fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Radio Sanca Web TV - Quarta, 02 Setembro 2020

Serão explorados aspectos como incorporação de novas rotinas de serviços durante a pandemia; formas de atenção prestada a suspeitos e doentes com a covid-19; práticas de promoção da saúde para proteção à doença e práticas de vigilância para seu monitoramento e mitigação.

 

RIO DE JANEIRO/RJ - A Fiocruz lança nesta sexta-feira, 4, a pesquisa nacional Análise do processo de trabalho da Estratégia Saúde da Família na pandemia de covid-19. A investigação toma como ponto de partida a relevância da Estratégia Saúde da Família (ESF), considerada a estratégia primordial para o fortalecimento da atenção primária e coordenadora da rede de cuidados no SUS.

Os profissionais das equipes de ESF atuam no mapeamento do território, na coleta de dados sobre as condições socioeconômicas e de vulnerabilidade das populações e na vigilância epidemiológica. Estão, portanto, na linha de frente da promoção e prevenção da saúde, prestando os primeiros cuidados a pacientes infectados pelo novo coronavírus. O papel das equipes da ESF no controle da pandemia de covid-19 e na mitigação da morbimortalidade é, assim, realçado.

A pesquisa é conduzida pelo Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz, em parceria com a Fiocruz Ceará e a Universidade Federal da Paraíba. Serão explorados aspectos como incorporação de novas rotinas de serviços durante a pandemia; formas de atenção prestada a suspeitos e doentes com a covid-19; práticas de promoção da saúde para proteção à doença e práticas de vigilância para seu monitoramento e mitigação. A pesquisa buscará, ainda, conhecer as medidas de proteção individual/familiar/domiciliar e ocupacional dos profissionais das equipes de Saúde da Família.

“Objetivamos também no estudo conhecer o acesso das equipes de Saúde da Família aos equipamentos de proteção individual e à testagem, as formas de uso da saúde digital na comunicação com os usuários, a atuação dos conselhos locais de Saúde e das equipes NASF [Núcleo Ampliado de Saúde da Família], das equipes de consultório na rua, das equipes ribeirinhas e dos programas de residência médica e multiprofissional em saúde da família no contexto da pandemia”, destaca uma das coordenadoras do estudo, a pesquisadora Ivana Barreto, da Fiocruz Ceará.

Os resultados podem subsidiar os formuladores de políticas, nas diferentes esferas de governo, federal, estadual e municipal, bem como os gestores locais, com evidências empíricas sobre como a Estratégia Saúde da Família participa do enfrentamento à covid-19 e como o contexto das práticas no território e as condições de trabalho afetam sua atuação.

A pesquisa e a covid-19

No processo de atenção aos casos suspeitos e confirmados de covid-19, as unidades básicas de saúde (UBS) devem cumprir uma série de cuidados para prestar atendimento e prevenir a transmissão da doença aos profissionais e a outros usuários, além de manter, em paralelo, os demais serviços de rotina, o que representa um desafio para as equipes da ESF e gestores de saúde.

A atenção primária à saúde enfrenta desafios também por conta da atuação em territórios marcados por um quadro de morbimortalidade de elevada carga de doenças infecciosas e prevalência de condições crônicas, além de uma carga importante de causas externas, como a violência.

Entre as medidas necessárias à correta realização do trabalho pelas equipes da ESF, estão equipamentos de proteção individual (EPI) aos profissionais de saúde (máscara cirúrgica, luvas, óculos ou protetor facial e aventais descartáveis), lavagem das mãos com frequência, limpeza e desinfecção de objetos e superfícies tocados e manuseados rotineiramente, oferta de máscara cirúrgica a todos pacientes suspeitos de contaminação pelo coronavírus, logo após reconhecimento pelo Agente Comunitário de Saúde (ACS) ou profissional responsável pela recepção dos usuários, e condução dos casos suspeitos a uma área separada específica, visando ao isolamento respiratório.

Sabe-se, entretanto, que existem várias restrições à realização desses procedimentos nas unidades de saúde, desde a inadequação da estrutura física ao desabastecimento de EPI.

