fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Radio Sanca Web TV - Quinta, 17 Setembro 2020

RIO DE JANEIRO/RJ - O técnico Tite anunciou no início da tarde desta sexta-feira (18), a lista dos 23 convocados da Seleção Brasileira para os dois primeiros confrontos das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. No dia 9 de outubro, o Brasil enfrenta a Bolívia, na Neo Química Arena, em São Paulo (SP). O segundo jogo será contra o Peru, fora de casa, no dia 13.

A grande novidade na lista do treinador é Gabriel Menino. Apesar de ser jogador de meio de campo, o atleta de 19 anos foi convocado atuar na lateral-direita, papel que também cumpre, quando necessário, no Palmeiras.

Além de Gabriel Menino, outros quatro atletas que atuam no futebol brasileiro foram convocados: os goleiros Santos (Athletico-PR) e Weverton (Palmeiras), o zagueiro Rodrigo Caio (Flamengo) e o meia Éverton Ribeiro (Flamengo).

 

Confira a lista completa:

Goleiros:

Alisson (Liverpool)

Santos (Athletico-PR)

Weverton (Palmeiras)

 

Laterais:

Danilo (Juventus)

Gabriel Menino (Palmeiras)

Alex Telles (Porto)

Renan Lodi (Atlético de Madrid)

 

Zagueiros:

Thiago Silva (Chelsea)

Marquinhos (PSG)

Felipe (Atlético de Madrid)

Rodrigo Caio (Flamengo)

 

Meias

Casemiro (Real Madrid)

Fabinho (Liverpool)

Bruno Guimarães (Lyon)

Douglas Luiz (Aston Villa)

Philippe Coutinho (Barcelona)

Éverton Ribeiro (Flamengo)

 

Atracantes:

Gabriel Jesus (Manchester City)

Rodrygo (Real Madrid)

Neymar (PSG)

Everton (Benfica)

Roberto Firmino (Liverpool)

Richarlison (Everton)

 

 

*Por: Mauricio Costa - Repórter da Rádio Nacional

*AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Esportes

SÃO CARLOS/SP - Moradores do Distrito de Santa Eudóxia, andam indignados por conta de pessoas atearem fogo em lixos domésticos em terrenos baldios com a vegetação seca. O grande problema é a estiagem que estamos enfrentando e um calor superior a 34°C.

“A maioria dos moradores em Santa Eudóxia são idosos e com dificuldades para respirar. Todos nós independentemente da idade temos dificuldade para respirar, sem falar da fuligem que fica no ar e entra em nossas casas” desabafou a internauta.

A moradora do distrito ainda disse que nunca viu o caminhão do Corpo de Bombeiros por lá. “Tem incêndio doméstico que é obvio que os bombeiros não vão vir, talvez pela distância, mas tem incêndio que são grandes e quem acaba apagando os incêndios tanto domésticos quanto na mata é os colaboradores das usinas” relatou.

Os moradores reclamaram também do poder público, pois segundo eles não tem um fiscal ou uma campanha de conscientização do povo. “Temos no papel vereadores da nossa região de Santa Eudóxia e Água Vermelha, mas não vejo uma ação deles neste quesito. Não aparece um Fiscal ou Guarda Municipal para multar essas pessoas que ateiam fogo, isso é crime. Uma campanha para conscientizar a população nunca existiu, assim fica difícil”. Desabafou moradora.

A moradora disse que nesta última quinta-feira (17), um incêndio quase atingiu uma residência de um político da cidade e parece que agora vão se mover. Porém, mesmo com a estiagem a moradora relatou que aparenta ser cultural essa ação. “Os terrenos aqui do Distrito são grandes e quando corta um mato ou recolhe folhas das árvores o povo recolhe e ateia fogo, por isso digo que é cultural, mas onde está a prefeitura, vereadores, Polícia Ambiental e sei lá quem pra orientar, ou tentar evitar esses incêndios domésticos? Precisamos de ajuda” finalizou a moradora.

Publicado em Outras Notícias

Na Santa Casa, o valor dos medicamentos subiu 85% e o dos equipamentos de proteção individual aumentou 102%. O que agrava a saúde financeira da Instituição que há anos têm que lidar com a tabela defasada do SUS

 

SÃO CARLOS/SP - A pandemia da COVID-19 fez os preços dos medicamentos e equipamentos de proteção individual aumentarem consideravelmente. Na Santa Casa, de janeiro a agosto deste ano, os 10 principais medicamentos usados no hospital subiram, em média, 85%. Dois desses remédios tiveram reajuste ainda maior: a Norepinefrina (usada no controle da pressão) subiu 510% e o Omeprazol (protetor gástrico), 128%. Os dois medicamentos são usados nos cuidados dos pacientes graves com Coronavírus.

