fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 

SÃO CARLOS/SP - A Secretaria de Cidadania e Assistência Social com apoio da Secretaria de Saúde, aproveitou a “Operação Frente Fria” para vacinar contra a gripe as pessoas em situação de rua.

Desde da entrada da frente fria na cidade, a Secretaria de Cidadania e Assistência Social intensificou as rondas realizadas em várias regiões da cidade para convidar os moradores em situação de rua a pernoitar na Casa de Passagem (antigo Albergue Noturno) ou na Igreja São João Batista. 

“Aproveitamos as rondas e também oferecemos a vacina para as pessoas em situação de rua acolhidas durante a Operação Frente Fria. O Departamento de Gestão do Cuidado Ambulatorial, através da equipe do Consultório na Rua operacionalizou a vacinação e o Departamento de Vigilância em Saúde participou da ação, disponibilizando os imunizantes e materiais necessários para aplicação”, explica a secretária de Cidadania e Assistência Social, Vanessa Soriano.

Desde o início da operação Frente Fria já foram aplicadas 123 doses da vacina da Influenza (gripe), sendo 57 doses no albergue da Igreja São João Batista, 15 doses na Casa de Passagem, 45 doses na Casa de Nazaré e 21 doses nas ruas.

Desde a previsão da entrada de uma frente fria na cidade, a Secretaria de Cidadania e Assistência Social também realizou a distribuição de 630 cobertores, já que durante as rondas as pessoas são abordadas, informadas sobre as vagas na Casa de Acolhimento e na Igreja São João Batista, locais onde podem fazer a higiene pessoal, dormir e se alimentar, porém para aquelas que não aceitam ir para o acolhimento, recebem cobertores. Também são ofertados os serviços oferecidos pelo Centro POP.

A Casa de Passagem (Albergue) fica na rua Rotary Clube, 101, na Vila Marina. O telefone é o 3361-1267. A Igreja São João Batista fica na rua Antônio Carlos Ferraz Sales, 1.315, no Santa Felícia e o Centro POP está localizado na rua São Joaquim, 818, no centro. O horário de funcionamento é de segunda à sexta, das 8h às 17h. O telefone é o 3307- 4795.

BRASÍLIA/DF - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou uma nota na terça-feira (24) esclarecendo as recomendações feitas pela agência para retardar a entrada do vírus da varíola dos macacos no Brasil. Segundo a Anvisa, foi apenas reforçada a adoção das medidas que já estão em vigência em aeroportos e em aeronaves e que são destinadas a proteger “o indivíduo e a coletividade não apenas contra a covid-19, mas também contra outras doenças.”

Na nota, a Anvisa esclarece que não recomendou o “isolamento” como uma medida para o enfrentamento à varíola dos macacos.

“De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a varíola do macaco pode ser transmitida aos seres humanos através do contato próximo com uma pessoa ou animal infectado, ou com material contaminado com o vírus. O vírus pode ser transmitido de uma pessoa para outra por contato próximo com lesões, fluidos corporais, gotículas respiratórias e materiais contaminados, como roupas de cama”, diz a nota.

A Anvisa informou que atua consoante com as ações das agências internacionais e de organismos mundias de saúde e que permanece monitorando a evolução dos casos da varíola dos macacos, mantendo um contato constante com o Ministério da Saúde. “Tão logo se justifique, serão propostas as medidas sanitárias, quando cabíveis, em aditamento às regras existentes e vigentes no Brasil.”

A doença

A varíola de macaco é uma doença pouco conhecida porque a incidência é maior na África. Até o momento, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) há 131 casos confirmados de varíola dos macacos, registrados fora do continente africano e 106 outros casos suspeitos, desde que o primeiro caso foi relatado em 7 de maio.

Diante do quadro, o Ministério da Saúde criou uma sala de situação para monitorar o cenário da varíola dos macacos no Brasil. A medida, anunciada pela pasta na noite de segunda-feira (23), tem como objetivo elaborar um plano de ação para o rastreamento de casos suspeitos e na definição do diagnóstico clínico e laboratorial para a doença.

