fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 

Equipe participou na categoria nova experiência na área de entretenimento

 

SÃO CARLOS/SP - Uma equipe formada por alunos da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) foi uma das finalistas da fase nacional do L’Oréal Brandstorm 2021, um jogo de negócios voltado para o desenvolvimento de ideias inovadoras e tecnológicas para a L'Oréal, pensando nas tendências atuais e no retorno que pode trazer à empresa. 
Integram a equipe os graduandos João Gabriel Viana Hirasawa e Mariana Zagatti Sabino, da Engenharia de Computação, e Silvia Luemi Aguena Nakamura, da Engenharia Elétrica, todos da UFSCar.

Ao todo, o desafio é constituído de quatro etapas: uma etapa ampla nacional, a final nacional, a semifinal internacional e a final internacional. A equipe da UFSCar chegou até a fase final nacional.

Nessa segunda etapa, a seleção foi dividida em duas partes: em um primeiro momento, ocorreu o envio inicial dos projetos (vídeo e documento com explicações do projeto), com cerca de 230 grupos participantes; dessas equipes, seis foram selecionadas para participar da final nacional. Os critérios para escolha dos projetos foram inovação, utilidade, viabilidade e escalabilidade.

Os grupos classificados participaram de uma série de eventos, webinários e reuniões com times de diversas áreas da L'Oréal Brasil para ajudar na elaboração dos projetos para a final nacional. O desafio contou com três categorias: novos produtos ou serviços, novo modelos de negócios e novas experiências inspiradas em entretenimento. Foi dessa última que a equipe da UFSCar participou.

O projeto da equipe da UFSCar é um jogo, descrito por Hirasawa "como um novo multiverso da beleza. Planejamos uma experiência imersiva, onde os jogadores podem criar seu próprio avatar virtual e gerenciar um salão de beleza, jogando minijogos para evoluir o salão. Outro aspecto chave é a interação em um fórum para compartilhar opiniões sobre produtos da L'Oréal e encontrar novos produtos que possam interessar às pessoas. Os jogadores ainda podem juntar moedas e cumprir desafios para receber benefícios como cupons de desconto em lojas online e outros brindes".

Com o objetivo de trazer a L'Oréal para mais perto dos consumidores, aumentar a difusão e discussão dos produtos das diferentes marcas da empresa e aproveitar o grande tamanho mundial da indústria de jogos, o grupo inovou ao apresentar um universo virtual para o ramo da beleza que integra aspectos de gamificação, rede social e visa realmente mudar a relação dos consumidores com a marca. "Uma maneira de inserir a L'Oréal no ‘metaverso’", completou o graduando.

"A vantagem tecnológica do nosso jogo é fornecer esse espaço dinâmico, que integra as pessoas nesse mundo digital de beleza. Há diversos aspectos de vantagem para a L'Oréal, como permitir a elaboração de sistemas de recomendação de produtos, a descoberta de novas tendências e a presença marcante nas redes sociais que o jogo poderá oferecer", afirmou. O público-alvo são pessoas de todas as idades que gostem de produtos de beleza em geral.

"Foi uma experiência única ter contato com tantos profissionais de áreas distintas dentro do mundo do negócio, principalmente por conta da oportunidade de conhecer o funcionamento da L'Oréal e o impacto das novas ideias diretamente no futuro da empresa", concluiu Hirasawa.

Enfrentamento da pandemia sobressai na agenda legislativa

 

SÃO CARLOS/SP - Na sessão da Câmara Municipal desta terça-feira (13), o vereador Roselei Françoso, presidente da Casa, fez referência aos 100 dias, completados no último dia 10, de sua gestão à frente do Legislativo são-carlense. A Mesa Diretora empossada no dia 1º. de janeiro com mandato no biênio 2021-2022, é integrada pelos vereadores Rodson Magno (1º, vice-presidente), Robertinho Mori (2º.vice presidente),  Marquinho Amaral (1º. secretário) e vereadora Raquel Auxiliadora (2ª secretária).

