fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Radio Sanca Web TV - Quarta, 21 Julho 2021

SÃO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirma nesta quinta-feira (22/07) duas mortes por COVID-19 no município, totalizando 476 óbitos. Trata-se de uma mulher de 74 anos, internada em hospital público desde 17/07 e de um homem de 69 anos de São Carlos que estava internado em hospital de Ribeirão Preto.

São Carlos contabiliza neste momento 25.189 casos positivos para COVID-19 (56 resultados positivos foram divulgados hoje), permanecendo com 476 óbitos confirmados e 130 descartados. Dos 25.189 casos positivos, 23.017 pessoas apresentaram síndrome gripal e não foram internadas, 47 óbitos sem internação, 2.125 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 1.513 receberam alta hospitalar e 429 positivos internados foram a óbito. 24.295 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 43.357 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus (117 resultados negativos foram liberados hoje).

Estão internadas neste momento 102 pessoas, sendo 25 adultos na enfermaria. 8 pacientes estão em Unidades de Cuidados Intermediários (UCI - Santa Casa), 2 estão em Unidade de Suporte Ventilatório (USV – HU/UFSCar). No total na UTI adulto estão internadas 62 pessoas, sendo 41 em leitos de UTI/SUS e 21 em leitos de UTI da rede particular. Na enfermaria SUS 5 crianças estão internadas neste momento. Nenhuma criança ocupa vaga de UTI/SUS. 11 pacientes de outros municípios estão internados em São Carlos neste momento. A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS adulto está em 93,18% (41 adultos estão internados). 

Neste momento o município disponibiliza 44 leitos adulto de UTI/SUS para COVID-19, já que a Santa Casa voltou a operar com 30 leitos adulto para UTI/SUS, 20 leitos de UCI, 6 de UTI infantil e 8 de enfermaria o Hospital Universitário (HU/UFSCar) opera com 14 leitos de UTI/SUS adulto, 6 de Unidade de Suporte Ventilatório (USV) e 15 de enfermaria. 

UPA – Duas pessoas estão sendo atendidas neste momento em leitos de estabilização da UPA do Santa Felícia. Os pacientes já foram cadastrados e aguardam transferência via CROSS.

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 80.603 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 78.384 pessoas já cumpriram o período de isolamento e 2.219 ainda continuam em isolamento domiciliar.

A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes do tipo PCR em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal sendo que 54.354 pessoas já realizaram a coleta de exames, 37.509 tiveram resultado negativo para COVID-19, 16.658 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos). 187 pessoas aguardam resultado de exame.

Publicado em Coronavírus

SÃO CARLOS/SP - Na tarde de ontem, 21, o Secretário de Trabalho, Emprego e Renda, Nino Mengatti, protocolou junto ao Vereador Azuaite, um pedido para a denominação do prédio da Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda.

Após entregue, o pedido será encaminhado para apreciação dos demais vereadores na Câmara Municipal de São Carlos, logo no início de agosto, com o retorno das atividades parlamentares e, após aprovado denominará o prédio da Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda com o nome do Professor Silvio José Padovan.

O Objetivo do pedido é realizar uma homenagem ao Professor Silvio José Padovan, vítima de um acidente fatal em 19 de junho.

Silvio acreditava na educação além dos muros da escola e na parceria com outros agentes da sociedade, dedicou sua vida à educação de São Carlos, à cidade e aos alunos. Foi figura importante na busca da qualidade e excelência educacional do nosso município e com isso ensinava a todos o quanto era importante se preparar para a vida, para a sociedade e para o trabalho.

Continua depois da publicidade

Nino Mengatti agradece ao vereador Azuaite que além de vereador, também é educador, assim como foi Silvio Padovan, o que justifica ainda mais a grandiosidade do ato. 

Publicado em Política

JAPÃO - Em busca do bicampeonato, a Seleção Brasileira venceu a Alemanha nesta quinta-feira (22) por 4 a 2 no duelo de estreia na Olimpíada de Tóquio (Japão). Triunfo com direito a hat-trick do atacante Richarlison, que marcou os três primeiros gols na etapa incial da partida, válida pelo Grupo D, no Estádio de Yokohama, na cidade de mesmo nome, na povíncia de Kanagawa.

