fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Ivan Lucas

Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

URL do site: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

IBATÉ/SP - O prefeito José Luiz Parella (PSDB) participou na tarde da última quarta-feira, 08, de uma videoconferência com integrantes do Governo do Estado, em especial, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional, com o objetivo de reforçar a importância das medidas na contenção da Covid-19.

A reunião contou com a presença de prefeitos dos 26 municípios que compõem a região central do Estado, bem como, do secretário Marco Vinholi, o secretário executivo Dr. Rubens Cury, ambos da SDR; do diretor regional de Saúde, Florisvaldo Fiorentino; e da diretora do Escritório Regional, Edna Martins.

Entre as medidas debatidas, está a possível flexibilização da quarentena na região. Os prefeitos expressaram a vontade dos pequenos comerciantes retornarem suas atividades. “Neste momento, não podemos afrouxar as decisões tomadas pelo Governo. Entendemos que o comércio precisa abrir, mas só vamos tomar essa decisão quando não houver risco para a população. A medida é difícil, mas necessária para salvar vidas”, afirmou Vinholi.

O Governo Estadual decidiu adotar o isolamento horizontal fechando, parcialmente, alguns estabelecimentos, até o próximo dia 22 abril. Somente serviços essenciais devem permanecer abertos, como saúde, alimentação, abastecimento, logística, serviços gerais, comunicação social, segurança, construção civil e indústrias.

Vinholi também reforçou o repasse de R$ 6,1 milhões, no último dia 30 de março, para os 26 municípios da região. O montante deve ser aplicado na saúde básica e de média complexidade para o combate ao novo coronavírus.

Zé Parella aproveitou para solicitar que o governador João Doria fosse mais especifico, pois o decreto estadual deixa muitas dúvidas em relação aos estabelecimentos que podem ou não abrir. “Os prefeitos estão sendo pressionados pelo comércio de suas cidades. Precisamos que o governo estadual, seja através de um ofício ou mesmo de um vídeo do nosso governador, oriente melhor sobre essa situação para que possamos ter mais tranquilidade e certeza das ações que podemos e temos que tomar”, contou o prefeito.

Sobre essa questão, ficou acordado de que a Prefeitura de Ibaté encaminharia um ofício para que o estado pudesse se posicionar oficialmente sobre o assunto. “Não podemos agir, prejudicando nossos comerciantes, os quais estão sofrendo muito com essa pandemia”, ressaltou Parella.

Ele ressaltou que o Poder Executivo de Ibaté está preocupado com o comércio, pois sabe das dificuldades que todos estão passando. “Nesse momento, temos que nos unir contra o coronavírus. Essa pandemia está assustando todo mundo. Executamos algumas ações, que tem ajudado a combater o vírus, como abertura de uma nova ala no Hospital Municipal, a desinfecção de todas as unidades de saúde e bancos, onde acontecem uma maior concentração de pessoas, por conta dos pagamentos que estão sendo realizados, bem como, o aferimento da temperatura das pessoas nas vias públicas para que sejam orientados pela Vigilância Epidemiológica e Sanitária”, finalizou o prefeito.

ARARAQUARA/SP - Uma denúncia anônima levou a Polícia Militar a prender um criminoso, de 25 anos, na Rua Joseph Sabeh Harb, no Jardim Santa Adélia, na cidade de Araraquara, com 591kg de maconha e um veículo furtado.

Moradores do local notaram a entrada e saída de veículos estranhos em uma área de lazer, por vários dias sem que no local ocorresse nenhuma festa.

A Policia Militar foi informada e conseguiu abordar o criminoso em frente ao local indicado na denúncia. Durante a vistoria da área de lazer, os policiais encontraram o entorpecente escondido dentro de diversas caixas de papelão e uma caminhonete Mitsubishi Triton L200, de cor branca.

As drogas e o criminoso foram levados para a delegacia. A droga foi apreendida e o criminoso acabou atrás das grades.

 

*Por: PORTAL MORADA

O transporte da matéria-prima foi feito pelas Secretarias de Segurança e da Saúde

 

SÃO CARLOS/SP - A produção de máscaras de proteção face shield, executada pelas equipes dos Departamentos de Engenharia Mecânica (DEMec), Engenharia de Produção (DEP), Engenharia de Materiais (DEMa), Engenharia Elétrica (DEE), Computação (DC) e pela Agência de Inovação (AIn) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) teve apoio extra nesta semana. A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social e a Secretaria da Saúde de São Carlos ajudaram na logística do transporte da matéria-prima.

