fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Radio Sanca Web TV - Sexta, 02 Julho 2021

ÁUSTRIA -  Max Verstappen levou o mar laranja, a multidão holandesa que toma as arquibancadas do Red Bull Ring neste fim de semana, ao delírio na classificação do GP da Áustria, na tarde deste sábado (3). Dominante desde o início da sessão, o líder do Mundial de Pilotos não deu chances à concorrência e garantiu a pole-position no circuito da casa da Red Bull. É a sétima pole do holandês e a quarta no campeonato, a terceira consecutiva.

Mas a pole veio com uma pitada de drama no fim. Isso porque o surpreendente Lando Norris brilhou e fez sua melhor classificação na F1. Com volta apenas 0s048 mais lento que o tempo registrado por Max, 1min03s720, o prodígio da McLaren garantiu a segunda posição no grid do GP da Áustria. Um feito gigantesco.

O dono do carro #4 foi seguido na classificação pela Red Bull de Sergio Pérez. O mexicano melhorou bem em volta lançada depois de uma sexta-feira complicada e se posicionou à frente das Mercedes de Lewis Hamilton, que ficou apenas em quarto, e de Valtteri Bottas, em quinto. Para a Red Bull, a colocação do mexicano no grid é muito importante para, quem sabe, garantir uma dobradinha no domingo.

A AlphaTauri foi novamente bem no circuito austríaco e se colocou em sexto e sétimo com Pierre Gasly e Yuki Tsunoda, respectivamente. Sebastian Vettel, aniversariante do dia, foi o oitavo com a Aston Martin. Outra grande surpresa do sábado foi George Russell. O britânico foi ao Q3 com a Williams pela primeira vez e, diga-se, de pneus médios. Na fase final, o piloto ainda superou Lance Stroll e vai largar em nono, lado a lado com o canadense.

A Fórmula 1 volta a acelerar neste domingo com a nona etapa da temporada 2021, com largada no Red Bull Ring marcada para 10h (de Brasília, GMT-3) e transmissão ao vivo pela Band na TV aberta e pelo serviço de streaming F1 TV Pro.

 

 

*Por: Fernando Silva, de Sumaré / GRANDE PRÊMIO

Publicado em Esportes

Sincomercio e ACISC pediram que o município não decretasse lockdown e foram atendidos. Prefeitura mantém o comércio não essencial aberto com novas restrições a partir de 5 de julho: de segunda a sábado, das 9h às 16h, com 30% da capacidade

 

SÃO CARLOS/SP - O Decreto Municipal n°341, publicado na edição deste sábado (3.7) no Diário Oficial, traz as novas medidas temporárias de prevenção à disseminação da Covid-19 em São Carlos. O Decreto entra em vigor na próxima segunda-feira (5) e as novas medidas restritivas serão válidas por no mínimo 14 dias consecutivos, portanto até 18 de julho.

O comércio não essencial de São Carlos passa a funcionar de segunda-feira a sábado, das 9h às 16h, com capacidade máxima de ocupação de 30%. No feriado de 9 de julho (sexta-feira), as lojas podem ficar abertas, de forma opcional, das 9h às 13h, também com a mesma capacidade. O toque de recolher permanece das 20h às 05h.

Durante essa semana, o Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos e Região (Sincomercio) e a Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC) oficializaram pedido para que a Prefeitura não decretasse lockdown na cidade, a exemplo do que foi feito em outros municípios da região.

Paulo Roberto Gullo, presidente do Sincomercio, destacou que apesar do aumento nas restrições o comércio de São Carlos continuará de portas abertas, o que é essencial para a recuperação da economia no setor neste momento. “Lutamos pela permanência do funcionamento dos estabelecimentos e felizmente conseguimos. As restrições são importantes, considerando o agravamento da pandemia, mas o lockdown iria aumentar ainda mais as demissões e fechamentos de empresas no comércio. Vamos, sim, ter uma maior restrição, mas com a esperança de que para o Dia dos Pais, próxima data importante do comércio, possamos trabalhar com mais tranquilidade e vender mais. Paulo Gullo explicou que a redução no horário de atendimento do comércio deverá, principalmente, ajudar no escalonamento do transporte coletivo, desafogando o horário de pico e evitando aglomerações nesse momento.

