fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
GP da Holanda: Verstappen leva sétima pole position do ano, em casa Foto: Lars Baron/Getty Images

GP da Holanda: Verstappen leva sétima pole position do ano, em casa

Escrito por  Set 04, 2021

HOLANDA - O Grande Prêmio da Holanda está de volta ao calendário da Fórmula 1 em 2021. Programado para 2020 e adiado em conta da pandemia, enfim, a corrida acontece neste domingo, em um Zandvoort “old school”.

E nada melhor do que a pole position ficar com o dono da casa. Max Verstappen conquistou a 10ª pole de sua carreira e a sétima da temporada 2021. Lewis Hamilton completa a primeira fila do grid, depois de ficar apenas 38 milésimos atrás do holandês no Q3. Valtteri Bottas completa os três primeiros.

Pierre Gasly larga na quarta posição seguido pela dupla da Ferrari. A terceira fila do grid será formada por Charles Leclerc, em quinto, e Carlos Sainz, em sexto.

Antonio Giovinazzi teve um dia espetacular em Zandoort. O italiano larga na sétima posição, dividindo a quarta fila do grid com o piloto da Alpine Esteban Ocon.

Fernando Alonso, em nono, e Daniel Ricciardo, completam a quinta fila e os 10 primeiros colocados.

Foi uma sessão decepcionante para Sergio Perez. O companheiro de equipe de Verstappen na Red Bull não conseguiu abrir sua última tentativa de volta rápida ainda no Q1 e foi eliminado prematuramente. Junto com ele, Sebastian Vettel ficou atrás do tráfego e também não progrediu para o Q2. Perez larga em 16º, à frente de Vettel.

A sessão foi marcada pelos acidentes com os carros da Williams. Primeiro, George Russell escapou na curva 13 e bateu de traseira nas proteções, o britânico ainda conseguiu retornar aos boxes, mas não voltou à pista. Com a sessão reiniciada, Nicholas Latifi perdeu o controle na entrada da curva 7 e também foi parar nas proteções, trazendo a segunda bandeira vermelha da sessão e o encerramento do Q2.

 

Confira como aconteceu a qualificação para o Grande Prêmio da Holanda de Fórmula 1:

Q1 – 18 minutos de pista, os cinco últimos são eliminados

Verstappen marcou 1:10.036s para liderar a sessão, com os pneus macios. Hamilton era o segundo, apenas 0,147s atrás, mas usando os pneus médios.

Bottas era o terceiro colocado e Gasly o quarto.

Faltando cinco minutos para o fim do Q1, os eliminados eram: Stroll, Schumacher, Vettel, Kubica e Mazepin. O polonês substitui Raikkonen na Alfa Romeo, que testou positivo para a Covid-19.

Vettel melhorou e subiu para a P12. Russel também melhorou seu tempo de volta, assumindo a quinta posição. Com as melhorias, Ricciardo ocupava a zona de eliminação, enquanto seu companheiro de equipe na McLaren, Lando Norris, era o P12.

Vários pilotos abriram voltas rápidas pouco antes do cronômetro zerar, incluindo o australiano da McLaren.

Leclerc marcou 1:09.829s e assumiu a liderança. Sainz também melhorou e era o segundo. Giovinazzi conseguiu uma boa volta, suficiente para a quarta posição. Latifi também foi bem em seu último stint e assumiu a quinta posição.

Vettel foi atrapalhado pelo tráfego intenso em sua última tentativa e foi eliminado no Q1. A confusão foi para investigação dos comissários. Junto com ele, Perez, Kubica, Schumacher e Mazepin também ficaram fora do Q2. A grande decepção do Q1, sem dúvidas, foi o mexicano da Red Bull Perez, que não conseguiu abrir volta nos estágios finais.

 

Q2 – 15 minutos de pista, os 10 primeiros se classificam para a disputa da pole

Latifi foi o primeiro na pista quando o sinal verde foi dado para o Q2. Verstappen seguiu o britânico. Russell e Norris logo já iniciaram suas voltas de instalação. Na sequência, a dupla da Mercedes com Bottas à frente de Hamilton.

Latifi marcou 1:11.161s, mas rapidamente foi superado por Verstappen com o tempo de 1:09.071s.

