fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

MUNDO - O Lyon mostrou mais uma vez seu domínio no futebol feminino na Europa ao conquistar neste domingo pela sétima vez, a quinta consecutiva, a Liga dos Campeões, com uma vitória por 3 a 1 sobre o Wolfsburg, na final disputada na cidade espanhola de San Sebastián.

Os gols da equipe francesa foram marcados por de Eugénie Sommer (25), Saki Kumagai (44) e Sara Björk Gunnarsdottir (88), enquanto Alexandra Popp (57) diminuiu para as alemães.

Essa foi a quarta vez que os dois times decidiram o torneio continental, com as francesas vencendo todas as anteriores (2012/13, 2015/16 e 2017/2018).

Sem poder contar na reta final da competição com a lesionada norueguesa Ada Hegerberg, eleita a melhor jogadora do mundo em 2018 e heroína da última final da Liga ao marcar três gols sobre o Barcelona (4-1), o Lyon não se intimidou e mostrou em campo porque detém tantos títulos da Liga dos Campeões.

Coube a Eugénie Le Sommer, Saki Kumagai e a recente contratação de Sara Björk Gunnarsdottir, que pertencia ao Wolfsburg, liderar as francesas nesta nova conquista.

"É muita alegria. Muitas vezes nos perguntam se não estamos cansadas de vencer. Não, não estamos cansadas. Olhe para a nossa alegria de novo hoje! Não há cansaço, queremos sempre vencer e hoje, mesmo que seja o sétimo título, o quinto consecutivo, a alegria continua, mesmo que seja um pouco diferente. E sempre há um sabor particular quando ganhamos a Liga dos Campeões", declarou à emissora francesa Canal+ a atacante Eugénie Le Sommer, acrescentando que este título foi um presente de casamento (ela casou recentemente).

Já a capitã da equipe, Wendie Renard, e suas companheiras Sarah Bouhaddi e Le Sommer fizeram história ao conquistar seu quinto título europeu consecutivo.

"Eu nunca estou cansada de vencer! Você pode contar comigo para estar lá (na final) no próximo ano. A gente celebra porque é difícil ganhar esta competição. Temos que lutar todos os anos por esse troféu e é lindo. Vamos levá-lo para casa  e vamos festejá-lo com todos. Queremos deixar uma marca. Temos que ir para o sexto (título seguido) para superar o recorde que o igualamos hoje", declarou Wendie Renard, fazendo uma referência ao pentacampeonato consecutivo conquistado pela equipe masculina do Real Madrid na Liga dos Campeões, durante a década de 1950.

Para chegar a esta nova final e manter a hegemonia no continente, o Lyon passou pelo Fortuna Hjorring, da Dinamarca, (oitavas), Bayern de Munique (quartas) e PSG (semifinal). Já o Wolfsburg, que tem dois títulos do torneio europeu, superou o Twente, da Holanda (oitavas), Glasgow City, Escócia (quartas), e o Barcelona, Espanha (semifinal).

 

- Relação de equipes campeãs da Liga dos Campeões feminina desde 2002:

2002: Frankfurt (ALE)

2003: Umea IK (SUE)

2004: Umea IK (SUE)

2005: Turbine (ALE)

2006: Frankfurt (ALE)

2007: Arsenal (ING)

2008: Frankfurt (ALE)

2009: Duisburgo (ALE)

2010: Turbine (ALE)

2011: Lyon (FRA)

2012: Lyon (FRA)

2013: Wolfsburgo (GER)

2014: Wolfsburgo (GER)

2015: Frankfurt (ALE)

2016: Lyon (FRA)

2017: Lyon (FRA)

2018: Lyon (FRA)

2019: Lyon (FRA)

2020: Lyon (FRA)

 

 

*Por: AFP

SANTOS/SP - O Santos foi derrotado pelo Flamengo por 1 a 0, neste domingo (30), na Vila Belmiro, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Os santistas reclamaram bastante da arbitragem em razão da anulação de dois gols, após análise do VAR, e viram o ex-ídolo da própria torcida Gabigol ser o carrasco do time ao marcar o gol da equipe rubro-negra.

A vitória coloca o Flamengo na nona posição do Brasileirão, agora com 8 pontos — a equipe se mantinha incomodamente na parte debaixo da tabela. Já o Santos permanece com 7 pontos, em 10º lugar.

