fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 

SÃO CARLOS/SP - Você conhece alguma pessoa com mais de 60 anos e que não sabe mexer em um smartphone? Se você conhece agora, nós temos uma dica top, e assim essas pessoas vão aprender a ficar conectadas com a modernidade de hoje.

Até o dia 1º de março, ou até quando durarem as vagas, você poderá se inscrever para as aulas do curso Práticas com Smartphones. O curso é gratuito e acontecerá no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), na USP São Carlos.

As aulas começam no próximo dia 13 de março e vão até dia 19 de junho, todas as quartas-feiras, das 14h às 16h. Os requisitos para se inscrever são:

  • Ter 60 anos ou mais;
  • Ter um celular com sistema Android versão 8.0 ou superior
  • Possuir algum conhecimento de aplicativos de Smartphones

 

Para mais informações, entre em contato com a coordenadora, a professora Kamila Rodrigues, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou se inscreva clicando aqui.

SÃO CARLOS/SP - A Secretaria Municipal de Educação (SME) inaugura no próximo dia 1º de março, às 7h30, a sala de leitura do Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) “João Muniz”, localizada na rua Alderico Vieira Perdigão, nº 950, no Jardim Cruzeiro Sul.

A Sala de Leitura foi viabilizada a partir da implantação do Projeto Pequenos Grandes Leitores, uma biblioteca infantil com acervo de livros, brinquedos, jogos e móveis que tem o objetivo de estimular a leitura e a brincadeira para crianças de zero a oito anos e  idealizada para ser implantada em comunidades escolares como creches, centros de acolhimento infantil, hospitais ou qualquer outra instituição que necessite e queira promover o acesso à leitura, ampliando o imaginário infantil e lúdico das crianças por meio da utilização dos livros e dos brinquedos.

O acervo bibliotecário e mobiliário foi doado pela empresa RUMO, que tem com critério atender unidades escolares próximas a região por onde passa a linha férrea, como é o caso do CEMEI João Muniz que atende cerca de 200 crianças de 4 meses a 3 anos.

O acervo bibliográfico de livros infantis do CEMEI foi adaptado pela Laranjeira Cultural e também reúne cerca de 20 livros destinados para formação dos educadores, envolvendo diferentes tipos de narrativas, gêneros textuais, temas e obras, além de diversos materiais – capa dura, pop up, cartonado, brochura, livros fantoches e também áudio books, permitindo aos educadores da escola desenvolver diversas atividades,  desde contação de histórias até representações de cunho artístico, possibilitando para as crianças uma verdadeira viagem e descoberta do universo literário, contribuindo desde cedo para cativá-las com o saudável hábito da leitura e do brincar, além de contemplar a capacitação e formação pedagógica de todos os profissionais que estarão interagindo com as crianças – professores, monitores, pajens e demais pessoas envolvidas. 

Para o diretor do CEMEI João Muniz, Márcio Neves da Silva, a conquista é de fundamental importância porque garante o direito de ser criança com livros, brinquedos, bonecos, fantoches. “Uma continuidade do trabalho para que a escola garanta os direitos de aprendizagem das crianças, assim como o espaço brincante e carregado de evidência e ludicidade”, destacou.

O CEMEI João Muniz realiza atendimento das crianças de famílias eu residem no próprio bairro e na Vila Isabel (CDHU), a maioria em período integral, de segunda sexta-feira das 7h30 às 17h20. O atendimento é feito por equipe escolar de profissionais entre direção, funcionários da equipe de apoio e educadores que desenvolvem desde 2005 projetos pedagógicos voltados a conscientização ambiental, interação com a comunidade usuária, elaboração de festividades, oficinas, palestras, eventos, sempre proporcionando o elo escola, família e comunidade.

Projeto convida voluntários para responderem questionários online

 