Sobre o público-alvo e a metodologia da pesquisa

A pesquisa dirige-se a todos os profissionais de saúde que atuam nas equipes da Estratégia Saúde da Família, na atenção primária à saúde – médicos, enfermeiros, cirurgiões dentistas, técnicos de enfermagem, técnicos de saúde bucal, agentes comunitários de saúde e profissionais dos núcleos ampliados em Saúde da Família (fisioterapeutas, psicólogos, acupunturistas, fonoaudiólogos, entre outros).

As informações serão coletadas por meio de um questionário on-line, a ser acessado por qualquer dispositivo (computador, tablet ou celular) e que buscará explorar quatro eixos: perfil demográfico e profissional dos trabalhadores; manutenção e novos fluxos e rotinas dos serviços; atenção prestada a suspeitos, doentes e contatos de covid-19; promoção da saúde; vigilância em Saúde; e proteção individual/familiar/domiciliar e ocupacional dos profissionais.

A proposta é buscar a participação do maior número possível de profissionais, não havendo limite para uma amostra, nem cotas pré-definidas.

Sobre a Estratégia Saúde da Família

Criada pelo Ministério da Saúde em 1994, inicialmente, com o nome de Programa Saúde da Família, tem por objetivo promover a qualidade de vida da população brasileira, atuando na prevenção e na promoção da saúde e reduzindo os riscos à saúde, como o sedentarismo, a má alimentação e o tabagismo. Dessa forma, o foco se dá na saúde, não apenas na doença.

A ESF conta com equipe de trabalho multiprofissional, reunindo médicos, enfermeiros, profissionais de saúde bucal, agentes comunitários de saúde, além dos profissionais de seus núcleos de apoio (fisioterapeutas, psicólogos, farmacêuticos, assistentes sociais e fonoaudiólogos, entre outros). Essas equipes fazem o acompanhamento de um número definido de famílias, localizadas em uma área geográfica delimitada e têm uma relação próxima com a comunidade na qual atuam, podendo orientar o trabalho que realizam pelas características epidemiológicas, demográficas e sociais do local onde os pacientes vivem, oferecendo-lhes, assim, atenção integral.

Para acessar e responder o questionário

Todos os profissionais de saúde que integram equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) e dos Núcleos Ampliados de Saúde da Família (NASF), atuando na pandemia de COVID-19, podem participar da pesquisa, respondendo o questionário.

Acesse o link: http://bit.ly/pesquisa-esf-covid

Publicado em Coronavírus

SÃO CARLOS/SP - Uma vendedora entrou em contato com a Rádio Sanca para pedir ajuda a um casal moradores no Bairro Planalto Verde, que precisam amamentar o filho de 4 meses que recusou o leite materno.

O Pai Lucas e a mãe Rafaela, perderam seus respectivos empregos devido a pandemia, ambos trabalhavam no comércio central de São Carlos. “Nós temos 5 filhos e o bebê rejeitou o peito da mãe, e agora está tomando o leite Aptamil Premium fase 1, porém sem emprego não temos condições de comprar a lata que custa cerca de R$ 45,00” afirmou o pai.

O casal estava próximo a uma drogaria na Avenida Dr. Carlos Botelho, pedindo ajuda aos clientes da drogaria. Caso alguém se sinta tocado em ajudar o casal com o leite ou com alimentos para família, entre em contato no telefone (16) 99387-5414 ou (16) 99319-8253 falar com Lucas ou Rafaela.

Toda doação será bem-vinda. 

Publicado em Cidadania

Um homem foi preso; entorpecentes foram localizados no baú de um caminhão

 

FRANCA/SP - A Polícia Civil, por meio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), apreendeu 1,4 tonelada de maconha, na noite desta última quarta-feira (2), em Franca. Na ação, um homem foi preso.

Uma equipe da 3ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (Disccpat), após trabalho investigativo e de inteligência, abordou um caminhão suspeito na rodovia Engenheiro Ronan Rocha.

