fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

IBITINGA/SP - A partir desta segunda-feira (23), a Prefeitura Municipal, através Secretaria de Educação, abre o período de inscrições para vagas em creches para o ano de 2021.

O público alvo são crianças de idade entre 06 meses a 03 anos. Sendo que, no ato da inscrição, a criança deve ter idade inicial igual ou superior a 6 meses.

Para se inscrever, são necessários os seguintes documentos:

 

  • * Cópia da Certidão de Nascimento da criança;
  • * Cópia de um comprovante de residência;
  • * Cópia do CPF e RG dos responsáveis
  • * Cópia da Carteira de Trabalho dos responsáveis;
  • * Holerite atual (ou também será aceito: declaração de trabalho com firma reconhecida em cartório; ou inscrição de autônomo com documento comprobatório; ou certificado de MEI e guia de recolhimento das MEI)
  •  

As inscrições serão realizadas na sede da Secretaria Municipal de Educação, localizada na Rua Jozé Zapata, 125 – Jardim Centenário. O horário de atendimento será das 8h às 13h.

A divulgação da classificação e lista de espera será realizada no dia 12 de janeiro de 2021.

 

 

*Por: PMETI

A partir desta segunda-feira (23), Prefeitura passa a fornecer merenda em quatro escolas da cidade para os alunos da rede municipal. Aulas presenciais continuam suspensas

 

IBATÉ/SP - Apesar da continuidade da suspensão das aulas presenciais na Rede Municipal de Ensino de Ibaté, devido à pandemia do novo Coronavírus,  a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, começa nesta segunda-feira (23) o fornecimento de merenda escolar para todos os alunos da rede.

Com o objetivo de garantir  alimentação para as crianças que necessitam da merenda diária, em meses anteriores a Prefeitura de Ibaté já fez a distribuição de kits merenda, com produtos da cesta básica e de hortifruti, e a agora passa a oferecer o alimento pronto para os alunos.

Integrando o conjunto de medidas que a Prefeitura de Ibaté está adotando, no sentido de evitar a transmissão do novo coronavírus, as refeições serão servidas em faixas de horário espaçadas, com metade da capacidade de cada refeitório, seguindo todos os protocolos sanitários exigidos.  Após a saída de cada grupo de crianças, será feita a higienização do local e para acesso ao refeitório os alunos devem usar máscara.  

O trabalho tem o acompanhamento do Conselho de Alimentação Escolar (CAE) e deve beneficiar mais de quatro mil crianças da creche até o quinto ano do Ensino Fundamental de Ibaté.

A merenda estará disponível de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h, em quatro unidades escolares de Ibaté, estrategicamente localizadas para atender toda a cidade.  São elas:

ESCOLA MUNICIPAL BRASILINA TEIXEIRA IANONI - Rua Boa Esperança do Sul, 300 – Jardim Cruzado

(atenderá alunos das escolas: Brasilina Teixeira Ianoni, Júlio Benedicto Mendes, Profª. Alice Rossito Cervoni, Augusta Donatoni Valério e Edith Ap. Benini da Silva).

ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA MARIA LUIZA BATISTELA DANIELI - Rua Paulino Mendonça, 240 – Comendador Nello Morganti

(atenderá alunos das escolas: Profª. Maria Luiza Batistela Danieli, Profª Solange Ap. Rodrigues e  Ermínia Morganti).

ESCOLA MUNICIPAL PROFª NEUSA MILORI FREDDI - Av. Cons. Moreira de Barros, 639 - Centro

(atenderá alunos das escolas: Profª. Neusa Milori Freddi, Jovina de Paula Pessente e Bruna Espósito).

ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA VERA HELENA TRINTA PULCINELLI - Rua Oreste Del Ponte, 462- Jardim Icaraí

(atenderá alunos das escolas: Profª. Vera Helena Trinta Pulcinelli, Antonio Deval e Ruth Zavaglia Gomes).

Até 30 de outubro, Ibaté recebe matrículas de crianças, jovens e adultos que estão fora da rede municipal de ensino. Para alunos que já estão na rede, a rematrícula é automática

 

IBATÉ/SP - A Prefeitura de Ibaté, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, está recebendo até 30 de outubro matrículas para o ano letivo de 2021.

Segundo a Secretária-adjunta de Educação de Ibaté, Andréa Falvo, a matrícula precisa ser feita apenas para novos alunos e para alunos que precisem de transferência para rede municipal da cidade. "Para os alunos que já estão matriculados, em alguma escola municipal de Ibaté, a rematrícula é automática. Não é necessário ir até a escola. A vaga para 2021 está garantida para os alunos que já estão na nossa rede".