No primeiro tempo, destaque para Richarlison, com atuação impecável. Logo ao seis minutos, ele chutou forte, o goleiro Müller espalmou e, na sequência, o pombo estufou a rede adversária. O segundo dele foi aos 21. Desta vez, o camisa 10 aproveitou o cruzamento do lateral-esquerdo Guilherme Arana, marcando de cabeça. Oito minutos depois, aos 29, Richarlison ampliou em batida cruzada, indefensável para Müller.

O Brasil ainda teve chance de sair com uma vantagem ainda maior. Aos 45 minutos, após cabeçada do atacante Matheus Cunha, a bola bateu no braço de Henrichs, o que foi considerado pênalti para o árbitro Ivan Barton (El Salvador). O próprio atacante bateu, mas não foi feliz, já que o goleiro alemão defendeu.

Após o intervalo, a Alemanha ensaiou reação. Aos 11, o meio-campista Amiri chutou de fora da área e o goleiro Santos não defendeu. O quique da bola antes de chegar em Santos, dificultou a defesa. Porém, a expulsão do volante Arnold, por causa de uma falta em Daniel Alves aos 17, deixou a missão alemã mais complicada.

Mas mesmo com um jogador a menos, aos 38, o atacante Ache, de cabeça, diminuiu o marcador. Os Brasileiros conseguiram eliminar a possibilidade de empate somente nos acréscimos. Aos 48, o atacante Paulinho invadiu a grande área e bateu forte no canto direito, fechando o placar. Final de jogo: Brasil 4, Alemanha 2.

Continua depois da publicidade

O próximo compromisso da seleção brasileira será no domingo (25) contra a Costa do Marfim. O duelo será realizado no Estádio de Yokohama, às 5h30 (horário de Brasília). A equipe africana também entrou em campo hoje (22) e derrotou a Arábia Saudita por 2 a 1, no Estádio de Yokohama.

 

 

*Por Rafael Monteiro - Repórter da Rádio Nacional

*AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Esportes

Em função do estoque atual de anestésicos e com a revitalização do Centro Cirúrgico, os procedimentos eletivos pelo SUS, convênios e particulares voltaram a ser realizados

 

SÃO CARLOS/SP - A Santa Casa retomou o agendamento para realização das cirurgias eletivas, seja pelo SUS, convênios ou particulares. O Centro Cirúrgico do hospital, que conta com 10 salas, vinha trabalhando com 60% da capacidade, em função da pandemia da COVID-19.

“Apesar dos preços dos anestésicos ainda estarem muito acima do que pagávamos antes da pandemia, temos conseguido adquirir esses medicamentos, o que tornou possível que voltássemos a realizar as cirurgias eletivas. Durante este período em que os procedimentos ficaram suspensos, também fizemos adequações no nosso Centro Cirúrgico”, explica o Diretor Técnico da Santa Casa, Vitor Marim.

O Centro Cirúrgico da Santa Casa conta com 10 salas e todas elas foram revitalizadas. Além disso, todas as salas contam agora com focos cirúrgicos de última geração.

“A retomada das cirurgias eletivas de forma estruturada, assegura a continuidade do cuidado aos pacientes que aguardam a realização desses procedimentos, como parte de seu tratamento”, ressalta da Diretora de Práticas Assistenciais da Santa Casa, Vanessa de Freitas.

Continua depois da publicidade

FOCO CIRÚRGICO DE TETO

O Foco Cirúrgico de Teto é fundamental em uma cirurgia. O equipamento é projetado para ser mais brilhante que uma lâmpada doméstica, sem gerar calor. Com eles, a equipe de cirurgia consegue iluminar de forma mais eficiente a região do paciente a ser operada.

O cirurgião e Diretor Clínico da Santa Casa, Allan Rodrigues de Moraes, ressalta que a Santa Casa passou por momentos difíceis nestes tempos pandemia, permanecendo com o Centro Cirúrgico subutilizado, devido às restrições sanitárias necessárias. “No entanto, o hospital soube utilizar muito bem este tempo, para melhorar sua infraestrutura e se organizar para proporcionar melhor qualidade de trabalho para nós, cirurgiões, para os funcionários do Centro Cirúrgico e, principalmente, aperfeiçoar o cuidado assistencial prestado aos nossos pacientes. Nosso Centro Cirúrgico está com protocolos sanitários bem definidos garantindo, dessa forma, um ambiente muito seguro para realização de cirurgias pequenas, médias e de alta complexidade, consolidando o hospital como unidade de saúde de referência em São Carlos e região“, conclui.

