fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

RIO DE JANEIRO/RJ - Horas após o governador de São Paulo, João Doria, afirmar, nesta segunda (6), que os clubes de futebol de seu estado não poderão iniciar a participação no Campeonato Brasileiro antes do término do Campeonato Paulista, a Confederação Brasileira de Futebol divulgou nota na qual diz que o começo do Brasileirão será em 9 de agosto.

“A respeito da declaração do governador de São Paulo, João Doria, em coletiva nesta segunda-feira, 6, sobre o Campeonato Brasileiro, a CBF afirma que: 1 - Os clubes de São Paulo aprovaram, em reunião no dia 25 de junho, com a presença dos 40 clubes das Séries A e B, as datas de 9 de agosto para o início da Série A do Campeonato Brasileiro e 8 de agosto para início da Série B. 2 - Para preservar estas datas, os clubes concordaram em jogar fora de seus domínios, transferindo o seu mando de campo para outra cidade ou estado caso o seu local de jogo não esteja liberado nas datas de início das competições. Essa decisão foi tomada em votação que contou com o apoio de 19 clubes da Série A, incluindo todos os de São Paulo. 3 - Os clubes de São Paulo disputantes do Campeonato Brasileiro da Série A reafirmaram sua posição em contato com a CBF, nesta segunda-feira, 6. A CBF e a Federação Paulista de Futebol [FPF] estão em permanente sintonia em relação aos temas de interesse do futebol brasileiro”, diz a nota.

Doria expressou sua posição um dia após a publicação de entrevista do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, ao jornal O Globo, na qual ele confirma a abertura das Séries A, B e C do torneio nacional para os dias 8 e 9 de agosto.

“Temos três rodadas para concluir o campeonato [na verdade, duas para finalizar a primeira fase, tendo ainda o mata-mata pela frente]. Sem concluir [o Estadual], os times de São Paulo não podem participar do Brasileiro. Estamos levando isso em conta, os aspectos de saúde e o protocolo assinado com a Federação Paulista de Futebol [FPF]. E esta, por sua vez, com as equipes da primeira divisão [Série A1]”, afirmou Doria, em entrevista coletiva. “Sobre a decisão da CBF de voltar no dia 9, não houve consulta prévia ao governo do estado de São Paulo”, completou.

Ainda não há uma data oficial para reinício do Paulistão, suspenso após a 10ª rodada da primeira fase. Na última sexta (3), o secretário de esportes do estado de São Paulo, Aildo Ferreira, disse que a realização de eventos esportivos poderá ser autorizada a partir de 27 de julho nas regiões que passarem, ao menos, quatro semanas na terceira de cinco fases do plano de reabertura das atividades no estado. Ou seja, onde a pandemia do novo coronavírus (covid-19) estaria mais controlada.

 

 

*Por Agência Brasil

RIO DE JANEIRO/RJ - O Flamengo confirmou o favoritismo ao vencer por 2 a 0 o Volta Redonda, neste domingo, no Maracanã. Com o resultado, os rubro-negros se classificaram para a final da Taça Rio.

No primeiro tempo, os rubro-negros demoraram a engrenar, mas abriram o placar com Bruno Henrique. Já no início do segundo tempo, novamente Bruno Henrique aumentou a vantagem.7

Na decisão da Taça Rio, o Flamengo terá pela frente o Fluminense. Caso conquiste o segundo turno, os rubro-negros asseguram o bicampeonato do Campeonato Carioca.

O jogo - Diferente dos últimos jogos, o Flamengo viu o Volta Redonda não apenas se defender. Tanto que os visitantes tiveram a primeira boa chance, aos 14 minutos, com Pedrinho. O atacante chutou, a bola desviou e obrigou Diego Alves a fazer boa defesa.

Só que, aos poucos, o Flamengo aumentou a pressão e quase marcou aos 16 minutos, em chute de Éverton Ribeiro. Não demorou muito e os rubro-negros abriram o placar aos 20 minutos. Gabigol tocou para Bruno Henrique, que chutou sem chance para Douglas Borges.

