fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 

SÃO CARLOS/SP - A ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) divulgou nesta segunda-feira, 26 de fevereiro, o horário de funcionamento do comércio de rua (centro e bairros) em Março de 2024.

Segundo divulgado pela Associação, nos dois primeiros sábados, dias 02 e 09, o comércio poderá funcionar em horário especial, das 09h às 17h. Nos dias 16, 23 e 30, o funcionamento será das 9h às 13h.

O comércio funcionará normalmente de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

Aos domingos, as lojas ficarão fechadas.

Ivone Zanquim, presidente da ACISC, informa que o horário de abertura do comércio é definido durante Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), pelos sindicatos SINCOMERCIO e SINCOMERCIÁRIOS e comerciantes. “A ACISC apenas colabora com a divulgação dos horários, portanto, não interferimos nas decisões desse calendário”, explicou.

Caso tenha alguma reclamação e/ou sugestões sobre o horário, pede-se entrar em contato diretamente com os sindicatos responsáveis.

Serviço:
Horário do Comércio – Março 2024

Dia 02 e 09 (sábados): das 9h às 17h;
Dias 16, 23 e 30 (sábados): abertura das 9h às 13h;
De segunda a sexta-feira: das 9h às 18h.
Aos domingos: comércio fechado 

Confira também o Horário do Comércio de São Carlos em nossas redes sociais: @aciscsaocarlos.

SÃO CARLOS/SP - Um trabalho integrado envolvendo Vigilância Sanitária, Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano e Procon, realizou na quarta-feira (21/02) e na quinta-feira (22/02), uma operação de fiscalização para coibir a venda de cigarros eletrônicos e itens correlatos, como vaper, pod, e-cigarette, e-ciggy, e-cigar e essências líquidas. A comercialização destes produtos é proibida no país pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
 A operação foi determinada pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) e, ao todo, foram vistoriados 19 estabelecimentos. Em três dos locais foram encontradas irregularidades administrativas e em um deles produtos ilícitos.
A supervisora da Vigilância Sanitária, Fernanda Cereda, ressalta que a fiscalização continuará sendo realizada nos estabelecimentos da cidade, uma vez que são produtos nocivos à saúde do consumidor.
O diretor de Fiscalização, Rodolfo Tibério Penela, informou que nas vistorias realizadas foram verificadas toda documentação pertinente a cada atividade do estabelecimento.
 Vale lembrar que no dia 1º de agosto de 2022, o Procon São Carlos publicou a Nota Técnica nº 02, tornando público que os estabelecimentos comerciais deveriam parar imediatamente a comercialização, importação e propaganda dos produtos conhecidos como dispositivos eletrônicos para fumar. “Alertamos que o descumprimento da recomendação resultaria na aplicação das sanções de que trata o Decreto 2.181/97 e que realizaríamos fiscalização rigorosa”, lembra o diretor do Procon São Carlos, Lucas Leão, ressaltando que a fiscalização continuará sendo realizada.

IFA Business New York/Brasil acontece em abril no Shopping Iguatemi e traz o estilista brasileiro Júlio César, radicado nos Estados Unidos e natural do Rio Grande do Norte

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - Ribeirão Preto volta para o circuito fashion com o 1° workshop de moda internacional do interior do estado de São Paulo, com o estilista brasileiro Júlio César, que é radicado nos Estados Unidos e tem ateliê em Nova York há 30 anos. O IFA Business New York/Brasil acontecerá no dia 17 de abril, no Shopping Iguatemi, das 16h às 21h30 e é organizado pela agência Juliana Rangel Comunicação, que atua há oito anos no mercado da moda global.

Natural de Mossoró, no Rio Grande do Norte, Júlio César se divide, hoje, entre os seus ateliês de Natal e Nova York. Além de ser o único estilista brasileiro a fazer parte da Vogue Patterns, conceituado catálogo presente no mundo todo com moldes exclusivos de estilistas convidados, ele também já trabalhou no departamento de pesquisa da Folha de São Paulo e para o fã clube “Ovelha Negra”, da Rita Lee. 

“O convite para esse projeto surgiu quando conheci a Juliana Rangel [idealizadora do projeto] em Nova York, no ano passado. Fizemos uma entrevista, super gentil e agradável, ao final, nós sentimos que deveríamos fazer algo a mais”, comenta o estilista. 

Das várias técnicas que Júlio César pratica, a colagem sobre tecido é a que ele mais gosta, somando com a responsabilidade da moda sustentável. O estilista se tornou um profissional respeitado nacional e internacional criando suas próprias referências, produzindo peças fortes, coloridas e intrigantes. 