RIO DE JANEIRO/RJ - Tati Zaqui usou seu perfil do Instagram na quarta-feira (21) para mostrar o resultado de seu último procedimento estético, após passar um tempo sumida das redes sociais para sua recuperação.

A funkeira, que também fez uma rinoplastia recentemente, aproveitou para dar uma repaginada em suas próteses de silicone. “Finalmente já consigo mostrar o resultado pra vocês! Estava na hora de trocar meu silicone e aproveitei pra corrigir algumas coisas que me incomodavam, meus peitos estavam SUPER assimétricos além de cedidos, o tamanho também sentia ser desproporcional ao meu corpo”, contou.

“Diminui o tamanho de 350 para 280ml e fiz a mastopexia com doutor @drrafaelmanzini! Posso dizer que ele me devolveu a autoestima. Eu, como já conhecia o trabalho dele, sabia que não tinha como o resultado ser diferente! Eu amei, indico muito o trabalho desse profissional excelente”, finalizou.

Continua depois da publicidade

A cantora Tati Zaqui já é um sucesso consagrado nas redes sociais e isso não é novidade pra ninguém. Com mais de 13,2 milhões de seguidores no Instagram, a funkeira arranca elogios diários na web.

 

 

*Por: Gabriela Ellin / METROPOLITANA

Publicado em Celebridades

SÃO CARLOS/SP - Um homem teve sua VW/Saveiro e dinheiro roubados na manhã de ontem, 21, na Avenida Getúlio Vargas, no Jardim São Paulo, em São Carlos.

De acordo com informações, o empresário estava realizando uma negociação na referida avenida, quando dois bandidos apareceram anunciando o assalto, levando a saveiro. Imediatamente a Polícia Militar foi acionada e o dono do veículo informou que o carro tem rastreador, onde rapidamente o veículo foi encontrado, porém embaixo do tapete havia R$ 54,7 mil, que não foi encontrado.

Continua depois da publicidade

O caso foi registrado e será investigado.

Publicado em Policial

SÃO CARLOS/SP - A VIGEP (Vigilância Epidemiológica), de São Carlos, informou que mais da metade dos munícipes geral já tomaram ao menos a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus, ao todo, são 144.604 pessoas. Hoje, 22, esse número já ultrapassa as 145 mil pessoas. Lembrando que às terças e quintas tem vacinação nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do Cidade Aracy, Redenção e do Santa Felícia ficarão abertas das 16h às 19h, exclusivamente, para vacinar pessoas sem comorbidades da classe trabalhadora contra a COVID-19.

Na última 4ª feira (21), São Carlos completou 6 meses de campanha de imunização, já aplicando 189.571 doses, destas 44.967 receberam a segunda dose.

Nesta 5ª feira, 22, são as pessoas com 31 anos ou mais, além de profissionais da educação, saúde acima de 18 anos, deficientes, idosos, gestantes e puérperas.

Continua depois da publicidade

Acompanhe detalhadamente o ranking por grupo prioritário/faixa etária até dia 21/07/2021

Trabalhadores da Saúde:

1° dose: 10.474

2° dose: 9.654

Total: 20.128 doses

 

Idosos:

1° dose: 43.699

2° dose: 32.619

Total: 76.318 doses

 

Trabalhadores Educação:

1° dose: 4.844

2° dose: 1.882

Total: 6.726

 

Comorbidades:

1° dose: 16.380

2° dose: 206

Total: 16.586

 

Pessoa com Deficiência:

1° dose: 785

2° dose: 3

Total: 788

 

Motorista e Cobrador de ônibus coletivo:

1° dose: 244

2° dose: 0

Total: 244

 

Indígenas:

1° dose: 0

2° dose: 02 (tomaram a primeira dose na aldeia e a segunda em São Carlos)

Total: 02

 

Aeroviários: 

1° dose: 1.374

 

População Geral (35 anos ou + Gestantes):

1° dose: 66.642

2° dose: 600

Total: 67.242

 

População de Rua: 

Dose Única - 162 doses

 

Quilombola:

1° dose: 0

2° dose: 01 (tomou a primeira dose no Estado do Maranhão)

 

Total 1° dose: 144.604 - 56,82% da população geral

Total 2° dose: 44.967 - 17,66 % da população geral.