Depois do gol, o Flamengo aumentou seu domínio na partida. Os donos da casa passaram a desperdiçar muitas chances de ampliar o placar. Bruno Henrique, duas vezes, e Gabigol pararam na defesa adversária.

O panorama do jogo seguiu o mesmo até os minutos finais. Os flamenguistas chegaram a marcar o segundo, mas o gol foi bem anulado por impedimento de Bruno Henrique. Com isso, o Flamengo manteve a vantagem até o intervalo.

No segundo tempo, os rubro-negros começaram com tudo e quase ampliaram com um minuto, com Gerson. O meia recebeu na área e chutou para grande defesa de Douglas Borges. Só que dois minutos depois, Bruno Henrique foi lançado, passou pelo goleiro e tocou para a rede.

O revés foi sentido pelo Volta Redonda, que viu o Flamengo aumentar o domínio e passar a criar diversas chances de gol. Quem passou a se destacar foi o goleiro Douglas Borges, que impediu uma goleada rubro-negra.

O Voltaço só assustou aos 22 minutos, com Saulo Mineiro, que chutou na rede pelo lado de fora.

O lance não mudou a atitude do Flamengo, que manteve o domínio da posse de bola. No entanto, os rubro-negros começaram a diminuir o ritmo e a administrar a partida. Nos minutos finais, os donos da casa ainda desperdiçaram uma boa chance com Michael. Mesmo assim, os flamenguistas saíram com a classificação tranquila para a final da Taça Rio.

RIO DE JANEIRO/RJ - O Fluminense aproveitou a vantagem e se classificou para a final da Taça Rio. Neste domingo, os tricolores empataram por 0 a 0 com o Botafogo, no Nilton Santos.

O Fluminense teve uma boa atuação no primeiro tempo. No entanto, viu o Botafogo crescer na etapa final. Os tricolores seguiram com problemas no setor ofensivo e pouco incomodaram a zaga alvinegra. Do outro lado, os alvinegros chegaram a acertar a trave de Muriel com Bruno Nazário.

Na final da Taça Rio, o adversário será o Flamengo, nesta quarta-feira. O Fluminense precisa conquistar o segundo turno para estar na decisão do Campeonato Carioca.

O jogo - A partida começou em ritmo acelerado. O Fluminense pressionou e quase abriu o placar aos quatro minutos. Após cobrança de escanteio, Nino cabeceou muito próximo ao gol de Gatito Fernández.

O Botafogo acordou após o susto e quase marcou aos dez minutos. Luiz Fernando Fernando cruzou rasteiro e a bola chegou em Luís Henrique. O garoto chutou perto do gol de Muriel.

A partir dai, os alvinegros passaram a chegar com mais facilidade. O Botafogo teve boa chance aos 17 minutos, quando Pedro Raul recebeu lançamento e chutou para grande defesa de Muriel. Depois, o atacante aproveitou passe de Honda e cabeceou para mais uma defesa do goleiro tricolor.

O Fluminense não deixou o adversário dominar o clássico, mas tinha dificuldade em criar boas chances de gol. Os tricolores só assustaram em cobrança de falta de Nenê. No entanto, nenhuma das equipes foi capaz de marcar e a partida seguiu empatada até o intervalo.

No segundo tempo, o clássico iniciou equilibrado. O Fluminense tinha mais posse de bola, mas o Botafogo que assustou pela primeira vez, aos oito minutos, em chute de Pedro Raul. Os tricolores responderam com Fred, que finalizou pela linha de fundo.

A partida seguia equilibrada, mas sem muitas chances de gol. O Botafogo era mais objetivo e quase marcou aos 28 minutos. Honda achou Bruno Nazário na área e o meia acertou a trave de Muriel.

