnica de perspectiva, entrelaçando desenho e observação do dia a dia e das situações que nos permeiam.
Lucas Tannuri é publicitário, formado pela Universidade de Araraquara e atua no mercado audiovisual desde 2003. Embasado por uma estética humanizada e uma preocupação com a linguagem utilizada, dedica-se à fotografia, ao design, aos trabalhos audiovisuais e à ilustração, por meio da L'art Produtora, empresa a qual dirige, atuando in loco e, acima de tudo, supervisionando todos os trabalhos por ela assinados. Como ilustrador, além de desenhar para caderno infantil de jornal impresso por vários anos e assinar outros trabalhos gráficos, bem como abstract graphics e animações de videoclipes. Além disso, publicou em 2018, em conjunto com sua filha, o livro "O Grande Desafio das Pequenas Coisas", com desenhos inspiradores.
Formato: aulas via zoom para inscritos previamente,
Dia 19/3, sexta, das 14h às 18h
Inscrição - Grátis

16 anos

ateliê
Objetos impressos: desenhar com carimbos de utensílios e elementos do cotidiano
Com Mirella Marino
A oficina tem como ponto de partida a prática artística de apropriação de objetos de caráter urbano e cotidiano que, ao serem impressos, revelam imagens e enfatizam desenhos e formas deslocados de seu contexto original. Os participantes constroem novas composições, investigando maneiras de transformar esses elementos por meio da imaginação e construindo narrativas que componham um pequeno livro.

Encontro 1 - Carimbos:  a proposta é que objetos de nossas casas sejam utilizados como carimbos, de tal forma a despertar novos olhares para esses elementos e para o nosso entorno. Os participantes são convidados a experimentar o uso dessas "matrizes" inusitadas como ponto de partida para a criação de novas imagens, interferindo posteriormente nestas impressões por meio da colagem. 

Encontro 2  - Frotagem: Os participantes são convidados a investigarem diferentes texturas e superfícies de suas casas e a partir dessas apropriações construírem novas imagens com o uso da técnica da colagem.

MIRELLA MARINO é artista visual, vive e trabalha em São Paulo. Participa de exposições coletivas e individuais e em 2004 recebeu o Prêmio Estímulo CPFL pelo trabalho realizado no Museu de Arte de Ribeirão Preto. Desde 2005 realiza trabalhos em grandes dimensões destinados a edifícios em diversas cidades do país. Publicou dois livros infantis pela Companhia das Letrinhas: 2 Cores (2011) e Impressão das Coisas (2014), ambos em parceria com a artista Renata Bueno.

Você vai precisar de:
Papel sulfite
Papéis coloridos
Giz de cera
Cola bastão
Tinta guache ou corante alimentício
Esponjas de lavar louça
Tesoura
Objetos da casa que possam ser carimbados
Almofadas de tinta para carimbo (opcional)

Plataforma Zoom
Dias 20 e 21/3, sábado e domingo, das 16h30 às 18h30
Grátis
Vagas limitadas. Inscrições a partir das 14h do dia 17/3 em inscricoes.sescsp.org.br
Livre

oficina
Edição de Poemas Sonoros
Com Renato Assis, educador do Espaço de Tecnologias e Artes.
Gravação de trechos de poemas de Manoel de Barros, que serão editados em software livre para construção do ambiente sonoro de um novo poema.
Recomendável instalar no computador o software livre Audacity (https://www.audacityteam.org/download/)

Plataforma Zoom
Dia 24/3, quarta, das 15h às 17h
Ação Online
Grátis
Vagas Limitadas. Inscrições a partir das 14h do dia 17/3 em inscricoes.sescsp.org.br
12 anos

oficina
Animação de poemas com Scratch
 Com Renato Assis, educador do Espaço de Tecnologias e Artes.
Os participantes são convidados a desenvolver seu poema animado utilizando o  Scratch,  uma ferramenta online que permite criar sequências animadas, desenhos interativos e até jogos em 2D. Com ele, é possível não somente criar objetos digitais de aprendizagem, mas, principalmente, se apropriar da linguagem de programação.
Plataforma Zoom
Dia 25/3, quinta, das 15h às 17h
Grátis
Vagas limitadas. Inscrições a partir das 14h do dia 17/3 em inscricoes.sescsp.org.br
10 anos

ateliê
Desobjetos de tecer: exploração de objetos comuns como instrumentos de tecer
Com Coletivo Meio Fio
A partir da leitura de poemas de Manoel de Barros, adultos e crianças são convidados a explorar objetos comuns (canetas, chaves de fenda e pentes) como instrumentos de tecer.