"Até o momento, não há notificação de casos suspeitos da doença no país", informou o Ministério da Saúde, em nota. A pasta afirma que encaminhou aos estados um comunicado de risco sobre a patologia, com orientações aos profissionais de saúde e informações disponíveis até o momento sobre a doença.

 

 

AGÊNCIA BRASIL

SÃO CARLOS/SP - A Secretaria Municipal de Saúde, por meio dos departamentos de Gestão do Cuidado Ambulatorial e de Vigilância em Saúde, comunica que a partir desta quarta-feira (25/05), a Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila São José também vai atender casos de síndrome gripal e realizar os testes para diagnóstico da COVID-19.
Com a inclusão da UBS da Vila São José sobe para 5 as unidades referenciadas para atendimento da síndrome gripal, já que a população também pode procurar as UBS do Santa Felícia, do Cidade Aracy, do Botafogo e do Azulville.
Para o atendimento de síndrome gripal e realização de exames da COVID-19 não é necessário fazer agendamento nessas 5 unidades, elas atendem a demanda espontânea de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h.

VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19 - Já a vacinação contra a COVID-19 para adultos e adolescentes de 12 a 17 anos de segunda a sexta continua sendo realizada na Fundação Pró-Memória, USF do Aracy Equipe I, USF CDHU, USF Jardim São Carlos, USF do Munique/Astolpho e USF do Jockey/Guanabara, também das 8h às 16h. Para crianças a vacinação contra a COVID-19 permanece sendo realizada nas unidades USF do Antenor Garcia, UBS da Redenção, UBS da Vila Isabel, UBS da Vila São José e USF Angelina/Arnon. O horário de vacinação também é das 8h às 16h em qualquer uma das unidades. 

FALTOSOS/VACINAÇÃO/COVID-19 – O Departamento de Vigilância em Saúde informa que de acordo com o relatório analítico de faltosos do Vacivida, a cidade contabiliza nesta terça-feira (24/05), 11.365 pessoas sem a segunda dose da vacina contra a COVID-19 e 53.762 que ainda não tomaram a dose de reforço (terceira dose).
Das 11.365 que ainda não completaram a imunização com a segunda dose, 1.544 deixaram de tomar a segunda dose da AstraZeneca, 5.143 da Coronavac e 3.433 da Pfizer adulto e 1.245 da Pfizer pediátrica. A faixa etária com o maior número de faltosos, 5.847, tem 18 anos; 1.830 faz parte da faixa etária de 20 a 29 anos, seguido por 1.313 pessoas com 30 e 39 anos.
Já das 53.762 pessoas ainda não compareceram aos postos de vacinação para receber a dose de reforço ou terceira dose, 16.843 são pessoas que receberam as duas primeiras doses da AstraZeneca, 21.451 da Coronavac, 13.495 da Pfizer e 1.965 receberam uma dose da Janssen. 15.190 são pessoas da faixa etária entre 20 e 29, seguidas por 12.985 de 30 a 39 anos e de 40 a 49 anos ainda faltam 10.349 pessoas. Os idosos (60 anos ou mais) somam 5.569 pessoas sem a terceira dose.


VACINÔMETRO – Já foram aplicadas 631.699 doses das vacinas contra a COVID-19, sendo 241.165 referentes a 1ª dose, o que corresponde a 94,76% da população em geral e 222.560 referentes a 2ª dose, o que representa 87,45% da população. 167.974 pessoas também já receberam a dose de reforço o que corresponde a 66% da população.
São Carlos também já aplicou 30.525 doses pediátricas (5 a 11 anos), sendo 17.970 (83,37%) referente a primeira dose e 12.555 (58,24%) a segunda dose.

Os recursos são provenientes de devolução do duodécimo da Câmara na presidência do vereador Lucão Fernandes

 

SÃO CARLOS/SP - O prefeito Airton Garcia, juntamente com o vereador Lucão Fernandes e o chefe de gabinete da Prefeitura, José Pires (Carneirinho), entregou na manhã desta terça-feira (24/05), no pátio da garagem municipal, dois veículos Renault KWID para o Departamento de Vigilância em Saúde.