NOVOS HORÁRIOS DO COMÉRCIO NÃO ESSENCIAL DE SÃO CARLOS

De 5 a 18 de julho de 2021 - De segunda-feira a sábado, das 9h às 16h;

Dia 9 de julho (sexta-feira), Feriado Rev. Constitucionalista de 32 – opcional a abertura, das 9h às 13h.

Capacidade máxima de 30% da ocupação de cada estabelecimento.

Publicado em Comércio
Sábado, 03 Julho 2021 08:46

Caminhão bate em carro no Santa Mônica

SÃO CARLOS/SP - Um acidente de trânsito entre caminhão e carro ocorreu no final da tarde desta última sexta-feira (02), na Avenida Francisco Pereira Lopes, próximo ao Passeio São Carlos.

Nossa reportagem esteve ao local e acompanhou o desfecho da história e segundo apurado, a motorista A.R.S, de 35 anos, seguia com seu Ford Ka, vermelho, pela referida via sentido Shopping Passeio, quando na mesma via um caminhão fechou a motorista pressionando sobre a sarjeta (pneu estourou) em direção a um poste, mesmo buzinando o motorista do caminhão não ouviu e por sorte a condutora conseguiu tirar de um poste, pois as consequências seriam piores. A porta do motorista não abria devido os estragos do veículo a mulher teve que sair pelo lado do passageiro.

O motorista do caminhão desceu e disse que havia acabado o ar do freio, porém ao se direcionar para o lado direito não viu o Ford Ka, que estava na faixa para adentrar ao shopping Passeio (nesta via existem três faixas de rolamento).

O SAMU foi acionado, onde a jovem foi atendida com pressão alta, muito nervosa e uma dor no braço, mas não foi conduzida a nenhum equipamento de saúde. Já o motorista ficou no local até os donos da empresa chegarem.

A Polícia Militar esteve ao local, onde orientou as partes a registrarem a ocorrência na delegacia.

Publicado em Policial

Nova edição de Ciência UFSCar acontece nesta segunda (5/7), às 17 horas

 

SÃO CARLOS/SP - O Brasil vive em 2021 uma crise hídrica em que os reservatórios de água para produção de energia elétrica encontram-se, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), nos menores níveis dos últimos 91 anos. Com estados que abrigam os principais desses reservatórios em alerta de emergência hídrica e a chegada da estação mais seca na maior parte do País, a partir deste mês a tarifa de energia sofre reajuste de 52% e não está afastado o risco de racionamento ou, até mesmo, interrupção no fornecimento de energia.

Como chegamos a essa situação? Qual é o impacto das mudanças climáticas? Esta era uma situação previsível que poderia ter sido evitada? Como o desmatamento na Amazônia se relaciona com as chuvas no Sul e Sudeste e, consequentemente, com o aumento no custo da energia elétrica? Como diversificar a matriz energética brasileira pode evitar a situação no futuro, e que alternativas existem? Estas são algumas das questões que serão abordadas na quarta edição de Ciência UFSCar, série de eventos promovida pela Assessoria de Comunicação Científica da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Participam do debate Frederico Yuri Hanai, docente do Departamento de Ciências Ambientais (DCAm) e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCAm) da UFSCar, com atuação em pesquisas e projetos de extensão em gestão da água e de bacias hidrográficas; e Frederico Fábio Mauad, docente do Departamento de Hidráulica e Saneamento da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC-USP), vinculado ao Centro de Recursos Hídricos e Ecologia Aplicada (CRHEA). Também integrará a conversa Homel Pedroso Marques, mestrando no PPGCAm, que atua no momento como especialista em políticas públicas de meio ambiente no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. A mediação é da jornalista Mariana Pezzo.

