fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

PIRACICABA/SP - Um homem atropelou um guarda civil após tentar fugir de um bloqueio da Polícia Militar, na manhã desta última terça-feira (04), no Piracicamirim, em Piracicaba. O agente foi socorrido pelos bombeiros à COT (Central de Ortopedia e Traumatologia) com suspeita de luxação na perna. O suspeito foi preso pela PM. Na mochila do suspeito, os policiais também teriam localizado 28 porções de cocaína. Ele foi indiciado pelas acusações de desobediência, resistência, falta de habilitação, lesão corporal, dano e porte de entorpecente. O suspeito foi liberado após prestar depoimento.

De acordo com a equipe de Radiopatrulha da PM, os policiais realizavam uma fiscalização de trânsito na avenida Pompeia, quando mandaram que um motociclista parasse, mas ele acelerou e jogou o veículo em direção à dois policiais. Em seguida, os PMs entraram na viatura e passaram a segui-lo. O motociclista seguiu em alta velocidade em direção ao bairro Morumbi acessando diversas ruas pela contramão de direção. O suspeito foi localizado pelos policiais na rua Rio Grande do Norte. Houve uma colisão entre a viatura e a motocicleta.

O suspeito continuou em fuga e atropelou um guarda civil, que estava fardado e também deu ordem de parada, mas foi ignorado. O agente foi atropelado. O motociclista foi preso minutos depois. Na mochila do acusado, os policiais teriam localizado as porções de cocaína. O guarda foi socorrido pelos bombeiros à COT (Central de Ortopedia e Traumatologia), com suspeita de luxação na perna.

O motociclista foi levado à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Frei Sigrist, na Vila Cristina, onde passou por atendimento médico e após ter alta foi levado à UPJ, onde prestou depoimento.

Os peritos do IC (Instituto de Criminalística) foram acionados para fazer o levantamento sobre as circunstâncias do ocorrido. A motocicleta usada pelo suspeito foi apreendida.

 

 

*Por: Cristiani Azanha / JORNAL DE PIRACICABA

PIRACICABA/SP - Os Policiais Militares da Força Tática e Rocam (Ronda Ostensiva Com o Apoio de Motocicletas) participaram de um gesto solidário na tarde desta última quinta-feira. Eles estiveram na casa do pequeno bebê, Davi, de 11 meses para a entrega de 1,5 mil fraldas e um pouco mais de R$ 4 mil que serão usados para as despesas desse pequeno gigante, que desde muito cedo está travando uma batalha contra a AME (Atrofia Muscular Espinhal) tipo 1.

A família busca recursos para conseguir a compra a medicação chamada zolgensma antes dos dois anos de idade. Este é considerado o remédio mais caro do mundo (cerca de US$ 2,1 mi) e que ainda não tem registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Para comprá-lo, a família arrecada dinheiro por meio de uma campanha nas redes sociais. No perfil @ame1_davi no Instagram é possível participar de uma vaquinha virtual e obter os dados para depósito bancário.

O tenente Ávila, da Polícia Militar disse que a ação organizada pela corporação está distante dos objetivos da família de Davi.

“Sabemos que é apenas uma pequena contribuição dos nas equipes de Rocam, Força Tática, empresários e amigos da Polícia Militar. Em apenas dois dias conseguimos nos organizar e conseguimos unir nossos esforços. Esperamos conseguir visibilidade para o caso de Davi. Sabemos que as despesas e os medicamentos necessários são muito caros, mas a população também é numerosa. Se cada um ajudar só um pouco, a realidade poderá ser melhor para a bebê”, disse o policial.

A mãe de Davi, a manicure Rebeca Lopes Ribeiro disse que abriu mão do trabalho para cuidar do filho que necessita de cuidados em tempo integral.

“Meu filho até os 20 dias de vida era um bebê normal. Depois fui percebendo que ele não se movia como antes. Levamos ao médico e foi constatado que tinha AME. Estamos buscando essa medicação, que é importada e pode melhorar na recuperação do meu filho”, disse Rebeca.

