fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Radio Sanca Web TV - Quinta, 13 Mai 2021

 

SÃO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirma nesta sexta-feira (14/05) mais 1 morte por COVID-19 no município, totalizando 319 óbitos.
Trata-se de um homem de 49 anos, internado em hospital público desde 16/04 e morte registrada na noite desta quinta-feira (13/05).
São Carlos contabiliza neste momento 18.217 casos positivos para COVID-19 (92 resultados positivos foram divulgados hoje), com 319 óbitos confirmados e 129 descartados.
O óbito descartado é de uma mulher de 56 anos, internada em hospital público em 12/05 e óbito registrado em 13/05, com resultado negativo para COVID-19.
Dos 18.217 casos positivos, 16.708 pessoas apresentaram síndrome gripal e não foram internadas, 23 óbitos sem internação, 1.486 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 1.105 receberam alta hospitalar e 296 positivos internados foram a óbito.  17.471 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 35.239 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus (125 resultados negativos foram liberados hoje).
Estão internadas neste momento 107 pessoas, sendo 34 adultos na enfermaria (32 positivos, 1 suspeito e 1 negativo). 9 pacientes estão em Unidades de Cuidados Intermediários (UCI), unidades para pacientes que recebem alta da UTI e ainda necessitam de cuidados. No total na UTI adulto estão internadas 58 pessoas (57 positivos e 1 negativo). Somente na UTI/SUS 36 adultos e 1 criança ocupam leitos. Já na enfermaria/SUS estão internadas 15 pessoas adultas. Na rede particular 24 pessoas estão internadas na enfermaria e 22 na UTI.

Continua depois da publicidade

Na enfermaria SUS 5 crianças estão internadas, sendo 2 com suspeita da doença e 3 com resultado negativo para COVID-19. A criança que ocupa vaga de UTI/SUS também está com resultado negativo para a doença.
12 pacientes de outros municípios estão internados em São Carlos, sendo 6 em UTI/SUS e 1 em UTI de hospital particular. 1 paciente de outro município está internado em enfermaria do SUS e 1 está em enfermaria de hospital particular. Na UCI 3 pacientes de outros municípios estão internados neste momento.
A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS adulto está em 97,3% (36 adultos estão internados). Neste momento a cidade opera com 37 leitos de UTI/SUS para adultos, sendo 27 na Santa Casa e 10 no Hospital Universitário (HU).

 


UPA – 9 pessoas estão neste momento sendo atendidas em leito de estabilização da UPA Santa Felícia, todos casos de baixa e média complexidade. Os pacientes já estão cadastrado e aguardam transferência via CROSS.


NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 63.140 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 61.202 pessoas já cumpriram o período de isolamento e 1.938 ainda continuam em isolamento domiciliar.
A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes do tipo PCR em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal (quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois dos seguintes sinais e sintomas: febre - mesmo que referida -, calafrios ou dor de garganta ou dor de cabeça ou tosse ou coriza ou distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos), sendo que 41.023 pessoas já realizaram coleta de  exames, 29.242 tiveram resultado negativo para COVID-19, 11.552 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos). 229 aguardam resultado de exame.
O boletim emitido diariamente pela Vigilância Epidemiológica de São Carlos contabiliza as notificações das unidades de saúde da Prefeitura, Hospital Universitário (HU), Santa Casa, rede particular e planos de saúde.

Publicado em Coronavírus

AÇÃO URGENTE CONTRA A FOME DO MESA BRASIL SESC

Arrecadação de alimentos para o combate emergencial à fome. Durante a pandemia cresceu ainda mais o número de brasileiros que passam fome. A sua solidariedade pode mudar essa situação. Participe!

