fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

SÃO PAULO/SP - O Corinthians superou a derrota para o Palmeiras com uma vitória convincente na noite dessa quinta-feira, por 3 a 0, sobre o Sport Recife, na Neo Química Arena.

O resultado foi fundamental para as pretensões alvinegras em uma rodada que registrou tropeços dos adversários mais próximos do Corinthians na tabela de classificação.

Agora, o Timão é o 8º colocado, com 45 pontos, a seis pontos do G6. O Sport, por outro lado, caiu para 16º, com 32 pontos, e pode parar dentro da zona de rebaixamento.

Vagner Mancini, que não teve Gil e Gabriel, suspensos, também optou por sacar Cantillo do time. Bruno Méndez, Camacho e Ramiro ganharam oportunidade.

Os donos da casa tiveram o domínio do jogo o tempo todo e conseguiram controlar a estratégia de Jair Ventura, voltada apenas ao contra-ataque.

Gustavo Mosquito abriu o placar depois de bonita jogada tramada por Fagner, Vital e Cazares. O equatoriano, aliás, chegou a sua quinta assistência pela equipe.

Na etapa final, o jogo ficou ainda mais tranquilo para o Corinthians.

Mateus Vital, de fora da área, fez o segundo gol. E Jô, precisou chutar duas vezes para marcar o gol que fez o Corinthians ultrapassar o Santos pelo saldo de gols.

Na próxima segunda-feira, o time do Parque São Jorge vai receber o Red Bull Bragantino, às 20 horas, de novo em Itaquera. No domingo, o Sport vai receber o Bahia, às 18h15, na Ilha do Retiro.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

FORTALEZA/CE - O Santos perdeu por 2 a 0 para o Fortaleza na noite desta quinta-feira, no Castelão, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Juninho e Wellington Paulista.

O Peixe poupou a maior parte dos titulares, mas não foram os jovens que comprometeram. Jean Mota perdeu um pênalti, Madson cometeu penalidade máxima infantil e a dupla de defesa Laércio e Luiz Felipe esteve em péssimo nível.

Com a derrota, o Santos se afasta do G-6 e é o oitavo, com 45 pontos. O Fortaleza soma 35 e pula para a 14ª colocação do Brasileirão.

O Peixe voltará a campo para enfrentar o Goiás, domingo, na Vila Belmiro, pela 32ª rodada. O Fortaleza visitará o Sport, no mesmo dia. O Alvinegro roda o elenco antes da final da Libertadores da América contra o Palmeiras no dia 30 de janeiro, no Maracanã.

 

O JOGO

O primeiro tempo foi bem fraco tecnicamente. Fortaleza e Santos fizeram uma etapa inicial de muita correria e pouquíssima em criatividade. O jogo só ganhou emoção nos minutos finais.

Aos 43 minutos, o Peixe teve um pênalti após cruzamento de Lucas Braga e toque na mão de Jackson. Jean Mota parou no goleiro Felipe Alves.

Nos acréscimos, David arrancou e bateu cruzado para ótima defesa do goleiro João Paulo. O lance foi ocasionado por erro de Laércio.

 

SEGUNDO TEMPO

Logo no segundo minuto, o Fortaleza abriu o placar. Osvaldo arrancou e foi derrubado por Madson na área. Juninho fez o que Jean Mota não fez e converteu o pênalti com categoria.

No minuto 11, o Santos assustou os donos da casa. Arthur Gomes bateu de fora da área e o goleiro Felipe Alves defendeu estranho. No rebote, Carlinhos cortou. Aos 12, Vázquez recebeu em boa condição e isolou.

Quando o placar marcava 20 jogados, o Fortaleza ampliou com um bonito gol de Wellington Paulista. O centroavante apareceu sozinho depois de passe de Yuri César e nova falha da dupla Laércio e Luiz Felipe.

O Santos levou os dois gols e não teve reação. Derrota e distância do G-6, enquanto o Fortaleza respira no campeonato.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

RIO DE JANEIRO/RJ - O “BBB21” só estreia em 25 de janeiro, mas alguns participantes já ganharam a torcida de famosos. Após o anúncio da lista com os nomes de quem estará no reality show, Anitta, Cleo, Bruno Gagliasso, Belutti e outros artistas usaram as redes sociais para contar para quem estão torcendo.