 

 

*Por: Cristiani Azanha / JORNAL DE PIRACICABA

PIRACICABA/SP - Cinco pessoas foram detidas pelos policiais civis da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) após um vídeo circular na internet. Um cão, cego de um olho, foi jogado duas vezes em uma lagoa, perto da Pista de Skate da Rua do Porto, na tarde do último sábado (18). Os policiais da 2ª Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) e GOE (Grupo de Operações Especiais) da delegacia especializada e localizou os envolvidos. Quatro deles são moradores de rua, que estão acolhidos em isolamento no Ginásio do Jaraguá, posto da pandemia Covid-19 e não podem sair local sem estarem acompanhados de um responsável. O quinto envolvido é justamente o responsável – professor de educação física da prefeitura, o qual saiu com os quatro moradores de rua acolhidos para caminhar e acabou não impedindo que cometessem o ato. Os envolvidos foram encaminhados à sede da delegacia e irão responder o crime de maus-tratos. Todos foram liberados e retornaram ao ginásio da Prefeitura. O cão foi recolhido e será encaminhado ao Instituto Luísa Mel. O animal pertencia a um dos moradores de rua.

Os policiais constataram que nas imagens foi possível observar cinco homens às margens de uma lagoa, sendo quem dois deles lançam o cão na água por duas vezes, em elevada altura, enquanto os outros três observam, riem, sendo que ainda dois deles filmam a situação. Os agentes ficaram inconformados pelo ato dos envolvidos, os policiais – que se encontravam de folga, prontamente convocaram as equipes e encetaram diligências e identificaram os cinco indivíduos.

Todos foram à sede da Deic, a qual foi aberta especialmente para receber tal ocorrência. Compareceram na unidade o delegado divisionário da Deic Wilson Lavorenti e a delegada Juliana Ricci, que lavrou a ocorrência. ambos também estavam de folga.

 

 

FASE VERMELHA

A Polícia Civil constatou que devido à cidade ter regredido a fase vermelha, os moradores acolhidos não poderiam ter saído do isolamento mesmo que acompanhados do professor responsável. O cão, que possuí cegueira em um dos olhos, mancava de uma das patas e aparenta já ter idade avançada, foi apreendido e entregue a representante de um grupo de proteção animal.

Os cinco foram ouvidos e alegaram ter feito apenas uma brincadeira de mal gosto, disseram estar arrependidos e foram liberados, tendo em vista a atual legislação não permitir que fiquem presos.

O assunto chegou ao conhecimento da ativista da causa animal Luisa Mel, ela parabenizou os policiais pela ação em seu Instagram e informou que com a ajuda do deputado estadual, Delegado Bruno Lima (PSL), que também é ativista, o animal já estaria a caminho do instituto, na Capital.

 

 

*Por: Cristiani Azanha / JORNAL DE PIRACICABA

PIRACICABA/SP - A Polícia Militar Ambiental apreendeu oito aves das espécies coleirinha e trinca ferro, em uma residência, no Alto da Pompeia, nesta sexta-feira (17) durante a operação de Proteção às Florestas. O responsável pelas aves foi multado em R$ 4 mil. Na mesma atividade, os policiais também localizaram três pescadores, às margens do Rio Piracicaba, próximo à Ponte Pênsil. Dois deles foram multados em R$ 704,40, cada um, pois foram flagrados com peixes e estariam em local proibido.

O sargento Laércio Ferraz do Amaral, da Polícia Ambiental disse que no caso dos pescadores, a multa é aplicada a partir de R$ 20, o quilo do pescado.

“As ações estão sendo realizadas para preservar a fauna e a flora em vários pontos da cidade. Os pescadores estavam próximos à corredeiras, o que é proibido”, alertou o policial.

 

AVES

O sargento disse ainda que na casa, onde as aves foram localizadas, os policiais constataram que algumas aves estavam com anilhas rompidas. “Essa é uma prática usada para fraudar a fiscalização, pois geralmente, eles colocam a mesma anilha em várias aves”, afirmou o policial.

Laércio afirmou que considera que algumas aves foram retiradas da natureza. “O responsável pelas aves alegou que era criador, mas não apresentou nenhuma comprovação”, completou o policial.