Já para novos alunos ou para alunos que queiram transferência para rede municipal, os pais e responsáveis devem procurar, até 30 de outubro, a Unidade Escolar mais próxima de sua residência, e apresentar cópia da certidão de nascimento da criança; RG e CPF da criança (se houver); caderneta de vacina da criança com comprovantes, RG e CPF dos pais ou responsáveis e comprovante de residência.

Para novos alunos da EJA (Educação para Jovens e Adultos), os interessados devem procurar as Unidades Escolares EM "Neusa Milori Freddi" ou a EM "Brasilina Teixeira Ianone", onde são desenvolvidas as atividades para essa faixa etária, com cópia de  RG, CPF e comprovante de residência.

Para as matrículas presenciais, o uso de máscara de proteção facial é obrigatório.

Ideb 2019

A Educação Municipal de Ibaté foi uma das melhores avaliadas, em relação às cidades pertencentes à Diretoria de Ensino de São Carlos, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019, divulgado em setembro pelo Ministério da Educação.  O município obteve a nota 7,0, sendo que a meta projetada era de 6,4, na avaliação dos alunos dos 5º anos do ensino fundamental.

O índice avalia, bienalmente, o desempenho do sistema educacional brasileiro. Em 2015, Ibaté tinha como meta projetada 5,9 e obteve 6,2. Em 2017, a meta projetada era 6,2 e alcançou a nota 6,8.

A rede municipal de ensino de Ibaté conta com 14 unidades e atende 903 alunos da Creche; 873 da Pré-escola e 2459 alunos do Ensino Fundamental 1 (até o quinto ano), com duas turmas de jovens e adultos (EJA).

Mesmo sem aulas presenciais, data foi lembrada no município com propostas de atividades e brincadeiras em casa e virtualmente

 

IBATÉ/SP - Em alusão ao Dia das Crianças, comemorado nesta segunda-feira (12 de Outubro), escolas municipais de Ibaté realizaram com seus alunos, durante toda a semana, atividades especiais de forma remota.

Segundo a Secretária-adjunta de Educação de Ibaté, Andréa Falvo, a proposta foi enfatizar nessa data a importância do brincar para o desenvolvimento da criança, principalmente neste momento de restrições sociais, no qual o aluno não tem o convívio com a equipe escolar e com os amigos. "Enquanto a pandemia da Covid-19 continuar, alterando a rotina dos nossos alunos, as atividades à distância fazem parte da rotina escolar. Por isso, a Rede Municipal de Ensino de Ibaté, por meio dos gestores e professores, realizou uma série de atividades, mesmo que de forma remota, para engajar e divertir as crianças e seus familiares e marcar a data".

Andréa Falvo lembrou que as atividades para o Dia das Crianças, em situação normal de aula presencial, proporcionam diversão e, principalmente, integração dos estudantes e trazem às crianças a experiência de convívio e experimentação. "Com a criança em casa, e sem poder se reunir para brincadeiras e eventos especiais, a proposta foi ela realizar atividades junto à família, valorizando a vivência de momentos de colaboração e descontração entre pais e filhos".

Cada escola da Rede Municipal de Ensino de Ibaté propôs, por meio de suas páginas no Facebook, atividades de acordo com a faixa etária dos alunos. Algumas até propunham que as crianças fizessem virtualmente brincadeiras em grupo, como se fantasiarem para participar da aula online. Brincadeiras clássicas foram transpostas para o meio virtual, como vídeos ensinando a fazer massinha caseira e contação de histórias, quando a leitura ficou mais interessante e mágica com a adição de vídeos, imagens e outros recursos audiovisuais.

Outras atividades propostas foram:

- jogos de mímicas;

-  oficinas de pintura com tinta e dedo, colagens divertidas e construção de esculturas com argila;

- piquenique no quintal,

- acampamento;

- "carta para o futuro", estimulando a criança a registrar de alguma forma o momento atual;

-  caça ao tesouro, com a descoberta de objetos dentro de casa;

- brincar de cozinhar, para que pais e responsáveis preparassem receitas simples juntos com seus filhos.

Dica de Brincadeira: escavação no gelo

Para crianças menores, uma atividade trabalhada foi fazer gelos com surpresas dentro.

É assim: Pegue uma bexiga, encha de água e coloque um brinquedinho pequeno ou algo que chame a atenção da criança.

Coloque para congelar. Depois de ter virado gelo, retire a bexiga.

Estimule a criança a escavar, quebrar o gelo até conseguir o tesouro que está dentro.

Nessa brincadeira há o estímulo da coordenação e sensorial, além do estímulo afetivo familiar.

SANTA RITA DO PASSA QUATRO/SP - A Prefeitura de Santa Rita do Passa Quatro confirmou na última segunda-feira (5) que as aulas presenciais nas redes municipal, estadual e particular não serão retomadas este ano.