Vídeo 1- Bordado em Peneiras
Inspirados pela leitura de "O menino que carregava água na peneira" bordaremos em ponto cruz uma peneira na desfunção, função poesia.

Vídeo 2 - Tricô em chave de fenda, colher de pau e afins.
"Não quero saber como as coisas se comportam. Quero inventar comportamento para as coisas". Manoel de Barros descomporta a função de objetos e significados de palavras. Assim como o poeta, observaremos a casa e com um par de chaves de fenda, colheres de pau ou canetas tricotaremos as entrelinhas.

Vídeo 3 - Tricô de dedo e de pente
Chamem as crianças que iremos tecer a partir de um pente e, como Manoel de Barros, criar uma nova didática da invenção.

COLETIVO MEIOFIO foi criado em 2015 e desenvolve projetos que transformam espaços e narrativas por meio do fazer manual têxtil, trabalhando com a construção de valores de identidade e comunidade. Já atuou em 30 cidades, envolvendo em tramas mais de 4 mil participantes em projetos para instituições culturais como o Sesc SP, Sesc MG, Masp, Centro Cultural Banco do Brasil, MIS, Centro Cultural São Paulo, Itaú Cultural.

FORMATO: 3 Vídeos tutoriais+ PDF com instruções para cada vídeo. Serão publicados no Youtube da unidade em 3 dias consecutivos.
De 26 a 28/3, sexta a domingo, das 16h30 às 17h30
Grátis
10 anos
 

 

Programação completa: sescsp.org.br/festa

Siga @etasescp @sescsp #FestanoSesc
+ perfis e canais de todas as unidades

LONDRINA/PR - Para realizar um resgate histórico, cultural e afetivo das raízes do carnaval no Brasil, o Sesc Cadeião Cultural realiza a sétima edição do CarnavARTE. Na tarde de sábado de carnaval (13), a partir das 16h, o público poderá acompanhar pelas redes sociais do Sesc PR, o Bailinho do Plantão, com o grupo Plantão Sorriso. Trata-se de um espetáculo musical e de humor, formado por palhaças e palhaços profissionais e já faz parte da programação oficial do carnaval londrinense.

No período de 24 a 27 de fevereiro, o público também poderá participar das oficinas on-line e ao vivo, via plataforma Microsoft Teams, mediante inscrição.

Mais informações e inscrições podem ser obtidas e realizadas pelo telefone (43) 3572-7700 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Acesse https://www.youtube.com/watch?v=sjWFA-A2xDQ e ative o lembre para poder acompanhar ao show ao vivo.

Cines Iguatemi São Carlos 

04/02 a 10/02

(Programação Sujeita a Alterações Sem Aviso Prévio)

.....SALA 01:.......

PINÓQUIO

FANTASIA/DRAMA – DUBLADO-duração: 137 min – verifique a classificação indicativa do filme

Segunda a sexta-feira : 17:00

Sab e dom : 14:30 / 17:00

 

.........SALA 02:.........

 MULHER MARAVILHA – 1984

AVENTURA / AÇÃO -DUBLADO -duração: 151 min – verifique a classificação indicativa do filme

 Segunda a sexta-feira: 17:15

Sab e dom : 14:00 / 17:15

 

.....SALA 03:.......

DESTRUIÇÃO FINAL:O REFUGIO

Drama/suspense - duração: 119 min – verifique a classificação indicativa do filme

Diáriamente : 16:00

AMIZADE MALDITA

terror - duração: 84 min – verifique a classificação indicativa do filme

diariamente : 18:15

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Junho 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30        
Propagandas gratuitas right 2