 

DENÚNCIAS

Quem quiser fazer denúncias à Polícia Militar podem ligar no telefone (19) 3523-2012 e funciona 24 horas por dia.

 

OPERAÇÃO

A atividade começou no dia 17 de julho, data que também marca o “Dia do Curupira”, cujo personagem personifica misticamente o protetor das Florestas contra degradadores criminosos.

De acordo com a corporação, atacar as Florestas significa atentar contra a vida do ser humano, visto que destrói fontes de água doce e com elas, tanto a fauna quanto a flora são afetadas. O desflorestamento fragiliza o solo, expondo-o à erosão, e também leva ao aumento da temperatura, também sofrem os animais silvestres, pois muitos dependem das florestas para assegurar sua sobrevivência.

 

 

*Por: Cristiani Azanha / JORNAL DE PIRACICABA

PIRACICABA/SP - Um homem de 37 anos foi detido pelos Policiais Militares do 10º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) suspeito de molestar sexualmente uma menina de 11 anos. Ela foi flagrada no interior do carro do suspeito, no Jardim Matilde 2, em Piracicaba. O ocorrido foi na madrugada do último sábado (11). No veículo também estava um garoto de cinco anos que estava dormindo. O suspeito não tinha parentesco com as crianças, mas ele era conhecido da família. O homem chegou a ser levado ao plantão policial, mas foi liberado após prestar depoimento, mas será investigado pelas acusações de constrangimento ilegal e estupro de vulnerável.

De acordo com a Polícia, os Policiais teriam localizado as duas crianças no interior do carro do suspeito, durante o patrulhamento. Após perceber a presença Policial, ele tentou ligar o veículo para sair, porém, foi abordado e revistado e nada de ilícito foi localizado. O homem teria conduzido o veículo por mais de 40 minutos para que o menino dormisse e assim parou em local ermo. Depois teria mostrado filme pornográfico para a menina e teria tocado suas partes íntimas.

Os Policiais localizaram um DVD com conteúdo pornográfico que foi apreendida juntamente com o celular do suspeito. A menina teria informado, que ele também teria feito vídeos dela. Os objetos foram apreendidos e serão analisados pelos peritos do IC (Instituto de Criminalística). O caso será apurado pelas policiais civis da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher).

 

 

*Por: Cristiani Azanha / JORNAL DE PIRACICABA

PIRACICABA/SP - Três homens foram presos após serem acusados de furtar e matar o boi. Eles foram abordados pela Pelotão Rural da Guarda Civil, no momento em que desossavam o animal, no interior da Comunidade Lagoa Negra, na manhã de domingo (05). O trio foi conduzido ao plantão policial, onde foram presos em flagrante sob acusações de furto qualificado e maus-tratos.

Os guardas foram informados sobre o furto de um animal, que ocorrera no Sítio Nossa Chácara de Lurdes. Um denunciante teria informado que os responsáveis pela ação criminosa estariam no interior da comunidade. Os agentes foram ao local informado, onde teriam surpreendido os suspeitos. Eles correram, mas foram alcançados pelos GCs.

Os acusados alegaram aos guardas que o gado caiu dentro de uma fossa e que teriam sido autorizados pelo proprietário em abater o boi e consumir a carne. As duas facas que teriam sido usadas pelos suspeitos foram apreendidas.

Os guardas teriam constatado que eles já tinham colocado parte da carne em uma carriola e as vísceras colocando-as em uma fossa.

No entanto, os guardas conseguiram localizar o dono do boi que não teria permitido e confessou que outros animais desaparecem com frequência de sua chácara, pois frequentemente a cerca é cortada por desconhecidos.

Os guardas foram até o pasto na chácara e confirmaram que realmente a cerca estava cortada. Testemunhas que não quiseram se identificar teriam informado que viram os três suspeitos puxando o bovino com uma corda do pasto para dentro da comunidade, e em seguida fizeram o abate.

Os suspeitos foram levados ao plantão policial, onde prestaram depoimento e depois ficaram na carceragem até serem apresentados às respectivas audiências de custódia.

Segundo a Guarda Civil, o proprietário do animal teria permitido que a carne fosse doada para o consumo das famílias da comunidade.