Os veículos foram adquiridos com recursos de devolução do duodécimo da Câmara Municipal quando o vereador Lucão Fernandes era presidente do Legislativo.  “Foi uma demanda do nosso departamento para o vereador Lucão que entendeu a nossa necessidade e nos atendeu prontamente”, disse Crislaine Mestre, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, agradecendo o vereador.

“Os valores desses veículos são incalculáveis pelos benefícios que vão proporcionar à população. As profissionais do Departamento de Vigilância me procuraram e levei essa necessidade ao prefeito Airton Garcia no momento da devolução de recursos da Câmara para a Prefeitura, e ele autorizou a destinação para a compra dos veículos. Fico feliz em poder contribuir para a Saúde, independente do setor”, disse o vereador Lucão Fernandes que entregou as chaves dos veículos juntamente com o prefeito Airton Garcia.

Para o prefeito Airton Garcia a devolução do duodécimo ajuda muito o município. “Agradecemos todos os vereadores que nos ajudam com essa devolução de recursos e dessa forma conseguimos melhoria em diversos setores”, agradeceu o prefeito.

Um dos veículos vai atender a equipe de fiscalização da Vigilância Sanitária. O outro vai atender as demandas extramuros do próprio Departamento de Vigilância em Saúde que inclui a Vigilância Epidemiológica e a Zoonoses. 

Também participaram da entrega dos veículos a chefe de gabinete da Secretaria de Saúde, Jôra Porfírio, a supervisora da Vigilância Sanitária, Fernanda Cereda, a supervisora da Vigilância Epidemiológica, Camila Félix Francisco, e os secretários municipais de Transporte e Trânsito, Paulo Luciano, de Serviços Públicos, Mariel Olmo.

GENEBRA - A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta terça-feira que havia 131 casos confirmados de varíola dos macacos e 106 outros casos suspeitos desde que o primeiro foi relatado em 7 de maio fora dos países onde geralmente se espalha.

Embora o surto seja incomum, ele pode ser contido e limitado, disse a OMS, que está convocando mais reuniões para apoiar os Estados-membros com mais conselhos sobre como lidar com a situação.

A varíola dos macacos é uma infecção viral geralmente leve que é endêmica em partes da África Ocidental e Central. Ela se espalha principalmente por contato próximo e, até o recente surto, raramente era vista em outras partes do mundo. A maioria dos casos recentes foi relatada na Europa.

"Encorajamos todos vocês a aumentar a vigilância da varíola dos macacos para ver onde estão os níveis de transmissão e entender para onde estão indo", disse Sylvie Briand, diretora da OMS para Preparação Global para Riscos Infecciosos.

Ela afirmou que não está claro se os casos são a "ponta do iceberg" ou se o pico de transmissão já passou.

Em declarações na Assembleia Mundial da Saúde em Genebra, Briand reiterou a opinião da OMS de que é improvável que o vírus tenha sofrido uma mutação, mas disse que a transmissão pode estar sendo impulsionada por uma mudança no comportamento humano, principalmente quando as pessoas voltam a socializar à medida que as restrições da Covid-19 vão sendo retiradas no mundo todo.

Muitos, mas não todos, os casos foram relatados em homens que fazem sexo com homens, e Briand disse que é particularmente importante tentar prevenir a transmissão sexual.

 

 

Por Jennifer Rigby e Mrinalika Roy / REUTERS

SÃO CARLOS/SP - Em 2022 já foram registradas em São Carlos 1.670 notificações, com 884 casos positivos de Dengue, sendo 843 autóctones e 41 importados com 1 morte registrada. Para Chikungunya foram registradas 6 notificações, com 6 casos descartados. Para Febre Amarela foram registradas 2 notificações com 1 resultado negativo e 1 aguardando resultado do exame. Para Zika nenhuma notificação foi registrada até agora. 