Na parte final, o Botafogo tentou esboçar uma pressão, mas deixou espaço para o Fluminense. Os tricolores chegaram a assustar, em cabeceio de Evanílson. Mesmo assim, a equipe comandada por Odair Hellmann conseguiu segurar a classificação para a final da Taça Rio.

 

 

*Por: GAZETA PRESS

MUNDO - O Manchester City carimbou a faixa do Liverpool nesta quinta-feira (2) ao golear os atuais campeões do Campeonato Inglês por 4 a 0 em partida realizada no estádio City of Manchester.

O triunfo da equipe comandada pelo técnico espanhol Pep Guardiola vem exatamente uma semana depois de a equipe da terra dos Beatles garantir o campeonato nacional após ver o vice-líder Manchester City ser derrotado por 2 a 1 pelo Chelsea no estádio de Stamford Bridge.

Carimbo na faixa

Mesmo contando com a equipe considerada titular, o time comandado pelo técnico alemão Jürgen Klopp não teve força para superar um Manchester que contou com o brilho do goleiro brasileiro Ederson, muito seguro na defesa.

O City venceu graças a gols dos atacantes ingleses Sterling e Foden, e do meia belga De Bruyne. O tento contra de Oxlade-Chamberlain completou o marcador.

 

*Por: AGÊNCIA BRASIL 

RIO DE JANEIRO/RJ - Fluminense e Volta Redonda conseguiram na noite desta última quinta (2) chegar às semifinais da Taça Rio. Com situação mais cômoda na tabela, o Fluminense foi o primeiro a entrar em campo, em Bacaxá (Saquarema, na Região dos Lagos), diante do Macaé. Depois da derrota por 3 a 0 para o Volta Redonda na última rodada, a torcida aguardava uma reação, mas o time voltou a jogar mal e empatou por 0 a 0. Apesar da má atuação, inclusive do artilheiro Fred, a equipe de Odair Hellmann garantiu a liderança do Grupo B, com 10 pontos ganhos. O Botafogo, vice-líder do grupo A, será o adversário da próxima fase.

Já o Vasco precisava de uma combinação de resultados para arrancar a classificação. O primeiro passo era superar o Madureira dentro de casa. O gol da vitória só veio aos 38 minutos do segundo tempo, com o argentino Gérman Cano. Apesar do esforço do elenco cruzmaltino em São Januário, o Volta Redonda venceu por 2 a 1 o Resende e ficou com a segunda vaga. Seu adversário será o Flamengo.

As semifinais da Taça Rio serão no próximo final de semana. Segundo a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), os dois jogos acontecem no próximo domingo (5) às 16h (horário de Brasília). Fluminense e Botafogo jogam no estádio Nilton Santos, e Flamengo e Volta Redonda no Maracanã.

Também nesta quinta, a Ferj lançou nota afirmando estar surpresa pela rescisão de contrato da TV Globo. A decisão da emissora foi motivada pela transmissão do Flamengo, pelas redes sociais, do jogo contra o Boavista na última quarta. Nesta quinta o Vasco fez o mesmo. Os clubes estão amparados pela MP 984, que confere poderes exclusivos aos mandantes dos jogos para negociar os direitos de transmissão.

 

*Por Rodrigo Ricardo - Repórter da Rádio Nacional

*AGÊNCIA BRASIL

RIO DE JANEIRO/RJ - O Flamengo desenvolveu todo um trabalho de promoção e divulgação do jogo contra o Boavista e o resultado foi um sucesso. A transmissão com imagens pelos canais oficiais do clube - a primeira após a publicação da MP nº 984 - alcançou números expressivos durante a vitória por 1 a 0 sobre o Boavista, no Maracanã, sendo a maior live esportiva da história do Youtube no mundo.

Os recordes mirados pelo clube também foram alcançados. O pico de acessos simultâneos na FlaTV superou os 2,2 milhões, com a transmissão alcançando 14 milhões de visualizações no Youtube e impulsionando as inscrições no canal.

