fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Radio Sanca Web TV - Segunda, 05 Outubro 2020

Podem participar graduandos das universidades de São Carlos. Inscrições das equipes vão até 16 de outubro

 

SÃO CARLOS/SP - A Unimed São Carlos, em parceria com o Grupo de Inovação e Extensão em Engenharia Urbana (URBIE), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia Urbana (PPGEU) do Departamento de Engenharia Civil (DECiv) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), está realizando o concurso de ideias destinado aos graduandos de qualquer área do conhecimento das universidades públicas e privadas instaladas na cidade. Os projetos inscritos deverão ser voltados para revitalização, acessibilidade e sustentabilidade do Parque do Bicão e o selecionado receberá premiação.

As inscrições das equipes devem ser feitas no site www.unimedsaocarlosparquebicao.com.br, no link concursos, até o dia 16 de outubro de 2020. Já as propostas deverão ser encaminhadas até 16 de novembro. Só poderão enviar as propostas as equipes que fizeram e tiveram a inscrição homologada.

No mesmo site estão disponíveis também o edital completo do concurso e materiais de apoio. Cada equipe deverá ser composta de no mínimo 3 e, no máximo, 6 estudantes de graduação.  Os resultados serão divulgados em 23 de novembro e o grupo selecionado receberá premiação no valor de R$5.000,00.

Projetos específicos para a região, que inclui uma área de preservação permanente, são importantes para contribuir com as ações de conservação e melhorias do ajardinamento e tratamento paisagístico do local, como explica Érico Masiero, professor do Departamento de Engenharia Civil da UFSCar e coordenador do URBIE: “O concurso basicamente envolve as principais ideias para intervir naquele espaço, referentes ao meio ambiente e à infraestrutura, o estudo da paisagem, arborização urbana, enfim, toda questão que envolve a qualidade ambiental e espacial, possibilitando o uso mais efetivo do espaço e aproveitamento de um potencial que temos na cidade e muitas vezes não é apresentado.  O concurso ainda é uma oportunidade para a cidade discutir especificamente aquela área, que tem um potencial enorme na questão do lazer, da preservação do meio ambiente.”

Incentivar o envolvimento da sociedade, de empresários e das universidades no cuidado com o meio ambiente é um dos objetivos do concurso, afirma o presidente da Unimed são Carlos, o médico Daniel Canedo. “Lançamos com muito orgulho o concurso para começarmos o processo de revitalização. Acredito que será um marco para São Carlos. Criar soluções e ideias para envolver os mais jovens no crescimento da cidade é um caminho para que, no futuro, a gente consiga fazer da nossa cidade, um local melhor.”

 

Adoção do Parque do Bicão

A Unimed São Carlos e Prefeitura Municipal assinaram, no dia 13 de agosto, o termo de adoção no âmbito do projeto Adote uma Praça, onde a Unimed passou a ter responsabilidades na manutenção do Parque do Bicão. A adoção da área é uma das ações da Unimed São Carlos em sua campanha rumo aos 50 anos, que serão completos em maio de 2021.

 

Como parte das ações já realizadas pela Unimed São Carlos no local estão a retirada de cerca de 20 toneladas de lixo orgânico do local e a contratação de limpeza e jardinagem diária. Estão em andamento a revitalização da iluminação e a contratação de um projeto paisagístico.

Publicado em Cidadania
Terça, 06 Outubro 2020 08:11

Homem é detido com drogas na pochete

SÃO CARLOS/SP - A Polícia Militar deteve um sujeito com entorpecentes na Rua Ilton Resitano, no Jardim Tangará, em São Carlos, na noite de ontem, 05.

Segundo consta, o 190 foi acionado e na viatura deslocada para o endereço informado, ao chegar os PMs avistaram o indivíduo com as características passadas pelo COPOM e deteve o sujeito. Em revista corporal, foi localizado 29 gramas de maconha, um dichavador e R$ 1.530,00 em espécie.

V.E.E.M (idade não informada), foi conduzido ao Plantão Policial, onde foi ouvido pelo delegado e posteriormente liberado.

Publicado em Policial

SÃO PAULO/SP - O Internacional interrompeu uma sequência de sete jogos de invencibilidade do Palmeiras na Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. Nesta segunda-feira (5), mesmo atuando no Allianz Parque, em São Paulo, as Gurias Coloradas derrotaram as palestrinas por 3 a 1, pela 13ª rodada da competição, e estão virtualmente classificadas às quartas de final.

