fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

MUNDO - O fundista britânico Mo Farah bateu nesta última sexta (4) o recorde mundial da prova de tomada de tempo de uma hora, o feito foi alcançado na etapa de Bruxelas (Bélgica) da Diamond League de atletismo.

O corredor, que nasceu na Somália, conseguiu percorrer 21.330 metros no espaço de uma hora, superando o recorde anterior, de 21.285 metros, alcançado em 2007 pelo etíope Haile Gebrselassie.

O detalhe é que o campeão mundial nas provas de 5 mil e 10 mil metros não disputava uma competição há três anos.

Recorde feminino

 

Porém, não foi apenas Mo Farah que bateu recordes na tarde desta sexta no evento em Bruxelas, a holandesa Sifan Hassan fez o melhor tempo na prova feminina de tomada de tempo em uma hora. Ela conseguiu percorrer 18.930 metros nesse período, superando a marca da etíope Dire Tune, que foi estabelecida em 2008.

 

 

*Por: AGÊNCIA BRASIL

MUNDO - A equipe formada pelo brasileiro Marcelo Demoliner e o holandês Matwe Middelkoop estreou com vitória, nesta quinta (3), na chave de duplas do US Open. Eles derrotaram por 2 sets a 1 (parciais de 6/7 [7/4], 7/6 [7/5] e 6/3) o time do francês Nicolas Mahut e do alemão Jan-Lennard Struff.

Agora, Demoliner e Middelkoop enfrentam nas oitavas os britânicos Jamie Murray e Neal Skupski. Seguindo adiante, podem encontrar o brasileiro Bruno Soares, mas isto no caso de ele e o croata Mate Pavic avançarem também.

 

 

*Por: Juliano Justo - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional

*AGÊNCIA BRASIL

MUNDO - Após uma reunião que durou quase o dia inteiro com o presidente do Barcelona, Jorge Messi, pai e agente do camisa 10, mudou o discurso. Agora já começa a admitir que o filho deve continuar no clube e cumprir o último ano de contrato, até 30 de junho de 2021.

A informação é do jornal “Deportes Cuatro”, em reportagem publicada nesta quinta-feira (3).

O periódico conseguiu arrancar um enigmático “Seh” de Jorge Messi minutos após a reunião, quando o argentino estava regressando para a mansão da família, em Barcelona. Ele foi ao encontro acompanhado do filho Rodrigo e do advogado Jorge Pecur.

Mas, além da palavra incompreesível de Jorge, o jornal apurou que o encontro com o presidente Josep Maria Bartomeu e o executivo Javier Bordas teve sim um encaminhamento mais favorável ao desejo do Barcelona.

O estafe de Messi entende que dificilmente conseguirá fazer valer a cláusula que lhe permitia sair do clube sem o pagamento da multa de 700 milhões de euros (R$ 4,5 bilhões). Afinal, pelo contrato, ele deveria ter comunicado o desejo até o último 10 de junho.

Como não há clube no mundo que possa arcar com o valor de 700 milhões de euros --os interessados no argentino, Manchester City, Paris Saint-Germain, Inter de Milão e Juventus, não teriam o valor e ainda seriam punidos pela regra do Fair Play Financeiro-- a tendência é que ele fique esta temporada, até o final do contrato, e saia depois de graça.

A situação não é vista como uma “derrota” pelo estafe do craque, segundo o jornal. Há um entendimento que ele teria a chance de ter uma temporada de despedida pelo único clube da carreira, evitando, assim, sair pela porta dos fundos.

Além disso, com a possível permissão para a volta do público aos estádios, Messi teria a chance de dar o adeus à torcida dentro do Camp Nou. Quem sabe, como uma temporada vitoriosa para ele e para o clube.

A publicação diz ainda que Messi demonstrou interesse em defender o City, do ex-técnico e mentor Pep Guardiola, e a Juventus, onde está Cristiano Ronaldo e possível destino do amigo e ainda companheiro de Barcelona Luís Suárez.

Vale lembrar que, embora tenha tido mais êxito no encontro, o desejo do Barcelona ainda não está completa. A diretoria quer conseguir uma renovação por mais duas temporadas com o argentino.