Após busca pessoal e no interior da cabine do veículo, nada de ilícito foi localizado. Contudo, após vistorias no baú foram localizados diversos tabletes de maconha, escondidos debaixo de caixas.

Todo o entorpecente foi apreendido para perícia e o motorista do caminhão preso em flagrante por tráfico de drogas - crime pelo qual já tinha passagens criminais.

Publicado em Outras Cidades

SÃO CARLOS/SP - Moradores do bairro Jardim Araucária, em São Carlos, têm demonstrado preocupação em relação à infestação de animais peçonhentos, um morador enviou à Rádio Sanca, fotos de alguns escorpiões que foram capturados em menos de um mês.

Segundo o morador, na Rua Amélia Campitelli Marchetti, onde mora, ele e outros moradores encontraram vários escorpiões, baratas, ratos e cobras.

“Eu tomei a liberdade de guardar os escorpiões em um pote pra ver se alguém pode fazer alguma coisa por nós, porque parece que esse problema está aumentando e minha maior preocupação é por causa dos meus filhos”, relatou morador.

O bairro é cercado por canavial e até área de preservação ambiental e talvez por isso bichos como cobras apareçam no bairro que fica na zona oeste do município.

Vale ressaltar que a Rádio Sanca já fez uma matéria em outro bairro, Parque Novo Mundo, região sul de São Carlos, ou seja, pontos bem distintos do município, porém com mesmo problema. O que a prefeitura está fazendo? Perguntar não ofende!

PICADA - Em caso de uma picada, deve-se procurar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima o mais rápido possível, ou a Santa Casa de Misericórdia principalmente em caso de crianças, para que os danos causados pelo envenenamento sejam minimizados pelo tratamento. O soro antipeçonhento é disponibilizado apenas na Rede SUS.

A picada de um escorpião causa dor imediata, podendo irradiar para o membro e ser acompanhada de adormecimento, vermelhidão e suor. Podem surgir suor excessivo, agitação, tremores, náuseas, vômitos, salivação excessiva, dentre outros sintomas mais graves.

Outras informações, denúncias ou orientações podem ser obtidas na Unidade de Controle de Zoonoses e Endemias da Secretaria de Saúde da cidade pelo telefone (16) 3307-7405.

SÃO CARLOS/SP - PMs da ROCAM acabou detendo três menores com um simulacro de arma de fogo na Avenida Sallum, na Vila Prado, em São Carlos, na noite desta última 4ª feira (02).

De acordo com informações, os Policiais se depararam com 03 indivíduos em atitude suspeita na referida via, quando foi feita a abordagem do trio. Os jovens de 14,15 e 17 anos, ao serem revistados foi encontrado com um deles o simulacro.

Com o apoio das viaturas da 1ªCia, a ocorrência foi encaminhada e apresentada ao Plantão Policial da cidade.

Publicado em Policial

SÃO CARLOS/SP - Tem início nesta quinta-feira, 03, e vai até o dia 13 de setembro, a ‘Semana do Brasil’. O evento foi criado no ano passado pelo governo Bolsonaro e segue os moldes da Black Friday, a mais tradicional data de compras dos Estados Unidos.

A ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) apoia a Semana que representa a oportunidade para estimular a retomada e a geração de empregos, e tem tudo para consolidar a recuperação do comércio.

O presidente da entidade, José Fernando Domingues, afirma que a ‘Semana do Brasil’, certamente, vai impulsionar as vendas neste período, ajudando os comerciantes a melhorarem as vendas. “A previsão da Facesp [Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo] é que tenhamos um aumento entre 10% e 15% em relação ao mês anterior, nas vendas. Embora seja uma previsão abaixo do que gostaríamos, essa previsão já nos deixaria satisfeitos”, afirmou Zelão. “Que a Semana do Brasil possa estimular a retomada do comércio e a geração de empregos no setor por conta do aumento previsto no movimento das lojas”, complementa. 