Roselei ponderou que “pelas restrições impostas pelo enfrentamento da pandemia, foram 100 dias absolutamente atípicos para uma gestão que se inicia”. Observou, no entanto que os resultados alcançados “colocam a Câmara Municipal no rumo das metas que traçamos: uma Casa que preserva sua autonomia e independência e atua com transparência e em sintonia com a sociedade”.

No período foram realizadas 12 sessões ordinárias, com 139 projetos apreciados e 69 aprovados em plenário, como também 646 requerimentos, 114 moções, 16 projetos de resolução, 3 decretos-leis e ainda 248 indicações encaminhadas ao Executivo.   

  A Câmara Municipal criou a Comissão Permanente de Segurança Pública e Defesa Social, três Frentes Parlamentares e uma Comissão Parlamentar de Inquérito que está em andamento.

Desde janeiro foram realizadas oito audiências públicas e quatro sessões solenes, entre elas a do dia 26 de março em que foram prestadas homenagens às profissionais da Saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid-19.

 

ENFRENTAMENTO DA PANDEMIA – Roselei enfatizou que a pauta determinante na agenda da Câmara nos primeiros 100 dias de sua gestão tem sido com a incidência da Covid-19 em São Carlos.

           “Todos nós – vereadores e vereadoras – estamos empenhados na preservação de vidas e, dessa forma, buscando uma melhor condição ao nosso município para fazer frente à pandemia; muitas das ações deste Legislativo comprovam que estamos mobilizados e atentos”, disse.

No dia 2 de março foi aprovado projeto de lei que dispõe sobre a constituição de convênio público para a aquisição de vacinas, insumos, medicamentos e equipamentos para o enfrentamento da pandemia e assuntos relacionados à vacinação pautaram a audiência pública realizada no dia 10 do mês passado e a criação da Frente Parlamentar de Enfrentamento à Pandemia.

O Legislativo realizou no dia 13 de março uma reunião com representantes da sociedade civil resultou em documento encaminhado ao Poder Executivo, propondo medidas concretas e aprovou a “CPI da Saúde” para apurar procedimento da gestão da secretaria municipal.

No último dia 26, Roselei conseguiu agendar e realizar uma reunião online entre autoridades municipais, federais e hospitais públicos de São Carlos buscando equacionar a falta de medicamentos e insumos utilizados no tratamento e manutenção da vida dos pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa. “Caminhamos na direção do que foi proposto quando assumimos o mandato no dia 1º de janeiro: meta central demonstrar o quanto os assuntos da Câmara são importantes”, declarou o presidente.

 

AUDIÊNCIAS PÚBLICAS – Roselei destacou, entre as atividades iniciais da Legislatura, a sessão solene alusiva aos  20 anos da Casa Abrigo “Gravelina Terezinha Lemes” e a criação das frentes parlamentares em defesa dos direitos das mulheres e em defesa dos servidores públicos. Também assinalou as audiências públicas que trataram de assuntos como a inserção da Equoterapia para beneficiar pessoas portadoras de deficiência, a questão do corte do 14º Salário e benefícios dos servidores municipais, a retomada de aulas presenciais nas escolas e as audiências de cumprimento de metas das secretarias da Fazenda e da Saúde.Outro tema discutido foi a suspensão das atividades práticas e reinserção da medicina da UFSCar no sistema de saúde do município.

Nesta semana a Câmara programou a realização de audiência pública online nesta quinta-feira (15) para tratar da situação dos cemitérios municipais, e no dia 16 para discutir a elaboração do plano plurianual para o período de 2022 a 2025 e a lei de diretrizes orçamentárias para o exercício de 2022.

O presidente da Câmara informou que a Câmara realizou o procedimento licitatório para contratação de emissora de rádio para divulgação ao vivo das sessões plenárias e adiantou que “assim que possível, atuaremos no sentido de ampliar a comunicação e buscar mecanismos que facilitem a nossa aproximação com a população”.