 

VAR polêmico

Logo aos 3 minutos, o latera Pará recebe de Marinho na direita e cruza para o atacante Raniel, livre de marcação, tocar para as redes. O santista estava um pouco à frente da linha da bola e o lance foi impugnado.

Porém, a jogada mais polêmica ocorreu aos 15 minutos. Em cobrança de falta pelo lado direito do ataque, Marinho cruzou na área, a bola passou por todos e entrou no gol de Diego Alves sem tocar em ninguém.

Porém, o árbitro Wilton Pereira Sampaio foi acionado pelo VAR e entendeu que o volante Jobson, que estava impedido, subiu em direção à bola e, portanto, tentou participar da jogada. A revisão provocou a paralisação do jogo por cerca de quatro minutos.

Aos 50 minutos, Felipe Jonatan perdeu a bola no ataque e proporcionou um contra-golpe fulminante do Flamengo, que resultou no gol de Gabriel Barbosa, ex-jogador do Santos e aniversariante do dia. A comemoração do atacante causou muita confusão e reclamação por parte dos santistas.

Na segunda etapa, o Santos teve o domínio da bola, mas não conseguiu reverter a superioridade em gols. Já o time carioca perdeu o goleiro Diego Alves (contundido) — que fazia grande partida — e procurou explorar os contra-ataques.

O técnico Domènec Torrent colocou o reserva Cesar no gol e também fez alterações para manter o ritmo da equipe. Mas a intenção era mesmo suportar a pressão santista e garantir uma vitória que aliviaria o ambiente na Gávea.

Mesmo assim, o Flamengo teve a melhor chance do segundo tempo, novamente com Gabigol. O centroavante perdeu um gol incrível após cruzamento da direita. O goleiro João Paulo já estava batido, mas o atacante errou a finalização praticamente dentro da pequena área.

 

Próximos jogos

O Santos voltará a campo na próxima quarta-feira (2), novamente na Vila Belmiro, às 21h30, contra o Vasco. No mesmo dia, às 20h30, o Flamengo visitará o Bahia, no estádio de Pituaçu, em Salvador.

 

 

*Por: Cesar Sacheto, do R7

SÃO PAULO/SP - Brenner, nos acréscimos do segundo tempo, garantiu a vitória por 2 a 1 do São Paulo sobre o Corinthians na manhã deste domingo, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Antes do jovem são-paulino se tornar herói, Cássio e Tiago Volpi falharam nos gols de Hernanes e Ramiro.

O resultado levou o Tricolor à terceira vitória seguida. O tabu do São Paulo de não perder para o arquirrival no Morumbi desde 2010 pelo Brasileirão também foi mantido. Já o Corinthians conheceu sua primeira derrota em clássico na temporada 2020.

O placar levou o São Paulo à vice-liderança, com 13 pontos, e deixou o Corinthians em 13º, com apenas cinco pontos – com um jogo a menos.

Tiago Nunes e Fernando Diniz iniciaram o clássico com novidades nas equipes. No Corinthians, Ramiro voltou a ser titular, enquanto o São Paulo teve Liziero na lateral esquerda.

O resumo do primeiro tempo foi um domínio completo dos mandantes. Apesar disso, o gol saiu em uma cobrança de falta de Hernanes. Cássio foi pego de surpresa, falhou e viu a bola entrar no meio do gol.

O Timão chegou ao empate depois da parada para hidratação. Cantillo teve tranquilidade para receber uma sobra de bola no meio de campo, girar e lançar para Ramiro. O chute mascado e cruzado do volante também contou com a colaboração de Tiago Volpi.

Na etapa final, com a temperatura na casa dos 29ºC, os espaços apareceram e as substituições deixaram a partida aberta e imprevisível. Tiago Nunes aproveitou para promover a estreia de Rómulo Otero.

No fim, quem se deu bem foi o São Paulo, que chegou ao gol da vitória aos 46 minutos. Brenner, livre dentro da área, cabeceou sem chances para Cássio.

