fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Radio Sanca Web TV - Sexta, 25 Setembro 2020

SÃO CARLOS/SP - Marcos Camilo, de 56 anos, mais conhecido pelos moradores de rua do local como Marcos de Itirapina, foi encontrado morto na praça da Igreja Santo Antônio na tarde deste sábado (26).

Segundo o apurado pela nossa equipe, através do Repórter Maicon Ernesto, Marcos foi encontrado em Parada Cardiorrespiratória e populares acionaram o SAMU e a Unidade de Suporte Avançado (USA) porém a Unidade de Suporte Básico 284, do SAMU que fica na Vila Prado foi a primeira a chegar no local. Com a ajuda da USA, a equipe médica constatou que Marcos estava com o coração parado há mais de 40 minutos, por isso nada pode ser feito pela equipe médica, que constatou o óbito.

O SAMU acionou uma equipe da Polícia Militar e a funerária de plantão foi acionada para retirar o corpo.

Publicado em Outras Notícias

SÃO PAULO/SP - Juliana Caetano, do Bonde do Forró, deu o que falar novamente nas redes sociais depois de postar um clique aproveitando o dia na piscina.

A musa ostentou saúde ao surgir de biquíni e interagiu com os seguidores. “Amor, você é feliz? ?”, escreveu ela na legenda.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Amor , você é feliz ??

Uma publicação compartilhada por Juliana Bonde (@julianabonde) em

 

Recentemente, Juliana Caetano deixou os fãs animados na tarde desta sexta-feira (25) ao divulgar uma foto em que aparece fazendo jardinagem no quintal de sua casa.

“Você planta?”, questionou na legenda da publicação.

 

 

*Por: Geórgia Santiago / METROPOLITANA

Publicado em Celebridades

SÃO CARLOS/SP - Um homem foi preso nas primeiras horas desta manhã ensolarada de sábado (26), na Rua Miguel Petroni, em São Carlos.

Por volta das 06h15min, os Policiais realizavam o patrulhamento, quando avistaram o sujeito com um balde cheio de ferramentas. Quando os PMs se aproximaram o indivíduo ficou nervoso com a presença dos Militares, e com essa reação foi abordado. Após diligências foi constatado que G.V.D (idade não informada), teria furtado as ferramentas em uma obra na Rua Serafim Vieira de Almeida.

Os PMs entraram em contato com a vítima que reconheceu a res furtiva como sendo de sua propriedade.

Diante dos fatos, o autor e o material furtado foram apresentados no Plantão Policial, sendo o indivíduo recolhido ao Centro de Triagem e as ferramentas devolvidas ao proprietário.

Publicado em Policial

Simpósio Brasileiro Cidades + Resilientes acontece de 28 a 30 de outubro

 

SÃO CARLOS/SP - O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Urbana (PPGEU) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em parceria com a Associação Amigos da Natureza da Alta Paulista (Anap), realiza de 28 a 30 de outubro o 1º Simpósio Brasileiro Cidades + Resilientes, que propõe discussão teórica e prática sobre as cidades contemporâneas.

O Simpósio tem cinco eixos temáticos: Tópico Especial - A cidade e o isolamento social; Cidades inovadoras; Mobilidade urbana sustentável; Geotecnologias e investigação geotécnica das cidades; e Gestão e tecnologias aplicadas aos sistemas de saneamento. A inscrição de trabalhos já está encerrada, mas as inscrições de ouvintes, gratuitas, vão até 25 de outubro.

O evento acontecerá online. O Simpósio tem apoio da Pró-Reitoria de Extensão (ProEx) da UFSCar. Informações detalhadas podem ser acompanhadas no site do 1º Simpósio Brasileiro Cidades + Resilientes (www.ppgeu.ufscar.br/events/1o-simposio-brasileiro-cidades-resilientes-ppgeu-ufscar).

Publicado em Educação

MATÃO/SP - O motorista de uma VW/Saveiro colidiu na traseira de um caminhão na Rodovia Faria Lima, km 298, na cidade de Matão, nesta última sexta-feira (25).

De acordo com informações, a Saveiro, com placas da cidade de Bauru/SP, seguia pela rodovia e por motivos que serão investigados colidiu na traseira de um caminhão, com placas da cidade de Araraquara/SP.