Intitulado "Crise hídrica e matriz energética - Brasil em 2001, 2014, 2021, 2022...", o evento acontece na segunda-feira (5/7), a partir das 17 horas, com transmissão nos canais UFSCar Oficial no Facebook (www.facebook.com/ufscaroficial) e YouTube (www.youtube.com/UFSCarOficial) e cobertura ao vivo no Twitter @ciencia_ufscar. Está prevista interpretação em Língua Brasileira de Sinais (Libras), uma parceria com o Serviço de Tradução e Interpretação de Libras/Língua Portuguesa (SeTILS) da UFSCar.

Publicado em Educação

SÃO CARLOS/SP - O presidente da ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos), José Fernando Domingues, o Zelão, recebeu nesta semana o presidente da UNIODONTO Dr. Marcelo Porciúncula, para assinar um novo contrato reafirmando a parceira de longa data. No novo contrato foi firmada a redução no valor da mensalidade do plano da UNIODONTO para os associados no valor de R$ 23,50 mensais.

Segundo Zelão, o novo acordo vai trazer mais economia aos empresários, seus funcionários e dependentes. “Estamos muito felizes com mais essa conquista junto a UNIODONTO que sempre foi a nossa parceira. A ACISC está empenhada em buscar melhorarias nos serviços prestados aos associados, sempre visando mais economia e benefícios”, disse o presidente.

A Diretora de Administração e Finanças da UNIODONTO, Nívea Célia B. Coelho, falou sobre a renegociação e a importância da parceria de longa data. “A nossa parceria com a ACISC existe há mais de 20 anos, e ter a associação ao nosso lado é uma segurança muito grande para nós, pela força e representatividade que a entidade tem em nossa cidade. E com esta excelente relação que sempre tivemos estamos abrindo a possibilidade para que todos os associados e seus funcionários possam ter UNIODONTO. É sem dúvidas uma felicidade enorme ter a ACISC trabalhando ao nosso lado”, disse.

Também participaram do encontro o Diretor de Operações e Mercado Rodrigo Mazo Orlandi e o Gerente Comercial Anderson Aparecido Ernesto, ambos da UNIODONTO, e o Gerente Administrativo Financeiro da ACISC, Alexandre Rosa.

Publicado em Comércio

RIO DE JANEIRO/RJ - MC Rebecca resolveu animar a noite desta sexta-feira (02) e compartilhou uma série de cliques deslumbrantes com seus seguidores do Instagram.

A funkeira surgiu com um modelito minimalista enquanto fazia pole dance e elevou o clima ao ostentar boa forma na web. “Qual desses looks é o seu preferido? ? #EPOutroLado“, escreveu ela na legenda.

A cantora MC Rebecca já reuniu mais de 3,9 milhões de seguidores no Instagram e é na rede social que a funkeira mostra seu talento, não só para a música, mas também para fazer carão em frente às câmeras.

Sempre em cliques sensuais, a artista arranca elogios diariamente.

 

 

*Por: Geórgia Santiago / METROPOLITANA

Publicado em Celebridades

REINO UNIDO - A Gap fechará todas as 81 lojas no Reino Unido e na Irlanda até o final de setembro e ficará totalmente online, enquanto a marca se ajusta às mudanças nos hábitos de compra após a pandemia. A varejista americana de roupas, dona da Old Navy e da Banana Republic, disse em um comunicado na quinta-feira (1) que os fechamentos afetarão as lojas operadas pela empresa. A marca acrescentou que também estão em andamento planos para vender seus pontos de venda na França e na Itália. As informações são da CNN Business.