Um dos destaques de seus trabalhos, são as peças exclusivas confeccionadas para Lia de Itamaracá, que é dançarina, compositora e cantora de ciranda brasileira e considerada a mais célebre cirandeira do Brasil. Ela foi homenageada no Carnaval 2024 da Ilha de Itamaracá em Recife, Pernambuco e Natal, além das escolas de Samba Império da Tijuca, do Rio de Janeiro, e Nenê de Vila Matilde, de São Paulo. 

Na próxima semana, Júlio César embarca para Miami para acompanhar Lia de Itamaracá no Montreux Jazz Festival. “Eu estou trabalhando em um vestido para o show da Lia nesta primeira edição do festival Montreux Jazz, em Miami”, comenta o estilista.

IFA Business New York/Brasil 

IFA (Interior Fashion Arts) é uma extensão do trabalho na moda desenvolvido pela jornalista e empresária Juliana Rangel, que todo ano cobre a New York Fashion Week (NYFW) e abre mercado internacional com relacionamento com estilistas brasileiros e americanos. O objetivo é reunir empreendedores nacionais e locais para trocar conhecimento sobre moda e fomentar o mercado fashionista. 

“O projeto IFA, em Ribeirão Preto, completa 8 anos no mercado. Começou em 2016 quando promovemos o maior evento de moda do interior do estado de São Paulo e, em 2017, nos tornamos um portal de notícias e, depois, ampliamos o projeto para Nova York”, explica Juliana Rangel. “Por conta dessa abertura de mercado, hoje nós conseguimos trazer para Ribeirão Preto este workshop de proporção internacional”, ressalta.

Nesta edição do IFA Business New York/Brasil, com o patrocínio oficial do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto, o público com interesse na área da moda e influenciadoras, terão acesso a palestra exclusiva de Júlio César sobre posicionamento e abertura de mercado e, ainda, poderão desfrutar de um coquetel de encerramento para networking e acesso ao estilista. 

“O evento vem para proporcionar muito conteúdo de moda internacional, ressaltando a presença de mercado que o Brasil tem no exterior, além de proporcionar muito relacionamento entre profissionais da área - estilistas, marcas, estudantes, patrocinadores, influenciadores, imprensa, enfim, quem respira e ama moda”, finaliza Juliana Rangel. 

Todas as informações podem ser acompanhadas pelo Instagram @ifa.moda

Serviço:

Quando: 17 de abril

Horário: das 16h às 21h30

Local: Shopping Iguatemi Ribeirão Preto - Av. Luiz Eduardo de Toledo Prado, 900

Convites: R$ 200,00 - pré-venda pela plataforma Sympla - link aqui

Entusiastas automotivos poderão conferir de pertinho cerca de 20 automóveis de diferentes modelos clássicos

 

SÃO CARLOS/SP - Nos dias 24 e 25 de fevereiro, os apaixonados pelos clássicos automotivos terão um evento marcado no Shopping Iguatemi São Carlos. O empreendimento irá receber uma exposição exclusiva de carros antigos, reunindo cerca de 20 automóveis de modelos variados, com mais de 90% de originalidade.
 
Pensando em proporcionar momentos únicos para seus clientes, o shopping traz a Mostra de forma totalmente gratuita e exclusiva ao público. Será uma verdadeira viagem para a era de elegância e charme automotivo, das 10h às 22h, no sábado (24/02) e, das 12h às 20h, no domingo (25/02), no estacionamento próximo à Cobasi. Entre os modelos de maior destaque estão Fusca, Variant, Puma, Caravan, Mercedes e Comodoro, funcionando todos os itens de fabricação.
 
Serviço:
Mostra de Carros Antigos | Iguatemi São Carlos

Data: dias 24 e 25 de fevereiro de 2024
Horário: sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 12h às 20h
Local: estacionamento próximo à Cobasi
 
 

SÃO CARLOS/SP - Tomou posse na manhã desta quinta-feira, 22 de fevereiro, a primeira Mulher Presidente da Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC), Ivone Zanquim. Ela é a 23ª presidente da história da entidade são-carlense.

O evento também marcou as comemorações dos 93 anos da ACISC e aconteceu no Palácio do Comércio “Miguel Damha”, contando com a presença maciça dos membros que compõem a nova Diretoria, de associados, colaboradores, autoridades, empresários, comerciantes e da imprensa local e regional.