O SAMU e a ambulância da concessionária que administra a rodovia foram acionados. O condutor foi encaminhado em estado grave para o hospital de Matão.

 

(Com informações de Beto Garcia/TVM)

*PORTAL MORADA

Publicado em Outras Cidades

SÃO CARLOS/SP - A Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC) intermediou a realização de uma reunião virtual nesta quinta-feira (24), entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e as indústrias com base tecnológica no agronegócio, associadas à Regional São Carlos do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo).

José Fernando Domingues, presidente da ACISC, explica que o encontro virtual marcou a abertura de um diálogo entre o governo estadual e a indústria são-carlense. “Fomos procurados pela assessoria da secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, para intermediar esse encontro - que seria presencial, porém, por conta da pandemia não foi possível a visita dela a São Carlos - e contatamos o diretor do Ciesp São Carlos, Emerson Chu, para organizarmos o evento”, explicou.

Na oportunidade, os empresários puderam realizar uma breve apresentação de suas empresas para a secretária estadual e falar de suas expectativas para o futuro, em um ano bastante conturbado por conta do novo coronavírus.

Emerson Chu destacou a variedade de segmentos industriais existentes em nossa cidade. “Esse foi um momento importante para que a Secretária pudesse entender o perfil das indústrias da região. Desta forma, fica mais fácil criar um caminho para discussão de políticas industriais para a nossa região perante o estado”, observa Chu.

Patrícia Ellen propôs a realização de lives sobre o assunto até novembro quando, então, pretende promover um encontro presencial com as indústrias e empresas de base tecnológica da região.

“Foi muito positiva. Acreditamos que esse canal direto com o Governo do estado, através da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, é muito importante para a nossa cidade, em especial, para os nossos empresários. Esperamos, contudo, que esses encontros possam seguir acontecendo e a gente continue tendo esse espaço aberto para dialogarmos e apresentarmos soluções para as nossas indústrias", ressalta Zelão.

Inicialmente, foram convidadas as indústrias com base tecnológica no agronegócio. Participaram dessa primeira rodada de apresentação as empresas Amazon Agrosciences, AnimallTAG, Casale Equipamentos, Nanox Tecnologia e Piccin Máquinas Agrícolas, além de empresas de Araraquara.

Publicado em Comércio

O casal se rendeu as mãos do médico Ivan Rollemberg que é o dermato queridinho dos famosos

 

SÃO PAULO/SP - Eles não se desgrudam nem na hora de cuidar da beleza, eles foram juntos na noite de ontem , 24, na Human Clinic em São Paulo. O casal Wesley Safadão e Thyane Dantas fizeram harmonização facial com o médico dermatologista Ivan Rollemberg.   A clínica localizada na Vila Nova Conceição é a mais procurada por ser capacitada em alta tecnologia nas áreas de Bem Estar, Saúde e Estética .

"Gosto muito dos tratamentos que o Dr Ivan faz.  Ele realça a nossa beleza através de um olhar cuidadoso e conservador . Aproveitei que o Wesley está em uma fase um pouco mais vaidoso e levei ele até a clinica também!", revela Thyane Dantas, esposa de Wesley Safadão.

O médico que cuidou do casal explica um pouco cada tratamento que eles fizeram:

“Harmonização é entender a essência, analisar o todo, entender o objetivo de cada um, com sensibilidade somar todos os fatores e trazer mudanças sutis que sejam efetivas, mas que não mude as características da pessoa! Estou sempre pensando na autoestima e felicidade de cada paciente”, revela o médico dermatologista Dr Ivan Rollemberg, especialista em harmonização facial.

"O casal passou por procedimentos faciais que englobam toda a harmonização facial, botox, preenchimento e fios. Thyane fez o famoso Fox Eyes,  que é a elevação da cauda da sobrancelha para um olhar mais sensual e feminino que voltou a chamar a atenção no final de 2019 após ser adotado pela modelo norte-americana Bella Hadid", revela o o médico dermatologista Dr Ivan Rollemberg, especialista em harmonização facial.