2021 - Foram registradas 670 notificações, com 136 casos positivos para a Dengue, sendo 102 autóctones e 34 importados. Para Chikungunya foram registradas 30 notificações, com 30 resultados negativos para a doença. Para Febre Amarela foi registrada 1 notificação, com 1 caso descartado. Para Zika foram registradas 12 notificações, com 12 casos descartados. 

2020 - Foram registradas 1.638 notificações para Dengue com 640 casos positivos, 582 autóctones, 58 importados e 1 óbito confirmado. Para Febre Amarela foram registradas 6 notificações, com 6 resultados negativos para a doença. Para Zika foram registradas 7 notificações com 7 resultados negativos. Para Chikungunya não foi registrada nenhuma notificação.

Atualmente hospital de São Carlos é o único a realizar esse tipo de cirurgia em toda a região de São Carlos e Araraquara.

 

SÃO CARLOS/SP - Em uma reunião realizada no auditório Alois Partel, na Santa Casa de São Carlos, na manhã desta sexta-feira (20), foi discutida a interrupção do serviço de neurocirurgia da Santa Casa de Araraquara.

Com isso, o hospital vem absorvendo toda a demanda do Departamento Regional de Saúde (DRS-III) – responsável por gerenciar o atendimento em saúde de 24 cidades da região de São Carlos e Araraquara.

Durante a reunião, houve uma homenagem para a equipe de neurocirurgiões da Santa Casa.

O evento contou com a participação do Provedor Antônio Valério Morillas Júnior, a Diretora de Práticas Assistenciais, Dra. Carolina Toniolo Zenatti, e do Diretor Administrativo e Operações, Mario José Calderaro, representando o hospital, e Sônia Regina Souza Silva, Diretora de Planejamento do Departamento Regional de Saúde (DRS-III).

Por parte do Poder Legislativo estiveram presentes: o presidente da Câmara Municipal de São Carlos, vereador Roselei Françoso (MDB), o presidente da Comissão de Saúde da Câmara, vereador Lucão Fernandes (MDB), Sérgio Rocha (PTB), Ubirajara Teixeira (PSD), Raquel Auxiliadora (PT) e Professora Neusa (Cidadania).

Além disso, Dr. Danillo Daniel Vilela, coordenador do Serviço de Neurocirurgia da Santa Casa, e o neurocirurgião Dr. Leandro Moreira, representaram toda a equipe de neurocirurgia do hospital, composta por eles e pelos médicos Dr. Lucas Eduardo Bonadio, Dr. Matheus Fernando Manzolli Ballestero e Dr. Renato Kishi.

Cada um deles recebeu um certificado de agradecimento da Provedoria e Direção do hospital pelos serviços prestados neste momento de sobrecarga no atendimento.

“Faz quase dois meses que nós estamos extremamente sobrecarregados, atendendo uma população que não é referência nossa. Nós saímos de 500 mil habitantes para mais de 1 milhão de habitantes”, afirmou o Dr. Danillo Vilela.

O Coordenador do Serviço de Neurocirurgia da Santa Casa de São Carlos também agradeceu a toda a equipe do setor pelo esforço e dedicação. “Todos abraçaram essa situação, estão colaborando e fazendo mais do que o possível para poder atender essas pessoas e não deixar elas sem tratamento”, disse.

A Diretora de Planejamento do Departamento Regional de Saúde (DRS-III), Sônia Regina Souza Silva, disse que o prazo dado para a Santa Casa de Araraquara contratar uma nova equipe de neurocirurgiões e normalizar o atendimento terminou ontem, quinta-feira (19), e está ainda sem solução. “Até o momento, a Prefeitura de Araraquara, que é a gestora do hospital e tem que dar um posicionamento, não se manifestou. Então por isso que a gente pediu um posicionamento, inclusive com cópia para o Ministério Público, para a gente ver se acelera isso. Mas eu não tenho nada definido ainda, infelizmente”, explicou.