Há muitos dirigentes e conselheiros do clube blaugrana que defendem que tudo seja feito para assegurar que Lionel Messi fique para sempre no clube, colaborando com algum cargo diretivo quando decidir pendurar as chuteiras.

 

 

*Por: ESPN.com.br

SANTOS/SP - O Santos empatou em 2 a 2 com o Vasco na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do Peixe foram de Lucas Veríssimo e Marinho. O Cruzmaltino empatou com Fellipe Bastos e Cano.

O Alvinegro sofreu novamente com o VAR – contra o Flamengo, dois gols foram anulados. O gol de Fellipe Bastos foi invalidado corretamente por impedimento. A consulta ao vídeo fez o lance ser validado após cinco minutos.

No segundo tempo, os visitantes empataram com pênalti convertido por Cano. O juiz não havia marcado a penalidade. Ao olhar a tela, apontou toque no braço de Alison – a bola bateu antes na cabeça do volante.

Com mais um tropeço em casa, o Santos vai para a 11ª colocação, com oito pontos. O Vasco é o terceiro, com 11 somados na tabela.

O Peixe voltará a campo para enfrentar o Ceará, sábado, no Castelão. O Vasco receberá Athletico no domingo, em São Januário.

O JOGO

O Vasco criou a primeira chance do jogo. E com menos de um minuto! Felipe Jonatan errou na saída de bola, Cano invadiu a área e acertou o travessão.

O Santos só teve uma oportunidade de gol quando abriu o placar. Soteldo recebeu uma sobra de escanteio, entortou a marcação e cruzou na cabeça de Lucas Veríssimo aos 20 minutos. 1 a 0.

O jogo estava truncado e com pouco espaço nas defesas. Até que o Cruzmaltino aproveitou bem a bola parada. Fellipe Bastos recebeu no segundo pau e marcou. A princípio, a arbitragem marcou impedimento. Cinco minutos depois, o VAR confirmou o empate dos visitantes.

Soteldo domina bola na entrada da área, pelo lado esquerdo, e dança na frente do marcador. Vai para lá, vem para cá e cruza na área. Lucas Veríssimo cabeceia muito bem e abre o placar.

Defesa do Santos erra a saída e deixa Cano em boas condições. Centroavante do Vasco acerta o travessão do gol defendido por João Paulo.

SEGUNDO TEMPO

O Santos voltou para a etapa final com Luan Peres na vaga de Jobson. Cuca “corrigiu” a escalação após entrar com Alison como zagueiro.

O Peixe teve um início melhor. Aos dois minutos, Pará bateu de fora da área com perigo. No minuto 4, Soteldo cobrou falta e Fernando Miguel fez boa defesa.

Aos 13 minutos, o Santos desempatou. Marinho cobrou falta com perfeição. O goleiro Fernando Miguel nem se mexeu. 2 a 1 na Vila.

Quando o placar marcava 22, Alison afastou cobrança de escanteio com toque na braço (antes ele tocou com a cabeça). Após nova consulta no VAR, a arbitragem marcou pênalti. Cano converteu aos 17. 2 a 2.

Pilhado com os gols sofridos e bem marcado, o Santos não criou nenhuma chance clara até o apito final. O Vasco administrou o empate e quase virou no fim, com Carlinhos.

 

 

*Por:Lucas Musetti Perazolli /  GAZETA ESPORTIVA

SÃO PAULO/SP - O confronto entre Palmeiras e Internacional, sonolento na maior parte do tempo, teve um inesperado final emocionante. Em cobrança de pênalti marcado com ajuda do VAR, o time colorado saiu na frente no Allianz Parque, mas a equipe da casa ainda conseguiu empatar por 1 a 1.

Com 16 pontos ganhos, três a mais do que o São Paulo, o Internacional permanece instalado no primeiro lugar do Campeonato Brasileiro. Já o Palmeiras contabiliza 10 pontos em seis partidas e figura no sétimo posto da tabela de classificação.

Pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, às 11 horas (de Brasília) deste domingo, o Palmeiras volta a campo para enfrentar o Red Bull Bragantino, no Estádio Nabi Abi Chedid. O Internacional, por sua vez, encara o Bahia às 16 horas do mesmo dia, no Beira-Rio.