A decisão segue uma revisão estratégica dos negócios europeus que começou no ano passado “com o objetivo de encontrar maneiras novas e mais econômicas” de servir os clientes na região, informou a empresa. A Gap anunciou um plano de três anos em outubro para fechar centenas de lojas na América do Norte, totalizando quase um terço de sua presença no varejo.

A empresa teve que se adaptar para o comércio eletrônico acelerado pela pandemia, que desafiou os varejistas tradicionais e contribuiu para a falência de marcas estabelecidas, como a Brooks Brothers.

A Gap culpou a “dinâmica do mercado” por sua decisão de fechar lojas no Reino Unido e na Irlanda, que ocorrerá de forma “gradual” até o final de setembro. A marca não informou quantos empregos seriam afetados.

De acordo com a empresa, há negociações com um “parceiro em potencial” na Itália e com a Hermione People and Brands, do ramo de varejo da incorporadora imobiliária FIB Group, para adquirir as lojas Gap na França.

A Gap foi inaugurada em Londres em 1987, marcando sua primeira expansão fora dos Estados Unidos. Está presente na Irlanda desde 2006.

A marca tem lutado para competir com um número crescente de rivais no “espaço casual”, em shopping centers e nas principais ruas onde muitas de suas lojas estão localizadas, informou em nota. A saída física representará um novo desfalque nas principais ruas da Grã-Bretanha, que já estão sofrendo com o fechamento da Debenhams, a maior rede de lojas de departamentos do país.

 

 

*Por: ISTOÉ DINHEIRO

Publicado em Economia

Procedimentos foram alinhados ontem durante assinatura de termo aditivo entre Hospital e Prefeitura

 

SÃO CARLOS/SP - Foi assinado na quinta-feira (1/7) o 3º Termo Aditivo entre o Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar/Edbserh) e a Prefeitura Municipal de São Carlos. No documento, foram incorporadas 105 cirurgias eletivas por mês, de pequeno e médio portes, que serão realizadas no Centro Cirúrgico do HU até o final deste ano. O repasse adicional será de R$ 141 mil mensais.

Os procedimentos tiveram início em maio e as cirurgias são realizadas em diferentes especialidades: ginecologia, cirurgias dos aparelhos geniturinário, digestivo e circulatório, das vias aéreas superiores, da face, da cabeça e pescoço, e de pele.

O documento assinado prevê, além das cirurgias eletivas, a prestação de serviços de média complexidade ambulatorial e hospitalar e exames de alta complexidade. "Os novos serviços contemplam as cirurgias eletivas (105 cirurgias por mês), até dezembro deste ano. Vamos fazer cirurgias de pequeno e médio portes: hérnia, de varizes, vesícula, cirurgias ginecológicas, urológicas. São cirurgias em que o paciente opera e vai embora no mesmo dia, ou no máximo, passa um dia no Hospital. São cirurgias pequenas, mas que hoje é a maior necessidade, é onde tem o maior número de pessoas aguardando na fila", afirma Fábio Neves, Superintendente do HU-UFSCar.

A regulação da fila de espera das cirurgias é realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Assinaram o Termo Aditivo Fábio Neves, Superintendente do HU, Airton Garcia, Prefeito de São Carlos, e Marcos Palermo, Secretário de Saúde do município. O documento também será assinado por Valeria Gabassa, gerente de Atenção à Saúde do HU, e seguirá para Brasília, onde será assinado por Oswaldo Ferreira e Giuseppe Gatto, o presidente e o diretor de Atenção à Saúde da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que administra o HU.

SÃO CARLOS/SP - Na última segunda-feira (28), a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres realizou sua reunião mensal, na qual o tema debatido foi a importância do Centro de Referência da Mulher (CRM) no atendimento especializado às mulheres vítimas de violência. Além das integrantes da Frente, a atividade contou com a participação da Secretária Municipal de Cidadania, Glaziela Solfa e do comandante da Guarda Municipal, Michael Yabuki. 