Para ajudar os comerciantes, a ACISC disponibilizou peças publicitárias para comunicação visual da campanha, que estão à disposição no site da entidade (www.acisc.com.br). “Nosso Departamento de Marketing elaborou essas peças publicitárias, para que nossos comerciantes baixem em nosso site, coloquem o logotipo das suas empresas, imprimam e fixem em seus estabelecimentos comerciais”, explicou. “Vale lembrar que os comerciantes que quiserem, também poderão decorar suas lojas com as cores verde e amarela, alusivas à Semana do Brasil, por conta própria”, completou. 

Além do material que pode ser impresso, a ACISC disponibiliza peças digitais para serem utilizadas nas redes sociais (Facebook, Instagram e outras), as quais também podem ser baixadas no site da entidade. 

O slogan da campanha de 2020 é “Todos juntos com segurança pela reconquista e o emprego”, e a iniciativa foi pensada para ser a primeira data comemorativa da varejadura após a reabertura do comércio, que sofre restrições desde março.

Publicado em Comércio

SÃO CARLOS/SP - A Polícia Militar deteve dois menores acusados de roubo em um estabelecimento comercial na Avenida Bruno Ruggiero Filho, em São Carlos.

A PM foi informada que um assalto estava acontecendo em uma farmácia, assim sendo, viaturas se deslocaram para o local. Com informações e características dos suspeitos, uma varredura foi realizada na redondeza, quando na Rua Francisco Lopes, os acusados foram detidos.

Os menores foram conduzidos ao Plantão Policial, onde ficaram à disposição do delegado.

Publicado em Policial

SÃO CARLOS/SP - Tati Zaqui mostrou que não tem vergonha de seu shape natural e botou o corpão pra jogo na praia na última terça-feira (01).

A cantora esbanjou muita saúde ao posar para um clique praiano bem à vontade, mostrando sua boa forma sem nenhum tipo de edição, exibindo até algumas estrias que não abalaram os fãs da cantora, que exaltaram a beleza natural de Tati nos comentários da publicação.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

??? @mansaotenorio

Uma publicação compartilhada por TATI ZAQUI ? (@tatizaqui) em

O registro da funkeira recebeu mais de 480 mil curtidas em poucas horas e os fãs não pouparam comentários elogiando a musa.

“Quanta beleza natural em uma foto só”, apontou um seguidor. “Essa sereia aí pisa em todas as outras”, disse outro fã. “A beleza dessa mulher me choca toda vez”, elogiou um terceiro.

 

 

*Por: Gabriela Ellin / METROPOLITANA

Publicado em Celebridades

MUNDO - Com produção prevista para começar por volta de março, “Pantera Negra 2” vai precisar ser totalmente reinventado após a morte do astro Chadwick Boseman.

No momento, o estúdio não sabe o que fazer, porque o ator não tinha informado a ninguém da produção do filme ou da Marvel sobre sua doença. Não havia plano B, porque, segundo apurou o site The Hollywood Reporter, Boseman apostava em se curar para interpretar o papel.

De acordo com o THR, a primeira pessoa da produção a ser informada sobre o câncer foi Kevin Feige, chefão da Marvel Studios, num email urgente enviado uma hora antes da morte do ator, na sexta passada (28/8).

Enquanto o foco da Disney e da Marvel no momento esteja em homenagens e no processamento da dor da perda de Boseman, em breve decisões precisarão ser tomadas sobre o destino da continuação de “Pantera Negra”. Como o primeiro filme arrecadou US$ 1,3 bilhão em todo o mundo, a nova produção é inevitável.

Contratado para escrever e dirigir “Pantera Negra 2”, o cineasta do filme original, Ryan Coogler, está no centro das decisões sobre o futuro do personagem. “Passei o último ano preparando, imaginando e escrevendo palavras para ele dizer que não éramos destinado a ver. Fico quebrado sabendo que não serei capaz de assistir a outro close-up dele no monitor ou caminhar até ele e pedir outra tomada”, o cineasta contou em uma carta aberta.