SÃO CARLOS/SP - A pesquisa de iniciação científica "Inteligência emocional e processos de resiliência em adultos", conduzida pelo estudante de Psicologia Fernando José Porto de Almeida, sob orientação de Monalisa Muniz Nascimento, docente do Departamento de Psicologia (DPsi) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), pretende avaliar a relação entre os níveis de resiliência e de inteligência emocional em uma amostra de adultos.
A inteligência emocional (IE) pode ser definida como a capacidade mental de processamento cognitivo para avaliar, compreender e expressar emoções bem como perceber e/ou gerar sentimentos e controlar emoções para promover o crescimento emocional e intelectual. Enquanto isso, a resiliência pode ser entendida como a capacidade de um sistema dinâmico em adaptar-se de forma bem sucedida a uma situação perturbadora que ameaça seu desenvolvimento e o desempenho de seu funcionamento global, tendo entre seus fatores protetivos características disposicionais do indivíduo, como bem estar subjetivo, competência emocional e inteligência, além da elaboração de vínculos que forneçam suporte emocional em momentos de dificuldade. 
Dessa forma, entende-se que a IE possa contribuir significativamente para a constituição de atributos individuais de resiliência mais efetivos, que auxiliem na adaptação a eventos estressores, visto que é um construto importante para o fortalecimento do poder protetivo das características disposicionais do indivíduo, bem como fundamental para a construção de laços afetivos profundos e saudáveis. 
A pesquisa parte da hipótese de que quanto maior a IE, maiores os níveis de resiliência em adultos. Para testar essa hipótese, adultos entre 18 e 60 anos são convidados a responder quatro questionários online, sendo eles um para caracterização da amostra; o Critério de Classificação Econômica do Brasil, para avaliação socioeconômica; o Inventário de Competências Emocionais (ICE-R), para avaliação da IE; e a Escala de Resiliência do Adulto (RSA), para avaliação da resiliência. Os dados serão correlacionados e analisados estatisticamente.
Os interessados devem preencher este formulário (https://forms.gle/Cxp36dcafNo7xvDn7) até o dia 30 de maio. O preenchimento leva em torno de 15 minutos. Mais informações no formulário de inscrição. Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSCar (CAAE: 75357023.4.0000.5504).

Evento, que reúne pesquisadores de todo o País, acontece entre os dias 3 e 5 de abril

 

SÃO CARLOS/SP - A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) será, entre os dias 3 e 5 de abril, sede do VI Workshop sobre Insetos Sociais, que volta ao formato presencial, com atividades no Anfiteatro Bento Prado Jr., na área Norte do Campus São Carlos.
Na programação, apresentação de pôsteres, palestras, mesas-redondas e troca de experiências e conhecimentos entre os participantes, oportunizando novas pesquisas, parcerias e intercâmbios entre pesquisadores de diferentes regiões do País.
Palestrantes com notoriedade científica vão tratar de temas relevantes que envolvem diretamente os insetos sociais: as mudanças climáticas, os efeitos dos agrotóxicos e consequências para a preservação e a conservação da biodiversidade.
Inscrições e demais informações em www.wis.ufscar.br ou no Instagram (@insetos.sociais.ufscar).

Matrícula deve ser feita até 27 de fevereiro, presencialmente, no Campus São Carlos

 

SÃO CARLOS/SP - A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) divulgou o edital de convocação para matrícula dos Programas de Residência Multiprofissional - em Saúde Mental; em Saúde do Adulto e Idoso - Atenção às doenças crônicas; e em Saúde da Família. No total, são 29 convocados para matrícula, que deve ser feita no dia 23/02 ou nos dias 26 e 27 de fevereiro, de forma presencial no Campus São Carlos da Universidade. O edital de convocação pode ser acessado neste link (https://bit.ly/3OS1M5C).
As pessoas convocadas são profissionais de diferentes áreas - Psicologia, Enfermagem, Terapia Ocupacional, Odontologia, Nutrição, Serviço Social, Fisioterapia e Farmácia - e receberão bolsa trabalho para desenvolverem as atividades dos programas. A matrícula deve ser efetuada no Núcleo de Residências em Saúde (NuReS), localizado na área Norte do Campus (casas dos Núcleos de Extensão, ao lado da Rádio UFSCar). A documentação necessária deve ser conferida neste link (https://bit.ly/4bQjhx9). As aulas têm início em 1º de março. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Programas
Os Programas de Residência Multiprofissional terão duração de dois anos com carga horária de 60 horas semanais, incluindo atividades aos finais de semana, num total de 5.760 horas de atividades teóricas e práticas. As atividades serão desenvolvidas na Unidade Saúde Escola (USE) e no Hospital Universitário (HU), ambos da UFSCar, e nos equipamentos do Sistema Único de Saúde (SUS) do município. Entre as ações de integração, educação, gestão, atenção e participação social no SUS, estão incluídas as horas dedicadas à participação obrigatória em campanhas e mutirões (vacinação, educação em saúde, entre outras); e em espaços de participação social, como Conselho Municipal de Saúde e conferências de Saúde. 
Os três programas constituem modalidades de ensino de pós-graduação lato sensu, sob a forma de curso de especialização caracterizado por treinamento em serviço, abrangendo conteúdos teóricos e práticos nas subáreas de interesse e áreas prioritárias ao SUS, como Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica, Atenção Básica à Saúde, História da Saúde Pública no Brasil, Reforma Sanitária, Princípios de diretrizes do SUS.