Durante a reunião foram apresentadas as experiências exitosas do CRM Heleieth Saffioti, de Araraquara; Casa da Mulher Jauense de Jáu, Vem Maria - CRM de Santo André e a Casa Beth Lobo, de Diadema. Todas as profissionais que atuam neste serviço, relataram suas vivências e reforçaram a importância do equipamento público na prestação de um serviço específico e eficiente no atendimento às mulheres. Foi observado ainda o crescente número de casos de violência durante a pandemia. 

Em São Carlos, o Centro de Referência da Mulher foi inaugurado em 2008, chegando a atender em média 40 mulheres por mês. Além de desempenhar o papel de formação e articulação da rede de atendimento às mulheres.  

A vereadora Raquel Auxiliadora, que preside a Frente Parlamentar, ressaltou que desde o ano de 2015 (ano do seu fechamento), a reabertura do Centro de Referência da Mulher de São Carlos passou a ser a palavra de ordem de todo movimento em defesa das mulheres. “Esse tem sido nosso grito nas marchas do 8 de março, nas falas da tribuna livre da Câmara e nos espaços institucionais; como na última Conferência de Políticas para as Mulheres de 2019, em que foi a proposta mais votada. Também apareceu como demanda popular apresentada no Plano Plurianual do município, para os próximos quatros anos”, explicou. 

Ainda segundo a vereadora, a norma técnica específica dos CRM não foi revogada, elemento central que reestrutura a jurisprudência da reabertura do Centro. “São equipamentos da política pública especial de prevenção e enfrentamento à violência contra a mulher, vinculam-se administrativamente ao órgão gestor das políticas para as mulheres no município onde estão localizados, que tem como finalidade, encaminhar para atendimento e/ou atender a mulher em situação de violência e fornecer subsídios técnico e estatísticos sobre a questão da violência contra as mulheres para gestores”, comentou Raquel, ao ler a norma.  

Como a atividade teve a participação de várias cidades do Brasil, foi proposta ainda a construção de um dia nacional em defesa dos equipamentos públicos de atendimento às mulheres.   

As reuniões da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres são abertas a todas e todos que tenham interesse em participar e debater o tema. O próximo encontro (virtual) está agendado para 28 de julho, quarta-feira, às 19 horas. 

Publicado em Política

Um homem foi preso na ação; autor buscou entorpecentes em Mato Grosso do Sul para levá-los até a cidade de Marília (SP)

 

FLÓRIDA PAULISTA/SP - A Polícia Militar prendeu um homem, de 40 anos, que transportava mais de 280 quilos de maconha em um carro produto de furto. O flagrante ocorreu na sexta-feira (2), na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), em Flórida Paulista, no interior do Estado.

Uma equipe do 25° Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I) foi informada sobre um veículo furtado que teria passado pela cidade de Dracena (SP) e se deslocou para encontrá-lo.

Os militares encontraram o carro com as características informadas na altura do município de Pacaembu (SP) e iniciaram acompanhamento, realizando a abordagem próximo ao km 608 da via – na cidade de Flórida Paulista.

Em buscas no automóvel, os PMs encontraram 264 tijolos de maconha e outras porções da mesma droga, que somaram 282,4 quilos. Questionado, o condutor do carro disse que buscou as substâncias próximo de Bataguassu (MS) para levá-las até Marília (SP) em troca de dinheiro.

Quanto ao veículo, os militares realizaram pesquisas e descobriram que o carro constava como furtado, de acordo com um boletim de ocorrência confeccionado em Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo.

Todo o entorpecente foi apreendido para perícia e o carro recolhido para ser restituído. Também foram apreendidos dois celulares e R$ 865 em espécie.

O homem foi preso em flagrante e levado à Delegacia de Flórida Paulista, onde foi indiciado por tráfico de drogas e depois encaminhado à Cadeia Pública de Adamantina.

Publicado em Outras Cidades

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Julho 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31