Em seu pronunciamento, o ex-presidente José Fernando Domingues, que agora se tornou vice-presidente da entidade, não escondeu sua emoção ao agradecer o apoio que sempre recebeu de seus familiares. “Agradeço primeiramente a DEUS e à minha família: à DEUS pela proteção e saúde ao longo dessa caminhada; e à minha família, em especial, minha esposa Heleny [Domingues] e minhas filhas Larissa e Nathalia, por todo o apoio e compreensão que sempre tiveram comigo, quando muitas vezes deixei os compromissos familiares para me dedicar ao trabalho aqui na ACISC”, disse. “Às vezes quando desanimava, eram vocês que me motivavam a seguir em frente com dignidade, austeridade e transparência. Sou muito feliz por poder contar com vocês! Muito obrigado!”, completou Zelão.

O ex-presidente pontuou todos os desafios enfrentados e as conquistas alcançadas ao longo dos nove anos em que esteve à frente da ACISC, ressaltando que encerra seu mandato como presidente da sua segunda casa. “É com grande prazer, emoção, gratidão e o sentimento do dever cumprido, que transfiro o comando para a primeira mulher Presidente da história da nossa entidade, a Sra. Ivone Zanquim, a qual confio plenamente em sua capacidade de dar continuidade ao trabalho que iniciamos juntos, pois ela sempre esteve ao nosso lado em todos esses anos”, afirmou.

Também não faltou emoção nas palavras da nova presidente. “Há 47 anos, ao lado do meu marido Wamberto Zanquim, fundamos a Agropecuária Zanquim, bem no coração da Baixada do Mercado Municipal e confesso que lá em 1998, quando aceitei o convite do ex-presidente Marcos Martinelli, me tornando integrante da ACISC, nunca havia passado pela minha cabeça, que seria a primeira mulher presidente desta entidade”, relatou.

Ivone reconheceu o legado que está recebendo e a responsabilidade de continuar o trabalho. “Estou ciente dos desafios que enfrentaremos, pois sempre estive ao lado do presidente Zelão. No entanto, acredito que, juntos, iremos superar qualquer obstáculo e alcançar novos patamares de sucesso”, afirmou.

A nova presidente se comprometeu a seguir fortalecendo a presença da ACISC junto aos órgãos governamentais, instituições parceiras e a comunidade em geral. “Vamos consolidar a nossa Associação como uma voz ativa, representativa e comprometida com o crescimento econômico e o bem-estar de todos os comerciantes e industriais de São Carlos, ouvindo a necessidade de cada um”, disse.

Ao final de sua fala, Ivone pediu a união de todos para buscar obras e soluções para a questão das enchentes. “Vamos nos unir para buscar mitigar e solucionar esse problema que há décadas vem assolando e prejudicando os comerciantes da Baixada do Mercado Municipal. Vamos nos unir em prol da cidade de São Carlos”, pediu.

Presente no evento, o vice-presidente da FACESP (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo), José Janone Junior, destacou que a entidade é exemplo na região. “A ACISC faz parte da Região Administrativa 18 [RA-18] e é exemplo para outras entidades pelo serviço de excelência que presta aos seus associados, inclusive para nós de Araraquara, pois além de ser vice-presidente da FACESP, sou presidente da ACIA [Associação Comercial e Industrial de Araraquara]”, afirmou.

Representando o prefeito Airton Garcia Ferreira, o secretário municipal de Governo, Netto Donato, entregou uma placa de homenagem ao Zelão, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao comércio da cidade, e parabenizou a nova presidente. “Conheço a Dona Ivone desde criança, pois sou muito amigo do Junior, seu filho. Fico feliz de ter sido uma mulher presidente da ACISC e tenho certeza de que nos próximos anos, nós vamos fazer diversas parcerias em prol da cidade de São Carlos. Meus parabéns, Ivone, por ser a primeira mulher presidente da ACISC”, afirmou.

Outras autoridades também participaram da concorrida cerimônia, dentre elas, o presidente da OAB São Carlos, Dr. Renato Cassio Soares de Barros; o vereador Bruno Zanchetta, que representou a Câmara Municipal de São Carlos; e o presidente do Sincomercio, Paulo Gullo.

Após a cerimônia, os convidados puderam se confraternizar em um delicio café servido pela ACISC.