ONDE DOAR EM SÃO CARLOS
Na cidade são três pontos de coleta:


-?    Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos e Região (Sincomercio)
Segunda sexta, das 8h às 17h
Rua Riachuelo, nº130 - Centro

-?    Sesc São Carlos
Terça a sexta, das 8h às 18h
Sábados, das 8h às 12h
Av. Com. Alfredo Maffei, 700 - Jd. Gibertoni

-?  Senac São Carlos
Terça a sexta, das 8h as 12h e das 13h30 às 17h30
R. Episcopal, 700 - Centro


O QUE DOAR
Alimentos não perecíveis como arroz, feijão, leite em pó, óleo, fubá, sardinha em lata, macarrão, molho de tomate, farinha de milho e farinha de mandioca.

Publicado em Notícias

Atividades são gratuitas e voltadas para profissionais, pesquisadores e estudantes da área da Saúde

 

SÃO CARLOS/SP - Nos meses de maio, junho e julho, a unidade de e-Saúde da Gerência de Ensino e Pesquisa (GEP) do Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar/ERbserh) promove eventos online semanais com o tema central "Aprendizagem e novos desafios após um ano de Covid-19". As lives serão transmitidas ao vivo, pelo Youtube, e são abertas ao público, especialmente para profissionais, pesquisadores, estudantes e docentes da área da Saúde. As atividades são gratuitas, não há necessidade de inscrição e começam no dia 21 de maio.   
No total, serão seis encontros com assuntos relacionados à temática central apresentados por profissionais do HU-UFSCar, docentes e pesquisadores da Universidade. No formato de mesa-redonda e com espaço para perguntas dos participantes, as lives serão mediadas de forma a garantir as perspectivas multiprofissionais e interdisciplinares dos temas abordados. Será um momento importante para compartilhamento de conhecimentos entre envolvidos no cuidado das pessoas com Covid-19.   
O primeiro evento será no dia 21 de maio com o tema "Avanços no cuidado em terapia intensiva do paciente com Covid-19". A abertura ocorrerá às 15h30, com o professor Thiago Russo, docente do Departamento de Fisioterapia da UFSCar e gerente de ensino e pesquisa do HU. A primeira palestra será ministrada por Guilherme Casale, da Clínica Médica do Hospital, seguida por uma mesa-redonda que abordará a atuação multiprofissional e interdisciplinar frente à doença, com a participação de vários profissionais do HU: Daniela Olenscki, chefe da Unidade de Reabilitação; Fabiano Matos de Souza, fisioterapeuta da Terapia Intensiva; Elaine Gomes da Silva, nutricionista; e Rita Cassia Ismail, chefe da Unidade de Apoio a Gestão da Enfermagem. Participam da atividade também Carla Scaranello Domingues, fonoaudióloga; Lara Rosa Cobucci, psicóloga da área hospitalar; e Helen da Silva, do Serviço Social.   
O encerramento do encontro está previsto para as 17h com espaço para debates e perguntas.       


Continua depois da publicidade

Outros temas
O cronograma das lives terá mais cinco encontros: "Saúde Materno-Infantil", no dia 11/6; "Comprometimentos Cardiovasculares, Renais e Neurológicos", no dia 18/6; "Cuidado Integral Pós-Covid-19", em 25/06; "Saúde Mental", em 2/7; e "Vacinas e desafios para o futuro", no dia 16/7.   
As atividades serão sempre às sextas-feiras, à tarde, com transmissão pelo canal do HU no Youtube (encurtador.com.br/aJMTW). Os eventos também ficarão disponíveis no canal para acesso posterior.

Publicado em Coronavírus

No primeiro mês pandêmico no Brasil, março de 2020, setor viu receitas caírem 22,3%; na comparação com o mesmo mês de 2019, retração é de mais de um terço

 
SÃO PAULO/SP
- O último mês do verão, quando muitas pessoas ainda estariam viajando pelo País, seguiu sendo ruim para o turismo brasileiro, como já era a tônica: segundo levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), março foi de queda de 17,6% no faturamento em relação ao mesmo mês de 2020 – quando, já impactado pela chegada do covid-19 ao País, o setor caiu 22,3%.
 