O Colorado saiu na frente aos 16 minutos do primeiro tempo, em cobrança de falta da meia Djeny, no ângulo. O segundo saiu no início da segunda etapa, com Belinha. Aos nove minutos, a lateral aproveitou o rebote da goleira Vivi, após escanteio batido pela meia Rafa Travalão na pequena área, e mandou para as redes. Aos 17, Vivi deixou a bola escapar ao tentar cortar um passe da atacante Byanca Brasil e a também atacante Jheniffer marcou o terceiro. O Palmeiras descontou aos 21, com a atacante Rosana, na sobra de um cruzamento da lateral Isabella que parou no travessão.

A equipe gaúcha assumiu o terceiro lugar, com 27 pontos. A distância para o Flamengo, nono colocado e primeiro time fora da zona de classificação, é de seis pontos. O Rubro-Negro ainda pode alcançar o Inter em pontos e número de vitórias.  O Verdão permanece com 24 pontos, no G-8, mas caiu para sétimo, devido à vitória da Ferroviária sobre o Santos, na Vila Belmiro, por 2 a 1, no duelo que encerrou a rodada.

 

Ferroviária x Santos

A meia Rafa Mineira, com um golaço por cobertura, da intermediária, colocou as Guerreiras Grenás à frente, aos 42 minutos do primeiro tempo. Na etapa final, a goleira Luciana se destacou com duas defesas importantes, inclusive a de um pênalti batido pela atacante santista Larissa. Aos 22, a meia Aline Milene ampliou para o time de Araraquara (SP). Dois minutos depois, a atacante Thaisinha diminuiu para as Sereias, que pressionaram, mas não conseguiram o empate. A Ferroviária foi a 26 pontos, na quinta posição. O Alvinegro, já classificado, é o vice-líder, com 30 pontos

 

Minas Brasília x Iranduba

Em outro jogo desta segunda, o Minas Brasília foi a Manaus e derrotou o Iranduba por 2 a 0, em duelo direto contra o rebaixamento. A atacante Bárbara, capitã do Minas, balançou as redes duas vezes, aos 39 minutos do primeiro tempo e aos 11 do segundo tempo. O Hulk da Amazônia teve a chance de diminuir nos acréscimos do segundo tempo, mas a atacante Brenda não converteu a penalidade.

A vitória manteve as brasilienses na 12ª posição, agora com 14 pontos. São quatro de vantagem para o próprio Iranduba, que abre o Z-4, em 13º. Um novo triunfo nas duas rodadas finais da primeira fase, contra Cruzeiro ou Internacional, garante a permanência do Minas na Série A1. Às amazonenses, resta torcer contra o time da capital federal e ganhar os dois próximos compromissos, diante de Avaí/Kindermann e Palmeiras.

O resultado na Arena da Amazônia também confirmou o rebaixamento do Audax, 14º colocado, com sete pontos, podendo chegar somente a 13. Ao time de Osasco (SP), o melhor placar em Manaus seria o empate, já que uma vitória do Iranduba levaria o Hulk a 13 pontos, mas com um saldo de gols bem superior ao das paulistas, que ficaram em situação difícil ao serem goleadas pelo Flamengo no domingo (4), por 4 a 0.

 

Confira a classificação completa da Série A1 do Brasileiro Feminino.

 

 

*Por:Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional

*AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Esportes

MUNDO - Antes mesmo de pisar pela primeira vez numa quadra como profissional, LeBron James era um adolescente que muitos já viam como um dos maiores de todos os tempos. O astro estará em quadra pelo Los Angeles Lakers, que enfrentará o Miami Heat pela quarta partida das finais da NBA, nesta terça-feira, às 22h (de Brasília).

A ESPN transmite de forma EXCLUSIVA as Finais da NBA. Além de assistir aos jogos na ESPN e no ESPN App, você também poderá acompanhar os melhores lances com tempo real em vídeos no ESPN.com.br

E o brasileiro Jefferson Sobral, que chegou a fazer alguns treinos com LeBron James pouco antes dele entrar na NBA, em 2003, conseguiu atestar isso com os próprios olhos.