Depois de agradecer aos vereadores e aos servidores da Câmara “pelo empenho e dedicação a este momento tão delicado que vivemos” reafirmar compromisso com a defesa da democracia e com a liberdade de atuação dos parlamentares.

“Nossa  preocupação maior segue sendo o enfrentamento da pandemia para que possamos superar esse momento e ajudar o município na retomada de suas atividades normais. Toda a ação deste Poder Legislativo tem o objetivo precípuo de defender o interesse de cada cidadã e de cada cidadão que vive neste município”, concluiu.

SÃO CARLOS/SP - Os GMs do Canil conseguiram deter três jovens com entorpecentes na Rua Roberto Ferreira Lassance, no bairro Romeu Tortorelli, em São Carlos.

A viatura do Canil realizava patrulhamento, quando se deparou com os três sujeitos em atitude suspeita, os jovens estavam passando algo para uma pessoa em um veículo. Os mesmos ao ver a viatura ficaram apreensivos e foram abordados. Com eles foi encontrado XX (10) epeendorfs de substância análoga a cocaína, I (01) porção de substância análoga a maconha, I (01) cigarro da mesma substância e R$ 130.00. Indagados, os menores relataram que estavam traficando.

Diante dos fatos, os jovens de 15,16 e 17 anos, foram conduzidos à Central de Flagrantes.

Ação beneficiará moradores de três bairros de São Carlos

 

SÃO CARLOS/SP - Funcionários do Santander Tecnologia e Inovação entregarão, a partir de segunda-feira, dia 19, meia tonelada de alimentos a moradores de três bairros de São Carlos: Antenor Garcia, Zavaglia e Eduardo Abdelnur. A ação resulta da campanha de arrecadação de alimentos “Páscoa + TI”, realizada por quase 200 profissionais que trabalham no local.

“Nosso objetivo é impactar positivamente a sociedade em todos os sentidos e garantir que os colaboradores, nestes seis meses de operação da Estação 33 do Santander na cidade, vivam a responsabilidade social, a diversidade, o respeito ao próximo e principalmente a empatia”, diz George Garrido, Head de TI da Estação 33.

A campanha ocorreu em paralelo a uma ação nacional do Santander que doou 100 mil cestas básicas para a Ação da Cidadania, organização fundada pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, idealizador da campanha Brasil Sem Fome. Os 44,6 mil funcionários do banco no Brasil foram desafiados a igualar a marca na forma de doações espontâneas, assim o banco doará mais 100 mil cestas. Chegando a um total de 300 mil unidades. A campanha ganhou força com a união dos do Itaú e Bradesco e com isso, as três instituições doarão, juntas, 500 mil cestas básicas. As pessoas físicas ou empresas também podem colaborar com a doação, basta entrar na página Amigo de Valor, disponível no site do banco Santander (https://www.santander.com.br/amigodevalor/adesao/).

SÃO CARLOS/SP - O vereador Azuaite França (Cidadania)  afirmou  durante a sessão online da Câmara Municipal na terça-feira (13) que a Prefeitura tem a prerrogativa de decidir as regras para o retorno presencial de aulas na rede pública, inclusive estadual. Ele citou que, conforme determinação em vigor, apenas se não existir ato fundamentado em sentido contrário pelo prefeito é que o secretário estadual da Educação pode autorizar a retomada das aulas.

 “Mas onde está o prefeito para se pronunciar?”, indagou. “Será que vai ouvir a rede estadual para conhecer as suas argumentações, através de quem fala por ela, que é o CPP, a APEOESP, a APASE, a UDEMO e a diretoria de Ensino, que é a extensão da secretaria estadual da Educação?”.