Uma outra comparação ajuda a compreender melhor a crise do turismo: o faturamento de R$ 8,82 bilhões de março de 2021 foi mais de um terço menor (36%) do que aquele registrado há dois anos, em março de 2019 – no último ano sem pandemia. Em outras palavras, o setor perdeu um terço do tamanho agora, em relação àquele contexto pré-pandêmico.
 
O número aumenta também o prejuízo do turismo nacional durante a pandemia, que já é R$ 67,7 bilhões entre março de 2020 e o mesmo mês deste ano. Isso significa que, em meio à crise, o setor perdeu mais de um terço do seu tamanho (-38,1%). No acumulado de 2021, a retração também é expressiva: -26,5%.
 
Para a Federação, estes dados indicam um quadro complexo, em que o turismo não consegue encontrar caminhos para iniciar uma recuperação. Considerando a baixa expressiva no faturamento de março do ano passado, quando as pessoas entravam em quarentena, a queda de agora é ainda mais negativa, porque aponta que as atividades turísticas estão piores agora até mesmo do que naquele primeiro momento da crise.

Continua depois da publicidade

 
Aviação civil puxa prejuízo
Como tem sido desde o início, a retração mais expressiva foi registrada na aviação civil, que encolheu 38,4% em março. O segmento tem experimentado um cenário de baixa demanda e, consequentemente, de baixa na oferta de assentos.
 
O grupo de alimentação e alojamento (hotéis e pousadas), também muito impactado pelas medidas de restrição de circulação, faturaram 20,1% a menos em março deste ano do que naquele mesmo mês de 2020, quando muita gente estava cancelando viagens por causa da pandemia.
 
Já as atividades culturais, esportivas e de recreação, tão importantes para o turismo, caíram 19,1% em março, enquanto locadoras de veículos, agências e operadoras turísticas tiveram recuo de 3,5%. De acordo com o Conselho de Turismo (CT) da FecomercioSP, as empresas que alugam carros estão conseguindo remodelar o perfil de negócios, ampliando contratos de assinatura e ampliando-os para outros segmentos. Já as agências, ao contrário, estão no patamar mínimo de demanda.
 
Dois segmentos cresceram em março, na contramão das quedas: os transportes terrestres (4,8%), como empresas de viagens interestaduais, intermunicipais e internacionais – beneficiadas pela queda da demanda a aviação civil – e o aquaviário (3%), que, por ter uma participação pequena na composição do faturamento do setor, é um resultado praticamente nulo.
 
Para a FecomercioSP, é só com a vacinação da população que o setor terá alguma previsibilidade – imprescindível para os turistas, que precisam se programar a longo prazo para empreender as viagens.
 
Nota metodológica
O estudo é baseado nas informações da Pesquisa Anual de Serviços com dados atualizados com as variações da Pesquisa Mensal de Serviços, ambas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os números são atualizados mensalmente pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), e foram escolhidas as atividades que têm relação total ou parcial com o turismo. Para as que têm relação parcial, foram utilizados dados de emprego ou de entidades específicas para realizar uma aproximação da participação do turismo no total.
 
Sobre a FecomercioSP
Reúne líderes empresariais, especialistas e consultores para fomentar o desenvolvimento do empreendedorismo. Em conjunto com o governo, mobiliza-se pela desburocratização e pela modernização, desenvolve soluções, elabora pesquisas e disponibiliza conteúdo prático sobre as questões que impactam a vida do empreendedor. Representa 1,8 milhão de empresários, que respondem por quase 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e geram em torno de 10 milhões de empregos.

Publicado em Economia

Lista foi anunciada de maneira virtual nesta sexta-feira, no site oficial da CBF. Confrontos acontecerão nos dias 4 e 8 de junho, pela sétima e oitava rodada da competição

 

RIO DE JANEIRO/RJ - O técnico Tite anunciou nesta sexta-feira os convocados da Seleção Brasileira para os confrontos com o Equador e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. O Brasil receberá os equatorianos no dia 4 de junho, no Beira-Rio, às 21h30. Já o duelo com os paraguaios acontecerá no dia 8, em Assunção, também às 21h30 (de Brasília).