Anitta, que é muito amiga de Pocah, disse que nem vai assistir o programa porque tem muitos amigos na edição: “Gente, eu nem vou assistir o programa, se não eu não aguento, Tem a Pocah, Karol e Projota! Não dá pra mim”, brincou a cantora.

Com o irmão Fiuk dentro do programa, Cleo está com o foco da votação de imunidade na primeira semana voltado para o irmão, claro. Mas a cantora e atriz não escondeu que torce também para outros participantes.

“Eu já me sinto parte desse elenco com tantas pessoas queridas pra torcer! Karol Conká, Pocah, Viih Tube e meu irmão lindo Fiuk. Desejo muito axé para vocês. Contem com minha torcida.” A cantora também desejou boa sorte para a atriz Carla Diaz.

Fábio Jr, pai de Fiuk, também não poderia ter outra torcida senão para o filho: “Te amo muitão”, escreveu o cantor ao postar a hashtag #teamfiuk.

Marcos e Belutti manifestaram apoio ao cantor Rodolffo, que faz dupla sertaneja com Israel e é ex-marido da ex-BBB Rafa Kalimann. “Feliz demais com a sua escolha, mano. Estamos torcendo por você… Bora conquistar esse Brasil. Não nos decepcione”, escreveu Belutti.

Preta Gil não decidiu por uma torcida única, mas deu boas pistas para revelar seus votos para imunidade na primeira semana: “Meu top 3 pipoca: Lumena, João Luiz e Gilberto!! Camarote: Karol Conká, Camilla de Lucas e Pocah. Votando”, escreveu a cantora no Twitter.

Bruno Gagliasso manifestou sua primeira torcida logo após o anúncio dos primeiros nomes: “Camilla e Karol, chega mais pro lado aí q eu quero ficar nesse bonde. Nem começou já tamos torcendo aqui em casa”, escreveu ele.

Mumuzinho, que contou com a participação de Camilla de Lucas no clipe de “Playlist”, revelou sua torcida para ela. “Muito feliz por você̂, Camilla. Merece muito ir pro BBB2. E feliz de ter ela no meu clipe de ‘Playlist’. Vamos de torcida”.

 

 

*Por: Carolina Pinheiro / PaiPee

SÃO PAULO/SP - O Palmeiras pode dormir no G4 do Campeonato Brasileiro na noite desta segunda-feira. Com gols de Raphael Veiga e Luiz Adriano no Allianz Parque, em uma atuação brilhante, o time alviverde ganhou por 4 a 0 do apagado Corinthians e encerrou série de quatro vitórias consecutivas do arquirrival no torneio.

A vitória no clássico, válido ainda pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, deixa o Palmeiras com 51 pontos ganhos. O time alviverde briga por um lugar no G4 com o Flamengo, que enfrenta o Goiás também nesta segunda. O Corinthians, por sua vez, permanece com os mesmos 42 pontos e figura no nono posto da tabela de classificação.

Pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras volta a campo para enfrentar o Flamengo às 19 horas (de Brasília) desta quinta-feira, no Estádio Mané Garrincha. Às 21 horas do mesmo dia, o Corinthians tenta a recuperação contra o Sport, na Neo Química Arena.

O Jogo – As duas únicas chances de gol do Corinthians no primeiro tempo nasceram a partir de cruzamentos de Fagner do lado direito. No primeiro, Jemerson cabeceou para boa defesa de Weverton e, no segundo, Gil cabeceou na trave esquerda da meta palmeirense.

O time da casa passou a trabalhar a bola com qualidade no meio de campo e tomou o controle da partida. Aos 33 minutos do primeiro tempo, Willian protegeu a marcação e acionou Raphael Veiga dentro da área. Luiz Adriano levou a marcação de Gil e o meia, sozinho, finalizou com precisão diante de Cássio.

O Palmeiras ainda teve tempo para marcar o segundo aos 44 minutos da etapa inicial. Willian recebeu belo passe de Zé Rafael e, diante da saída de Cássio, tocou para Luiz Adriano marcar. O assistente marcou impedimento, mas o lance acabou validado pelo VAR.

Logo aos 2 minutos da etapa complementar, pouco depois de Cássio salvar em chute de Willian, o Palmeiras marcou o terceiro gol. Após lançamento de Luan, Luiz Adriano tentou girar em cima de Jemerson, mas foi parado. Na sobra, Raphael Veiga completou de primeira e marcou seu segundo gol.