Na próxima rodada, o Corinthians vai encarar o Goiás, na Serrinha, em Goiânia, às 19h15 da próxima quarta-feira. No dia seguinte, o São Paulo vai ao Mineirão para pegar o Atlético-MG às 20h.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

MUNDO - Lewis Hamilton, que tinha garantido ontem a 93ª pole position da sua carreira, alcançou este domingo a vitória número 89 no Grande Prémio da Bélgica. O piloto britânico liderou do princípio ao fim as 44 voltas ao circuito de Spa-Francorchamps, com Valtteri Bottas sempre a segui-lo, mas sem conseguir criar real perigo ao seu domínio.

Aos dois homens da Mercedes juntou-se Max Verstappen (Red Bull) no pódio deste sétimo Grande Prémio da temporada.

A Renault conseguiu também uma corrida muito positiva com os seus dois pilotos a conseguirem ficar em quarto e quinto lugares. Daniel Ricciardo foi quarto e Esteban Ocon ficou atrás do seu companheiro de equipa. Além disso, o australiano teve ainda um ponto extra ao alcançar a volta mais rápida da prova.

Alexander Albon (Red Bull), Lando Norris (McLaren), Pierre Gasly (AlphaTauri), Lance Stroll (Racing Point) e Sergio Pérez (Racing Point) fecharam os lugares pontuáveis.

E a Ferrari? A dupla da scuderia, Sebastian Vettel e Chalres Leclerc, não conseguiu melhor que uns modestos 13.º e 14.º lugares, respetivamente. Foi um fim de semana particularmente difícil para a Ferrari, uma vez que os problemas com os tempos alcançados com o seu monolugar, o SF1000, estiveram sempre visíveis.

Segue-se o Grande Prémio de Itália, em Monza, e é preciso que a equipa italiana mude muita coisa para fazer boa figura na corrida de 'casa'.

 

 

*Por: NOTÍCIAS AO MINUTO

MUNDO - Lewis Hamilton deu mais um show de pilotagem neste sábado e conquistou a pole position do GP da Bélgica ao quebrar o recorde da pista de Spa-Francorchamps. Na etapa decisiva da classificação, o hexacampeão e líder do atual campeonato fez 1m41s252 na sua volta mais rápida e garantiu a 93ª pole na F1, enquanto o segundo colocado Valtteri Bottas, seu companheiro na equipe Mercedes, ficou 0s511 atrás.

Após conquistar a pole, Hamilton prestou uma homenagem ao ator americano Chadwick Boseman, que morreu neste sábado, aos 42 anos. Imediatamente, o inglês dedicou a pole ao ator pelo rádio e, ao sair do carro, fez o símbolo do "Pantera Negra", personagem interpretado pelo ator no cinema e que também marca a luta antirracista encampada pelo hexacampeão nos últimos meses.

A Ferrari voltou a ter um péssimo desempenho e ficou fora do Q3 com seus dois pilotos. Os dois correram sério risco de sequer avançar do Q1 para o Q2, e no fim, Charles Leclerc e Sebastian Vettel vão dividir a sétima fila, em 13º e 14º lugares, respectivamente.

O GP da Bélgica de Fórmula 1 começa às 10h10 (de Brasília) deste domingo, com transmissão ao vivo pela TV Globo. A narração será de Cleber Machado, com comentários de Luciano Burti e Felipe Giaffone. O ge também mostra a corrida em vídeo.

Confira o grid de largada para o Grande Prêmio da Bélgica 2020 de F1:

1) Lewis Hamilton (Mercedes) 1’41.252

2) Valtteri Bottas (Mercedes) 1’41.763

3) Max Verstappen (Red Bull/Honda) 1’41.778

4) Daniel Ricciardo (Renault) 1’42.061

5) Alexander Albon (Red Bull/Honda) 1’42.264

6) Esteban Ocon (Renault) 1’42.396

7) Carlos Sainz Jr. (McLaren/Renault) 1’42.438

8) Sergio Pérez (Racing Point/Mercedes) 1’42.532

9) Lance Stroll (Racing Point/Mercedes) 1’42.603

10) Lando Norris (McLaren/Renault) 1’42.657

11) Daniil Kvyat (AlphaTauri/Honda) 1’42.730

12) Pierre Gasly (AlphaTauri/Honda) 1’42.745

13) Charles Leclerc (Ferrari) 1’42.996

14) Sebastian Vettel (Ferrari) 1’43.261

15) George Russell (Williams/Mercedes) 1’43.468

16) Kimi Räikkönen (Alfa Romeo/Ferrari) 1’43.743

17) Romain Grosjean (Haas/Ferrari) 1’43.838

18) A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari) 1’43.950

19) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes) 1’44.138

20) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari) 1’44.314

 