Continua depois da publicidade

O coordenador da CBF Juninho Paulista detalhou o planejamento da Seleção e falou sobre a lista final da Copa América.

- Apesar do trabalho à distância, monitorando o dia a dia, teremos esta oportunidade. A lista de hoje será para os dois jogos, nosso obrigatório é ter a lista da Copa América enviada em 10 de junho, passaremos no dia 9 de junho para vocês.

Divulgada de modo virtual, em virtude da pandemia de Covid-19, a lista para as partidas que serão disputadas pela sétima e oitava rodada da competição traz os seguintes jogadores:

 

GOLEIROS

 

  • Alisson (Liverpool)
  • Ederson (Manchester City)
  • Weverton (Palmeiras)

 

DEFENSORES

 

  • Dani Alves (São Paulo)
  • Danilo (Juventus)
  • Alex Sandro (Juventus)
  • Renan Lodi (Atlético de Madrid)

 

ZAGUEIROS

 

  • Eder Militão (Real Madrid)
  • Lucas Veríssimo (Benfica)
  • Marquinhos (Paris Saint-Germain)
  • Thiago Silva (Chelsea)

 

MEIO-CAMPISTAS

 

  • Casemiro (Real Madrid)
  • Douglas Luiz (Aston Villa)
  • Everton Ribeiro (Flamengo)
  • Fabinho (Liverpool)
  • Lucas Paquetá (Lyon)

 

ATACANTES

 

  • Everton (Benfica)
  • Roberto Firmino (Liverpool)
  • Gabigol (Flamengo)
  • Neymar (Paris Saint-Germain)
  • Gabriel Jesus (Manchester City)
  • Richarlison (Everton)
  • Vinícius Junior (Real Madrid)

 

 

*Por: LANCE! 

Publicado em Esportes

SÃO PAULO/SP - O Instituto Butantan paralisou a produção de novas doses da vacina contra Covid-19 CoronaVac devido à falta de matéria-prima. "Nós não temos mais insumos, não temos mais IFA [ingrediente farmacêutico ativo] para a produção de vacinas CoronaVac.", disse o governador de São Paulo, João Doria, em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira, 14.

O Butantan aguarda autorização do governo chinês para a liberação de 10.000 litros de IFA, quantidade suficiente para a fabricação de aproximadamente 18 milhões de vacinas. Segundo Doria, não há entraves relativos à disponibilização do produto ao Butantan por parte da biofarmacêutica chinesa Sinovac, responsável pelo desenvolvimento do imunizante e pela produção da matéria-prima.

"Todos sabem que temos um entrave diplomático, fruto de declarações inadequadas, desastrosas, feitas pelo governo federal contra a China, contra o governo da China e contra a própria vacina. Isso gerou um bloqueio por parte do governo chinês na liberação do embarque destes insumos", disse Doria.

A interrupção da produção afeta em especial as pessoas que precisam tomar a segunda dose da vacina, que deve ser aplicada entre 21 e 28 dias após a primeira dose, e também a imunização de gestantes e puérperas. A administração da segunda dose, necessária para completar o esquema de imunização, já está em atraso na maioria dos estados e deve piorar nos próximos dias. Até o momento, a CoronaVac corresponde a 70% das vacinas disponíveis no Brasil.

Recentemente, o Ministério da Saúde recomendou também que a imunização de gestantes e puérperas com comorbidades seja feita apenas com as vacinas da Pfizer ou do Butantan. Devido a questões de logística, o imunizante da Pfizer está disponível apenas nas capitais e a quantidade de doses ainda é pequena. Portanto, a maioria das cidades no país depende da CoronaVac para vacinação deste público. Assim que os insumos chegarem, a produção será retomada.