O Palmeiras manteve o domínio da partida e marcou seu quarto gol aos 20 minutos do segundo tempo. Sem olhar para trás, o corintiano Gabriel tentou recuar para Cássio. Sozinho, Luiz Adriano dividiu com o goleiro adversário e viu a bola terminar nas redes.

Aos 31 minutos, o árbitro Jean Pierre Goncalves Lima expulsou Gabriel após ver pelo monitor do VAR lance entre o corintiano e o palmeirense Danilo. Pouco depois, Weverton fez milagre em nova cabeçada de Gil. Sem correr riscos na defesa, o Palmeiras ainda desperdiçou grande chance com Rony, que bateu por cima do gol de Cássio.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

O Jogo foi desenvolvido no Espaço Interativo de Ciências (São Carlos, SP), sede das atividades de Educação e Difusão Científica do CIBFar, com sede no IFSC/USP

 

SÃO CARLOS/SP - Negligência Mortal (NM) foi desenvolvido como atividade pedagógica para estudantes do Ensino Fundamental e Médio. É uma mídia interativa onde o usuário irá atuar como um investigador no processo de aprendizagem sobre quatro doenças negligenciadas:  Malária, Doença de Chagas, Esquistossomose e Leishmaniose.

Essas doenças são temas de textos escolares e afetam populações ribeirinhas, de zonas rurais e urbanas, onde faltam tratamento de água, esgoto e meio ambiente degradado.

No jogo NM, o estudante assume o papel da Dra. Odete, médica epidemiologista brasileira que tem a missão de descobrir qual foi a doença que uma jornalista norte-americana contraiu durante uma visita de trabalho ao Brasil. Ao retornar ao seu país, a jornalista apresentou sintomas diversos, mas os médicos não conseguiram chegar a um diagnóstico. Foi então solicitada ajuda ao Ministério da Saúde no Brasil no sentido de auxiliar a equipe médica americana.

O desafio do jogador é descobrir que doença a jornalista contraiu, para isso ele ajudará a epidemiologista Odete a percorrer as regiões em que ela visitou. Durante o percurso, o jogador irá interagir com a população, fará anotações, e observará o ambiente em que vivem. No final, o jogador deve relacionar sintomas às enfermidades correspondentes e assim chegar ao diagnóstico da doença da jornalista.

Além do Negligência Mortal, o EIC/CIBFar já desenvolveu cerca de 30 games, sobre diferentes temas e formatos, como InfoGypti, Liga dados, Conhecimento na ponta dos dedos, Caça Palavras, Microscópio Virtual e outros. Alguns podem ser baixados de lojas de aplicativos e diretamente do site https://eic.ifsc.usp.br, alguns com versões para celulares, tablets, notebooks.

No link abaixo pode ser visto um “trailer” do jogo:

https://drive.google.com/file/d/14calWFwMeAbADfE109XEGqmFbFTHt8_4/view?usp=sharingPCs.

O EIC/CIBFar também está nas mídias sociais:

www.facebook.com/EIC.USP/

https://www.instagram.com/eiciencia/ https://www.youtube.com/c/EspaçoInterativodeCiências/

Contato: Profa. Leila Maria Beltramini – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

*Por: Rui Sintra - jornalista IFSC/USP

SANTOS/SP - O Santos foi amplamente superior ao Boca Juniors (ARG) e venceu por 3 a 0 na noite desta quarta-feira (13), na Vila Belmiro, pelo duelo de volta da semifinal da Libertadores da América. Os gols foram marcados por Diego Pituca, Soteldo e Lucas Braga.

Com 3 a 0 no agregado, o Peixe enfrentará o Palmeiras na grande decisão do dia 30 de janeiro, no Maracanã, em partida única. O Alvinegro pode ser o primeiro tetracampeão do país.

O Santos foi melhor que o Boca Juniors desde o início da partida e teve a vida facilitada com a expulsão de Fabra aos 10 minutos do segundo tempo, quando já estava 3 a 0 para o Peixe.

O Boca Juniors havia sofrido três gols em 11 jogos na Libertadores, os mesmos três gols em suas redes durante 50 minutos jogados na Vila Belmiro.