 

*Por Redação do GE

MUNDO - Da França para Inglaterra, esse é o caminho que será percorrido por Thiago Silva. O Chelsea anunciou nesta sexta-feira (28) a contratação do zagueiro, que atuou nas últimas oito temporadas pelo Paris Saint-Germain (PSG). O jogador, de 35 anos, assinou contrato de um ano, com cláusula de renovação automática para permanecer por mais uma temporada.

“Estou muito feliz por ingressar no Chelsea. Estou encantado por fazer parte da equipe empolgante de Frank Lampard para a próxima temporada. Estou aqui lutar por títulos. Vejo vocês em breve, torcedores do Chelsea. Estou ansioso para jogar no Stamford Bridge “, disse o atleta em nota oficial do clube.

Por meio do Twitter, o Blues desejou boas vindas ao atleta e publicou vídeos do zagueiro com a nova camisa.

 

Thiago Silva chega a Premier League com a bagagem cheia de títulos pelo PSG. Defendendo a equipe parisiense foi heptacampeão no Campeonato Francês. Além disso, levou cinco Supercopas da França, seis Copas da Liga e cinco Copas da França. Apesar de não ter levantado o troféu da última edição da Liga dos Campeões, participou da melhor campanha do clube na história da competição. O Paris Saint Germain terminou na vice-colocação após perder na final para o Bayern de Munique (Alemanha) de 1 a 0.

O zagueiro também tem vasta experiência na seleção brasileira, tendo disputado as Copas do Mundo de 2014 (Brasil) e 2018 (Rússia). Com a camisa verde-amarela conquistou dois títulos, a Copa das Confederações em 2013 e a Copa América em 2019.

 

 

*Por: Rafael Monteiro - Repórter da Rádio Nacional

*Agência Brasil

MUNDO - A tenista japonesa Naomi Osaka anunciou na última quarta (26) que não disputará a semifinal do WTA de Cincinnati (EUA), programada para esta quinta, como forma de protestar contra a injustiça racial.

A jogadora, que ocupa a 10ª posição do ranking mundial, fez o anúncio com uma postagem em seu perfil no Twitter no qual afirmou: “antes de ser uma atleta, sou uma mulher negra”.

O anúncio de Osaka foi feito após jogadores da NBA se negarem a entrar em quadra para disputarem jogos dos playoffs como forma de protesto contra a injustiça racial.

As ações acontecem após o caso Jacob Blake, no qual o homem negro foi baleado pelas costas pela polícia em Kenosha, Wisconsin, no último domingo (23).

 

 

*Por: AGÊNCIA BRASIL

SÃO PAULO/SP - Não foi dessa vez que Otero estreou pelo Corinthians. Apesar da expectativa, o venezuelano ficou o tempo todo no banco de reservas na noite desta quarta-feira. Quem entrou e decidiu foi Luan. Um golaço do camisa 7 sacramentou o empate por 1 a 1 dentro da Arena, em Itaquera, diante do Fortaleza, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Para tentar dar mais velocidade e qualidade ao time alvinegro, Tiago Nunes ousou. Sacou Gabriel e Ramiro e apostou em Éderson e o jovem Ruan entre os titulares.

Apesar do bom início, o time não conseguiu manter o ritmo sequer por todo o primeiro tempo. O maior problema se deu na execução das jogadas. A enxurrada de passes e chutes errados minaram qualquer possibilidade de abertura do placar.

Na etapa final, quando Luan e Vital entraram, o Fortaleza foi quem deu a melhor resposta. A defesa do Corinthians não conseguiu vencer o duelo pelo alto no meio de campo e a bola chegou até Romarinho, dentro da área, que empurrou para as redes.

O empate surgiu graças a capacidade técnica de Luan, que pouco antes havia mandado uma na trave.

Tão criticado e cobrado nos últimos dias, o camisa 7 acertou um chute no ângulo, de primeira, da entrada da área. Um golaço, que fez até com que Cássio atravessasse todo o campo para dar moral ao meia. Uma cena sintomática e incomum.