Sobral chegou a ter contratos não garantidos com Los Angeles Lakers, Denver Nuggets, Milwaukee Bucks e outros times da liga, mas nunca atuou em uma partida oficial. Ele fez parte da liga de desenvolvimento da NBA também.

"Eu fui primeiramente para Cleveland e treinando como se fosse um sparring do LeBron James, que não era conhecido ainda. Mas ele já tinha uma projeção do que seria, o pessoal já falava que ele seria esse astro que é hoje. Foi um ano e meio em Cleveland e por meio do mesmo agente do Nenê. Eles selecionavam caras que poderiam entrar na NBA para trenar em Akron, na cidade do LeBron, que é perto de Cleveland.", disse Sobral, ao ESPN.com.br.

"Nisso estava o LeBron. O pessoal falava: Esse aí já é garantido que será jogador da NBA. E eu não tinha noção na época. O LeBron gostava porque eu ia para cima e não tinha um respeito exagerado. Ele não tinha aquele lance de não me toques. Talvez se eu já conhecesse como o conheço hoje teria tido uma postura diferente, teria um maior receio. Mas na época eu ia para cima. Eu acabei me tornando sparring dele", completou.

Sobral relembrou os tempos de treino com LeBron, com 17 anos ainda na época.

"A gente conversava mais coisas do jogo, brincando. 'Ah, eu vou enterrar na tua cabeça'. Essas coisas mais básicas. Estávamos lá para jogar".

"Eu vejo que ele alcançou o que projetaram para ele. Diziam lá que ele seria o melhor do mundo e hoje ele é o melhor do mundo. Ele mantém essa regularidade ao longo de tanto tempo mesmo tendo 35 anos. Desde os 17, ele chegou e fez uma história linda na NBA. Ele é determinado, focado e se dedica", analisou.

"Foi criada uma grande expectativa e ele fez muito bem. Ser comparado com os maiores da história não tem o que falar. Ele está entre os maiores mesmo. As equipes que ele foi campeão não eram os favoritos, fazia os jogadores serem melhores ao lado dele", finalizou.

 

 

*Por: Gustavo Faldon e Vladimir Bianchini / ESPN.com

Publicado em Esportes

MUNDO - O líder norte-coreano Kim Jong Un ordenou o início de uma campanha nacional de 80 dias para estimular a combalida economia do país, antes da organização, em janeiro, de um congresso excepcional do partido único, anunciou a imprensa estatal.

A decisão, adotada durante uma reunião do Partido dos Trabalhadores, acontece após graves inundações e durante a pandemia do novo coronavírus, fatores que agravaram ainda mais a situação no país isolado.

As campanhas de mobilização em larga escala, nas quais os norte-coreanos devem trabalhar por horas extras e assumir novas tarefas, são frequentes no país em momentos de eventos extraordinários.

"Conseguimos proezas históricas graças aos nossos esforços, superando testes e dificuldades sem precedentes este ano, mas não devemos descansar sobre os louros", afirmou a agência estatal KCNA.

"Temos desafios importantes pela frente e objetivos que devem ser alcançados este ano", insistiu a KCNA.

O nível de participação da população nestas campanhas é monitorado e usado como um termômetro para medir a lealdade dos cidadãos ao regime. Grupos de defesa dos direitos humanos classificam as campanhas como trabalho forçado.

A economia norte-coreana foi muito afetada pelas sanções internacionais que desejam forçar Pyongyang a abandonar seu programa nuclear, que se desenvolveu muito rapidamente desde que Kim chegou ao poder.

Analistas esperam que o país apresente detalhes sobre os novos programas durante o 75º aniversário do Partido dos Trabalhadores no sábado.

 

 

*Por: AFP

Publicado em Economia

SÃO PAULO/SP - A apresentadora Maisa Silva, de 18 anos, pegou o Brasil de surpresa ao anunciar a sua saída do SBT, depois de 13 anos no canal. Segundo um comunicado oficial da emissora, ela decidiu não renovar o contrato e fica no ar com o “Programa da Maisa” até o fim deste mês.

“Foi uma decisão muito difícil, mas a apresentadora sai pela porta da frente e com imensa gratidão a toda a família Abravanel e todos os profissionais que participaram de sua jornada. A decisão foi tomada por conta de novos projetos pessoais e profissionais que Maisa tem vontade de fazer”, informou a assessoria de imprensa da emissora.