Safadao ainda gravou stories recomendando ao médico que queria ter rostinho de bebê e ficar mais jovem. (está nos stories do cantor)

Dr Ivan Rollmberg é dermatologista e especialista em Harmonização Facial, já tendo em seu currículo realizado diversos cursos a médicos de todo Brasil e atendimentos . 

Publicado em Celebridades

SÃO CARLOS/SP - Desde que começou a pandemia do Covid 19 , os Arautos aqui em São Carlos, iniciaram uma série de apresentações musicais pelos diversos canais de mídias sociais. No intuito de levar um lazer e também um pouco de cultura, pois cada Live, teve um tema diferente que o outro.

Sempre com a Regência do Padre Francisco Magnos, e com a participação do Coral de vozes composto com mais de 20 integrantes e a Orquestra de instrumentos de sopro, como flautas, clarinetes, trompas e trompetes, eles prometem animar a sua noite de sábado, numa duração aproximada de 40 a 50 minutos.

E neste sábado, 26, às 20h, os Arautos do Evangelho aqui de São Carlos, apresentam mais uma Live Musical. Desta vez com o Tema:  Os perfumes e esplendores das Músicas Medievais

Vale a pena conferir.

 

https://www.youtube.com/c/ArautosSãoCarlos

Publicado em Cidadania

MUNDO - O torneio de Roland Garros, que começa domingo em Paris, está funcionando como a maioria dos outros eventos esportivos sob estritos protocolos de saúde por causa da pandemia de coronavírus. Os organizadores do evento, que adiaram a competição de março para este domingo (27), esperam fazer história.

"Queremos que nosso torneio seja realmente notável e dê o exemplo", disse Jean-François Vilotte, diretor-geral da Federação Francesa de Tênis, em uma entrevista postada no site do torneio. "Ao dar o exemplo com o nosso torneio, esperamos provar que podemos colocar a economia de volta nos trilhos, embora nem seja preciso dizer que certas condições e certas restrições devem ser respeitadas”.

O único outro Grand Slam disputado desde a pandemia foi o US Open, em Nova York. Embora alguns dos protocolos adotados pela FFT pareçam familiares, se não idênticos, há uma grande diferença em sua abordagem em comparação com a Associação de Tênis dos Estados Unidos (USTA).

Os dirigentes do US Open planejaram seu evento para acontecer em uma bolha que, entre outras coisas, excluiu a participação de torcedores. Os franceses optaram por um risco calculado ao produzir um torneio mais "aberto".

Vamos comparar as duas abordagens nas principais áreas:

 

O plano para a torcida

Roland Garros: os organizadores do Aberto da França originalmente tinham um plano engenhoso para trazer cerca de 11.500 torcedores para o local, dividindo-os em três áreas separadas, a fim de obedecer ao limite de 5.000 pessoas nas partidas. Mas um pico no começo de setembro nos casos de COVID-19 forçou o torneio, em consulta com as autoridades de saúde, a reduzir o número máximo de espectadores para 1.000. A ideia da divisão por zonas foi descartada.

Os assentos em Roland Garros serão alocados de acordo com parâmetros de distanciamento social, com algumas cadeiras vazias separando os torcedores. Até quatro pessoas em um único grupo poderão sentar-se lado a lado. As vagas nas quadras externas estarão abertas, mas deverá haver pelo menos uma vaga entre os espectadores. Todos os maiores de 11 anos terão que usar uma máscara ou cobertura facial o tempo todo, e haverá desinfetante para as mãos em vários locais da arena.

US Open: a USTA decidiu que, como a cidade de Nova York ainda estava saindo de seus piores dias da pandemia, teria que criar uma bolha se quisesse obter a aprovação de autoridades locais e estaduais de saúde para sediar um evento esportivo. Permitir a entrada dos torcedores era a antítese da abordagem da bolha. Sem torcida, a USTA foi capaz de transformar todo o recinto do Billie Jean King National Tennis Center em uma zona segura e confortável para jogadores e funcionários essenciais.

Os eventos

Roland Garros: a FFT não quer nenhum asterisco anexado ao Slam, então os responsáveis pelo evento decidiram sediar todas as competições principais, incluindo eventos de qualificação, duplas, cadeira de rodas e juniores. Apenas as duplas mistas foram descartadas. Vai continuar sendo um torneio enorme.