Segundo o Poder Executivo: "Após análise dos nossos departamentos de Educação e Saúde, do nosso Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, baseada nas normas estaduais (decretos e resoluções), decidimos pelo NÃO retorno das atividades presenciais na rede pública (municipal e estadual) e privada".

O Decreto está disponível da Edição 3232, do Diário Oficial Eletrônico do Município e pode ser conferido no endereço eletrônico:

https://imprensaoficialmunicipal.com.br/santa_rita_do_passa_quatro?fbclid=IwAR2aYfhEWnzf3oamXxO1-Qj96WWli8sgVVvjcG23KvYL_f3Q1LC1gBGcMuY

Projeto sobre Meio Ambiente, desenvolvido de forma remota com os alunos durante a pandemia, terminou com o plantio de 20 mudas

 

IBATÉ/SP - Um projeto sobre Meio Ambiente, desenvolvido pela EMEI "Bruna Esposito" de Ibaté, culminou no plantio de 20 mudas de árvores frutíferas doadas para as famílias dos alunos da creche.

A Diretora da EMEI, Joselaine Valério Spilla, explicou que o projeto pedagógico teve o objetivo de sensibilizar para a preservação ambiental e despertar na criança a consciência ecológica. "O melhor é que conseguimos a doação das plantas e, com o apoio das famílias, encerramos o projeto com o plantio".

Para algumas turmas foram entregues vasinhos de suculentas, com as  instruções de cuidados e para outras foram doadas as mudas de árvores frutíferas, como  pitangueira, jabuticabeira, laranjeira, acerola, tamarindo, amoreira, limoeiro e abacateiro. Cada família, juntamente com o aluno, fez o plantio em sua casa ou em outro espaço de seu convívio.

Joselaine Spilla acrescentou que mesmo remotamente o trabalho da creche  não parou e que, dessa forma, a equipe está conseguindo dar continuidade ao desenvolvimento educacional dos alunos. "Devido à suspensão das aulas presenciais na rede municipal, por causa da pandemia do novo Coronavírus, as atividade estão sendo desenvolvidas de forma remota, por meio de atividades e orientações pela página do Facebook da escola e por apostilas imprensas que são entregues para os pais".

Três das mudas doadas foram plantadas nas dependências da própria creche, localizada no Centro de Ibaté, entre elas uma nespereira. "Nossa nespereira já está crescendo. Quando nossos alunos retornarem às atividades presenciais terão uma nova árvore em formação e poderão saborear seus frutos", projetou Joselaine Spilla.

A  EMEI "Bruna Esposito" em Ibaté atende 237 alunos de 04 meses a 03 anos de idade.

SÃO CARLOS/SP - A Prefeitura de São Carlos, por meio da Comissão Permanente de Licitações, realizou na última quinta-feira (24/09), em sessão pública, a abertura dos envelopes das propostas da Concorrência Pública N° 03/2020 (Processo Administrativo Nº 28371/2019) para a construção de um Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) no distrito de Água Vermelha.

Os membros da Comissão Permanente de Licitações realizaram a abertura dos envelopes de propostas de preços das oito empresas habilitadas: HS Lopes, Alpha Vitória, Luis Fabiano dos Santos, G&A Construção Civil, Fort Service, Construmart, K2 Construções e Umpler. Depois de avaliadas todas as propostas apresentadas, a empresa Umpler foi declarada a vencedora da licitação com o valor de R$ 1.718.767,26.

O CEMEI vai ter capacidade para atender 300 crianças de 0 a 5 anos. O padrão de construção é o determinado pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE). 

A ata da sessão foi publicada na edição do último sábado (26/09), do Diário Oficial do Município, depois segue para homologação, na sequência para assinatura do contrato e da ordem de serviço.

SÃO CARLOS/SP - O Senado aprovou ontem (9) o Projeto de Lei Complementar (PLP) 195/2020, que institui um programa de apoio às escolas particulares de ensino básico diante da crise provocada pela covid-19. O Programa Nacional de Auxílio às Instituições de Ensino da Educação Básica suspende tributos devidos por essas instituições e possibilita que elas suspendam contratos de trabalho, dentre outras medidas. O projeto segue para a Câmara dos Deputados.

A proposta também prevê que a União disponibilize aos municípios R$ 3 bilhões para que as prefeituras apliquem em ações emergenciais de auxílio ao setor. Esses recursos serão utilizados para a concessão de um subsídio mensal, para manutenção das instituições, até o fim da vigência do Estado de Calamidade em decorrência da pandemia, no dia 31 de dezembro. Esse subsídio gira num valor entre R$ 3 mil e R$ 10 mil, a depender do número de alunos matriculados.

“Será possível intervir de modo tempestivo para socorrer as escolas privadas de educação básica, com reflexos positivos não somente na manutenção da arquitetura educacional brasileira, com destaque para a educação infantil”, disse a relatora do projeto, Daniella Ribeiro (PP-PB).