O Jogo – Apesar das várias mudanças feitas pelo técnico Eduardo Coudet, o Inter conseguiu assustar primeiro no Allianz Parque. Após cobrança de escanteio da direita, Patrick ajeitou e finalizou de meia bicicleta. A bola saiu com perigo, à esquerda do gol de Weverton.

O Palmeiras também conseguiu criar uma única oportunidade de gol durante o primeiro tempo. Gabriel Menino cruzou da direita e Rodinei evitou a finalização de Luiz Adriano. Na sobra, de frente para o gol, Viña completou de fora da área e viu a bola sair por cima da meta de Marcelo Lomba.

A etapa inicial do confronto disputado no Allianz Parque foi de poucas emoções, já que os dois times sofreram para articular boas jogadas no campo de ataque. Os primeiros 45 minutos tiveram alguns lances duros, e o árbitro Wilton Pereira Sampaio mostrou quatro amarelos, dois para cada equipe.

Palmeiras e Internacional mexeram para o segundo tempo, já que Edenilson entrou no lugar de Praxedes e Rony substituiu Gabriel Menino, que tomou pancada no tornozelo durante a etapa inicial. O panorama da partida, porém, continuou igual.

O Inter levou algum perigo ao Palmeiras no segundo tempo por meio de jogada de bola parada. Em cobrança de falta, Boschilia bateu direto e o goleiro Weverton defendeu em cima da linha. Os atletas do time colorado reclamaram, mas VAR revisou o lance e não detectou gol.

Nos acréscimos, em cruzamento vindo da esquerda, a bola tocou no braço de Luan e o árbitro Wilton Pereira Sampaio Sampaio após ver o lance no monitor. Na cobrança, Thiago Galhardo converteu. Pouco depois, Gustavo Gomez cruzou da direita e Luiz Adriano completou de cabeça para empatar.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

GOIÂNIA/GO - O Corinthians venceu pela primeira vez como visitante neste Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, o Timão fez 2 a 1 em cima do Goiás, pela sétima rodada, graças a gol já nos acréscimos da etapa final.

Tiago Nunes apostou nas entradas de Camacho, Lucas Piton e Gustavo Mosquito na equipe titular. Deu certo. O alvinegro dominou o primeiro tempo e chegou ao gol em lance de Cantillo e Ramiro, assim como aconteceu no Majestoso, mas dessa vez Vinicius Lopes mandou contra a própria rede.

Na etapa final, Gabriel voltou no lugar de Camacho e o Corinthians não voltou bem. Dessa maneira, não demorou muito para o Esmeraldino chegar ao empate com Vinicius Lopes depois de falha grotesca de posicionamento de Gil.

O gol da vitória, na base do sufoco, saiu de um escanteio batido por Otero pela ponta direita. A bola sobrou para Danilo Avelar, que mandou para as redes quase que no susto.

O resultado levou o Timão aos oito pontos, na nona colocação. O Goiás ficou nos mesmos quatro pontos, na vice-lanterna.

Na próxima rodada, o Corinthians vai receber o Botafogo, sábado, às 19h, na Neo Química Arena. Os goianos vão visitar o Sport, na Ilha do Retiro, às 20h30 de domingo.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

MUNDO - O Brasil não tem mais representantes na chave de simples masculina do US Open. Nesta última terça-feira (01), os tenistas Thiago Monteiro e Thiago Wild se despediram na primeira rodada do aberto norte-americano, um dos quatro maiores torneios do circuito mundial, os Grand Slams. Eles foram superados, respectivamente, pelo canadense Félix Auger-Aliassime e pelo britânico Dan Evans.

Monteiro, número um do país e 83º do mundo, vendeu caro a derrota para Auger-Aliassime. Após perder o primeiro set por 6/3, o cearense resistiu ao jogo agressivo do rival, 20º do ranking da Associação de Tenistas Profissionais (ATP), e venceu a parcial seguinte por 7/6, com 9/7 no tie-break. O equilíbrio permaneceu nos sets seguintes, também definidos no tie-break, mas com o canadense (considerado uma das revelações da modalidade na atualidade) levando a melhor, marcando 7/6 (8/6) em ambos.

