fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Com golaço de Nikão, Athletico-PR vence Red Bull Bragantino por 1 a 0 e é bicampeão da Copa Sul-Americana RAUL MARTINEZ/EFE

Com golaço de Nikão, Athletico-PR vence Red Bull Bragantino por 1 a 0 e é bicampeão da Copa Sul-Americana

Escrito por  Nov 20, 2021

MONTEVIDÉU - O Athletico Paranaense é bicampeão da Copa Sul-Americana. Neste sábado, a equipe venceu o Red Bull Bragantino, em Montevidéu, pelo placar mínimo. Nikão marcou um belo gol de voleio no primeiro tempo e balançou as redes no Estádio Centenário para o Furacão.

Com o triunfo na capital uruguaia, o Athletico se tornou o primeiro time brasileiro a conquistar duas vezes a competição continental. O clube também levantou a taça em 2018, quando bateu o Junior Barranquilla, nos pênaltis, na Arena da Baixada.

O jogo - A final teve início movimentado, enquanto as equipes se estudavam. No começo, o Bragantino, sob o comando de Maurício Barbieri, avançou suas linhas e pressionou o Athletico, que apostou no jogo de transição. Com chutes de fora da área, Tomás Cuello e David Terans construíram boas oportunidades de gol para os dois lados.

Com o tempo, o Furacão, treinado por Alberto Valentim, se impôs no duelo e passou a atacar. Aos 29 minutos, a mudança de postura deu resultado.

Terans chutou forte, da esquerda, para a defesa de Cleiton. Nikão aproveitou o rebote e, de voleio, finalizou no canto direito do goleiro. A bola acertou a trave e, em seguida, balançou as redes, para colocar o Athletico em vantagem com um belo gol.

Continua depois da publicidade

Segundo tempo

A etapa complementar também teve boas oportunidades no início. Um dos destaques do confronto, Terans, mais uma vez, fez boa jogada. O uruguaio ajeitou para Léo Cittadini, que finalizou ao lado da meta.

Entretanto, o clube paranaense recuou suas linhas, apostando em um jogo mais direto, e sofreu pressão. O Massa Bruta, por sua vez, controlou a posse de bola e tentou acionar Artur com mais regularidade. Um chute colocado do ponta, à meia altura, passou perto da trave direita de Santos.

Os últimos minutos, após as entradas de Alerrandro e Gabriel Novaes, foram de ataque contra defesa. Por meio de cruzamentos, o Bragantino foi para o tudo ou nada e quase empatou o jogo com Léo Ortiz, que cabeceou após escanteio. No entanto, ninguém balançou as redes novamente e, assim, o título foi conquistado pelo Athletico Paranaense.

 

 

GAZETA ESPORTIVA

Última modificação em Sábado, 20 Novembro 2021 19:10
Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

Website.: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas
E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Top News

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Dezembro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31