fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Radio Sanca Web TV - Segunda, 28 Setembro 2020

OAKLAND - O Google anunciou nesta última segunda-feira (28), que vai passar a cobrar taxa de 30% sobre itens vendidos por apps em sua loja de aplicativos que atualmente não estão cumprindo com a política da empresa, numa tentativa de rebater críticas que acusam a companhia de privilegiar alguns produtores.

A mudança ocorre após processos abertos pela produtora de videogames Epic Games, que no mês passado acusou Google e Apple de conduta anticompetitiva. Apps vendidos nas lojas das duas empresas precisam usar o sistema de pagamento delas para recolher uma parcela da receita, algo que os desenvolvedores dos aplicativos afirmam se tratar de uma taxação.

O Google afirmou que menos de 3% dos produtores de apps disponibilizados na Play Store venderam produtos digitais nos últimos 12 meses e quase 97% cumpriram com a exigência de usar o sistema de pagamento da loja.

A Match Group está entre as empresas que publicamente disseram que não pagam a taxa de 30% do Google.

Autoridades de defesa da concorrência em vários países estão avaliando o assunto, incluindo na Coreia do Sul, onde vários aplicativos de mídia fizeram queixas a autoridades recentemente.

Os produtores de aplicativos afirmaram que a taxa de 30% é excessiva em relação às tarifas de 2% cobradas por empresas de cartões de crédito. Apple e Google dizem que a cobrança envolve serviços de segurança e marketing fornecidos pelas lojas.

Novos aplicativos terão até 20 de janeiro para usar a ferramenta de pagamento do Google nas vendas enquanto os apps atuais terão até 30 de setembro de 2021 para se adaptarem.

 

*Por Paresh Dave/REUTERS

Publicado em Economia

SÃO PAULO/SP - A jornalista Rachel Sheherazade gravou um vídeo, em seu canal do Youtube, nesta segunda-feira, 28, e revelou que foi dispensada do SBT por e-mail. Nas imagens, a ex-apresentadora do SBT Brasil, conta que seu contrato encerraria somente no dia 31 de outubro, mas que a emissora decidiu antecipar seu desligamento para está segunda.

“Como vocês já sabem, há cerca de um mês, eu e o SBT decidimos não renovar a nossa parceria de quase 10 anos de trabalho juntos. Nosso contrato, então, deveria seguir até o dia 31 de outubro deste ano, mas o SBT me comunicou, através de um e-mail, que a partir de hoje, segunda-feira (28), eu não mais precisaria voltar à emissora, portanto, apresentar o SBT Brasil. Então, a empresa dá por cumprido o nosso trato”, contou Rachel Sheherazade.

Dispensada após quase dez anos à frente do SBT Brasil, Rachel Sheherazade contou que não pode se despedir de seu público em seu canal. “Eu não tive a oportunidade de me despedir dos meus telespectadores, meus colegas, dos amigos que fiz na emissora. Por isso, estou tentando fazer agora. Sendo a jornalista que mais tempo esteve à frente da bancada (do SBT Brasil), eu achei que seria de bom tom não sair ‘à francesa’. Em consideração e respeito a você, meu público, eu venho neste horário habitual dos telejornais, dizer adeus. Adeus não, um até breve”.

Rachel Sheherazade ainda contou que não pode se despedir dos colegas na emissora e agradeceu o tempo que trabalhou junto de cada um deles. Ela não conseguiu citar o nome de todos, mas relembrou alguns.

“Confesso que foi um desafio tirar um jornal que tinha a média de três pontos de audiência e deixá-lo com uma média de seis, sete pontos na audiência. Já houve bons tempos, quando a opinião era uma marca do ‘SBT Brasil’, que nós chegamos a incríveis dois dígitos de audiência”, disse ela.

“Sim, a nossa opinião – que vocês tanto sentem falta – levaram meu nome e o nome do SBT Brasil ao noticiário. Nunca pensei que jornalista pudesse ser notícia, mas nosso jornalismo virou notícia… Fico honrada em saber que contribui para que o ‘SBT Brasil’ fosse visto, debatido, repercutido, é nesse jornalismo que eu acredito, o jornalismo que faz a gente parar e pensar, sair do canto, agir, mudar”, completou Rachel Sheherazade, citando o tema que fez, diversas vezes, suas falas no jornal gerarem muita polêmica.

Veja o vídeo completo abaixo:

 

Após a divulgação deste vídeo, no Twitter, a jornalista negou que tenha sida dispensado por e-mail, apesar de ter dito.