 

Conheça os integrantes da nova Diretoria - Gestão 2024/2027:

 

DIRETORIA EXECUTIVA

Ivone M. Zanquim – Agropecuária Zanquim
José Fernando – Cygnus Seguros
Mozart Pedroso – Paraki Estacionamentos
Reginaldo Ignácio – DeMillus
Fernanda Sundfeld – CareShop
Hercílio Carvalho – Masotti
Lídia Mendes – Quality Lavanderia
Eduardo Agazarian – Via Armênia
Renato Martins – Eduardos Brinquedos
Danilo Loretto – Sumirê
Fernando Chinaglia – Chinaglia Casa & Construção
Irene Faccin – Colégio Cecília Meireles

 

COMISSÃO FISCAL

Antônio Silva – WordConf
Vicente Real Jr. – Xandó
Everson A. Viana – Grupo Contábil Escrita
José A. Godoi – Godoi Serviços
Silvio Possato – JS Interiores Store
Marcos Ferri – MM Casa & Construção

 

CONSELHO CONSULTIVO

Maria L. Paganelli – Casa Rosada
José E. Casemiro – Ótica Santa Luzia
Idinir Janduzzo – Mercearia 3M
Alessandra Paulillo – Mr. Kitsch
José Missali – Peixaria Central
Lindomar Borges – Pão de Queijo Mineiro
Lorival Pereira – Teto Imóveis
Walter Barros Jr. – Casa São Jorge
Luiz Fernando Oliveira – Discasa
Paulo Piccolli – Tecnomotor
Weverson Agostinho – Vital Mais Saúde
Gabriela Sant’ana – Escola Quintal
Marcelo Carvalho – Marajoá Gestão Mercantil de Ativos
Julien Fauvel – Liobras
Rodrigo Matheus – Reallink
Silvana Tofanelli – Cristal Moda Íntima
Antônio S. Zago – Casa de Carnes Tamoyo
Silmara Pellegrini – Loja Laranja Lima
Rosana Corres – Oca dos Curumins
João Costa – Paulinho Despachante

Reflexo da resiliência do seu robusto e qualificado portfólio, vendas totais atingiram R$ 5,9 bilhões no 4T23 e R$ 18,9 bilhões no ano, crescendo acima da inflação do período. Companhia atingiu 95,1% de ocupação em dezembro e EBITDA ajustado chegou a R$ 919,7 milhões no ano, acima do consenso de mercado

 

SÃO CARLOS/SP - A Iguatemi S.A. [IGTI11], uma das maiores companhias full service no setor, com participação em 14 shopping centers, dois premium outlets e quatro torres comerciais, além do e-commerce Iguatemi 365 e das lojas próprias operadas pela i-Retail, fecha 2023 evoluindo todos seus resultados operacionais sobre uma base robusta, reforçando a resiliência e consistência da Companhia e de seus ativos. Durante todo o ano, a Iguatemi S.A. registrou crescimento constante e encerrou o 4T23 com R$ 5,3 bilhões em vendas totais, um incremento de 11,7% sobre o 4T22 e 7,0 pontos percentuais (p.p) acima da inflação do período. No acumulado de 2023, a Companhia alcançou R$ 18,9 bilhões em vendas totais, aumento de 11,2% em relação a 2022 e 6,0 p.p. acima da inflação.

“Encerramos 2023 com uma excelente performance. Em 12 meses do ano, crescemos nossas vendas 9,9 p.p. acima da média do setor, conforme números da ABRASCE”, explica Guido Oliveira, CFO da Iguatemi S.A. “Além disso, entregamos o guidance de receita líquida shopings e margens pactuado no início do ano passado: atingimos a média na linha de receita líquida na unidade de shoppings, com crescimento de 16,1%, mesmo em um ano com seis meses de IGP-M negativo. A margem EBITDA ficou acima do teto apresentado, chegando a 83,6% na unidade de shoppings e 75,0% no consolidado. Na receita líquida do varejo, crescimento de 2,3%, ficando abaixo do guidance devido à reestruturação do Iguatemi 365 para o atingimento do breakeven. Em relação ao CAPEX, atingimos R$ 199,3 milhões”, completa o CFO.

A entrada de lojistas qualificados e a consequente diminuição de área vaga impactou positivamente as vendas mesmas áreas (SAS) e vendas mesmas lojas (SSS), que no 4T23 atingiram, respectivamente, 11,7% e 9,4%. No ano, os indicadores chegaram a 11,2% e 9,0% de crescimento. Ainda, último trimestre, o mais aquecido do ano, os segmentos de Alimentação, Moda,Calçados, Artigos de Couro e Artigos Diversos, Saúde & Beleza, Joalherias, apresentaram resultados positivos, crescendo 11,2%, 10,4% e 9,3% acima do 4T22.

O patamar robusto de vendas que se manteve durante todo o ano e a qualificação contínua do mix possibilitou à Iguatemi a renovação dos contratos de aluguel de forma ainda mais positiva, superando o 3T23 e atingindo leasing spreads de 7,0% no trimestre, além de seguir com a retirada de descontos e renovação de contratos com leasing spreads positivos em termos reais. “Estes movimentos contribuíram para o crescimento de aluguéis mesmas lojas (SSR) e aluguéis mesmas áreas (SAR) a atingir 6,6% e 4,6% no 4T23, com crescimento real sobre a média do reajuste aplicado nos últimos 12 meses de 5,4 p.p. e 3,4 p.p.  No ano, o SSR e o SAR atingiram 10,1% e 8,2%", mostra Oliveira.

