fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 

SÃO CARLOS/SP - O 153 do Centro Operacional da Guarda Municipal foi acionado na noite do último sábado, 10, em decorrência de violência doméstica na Rua Coronel Leopoldo Prado, em São Carlos.

Os GMs ao receber a informação de que um homem havia agredido o filho de 8 anos, devido ao menino ter pedido dinheiro para comprar um doce. Uma viatura foi ao local e a denunciante confirmou a ação e disse ainda que, além de agredir o filho, ainda empurrou a vovó. Mostrou também aos agentes de segurança que tem uma medida protetiva contra o valentão.

O sujeito não estava mais no local, porém a viatura, ao sair do local, se deparou com o acusado agredindo uma mulher.

M.A.P. foi conduzido à Central de Polícia Judiciária, onde foi autuado em flagrante e recolhido ao Centro de Triagem de São Carlos.

SANTA ERNESTINA/SP - O ex-prefeito de Santa Ernestina e atual Secretário de Administração de Ribeirão Preto, Ricardo Fernandes de Abreu (PSDB), é acusado de ter agredido a esposa e o sogro na tarde do último sábado (27), em uma farmácia no bairro Vila Bonfim, em Santa Ernestina. O acusado não foi encontrado.

A Polícia Militar foi acionada e quando os policiais chegaram, fizeram contato com a mulher de 42 anos que disse que Ricardo estava armado com uma faca de lâmina grande e a agrediu com socos e chutes. O pai dela, de 71 anos, também foi agredido após tentar intervir.

O autor fugiu com o veículo Chevrolet/Tracker que pertence a esposa e durante a fuga, se envolveu em um acidente de trânsito causando danos na parte traseira do carro. Mesmo assim ele conseguiu fugir.

Os PMs até fizeram patrulhamento pela região, mas não conseguiram localizar o ex-prefeito. As vítimas passaram por atendimento médico no hospital da cidade e depois procuraram a delegacia de Taquaritinga.

Um boletim de ocorrência por lesão corporal e ameaça foi registrado e a Polícia Civil já está investigando o caso. Os investigadores e o delegado estão aguardando as vítimas comparecerem na delegacia para solicitar as medidas protetivas que a mulher disse que iria pedir com emergência, por estar com medo do agressor.

Imagens de câmeras de segurança da farmácia poderão ser solicitadas para ajudar na investigação e entender o que realmente aconteceu.

Na tarde de segunda-feira (29), a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto emitiu um comunicado e exonerou o atual secretário do cargo:

“A prefeitura de Ribeirão Preto informa que o Secretário de Administração, Ricardo Abreu, deixará o comando da pasta para dedicar-se a questões pessoais.

A partir desta terça-feira, dia 30, Gustavo Furlan Bueno, atual Secretário de Justiça, assumirá como novo Secretário de Administração.

Em decorrência da nova designação, Othon Castrequini Piccini assumirá interinamente o cargo de Secretário de Justiça,” disse o comunicado.

Procurado pela reportagem do Portal Morada Ricardo Fernandes de Abreu se manifestou sobre o caso:

“Esclareço que estão sendo veiculadas matérias a meu respeito e envolvendo meu nome, que não refletem a realidade dos fatos.

Informo que os esclarecimentos serão prestados em momento oportuno, através da Justiça, sendo que a verdade será esclarecida.

Por fim, destaco que meu pedido de exoneração foi para resolver questões de foro íntimo, em nada impactando no trabalho desenvolvido na Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto”.

 

 

Flávio Fernandes / PORTAL MORADA

SÃO CARLOS/SP - A Guarda Municipal foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica na Rua Professor Bento da Silva Cesar, na noite de ontem, 25.

Segundo consta, o 153 foi acionado e quando os GMs foram averiguar foram recebidos pela idosa de 65 anos, que informou que o neto de 21 anos, é usuário de drogas e está vivendo nas ruas da cidade, e ontem, ele estava agressivo, tanto é que quebrou algumas janelas do imóvel, porém naquele exato momento o valentão estava dormindo. Desta forma, os GMs foram dispensados pela idosa.

Algum tempo depois, mais uma vez, a senhora ligou para a Guarda Municipal, relatando que o neto estava mais uma vez agressivo, quebrando objetos na casa e teria ameaçado atear fogo no imóvel. Uma viatura foi até a residência e encontrou o sujeito alterado e, desta forma, foi detido e conduzido à Central de Polícia Judiciária e recolhido ao Centro de Triagem de São Carlos.

SÃO CARLOS/SP - Um homem foi preso em flagrante após agredir sua esposa na Avenida Teixeira de Barros (Rua Larga), Vila Prado, em São Carlos.

Por volta das 13h30 o telefone da Guarda Municipal (153) foi acionado informando tal crime. Imediatamente, a Patrulha Maria da Penha da GM foi ao local e o agressor, W.L.G., 33 anos, já havia sido contido por outra pessoa. Os GMs presenciaram a vítima de 26 anos, bem machucada.

As partes foram conduzidas à DDM, onde foi registrada a ocorrência e o sujeito ficou à disposição da justiça.

SÃO CARLOS/SP - Um homem que estava sendo procurado pela Justiça deu trabalho para os Policiais Militares na madrugada de hoje, 23, ao resistir a prisão.

De acordo com informações, os Militares patrulhavam a região sul de São Carlos, quando na Rua Donato Pedrino, avistaram um homem em atitude suspeita, e com isso resolveram abordar o sujeito. Ao puxar a ‘capivara’ via Copom, constou como procurado pela justiça. Ao saber que ia ser preso, o acusado resistiu a prisão e foi necessário o uso de força para prendê-lo, onde PM e acusado se feriu e ambos tiveram que passar na UPA Vila Prado.