Esta foi a terceira participação de Monteiro no US Open, novamente caindo na primeira partida. O desempenho, porém, supera o de 2019, quando perdeu do norte-americano Bradley Klahn por 3 a 0. Tanto que no duelo desta terça, contra Auger-Aliassime, cabeça de chave número 15 do torneio, o brasileiro assinalou apenas um ponto a menos que o adversário (148 a 147).

Thiago Wild, por sua vez, fez sua estreia em Grand Slams adultos. Há dois anos, ele foi campeão do US Open na categoria juvenil. Número 113 da ATP, ele foi dominado nos dois primeiros sets por Evans, que ocupa a 28ª posição do ranking mundial e é o cabeça de chave número 23, perdendo por 6/2 e 6/1. O paranaense reagiu na terceira parcial, forçando o tie-break. O britânico, porém, abriu 2 a 0 e manteve a vantagem, fazendo 7/6 (7/5) no terceiro set e fechando o jogo em 3 sets a 0.

O US Open é o primeiro Grand Slam disputado em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Desde a chegada aos Estados Unidos, os atletas obedecem a um protocolo de saúde rígido. A competição ocorre sem a presença de torcedores. No caso das duplas, a chave foi reduzida de 64 para 32 parcerias. Alguns nomes importantes do circuito optaram por não disputar o torneio, como o espanhol Rafael Nadal e a canadense Bianca Andreescu, atuais campeões de simples.

 

Mais Brasil

Quatro tenistas do país seguem na competição, todos nas duplas. Três estreiam nesta quarta-feira (2). No masculino, Marcelo Melo e o polonês Lukazs Kubot, que dividem o sétimo lugar do ranking da ATP e são os cabeças de chave número dois, pegam os belgas Sander Gillé e Joran Vliegen, que ocupam, respectivamente, as posições 36 e 44 do mundo. Já Bruno Soares (27º do mundo) e o croata Mate Pavic (17º) medem forças com o argentino Horácio Zeballos (4º) e o espanhol Marcel Granollers (15º). A previsão é que as partidas iniciem por volta das 14h (de Brasília).

Na chave feminina, a representante brasileira é Luísa Stefani, 39º do ranking da Associação de Tênis Feminino (WTA, na sigla em inglês), que joga ao lado da norte-americana Hayley Carter, 36º do mundo. Por volta das 14h40 (de Brasília), elas encaram as irmãs ucranianas Lyudmyla e Nadiya Kichenok, que ocupam, respectivamente, as posições 35 e 38 da WTA.

A estreia de Marcelo Demoliner (49º do mundo), que forma dupla com o holandês Matwé Middelkoop (62º), será amanhã (3), sem horário definido. Eles terão pela frente o francês Nicolas Mahut (3º) e o alemão Jan-Lennard Struff (48º).

 

 

*Por Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional

AGÊNCIA BRASIL

RIO DE JANEIRO/RJ - A CBF definiu nesta terça-feira os confrontos da quarta fase da Copa do Brasil. Além dos duelos, foram sorteados os mandos de campo. No total, 10 equipes brigam por vaga nas oitavas de final.

O principal destaque do sorteio ficou com o clássico entre Vasco e Botafogo. O outro carioca que disputa a quarta fase, Fluminense, terá pela frente o Atlético Goianiense.

 

As equipes que fazem o jogo de volta em casa são América-MG, Ceará, Vasco, Atlético-GO e CRB.

Após estes confrontos, a Copa do Brasil passa a contar com as equipes classificadas para a Libertadores, que entram direto nas oitavas de final.

Confira os duelos da quarta fase da Copa do Brasil (time da direita decide a vaga em casa):

Ponte Preta x América-MG

Brusque x Ceará

Botafogo x Vasco

Fluminense x Atlético-GO

Juventude x CRB

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

MUNDO - Nem mesmo as críticas parecem ter sido suficientes para fazer Sean O’Malley mudar seu pensamento. Acusado pelos fãs do esporte e, até mesmo, por colegas de profissão, como Darren Till, de ser um mau perdedor, por não ter aceitado até hoje dar os créditos a Marlon Vera, por tê-lo vencido no UFC 252, no último dia 15 de agosto, o americano não parece disposto a dar o braço a torcer.