A Iguatemi também registrou custo de ocupação de 11,1% no 4T23, 0,7 p.p. abaixo do 4T22. No ano, o indicador encerrou em 11,7%, 0,4 p.p. menor que  2022, resultado que comprova a saúde dos lojistas presentes no portfólio. Com a manutenção do custo de ocupação saudável, os indicadores de inadimplência seguem bons, com uma inadimplência líquida de  -1,7%, no 4T23, e de 1,2%, em 2023 . 

Reflexo da forte comercialização dos últimos trimestres, a taxa de ocupação chegou 94,5% no 4T23, 1,1 p.p acima do 3T23 e 1,6 p.p. acima do 4T22, atingindo seu melhor desempenho desde 2018. No ano, a taxa de ocupação média foi de 93,3%, 0,4 p.p. acima de 2022. “Tivemos um recorde de assinaturas de contratos, com 445 lojas assinadas em 2023. Então, considerando o fechamento de área vaga no decorrer do trimestre, encerramos dezembro com uma taxa de ocupação de 95,1%”, reforça o CFO.

Com o forte crescimento vindo dos empreendimentos, em 2023, a Iguatemi também avançou trimestre a trimestre em seus resultados tanto em lucro líquido quanto em fluxo de caixa proveniente das operações (FFO). Excluindo o efeito da linearização, Infracommerce e o resultado do SWAP das ações, no 4T23 o Lucro Líquido ajustado foi de R$ 134,6 milhões, 9,5% acima do 4T22, com margem líquida ajustada de 40,7% e R$ 388,4 milhões no ano, 47,3% acima de 2022, com margem líquida ajustada de 31,7%. Os Custos e Despesas Shoppings encerraram o 4T23 em R$ 69,7 milhões, queda de 9,4% versus 4T22 e R$ 259,0 no ano, 1,1% acima de 2022.

Já o FFO ajustado atingiu R$ 177,9 milhões no 4T23, 9,2% acima do 4T22, com margem FFO ajustado de 53,8% e R$ 562,8 milhões no ano, 33,3% acima de 2022, com margem FFO ajustado de 45,9%. Além disso, a alavancagem da Iguatemi S.A. encerrou o trimestre em 1,91x Dívida Líquida/EBITDA ajustado, 0,22x abaixo do 3T23. Entre os destaques do período, o EBITDA ajustado consolidado atingiu R$ 263,9 milhões no 4T23, um aumento de 29,4% versus 4T22, com margem EBITDA ajustada de 79,8% e R$ 919,7 milhões no ano, um aumento de 28,8% versus 2022, com margem EBITDA ajustado de 75,0%.

A Receita Bruta de shoppings foi de R$ 335,1 milhões no 4T23, aumento de 9,8% em relação ao mesmo período de 2022. A Receita de Aluguel, composta por Aluguel Mínimo, Aluguel Percentual (overage) e Locações Temporárias, teve crescimento de 7,8% em relação ao 4T22, representando 75,9% da receita bruta de shoppings. Já no ano, a receita de aluguel teve crescimento de 13,2% sobre 2022.

As operações da i-Retail e Iguatemi 365 somaram uma receita bruta de R$ 46,9 milhões no trimestre, um aumento de 2,0% versus o 4T22. Para o ano, a receita bruta atingiu R$ 145,9 milhões, crescendo 4,3% versus 2022, reflexo da boa performance de diversas marcas do portfólio. Os Custos e Despesas Varejo apresentaram queda de 33,3% sobre o 4T22 e de 14,6% sobre o 2022, resultado da estratégia de melhoria da rentabilidade do I365. Com isso, a operação de varejo se consolida de maneira rentável, atingindo seu breakeven devido às ações realizadas ao longo do ano.

Destaques de 2023

Seguindo a estratégia de adensamento das regiões onde seus empreendimentos estão inseridos, a Companhia concluiu a venda de fração do terreno do shopping Iguatemi Campinas, contribuindo em R$ 24,9 milhões de resultado no 4T23. O empreendimento comercial será integrado ao shopping, com área privativa de 16.762 metros quadrados, e expectativa de trazer 1.700 pessoas de fluxo por dia para o complexo quando finalizado. “O sucesso da torre Sky Galleria, 100% locada em menos de 1 ano, nos incentivou a fazer uma segunda torre corporativa, levando projetos cada vez mais qualificados para a cidade e a região”, acrescenta Guido Oliveira. Ainda em Campinas, após a conclusão da via protótipo, foram iniciadas em janeiro as obras de infraestrutura do bairro Casa Figueira, que recebeu a certificação AQUA de sustentabilidade.