 

 

*Por: Cristiani Azanha / JORNAL DE PIRACICABA

PIRACICABA/SP - Desde a última sexta-feira a fábrica da Hyundai em Piracicaba retomou a produção dos 2º e 3º turnos e das equipes administrativas e dos funcionários do escritório de São Paulo. Os colaboradores estavam com suspensão de contrato de trabalho (lay-off) desde o dia 27 de abril por causa da pandemia de covid-19.

Com o objetivo de adaptar o volume de produção a uma demanda de mercado que ainda se encontra em fase de recuperação devido aos impactos da pandemia da Covid-19 na economia nacional, será a vez de o 1º turno da fábrica, que havia retornado ao trabalho em 13 de maio, iniciar um novo período de suspensão de contrato de trabalho, que irá de 26 de junho a 25 de julho.

O funcionamento parcial da fábrica, agora com apenas os 2º e 3º turnos trabalhando, foi devidamente acordado com o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba, baseado nas medidas de proteção de emprego do Governo Federal. Da mesma forma como ocorreu para os funcionários que completaram dois períodos de 30 dias de suspensão de contrato, o 1º turno da fábrica também terá uma ajuda compensatória da Hyundai, garantindo a todos o mesmo salário líquido, sem redução, o que corresponde ao salário nominal menos Imposto de Renda e INSS.

Seguindo as determinações do Governo do Estado de São Paulo e as orientações das autoridades de saúde para o combate à Covid-19, todos os funcionários que retomam suas atividades usarão máscaras de tecido fornecidas pela Hyundai, tanto nos deslocamentos nos ônibus fretados como nas atividades diárias, e respeitarão o correto distanciamento social.

Processos de higienização e proteção contra contaminação foram introduzidos no transporte, nas entradas e nos ambientes da fábrica e dos escritórios, nas estações de trabalho e nas áreas de alimentação e descanso.

A temperatura corporal dos funcionários também será monitorada diariamente.

A Hyundai informou que continuará observando a recuperação da economia nacional e as orientações das autoridades para o combate à pandemia do novo coronavírus. Qualquer alteração do cenário atual poderá implicar novas ações.

 

 

*Por: JORNAL DE PIRACICABA

PIRACICABA/SP - Os policiais militares apreenderam 22 tijolos de maconha com 20kg, na residência de um casal, no bairro Paulista, na cidade de Piracicaba. Parte do entorpecente estava escondido debaixo de um berço. Os dois suspeitos, um motoboy de 23 anos e uma manicure de 20 anos, foram presos e responderão as acusações de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ambos ficaram presos até serem apresentados às respectivas audiências de custódia.

A PM informou que os policiais da Força Tática decidiram abordar o motoboy que tinha acabado de sair de uma casa e parou abruptamente quando avistou a viatura, despertando a atenção dos policiais. Ele teria sido flagrado segurando uma sacola com dois tijolos de maconha. Questionado se ele tinha mais drogas, inicialmente, ele negou, mas depois teria confirmado que guardava mais droga, na casa, onde residia com sua namorada.

Os policiais entraram na casa e encontraram a manicure. Ela alegou que não conhecia o suspeito e que o rapaz não morava em sua residência, mas depois acabou confessando que ele é seu namorado.

No quarto do casal, debaixo de um berço, os PMs teriam localizado 12 tijolos de maconha. No guarda-roupas, mais oito tijolos.

O casal foi conduzido ao plantão policial, onde o delegado Mário Bortoleto Torina decidiu autuá-los em flagrante. Os suspeitos não informaram a procedência ou fornecedor da droga.

Durante depoimento, a manicure alegou que não sabia da existência da droga em sua casa, mas o delegado levou em conta que os tijolos de maconha teriam sido localizados no quarto do casal e no mínimo, o entorpecente deixaria odor forte no interior do imóvel.

O delegado também pediu na Justiça que a prisão em flagrante do casal fosse convertida em preventiva. O casal permaneceu preso até ser apresentado à audiência de custódia.