US Open: os organizadores acreditavam que havia uma forte necessidade de limitar o número de pessoas dentro da bolha e, ao mesmo tempo, organizar um Grand Slam confiável apresentando os eventos principais. Eles se estabeleceram em 10 eventos, com simples e duplas para competidores masculinos, femininos e em cadeiras de rodas. Os eventos de qualificação, juniores e duplas mistas foram descartados.

Premiação

Roland Garros: o pagamento total em Roland Garros foi reduzido apenas 11% em relação ao do ano passado, para cerca de 44,3 milhões de euros. Mas, embora os profissionais de melhor desempenho ganhem menos, os profissionais mais necessitados nestes tempos difíceis serão beneficiados. Para fazer isso, a diferença no prêmio em dinheiro concedido aos vencedores dos torneios de simples foi drasticamente reduzida. Os campeões de simples vão ganhar cerca de 1,8 milhão de euros (abaixo dos $ 2,7 milhões do ano passado). Este ano, os tenistas que perderem na primeira rodada ganharão cerca de US $ 70.000, um aumento de 30% em relação a 2019.

US Open: a premiação total de US $ 53,4 milhões (EUA) representou uma redução de 6,7% em relação ao ano passado. O prêmio em dinheiro para os vencedores dos torneios simples masculinos e femininos teve o maior impacto, caindo 22% para US $ 3 milhões este ano. Os tenistas que forem eliminados na primeira rodada ganharão US $ 61.000, um aumento de US $ 3.000. Quem perder na primeira ou na segunda rodada do torneio de duplas também receberá um impulso financeiro modesto em relação ao ano anterior.

Qualificação

Roland Garros: os torneios qualificatórios estão sendo disputadas sem espectadores, principalmente por causa do distanciamento social, já que um grande número de jogadores começou a chegar ao local no início da semana para começar a treinar para o torneio.

Os organizadores intensificaram e aumentaram o prêmio da qualificação em 27%. Quem perder na primeira rodada agora levará para casa cerca de US $ 11.500, um aumento de 42% em relação ao ano passado. "Os jogadores que competem neste evento [de qualificação] são aqueles que foram os mais afetados pela crise do COVID-19, financeiramente falando", disseram funcionários da FFT em um comunicado à imprensa.

US Open: autoridades do estado de Nova York determinaram que o torneio não poderia ter um evento de qualificação separado, devido a preocupações relacionadas à pandemia e à integridade da bolha. Em vez disso, as 16 vagas tradicionalmente reservadas para os torneios qualificatórios foram preenchidas pelos próximos na fila de entrada com base no ranking.

Testes em jogadores e protocolos

Roland Garros: após a chegada a Paris, os jogadores (bem como outras equipes relacionadas ao torneio) tiveram que ser testados para COVID-19, com um segundo teste sendo conduzido 72 horas depois. Se negativo, os profissionais serão posteriormente testados em "intervalos regulares". Os jogadores também estavam restritos a ficar em um dos dois hotéis oficiais do torneio, mas não havia restrição anunciada sobre seus movimentos fora do local.

A decisão de manter os jogadores em hotéis durante o período foi preocupante para Serena Williams, que possui um apartamento em Paris. "Sou muito conservadora porque tenho alguns problemas graves de saúde, então tento ficar longe de lugares públicos", disse Williams durante o US Open. "Já estive em posições muito ruins no hospital, e não quero passar por aquilo de novo”.

Os competidores só serão permitidos no local em Roland Garros nos dias em que houver partidas agendadas. Nos dias alternados, os profissionais só terão permissão para entrar no centro de treinamento Jean-Bouin, uma instalação usada principalmente para rúgbi, que será configurado para atender às necessidades dos jogadores, com áreas de treino, áreas de relaxamento e serviços de alimentação. Os jogadores serão obrigados a usar máscaras ou coberturas faciais quando não estiverem treinando ou jogando.

US Open: a bolha descartou em grande parte a liberdade de movimento que os jogadores na França terão, mas também reduziu muito o risco de infecção ou transmissão. O US Open foi pensado como um local único para treinar, jogar, jantar e relaxar. Grande parte do National Tennis Center foi convertido em um gigante lounge ao ar livre, então os jogadores tinham a opção de passar o dia inteiro lá. Os jogadores também eram obrigados a usar máscara em todos os momentos quando não estavam treinando ou competindo.