A Iguatemi aprovou em reunião do Conselho de Administração o adiantamento de dividendos no montante de R$ 50 milhões, que deverá ser pago em 28 de fevereiro. A distribuição total será de R$ 200 milhões e será submetida à Assembleia Geral Ordinária em abril. O incremento de aproximadamente 80,0% nos dividendos em 2024, em comparação com 2023, reflete o crescimento da geração de caixa da Companhia e é central para a estratégia de valorização dos acionistas.

Durante 2023, a Iguatemi focou em evoluir e consolidar ainda mais sua agenda ESG. A Companhia apresentou ao mercado seu primeiro Relatório de Sustentabilidade, compilando de forma transparente todas suas iniciativas e projetos que vêm sendo realizados ao longo dos anos, baseadas em três eixos de atuação: (1) gestão ambiental e crescimento sustentável; (2) pessoas diversas, felizes e prósperas; e (3) cadeia de valor ética, justa e sustentável. Os avanços já dão resultados: desde o dia 2 de janeiro, a Iguatemi passou a integrar pela primeira vez a 19ª edição do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3, referência nacional em sustentabilidade corporativa ao avaliar as práticas ESG das maiores companhias de capital aberto. 
Avançando em sua estratégia digital e de relacionamento com o cliente, ao longo de 2023 a companhia lançou duas edições da Iguatemi Collections, que registraram resultados expressivos. A última edição, realizada entre agosto e novembro de 2023, teve aumento de 83% nas vendas identificadas versus o mesmo período do ano anterior; incremento de 18% do gasto médio por cliente versus 2022; e 70 mil clientes participando da ação, sendo 37 mil novos cadastrados no Iguatemi One, programa de relacionamento da rede.
Os eventos seguiram como importantes aliados para tornar os empreendimentos cada vez mais atrativos, visando sempre proporcionar experiências diferenciadas aos clientes. O ano foi marcado por iniciativas inéditas, como a primeira loja oficial na América Latina de Stranger Things, que abriu as portas no JK Iguatemi, em São Paulo. Outros destaques foram a 7ª edição do Iguatemi Talks Fashion, que em outubro reuniu um time de palestrantes renomados para falar sobre moda, design, sustentabilidade, diversidade, negócios, wellness, inovação e criatividade, e o SPFW N56, que teve o Iguatemi São Paulo como palco da maior celebração de moda do continente ao receber 12 desfiles de marcas como Patrícia Vieira, The Paradise, Apartamento 03 e João Maraschin.

A Companhia iniciou 2024 confiante e com boa expectativa para mais um ano de crescimento. “A robustez dos nossos resultados obtidos em 2023 diante de um cenário desafiador demonstra o posicionamento assertivo no setor e o potencial dos empreendimentos. Focados em nossa estratégia para evoluir constantemente o portfólio do grupo, trazemos nosso guidance para 2024: queremos atingir um crescimento da receita líquida shoppings entre 4 – 9%, , margem EBITDA – Shoppings entre 82 – 85%, 75 – 79% e CAPEX entre 190 – 230 milhões”, finaliza Guido Oliveira.

SÃO CARLOS/SP - A ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) realiza na manhã desta quinta-feira, 22 de fevereiro, um Café Especial de Posse da sua Nova Diretoria – Gestão 2024/2027.

O evento – que acontece a partir das 10 horas, no Palácio do Comércio “Miguel Damha” – marca um momento memorável e histórico para a associação, que empossará Ivone Zanquim, como a Primeira Mulher Presidente da ACISC, ao longo de todos esses anos.

Eleita na tarde do dia 16 de janeiro, por aclamação de todos os associados presentes, Ivone deve contar com o apoio do atual presidente José Fernando Domingues, o Zelão, como seu vice-presidente, e demais empresários que comporão a nova Diretoria Executiva, bem como, o Conselho Deliberativo e a Comissão Fiscal.

Instalada na região da Baixada do Mercado há 48 anos, a presidente eleita conta que pretende trabalhar por todo o comércio da cidade. “Além dos comerciantes que estão na Baixada do Mercado Municipal, vamos trabalhar em prol de todos os corredores comerciais da cidade. Espero contar com a participação de todos. Iremos realizar reuniões e ouvir todos os comerciantes para que a gente saiba a necessidade de cada um”, declarou.