Em seu perfil no Twitter, Maisa agradeceu as mensagens que está recebendo desde que sua saída foi comunicada e disse que teve apoio da família e do próprio SBT para concluir o ciclo e iniciar novos caminhos na carreira.

Maisa foi descoberta em 2005, quando tinha 3 anos, pelo apresentador Raul Gil, na Record TV.  Depois, participou de programas no SBT até ser convidada pela emissora a comandar o programa “Sábado Animado” e mais tarde o “Bom Dia & Cia”. Em 2012, ela fez parte do remake da novela Carrosel, onde interpretou a personagem Valéria.

Para explicar melhor sobre sua saída, ela publicou um vídeo de 15 minutos em seu canal no YouTube contando os detalhes da decisão.

Não tem nenhum motivo negativo para esse meu desligamento, apenas essa sensação de que eu preciso sair da minha zona de conforto, que eu preciso me reinventar e porque tem coisas muito legais reservadas para mim”, disse no vídeo.

Leia na íntegra o comunicado do SBT:

 

“O SBT informa que, após 13 anos de emissora, a apresentadora Maisa comunicou a emissora sobre a não renovação de seu contrato, que vence em Outubro. Foi uma decisão muito difícil, mas a apresentadora sai pela porta da frente e com imensa gratidão a toda a família Abravanel e todos os profissionais que participaram de sua jornada durante esse período onde cresceu e se desenvolveu como artista, apresentadora e influenciadora. A decisão foi tomada por conta de novos projetos pessoais e profissionais que Maisa tem vontade de fazer.

Sua parceria com a emissora continua através do Teleton e participações especiais nos programas da casa, como Programa Silvio Santos, Domingo Legal, projetos digitais, entre outros. Será o início de um novo ciclo na vida de Maisa. A diretoria e todos os colegas do SBT desejam à apresentadora ainda mais sucesso e realizações em seus novos caminhos”.

 

 

*Por: Karol Gomes / hypeness.com.br

Publicado em TV

BRASÍLIA/DF - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, pediu união para retomar a votação da agenda de reformas e afirmou que vai dar urgência à regulamentação do teto de gastos públicos. "Com a regulamentação do teto de gastos, a gente resolve o problema social", afirmou.

"Precisamos retomar o nosso trabalho unidos, todos os líderes da Câmara e do Senado que compreendem a importância da modernização do Estado e da construção de um programa social, dentro do teto de gastos para poder dar suporte a milhões de famílias que vão precisar do Estado brasileiro a partir de 1º de janeiro de 2021", disse Maia.

A declaração foi dada na noite desta última segunda-feira (5), após jantar com os ministros da Economia, Paulo Guedes; das Comunicações, Fábio Faria; e da Secretaria de Governo da Presidência, Luiz Ramos.

 

Reformas prioritárias

O presidente da Câmara afirmou que também deve dar prioridade à votação das reformas tributária e administrativa. "A reforma tributária foi combinada com o governo no ano passado e tem como base as propostas da Câmara e do Senado e a CBS do governo", lembrou.

Maia afirmou que está pronto para dialogar sobre a reforma tributária, incluindo outros pontos que o governo "entenda relevantes e queira encaminhar".

Ele também considera necessário votar a reforma administrativa ainda neste ano. "Sem a modernização do Estado brasileiro e uma eficiência do gasto na administração pública, o Brasil não vai andar", alertou.

 

Retomada do diálogo

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que também participou da reunião, elogiou a retomada do diálogo entre o presidente da Câmara e o ministro da Economia para construir uma agenda republicana.

"Cada ator tem as suas responsabilidades perante a sociedade brasileira nessa relação de harmonia e comprometimento com causas, com a sensibilidade de compreender a importância do diálogo, da construção de pontes nessa relação institucional", disse Alcolumbre. "Essa reunião marca um novo iniciar dessa relação, com franqueza, com honestidade, sempre dialogando para construir consensos."

O ministro Paulo Guedes agradeceu a Rodrigo Maia e afirmou que pedia desculpas por qualquer desconforto. "Do meu lado, nunca houve diferenças pessoais. Os interesses do Brasil estão acima de qualquer divergência", destacou.