Segundo levantamento exposto por Daniella Ribeiro em seu relatório, em 482 estabelecimentos de educação básica, localizados em 83 municípios brasileiros, as escolas privadas perderam em média, até maio de 2020, 52% de suas receitas. Na educação infantil, essa perda foi de 56%. Os atrasos no pagamento de mensalidades chegaram a 17% em abril (antes da pandemia, eram de cerca de 9%) e a perda de alunos àquela época girava em torno de 10%.

A proposição prevê ainda que o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) deverá prestar consultoria gratuita nos próximos doze meses, a fim de auxiliar os gestores a traçar as melhores estratégias para reestruturar as escolas.

 

 

*Por Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil

SÃO CARLOS/SP - O Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus de São Carlos informa que o termo de responsabilidade para as escolas particulares de educação infantil, que pretendem retomar suas atividades, já se encontra disponível no site na Prefeitura. 

O retorno das atividades da rede particular é facultativo, porém as unidades que optarem por essa volta devem seguir um rigoroso protocolo de segurança que foi elaborado pela Vigilância Sanitária com a participação dos dirigentes escolares.

 “A partir de 8 de setembro, data estipulada pelo Plano São Paulo, as escolas podem retornar para acolhimento ou reforço escolar, as instituições privadas de ensino infantil terão que trabalhar com 35% dos alunos nesse período”, reforça Mateus de Aquino, coordenador do Comitê. 

Apresentar capacidade total e quantidade de alunos que irá atender para garantir o distanciamento; garantir rotinas firmes e permanentes a cada mudança de turno, com limpeza e higienização dos espaços; elaboração de plano de contingência para possíveis casos positivos de alunos e/ou colaboradores, contendo obrigatoriamente rede de comunicação rápida entre os contatantes, além de testagem e isolamento; não compartilhar objetos pessoais de trabalho; estimular o uso de recipientes individuais para o consumo de água; uso de máscaras de proteção respiratória; uso e disponibilização de álcool em gel 70%, instalação de divisórias impermeáveis em postos fixos de trabalho, onde o distanciamento mínimo não for possível e disponibilização face shield para os trabalhadores que realizam a recepção das crianças, além de disponibilizar para as autoridades sanitárias quadro de funcionários com as datas de nascimento e os exames periódicos, estão entre as exigências do protocolo.

Para preencher o termo de responsabilidade basta clicar no link http://coronavirus.saocarlos.sp.gov.br/termo-de-responsabilidade.

SÃO CARLOS/SP - Depois de visitar o Centro Municipal de Educação Básica (Cemei) Carminda Nogueira de Castro, no Residencial Eduardo Abdelnur, região da Água Fria, ao lado do Jardim Zavaglia, o vereador Roselei Françoso (MDB) solicitou à Prefeitura a ampliação da unidade.

Inaugurada em outubro de 2019 para atender 220 crianças de zero a 5 anos, a unidade atende atualmente 290 alunos. Outros 75 são atendidos na Escola Municipal de Educação Básica (Emeb), Ulysses Ferreira Picollo, que funciona ao lado.

Uma indicação ao prefeito Airton Garcia e dois ofícios, às Secretarias de Educação e Habitação, foram protocolados pelo vereador. “A indicação é o instrumento legislativo oficial para este tipo de pleito”, explica o parlamentar. “Já os ofícios, além de registrar junto aos secretários responsáveis essa necessidade, pretendem garantir a reserva da área ao lado da escola”, detalha Roselei.

Na esquina das ruas Hagar Cristina Rojo Rocha e Antonio Gallo existe um área disponível que fica ao lado do Cemei Carminda Nogueira de Castro, conforme os registros da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano. “Solicitei ao secretário João Muller que reserve essa área para no futuro abrigar a ampliação da escola”, destaca. “Essa ação em prol da população da região pode ser assumida por todos os candidatos a prefeito”, comenta.

O Cemei Carminda Nogueira de Castro foi concluído na gestão do prefeito Airton Garcia e construído em parceria com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) por R$ 1,6 milhão. Conquistada ainda na gestão do prefeito Oswaldo Barba (2009-2012) quando o vereador Roselei Françoso era diretor da Secretaria da Educação, a unidade estava prevista para ser construída no Jardim Botafogo.

“Com o aumento populacional dos bairros da região da Água Fria foi acertada a decisão de construir a escola no Eduardo Abdelnur”, lembra o parlamentar. O mesmo ocorreu no distrito de Água Vermelha. Em 2009, a Prefeitura adquiriu a área que irá abrigar o novo prédio do Cemei Santo Piccin, cuja licitação está em andamento. “Naquela época já sabíamos que além de ser necessário um novo prédio para a escola, haveria o crescimento populacional significativo no distrito”, recorda Roselei Françoso.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Novembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30