fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Santa Casa de São Carlos recebe doação de 18 tendas Divulgação

Santa Casa de São Carlos recebe doação de 18 tendas

Escrito por  Set 09, 2020

Os novos equipamentos estão sendo usados na ALA COVID e reforçam a proteção dos pacientes e profissionais de saúde 

 

SÃO CARLOS/SP - A Santa Casa recebeu a doação de 18 tendas para contenção de aerossóis. Os equipamentos foram confeccionados por um grupo formado por integrantes da Mesa Administrativa da Santa Casa, empresários, voluntários, com apoio do Lions Clima.

A tenda é feita de uma armação de canos de PVC, coberta com plástico. Em uma das laterais, existe um zíper, que permite uma abertura através da qual a equipe de assistência pode realizar procedimentos com o paciente. Na outra lateral, foi instalado um sistema com ventoinhas e um filtro antiviral e antibacteriano para permitir a circulação do ar com o exterior com mais segurança e para dispersar o gás carbônico do interior, mantendo um maior nível de oxigenação.

“Esse equipamento foi idealizado por uma empresa de Manaus, que disponibilizou o projeto na internet. Quando vi essa tenda, enxerguei nela a oportunidade de usá-la na Santa Casa, adaptando às condições que o hospital exige. O objetivo foi de reforçar a proteção dos nossos profissionais, para que não se contaminem durante os cuidados com os pacientes com COVID”, explica o professor aposentado da UFSCar, coordenador da Engenharia de Computação da UNICEP e também tesoureiro da Santa Casa, Luis Carlos Trevelin.

As 18 tendas estão sendo usadas na ALA COVID da Santa Casa. Uma proteção a mais para pacientes e profissionais de saúde do hospital. Segundo a Coordenadora de Enfermagem das UTIs da Santa Casa, Tatiana Zanqueta Rodrigues, quando conversamos, respiramos, tossimos e espirramos, criamos no ambiente uma suspensão de partículas de vários tamanhos e as pessoas contaminadas com a COVID-19, emitem essas partículas contendo o vírus. A tenda evita justamente a propagação de particulas infectadas. “Um paciente, quando é intubado ou quando esse respirador é retirado dele, também libera os aerossóis contaminados para o quarto todo. A tenda consegue conter essas partículas dentro dela, evitando a disseminação do vírus por todo o ambiente. Ou seja, é uma proteção a mais, fora o isolamento do paciente e os EPIs usados pelos profissionais de saúde”.

O gerente médico da Santa Casa, Roberto Muniz Júnior, reforça que o equipamento é uma medida prática, barata e eficaz e é um diferencial importante no atendimento da Santa Casa. “A tenda aumenta a segurança do atendimento do paciente com suspeita ou com infecção confirmada pelo Coronavírus de forma exponencial. Facilita o trabalho do fisioterapeuta e do enfermeiro e faz com que a taxa de infecção desses profissionais que estão trabalhando caia praticamente a zero. A tenda permitiu também que a gente fizesse procedimentos de fisioterapia que antes não eram possíveis. E com isso, a gente consegue dar um cuidado ainda maior para o paciente e isso diminui muito a necessidade de intubação. E claro, isso também diminuiu o risco de mortalidade”.

O projeto demorou dois meses para sair do papel. E o custo de cada tenda foi, em média, de R$ 230.  E a iniciativa contou com o apoio de várias empresas como a R&L Maletas Técnicas, a WRG e a Criativa Laser; além da colaboração de muitos voluntários, como Carlos Atanazzio, e o apoio do Lions Clima. “Foram se agregando pessoas, empresas e se montou uma força-tarefa para conseguir montar esse equipamento. Acho que valeu a pena, porque envolveu uma série de pessoas, com um custo relativamente baixo e que trouxe uma garantia a mais para a saúde dos pacientes e dos profissionais de saúde”, afirma tesoureiro do Lions Clima, Rymer Tullio.

A AMDOCS, empresa israelense de softwares para telecomunicações, financiou boa parte da confecção de todas as tendas. “A Amdocs atua em vários países do mundo e incentiva o trabalho voluntário em todos eles. Nós, do centro de desenvolvimento de São Carlos, recebemos a aprovação imediata para financiamento das tendas assim que apresentamos o projeto devido à importancia das mesmas para a comunidade diante da pandemia. É muito gratificante poder ajudar quem está nos ajudando”, explica o funcionário e também voluntário da AMDOCS, Felicio de Riggi Junior.

Agora, a missão do grupo é confeccionar outros equipamentos para dar suporte no atendimento. “O próximo passo do grupo é reformular o projeto para confeccionar tendas que sejam usadas nas macas de transporte dos pacientes, para quando eles precisam ser levados para outras áreas do hospital para exames e outros procedimentos. E essas adaptações vão ser feitas com base nas observações do Corpo Clínico do hospital”, relata o secretário da Mesa Administrativa da Santa Casa, Silvio Coelho.

Redação

Redação Radio Sanca Web TV


E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Top News

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30