 

 

*Por: CATRACALIVRE

Publicado em TV

MUNDO - O Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio anunciou, nesta última segunda-feira (28), o percurso do revezamento da tocha. Segundo as autoridades japonesas, o início será no dia 25 de março em Fukushima, local arrasado por um terremoto em 2011.

Na sequência, a chama olímpica passará por outras 46 províncias do país asiático até a chegada à capital, onde acenderá a pira no Estádio Olímpico em 23 de julho. O lema escolhido para o revezamento, pelo Comitê Organizador, é “esperança ilumina nosso caminho”.

“No rastro da pandemia da covid-19, o fogo simbolizará a luz no fim do túnel escuro; uma luz de esperança para o mundo na preparação para os Jogos de Tóquio, que já serão um símbolo da resiliência, da unidade e da solidariedade da humanidade", diz a entidade.

Os organizadores também afirmaram que, dependendo do andamento da pandemia, pequenas mudanças podem ocorrer no cronograma divulgado. Além disso, garantiram que a intenção é fazer um revezamento mais curto e mais barato do que o previsto originalmente.

Já o revezamento da Tocha Paralímpica acontecerá entre 12 e 24 de agosto. Os Jogos Olímpicos de Tóquio acontecem de 23 de julho a 8 de agosto de 2021, e as Paralimpíadas estão marcadas para o período de 24 de agosto a 8 de setembro de 2021.

 

 

*Por Juliano Justo - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional

*AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Esportes

MUNDO - O confronto entre a Armênia e o Azerbaijão aumentou intensamente nessa última segunda-feira (28) dentro e ao redor do território montanhoso de Nagorno-Karabakh. Pelo menos 30 pessoas morreram no segundo dia de embates violentos.

Forças dos dois vizinhos ex-soviéticos se atacaram com foguetes e artilharia, na maior conflagração do conflito de décadas em mais de um quarto de século.

Se ele degenerasse em uma guerra, atrairia as grandes potências regionais Rússia e Turquia. Moscou tem uma aliança de defesa com a Armênia, enquanto Ancara apoia os turcomanos étnicos do Azerbaijão, aos quais os turcos são ligados.

"Não vimos nada assim desde o cessar-fogo da guerra nos anos 90. O combate está acontecendo em todas as seções da linha de frente", disse Olesya Vartanyan, analista sênior do Crisis Group para a região do sul do Cáucaso. Ela afirmou que o uso crescente de foguetes e artilharia cria risco maior de baixas civis, o que pode tornar a escalada mais difícil de ser contida por meios diplomáticos.

"Se houver baixas em massa, será extremamente difícil conter esse combate, e certamente veremos uma guerra propriamente dita que terá uma intervenção em potencial da Turquia ou da Rússia, ou de ambas", opinou Vartanyan.

A Armênia, de maioria cristã, e o Azerbaijão, majoritariamente muçulmano, se enfrentaram pela primeira vez nos anos 80 por causa de Nagorno-Karabakh, região separatista localizada no Azerbaijão, mas povoada e administrada principalmente por armênios étnicos.

A luta fez renascer temores a respeito da segurança do sul do Cáucaso, um corredor de dutos de petróleo e de gás para mercados de todo o mundo.

Angela Frangyan, cineasta que mora em Stepanakert, capital de Nagorno-Karabakh, disse que os moradores se recolheram a abrigos antibomba e que se ouve um bombardeio constante. Todas as lojas foram fechadas e não há quase ninguém nas ruas, contou.

O presidente turco, Tayyip Erdogan, exigiu que a Armênia se retire imediatamente de terras azeris, que acusou o país de estar ocupando, e disse que é hora de encerrar a crise em Nagorno-Karabakh.

O Parlamento armênio repudiou o que classificou como um "ataque militar de escala total" do Azerbaijão em Nagorno-Karabakh, afirmando que a investida está recebendo ajuda da Turquia e que o envolvimento de Ancara cria o perigo de desestabilizar a região. O Azerbaijão negou que a Turquia esteja participando do combate.

Na área diplomática, a China exortou os dois lados a mostrarem comedimento, a Rússia pediu um cessar-fogo imediato e a Turquia disse que vai amparar o Azerbaijão.

 

 

*Por Nvard Hovhannisyan e Nailia Bagirova* - Repórteres da Reuters

*Reportagem adicional de Mark Trevelyan e Tom Balmforth

Publicado em Política

Novo trabalho já conta com mais de 1 milhão de views no YouTube

 

SÃO CARLOS/SP - Lauana Prado, que com sua voz notável, visual e estilo ousados, pluralidade musical e composições marcantes ganhou visibilidade no mercado sertanejo, faz show em Drive-in e divide com o público o mais novo sucesso da sua carreira: V de Vingança. O De Tarde com Lauana Prado acontece no dia 4 de outubro a partir das 15h.