Já os valores dos equipamentos de proteção individual aumentaram 102% durante este mesmo período. As máscaras descartáveis tiveram um reajuste de 340% e as luvas, de mais de 200%.

E não foi esse o único reflexo da pandemia. Com a COVID-19, as cirurgias eletivas foram suspensas no início da quarentena. Depois que elas começaram a ser retomadas, mais um desafio: a falta de anestésicos no mercado. Nos últimos 5 meses, o hospital conseguiu realizar cerca de 43% desses procedimentos. Por isso, existe hoje uma fila de espera de cerca de 300 cirurgias.

Em função dessa demanda, a Santa Casa criou um Comitê de Cirurgias Eletivas. Formado por especialistas de todas as áreas, coordenadores dessas especialidades, equipe de enfermagem, anestesistas e diretoria técnica, o Comitê analisa a quantidade de anestésicos disponível e define a prioridade de cirurgias. “Nós nos reunimos uma vez por semana e todos nós especialistas conversamos, discutimos a situação de cada paciente que está na fila de espera, junto com a diretoria técnica do hospital, e pontuamos quais são os casos mais urgentes que precisam de cirurgia imediata”, explica o coordenador da Neurocirurgia da Santa Casa e líder do Comitê, Danillo Vilela.

A vigilante Elaine Regina Silva é uma dessas pacientes. Ela foi diagnosticada com hérnia de disco e foi afastada do serviço há 4 meses. “Eu não conseguia mais fazer a ronda. Até ficar sentada ficou difícil para mim, por conta das dores insuportáveis”, comenta. Além da dificuldade no trabalho, em casa, Elaine não conseguia mais lavar a louça, fazer faxina e cuidar dos filhos. No dia 9 de setembro, ela passou por cirurgia na Santa Casa. E já voltou a andar sem dores. “Saio do hospital com o sentimento de gratidão, porque só quem passa por isso sabe o quanto essa dor é insuportável”.

REFLEXOS NA SAÚDE FINANCEIRA DA SANTA CASA

Com as dificuldades para se realizar as cirurgias eletivas, a receita da Santa Casa diminuiu 12%. Essa queda, aliada à disparada nos preços dos remédios e EPIs, agrava a situação financeira dos hospitais filantrópicos, que há anos, lutam para driblar a defasagem da tabela de repasses do Sistema Único de Saúde. Para se ter uma ideia, os recursos repassados pelo Governo Federal à Santa Casa cobrem apenas 64% dos custos com os procedimentos SUS realizados pelo hospital. “Nesse cenário, para conseguir honrar os compromissos com os funcionários e fornecedores, a Instituição é forçada a buscar empréstimos para financiar este déficit. O problema é que este endividamento tem limite. Os hospitais filantrópicos podem usar até 30% da receita do SUS para ir quitando as parcelas do empréstimo e a Santa Casa já estourou este limite e não tem mais como buscar novos empréstimos”, explica o Diretor Administrativo e Financeiro da Santa Casa, Odahi Leite Souza.

O Diretor Administrativo e Financeiro da Santa Casa afirma ainda que as linhas de crédito anunciadas pelo Governo Federal para as Santas Casas com dificuldades financeiras são inviáveis, na prática. “O governo federal liberou as linhas de crédito, mas os agentes financeiros, os bancos, exigem superávit de caixa. É um contrassenso, no mínimo, uma vez que se as instituições tivessem geração de caixa positiva, não precisariam de empréstimos”.

Diante desse contexto, o Diretor Administrativo e Financeiro ressalta que o futuro das Santas Casas e dos hospitais filantrópicos está cada vez mais difícil. “A Santa Casa de São Carlos, assim como muitas Instituições, procura se reinventar para driblar essas dificuldades e, dessa forma, manter os atendimentos. Mas a ajuda do poder público é vital para recuperar a saúde financeira desses hospitais e, assim, manter o atendimento público da população”.

Publicado em Coronavírus

SÃO PAULO/SP - Paula Fernandes deixou seus seguidores empolgados na tarde da última quarta-feira (16) ao divulgar uma foto em que aparece de biquíni.

“Bota biquíni, bota casaco, bota biquíni… Ê São Paulo terra da garoa que não se decide no tempo sô”, escreveu na legenda da publicação, que rendeu mais de 120 mil likes.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Bota biquíni, bota casaco, bota biquíni... Ê São Paulo terra da garoa que não se decide no tempo sô ?☀️❄️

Uma publicação compartilhada por Paula Fernandes (@paulafernandes) em

 

Recentemente, Paula Fernandes deixou seus seguidores sem palavras na tarde de quinta-feira. A celebridade divulgou uma foto em que aparece em um barco, enquanto escreveu uma legenda para se declarar aos seguidores.