Sem torcedores no local, a atmosfera era extremamente tranquila. Os jogadores que quisessem ficar em casas particulares podiam, com algumas restrições e condições severas que garantiam que eles não violassem os protocolos e regras da bolha. A maioria ficou nos dois hotéis próximos ao local. Viagens para Manhattan estavam fora de cogitação para todos os jogadores, independentemente de onde eles estivessem alocados.

Protocolos de segurança durante as partidas

Roland Garros: haverá limpeza sistemática de todas as superfícies de contato ao redor do local, juntamente com várias estações de desinfetante para as mãos ao redor do local. Boleiros, juízes de linha e árbitros de cadeira usarão máscaras. Nenhuma toalha vai ser passada de mãos em mãos. Caberá aos jogadores recuperar e usar suas toalhas enquanto respeitam a regra de 25 segundos (e o relógio) que determina que o jogo seja retomado.

US Open: nos Estados Unidos, o torneio tinha restrições semelhantes. A regra da toalha irritou alguns jogadores, que sentiram que não podiam usar suas toalhas sem se sentirem apressados.

Mudanças de infraestrutura

Roland Garros: a Court Philippe Chatrier, principal arena do torneio, estava passando por grandes reformas, incluindo a adição de um telhado e luzes para jogos noturnos, quando a pandemia adiou o torneio. A reforma agora está concluída. Doze quadras também foram equipadas com holofotes. Embora não haja sessões noturnas planejadas até o torneio do ano que vem, as luzes podem ser úteis quando se trata de terminar as partidas no fim da tarde, ou até mesmo dentro do estádio se o tempo mudar.

US Open: a USTA não fez mudanças estruturais significativas nos últimos 13 meses. O National Tennis Center é maior que Roland Garros, e o Slam americano tem uma longa história de jogos noturnos. Mesmo com restrições relacionadas à saúde e ao distanciamento social, não houve pressão sobre os organizadores. O torneio dispensou o uso do Grandstand Stadium (capacidade: 8.215) que foi inaugurado em 2016, permitindo que fosse usado no Western & Southern Open do "double in the bubble".

 

 

*Por: Peter Bodo / ESPN

Publicado em Esportes

MUNDO - O presidente palestino, Mahmoud Abbas, pediu que o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, convoque uma conferência internacional no início do próximo ano para lançar "um processo de paz genuíno" entre Israel e os palestinos.

Abbas fez um apelo a Guterres para trabalhar com o quarteto de mediadores do Oriente Médio - Estados Unidos (EUA), Rússia, União Europeia e o Conselho de Segurança da ONU - em uma conferência "com plena autoridade e com a participação de todas as partes interessadas, no início do próximo ano, para desenvolver um processo de paz".

Os palestinos querem um Estado na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, com Jerusalém oriental como capital, território capturado por Israel em 1967. Os líderes palestinos rejeitaram a proposta de paz apresentada em janeiro pelo presidente dos EUA, Donald Trump, na qual Washington reconheceria assentamentos judeus em território ocupado como parte de Israel.

"Não haverá paz, segurança, estabilidade e coexistência em nossa região enquanto essa ocupação continuar e uma solução justa e abrangente para a questão da Palestina, o centro do conflito, continuar sendo negada", disse Abbas aos 193 membros da Assembleia Geral da ONU em vídeo, devido à pandemia de covid-19.

Ele afirmou que os palestinos continuam comprometidos com a Iniciativa de Paz Árabe de 2002, elaborada pela Arábia Saudita, na qual as nações árabes se ofereceram para normalizar os laços com Israel em troca de um acordo de Estado com os palestinos e a retirada total de Israel do território capturado em 1967.

Os Emirados Árabes Unidos e o Bahrein assinaram acordos na semana passada para estabelecer laços com Israel, tornando-se os primeiros Estados árabes em um quarto de século a quebrar um tabu antigo. Os palestinos criticaram a decisão.

 

 

*Por Michelle Nichols - Repórter da Reuters

Publicado em Política

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30