Publicado em Coronavírus

Os itens doados vão compor o kit enxoval para as famílias carentes que passam pela Maternidade, além de ajudar no cuidado com os pacientes mais graves.

 

SÃO CARLOS/SP - A Santa Casa de São Carlos recebeu do Grupo Rosário a doação de 100 pacotes de lenços umedecidos, que vão ser usados para compor o kit enxoval, doado para as famílias carentes da Maternidade. Além disso, a empresa também doou potes com xampu e condicionador para os pacientes dos leitos de UTI da Santa Casa.

“Com a hidratação usando esses produtos doados, ao mesmo tempo que evita lesões de pele, estimulamos a circulação dos pacientes acamados. Com isso, trazemos mais conforto aos pacientes e, em consequência, até a alta precoce”, explica o Gerente de Enfermagem da Santa Casa, Flávio Braga Reis.

O Supervisor de Vendas do Grupo Rosário, Ricardo Pandolfelli, reforça que a empresa sempre atua no sentido de promover ações solidárias. “E poder ajudar uma instituição da nossa cidade, cidade que nos acolhe há 90 anos, tem muito significado para nós. Ainda mais, sabendo da importância da Santa Casa como patrimônio da nossa saúde. Por isso, poder contribuir com essas pequenas doações, faz muita diferença para nós”, afirma.

A Santa Casa agradece pelo apoio do Grupo Rosário!

Você também quer ajudar? O hospital recebe vários tipos de doações.

Entre em contato com a Central de Captação de Recursos da Santa Casa (16) 3509-1270 ou (16) 99230-9294 (WhatsApp).

Unidos somos mais fortes, juntos salvamos vidas!

 

SERVIÇO:

Você também quer ajudar? O hospital recebe vários tipos de doações.

Central de Captação de Recursos da Santa Casa

(16) 3509-1270 ou (16) 99230-9294 (WhatsApp).

Publicado em Cidadania

Inscrições acontecem em 26 e 27 de julho no Programa de Pós-Graduação em Educação

 

SÃO CARLOS/SP - Nos dias 26 e 27 de julho, estarão abertas as inscrições para candidatos que queiram cursar, na condição de alunos especiais, a disciplina "Estudos sobre o jogo, o brinquedo e a brincadeira na Educação: abordagens teórico-metodológicas", ofertada pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). 

A disciplina tem como professores responsáveis Aline Sommerhalder, do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas (DTPP), e Fernando Alves, do Departamento de Educação Física e Motricidade Humana (DEFMH), ambos do Centro de Pesquisa da Criança e de Formação de Educadores da Infância (Cfei) da UFSCar, e conta com os docentes estrangeiros convidados Antonio Garaboldi e Antonella Pugnaghi, da Università degli Studi di Modena e Reggio Emilia (UniMore), na Itália.

As inscrições podem ser feitas nos dias 26 e 27 de julho, conforme as instruções que serão publicadas no dia 22 de julho no site www.ppge.ufscar.br. A disciplina será ministrada online, no período de agosto a dezembro de 2021, às quartas-feiras, das 8 às 12 horas. Parte das aulas e bibliografia será em italiano. 

Continua depois da publicidade

A disciplina é fruto do Convênio de Cooperação Acadêmica e Científica entre a UFSCar, o Cfei e a UniMore. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Publicado em Educação

SÃO PAULO/SP - O Brasil possui uma das mais ricas faunas de todo o planeta. Entretanto, há animais em extinção em todos os biomas: dos oceanos aos rios, dos pampas à Amazônia, a interferência humana fez com que diversas espécies tivessem sua existência ameaçada. Hoje, vamos falar de vários animais em extinção no Brasil e quais são as causas dessa perda para a nossa fauna.

© Yuri Ferreira

Biodiversidade no Brasil está em risco com desmatamento em aceleração e destruição do Ibama

Segundo dados do IBGE, pelo menos 3.299 espécies estavam em risco de extinção no Brasil em 2014. Apenas uma parcela da fauna foi analisada e, conforme apontam os dados, 10% da nossa diversidade natural está ameaçada à inexistência. Conheça algumas dessas espécies de animais em extinção no Brasil através dessa Seleção:

Lista de animais em extinção no Brasil

Não podemos listar aqui as mais de 3200 espécies ameaçadas de extinção em nosso país. Mas procuramos selecionar alguns animais em extinção no Brasil para mostrar que a necessidade de conservação e de políticas públicas nesse sentido é ampla: em todos os cantos e águas de nossa pátria de dimensões continentais há necessidade de proteção.