“Aqui, bem pertinho de vocês pra dizer que eu to morrendo de saudade!”, escreveu na legenda da publicação.

 

 

*Por: Alefy Soares / METROPOLITANA

Publicado em Celebridades

ARARAQUARA/SP - Na manhã desta sexta-feira (18), uma briga entre casal terminou com uma casa incendiada, no Parque São Paulo, na cidade de Araraquara.

A vítima, uma mulher de 47 anos, disse que seu esposo, um homem de 54 anos, chegou em casa embriagado e passou a discutir com a vítima. Para não ser agredida, ela saiu de sua residência e foi para a casa da filha, que mora ao lado.

Durante a madrugada, a vítima escutou barulhos dentro de casa e, quando percebeu, a casa estava em chamas. O Corpo de Bombeiros foi acionado e dois caminhões Auto Bomba foram usados para conter as chamas.

Uma parede da casa caiu e a estrutura sofreu danos graves. O local foi interditado para o trabalho da perícia e da Defesa Civil.

O autor desapareceu.

 

 

*Por: Marcelo Bonholi / PORTAL MORADA

Publicado em Araraquara

MUNDO - O sueco Mondo Duplantis fez história na tarde desta quinta-feira (17) ao estabelecer um novo recorde mundial para a prova de salto com vara disputada ao ar livre, com a marca de 6,15 metros. O feito foi alcançado durante a etapa de Roma (Itália) da Diamond League de atletismo.

Com a marca obtida nesta quinta, o jovem sueco, de apenas 20 anos, quebrou a marca de provas realizadas ao ar livre, de 6,14 metros, estabelecida pelo ucraniano Sergey Bubka no dia 31 de julho de 1994.

Duplantis já tinha o recorde geral em provas de salto com vara, de 6,18 metros, obtida em fevereiro deste ano na Escócia em uma prova realizada em uma instalação fechada.

Desta forma, o sueco possui tanto o recorde de provas indoor como outdoor, encerrando uma polêmica que cercava a modalidade. “Queria ser o melhor do mundo ao ar livre com 6,15 metros, para que não houvesse mais confusão. Agora tenho os melhores saltos indoor e outdoor”, declarou Duplantis.

 

 

 

*Por Agência Brasil

Publicado em Esportes

SÃO CARLOS/SP - Representantes da Concessionária RUMO apresentaram nesta quinta-feira (17/09), no Paço Municipal, ao prefeito Airton Garcia, aos secretários de Planejamento e Gestão, Caco Colenci, de Transporte e Trânsito, Ingridi Cazella e ao chefe de gabinete da Prefeitura José Pires (Carneiro), os projetos de três grandes obras que a empresa vai executar em São Carlos.

Rodrigo Verardino de Stéfani, Marcelo Rodrigues e Bruno Madalena,  apresentaram e mostraram por meio de projeções os projetos de duplicação da passagem inferior da Praça Itália, com 4 pistas; de duplicação do viaduto da Estação Ferroviária e da passagem sobre a linha na Vila Morumbi, na região da CDHU, com a construção de passarela para pedestres com três rotatórias. Um investimento total de R$ 50 milhões.

A RUMO também anunciou a vedação de todas as faixas de domínios com a construção de muros mistos para evitar que as pessoas transitem nessas áreas.

De acordo com chefe de gabinete da Prefeitura, José Pires (Carneiro), a RUMO está assumindo a obra que anteriormente seria concluída pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT). “Esses projetos estavam no DNIT, porém serão executados pela concessionária já que a empresa renovou o contrato de concessão da malha paulista. Isso faz parte da outorga onerosa. O projeto foi readequado com utilização de novas técnicas e já foi aprovado”, explica Carneiro.

O chefe de gabinete disse que São Carlos, além da obra da Praça Itália e na região da CDHU, vai ganhar a duplicação do viaduto 4 de Novembro, que liga o centro à região da Vila Prado. “Uma obra importante para melhorar o trânsito naquela região”.

Já Caco Colenci disse que a expectativa é grande por parte do município. “Uma obra esperada há muito tempo e que contribui com o desenvolvimento da cidade. Isso gera desenvolvimento, empregos e faz o dinheiro circular no município. A expectativa é que as obras comecem no primeiro semestre de 2021 e sejam entregues até final 2022”, comemora o secretário de Planejamento e Gestão.

Questionado sobre a emissão de ruído e uso de buzina por composições ferroviárias que trafegam pelo perímetro urbano do município, Rodrigo Verardino de Stéfani, relações institucionais da RUMO, disse que a empresa está testando novas técnicas para diminuir o número de vezes que a buzina é acionada.