Cantores, bandas ou músicos, que já tenham faixas gravadas e lançadas, podem enviar material

 

SÃO CARLOS/SP - A Rádio UFSCar 95,3 FM, emissora educativa da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), abriu seleção para incluir novos artistas em sua programação de 2024. Cantores, cantoras, bandas, músicos e musicistas, que já tenham faixas gravadas e lançadas, e que desejam divulgar suas canções, devem enviar o material acompanhado de um release e biografia. Os selecionados ganham espaço para apresentar seu trabalho na emissora.
"A Rádio UFSCar tem o compromisso de valorizar a música dos artistas independentes locais e regionais. Dezenas já entraram na nossa programação. Nós tocamos, pelo menos, uma canção por hora, para divulgar, promover e fomentar o cenário autoral, criando público e incentivando novos artistas da cidade, da região e de todo País", afirma Diego Doimo, Diretor Artístico da emissora.
As inscrições podem ser feitas mandando material completo (release, foto, links e mp3) por e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Após avaliação do material enviado, a equipe da Rádio UFSCar entrará em contato, caso o artista seja selecionado para a programação. A Rádio UFSCar 95,3 FM opera para São Carlos e região há quase 17 anos, com transmissão 24 horas por dia nos sete dias da semana. É possível ouvir pelo site, em www.radio.ufscar.br. A emissora também está presente nas plataformas de podcast. Escute diferente!

Reunião acontece entre os dias 24 e 25 de outubro

 

ARARAS/SP - O Campus Araras da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) sediará a IV Reunião Bienal da Sociedade Brasileira de Eletroquímica e Eletroanalítica (IV RB SBEE), que será realizada entre os dias 24 e 25 de outubro de 2024.
As inscrições estão abertas para a submissão de resumos até o dia 30 de junho e mais informações podem ser encontradas no site do evento (https://www.lsnano.ufscar.br/iv-sbee).
A organização é da própria SBEE e do Laboratório de Sensores, Nanomedicina e Materiais Nanoestruturados (LSNano) da UFSCar.

São 20 vagas disponíveis para o Programa Nacional de Apoio à Qualificação da Gestão dos Empreendimentos da Agricultura Familiar (Mais Gestão)

 

BURI/SP - O Campus Lagoa do Sino da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) recebe inscrições na seleção para o Programa Nacional de Apoio à Qualificação da Gestão dos Empreendimentos da Agricultura Familiar (Mais Gestão), ligado ao Ministério de Desenvolvimento Agrário. Associações e cooperativas que desejam melhorar sua gestão, ampliar sua capacidade de governança, liderança e eficiência econômica, assim como desenvolver mecanismos que viabilizem o acesso a mercados institucionais e privados, podem participar.
Por meio de atividades de formação e capacitação técnica, a iniciativa oferta apoio para formação e consolidação de redes e centrais de comercialização de produtos da agricultura familiar, além de oferecer suporte para estruturar arranjos produtivos, de processamento, de armazenagem e de logística. Também haverá diretrizes de como facilitar o acesso ao crédito e estimular o aumento do número de associados, em especial jovens e mulheres.
Podem se inscrever no processo seletivo associações e cooperativas da agricultura familiar sediadas nas regiões de Itapeva, Itapetininga, Registro, Ribeirão Preto, São Carlos, Araraquara, Campinas, Mogi-Guaçu, Amparo, Bragança Paulista e Pouso Alegre, no estado de São Paulo; em Poços de Caldas, Minas Gerais; em Campos dos Goytacazes, Itaperuna e Santo Antonio de Pádua, no Rio de Janeiro; ou em Cachoeira de Itapemirim, Alegre e Afonso Cláudio, no Espírito Santo. No total, há 20 vagas disponíveis.
Os interessados devem se cadastrar pelo formulário eletrônico disponível em https://qrco.de/004_2024_credenciamento, até o dia 25 de fevereiro. A UFSCar coordenará a execução das ações, por meio de sua Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FAI), responsável pela gestão administrativa e operacional do pagamento de bolsas e da aquisição e disponibilização dos itens necessários para a execução da iniciativa. Todos os detalhes, como critérios de seleção e cronograma, podem ser conferidos no edital, disponível em www.fai.ufscar.br.

SÃO CARLOS/SP - Com o objetivo de garantir professor em sala de aula e equacionar demandas pontuais de afastamento ou demissão voluntária, a Secretaria Municipal de Educação (SME), tem feito um esforço concentrado para efetivar, aditar ou contratar temporariamente novos docentes.

