fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
'Shogun' supera 'Minotouro' no desfecho da trilogia; Whittaker vence Till © Reprodução Divulgação/UFC

'Shogun' supera 'Minotouro' no desfecho da trilogia; Whittaker vence Till

Escrito por  Jul 26, 2020

MUNDO - Na mesma noite em que o UFC se despediu momentaneamente da ‘Ilha da Luta’, após quatro eventos bem sucedidos na sede montada em Abu Dhabi (EAU), Rogério ‘Minotouro’ deu o seu último adeus dentro do octógono. No terceiro e derradeiro combate da trilogia entre o baiano e Maurício 'Shogun', a vitória ficou novamente nas mãos do ex-campeão meio-pesado (93 kg), dessa vez na decisão dividida dos juízes.

Fazendo jus à rivalidade nascida há 15 anos, quando se enfrentaram pela primeira vez, ainda pelo extinto evento japonês Pride, os veteranos deram mais um show de trocação franca, com bastante ação e equilíbrio. Se nas duas primeiras pelejas 'Shogun' levou a vitória na decisão unânime dos juízes, desta vez o curitibano só foi declarado vencedor por dois dos três jurados presentes na 'Ilha da Luta'.

Na entrevista pós-luta, Rogério confirmou que deve realmente se aposentar. Apesar de estar satisfeito com sua performance neste sábado (25), 'Minotouro' ressaltou que é hora de passar a tocha para a nova geração. O baiano deixa o esporte com 23 triunfos e dez reveses após quase duas décadas competindo no MMA profissional.

Por sua vez, 'Shogun' preferiu não decretar ainda seu futuro e afirmou que deve conversar com seu empresário sobre o seu próximo passo daqui a alguns dias. Por enquanto, de acordo com o curitiba, a hora é de comemorar mais um triunfo sobre o compatriota.

 

A luta:

Mesmo com os dois combates prévios, o início do combate teve muito estudo. Depois de um volume baixo de golpes desferidos na primeira metade do round, os veteranos aceitaram a trocação franca, como nos velhos tempos. Em pé, ‘Minotouro’ conseguiu aplicar os melhores golpes, o que obrigou ‘Shogun’ a buscar a queda no final do assalto.

A segundo round continuou na mesma pegada, com ambos aceitando a troca de golpes franca, apesar do córner do curitibano tê-lo aconselhado a evitar este tipo de jogo. Novamente ameaçando uma queda, ‘Shogun’ acabou sendo derrubado e ficando por baixo. O assalto terminou equilibrado em pé e com boas ações por parte dos dois.

A etapa final foi marcada pelo equilíbrio na luta em pé, com vantagem no volume de golpes para o ex-campeão dos meio-pesados. Para garantir a vitória no round, ‘Shogun’ ainda levou o combate para o solo, onde aplicou bons socos no ground and pound.

 

Ex-campeão se recupera na luta principal:

Na luta principal da noite, Robert Whittaker superou Darren Till por decisão unânime dos juízes após cinco rounds de batalha. O maior volume de golpes disparado pelo ex-campeão peso-médio (84 kg) do UFC foi fundamental para garantir a sua recuperação após vir de derrota para Israel Adesanya em outubro do ano passado, quando perdeu o título da categoria.

Com o resultado, o australiano se mantém no topo da categoria, onde pode conseguir uma chance de recuperar o cinturão dos médios em breve. Já Darren Till sofreu sua primeira derrota na divisão, após estrear com triunfo sobre Kelvin Gastelum.

 

A luta:

O combate iniciou com Till buscando o controle do centro do octógono para aproveitar a vantagem na envergadura. O round se desenrolou em sua totalidade na trocação, com ambos mostrando boa técnica, mas aparente vantagem para o inglês, que conseguiu um knockdown com uma cotovelada de encontro.

Já no segundo round foi Whittaker quem conseguiu um knockdown nos primeiros minutos. O australiano aproveitou para cair por cima do adversário e trabalhar no ground and pound.

Na terceira etapa, Till conseguiu retomar o controle do ritmo e da distância da luta. No entanto, o round ficou marcado mais pelas boas técnicas defensivas dos lutadores do que pelo volume de golpes aplicados.

O quarto período seguiu o mesmo panorama, com Whittaker soltando mais golpes e Till apostando na movimentação e precisão. O último assalto teve o mesmo padrão se repetindo em pé, mas terminou com o australiano conseguindo algumas quedas. Ao final, o volume de luta do ex-campeão garantiu a vitória na visão dos jurados.

 

Confira os resultados do UFC ‘Ilha da Luta’ (25 de julho):

  • Robert Whittaker venceu Darren Till por decisão unânime;
  • Maurício ‘Shogun’ venceu Rogério ‘’Minotouro’ por decisão dividida; Fabrício Werdum venceu Alexander Gustafsson por finalização;
  • Carla Esparza venceu Marina Rodriguez por decisão dividida;
  • Paul Craig venceu Gadzhimurad Antigulov por finalização;
  • Alex ‘Cowboy’ venceu Peter Sobotta por decisão unânime;
  • Khamzat Chimaev venceu Rhys McKee por nocaute técnico;
  • Francisco ‘Massaranduba’ venceu Jai Herbert por nocaute técnico;
  • Jesse Ronson venceu Nicolas Dalby por finalização;
  • Tom Aspinall venceu Jake Collier por nocaute técnico;
  • Movsar Evloev venceu Mike Grundy por decisão unânime;
  • Tanner Boser venceu Raphael ‘Bebezão’ por nocaute técnico;
  • Pannie Kianzad venceu Bethe Correia por decisão unânime;
  • Ramazan Emeev venceu Niklas Stolze por decisão unânime;
  • Nathaniel Wood venceu John Castañeda por decisão unânime.

 

 

*Por: AG. FIGHT

Ivan Lucas

 Jornalista/Radialista

Website.: https://www.radiosanca.com.br/equipe/ivan-lucas
E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Top News

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31