Guedes observou que a economia está voltando a crescer, com a criação de 250 mil empregos e o aumento do consumo de energia elétrica e da produção industrial.

Segundo o ministro, para garantir a retomada, o governo deve enviar ao Congresso mais propostas. "Vamos ter de aterrissar o programa de auxílio emergencial em um Renda Brasil robusto que atenda os 40 milhões de brasileiros invisíveis em programas de assistência social. Precisamos pensar em criar programas de emprego em massa para reduzir os custos. Há uma pauta no Congresso com gás natural, saneamento, cabotagem, setor elétrico", afirmou.

 

 

*Com informações da Agência Câmara

Por Agência Brasil *

Publicado em Política

Projeto acompanhou mais de 4 mil voluntários por quatro anos e foi divulgado recentemente em publicação internacional

 

SÃO CARLOS/SP - Uma pesquisa desenvolvida na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) comprovou que existe relação entre a deficiência de vitamina D e o risco de incapacidade funcional em atividades básicas de vida diária (ABVD) em pessoas com mais de 50 anos de idade. O estudo é fruto do mestrado de Mariane Marques Luiz, fisioterapeuta e atual doutoranda em Fisioterapia pela UFSCar, e teve a orientação de Tiago da Silva Alexandre, docente do Departamento de Gerontologia (DGero) da Instituição. A pesquisa contou com o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp -Processo N. 18/13917-3).

A capacidade funcional é a habilidade que idosos apresentam para realizar as tarefas do dia a dia de forma independente. A incapacidade, portanto, se caracteriza pela dificuldade ou a impossibilidade de desempenhar atividades cotidianas como comer, se vestir, tomar banho, levantar, ir ao banheiro e andar. Apesar de alguns trabalhos já terem demonstrado uma associação entre baixos níveis de vitamina D com o comprometimento da capacidade funcional de idosos, nenhum havia verificado se a deficiência de vitamina D é um fator de risco para o desenvolvimento da incapacidade. "Assim, nossa pesquisa teve como objetivo analisar se a deficiência de vitamina D era um fator de risco para desenvolver incapacidade em ABVD, além de verificar se esse risco se dava de forma distinta entre homens e mulheres com 50 anos ou mais", destaca Alexandre.

O projeto acompanhou uma amostra de 4.814 participantes provenientes de uma base de dados do Elsa (English Longitudinal Study of Ageing), da Inglaterra, que integra, junto a outros estudos, o International Collaboration of Longitudinal Studies of Aging (InterCoLAging), coordenado pelo professor Tiago Alexandre. Para conduzir a pesquisa, foram selecionados somente indivíduos que não relataram dificuldade para realizar tarefas cotidianas. Os selecionados foram classificados quanto aos níveis de vitamina D no sangue, como suficiente, insuficiente ou deficiente, e também foram coletados dados socioeconômicos e as condições clínicas dos participantes. Após dois e quatro anos, esses indivíduos foram novamente avaliados para verificar se houve o desenvolvimento de dificuldade para realizar uma ou mais das ABVD.

De acordo com o docente da UFSCar, no final dos quatro anos de acompanhamento, os homens com deficiência de vitamina D tiveram um risco 44% maior de desenvolver incapacidade, quando comparados aos homens com níveis suficientes de vitamina D. Por sua vez, as mulheres com deficiência de vitamina D tiveram um risco 53% maior de desenvolver incapacidade, quando comparadas às mulheres com níveis suficientes de vitamina D.
Alexandre explica que o envelhecimento é, frequentemente, acompanhado de uma redução nos níveis de vitamina D no sangue e acrescenta: "Devido à vitamina D possuir uma importante participação na manutenção da saúde dos ossos e músculos, a sua deficiência pode levar a prejuízos musculares como a fraqueza e a atrofia muscular. Consequentemente, pode haver o comprometimento da funcionalidade dos indivíduos mais velhos, repercutindo em dificuldade ou impossibilidade de realizar as ABVD".

O professor também indica que, apesar do risco de desenvolver incapacidade ser numericamente maior nas mulheres com deficiência de vitamina D quando comparadas aos homens com a mesma deficiência, não houve diferença estatística entre esses valores. "Dessa forma, não é possível afirmar que existe diferença entre sexos na deficiência de vitamina D como fator de risco para incapacidade em ABVD", esclarece Alexandre.