Foram cerca de 450 mil novos inscritos durante a transmissão - que começou duas horas antes da partida -, que fizeram a superar a barreira dos 4 milhões.

Nas redes sociais, a qualidade da transmissão recebeu elogios pela qualidade de imagem. O clube entregou um produto personalizado que agradou a Nação.

A transmissão foi muito celebrada internamente. Diferentes setores do clube estiveram focados no assunto, nos últimos meses, para viabilizar tal situação.

O entendimento é de que foi dado um passo histórico para o Rubro-Negro, que já pôde vislumbrar as possibilidades financeiras com a transmissão. Os valores não são revelados, mas o clube negociou patrocínios pontuais e também teve uma grande arrecadação através dos ingressos virtuais e contribuição dos espectadores no Youtube - engajamento que rendeu elogios do presidente.

- A grande festa é da torcida, com uma participação gigantesca e mostrando que esse é o caminho certo. Canal direto com a nossa torcida, que é algo muito importante - afirmou Rodolfo Landim, o mandatário rubro-negro, após o jogo.

 

 

*Por: LANCE!

MUNDO - Em uma partida insana, repleta de chances de gols e com arbitragem extremamente polêmica, Barcelona e Atlético de Madrid empataram por 2 a 2, nesta terça-feira, pela 33ª rodada de LaLiga, no Camp Nou.

Com o resultado, o Barça foi a 70 pontos e segue em 2º lugar, podendo ver o rival Real Madrid disparar de vez na ponta.

Os merengues possuem 71 pontos entram em campo nesta quinta-feira, contra o Getafe. Em caso de vitória, abrirão 4 pontos de frente sobre os blaugranas.

No Camp Nou, os donos da casa saíram na frente logo aos 11 minutos: Messi cruzou na área e Diego Costa desviou contra a própria meta, fazendo gol contra.

Só que os colchoneros não se intimidaram e foram para cima. Aos 19, Llorente invadiu a área, driblou Vidal e foi claramente derrubado com uma rasteira: pênalti claríssimo.

Na cobrança, Diego Costa "telegrafou" e Ter Stegen espalmou para escanteio. Só que, após análise do árbitro do VAR Mateu Lahoz, a batida voltou, já que o arqueiro alemão foi acusado de se adiantar.

Na 2ª oportunidade, Saúl deslocou Ter Stegen e igualou o placar.

Na volta dos vestiários, mais um pênalti: o lateral-direito Semedo invadiu a área do Atleti e foi derrubado pelo zagueiro brasileiro Felipe.

Lionel Messi chamou a responsabilidade e deu uma absurda cavadinha para cima de Oblak, anotando seu 700º gol na carreira de maneira genial.

Mas, para estragar a festa do craque, veio mais uma penalidade máxima no jogo.

Aos 17 minutos, Carrasco entrou na área, tropeçou na própria perna e caiu. No entanto, o árbitro Javier Hernández Hernández acusou leve toque de Semedo no belga antes do tropeço, e a penalidade foi confirmada, mesmo após análise do VAR.

Saúl pegou a bola e chutou no mesmo canto esquerdo. Desta vez, Ter Stegen quase pegou, mas a bola morreu no fundo das redes.

Até o apito final, os dois times perderam várias chances excelentes, mas o empate persistiu no Camp Nou.

Péssimo resultado para o Barça, que agora só tem a opção de secar o Real Madrid...

