fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
UFSCar oferece especialização EaD em Educação de Surdos em Abordagem Bilíngue Libras/Língua Portuguesa (Imagem: Divulgação)

UFSCar oferece especialização EaD em Educação de Surdos em Abordagem Bilíngue Libras/Língua Portuguesa

Escrito por  Maio 20, 2022
Aulas da pós-graduação começam no dia 1º de junho

 

SÃO CARLOS/SP - O avanço de uma proposta de aprendizagem inclusiva e a ampliação do número de pessoas com deficiência dentro da escola comum nas últimas décadas aumentou a necessidade de formação de professores para surdos, que sejam fluentes na Língua Brasileira de Sinais (Libras) e tenham conhecimento cultural relacionado a área, assim como por profissionais intérpretes educacionais. Para atender essa demanda, estão abertas as inscrições na seleção para o Curso de Especialização a Distância (EaD) de Educação de Surdos em Abordagem Bilíngue (Libras/Língua Portuguesa), ofertado pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). 
Apesar de ter sido definido em 2005 que Libras estivesse nas escolas, só em agosto de 2021, uma alteração na Lei de Diretrizes e Bases garantiu a educação bilíngue como uma modalidade de ensino, de forma transversal, desde o ensino infantil até o nível superior. "Libras deve estar no currículo e nas práticas de ensino. Isso faz com que a gente, de fato, tenha que adequar a realidade escolar ao currículo bilíngue. Na própria Lei Brasileira de Inclusão, há indicativos da necessidade de promover acessibilidade comunicacional, com urgência, nos mais variados espaços sociais e em especial na esfera educacional", diz a professora Vanessa de Oliveira Martins, docente do Departamento de Psicologia e coordenadora da especialização 
Para a especialista, o maior problema na educação dos surdos é justamente a falta de profissionais qualificados para orientar as escolas quanto ao direcionamento dos estudantes. "Muitos surdos adultos lembram com tristeza da escola, pois passaram por ela sem aprender, provavelmente porque o professor não foi capacitado com os métodos necessários. Uma criança surda precisa adquirir o aprendizado em Libras e depois ser letrada em Língua Portuguesa para poder correlacionar. As escolas devem se adaptar e isso passa, principalmente, pela formação dos educadores. Os docentes têm que conhecer muito bem a estrutura de Libras. Existe a necessidade de uma formação continuada e a especialização atende essa demanda que é e urgente", ressalta a professora. 
A pós-graduação da UFSCar conta com duas ênfases, em "Docência bilíngue na Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental" e em "Tradução e Interpretação na Educação Básica". No primeiro ano do curso, é abordado o conteúdo básico relacionado a Libras, com disciplinas que compõem o eixo de teorias educacionais e de pesquisa. Já no segundo ano, ocorre a divisão das turmas por ênfase, com matérias específicas de acordo com a área de formação. Para optar pela ênfase 1 é preciso ser licenciado em Pedagogia ou Educação Especial. Já para a ênfase 2 é necessário licenciatura ou bacharelado em qualquer área e alguma prática comprovada como tradutor e intérprete de Libras em qualquer contexto de atuação. "A ênfase 2 forma intérpretes para produzir material didático, trazendo o conteúdo em Libras, que é a primeira língua da comunidade surda. O profissional precisa estar capacitado para a alfabetização de um surdo, o que demanda o preparo e materiais didáticos específicos. Queremos formar bons professores e bons intérpretes", destaca a docente. 
O Curso de Especialização a Distância (EaD) de Educação de Surdos em Abordagem Bilíngue (Libras/Língua Portuguesa) da UFSCar aborda legislação, a história da educação dos surdos, o papel da escola, além dos desafios educacionais. A educação e o currículo bilíngue, a produção de instrumentos de avaliação e a expressão facial e corporal também são tratadas. A grade curricular ainda traz os prejuízos da aquisição tardia da linguagem, o papel da cultura nos processos de aquisição e desenvolvimento da linguagem e pensamento, assim como conteúdos relacionados a como usar equipamentos eletrônicos e mídias para a construção de materiais acessíveis. "Existem surdos, que são filhos de surdos, surdos filhos de ouvintes, ouvintes filhos de surdos e a especialização também ensina a lidar com essas diferentes situações", relata a professora Vanessa. 
As aulas começam no dia 1º de junho. A formação pedagógica é voltada para todas as áreas e não oferece um conteúdo específico em Libras. Sendo assim, é preciso ter conhecimento introdutório na língua para o ingresso. O formulário de inscrição, as formas de pagamento e mais informações estão disponíveis em www.educasurdos.faiufscar.com.
Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

Website.: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas
E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Top News

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Julho 2022 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
Aviso de Privacidade

Este site utiliza cookies para proporcionar aos usuários uma melhor experiência de navegação.
Ao aceitar e continuar com a navegação, consideraremos que você concorda com esta utilização nos termos de nossa Política de Privacidade.