Em alta, o Santos voltará a campo para enfrentar o Botafogo no domingo, novamente na Vila Belmiro, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

JOGO

O Santos, assim como na vitória sobre o Grêmio, começou a partida em ritmo alucinante. No primeiro minuto, Marinho acertou a trave.

O Peixe continuou em cima a assustou com Kaio Jorge e Diego Pituca nos minutos 11 e 12. E o Boca não conseguiu mais resistir. Quando o placar marcava 15 jogados, Soteldo finalizou e a bola bateu na mão de López. Enquanto os jogadores reclamavam de pênalti, Pituca girou e fez o primeiro.

Com a vantagem parcial, o Boca Juniors se lançou mais ao ataque, mas não foi perigoso. Enquanto o Alvinegro passou a aproveitar os contra-ataques. Kaio Jorge e Marinho quase ampliaram nos minutos 43 e 44.

SEGUNDO TEMPO

E o domínio do Santos se transformou em domínio no placar em poucos minutos. Aos 3, Soteldo recebeu de Felipe Jonatan e fez um golaço. Aos 5, Lucas Braga recebeu de Marinho e marcou o terceiro do Peixe.

Aos 10 minutos, Fabra pisou em Marinho e foi expulso, tornando a vida do Santos ainda mais fácil. Aos 13, porém, Salvio parou em grande defesa de João Paulo. Susto para os santistas.

O Santos voltou a se organizar e quase fez o quarto no minuto 23, quando Marinho recebeu de Pará e bateu perto da trave esquerda de Andrada. Aos 26, Villa cruzou, ninguém desviou e João evitou o gol do Boca no reflexo.

Nos minutos finais, o Santos administrou o resultado e esteve mais perto do quarto gol do que o Boca de diminuir. Classificação merecida para a final da Libertadores.

 

 

*Por: Lucas Musetti Perazolli / GAZETA ESPORTIVA

SÃO PAULO/SP - De forma dramática, o Palmeiras garantiu a classificação à final da Copa Libertadores na noite desta terça-feira. Após ganhar por 3 a 0 na Argentina, o apagado time brasileiro foi dominado pelo River Plate no Allianz Parque e perdeu por 2 a 0, placar suficiente para avançar à decisão do torneio pela quinta vez, a primeira desde 2000.

A grande final da Copa Libertadores está marcada para as 17 horas (de Brasília) do dia 30 de janeiro, no Estádio do Maracanã. Após empate sem gols na Bombonera, Santos e Boca Juniors decidem o segundo classificado a partir das 19h15 desta quarta-feira, na Vila Belmiro.

Classificado à decisão da Libertadores, o Palmeiras ainda enfrenta o Grêmio na final da Copa do Brasil e segue na disputa do Campeonato Brasileiro. Às 21h30 (de Brasília) desta sexta-feira, pela 30ª rodada do torneio por pontos corridos, o time alviverde pega o mesmo Grêmio, no Allianz Parque.

O Jogo – O Palmeiras conseguiu criar a primeira chance de gol no Allianz Parque. Logo no começo da partida, Gabriel Menino inteligentemente tocou de primeira pelo meio e deixou Rony na cara do gol. O atacante tentou driblar, mas acabou desarmado de forma limpa por Armani.

O River Plate melhorou na partida e inaugurou o marcador aos 28 minutos do primeiro tempo. Em cobrança de escanteio pela direita, De La Cruz levantou a bola na área. Robert Rojas não foi acompanhado por Gustavo Scarpa e, de cabeça, completou para o gol.

O Palmeiras, acuado no campo de defesa, ainda sofreu o segundo gol aos 43 minutos da inicial, pouco depois de perder o capitão Gustavo Gomez por lesão. De La Cruz cruzou da direita, Matias Suarez tentou desviar e Borré apareceu antes de Marcos Rocha para completar na segunda trave.

O panorama da partida não mudou no segundo tempo e, logo aos 6 minutos, Angileri cruzou da esquerda para o livre Montiel completar com precisão do outro lado. Após análise do VAR, porém, a arbitragem anulou o gol por impedimento de Borré na origem da jogada.

O Palmeiras teve alguma melhora e, aos 27 minutos do segundo tempo, Robert Rojas tomou o segundo amarelo por falta sobre Rony. Pouco depois, o árbitro Esteban Ostojich assinalou pênalti de Alan Empereur sobre Matias Suarez. Orientado pelo VAR, o juiz reviu o lance pelo monitor e anulou a marcação por simulação.