Ivone fala da alegria de ter sido a Primeira Mulher Presidente da ACISC. “Há 24 anos estou junto na Diretoria, sempre participando. Aceitei o convite para me tornar a primeira mulher presidente, porque acho que é um desafio que estaremos juntos superando”, afirmou.

Zelão Domingues, que está há 9 anos à frente da entidade, falou sobre a transferência de gestão da entidade. “A gente sempre procurou fazer um trabalho transparente, digno e só temos recebido elogios. Isso para a gente é uma satisfação muito grande porque vemos que a cada ano que passa, a ACISC vem crescendo e mostrando tudo aquilo que ela oferece e pode fazer em prol dos comerciantes”, afirmou.

Fundada oficialmente em 22 de fevereiro de 1931, a ACISC é uma instituição sem fins lucrativos, que visa defender, assistir, amparar, orientar, instruir e coligar as classes que representa. Além dos relevantes serviços e assessoria que presta aos seus associados, a entidade desempenha um papel decisivo na defesa dos interesses da iniciativa privada.

Conforme documento histórico, a ideia de fundação da ACISC surgiu em 11 de fevereiro de 1926, quando um grupo de empresários locais realizou a primeira reunião para discutir o assunto.

Naquela oportunidade, foi assumido o compromisso de elaboração dos estatutos institucionais, que seriam aprovados em época oportuna. Ambrogi & Barbieri são responsáveis pela abertura do documento, em que constam também assinaturas de ilustres e saudosos comerciantes, que pelo trabalho e dedicação serviram de base para a evolução da categoria no município e para a própria formação da entidade, que viria a ocorrer cinco anos depois.

Biografia

Natural de Brotas, Ivone Zanquim mudou-se para São Carlos aos 11 anos de idade, onde construiu sua família e vida profissional. É casada, mãe e avó. Graduada em Direito pela FADISC São Carlos, tornou-se empresária no ramo comercial.

Em 1977 fundou a Agropecuária Zanquim, junto de seu marido Wamberto Zanquim, contribuindo até os dias atuais para o desenvolvimento do município e do comércio local. Desde 1998 é integrante da Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC), ocupando diversos cargos, sendo atual Vice-Presidente.

Ivone sente-se honrada e preparada para ocupar o cargo de Presidente, se tornando a primeira mulher a ocupar este cargo, nos 93 anos de história da ACISC. Com 48 anos de experiência profissional, aplicará o seu conhecimento e suas habilidades para agregar e aperfeiçoar os processos e procedimentos, visando o fortalecimento do comércio na cidade de São Carlos.

 

Serviço:

Café Especial de Posse da Nova Diretoria e de Comemoração dos 93 anos da ACISC
Data: 22 de fevereiro de 2024
Horário: a partir das 10 horas
Local: Palácio do Comércio “Miguel Damha”, na rua General Osório, 401, Centro de São Carlos
 

SÃO CARLOS/SP - O Procon de São Carlos realizou na última semana uma pesquisa de preços dos repelentes comercializados no município (segue tabela).
Foram vistoriados 12 estabelecimentos com o intuito de verificar os preços ofertados para identificar se há aumento de valores abusivos em decorrência da alta demanda neste verão.
A maior diferença encontrada entre os estabelecimentos foi uma variação de 125,48% comparado com o preço de menor valor do mesmo produto.
Segundo o diretor do Procon, Lucas Leão, é importante ressaltar que a pesquisa de preço é importante. “Além de divulgar para o consumidor os preços ofertados pelos estabelecimentos, fomenta a competitividade do mercado e inibe práticas abusivas como explorar a alta demanda para aumentar excessivamente os preços dos produtos”.

Nos Serviços, recuo foi de 26,7% em comparação a 2022; apesar disso, juntos, ambos os setores responderam por 77,6% da criação de vagas na economia paulista em 2023

 

SÃO PAULO/SP - O ritmo de crescimento do mercado de trabalho no Comércio paulista desacelerou ao longo de 2023, aponta a Pesquisa do Emprego no Estado de São Paulo (PESP) da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sâo Paulo (FecomercioSP). O total de empregos gerados sofreu uma queda de 35%, no acumulado de janeiro a dezembro, passando de 101,6 mil, em 2022, para 66,4 mil, no ano passado [gráfico 1].
 
Embora tenha criado mais de 236 mil postos de trabalho com carteira assinada no ano passado, o setor de Serviços apontou redução de 26,7% no saldo positivo de vagas no mesmo período. A pesquisa, baseada nos dados do novo Cadastro Geral de Empregos e Desempregos (Caged), do Ministério do Trabalho, destaca que, apesar da desaceleração, juntos, os dois setores responderam por 77,6% na geração de vagas na economia paulista em 2023.