Ficha técnica

Barcelona 2 x 2 Atlético de Madrid

GOLS: Barcelona: Diego Costa (contra) e Messi (pênalti) Atlético de Madrid: Saúl (2x pênalti)

  BARCELONA: Ter Stegen; Semedo, Piqué, Lenglet e Jordi Alba; Busquets (Ansu Fati), Vidal (Griezmann), Rakitic (Sergi Roberto) e Riqui Puig; Messi e Luis Suárez Técnico: Quique Setién

  ATLÉTICO DE MADRID: Oblak; Arias, Giménez, Felipe e Renan Lodi; Partey, Saúl, Carrasco (Lemar) e Correa (Vitolo); Llorente (João Félix) e Diego Costa (Morata) Técnico: Diego Simeone

 

 

*Por: ESPN.com.br

RIO DE JANEIRO/RJ - O Botafogo e o Vasco venceram e o Fluminense perdeu na quarta rodada da Taça Rio. Estádios vazios, protestos, medidas de prevenção e muitos gols marcaram esse domigo (28). Pelas redes sociais, as equipes também pregaram respeito no Dia do Orgulho LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e intersexuais). 

O primeiro a pisar em campo foi o Botafogo, precisamente, às 11h, para enfrentar a Cabofriense. O alvinegro entrou para jogar, uniformizado com a mensagem “vidas negras importam” estampada na frente da camisa. Mas o que chamou a atenção era a faixa exibida pelos jogadores, “Protocolo bom é o que respeita as vidas”. A frase é uma crítica à Federação de Futebol do Estado Rio de Janeiro (Ferj), que liderou a retomada do Campeonato Carioca em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Dentro das quatro linhas, os botafoguenses golearam, por 6 a 2, o time da Região dos Lagos. Pedro Raul marcou duas vezes, além de Cícero, Bruno Nazário Luis Henrique e Caio Alexandre. Aos dois minutos da partida, os alvinegros pararam a bola e se ajoelharam, repetindo o gesto antirracista que percorre o mundo, desde a morte do norte-americano George Floyd, em 25 de maio, asfixiado pelo joelho de um policial.

A vitória da equipe da estrela solitária coloca o Botafogo na briga pela segunda vaga do Grupo A, já que a primeira foi assegurada pelo Flamengo.

Quem também renasceu na competição foi o Vasco. Na estreia do técnico Ramon Menezes, o Cruz-maltino venceu o Macaé por 3 a 1, em São Januário. Todos os gols vascaínos foram marcados por Germán Cano. “Sempre sonhava poder marcar minha primeira tripleta (três gols), por sorte pude conseguir”, disse o argentino no canal do clube no youtube, já que entrevistas e coletivas, por enquanto, seguem proibidas. O resultado, somado à derrota de Madureira para o Resende (2 a 0), mantém a esperança do Vasco (5 pontos) de chegar às semifinais pelo grupo B. Mas quem está mais perto da vaga é o Volta Redonda (7 pontos), que surpreendeu o líder dessa chave, o Fluminense (9 pontos), com vitória de 3 a 0.

O tricolor não quis jogar no Maracanã, alegando desrespeito aos pacientes de covid-19 sob cuidados médicos no hospital de campanha, montado dentro do complexo esportivo do estádio. O jogo então aconteceu, às 19h, no Estádio Nilton Santos, com direito a faixa de agradecimentos aos profissionais da saúde na entrada do time. No retorno de Fred, o artilheiro não marcou e acabou substituído por Odair Hellmann no intervalo da partida. Quem balançou as redes foi o Voltaço, com Pedrinho e Saulo Mineiro, por duas vezes.

Todas as equipes voltam a jogar na próxima quarta-feira (1º) pela última rodada da Taça Rio.

 

 

*Por Rodrigo Ricardo - Repórter da Rádio Nacional

*AGÊNCIA BRASIL

MUNDO - A Federação Francesa de Futebol (FFF) e a Liga Profissional da França (LFP) anunciaram nesta sexta-feira (26) o novo calendário para a temporada 2020-2021. Contudo, ainda há duas partidas do calendário atual que precisam ser disputadas: a final da Copa da França e a final da Copa da Liga Francesa.