Continua depois da publicidade

Entrega de 1,1 milhão de doses

O governado de São Paulo liberou na manhã desta sexta-feira, 14, mais 1,1 milhão de doses da vacina contra o coronavírus ao Ministério da Saúde, totalizando 47,2 milhões de doses disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI).

"Com isso completamos a primeira etapa do contrato de 46 milhões de doses da vacina e já iniciamos o atendimento da segunda etapa dos 54 milhões de doses", disse Doria. O quantitativo entregue hoje indica o início do segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde para fornecimento de mais 54 milhões de vacinas. Essas doses foram produzidas a partir de insumos recebidos no dia 19 de abril.

Além das novas doses da vacina contra a Covid-19, serão entregues em maio mais 30 milhões de doses da vacina contra a gripe ao Ministério da Saúde, para distribuição em todo o país.

 

 

 

*Por: Giulia Vidale / VEJA.com

Publicado em Coronavírus
Sexta, 14 Mai 2021 11:23

Unimed São Carlos completa 50 anos

Cooperativa comemora data mantendo excelência de serviços prestados e ampliando atendimentos

 

SÃO CARLOS/SP - Neste domingo, 16, a Unimed São Carlos completa 50 anos. São 5 décadas de muitas histórias e de um trabalho consolidado em São Carlos e região. Desde 1971, a cooperativa vem exercendo seu papel na saúde suplementar como operadora de plano de assistência à saúde, no segmento de cooperativa médica. E para celebrar esse marco histórico, a Unimed São Carlos está preparando uma lembrança que poderá ser vista no céu de São Carlos no domingo, dia 16, a partir das 19h.
A área de ação da Unimed São Carlos compreende os municípios de São Carlos, Ibaté, Descalvado, Dourado e Ribeirão Bonito. Atualmente, a operadora tem em seu quadro mais de 350 médicos cooperados, em 48 diferentes especialidades, Hospital Próprio acreditado ONA (Organização Nacional de Acreditação) nível 2 – Acreditado Pleno, com Pronto Atendimento, Centro Cirúrgico e Unidade de Terapia Intensiva Adulto e Neonatal, Laboratório de Análises Clínicas certificado ISO 9001 com 3 postos de coleta, serviço de Medicina Preventiva e Centro de Apoio a Crianças.

Continua depois da publicidade

A cooperativa também está ampliando sua estrutura de atendimento, com a finalização das obras do Hospital Unimed São Carlos - Unidade 2. As obras da primeira etapa estão em fase de acabamento. Já a segunda etapa está passando pela concretagem. O novo Hospital vem para consolidar ainda mais a atuação de referência da Unimed São Carlos na região, com estrutura e atendimento de ponta. A unidade vai oferecer prontos atendimentos pediátrico e obstétrico, espaço para exames laboratoriais, raio-x e tomografia, centro cirúrgico para várias especialidades, internações clínicas gerais, e UTI’s neonatal e pediátrica. Já as obras da segunda fase compreendem a construção de um prédio anexo ao atual, com cinco andares, onde funcionarão os setores de Hemodiálise, Hemodinâmica e Oncologia, além de leitos de UTI e enfermaria adulto, espaço ecumênico, área administrativa e fábrica do laboratório. Além disso, a unidade de Descalvado também foi ampliada e a previsão é que o novo espaço comece a operar ainda esse mês, trazendo mais conforto e qualidade no atendimento.

Para Daniel Canedo, presidente da Unimed São Carlos, os 50 anos de história da cooperativa se consolidaram pelo esforço de todos os envolvidos.

“Com todos os cooperados, colaboradores e a confiança dos beneficiários, construímos 5 décadas de muito sucesso, que refletem em toda nossa região. Superamos muitos desafios ao longo desses anos que tornaram a cooperativa a referência que é hoje. Queremos continuar trazendo muita qualidade, cuidado e dedicação para todos que confiam no nosso trabalho.”

