fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Radio Sanca Web TV - Segunda, 12 Abril 2021

SÃO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirma nesta terça-feira (13/04) mais 4 mortes por COVID-19 no município, totalizando 251 óbitos neste momento.

Morreram nesta terça-feira (13/04) três pessoas, sendo um homem de 68 anos, internado em hospital privado desde 18/03; um homem de 81 anos, internado em hospital público desde 11/04 e um homem de 70 anos, internado em hospital público desde 06/04. Na segunda-feira (12/04) morreu um homem de 69 anos, internado em hospital público desde 14/03.

São Carlos contabiliza neste momento 15.448 casos positivos para COVID-19 (144 resultados positivos foram divulgados hoje), com 251 óbitos confirmados e 127 descartados.

Dos 15.448 casos positivos, 14.276 pessoas apresentaram síndrome gripal e não foram internadas, 22 óbitos sem internação, 1.150 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 830 receberam alta hospitalar e 229 positivos internados foram a óbito. 14.692 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 32.444 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus (149 resultados negativos foram liberados hoje).

Estão internadas neste momento 115 pessoas, sendo 44 adultos na enfermaria (40 positivos, 3 suspeitos e 1 negativo). 10 pacientes estão em Unidades de Cuidados Intermediários (UCI), unidades para pacientes que recebem alta da UTI e ainda necessitam de cuidados. Na UTI adulto estão internadas 53 pessoas (53 positivos). Na UTI/SUS 33 adultos e 2 crianças, na enfermaria/SUS estão internadas 24 pessoas. Na rede particular 26 pessoas estão internadas na enfermaria e 20 na UTI. 

Na enfermaria SUS 6 crianças estão internadas, sendo 2 com suspeita da doença e 3 com resultado negativo. 2 crianças estão internadas em UTI/SUS com resultado negativo para o novo coronavírus.

Doze pacientes de outros municípios estão internados em São Carlos, sendo 5 em UTI/SUS e 5 em UTI de hospital particular. Nenhum paciente de outro município está internado em enfermaria do SUS e de hospital particular. Na UCI 2 pacientes de outros municípios estão internados.

A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS adulto está em 91,7% (33 adultos estão internados). 

Neste momento a cidade opera com 36 leitos de UTI/SUS para adultos, sendo 26 na Santa Casa (apesar de ter 30 vagas, somente 26 estão em operação. O hospital anunciou a falta de insumos e não retornou a admissão total de novos pacientes) e 10 no Hospital Universitário (HU).

 

UPA – 3 pessoas estão sendo atendidas em leitos de estabilização, sendo 2 casos de baixa complexidade e 1 casos de alta complexidade.

 

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 57.283 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 55.209 pessoas já cumpriram o período de isolamento e 2.074 ainda continuam em isolamento domiciliar.

A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes do tipo PCR em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal (quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois dos seguintes sinais e sintomas: febre - mesmo que referida -, calafrios ou dor de garganta ou dor de cabeça ou tosse ou coriza ou distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos), sendo que 36.119 pessoas já realizaram coleta de exames, 26.319 tiveram resultado negativo para COVID-19, 9.623 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos). 177 aguardam resultado de exame.

O boletim emitido diariamente pela Vigilância Epidemiológica de São Carlos contabiliza as notificações das unidades de saúde da Prefeitura, Hospital Universitário (HU), Santa Casa, rede particular e planos de saúde.

Publicado em Coronavírus

SÃO CARLOS/SP - O comandante do 38º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), Tenente Coronel Otávio Augusto de Lima Seminate, repassou na tarde desta segunda para vice-prefeito Edson Ferraz e para a secretária de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa Marques, 520 kg de alimentos arrecadados durante a vacinação dos profissionais das forças de segurança pública que compõem a linha de frente na prestação de serviços essenciais à população.

A imunização foi realizada pela equipe da Vigilância Epidemiológica e da Atenção Básica de 5 a 9 de abril no próprio BPM/I que funcionou como um posto regional de vacinação já que além dos policiais de São Carlos, também foram vacinados os profissionais que trabalham em Ribeirão Bonito, Ibaté, Dourado, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro e Porto Ferreira. Também receberam a vacina contra a COVID os policiais militares da Infantaria, Corpo de Bombeiros e Policiamento Ambiental de São Carlos, Polícia Civil da região, Polícia Técnica Científica e Guardas Municipais de São Carlos, Ibaté e Porto Ferreira.

O vice-prefeito Edson Ferraz agradeceu em nome do prefeito Airton Garcia a colaboração do Batalhão. “Antes da pandemia repassávamos através da Cidadania cerca de 400 cestas básicas para famílias necessitadas, hoje esse número ultrapassa 1.600 cestas mensalmente. A pandemia tirou a única renda de muitas pessoas e a campanha é exatamente para beneficiar famílias carentes e com déficit nutricional”, disse Ferraz.