Durante reunião virtual, as duas entidades esportivas decidiram que o futebol no país retorna no dia 24 de julho, com a final da Copa da França, entre Paris Saint Germain (PSG) e Saint-Etienne, no Estade de France. Já a final da Copa da Liga Francesa, entre PSG e Lyon, está programada para 31 de julho, também no Stade de France, às 15h45min (horário de Brasília).

Os dois confrontos poderão receber torcedores. O governo francês autorizou a participação de um público máximo de 5 mil pessoas em grandes eventos, estádios e óperas. A liberação vale a partir de 11 de julho, com encerramento no dia 1º de setembro. Contudo, há a possibilidade de relaxamento para a segunda metade de agosto.

De acordo com o jornal francês L’Equipe, o presidente da FFF, Noël Le Graët, pretende liberar 30% da capacidade do Stade de France, cerca de 24 mil torcedores, mas ele revelou que não “teria uma crise” se esse contingente não fosse possível.

Lembrando que a Ligue 1, primeira divisão do Campeonato Francês, decidiu finalizar a temporada de 2019-2020 durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19), declarando o então líder PSG como campeão. A próxima temporada da Ligue 1 está marcada para começar no dia 23 de agosto, com a última rodada disputada em 23 de maio de 2021. Já a Ligue 2, segunda divisão da França, começa no dia 20 de agosto de 2020 e termina no dia 15 de maio de 2021.

 

 

*Por Maurício Costa - Repórter da Rádio Nacional

*AGÊNCIA BRASIL

RIO DE JANEIRO/RJ - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), após reunião virtual com dirigentes de 40 clubes, chegou à data provável de início do Campeonato Brasieleiro. A primeira partida da Série A  pode ocorrer no dia 9 de agosto (domingo), e o jogo de abertura da Série B, um dia antes: 8 de agosto. O acordo quanto às datas saiu após reunião virtual, realizada na quinta (25), com a participação de representantes da CBF, da Comissão Nacional de Clubes (CNC) e de dirigentes das 40 agremiações que integram o Brasileirão.

Em nota oficial, a CBF afirmou que houve acordo quanto a algumas questões relacionadas às competições, mas ressaltou que os torneios seguem dependendo do aval do poder público para serem realizados. "O retorno do futebol depende da autorização das autoridades de saúde. Mas, dezenove dos vinte clubes da Série A se dispuseram a jogar fora das suas cidades, em última instância, caso até lá seus municípios não estejam liberados pelas autoridades de saúde a realizar jogos. Foi um sinal de apoio à realização da competição pela CBF", diz a nota da entidade. Apenas o Athlético Paranaense votou contra.

Houve consenso em relação a itens como a manutenção do formato da competição: "todos contra todos", totalizando 38 rodadas. Caso a realização do campeonato seja de fato autorizada, as primeiras partidas ocorrerão sem a presença de público, e o campeonato só terminará em fevereiro de 2021.

Também ficou decidido que a Copa do Brasil deve retornar na primeira quinzena de agosto. Com as duas competições ocorrendo concomitantemente, a intenção é que as equipes façam dois jogos por semana, com exceção das datas Fifa, previstas para serem retomadas em setembro.

Indefinições nos Estaduais

As prováveis datas anunciadas pela CBF para o retorno das principais competições nacionais,  podem acabar coincidindo com partidas dos campeonatos estaduais. Em São Paulo, por exemplo, os clubes só podem retomar os treinamentos com bola no dia 1º de julho. A possibilidade de antecipar o retorno do torneio depende do Governo do Estado.

No Rio Grande do Sul, a situação é parecida. No último dia 19, a Federação Estadual de Futebol entregou ao governo estadual um protocolo com todas as ações de saúde propostas para a retomada do Gauchão. A entidade ainda aguarda posicionamento do poder executivo.

Procurada pela Agência Brasil, a assessoria da CBF informou que "a entidade desconhece qualquer insatisfação de forma oficial e recebeu apoio de todos os clubes na reunião".

 

*Por Juliano Justo - Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional

*AGÊNCIA BRASIL

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30