  

[GRÁFICO 1]
SALDO DO EMPREGO CELETISTA NO COMÉRCIO PAULISTA
Série histórica: 2020-2023

 

Fonte: Caged
Elaboração: FecomercioSP

 

Na visão da FecomercioSP, como a geração de emprego está condicionada às condições financeiras e de confiança dos empresários, o ritmo do indicador acompanhou as tendências de um ano de avanço nas dificuldades conjunturais, como juros elevado e altos índices de endividamento e inadimplência de pessoas físicas e jurídicas. Esses fatores — e até mesmo o direcionamento de renda a alguns segmentos dos Serviços — causaram um impacto maior ao Comércio.
 
Apesar da desaceleração, a Entidade considera que o saldo de 66,4 mil empregos no comércio em 2023 foi significativo. Houve aumento de postos de trabalho nas três divisões do setor: comércio e reparação de veículos, atacado e varejo [tabela 1]. Os segmentos que mais contribuíram para esses resultados em cada divisão foram, respectivamente: comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores (3.387 vagas); comércio atacadista de produtos alimentícios em geral (3.570 vagas); e minimercados, mercearias e armazéns (5.861 vagas).

 
                                       

[TABELA 1]
SALDO E ESTOQUE DO EMPREGO CELETISTA NO COMÉRCIO
DO ESTADO DE SÃO PAULO
ANO 2023

 

 

SERVIÇOS
Já o setor de Serviços, mesmo com a redução do ritmo de crescimento do  mercado de trabalho no ano passado, gerou  236,7 mil postos com carteira assinada no Estado de São Paulo. A FecomercioSP atribui esse fato aos efeitos positivos derradeiros da retomada do setor pós-pandemia e pelo maior direcionamento de renda familiar para alguns de seus segmentos. Tanto que a diminuição do saldo positivo de vagas do setor foi menor do que a vista no setor comercial. No acumulado de janeiro a dezembro, o total de empregos gerados teve uma queda de 26,7%, passando de 322,8 mil, em 2022, para 236,7 mil, no ano passado [gráfico 2].

 
 

[GRÁFICO 2]
SALDO DO EMPREGO CELETISTA NOS SERVIÇOS PAULISTAS
Série histórica: 2020-2023

 

Fonte: Caged
Elaboração: FecomercioSP

 

DESEMPENHO EM DEZEMBRO
No último mês de 2023, o Comércio paulista perdeu 6,5 mil postos de trabalho com carteira assinada. Ao todo, foram 115,2 mil admissões e 121,7 mil desligamentos para um estoque de cerca de 2,82 milhões de vínculos empregatícios ativos. A redução na criação de empregos no setor em dezembro ocorreu, principalmente, pela retração de 4,6 mil vagas na divisão do comércio varejista, em especial no segmento de lojas de departamentos e magazines (-1,4 mil vagas).
 
Os Serviços também registraram perda de empregos celetistas em dezembro de 2023, apontando 91,2 mil vínculos a menos, resultado puxado pelos serviços do grupo de educação (-28,1 mil vagas), em decorrência do fim do ano letivo, e pelos serviços administrativos (-23,2 mil vagas).
 
PERSPECTIVAS
Para 2024, a expectativa da FecomercioSP é que os setores de Comércio e Serviços continuem gerando empregos celetistas no Estado. No entanto, o ritmo de crescimento do mercado de trabalho deve continuar em desaceleração, com previsão de números abaixo do que os registrados em 2021, 2022 e 2023, em razão das projeções mais tímidas referentes à economia brasileira. A tendência é que o Comércio inicie com mais dificuldades e tenha avanços mais relevantes no segundo semestre de 2024, encerrando o ano com cerca de 40 mil empregos gerados. Já o setor de Serviços deverá rondar um saldo total em torno de 160 mil novos vínculos para este ano.

SÃO CARLOS/SP - Muita gente diz que o ano começa após o carnaval, então nessa quarta-feira de cinzas após às 12h o comércio volta aos trabalhos.

Carnaval não é feriado.

O Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos e Região (Sincomercio) lembra que, embora seja ponto facultativo nas repartições públicas e não tenha a abertura dos estabelecimentos bancários, os dias de Carnaval não são considerados feriados oficiais no Brasil e, com isso, o comércio pode funcionar.

A data é considerada feriado apenas se estiver prevista em lei municipal, o que não acontece em São Carlos e Ibaté.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Fevereiro 2024 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29      
Aviso de Privacidade

Este site utiliza cookies para proporcionar aos usuários uma melhor experiência de navegação.
Ao aceitar e continuar com a navegação, consideraremos que você concorda com esta utilização nos termos de nossa Política de Privacidade.