1. Ararinha-azul

animais em extinção no brasil - animal em extinção - tartaruga

© Kauê Vieira animais em extinção no Brasil - animal em extinção - tartaruga

Continua depois da publicidade

Ararinha-azul não é vista na natureza há anos; existem cerca de 200 pássaros desse tipo ao redor do mundo

A ararinha-azul é uma espécie de arara que costumava ser bastante comum nas regiões da Caatinga e no Cerrado. Considerada extinta na natureza, a espécie só existe em cativeiros e zoológicos atualmente. Um dos principais motivos para sua extinção é a caça e o tráfico de animais, além da destruição de seu habitat pela mão humana. É um dos animais em extinção do Brasil que mais recebe atenção internacional.

2. Lobo-guará

animais em extinção no brasil - lobo guará

© Yuri Ferreira animais em extinção no Brasil - lobo guará

Muito além da nota de R$ 200, o lobo-guará é considerado símbolo nacional, mas está ameaçado de extinção

O lobo-guará é um animal que habita o bioma do Cerrado. Principal canídeo da América do Sul, o nosso lobinho está considerado em risco de entrar em extinção devido à recente redução de sua população. Seu habitat comum era a Mata Atlântica e os Pampas, mas acabou sendo afastado de lá e foi para o Alto Pantanal, para o Cerrado e, em casos raros, para a Caatinga.

3. Tartaruga-cabeçuda

animais em extinção no brasil - tartaruga

© Yuri Ferreira animais em extinção no Brasil - tartaruga

Tartaruga-cabeçuda está ameaçada de extinção: animal também é chamado de tartaruga-comum

A tartaruga-cabeçuda (ou tartaruga-comum) não habita somente o nosso país. Entretanto, é comum que esse animal bote seus ovos na costa brasileira, especialmente nos estados do Espírito Santo, Bahia, Sergipe e Rio de Janeiro. A espécie é considerada ameaçada de extinção e boa parte desse processo está relacionado com a destruição de seus ovos na praia.

4. Jacaré-do-papo-amarelo

animais em extinção no brasil - jacaré do papo amarelo

© Yuri Ferreira animais em extinção no Brasil - jacaré do papo amarelo

Jacaré do Papo Amarelo é outro símbolo nacional que pode deixar de existir

O Jacaré do Papo Amarelo é um dos animais em extinção no Brasil. Segundo o Ibama, a destruição de seu meio ambiente – como as queimadas no Pantanal – e a poluição nas águas têm causado uma redução considerável de sua população nos últimos anos.

5. Macaco-prego dourado

animais em extinção no brasil - macaco prego

© Yuri Ferreira animais em extinção no Brasil - macaco prego

Apesar de parecido e também estar em extinção, não confunda o macaco-prego com o mico-leão dourado!

O macaco-prego dourado é um animal natural da Mata Atlântica nordestina. Também conhecido como macaco-prego galego, ele está em grande risco de extinção, segundo os especialistas. Hoje, ele habita unidades de conservação na Paraíba e no Rio Grande do Norte.

6. Boto-cor-de-rosa

animais em extinção no brasil - boto cor de rosa

© Yuri Ferreira animais em extinção no Brasil - boto cor de rosa

Boto-cor-de-rosa é lenda das águas e pode ser extinto; animal é vítima da pesca de outros animais

O boto-cor-de-rosa é um daqueles animais míticos do Brasil: o amazônico é o maior golfinho de água-doce, mas a pesca na Amazônia com redes acaba predando os botos e, por isso, ele é considerado ameaçado de extinção.

7. Ariranha

animal em extinção no brasil - ariranha

© Yuri Ferreira animal em extinção no Brasil - ariranha

A ariranha é um dos animais ícones da Amazônia; seu som icônico e seu rosto ora engraçado, ora assustador, é símbolo das águas

A ariranha é um mustelídeo – como as doninhas e as lontras – nem tão comum assim nas águas amazônicas. Nem tão comum porque o animal é vítima da caça e da pesca e, por isso, está ameaçado de extinção. Atualmente, há menos de cinco mil ararinhas no Brasil.