Coogler foi uma das pessoas pegas de surpresa pela morte do ator. “Depois que sua família divulgou a notícia, percebi que ele estava convivendo com a doença durante todo o tempo em que o conheci”, ele contou na carta-aberta.

Ao retomar a produção, Feige e Coogler precisarão examinar as opções. Uma delas é substituir Boseman no papel, o que poderia gerar protestos de fãs e intimidar qualquer um que fosse sondado. Uma outra opção seria colocar outro personagem no uniforme do herói. O mais plausível seria fazer da irmã de T’Challa, Shuri (Letitia Wright) a nova Pantera Negra. Essa evolução teria, inclusive, paralelos com eventos já retratados nos quadrinhos.

Caso opte por esta alternativa, o filme ainda precisará explicar o que aconteceu com T’Challa e mostrar a transição entre os heróis.

Vale lembrar que a Disney já lidou anteriormente com a morte de uma protagonista de uma de suas franquias mais populares, quando Carrie Fisher faleceu antes das filmagens de “Star Wars: A Ascensão Skywalker”.

Após o impacto inicial da perda de Boseman, o estúdio deve enfrentar o mesmo processo que acompanhou a tomada de decisões sobre o destino da Princesa Leia no final da saga “Star Wars”.

 

 

*Por: PIPOCA MODERNA

Publicado em Entretenimento

MUNDO - Após uma reunião que durou quase o dia inteiro com o presidente do Barcelona, Jorge Messi, pai e agente do camisa 10, mudou o discurso. Agora já começa a admitir que o filho deve continuar no clube e cumprir o último ano de contrato, até 30 de junho de 2021.

A informação é do jornal “Deportes Cuatro”, em reportagem publicada nesta quinta-feira (3).

O periódico conseguiu arrancar um enigmático “Seh” de Jorge Messi minutos após a reunião, quando o argentino estava regressando para a mansão da família, em Barcelona. Ele foi ao encontro acompanhado do filho Rodrigo e do advogado Jorge Pecur.

Mas, além da palavra incompreesível de Jorge, o jornal apurou que o encontro com o presidente Josep Maria Bartomeu e o executivo Javier Bordas teve sim um encaminhamento mais favorável ao desejo do Barcelona.

O estafe de Messi entende que dificilmente conseguirá fazer valer a cláusula que lhe permitia sair do clube sem o pagamento da multa de 700 milhões de euros (R$ 4,5 bilhões). Afinal, pelo contrato, ele deveria ter comunicado o desejo até o último 10 de junho.

Como não há clube no mundo que possa arcar com o valor de 700 milhões de euros --os interessados no argentino, Manchester City, Paris Saint-Germain, Inter de Milão e Juventus, não teriam o valor e ainda seriam punidos pela regra do Fair Play Financeiro-- a tendência é que ele fique esta temporada, até o final do contrato, e saia depois de graça.

A situação não é vista como uma “derrota” pelo estafe do craque, segundo o jornal. Há um entendimento que ele teria a chance de ter uma temporada de despedida pelo único clube da carreira, evitando, assim, sair pela porta dos fundos.

Além disso, com a possível permissão para a volta do público aos estádios, Messi teria a chance de dar o adeus à torcida dentro do Camp Nou. Quem sabe, como uma temporada vitoriosa para ele e para o clube.

A publicação diz ainda que Messi demonstrou interesse em defender o City, do ex-técnico e mentor Pep Guardiola, e a Juventus, onde está Cristiano Ronaldo e possível destino do amigo e ainda companheiro de Barcelona Luís Suárez.

Vale lembrar que, embora tenha tido mais êxito no encontro, o desejo do Barcelona ainda não está completa. A diretoria quer conseguir uma renovação por mais duas temporadas com o argentino.

Há muitos dirigentes e conselheiros do clube blaugrana que defendem que tudo seja feito para assegurar que Lionel Messi fique para sempre no clube, colaborando com algum cargo diretivo quando decidir pendurar as chuteiras.

 

 

*Por: ESPN.com.br

Publicado em Esportes

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30