A cantora, que tem quase 5 milhões de ouvintes mensais no Spotify e foi a única artista brasileira a entrar no Top 100 Global dentro do Youtube, já comemora o sucesso da nova música, que em menos de 1 semana, já contabilizou mais de 1 milhão de views na plataforma.

Outros hits que marcaram a carreira de Lauana, como CobaiaMelhor Saída e Você Humilha, além da música Viva Voz que entrou para as mais ouvidas nas rádios do Brasil, prometem agitar a tarde do público presente.

Os ingressos, que custam  200 reais por carro com 4 pessoas na Pista Comum e 250 reais na Pista Premium, dão direito a uma vaga delimitada ao ar livre, em frente ao imenso palco montado com 3 telões gigantes, onde é possível curtir o show fora do carro respeitando o espaço demarcado e com a obrigatoriedade do uso de máscara durante toda a programação. O Drive-in também inova e oferece o Serviço Gin Tônica à Vontade a 150 reais por pessoa.

Drive-in “De Tarde com Lauana Prado”
Data: 4 de outubro - domingo
Horário: Abertura - 15h    
Endereço: Alameda Tocantins, 234 - Alphaville Industrial - Barueri – SP
Ingressos por carro com 4 pessoas: Pista Comum – 200 reais / Pista Premium – 250 reais / Serviço Gin Tônica à Vontade – 150 reais por pessoa       
Informações: (11) 2506-1580

Publicado em Pop & Arte

A ação aconteceu na cidade de Praia Grande, no litoral sul de São Paulo

 

PRAIA GRANDE/SP - Mais uma semana estava sendo concluída, quando uma equipe da 2ª Companhia do 45º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I) precisou colocar em prática uma das técnicas apreendidas no curso de formação da Escola Superior de Soldados (ESSd) – a manobra de Heimlich.

O procedimento, que consiste na compressão abdominal capaz de desobstruir as vias aéreas pela descompressão do diafragma, salvou um menino, de 4 anos, que havia se engasgado enquanto comia um pirulito, na última sexta-feira (25), no bairro Balneário Flórida, na cidade de Praia Grande.

Os avós de criança chegaram na sede da unidade em estado de choque pedindo, pois ela já não estava conseguindo respirar direito. De imediato, dois policiais pegaram o garoto e um deles, o soldado Alexandre Pezotti, começou a realizar a manobra de Heimlich, na tentativa de realizar o salvamento.

Naquele mesmo momento, uma viatura com outros três policiais chegou ao local e, como a criança não apresentava melhora, os militares entraram em contato com o Centro de Operações da Polícia Militar e encaminharam um pedido de emergência à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Samambaia.

Enquanto uma equipe liberava o tráfego para a passagem da viatura, a outra seguia com o garoto em direção à unidade de saúde. Durante todo o percurso o soldado Alexandre continuou o atendimento, até que conseguiu durante a manobra alcançar o doce preso por meio de um pinçamento com o dedo.

Há cerca de cinco anos na PM, o soldado, que no início do mês foi atingido por um disparo durante uma ocorrência voltada ao combate à criminalidade, explicou que a emoção que sentiu durante o salvamento da criança ainda foi maior do que do episódio que colocou em risco a própria vida. 

“Superou totalmente essa outra ocorrência. Quando ele [o menino engasgado] conseguiu respirar e puxar a saliva, começou a gritar que havia melhorado e ainda ficou contente quando percebeu que estava dentro da viatura. Eu amo criança e para mim foi uma sensação indescritível”, contou.

Já na UPA, o garoto foi avaliado por uma equipe médica que constatou que ela estava bem. Ele foi liberado e ficou aos cuidados dos avós.

Publicado em Outras Notícias

Foram encontradas 287 porções de maconha e 425 de cocaína, além de balanças de precisão

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - A Polícia Civil apreendeu, na manhã desta segunda-feira (28), mais de 700 porções de cocaína e maconha, que foram encontradas em um terreno abandonado, no bairro Campos Elíseos, no município de Ribeirão Preto.

A ação foi realiza por agentes da 2ª Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), que diligenciaram até um terreno baldio, na rua Romano Coró.

No local, com auxílio de um cão de faro, a equipe localizou um tijolo, duas porções menores e 284 trouxinhas de maconha, além de 425 microtubos com cocaína e três balanças de precisão usadas na prática criminoso.

Os materiais foram apreendidos e encaminhados ao Instituto de Criminalística (IC), responsável pela perícia. A Polícia Civil prossegue com as diligências para identificar o responsável pelo entorpecente encontrado.