Para presidente da Comissão de Saúde, vereador Lucão Fernandes, é preciso buscar uma solução o mais rápido possível para desafogar o atendimento em São Carlos. “Nós acreditamos que em um curto espaço de tempo esse problema de Araraquara seria resolvido. Inclusive, a Comissão de Saúde, que representa o município na Câmara, está tentando fazer contato com o prefeito de Araraquara e o hospital de lá para que possamos unir forças e ajudar na retomada desse tipo de procedimento naquela cidade”, disse.

Ao final da reunião, o presidente da Câmara de São Carlos, Roselei Françoso, convidou a provedoria e mesa diretora da Santa Casa para uma conversa na sede do Legislativo, na próxima terça-feira (24), para esclarecer a situação atual aos demais vereadores e também à sociedade. “A Santa Casa pede para nós, vereadores, tentarmos mostrar para a população as dificuldades que ela passa. Mas a população, quando chega aqui na porta do hospital, ela não quer saber qual a justificativa vamos dar, ela quer ser atendida”, disse.

“O que nós temos que fazer é buscar, através dos governantes, esses que têm a responsabilidade de buscar uma solução para o fato, que eles se mexam”, complementou o presidente da Câmara.

O Provedor da Santa Casa, Antônio Valério Morillas Júnior, agradeceu a presença e atenção dos vereadores para a explicação sobre a dificuldade que a Santa Casa vem enfrentando por absolver esses pacientes da região de Araraquara.

“Os vereadores, como sempre sensíveis aos problemas e com o propósito de ajudar a solucioná-los, mais uma vez estão aqui tentando encontrar soluções para que consigamos resolver o mais rápido possível, para que a nossa coirmã Araraquara e a Santa Casa de Araraquara consigam encontrar uma solução e voltar o atendimento”, disse.

Por fim, o Provedor agradeceu a equipe de neurocirurgia da Santa Casa pelo empenho neste momento de dificuldade. “São médicos que vem abandonando seus consultórios para salvar vidas de toda essa população. Então nós temos que reconhecer o esforço do nosso corpo clínico, especialmente da neurocirurgia, por contribuir com a nossa cidade, a cidade de Araraquara e com o Estado, para não deixar os pacientes desassistidos”, concluiu Antônio Valério Morillas Júnior.

SÃO CARLOS/SP - Neste sábado (21/05), das 8h às 13h, a Secretaria Municipal de Saúde vai realizar o plantão de vacinação contra a COVID-19 e contra a gripe (influenza) para crianças e adultos nas unidades básicas de saúde (UBS’s) da Vila Isabel e do Santa Felícia.

Durante a semana a vacinação contra a gripe pode ser realizada em qualquer uma das Unidades Básicas de Saúde (UBS’S) ou das Unidades de Saúde da Família (USF’s), das 8h às 16h. 

Já a vacinação contra a COVID-19 para adultos e adolescentes de 12 a 17 anos de segunda a sexta continua sendo realizada na Fundação Pró-Memória, USF do Aracy Equipe I, USF CDHU, USF Jardim São Carlos, USF do Munique/Astolpho e USF do Jockey/Guanabara, também das 8h às 16h.

Para crianças a vacinação contra a COVID-19 permanece sendo realizada nas unidades USF do Antenor Garcia, UBS da Redenção, UBS da Vila Isabel, UBS da Vila São José e USF Angelina/Arnon. O horário de vacinação também é das 8h às 16h em qualquer uma das unidades. 

TESTE COVID-19 - As Unidades Básicas de Saúde (UBS'S) do Santa Felícia, do Cidade Aracy, do Botafogo e do Azulville são as referenciadas para atender síndrome gripal e realizar o teste da COVID-19. Não é necessário fazer agendamento nessas 4 unidades, elas atendem demanda espontânea das 7h30 às 16h.

SÃO CARLOS/SP - São Carlos registrou mais um óbito por COVID-19 nesta quinta-feira (19), totalizando 590 mortes pela doença no município. O óbito é de um homem de 59 anos com comorbidades (esquizofrenia e hipertensão) que estava em leito de estabilização da UPA Santa Felícia aguardando transferência (via CROSS) para o Hospital de América Brasiliense. O paciente já tinha recebido duas doses da vacina contra a COVID-19.