8. Curimatã

animal em extinção no brasil - curimatã

© Yuri Ferreira animal em extinção no Brasil - curimatã

O curimatã ou curimbatá é vítima da pesca; peixe de água doce é comestível, mas pode desaparecer em breve

O curimatã é um dos peixes mais comuns da mesa brasileira: o animal de água doce está sempre no prato do brasileiro. Mas a pesca de rede e a expansão da tilápia (em breve, explicamos) fez com que essa espécie entrasse em risco de extinção recentemente no Brasil.

9. Toninha

animais em extinção no brasil - toninha

© Yuri Ferreira animais em extinção no Brasil - toninha

A toninha é um dos animais em extinção no Brasil e no mundo todo

Toninha é um nome relativamente genérico para diversos tipos de baleias e golfinhos. Entretanto, por conta da pesca e até do som que os navios fazem no mar, as toninhas que habitam a costa brasileira estão desaparecendo e a maior parte das espécies estão em risco de extinção.

10. Pica-pau-cara-de-canela

animais em extinção no brasil - pica-pau

© Yuri Ferreira animais em extinção no Brasil - pica-pau

Pica-pau de capacete ou Pica-pau-de-cara-canela é um animal em extinção no Brasil

Em extinção no Brasil, o pica-pau-de-cara-canela é uma ave comum no Paraguai, no Paraná e em São Paulo. Um dos poucos pica-paus do nosso país, esse animal é alvo do tráfico de pássaros e da destruição de seu habitat, a Mata Atlântica.

11. Pacu

animais em extinção no brasil - pacu

© Yuri Ferreira animais em extinção no Brasil - pacu

O pacu é um dos principais peixes das águas doces do nosso país

O pacu, assim como o curimatã, é outro peixe comum na mesa dos brasileiros. Comumente consumido como assado, o animal é vítima de pescas em épocas inapropriadas e pode deixar de existir nas águas do nosso país com o baixo nível de regulação sobre a pesca que há no país.

12. Gato-do-mato-pequeno

animais em extinção no brasil - gato-do-mato-pequeno

© Yuri Ferreira animais em extinção no Brasil - gato-do-mato-pequeno

Sim, a exploração desmedida do meio ambiente fez com que essa bichano aí ficasse em risco de extinção

O gato do mato pequeno não tem esse nome à toa: ele é menor que os gatos domésticos, pesa em média só 2 quilos e raramente passa dos 50 centímetros de comprimento. Natural de toda região norte e nordeste do Brasil, ele foi perdendo espaço para as aglomerações humanas.

13. Ararajuba

© Yuri Ferreira

A ararajuba é um dos mais belos animais da nossa fauna e é mais um pássaro vitimado pelo tráfico

A ararajuba ou guaruba é um animal endêmico do norte do Brasil.  Devido ao tráfico de animais, há pouco menos de 3 mil guarubas vivas no país atualmente e a caça preocupa especialistas. Atualmente, ela só existe na Floresta Nacional do Tapajós e na Reserva Biológica do Gurupi.

Animais em extinção no Brasil – causas

Existem diversas causas para o risco dos animais em extinção no Brasil: mas basicamente elas podem ser divididas em três categorias:

  • Caça e tráfico: especialmente quando falamos de aves – vítimas do tráfico – e peixes – vítimas da pesca em momentos particulares ou a famosa pesca de arrasto -, esses animais são mortos diretamente pela mão humana para lucro.
  • Desmatamento e poluição: quando falamos de pássaros e mamíferos, o desmatamento e a poluição de habitats acaba se tornando um motivo preponderante para a extinção rápida de diversas espécies.

A preservação da diversidade da fauna passa não só pelo trabalho de conservação dos biólogos, mas também é responsabilidade de políticas públicas com o fim de desacelerar a mudança climática, que também intensifica o processo de extinção de diversas espécies ao redor de todo o planeta.

“As mudanças climáticas ameaçam áreas transbordantes de espécies que não podem ser encontradas em nenhum outro lugar do mundo. O risco de que tais espécies se percam para sempre aumenta mais de dez vezes se falharmos os objetivos do Acordo de Paris”, alerta Stella Manes cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

 

 

*Por: Yuri Ferreira / HYPENESS 

Publicado em Natureza

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Julho 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31