Como resultado, o professor destaca que a relação entre "deficiência de vitamina D e incapacidade é clinicamente relevante, pois os níveis de vitamina D podem representar um indicador precoce do comprometimento funcional, que representa um importante agravo para a saúde dos idosos". Assim, segundo ele, o adequado monitoramento dos níveis de vitamina D é uma estratégia para prevenir o desenvolvimento de incapacidade em idosos. A principal fonte de vitamina D é a exposição ao sol, mas, em alguns casos, pode ser indicada a suplementação.

O estudo também teve a participação de pesquisadores da University College London, do Reino Unido, e foi publicado recentemente no Journal of Nutrition (https://bit.ly/33drU3k). O projeto utilizou os bancos de dados do Elsa, que teve sua aprovação ética concedida pelo Comitê de Ética em Pesquisa Multicêntrica de Londres (MREC 2/1/91).

Publicado em Educação

Trio fará apresentação online dia 9 de outubro no YouTube

 

SÃO CARLOS/SP - Kiko, Leandro e Bruno, os eternos meninos do KLB, anunciaram em suas redes sociais que no próximo dia 9 de outubro, a partir das 21h30, estarão ao vivo no canal oficial da banda no YouTube, cantando os hits que marcaram uma geração da música POP brasileira. Será a segunda apresentação online juntos, desde o início da pandemia.

Os irmãos, que seguem com projetos individuais, têm um motivo especial para esse reencontro. O trio assinou com a “Show”, um novo conceito de telefonia móvel que chega ao Brasil, e serão os garotos propaganda da marca, que traz inovação no que diz respeito à tecnologia e custo benefício dentro do setor.

Com matriz na Espanha, a “Show” chega com a melhor cobertura 4G do país e com muitas vantagens. Sem consulta ao SPC ou Serasa, o assinante não tem fidelidade, ou seja, ele permanece quanto tempo quiser, e o melhor de tudo, a “Show” possibilita aos usuários o uso ilimitado aos aplicativos Whatsapp, Instagram, Facebook e Telegram, (sem descontar da franquia, exceto vídeos), além de permitir o envio de SMS e ligações para qualquer celular e fixo do Brasil também de forma ilimitada, e com internet que nunca é cortada.

E as novidades não param por aí, quem garantir um dos planos da “Show”, terá diversos benefícios como acessos exclusivos à lives e shows realizados pela banda, além de poder participar de sorteios ao camarim, espaço exclusivo em apresentações e muito mais.

“É um modelo inovador de operadora de telefonia móvel, que visa beneficiar de todas as formas o consumidor, com o melhor da cobertura celular, e acessos mais que exclusivos aos artistas. Eles estão presentes em diversos países da Europa, Estados Unidos, e mercosul. Acho bacana essa ideia de “ilimitado”. Fico entre Brasil e Estados Unidos há muitos anos, e lá, esse conceito é bem comum, aqui teremos na show internet que nunca é cortada, a pessoa não ficará sem internet quando o plano acabar.  Estamos muito felizes em poder ser os primeiros representantes deles aqui.” – declara Kiko

Os valores dos planos variam de R$39,90 (plano de 3GB) à R$189,90 (plano família com 4 linhas e 5GB para cada), e a pré-venda já está disponível no site KLB.show

 
Publicado em Pop & Arte

Setor faturou 1,8% a menos nos sete primeiros meses do ano em comparação ao mesmo período de 2019; julho, porém, teve melhor resultado desde 2008

 


SÃO PAULO/SP - O segundo semestre do ano começou positivo para o varejo paulista: o setor registrou um crescimento de 6,8% nas receitas em julho em relação ao mesmo período de 2019 – o melhor resultado da série histórica para um mês de julho. No total, o setor faturou R$ 66,3 bilhões no mês, segundo a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), da FecomercioSP.
 
Considerando o acumulado dos últimos 12 meses, entre julho do ano passado e o mesmo mês de 2020, a alta foi de 1,7%.
 
Das nove atividades analisadas pela pesquisa, seis registraram recordes para o mês dentro da série histórica, configurando o melhor julho dos últimos 13 anos para dois terços dos ramos varejistas pesquisados. Além dos supermercados, os destaques de julho ficaram por conta das atividades de materiais de construção (alta de 25,7% em relação a 2019) e lojas de eletrodomésticos (17,1%).
 