Em vídeo publicado no seu canal do ‘Youtube’, O’Malley voltou a minimizar a derrota sofrida para ‘Chito’ Vera no UFC 252, a primeira de sua carreira. De acordo com o peso-galo (61 kg), o revés contou apenas para seu cartel, mas mentalmente ele continua se considerando invicto.

"Ele venceu? Sim. Eu sou invicto? Sim. Mentalmente, eu estou invicto. Eu me senti superior lá dentro até meu pé falhar. Eu provavelmente pareço idiota. Tudo bem, porque olhe para mim. Eu sou um pequeno não inteligente, mas eu sou inteligente, porque você está assistindo esse vídeo. E adivinha só, eu sou pago para fazer vídeos. Então, vocês comentando, me odiando, vocês estão fazendo com que eu seja pago, então obrigado”, debochou das críticas O’Malley, antes de completar.

“Lutando, no papel, eu estou 12-1. Eu perdi no dia 15 de agosto. Estou 12-1, e vocês, por alguma razão, e na minha cabeça, eu não perdi m*** nenhuma. Eu estou 12-0. Eu não perdi. E vocês ficam: ‘Bem, você perdeu’. Eu entendo. Mas mentalmente, eu não perdi. Reveja aquela luta. Eu estava prestes a começar a chutar o traseiro dele”, finalizou.

Após passar um longo período afastado por problemas com a USADA (agência antidoping americana), Sean O’Malley retornou ao octógono do Ultimate com duas vitórias por nocaute consecutivas em 2020, criando uma grande expectativa quanto ao seu futuro.

Diante de Marlon ‘Chito’ Vera, a jovem promessa sentiu um problema no pé ainda no primeiro round e se viu indefeso, sendo derrotado por nocaute técnico pelo equatoriano.

 

 

Ag. Fight

*ESPN

A apresentadora já tentou trabalhar como modelo, mas o sucesso foi em frente às câmeras!

 

SÃO CARLOS/SP - Os apaixonados por futebol, em especial pelo time da Portuguesa, já conhecem o canal oficial que o clube mantém no Youtube, o Lusa TV. Mas sabe aquela figurinha carimbada em reportagens especais e nas lives realizadas pelo Instagram? É ela: Thata Carreira. Ela conta que iniciou sua trajetória profissional como carreira, mas não obteve êxito profissional.

“Quando eu era adolescente surgiu a vontade de ingressar nesse mercado, mas meu pai não aprovava muito. Eu tinha um dom de me apresentar aos familiares, fazer dublagens, imitar apresentadores lá dos anos 80... acho que esse era o meu caminho mesmo” conta.

Quando ela conheceu o seu marido, que é proprietário de uma produtora de foto e vídeo, surgiram as primeiras oportunidades para a criação de seu próprio programa, distribuído em plataformas de vídeo pela internet. “Ali eu iniciei o ‘Programa Por Você’. Foram três temporadas e mais de 50 programas, um verdadeiro sucesso” revela Thata.

No “Programa Por Você” a apresentadora recebeu importantes nomes do jornalismo, como Neuber Fischer, comentando os acontecimentos do mundo dos famosos, abordava temas relacionados à saúde, eventos e até pontos culturais da cidade de São Paulo. Para Thata, “levar cultura e informação para o brasileiro foi uma atividade muito prazerosa e que trouxeram bons frutos” para sua carreira.

Futebol

No começo de 2020 Thata recebeu um convite para integrar o time de profissionais da Lusa TV. O canal estava em sua estreia, fruto de uma parceria com a ZHE Produções, e buscava uma figura feminina para a apresentação de matérias especiais, lives com profissionais futebol e os bastidores do mundo desse esporte.

Unindo o perfil descontraído, que já era desenvolvido em seu canal pessoal, Thata uniu-se ao animado circuito do futebol e passou a trazer histórias do futebol, a vida dos jogadores, curiosidades sobre o time e até entrevistas com a diretoria da Lusa.

“É um novo universo, o futebol, que eu encaro com muita naturalidade e vontade. Vontade de entrevistas, falar sobre o time, contar histórias e deixar todos os fãs por dentro do time.” Finaliza.
Thata Carreira está no Instagram (@thatacarreira) e nas lives e matérias da Lusa TV: https://youtube.com/lusatvoficial

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Outubro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31