fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

As diligências prosseguem para identificação e captura de todos os envolvidos; a Polícia Civil investiga o caso

BOTUCATU/SP - A Polícia Militar apreendeu, nesta quinta-feira (30), oito fuzis e uma metralhadora, após ataques, iniciados na noite de ontem, em uma agência bancária no município de Botucatu. As diligências prosseguem para captura de todos os integrantes da quadrilha

A ação criminosa começou na noite de quarta-feira (29), quando cerca de 30 criminosos armados e com coletes a prova de balas invadiram a agência localizada no centro da cidade e a destruíram com o uso de explosivos. Outras duas agências também foram danificadas.

Equipes do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), bem equipadas e preparadas, realizaram uma rápida intervenção, frustrando a ação dos criminosos. Policiais de batalhões de áreas vizinhas e do 1º, 3º e 4º Batalhões de Policiamento de Choque também auxiliaram. 

O grupo fugiu do cerco policial e imediatamente se iniciaram as buscas na região, feita por agentes das polícias militar e civil. Parte dos criminosos foi flagrada, na manhã de hoje, na rodovia Marechal Rondon. Os criminosos foram encurralados e revidaram a ação policial. Um dos suspeitos foi atingido.

O homem foi socorrido ao Pronto Socorro da Universidade Estadual Paulista (Unesp), mas não resistiu. Criminosos também atearam fogo em um Toyota/Hilux que foi deixado próximo à sede do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I) para impedir a saída das equipes.

Eles ainda incendiaram outros veículos para bloquear rodovias e renderam moradores, que foram obrigados a ficar sobre o teto de seus veículos. Dois policiais ficaram feridos, foram socorridos também à Unesp e permanecem internados, sem risco de morte.

“As equipes das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica estão, de forma integrada, trabalhando empenhadas para que possamos enfrentar, esclarecer e combater este crime”, destacou o secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos.

Até o momento, foram apreendidos sete fuzis calibre 762 e um .50 e uma metralhadora 9 mm, sete veículos, dois coletes balísticos, um malote de dinheiro e um rádio comunicador. Ainda foram recolhidos 17 artefatos explosivos improvisados, dois cartuchos de emulsão e três granadas. Equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foram acionadas para destruição dos materiais.

Policiais da 5ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Furtos e Roubos a Bancos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), foram acionados e se deslocaram até o município para prestar apoio aos agentes da Delegacia Seccional de Botucatu.

A ocorrência segue em investigação pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) do município. As diligências para captura dos envolvidos seguem com o empenho de mais de 200 policiais e 70 viaturas de diversas unidades territoriais e especializadas da Polícia Militar.

Continuam nas buscas militares do 4º, 12º, 22º, 27º, 40º, 53º e 54º Batalhões de Polícia Militar do Interior (BPM/I), da Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar (Rota), do Comando e Operações Especiais (COE), do 10º e 13 Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baep) e do Comando de Aviação da Polícia Militar (CAvPM). 

 

 

*Fonte: SSP 

MUNDO - O banco espanhol Santander anunciou nesta quarta-feira um prejuízo líquido de 11,13 bilhões de euros (13,06 bilhões de dólares) no segundo trimestre, depois de depreciar seu fundo do comércio devido "à deterioração das perspectivas econômicas" provocadas pela pandemia de COVID-19.

A depreciação alcança o valor de 12,6 bilhões de euros, mas "não afeta liquidez" do grupo, afirma um comunicado divulgado pelo Santander, segundo maior banco europeu em termos de capitalização na Bolsa.

Para o conjunto do primeiro semestre, a perda é de 10,800 bilhões de euros.

Sem o elemento excepcional, o banco teria registrado lucro de 1,9 bilhão de euros no primeiro semestre, uma queda de 53% na comparação com o primeiro semestre de 2019, informou o Santander.

"A depreciação não afeta a solidez de nosso balanço. As bases de nossa atividade são sólidas, com um nível de capital na parte superior de nossos objetivos", afirmou a presidente do banco, Ana Botín, citada no comunicado.

A taxa de fundos próprios CET1, que mede a força financeira do banco, subiu levemente a 11,84%, contra 11,58% no fim de março.

O produto líquido bancário, equivalente ao faturamento, foi de 11,8 bilhões de euros, uma queda de 8% em um ano (mais 2% sem variações do câmbio).

As filiais afetadas pela depreciação do fundo de comércio são as do Reino Unido (-6,1 bilhões de euros), Estados Unidos (-2,3 bilhões), Polônia (-1,2 bilhão) e a unidade de créditos ao consumidor (-477 milhões).

 

 

*Por: AFP

MUNDO - A Alemanha superou o pior da crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus e já está no caminho para a recuperação, afirmou o Banco Central (Bundesbank) da maior economia europeia.

"Nos últimos meses vivemos a crise econômica mais grave da história da Alemanha (do pós-guerra)", declarou Jens Weidmann, presidente do Bundesbank, ao jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung.

"A boa notícia é que o pior deve ter ficado para trás e que e as coisas devem melhorar", completou.

Weidmann destacou, no entanto, que a recuperação deve ser  "relativamente progressiva".

O presidente do Bundesbank, que não hesita em criticar as políticas expansionistas do Banco Central Europeu (BCE), expressou apoio aos planos de resgate e de recuperação econômica sem precedentes anunciados por Berlim para proteger as empresas e os empregos na Alemanha.

O governo conservador da chanceler Angela Merkel apresentou em março um grande plano de resgate de 1,1 trilhão de euros, rompendo assim com o dogma de não criar novas dívidas.

No início de junho, o governo anunciou a liberação de 130 bilhões adicionais em dois anos para apoiar a oferta, em especial com uma redução do imposto sobre o valor agregado, mas também a demanda com subsídios às famílias.

 

 

*Por: AFP

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31