Azuaite lamentou que no enfrentamento da pandemia, esteja havendo “um desencontro por falta de comando estabelecido em diretrizes pelo Ministério da Saúde e especialmente pelo presidente da República, cujo comportamento deveria estar à altura de um chefe de Estado e não está”.

O vereador declarou que “existe um vazio de comando em São Carlos, a  ponto de alguns dizerem que, infelizmente, o prefeito precisa tomar cuidado para saber o que assina, porque ele está fora da realidade, é o que consta”.

Acrescentou que “é necessário que se saiba quais as condições atuais do prefeito para administrar São Carlo; não podemos ter numa crise como essa um vazio de comando e de liderança em nossa cidade”.

Ainda em sua fala na tribuna da Câmara,  Azuaite expressou preocupação com o atual momento da pandemia  no país e no município: “Temos no Brasil 3,5 milhões de infectados pela Covid-19, 7% da população, mais de 350 mil mortos e em São Carlos 6% da população infectada (15.304), 247 mortos, 3 mortes diárias nos últimos 30 dias 3 mortes diárias”.

 “Não estou aqui com frescura ou mimimi, estou tratando de fatos e sentindo que os vereadores querem ajudar a resolver as coisas. Mas o importante é ouvir a ciência”, afirmou, apontando o número crescente de mortos no país e a falta de vacinas, para ressaltar a importância dos cuidados para evitar a propagação da doença.

“Quando eu digo que sou a favor do lockdown, sou mesmo. Lockdown é fechar tudo por um curto período de tempo, três  semanas - 21 dias – e só depois abrir de forma gradual para que não haja contradições como a que os vereadores apontam (supermercados e ônibus lotados e igrejas vazias), tem que ter regra pra tudo”, afirmou.

A seu ver as contradições “alimentam a perpetuação de injustiças, isso não queremos: provoca muito mais prejuízo passar muito tempo abrindo e fechando, restringindo uma coisa ou outra, do que abrir de forma igual, lenta, gradual, lógica para todo mundo depois de um fechamento severo por um curto espaço de tempo”.

Azuaite afirmou que tem participado da Frente Parlamentar de Enfrentamento da Pandemia e de outros coletivos de discussão e lamentou existir, da parte dos governantes, “um desprezo pela inteligência e experiência de pessoas e instituições; isso não pode acontecer”.

O parlamentar disse que respeita as opiniões divergentes de alguns vereadores sobre as medidas de enfrentamento da pandemia. “Minha posição é diferente e que ela seja respeitada; é nesse nível que a discussão deve se estabelecer. Todos nós queremos sair dessa logo e vivos, para isso precisamos estar unidos e alicerçados na ciência e no respeito”.

SÃO CARLOS/SP - O comandante do 38º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), Tenente Coronel Otávio Augusto de Lima Seminate, repassou na tarde desta segunda para vice-prefeito Edson Ferraz e para a secretária de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa Marques, 520 kg de alimentos arrecadados durante a vacinação dos profissionais das forças de segurança pública que compõem a linha de frente na prestação de serviços essenciais à população.

A imunização foi realizada pela equipe da Vigilância Epidemiológica e da Atenção Básica de 5 a 9 de abril no próprio BPM/I que funcionou como um posto regional de vacinação já que além dos policiais de São Carlos, também foram vacinados os profissionais que trabalham em Ribeirão Bonito, Ibaté, Dourado, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro e Porto Ferreira. Também receberam a vacina contra a COVID os policiais militares da Infantaria, Corpo de Bombeiros e Policiamento Ambiental de São Carlos, Polícia Civil da região, Polícia Técnica Científica e Guardas Municipais de São Carlos, Ibaté e Porto Ferreira.

O vice-prefeito Edson Ferraz agradeceu em nome do prefeito Airton Garcia a colaboração do Batalhão. “Antes da pandemia repassávamos através da Cidadania cerca de 400 cestas básicas para famílias necessitadas, hoje esse número ultrapassa 1.600 cestas mensalmente. A pandemia tirou a única renda de muitas pessoas e a campanha é exatamente para beneficiar famílias carentes e com déficit nutricional”, disse Ferraz.