Os resultados se mostram animadores após um primeiro semestre de baixas: o varejo paulista encerrou o período de janeiro até julho com queda de 1,8% no faturamento real, em comparação ao mesmo período (janeiro a julho) do ano passado. Em números absolutos, isso significa um montante de R$ 7,5 bilhões a menos nas receitas do setor no estado.
 
Encabeçado pelos bons resultados dos supermercados durante a pandemia de covid-19, pela retomada do ritmo em atividades como as das lojas de eletrodomésticos e de móveis, principalmente a partir de junho – e pelos resultados históricos registrados em julho –, o encolhimento das vendas nos primeiros sete meses do ano foi menor do que se esperava: até maio, essa queda era de 4,5%; em junho, de 3,3%; e, agora, 1,8%.
 
A recuperação lenta do setor, apesar de comemorada, torna remota a possibilidade de qualquer retorno generalizado a um cenário de movimento mais intenso, como nos padrões pré-pandemia, diz a FecomercioSP.
 
Entre janeiro e julho, o varejo paulista vendeu pouco mais de R$ 414 bilhões – liderado pelos supermercados, cujas receitas se mantiveram dentro da média de R$ 22,6 bilhões por mês.
 
O que explica os resultados?
Segundo a FecomercioSP, os números apresentados pela pesquisa refletem as consequências das restrições nos fluxos de pessoas por causa da pandemia, implementadas gradativamente desde março. Neste cenário, a população manteve o consumo de bens essenciais (em supermercados e farmácias) e reduziu a demanda por produtos como roupas e móveis, por exemplo.
 
É possível notar também a influência da chegada do auxílio emergencial às famílias a partir de abril, principalmente em atividades como materiais de construção. Os resultados apontam que o último trimestre do ano, em que as pessoas normalmente fazem as compras de Natal, será determinante para o resultado do varejo paulista em 2020 – isso em um cenário cujo valor do auxílio emergencial do governo federal já terá caído pela metade.
 
Para a Entidade, os empresários do varejo deverão levar em conta ainda aspectos muito relevantes: décimo terceiro salário menor do que em 2019, redução do valor do auxílio, aumento do endividamento de famílias e empresários, apreensão quanto ao futuro do emprego em 2021 e tendência de menos pessoas circulando, ainda preocupadas com a pandemia.
_______________________________________________________________
 PRINCIPAIS NÚMEROS DA PCCV
Faturamento real do comércio varejista do Estado de São Paulo (1º semestre de 2020):
R$ 414.015.964.793

Faturamento real do comércio varejista do Estado de São Paulo (julho de 2020):
R$ 66.349.437.000

Variação de faturamento (comparação entre julho de 2019 e julho de 2020):
6,8%

Faturamento acumulado no ano até julho de 2020:
-1,8%

Faturamento acumulado nos 12 meses entre agosto de 2019 e julho de 2020:
1,7%
_______________________________________________________________
Nota metodológica
A Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV) utiliza dados da receita mensal informados pelas empresas varejistas ao governo paulista por meio de um convênio de cooperação técnica firmado entre a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).
 
As informações, segmentadas em 16 Delegacias Regionais Tributárias da Secretaria, englobam todos os municípios paulistas e nove setores (autopeças e acessórios; concessionárias de veículos; farmácias e perfumarias; lojas de eletrodomésticos e eletrônicos e lojas de departamentos; lojas de móveis e decoração; lojas de vestuário, tecidos e calçados; materiais de construção; supermercados; e outras atividades).
 
Os dados brutos são tratados tecnicamente de forma a se apurar o valor real das vendas em cada atividade e o seu volume total em cada região. Após a consolidação dessas informações, são obtidos os resultados de desempenho de todo o Estado.
 
Sobre a FecomercioSP
Reúne líderes empresariais, especialistas e consultores para fomentar o desenvolvimento do empreendedorismo. Em conjunto com o governo, mobiliza-se pela desburocratização e pela modernização, desenvolve soluções, elabora pesquisas e disponibiliza conteúdo prático sobre as questões que impactam a vida do empreendedor. Representa 1,8 milhão de empresários, que respondem por quase 10% do PIB brasileiro e geram em torno de 10 milhões de empregos.

Publicado em Economia

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Outubro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31