Com os zagueiros Kuscevic, Alan Empereur, Luan e Emerson Santos em campo, Abel Ferreira procurou fortalecer a marcação nos minutos finais. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Enzo Perez cabeceou para grande defesa de Weverton e, apesar da pressão do River, o placar permaneceu inalterado durante os 12 minutos de acréscimo.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

MUNDO - De virada, a dupla formada pela brasileira Luisa Stefani e a americana Hayley Carter derrotou as russas Veronika Kudermetova e Anastasia Potapova por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 6/4 e 10/4, em 1h21 de partida e passou para as semifinais do WTA 500 de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. A parceria agora aguarda pelas próximas adversárias, que sairão do confronto entre duas duplas formadas por atletas de países diferentes: a espanhola Garbiñe Muguruza e a americana Jennifer Brady de um lado e a alemã Laura Siegemund e a russa Vera Zvonareva do outro. Stefani e Carter descansam na segunda-feira e só retornam à quadra na terça (12).

As russas chegaram com confiança elevada ao duelo, depois de eliminarem a dupla cabeça-de-chave número 3 da competição na véspera (a americana Nicole Melichar e a holandesa Demi Schuurs) e conseguiram vencer o primeiro set por 6/4. O confronto seguiu equilibrado e Luisa e Carter devolveram o placar no segundo set, levando a decisão da vaga para o super tie break, onde não há disputa de games e a primeira dupla a somar dez pontos leva a vitória. A brasileira e a americana conseguiram dominar a parcial final, fechando em 10/4, avançando para a semifinal.

Luísa, número 1 do Brasil e 33 do mundo no ranking de duplas, falou sobre a trajetória no torneio que abriu a temporada 2021 do tênis. Ela considerou o duelo com as russas como o seu jogo favorito até agora. "Tivemos que trabalhar bastante nos pontos. Fomos melhorando ao longo da partida, sendo mais inteligentes, taticamente melhores e no final já estávamos superiores e aproveitamos o momento a nosso favor. Ótimo jogo no geral, fomos bem agressivas, as meninas estavam batendo forte, muito firmes do fundo, saque, devolução, jogo mais rápido e diferente contra mais duas simplistas. Ótima vitória e animada para o próximo", disse a brasileira, via assessoria de imprensa.

 

 

*Por Igor Santos - Repórter da Tv Brasil - Rio de Janeiro - Agência Brasil

RECIFE/PE - Mesmo com uma equipe considerada mista, o Palmeiras foi até Recife e derrotou o Sport por 1 a 0, na abertura da 29ª rodada da Série A. A partida foi marcada por uma polêmica nos instantes finais, quando, após consultar o árbitro de vídeo (VAR), o árbitro Dyorgines José Padavani de Andrade voltou atrás da marcação de uma penalidade para os donos da casa já nos acréscimos. O gol marcado por Willian no primeiro tempo acabou sendo suficiente para a vitória, que deixa o Verdão firme no G-6, com 47 pontos, em sexto.

Envolvido na disputa da final da Copa do Brasil e na semifinal da Libertadores, o Palmeiras enviou a campo uma escalação com algumas modificações do técnico português Abel Ferreira, principalmente a improvisação do zagueiro Emerson Santos na lateral direita e a presença do pouco utilizado zagueiro chileno Benjamín Kuscevic. Na terça-feira, o time paulista pode confirmar a vaga em uma final da Libertadores depois de quase 21 anos. A equipe derrotou o River Plate no jogo de ida, em Buenos Aires, por 3 a 0.

Em Recife, o Sport tomou mais a iniciativa, mas o Palmeiras não deixou de levar perigo ao gol de Luan Polli. Patric, com algumas investidas no começo do jogo, deixou o Verdão alerta, mas não demorou para que a equipe paulista abrisse o placar.

Aos 26 minutos, Gabriel Veron recebeu longo lançamento pela direita e cruzou rasteiro. Willian dominou já dentro da área e chutou quase sem ângulo. Com os desvio por entre as pernas do goleiro Polli, a bola acabou entrando. Foi o 18º gol do atacante na temporada. Ele é o artilheiro do time, junto com Luiz Adriano.