Russell pulou para a P2, antes de Bottas marcar 1:09.769s e assumir a segunda posição. Hamilton passou em seguida e foi 33 milésimos de segundo mais rápido do que o seu companheiro de equipe. Ambos, seis décimos atrás do tempo do Verstappen.

Giovinazzi, quase um segundo atrás do líder, assumiu a quarta posição à frente de Russell.

Leclerc subiu para a segunda posição depois de uma volta 0,366s mais lenta do que a de Verstappen. Gasly, 0,470s atrás do piloto da Red Bull, assumiu a terceira posição à frente dos Mercedes.

Ricciardo achou uma boa volta suficiente para a sexta posição. Enquanto isso, Norris era apenas o 13º depois do primeiro stint no Q2.

Faltando cinco minutos para o fim, Russell, Stroll, Norris, Latifi e Tsunoda era os eliminados.

Russell rodou na curva 13 e bateu de traseira nas proteções, trazendo a bandeira vermelha e a interrupção do Q2 com quase quatro minutos para o fim.

A sessão foi reiniciada, mas faltando menos de dois minutos para o fim, Latifi rodou e bateu na saída da curva 7. A bandeira vermelha novamente foi agitada e o Q2 encerrado.

Os eliminados foram Russell, Stroll, Norris, Latifi e Tsunoda.

 

Q3 – 12 minutos que definem o pole position

Com o sinal verde dado, uma fila se formou na saída do pit-lane. Ricciardo, Gasly e Verstappen eram os primeiros.

Ricciardo marcou 1:10.524, rapidamente superado por Giovinazzi e depois Verstappen. O piloto da Red Bull marcou 1:08.923s, o melhor tempo do fim de semana até então.

Bottas ficou 0,299s atrás do Verstappen na segunda posição, enquanto Hamilton era o terceiro 0,345s atrás do holandês.

Quando retornaram aos boxes após o primeiro stint do Q3, Gasly era o quarto colocado à frente de Leclerc, Sainz, Alonso, Giovinazzi, Ricciardo e Ocon.

Leclerc foi o primeiro na pista para a última tentativa no Q3. Sainz e Gasly, respectivamente, seguiram o monegasco.

Verstappen passou e fez o primeiro melhor setor, quase dois décimos melhor do que Bottas e Hamilton. O segundo setor do holandês também foi impecável. O piloto da Red Bull melhorou sua volta para 1:08.885s. Hamilton também melhorou e ficou apenas 38 milésimos atrás de Verstappen. O piloto da Mercedes vai largar na primeira fila ao lado do pole Verstappen. Bottas larga em terceiro, seguido por Gasly e Leclerc completando os cinco primeiros.

 

Confira o grid de largada para o Grande Prêmio da Holanda de F1:

1) Max Verstappen (Red Bull/Honda) 1’08.885

2) Lewis Hamilton (Mercedes) 1’08.923

3) Valtteri Bottas (Mercedes) 1’09.222

4) Pierre Gasly (AlphaTauri/Honda) 1’09.478

5) Charles Leclerc (Ferrari) 1’09.527

6) Carlos Sainz Jr. (Ferrari) 1’09.537

7) A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari) 1’09.590

8) Esteban Ocon (Alpine/Renault) 1’09.933

9) Fernando Alonso (Alpine/Renault) 1’09.956

10) Daniel Ricciardo (McLaren/Mercedes) 1’10.166

11) George Russell (Williams/Mercedes) 1’10.332

12) Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes) 1’10.367

13) Lando Norris (McLaren/Mercedes) 1’10.406

14) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes) 1’11.161

15) Yuki Tsunoda (AlphaTauri/Honda) 1’11.314

16) Sergio Pérez (Red Bull/Honda) 1’10.530

17) Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes) 1’10.731

18) Robert Kubica (Alfa Romeo/Ferrari) 1’11.301

19) Mick Schumacher (Haas/Ferrari) 1’11.387

20) Nikita Mazepin (Haas/Ferrari) 1’11.875

 

A corrida do GP da Holanda será neste domingo, 5, às 10h (horário de Brasília).

 

 

*Por: F1 MANIA

Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

Website.: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas
E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Top News

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30