Publicado em Ribeirão Preto

Parrellão, Pirâmide e o Estádio Municipal estão abertos apenas para atividades individuais, com uso obrigatório de máscara 

 

IBATÉ/SP - O Centro Esportivo "Parrellão", localizado no bairro Popular em Ibaté, assim como o Espaço Multidisciplinar da Pirâmide e o Estádio Municipal “Dagnino Rossi” estão abertos para população apenas para práticas de condicionamento físico individual, como caminhadas e corridas. Na entrada desses espaços, cartazes orientam sobre a obrigatoriedade do uso de máscara de proteção facial e que são proibidas atividades coletivas em geral, como ação para o controle da disseminação do novo Coronavírus.

Por meio do Decreto Municipal n◦2.880, de 08 de setembro de 2020, a Prefeitura de Ibaté determinou que "o acesso, utilização e funcionamento de espaços públicos, como praças, campos de futebol, academias, quadras, canchas e similares, só poderão ser utilizados com as regras de distanciamento social e os cuidados de higiene pessoal".

Segundo Raul Seixas II, Chefe de Divisão Municipal de Esportes, de uma maneira geral as orientações para uso dos espaços estão sendo seguidas. "A população de Ibaté está de parabéns. Todos estão compreendendo as restrições necessárias neste momento e atendendo as orientações da Prefeitura, com o uso de máscaras e sem aglomerações. Famílias estão utilizando bastante os espaços, principalmente no final da tarde e início da noite. Consideramos que está sendo muito cautelosa e produtiva essa etapa de retomada das atividades físicas nos espaços públicos de Ibaté", relatou.

Os espaços estão com horários de funcionamento diferentes: o Centro Esportivo "Parrellão" funciona das 7h às 22h e a Pirâmide, das 5h40 às 22h, todos os dias. Já o Estádio Municipal está aberto de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h e aos sábados, domingos e feriados, das 7h às 20h.

Dados

Segundo relatório da situação da Covid-19 em Ibaté, divulgado no último sábado (26) pela Vigilância Epidemiológica e pelo Gabinete de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus de Ibaté, dos 340 casos confirmados no  município, 320 já estão recuperados, o que representa 94,12%. Apenas 17 casos estavam ativos em 26.9, ou seja, 5% do total de confirmados na cidade.

Publicado em Ibaté

Obra, de autoria de Piero Leirner, está disponível nos formatos impresso e digital

 

SÃO CARLOS/SP - Estamos em "guerra". Não aquela com bombas e fogos, mas uma com avalanche de informações causando dissonâncias e induções a comportamentos direcionados. Esse cenário está retratado no livro "O Brasil no espectro de uma Guerra Híbrida: militares, operações psicológicas e política em uma perspectiva etnográfica", de autoria de Piero Leirner, docente do Departamento de Ciências Sociais (DCSo) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e publicado pela Editora Alameda. 
A obra tem como base a tese de titularidade defendida por Leiner em 2019, porém é resultado de mais de 25 anos de pesquisas sobre militares e teoria da guerra, desde o mestrado do pesquisador, defendido em 1995, até hoje.
A Guerra Híbrida que está no título é um dos termos que apareceram no imaginário recente para definir os fatos políticos que transformaram o Brasil na última década. "O livro procura tratar do tema, elaborando tanto a ideia que está por trás dessa forma de guerra - seus conceitos, suas modalidades, sua operacionalidade - quanto o modo específico em que ela foi e é aplicada no Brasil", descreve o autor, que acrescenta que, utilizando-se de elementos da Antropologia, da política e das teorias militares, a publicação traz uma explicação para vários processos que comumente estão associados a uma "polarização" do País.
O livro contém prefácio escrito pelo professor Marco Antonio Gonçalves, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), introdução e quatro capítulos. O caso estudado e relatado na obra leva a um dos protagonistas principais dessa forma de guerra, a híbrida, e sua estratégia: um certo grupo de militares, operações psicológicas e o modo como isso se disseminou na política. 
O resultado, que vai muito além da eleição de 2018, é a dissonância generalizada que impera no Brasil hoje, que aqui segue um dos conceitos centrais da Guerra Híbrida - a cismogênese, ou seja, a criação de divisões sociais com o objetivo de impossibilidade de qualquer pacto social. "Quando pesquisamos o que aconteceu com os militares nos últimos 10 anos, culminando com sua presença no atual Governo, vemos vários elementos de guerras híbridas aparecerem", afirma Leirner.
O livro está disponível nos formatos impresso e digital e pode ser adquirido no site da Editora.(https://bit.ly/3jp3IAZ).

Publicado em Educação

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30