Após atendimento médico, o acusado foi apresentado na Central de Polícia Judiciária de São Carlos.

SÃO CARLOS/SP - A Polícia Militar deteve um homem acusado de agredir os pais na Rua Porto Rico, na Vila Brasília, em São Carlos.

Segundo consta, a PM foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica. Uma viatura foi ao local informado e, quando chegou na residência, o acusado estava segurando uma marreta, objeto este usado para a agressão.

O indivíduo foi conduzido à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde foi autuado em flagrante e preso.

SÃO CARLOS/SP - A Polícia Militar foi acionada na tarde de 5ª feira, 18, após duas mulheres brigarem devido a um homem. Calma, vamos explicar.

Segundo informações, a esposa do sujeito, ao chegar no condomínio, onde mora, teria flagrado a suposta amante e com isso começou a discussão e chegaram as vias de fato.

O 190 foi acionado e, quando os PMs chegaram no local, os ânimos foram acalmados.

A esposa, o marido e a suposta amante foram até à Central de Polícia Judiciária, onde foram ouvidos pelo delegado e liberados.

 

SÃO CARLOS/SP - A Guarda Municipal foi acionada na noite desta quinta-feira para o atendimento de mais uma violência doméstica.

A solicitante, a senhora P.D.T de 33 anos, informou ter sido trancada no banheiro com o seu bebê de 1 ano e dois meses no colo e grávida do seu segundo filho. Segundo a vítima, ela teria sido agredida e esfaqueada pelo seu marido, A.F.C, de 32 anos.

No local, a guarda municipal constatou o fato, onde havia marca de sangue por toda a residência e objetos quebrados.

A vítima e a criança foram atendidas no UPA Santa Felicia e posteriormente liberadas, e o marido foi detido pela equipe da guarda municipal e conduzido ao plantão policial, onde foi preso em flagrante e recolhido ao centro de triagem.

SÃO CARLOS/SP - A Guarda Municipal foi acionada na noite de quarta-feira para o atendimento de mais um caso de violência doméstica em São Carlos.

A solicitante, a senhora R.A.S de 53 anos, informou ter sido agredida pelo seu filho W.M.B de 31 anos. Segundo a vítima, a discussão se deu devido ao rapaz ter ido à residência da mãe para pegar os seus três filhos que estavam sob a supervisão da mesma.

Após a negativa dela de retirar as crianças da casa devido ao histórico criminal e pelo uso de entorpecentes do filho, o acusado desferiu vários socos e chutes contra a sua mãe e saiu com os filhos da residência.

A GM atendeu prontamente a ocorrência, logrando êxito em capturar o rapaz.

Após ouvir as partes, a solicitante foi encaminhada para a Upa Vila Prado, onde passou por atendimento médico e, apesar da dor, não houve fraturas.

Diante dos fatos, as partes foram encaminhadas até o CPJ onde foram ouvidas e liberadas.

RIO DE JANEIRO/RJ - O repórter da Inter TV, afiliada da Globo no Rio de Janeiro, João Vitor Brum, foi agredido e teve o equipamento danificado durante produção de uma matéria, em Cabo Frio, na última segunda-feira (15).

João Vitor fazia uma matéria sobro o desaparecimento de um jovem de 18 anos, na Lagoa de Araruama, em Cabo Frio, quando foi agredido por um amigo do rapaz desaparecido.

O repórter e o cinegrafista Sidney Pontes faziam imagens do local e entrevistavam algumas pessoas, quando foram surpreendidos pelo agressor. João Vitor sofreu agressão física, foi empurrado e caiu dentro da água, junto com seu equipamento de trabalho. Ele registrou boletim de ocorrência, foi submetido a exame de corpo de delito e as agressões foram confirmadas.

Em nota, a Inter TV repudiou a agressão ao jornalista, que classificou como um "ataque brutal". A afiliada da Globo ressaltou que o repórter tinha o consentimento da família da vítima para fazer reportagem sobre o caso. "Este ato brutal é um alerta para a necessidade de proteção e respeito aos jornalistas, que desempenham um papel fundamental na busca pela verdade e na prestação de informações à comunidade", disse a emissora.

"Nesse momento difícil, expressamos nossa solidariedade ao repórter João Vitor Brum. A Inter TV reafirma seu compromisso com a liberdade de imprensa e continuará a desempenhar seu papel vital na divulgação de informações relevantes à comunidade, superando adversidades como essa com resiliência e determinação", diz a nota.

Repórter disse estar bem. Nos comentários da postagem da Inter TV, João Vitor agradeceu pelas mensagens de apoio e afirmou que está "tomando todas as medidas necessárias para que nossa profissão não siga sofrendo tantas agressões, não apenas físicas".

João Vitor ressaltou que a família do jovem desaparecido "não teve nada a ver com essa situação e foi, do início ao fim, extremamente educada e receptiva comigo, mesmo em um momento tão difícil para eles". "Nossa intenção sempre será de ajudar. Abraço e obrigado a todos", completou.

A Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) e o SJPRJ (Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro) emitiram nota de repúdio ao ataque sofrido pelo repórter, classificado como "ato leviano e covarde".

Como o agressor não teve a identidade revelada, Splash não conseguiu localizá-lo para pedir posicionamento. O espaço segue aberto para manifestação.

 

 

POR FOLHAPRESS

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Fevereiro 2024 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29      
Aviso de Privacidade

Este site utiliza cookies para proporcionar aos usuários uma melhor experiência de navegação.
Ao aceitar e continuar com a navegação, consideraremos que você concorda com esta utilização nos termos de nossa Política de Privacidade.