 

Evento possui mais de mil títulos voltados para o público infantil e segue no centro de compras até 30 de junho

 

São Carlos/SP  – O Iguatemi São Carlos recebe até o dia 30 de junho a Feira do Livro Letrinha, que traz ao centro de compras mais de 1 mil títulos voltados para o público infantil. O objetivo do evento, que acontece há mais de 15 anos em vários locais do país, é reforçar a importância do hábito da leitura desde a primeira infância.

Samuel Missé, operador da iniciativa, cita o intuito de fortalecer o vínculo entre as palavras e os pequenos por meio da leitura, de forma acessível. “Nossa ideia é proporcionar o mágico encontro entre crianças e livros, pois acreditamos que eles são uma excepcional ferramenta de transformação da sociedade”, diz.

Parceira das editoras Pé da Letra e Doce Cultura Eventos, a feira marca presença em Bienais do Livro, escolas, faculdades e empresas, além de participar de eventos internacionais, como as famosas feiras de Frankfurt e Bolonha.

Continua depois da publicidade

Os clientes do Iguatemi São Carlos podem conferir, além dos livros, uma programação cultural que inclui pockets shows com muita música, contação de histórias, demonstrações de caricaturistas, sessões de autógrafos com autores renomados, recitais poéticos, teatro de fantoches e oficinas. As apresentações ocorrem todos os sábados e domingos, no período de duração da feira.

O centro de compras está aberto de segunda a sábado, das 10h às 21h, aos domingos e feriados, das 12h às 20h, com público restrito a 30% da capacidade total, e mantendo todas as medidas e protocolos recomendados pelos órgãos competentes, como o uso obrigatório de máscaras.

 

Serviço
Shopping Iguatemi São Carlos

Endereço: Passeio dos Flamboyants, 200, São Carlos
Informações: www.iguatemisaocarlos.com.br
Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 10h às 21h, e domingos e feriados, das 12h às 20h.

Publicado em Comércio

SÃO CARLOS/SP - Dentre muitas vezes, mais uma vez as crateras voltam a dar o ar da graça na Rua da Paz, na Vila Isabel, em São Carlos.

Fotos foram postadas pela internauta Anna Claudia, que recebeu reclamações de moradores da região. O problema que esses buracos são problemas antigos, onde surgiram devido enchentes, vazamentos de água, deterioração natural, entre outros.

Continua depois da publicidade

Poxa, será que não tem um engenheiro da prefeitura que diga qual o serviço correto a ser feito neste local, pois vira e mexe essas crateras aparecem. Detalhe, defronte ao ponto de ônibus, onde os usuários (principalmente idosos e deficientes) do transporte coletivo tem dificuldades para subir no coletivo.

Este não é um simples tapa-buraco, pois é um problema crônico, são sempre os mesmos buracos e os mesmos problemas. Se não enfrentar esta situação de frente e fazer realmente o que precisa ser feito, é dinheiro indo pro ralo cada vez que apenas tapa o buraco.

Sabemos do compromisso que o Secretário de Serviços Públicos, Mariel Olmo, e com os engenheiros da prefeitura resolver de uma vez por todas esse problemão!

Publicado em Outras Notícias

EUA - Vacinada nos Estados Unidos com duas doses de imunizante contra a covid-19, Raquel Krähenbühl tirou a máscara ao vivo durante jornal da GloboNews, na quinta-feira (13).

Chamada no programa “Edição das 16h”, a correspondente surgiu na capital dos EUA, Washington, e explicou que, segundo a determinação local, já estava pronta para se livrar do item.

Continua depois da publicidade

“Os Estados Unidos começam a voltar à normalidade, Cecilia. E eu vou fazer agora uma coisa ao vivo que a gente está querendo fazer há muito tempo. Pela primeira vez, eu posso tirar a minha máscara para entrar ao vivo direto dos Estados Unidos”, anunciou a jornalista. “É até emocionante”, emendou, comemorando.

 

 

*Por: ISTOÉ GENTE 

Publicado em TV

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Maio 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            
Propagandas gratuitas right 2