fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
UFSCar realiza estudos sobre o Plano de Mobilidade de Araraquara Divulgação

UFSCar realiza estudos sobre o Plano de Mobilidade de Araraquara

Escrito por  Nov 24, 2021
Pesquisa subsidia a proposta de mobilidade urbana para um novo perfil de cidade

 

SÃO CARLOS/SP - Tornar a cidade de Araraquara (SP) mais segura do ponto de vista da mobilidade para todos os seus usuários, promovendo uma melhoria na qualidade de vida: esse é o resultado buscado pelo estudo de revisão do Plano de Mobilidade Urbana do município, elaborado pela equipe de pesquisadores da Programa de Pós-Graduação em Engenharia Urbana (PPGEU) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), cuja etapa de diagnóstico foi apresentada no último dia 11 de novembro, em audiência pública na Câmara Municipal de Araraquara.
Com início em junho de 2019, o projeto desenvolvido pela UFSCar teve como objetivo revisar o Plano de Mobilidade Urbana de Araraquara segundo exigências da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU), instituída em abril de 2012 pela Lei Federal n. 12.587. O Plano é um dos instrumentos de desenvolvimento urbano no Brasil e tem como finalidade priorizar os modos não motorizados (a pé e bicicleta) e o transporte público, promovendo a integração entre os diferentes modos de transporte e a melhoria da acessibilidade e da mobilidade de pessoas e cargas.
Como resultado do estudo, foi criado o MOBILIdados, um diagnóstico atual de Araraquara que subsidia a proposta de mobilidade urbana para um novo perfil de cidade. É composto pelos dados resultantes de levantamentos realizados nas vias públicas da cidade, considerando as principais entradas e saídas do município e os principais pontos de circulação interna, além dos resultados da pesquisa origem-destino, realizada via formulário web, com pessoas de todos os bairros (agrupados em Zonas de Tráfego), de várias faixas etárias, e incluindo usuários de transporte coletivo, de veículos motorizados e da mobilidade ativa, como ciclistas e pedestres.
Ao todo, a pesquisa foi dividida em 14 etapas, entre elas estão planejamento; treinamento e capacitação inicial da equipe; levantamento geral da base de dados e georreferenciamento; organização e realização de Audiência Pública; pesquisas de comportamento na circulação: pesquisas de origem e destino; pesquisas operacionais do transporte coletivo, entre outras.
"Finalizamos a etapa de diagnóstico e agora daremos início à etapa de prognóstico, que se refere à etapa de apresentação de propostas. Pretende-se com elas fomentar o deslocamento das viagens realizadas utilizando o transporte coletivo, a pé e de bicicleta, dando mais segurança para que a população utilize estes modos, seja através da criação de uma rede cicloviária segura e conectada, seja através da criação de áreas que assegurem que o pedestre consiga caminhar com segurança, bem como propostas que possibilitem que o transporte coletivo atenda a uma maior parcela da população. Destacamos o incentivo ao uso da bicicleta, proporcionando uma transformação da cidade para um modal mais sustentável, denominada cidade ciclável", finalizou Luciana Márcia Gonçalves, docente do Departamento de Engenharia Civil (DECiv) da UFSCar.
Continua depois da publicidade
Além dela, também participaram do projeto Edson Augusto Melanda, Thais de Cassia Martinelli Guerreiro e Rochele Amorim Ribeiro, todos docentes do DECiv, bem como alunos de graduação e pós-graduação, que foram fundamentais para a realização da etapa de diagnóstico.
Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

Website.: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas
E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Top News

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Dezembro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31