Foram registrados nesta quinta-feira mais 191 exames positivos e 275 negativos para COVID-19. Nenhum paciente com suspeita de COVID-19 aguarda vaga neste momento em leito de estabilização das UPAS.

BARRETOS/SP - Os vereadores Cidinha do Oncológico (PP) e Roselei Françoso (MDB), presidente da Câmara de São Carlos, estiveram no Hospital de Amor de Barretos na quarta-feira (18) para conhecer o Instituto de Prevenção do hospital, especializado na saúde da mulher.

Recebidos pelo coordenador do Programa de Prevenção do Câncer de Colo Uterino, Marcelo Almeida, Cidinha e Roselei visitaram a unidade dedicada a realizar exames preventivos, entre eles estão os exames de Mamografia, Colonoscopia, Papanicolau, Sangue Oculto, Toque Retal. “O diagnóstico precoce do câncer é fundamental para um tratamento adequado e resolutivo”, observa a vereadora Cidinha.

“O Instituto dedicado à prevenção em Barretos é um centro de excelência, com um tratamento humanizado e bastante resolutivo”, destaca Roselei. Na sala de mamografia, por exemplo, além de equipamentos ultramodernos, também há dois televisores para que as mulheres assistam filmes com paisagens e cenários que têm o intuito de mantê-las relaxadas. “De acordo com o tema escolhido pela mulher ocorre a dispensação de aromas para ajudar no processo de relaxamento”, explica Marcelo.

Para o presidente da Câmara de São Carlos, é extremamente reconfortante conhecer uma experiência tão exitosa como a de Barretos e saber que todos os exames preventivos e tratamentos são oferecidos gratuitamente por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). “Quando existe empenho, dedicação e vontade política muita coisa boa acontece”, frisa o parlamentar. “O Henrique Prata merece o respeito de todos nós”, salienta, ao referir-se ao idealizador e atual gestor do Hospital de Amor.

Existem, além da unidade matriz em Barretos, outras 21 filiais de Institutos de Prevenção espalhados por diversos estados brasileiros. Os institutos são formados por uma unidade fixa, constituída de um prédio específico construído em uma área de 15 mil metros quadrados, e uma unidade móvel, que é uma carreta estruturada para realizar diversos procedimentos. “Um Instituto atende até 800 mil pessoas num raio de 300 quilômetros das cidades que formam uma Diretoria Regional de Saúde”, explica Marcelo.

De acordo com o representante do Hospital de Amor, para abrir um Instituto, além da doação do terreno, são necessários R$ 35 milhões e, ao final, o seu credenciamento junto ao SUS, uma vez que o custeio mensal é de R$ 500 mil. “Não é fácil conseguir unir prefeitos de vários municípios, secretários de saúde, parlamentares e demais autoridades em torno deste projeto, mas este é o caminho”, detalha Marcelo.

Roselei e Cidinha, que conheceram as outras alas do Hospital de Amor, como o Hospital de Câncer Infanto-juvenil, a ala de tratamento de adultos, o Hospital São Judas Tadeu, onde a história começou no ano de 1962, a fábrica de prótese e a fábrica de carretas preparadas para serem unidades móveis de saúde, pretendem levar a proposta ao prefeito Airton Garcia para iniciar as conversas em torno deste projeto. “Não adianta ilusão, é algo grandioso que para se concretizar precisa de muita gente envolvida”, ressalta o presidente da Câmara.

O Hospital de Amor de Barretos é a maior rede de atendimento oncológico da América Latina, atendendo pacientes de 2.3560 municípios brasileiros gratuitamente. Para conhecer melhor ou contribuir acesse www.hospitaldeamor.com.br.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Maio 2022 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          
Aviso de Privacidade

Este site utiliza cookies para proporcionar aos usuários uma melhor experiência de navegação.
Ao aceitar e continuar com a navegação, consideraremos que você concorda com esta utilização nos termos de nossa Política de Privacidade.