Um desafio permanente para contratar novos profissionais que tem início no processo de contratação em si, a adesão dos professores e a análise de documentação. No total são atendidos cerca de 17 mil alunos matriculados nas 62 unidades escolares, sendo 51 Centro Municipais de Educação Infantil (CEMEI’s), 10 Escolas Municipais de Ensino Básico (EMEB’s) e 1 Escola Municipal de Jovens e Adultos (EMEJA). Para a tender toda a rede a Prefeitura tem hoje disponíveis cerca de 1.600 profissionais entre professores, diretores, supervisores, coordenadores pedagógicos, agentes educacionais e merendeiras.

Foram contratados 146 professores efetivos esse ano, desses 54 ainda não assumiram o posto, porém no próximo dia 26 de fevereiro, haverá uma nova atribuição de aulas.

“Para completar o quadro de docentes faltam somente 13 professores de educação física. Precisávamos de 33, mas nesta quarta-feira, 21 de fevereiro, já fizemos a atribuição de 20. Neste momento estamos tentando resolver com aditamentos e também já temos a autorização para contratar mais docentes”, explicou o secretário municipal de Educação, Roselei Françoso, lembrando que nenhuma criança está retornando da escola por falta de professor.

A Secretaria esclarece, ainda, que também já foi autorizado pelo prefeito Airton Garcia a contratação de 39 professores em regime temporário para substituição no caso de falta dos titulares. Os docentes ainda não ingressaram na rede em função do processo de efetivação que está em fase de conclusão.

Rede reúne pesquisadores de diferentes locais para ampliar pesquisas sobre biodiversidade e conservação

 

SÃO CARLOS/SP - O Instituto Nacional de Ciências e Tecnologia da Biodiversidade e Uso Sustentável de Peixes Neotropicais (INCT-Peixes), sediado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), iniciou suas atividades em 2023 e reúne pesquisadores nacionais e internacionais de universidades, órgãos públicos, empresas e institutos de pesquisa. O grupo é voltado aos estudos sobre a biodiversidade de peixes neotropicais, em busca de ampliar o conhecimento e o estabelecimento de estratégias que apoiem a conservação, elaboração de políticas públicas e desenvolvimento de tecnologias inovadoras na cadeia produtiva desses peixes.
O Brasil possui a maior quantidade de rios, lagos e aquíferos e abriga quase ¼ dos peixes de água doce do mundo, com mais de 6,2 mil espécies descritas. No entanto, essa biodiversidade ainda é desconhecida. "Descrever essa biodiversidade e estudar sua diversidade genética é fundamental para identificar áreas importantes para conservação e estabelecimento de políticas públicas", descreve Marcelo de Bello Cioffi, docente do Departamento de Genética e Evolução (DGE) da UFSCar e coordenador do INCT-Peixes.
Além disso, as pesquisas nessa área são relevantes também para a aquicultura e podem trazer tecnologias inovadoras que ajudem a impulsionar a cadeia produtiva de peixes nativos com segurança alimentar e alto valor agregado. Outra importância dos peixes é que eles ajudam a monitorar a qualidade da água e isso tem participação direta no desenvolvimento de políticas públicas que remontam à segurança alimentar e ambiental.
De acordo com Cioffi, os projetos de pesquisas do INCT-Peixes visam integrar diferentes áreas do conhecimento com objetivo de desvendar a rica biodiversidade de peixes neotropicais, contribuindo para a sua conservação e uso sustentável.
Além de apoiar a fixação de jovens pesquisadores, o INCT pretende mostrar à sociedade a importância do conhecimento da biodiversidade de peixes e da sua conservação para as gerações futuras. "Almejamos não apenas expandir nosso conhecimento científico, mas também inspirar ações concretas para a preservação dessas espécies e a promoção de um uso sustentável de nossos recursos", reflete o docente. Ao finalizar, Marcelo Cioffi destaca o papel crucial do INCT-Peixes na promoção do conhecimento, na conservação da biodiversidade e na conscientização da sociedade sobre a importância dos peixes para o equilíbrio ambiental. "O Instituto visa ser uma referência na área, contribuindo significativamente para o entendimento e preservação do ecossistema aquático", conclui.
Mais informações sobre o INCT-Peixes podem ser acessadas no site www.inctpeixes.ufscar.br ou no vídeo disponível em https://bit.ly/49n86KC.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Fevereiro 2024 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29      
Aviso de Privacidade

Este site utiliza cookies para proporcionar aos usuários uma melhor experiência de navegação.
Ao aceitar e continuar com a navegação, consideraremos que você concorda com esta utilização nos termos de nossa Política de Privacidade.