Por meio de doações de voluntários de São Carlos, o material foi adquirido em empresas localizadas em Guarulhos e Vinhedo. "A UFSCar agradece o apoio da Prefeitura de São Carlos que prontamente nos auxiliou na busca do material para a produção das máscaras. Com esta matéria-prima vamos produzir aproximadamente 1.000 máscaras de proteção face shields e, assim, ampliar a distribuição para novas unidades", ressaltou o Prof. Dr. Rafael Vidal Aroca, Diretor da Agência de Inovação da UFSCar.

Até a tarde desta quinta-feira (09), a UFSCar, campus São Carlos, já distribuiu 388 máscaras face shield a diversas unidades. "Neste momento em que vemos a dificuldade de inúmeros países para compra de kits de teste, reagentes químicos e equipamentos de proteção, seguimos dando a nossa contribuição para conter a pandemia. Além disso, fortalecemos a parceria com a Prefeitura de São Carlos", afirmou a Reitora da UFSCar, Wanda Hoffmann.

Parte da matéria-prima será utilizada pelo Departamento de Engenharia Mecânica da USP, campus São Carlos, que também vem produzindo face shields.

Proteção para GM e Defesa Civil - 40 máscaras de proteção face shields foram entregues para a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social na tarde desta quinta-feira (09). Os equipamentos serão utilizados pela Guarda Municipal e Defesa Civil de São Carlos. "Temos que destacar o trabalho do Chefe de Gabinete da Secretaria, Paulo Belonci, e também do coordenador da Defesa Civil, Pedro Caballero, que se empenharam neste apoio. A união das duas Instituições, Prefeitura e UFSCar, só traz benefícios à comunidade", completou o Secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Samir Gardini.

BRASÍLIA/DF - O governador do Distrito Federal (DF), Ibaneis Rocha, determinou ontem (10) a reabertura de lojas de móveis e eletrodomésticos. Assim, as lojas especializadas na comercialização de itens como fogão, geladeira, cama, sofá e outros móveis para casa e escritório poderão reabrir as portas. O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal.

O governador também autorizou o retorno às atividades das instituições do Sistema S. Dessa forma, voltam a funcionar o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o Serviço Social do Comércio (Sesc), o Serviço Social da Indústria (Sesi), o Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), o Serviço Social de Transporte (Sest), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat).

A decisão confirma o abrandamento das medidas de isolamento determinadas por Ibaneis no dia 19 de março. Na ocasião, ele determinou o fechamento do comércio em geral, com exceção de atividades relacionadas à saúde e compra de artigos de primeira necessidade, como supermercados e padarias. Escolas e faculdades também foram proibidas de abrir.

No dia 1º de abril, Ibaneis editou um decreto prorrogando o fechamento de vários tipos de comércio e instituições de ensino, mas permitindo a reabertura de feiras permanentes. O decreto de hoje inclui lojas de móveis e eletrodomésticos no rol de estabelecimentos contemplados no decreto do início do mês.

Balanço de hoje do Ministério da Saúde que atualiza os números do coronavírus no país mostra que o DF tem 555 casos confirmados, com 14 mortes. Além disso, o ministério inclui o Distrito Federal em uma lista, juntamente com São Paulo, o Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas como os estados que podem estar entrando numa fase de aceleração descontrolada da pandemia.

Arrecadação de recursos

No mesmo decreto publicado hoje, Ibaneis criou o programa Todos Contra o Covid. Segundo o decreto, o programa permite a arrecadação de recursos para aquisição e contratação, de forma imediata, de serviços, equipamentos, insumos, alimentos e demais bens necessários ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Segundo a publicação, essas arrecadações não poderão exigir ônus ou encargos ao Distrito Federal. O Instituto BRB, vinculado ao Banco de Brasília, executará o programa.

 

*Por: Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Maio 2022 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          
Aviso de Privacidade

Este site utiliza cookies para proporcionar aos usuários uma melhor experiência de navegação.
Ao aceitar e continuar com a navegação, consideraremos que você concorda com esta utilização nos termos de nossa Política de Privacidade.