A partir daí, o Palmeiras assumiu mais o controle do jogo, tanto em posse de bola quanto em número de oportunidades de gol.

No segundo tempo, o time de Abel Ferreira esteve perto do segundo gol aos 15 minutos, quando o atacante Breno Lopes acertou a trave em uma jogada pela direita.

O técnico Jair Ventura queimou as cinco substituições a que tinha direito, mas o Sport ainda parecia mais distante de empatar do que o Palmeiras de ampliar. A chance de ouro pareceu vir aos 49 do segundo tempo. Rony tentou o domínio com o peito dentro da área, mas a bola acabou tocando em seu braço. Depois de apitar pênalti no campo, o árbitro recorreu ao VAR e acabou voltando atrás, sob muitas reclamações dos jogadores do Sport. Ele considerou o toque de Rony involuntário.

O Palmeiras confirmou o triunfo por 1 a 0, que mantém a equipe com três vias possíveis para uma vaga na próxima edição da Libertadores: o G-6 do próprio Campeonato Brasileiro, o título da Copa do Brasil e o da Libertadores. Já o Sport segue na briga contra o rebaixamento, com 32 pontos, quatJogo terminou com pênalti anulado após consulta ao árbitro de vídeo. Verdão se mantem na briga pelo título enquanto Sport se aproxima da zona de rebaixamento. ro a mais que o primeiro integrante da zona do rebaixamento, o Bahia.

 

 

*Por Igor Santos - Repórter da TV Brasil - Rio de Janeiro - Agência Brasil

MUNDO - O Estádio Libertadores de América recebeu na noite desta terça-feira a semifinal do torneio continental. Com gols de Rony, Luiz Adriano e Matias Viña, o Palmeiras atropelou o River Plate com um triunfo por 3 a 0 e abriu vantagem na disputa para garantir um lugar na grande decisão.

O segundo e decisivo confronto entre Palmeiras e River Plate está marcado para as 21h30 (de Brasília) de terça-feira, no Allianz Parque. Com o resultado da partida disputada na Argentina, o time alviverde pode perder por até dois gols de diferença para avançar.

Pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras volta a campo para enfrentar o Sport às 19 horas (de Brasília) deste sábado, na Ilha do Retiro. Às 18 horas do mesmo dia, pela Copa Diego Maradona, o River Plate encara o Independiente, no Estádio Libertadores de América.

O Jogo – O River Plate procurou explorar o lado direito da defesa do Palmeiras no começo da partida e criou a primeira chance. Após levar a melhor sobre Marcos Rocha, Suarez cruzou para Carrascal completar de primeira, mas Weverton fez grande defesa.

O Palmeiras respondeu em grande estilo e conseguiu inaugurar o marcador aos 26 minutos da etapa inicial. Gabriel Menino recebeu belo passe de Patrick de Paula pela direita e cruzou rasteiro. Armani saiu errado e, na sobra, Rony teve tempo de ajeitar antes de bater. A bola desviou em De La Cruz e terminou nas redes.

Pouco depois, Scarpa chegou a marcar após cruzamento de Luiz Adriano, mas a arbitragem assinalou impedimento do centroavante, confirmado pelo VAR. Nos minutos finais, ao cobrar falta cometida por Patrick de Paula sobre Carrascal, Nacho Fernandez acertou o travessão.

O Palmeiras voltou atento para o segundo tempo e aumentou a vantagem no primeiro minuto da etapa complementar. Em jogada de contra-ataque, Luiz Adriano recebeu de Danilo, girou em cima de Rojas e arrancou até tocar entre as pernas do goleiro Armani.

Aos 14 minutos, pouco depois de cabecear com perigo, Carrascal foi expulso por entrada dura em Gabriel Menino, que irritou os adversários com um domínio de letra. Na cobrança da falta, Gustavo Scarpa cruzou e Matias Viña cabeceou para marcar o terceiro.

Com uma boa vantagem no marcador e um a mais em campo, o Palmeiras jogou sem se expor e Abel Ferreira aproveitou para fazer alterações. O time brasileiro ainda deu um susto em chute cruzado de Gabriel Menino nos minutos finais e soube como suportar algumas provocações dos adversários, especialmente contra Menino.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

Classificados Imóveis

Alugo Apartamento

R$ 550,00

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Janeiro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Comércio e Serviços em Geral