“Agradeço a colaboração dos policiais, guardas municipais e demais profissionais da segurança pública no engajamento da campanha “Vacina Contra a Fome”. Se cada grupo que for vacinado doar um pouco, vamos arrecadar muito. Todos os alimentos serão repassados para famílias em vulnerabilidade social”, garantiu a secretária Glaziela Solfa Marques.

O comandante do 38º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), Tenente Coronel Otávio Augusto de Lima Seminate, lembrou que a Policia Militar nunca parou desde o início da pandemia. “Nossos homens estão nas ruas dia e noite e por meio desse contato com a sociedade sabem bem as mazelas que a pandemia trouxe. Além da doença, a fome passou a fazer parte da realidade de muitas famílias, por isso essa ajuda é importante”.

SÃO CARLOS/SP - Uma idosa foi na 2ª feira (12), ao Plantão Policial para registar uma ocorrência onde foi vítima de assalto em sua casa, na Rua Manoel M. Carlos Pinto, em São Carlos.

A dona de casa disse que estava em seu descanso matinal, quando foi acordada por três criminosos, que segundo a vítima, estavam armados com uma faca e uma arma de fogo. A mulher foi rendida e os meliantes levaram um Fiat/Toro, celular, R$1.800,00, joias, bike entre outros objetos.

Os bandidos esperaram o filho da vítima sair para ir trabalhar e após isso aconteceu o assalto.

Projeto realizado pela parceria UFSCar e Rotary-Pinhal está aberto a homenagens

 

SÃO CARLOS/SP - Sabe aquele professor que você recorda com carinho e admiração? Com o intuito de homenagear esses profissionais da Educação, o projeto de extensão de arborização urbana, conduzido pelo Departamento de Ciências Ambientais (DCAm) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e o Rotary Club de São Carlos - Pinhal, irá inaugurar, no dia 11 de junho, a Praça dos Professores. A praça está localizada no Loteamento Habitacional São Carlos I, próximo ao Campus II da Universidade de São Paulo (USP). 

Para esta quarta edição, o projeto também está convidando aqueles que queiram, por meio de doações, prestar uma homenagem a professores que foram especiais em suas vidas e, ao mesmo tempo, contribuir com o plantio e a manutenção de árvores na cidade. Para isso, a iniciativa conta também com o apoio do Centro do Professorado Paulista (CPP) de São Carlos. "Estamos honrados em fazer parte dessa iniciativa. A simbologia é perfeita. Árvore é síntese da perpetuação da vida. Professor é certeza de esperança", declara Azuaite Martins de França, presidente do CPP. 

O local do plantio foi indicado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação de São Carlos, que também é parceira no projeto. Além do CPP, essa edição ganhou a participação especial da construtora RPS Engenharia, que executou benfeitorias no local, entre elas, o calçamento de um caminho de terra já utilizado pelos pedestres, facilitando a mobilidade das pessoas. 

A inauguração com o descerramento da placa com o nome dos professores homenageados acontece no dia 11 de junho. No entanto, seguindo as orientações técnicas da UFSCar, o plantio de 100 mudas de espécies nativas, incluindo frutíferas, já foi realizado em novembro do ano passado, no início do período de chuvas, favorecendo, assim, o desenvolvimento das mudas. Devido à pandemia de Covid-19, os detalhes do evento ainda serão acordados pelos parceiros, mediante protocolos sanitários atualizados.

O projeto "Valorização de espaços verdes públicos urbanos: integração universidade e sociedade", implantado junto ao Rotary - Pinhal em 2017 e coordenado, na UFSCar, pela professora Andréa Lúcia Teixeira de Souza, do Departamento de Ciências Ambientais (DCAm), já soma um total de 630 mudas plantadas, incluindo manutenção posterior, em cinco locais de São Carlos (veja histórico no final da matéria).