Publicado em Política

SÃO CARLOS/SP - O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Carlos (SAAE) comunica a toda à população que o número 0800 passará a ser 08000 a partir de agora, conforme regulamento geral de numeração (RGN) nº 709 aprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). 

Devido essa determinação foi incluído um zero a mais no prefixo ficando a partir de agora com 11 dígitos: 08000 111 064.

Até o final desse mês os usuários que digitarem o prefixo antigo com 10 dígitos serão informados do acréscimo de mais um zero. Após esse período de informativos as chamadas para o 0800 deixarão de funcionar ficando somente o novo 08000 111 064.

Publicado em Outras Notícias

MATÃO/SP - Nos próximos dias, pessoas e instituições de todo o mundo se unirão para participar do Dia Mundial da Limpeza, uma iniciativa do Instituto Limpa Brasil que faz parte dos objetivos globais para o desenvolvimento sustentável. E a AB Triângulo do Sol apoiará a atividade com ações importantes ao longo das rodovias.

A concessionária participará, nesta sexta-feira, 18, do Mutirão de Limpeza das Rodovias, organizado pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), com o objetivo de intensificar o recolhimento de lixo às margens da estrada. Também haverá mensagem de conscientização para os usuários das rodovias, na sexta (18) e no sábado (19), com a divulgação da frase “Cuide do Meio Ambiente - www.limpabrasil.org” nos letreiros eletrônicos.

De janeiro a agosto deste ano, a AB Triângulo do Sol retirou do trecho administrado cerca de 395 toneladas de lixo, sendo 260 toneladas de lixo reciclável e doméstico, 75 toneladas de restos de pneus e 60 toneladas de lixo orgânico e massa verde. No mesmo período de 2019, foram recolhidas cerca de 330 toneladas de lixo reciclável e doméstico, 86 toneladas de lixo orgânico e massa verde e 64 toneladas de restos de pneus, totalizando 480 toneladas de lixo.

O engenheiro de conservação da AB Triângulo do Sol, Diego Belasco, explica que o serviço de limpeza é constante. “Temos equipes focadas somente nesta atividade, que atuam de modo contínuo em todo o trecho, recolhendo os mais diversos tipos de objetos, como garrafas PET, latas de bebidas, papéis, ressolagens, resíduos de construção civil e até sofás, cadeiras e muitos outros itens que são descartados às margens das rodovias”, explica.

Ainda de acordo com o engenheiro, o lixo abandonado nas rodovias pode obstruir o sistema de drenagem das pistas, causando danos estruturais à rede, poluir áreas de preservação ambiental e provocar acidentes de trânsito. Os restos de comida deixados em sacos plásticos e outros recipientes é um atrativo para os animais, que podem ser atropelados e/ou morrerem por sufocamento ao tentarem se alimentar.

 

AB Triângulo do Sol I Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo

A concessionária AB Triângulo do Sol é responsável pela administração de 442 quilômetros de rodovias que compreendem o Lote 9 do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo: Rodovia Washington Luís (SP-310), entre São Carlos e Mirassol; Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326), de Matão a Bebedouro; e Rodovia Carlos Tonanni / Nemésio Cadetti / Laurentino Mascari / Dr. Mario Gentil (SP-333), entre Sertãozinho e Borborema.

Publicado em Outras Cidades

TÓQUIO - O núcleo dos preços ao consumidor no Japão caiu no ritmo mais rápido em quase quatro anos em agosto, pressionado principalmente pelos descontos patrocinados pelo governo para viagens domésticas com o objetivo de sustentar o setor de turismo

Os dados fracos de preços ao consumidor são divulgados após o presidente do Banco do Japão, Haruhiko Kuroda, afirmar na quinta-feira que vai monitorar não apenas as tendêncas de preços, mas também o crescimento do emprego ao definir a política monetária, sinalizando prontidão para aumentar o estímulo se as perdas de emprego aumentarem o risco de deflação.

Na quarta-feira o novo primeiro-ministro, Yoshihide Suga, prometeu conter a Covid-19 e manter as políticas de crescimento de seu antigo chefe, ao mesmo tempo em que avança com reformas como digitalização.

O núcleo do índice de preços ao consumidor, que inclui produtos de petróleo mas exclui os voláteis preços de alimentos frescos, caiu 0,4% em agosto sobre o ano anterior, mostraram dados do governo nesta sexta-feira.

A expectativa do mercado era de recuo de 0,4% após estabilidade em julho, igualando o nível visto em novembro de 2016.

Os preços de hospedagem caíram 32,0% em agosto na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com os dados.

 

 

*Por Kaori Kaneko / REUTERS

Publicado em Economia

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30