A pressão final dos mandantes, no entanto, não aconteceu, o empate prevaleceu e o gosto mais amargo pelo resultado ficou para os corintianos.

Na próxima rodada, o Timão vai encarar o São Paulo, domingo, às 11h, no Morumbi. O Leão vai receber o Bragantino, às 21 horas, no sábado.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

SÃO CARLOS/SP - O Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus se reuniu nesta terça-feira (25/08) com a equipe da Secretaria de Esportes e Cultura. Na pauta da reunião o retorno de atividades esportivas profissionais. Participaram o secretário municipal de Esportes e Cultura, Luiz Lopes, o chefe de gabinete da pasta, Márcio Daniel e o diretor de Esportes de Rendimento, Fabiano Lourenço.

O diretor Fabiano Lourenço explicou que a Secretaria Estadual de Esportes autorizou a volta dos treinos de esportes profissionais que estão diretamente ligados a Federações, Confederações e ligas. “Em São Carlos temos quatro esportes de alto rendimento que disputam campeonatos profissionais como futsal, handebol, vôlei e basquete, e essas equipes estão solicitando o retorno dos treinos”. 

O Comitê deliberou pela volta dos treinos dessas equipes para disputa de campeonatos profissionais, porém com um rígido protocolo de segurança que implica a testagem dos atletas antes do reinício dos treinamentos. O que vai ser realizado ainda essa semana pelas equipes dessas quatro modalidades.
Já os treinamentos de esportes recreativos ainda não foram liberados neste momento, pois ainda depende do avanço do e aval do Plano São Paulo.

MUNDO - Segundo o repórter Marcelo Bechler, do Esporte Interativo, Lionel Messi já decidiu seu destino. E ele será novamente ao lado de Pep Guardiola. De acordo com a reportagem, Messi optou por ir ao Manchester City e agora busca uma rescisão com o Barcelona.

Pep Guardiola e Lionel Messi tiveram uma conversa por telefone na semana passada para discutir a possibilidade de que o capitão do Barcelona feche com o Manchester City, fontes distintas confirmaram à ESPN.

O jogador de 33 anos comunicou nesta terça-feira ao Barça sua intenção de ir embora neste verão, apesar de ter contrato até junho de 2021. A ESPN havia adiantado no começo da semana que o City estava fazendo contas para saber se poderia contratar o craque sem romper as regras do fair play financeiro.

O City via como "impossível" a operação nas janelas anteriores de transferências, mas diversas fontes confirmaram à ESPN que o clube ficou mais otimista desde a conversa entre Guardiola e Messi. O técnico expôs ao craque o projeto e o que esperaria dele no novo clube.

Essa ligação aconteceu dias depois da humilhante derrota do Barcelona para o Bayern de Munique, por 8 a 2, pelas quartas de final da Champions League. No dia seguinte, o City também disse adeus ao sonho do título europeu, ao cair para o Lyon.

Apuração da ESPN também dá conta de que, antes da ligação entre Guardiola e Messi, dirigentes do clube inglês entraram em contato com pessoas do estafe do jogador, já que sabiam que o argentino tinha dúvidas acerca do projeto do Barcelona, antes mesmo da derrota em Lisboa.

Agora, como adiantou a ESPN, faltaria ao City ver se é economicamente viável fechar com o jogador mais bem pago do mundo sem burlar regras da Fifa. Nesse sentido, será fundamental saber se Messi deixará o Barcelona de graça ou se será preciso negociar uma diminuição da cláusula de 700 milhões de euros (R$ 4,5 bilhões) prevista em contrato.

O argentino pretende exercer a cláusula que permite rescindir o contrato unilateralmente ao fim de cada temporada. Por outro lado, o Barcelona entende que essa cláusula específica expirou em 10 de junho, e vai exigir o pagamento da multa rescisória de qualquer clube interessado.

Thomas Tuchel, técnico do Paris Saint-Germain, também falou recentemente que Messi seria "bem vindo" à sua equipe. Espera-se ainda que outros clubes se juntem à caça de Messi, caso ele realmente deixe o Barça de graça. No entanto, pelas horas de tempo planejando, o time dirigido por Guardiola surge como favorito para conseguir a transferência.

 

 

*Por: ESPN.com.br

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Outubro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31