Captação de recursos

Até agora, a quarta edição do projeto, no Loteamento São Carlos I, conta com 100 árvores plantadas, correspondentes aos professores homenageados. Um plantio complementar será feito de acordo com as novas doações. Dessa forma, quem quiser ainda tem a oportunidade de prestigiar um mestre que marcou sua vida. Podem receber a homenagem professores de qualquer cidade, que atuam ou atuaram desde a Educação Infantil até o Ensino Superior, passando por cursos e outras iniciativas de formação, do setor público e privado. 

Cada árvore simboliza uma pessoa homenageada, mediante doação de R$ 150. O recurso financeiro, administrado integralmente pelo Rotary - Pinhal, é investido na manutenção, por no mínimo dois anos, do local do plantio (incluindo a retirada de ervas daninhas, controle de formigas, adubação periódica e a substituição das plantas, se necessário). Interessados em homenagear professores podem entrar em contato pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo celular/WhatsApp (16) 99101-2384. Os nomes dos professores serão registrados na placa a ser instalada no local do plantio.

Histórico do projeto

Confira as cinco edições realizadas, desde 2017, pelo projeto de arborização em São Carlos, conduzido pela UFSCar e Rotary - Pinhal:

- 2017: "Praça das Mães e das Mulheres", na Praça João Paulo II, em frente à pista de skate do bairro Santa Felícia, com plantio de 100 mudas e doação da comunidade;
- 2018: "Praça dos Pais e dos Filhos", próxima ao Shopping Iguatemi, que também é parceiro dessa edição, com 150 mudas e doação da comunidade;
- 2019: "Praça dos Advogados", no Jardim Araucária, em parceria com a Associação dos Moradores do bairro (Amja) e a Subseção de São Carlos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), inicialmente com 100 mudas e um complemento de 50 mudas em 2020, com doação dos advogados;
- 2020: Praça dos Professores, no Loteamento Habitacional São Carlos I, próximo ao Campus II da USP, com plantio (parcial) de 100 mudas, e participação da RPS Engenharia e CPP; 
- 2020 (segundo plantio do ano): área no bairro Arnon de Mello, com 130 mudas e patrocínio da DNA Consult, aguardando campanha de lançamento.

SÃO CARLOS/SP - Josivaldo Barbosa, de 51 anos, perdeu a vida após ser atropelado por um ônibus na Rua Lázaro Santos, no bairro Cidade Aracy, em São Carlos. O fato ocorreu na noite de ontem, 12.

De acordo com Boletim de Ocorrência (B.O), o ônibus parou em um ponto onde dois passageiros entraram, ao sair e tentar fazer uma curva, o motorista escutou gritos para parar, o motorista parou e ao descer do ônibus viu que tinha atropelado um homem.

A vítima foi socorrida à UPA da Vila Prado, mas não resistiu.

A ocorrência foi registrada no Plantão Policial.

SÃO CARLOS/SP - O Comando Dejem composto pelo 1º Tenente Elizabete e o Soldado Flávio, deteve um indivíduo com entorpecentes na Avenida João Dagnone, esquina com a Rua Gildney Carreri, no bairro Santa Angelina, em São Carlos.

O patrulhamento era realizado, quando no cruzamento entre as duas ruas foi avistado o sujeito que ao ver a viatura colocou algo no bolso, os Policiais ao tentar a abordagem o mesmo resistiu, mas foi contido. No bolso de F.G.B de B., foi localizado R$ 119,00 em dinheiro e no chão III (03) invólucros de maconha.

Os Militares resolveram fazer uma averiguação nas proximidades e foi localizado mais V (05) invólucros de maconha e mais uma máquina de passar cartão de crédito e débito.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão ao sujeito, onde foi apresentado ao Plantão Policial e depois ficou no Centro de Triagem de São Carlos.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Abril 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Comércio e Serviços em Geral