 

 

*Por: Cristiani Azanha / JORNAL DE PIRACICABA

PIRACICABA/SP - Policiais militares do 10º Baep (Batalhão de Ações Especiais da Polícia) prenderam um homem que seria integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital), facção criminosa que age dentro e fora dos presídios, em Santa Teresinha. Ele teria a função de “disciplina”, na hierarquia do partido. Sua função é coordenar certas regiões da cidade sob delegação do “Geral da Cidade” (líderes) para assuntos relativos à justiça do crime. Também participa e organiza os famosos tribunais do crime, faz justiça e impõe a “ética do crime” nas ruas.

De acordo com o Setor de Comunicações do Batalhão, uma equipe fazia patrulhamento na rua João Pedro Correia, quando perceberam que o suspeito teria demonstrado nervosismo motivando assim, a abordagem. Foi realizada a busca pessoal, mas nada de ilícito foi encontrado. Após consulta no Copom (Central de Operações da Polícia), os PMs descobriram que ele tinha mandado de prisão preventiva decretada pela Justiça por envolvimento em tráfico de drogas e também era considerado foragido da Penitenciária de Porto Feliz, desde março de 2020.

Ele foi conduzido ao plantão policial e seguiu para carceragem onde permanece até ser apresentado à audiência de custódia.

TRÁFICO

Em abordagem distinta realizada pelo 10º Baep, por volta das 15h30 de quarta-feira (17), dois homens, que atuariam no tráfico de drogas foram presos no bairro Belinha Ometto, em Limeira. Foram apreendidos 1.174 microtubos de cocaína, 447 porções de maconha, com aproximadamente 3kg, no total, além de 126 pinos vazios e R$ 96.

Os policiais informaram que durante o patrulhamento visualizaram que dois jovens teriam se desesperado ao perceberem a aproximação dos policiais. Um deles permaneceu na calçada, enquanto o outro entrou em uma residência e disse: – “molhou” (gíria para informar criminosos sobre a chegada dos policiais).

Os policiais foram atrás do suspeito e após entrarem na casa constataram que havia grande quantidade de entorpecentes.

Os dois jovens foram abordados e teriam confessado que em uma segunda casa nas imediações havia mais drogas e lá estaria o outro suspeito do esquema, que teria levado os entorpecentes para serem preparados para distribuição.

Foi realizada diligência no local informado. Uma dona de casa, que estava na residência teria acompanhado os policiais nas buscas no quarto do filho, onde foi localizado grande quantidade de drogas, no entanto ele não foi encontrado.

Os dois jovens abordados anteriormente foram encaminhados ao plantão policial e responderão a acusação de tráfico de drogas.

 

 

*Por: Cristiani Azanha / JORNAL DE PIRACICABA

PIRACICABA/SP - Um pintor de 34 anos foi esfaqueado após uma discussão, que ocorreu na madrugada desta última terça-feira (16), no bairro Pompeia, em Piracicaba. O agressor, um desempregado de 30 anos, que é cunhado da vítima, foi preso pela Polícia Militar. O suspeito alegou que o cunhado entrou em sua casa, deu um soco em seu rosto e chutou seu cachorro.

Segundo o boletim de ocorrência, durante a madrugada, quando os policiais chegaram encontraram a vítima caída ao chão ensaguentada. Testemunha relataram aos policiais, que o acusado do crime teria entrado em uma residência nas imediações, onde ele foi localizado e preso. A faca usada na agressão foi apreendida pela PM.

O agressor tinha lesões no joelho, mão e boca, que teria sido causadas durante a briga que teve com o pintor.

No Plantão Policial, o desempregado alegou que seu cunhado chegou em sua residência, deu um soco e chutou seu animal. Posteriormente, o desempregado pegou uma faca e golpeou o cunhado várias vezes. Mesmo ferido, ele caminhou por alguns metros e caiu na calçada. O suspeito informou que ficou em sua casa aguardando a chegada da polícia.

O delegado plantonista Alex Willians Adami decidiu pela autuação em flagrante sob acusação de tentativa de homicídio. Ele também pediu na Justiça que a prisão fosse convertida em preventiva, devido à gravidade das agressões. O acusado permaneceu preso até ser apresentado à audiência de custódia.

 

 

*Por: Cristiani Azanha / JORNAL DE PIRACICABA

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31