“Agradeço a colaboração dos policiais, guardas municipais e demais profissionais da segurança pública no engajamento da campanha “Vacina Contra a Fome”. Se cada grupo que for vacinado doar um pouco, vamos arrecadar muito. Todos os alimentos serão repassados para famílias em vulnerabilidade social”, garantiu a secretária Glaziela Solfa Marques.

O comandante do 38º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), Tenente Coronel Otávio Augusto de Lima Seminate, lembrou que a Policia Militar nunca parou desde o início da pandemia. “Nossos homens estão nas ruas dia e noite e por meio desse contato com a sociedade sabem bem as mazelas que a pandemia trouxe. Além da doença, a fome passou a fazer parte da realidade de muitas famílias, por isso essa ajuda é importante”.

Publicado em Policial

PARAGUAI - A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) disse que receberá 50 mil doses de vacinas contra covid-19 doadas pelo laboratório chinês Sinovac Biotech para imunizar jogadores de futebol profissionais que participam de torneios de primeira categoria.

"Se trata de um apoio concreto por parte da empresa chinesa para a realização da Copa América e das demais competições do futebol sul-americano", disse a entidade em comunicado, no qual destacou a mediação do presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, para fechar o acordo.

A Conmebol se viu obrigada a adiar a quinta e a sexta rodadas das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 em março por causa das dificuldades de deslocamento dos jogadores, em meio às restrições impostas por causa da pandemia.

A Copa América está programada para começar em junho e será pela primeira vez disputada em duas sedes - Argentina e Colômbia. O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, disse dias atrás que a organização buscava vacinas para que o torneio pudesse ser disputado com público nos estádios.

A Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana estão atualmente sendo disputadas.

O comunicado afirma que a vacinação "estará concentrada nos elencos principais do futebol profissional sul-americano dos torneios de primeira categoria, masculinos e femininos", sem dar detalhes do procedimento.

O anúncio acontece em um momento em que os governos dos países sul-americanos buscam adquirir a maior quantidade possível de doses de vacinas para imunizar suas populações, enquanto a covid-19 avança na região.

A Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) disse na semana passada que a América do Sul era a região mais preocupante do mundo por causa do aumento dos contágios e do número de mortos. Disse também que não havia acesso equitativo às vacinas.

 

 

*Por Daniela Desantis / REUTERS

Publicado em Esportes

BRASÍLIA/DF - Apesar do pedido do presidente Jair Bolsonaro ao senador Jorge Kajuru (Cidadania-SP), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), não tem planos de pautar o impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta terça-feira, 13, Pacheco deve ler o requerimento para instalação da CPI da Covid no Senado. A comissão foi motivo de reclamação de Bolsonaro na conversa com Kajuru. Segundo Pacheco, pedidos de impeachment “não podem ser banalizados em atos de revanchismo ou retaliação”, disse em entrevista ao jornal Valor Econômico. Como antecipou o Estadão, ontem, Pacheco já vinha sendo aconselhado a arquivar os pedidos.

Outro pedido de Bolsonaro na ligação, o de que a CPI não tenha apenas seu governo como foco, mas também as ações de governadores e prefeitos, será parcialmente acatado por Pacheco. Mas não em um formato que deva agradar o Planalto. Isso porque o presidente do Senado planeja anexar ao requerimento do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que será lido hoje, o requerimento protocolado pelo senador Eduardo Girão (Podemos-CE), que inclui chefes dos Executivos estaduais e municipais na investigação.

Apenas a destinação de verbas federais a Estados e municípios será objeto da investigação, já que a apuração da atuação de governadores é tema das assembleias legislativas, e dos prefeitos, das câmaras municipais.

"Uma CPI não pode apurar fatos relativos a Estados. Isso incumbe às Assembleias Legislativas. O que cabe a uma CPI do Senado ou da Câmara dos Deputados é a apuração dos fatos no governo federal e os desdobramentos desses fatos que envolvem recursos federais encaminhados a Estados e municípios. Os fatos relacionados às verbas federais podem ser alvo de inquérito, mas não se pode investigar necessariamente Estados e municípios numa CPI federal", disse Pacheco.

Segundo Pacheco, o pedido de CPI protocolado por Girão é conexo ao original, feito em fevereiro por Randolfe, por isso, serão reunidos numa só tramitação. "Não é que estejamos acolhendo esse requerimento. Na verdade, o requerimento de uma nova CPI promovido pelo senador Girão já conta com as assinaturas suficientes e o fato determinado é conexo a um requerimento feito pelo senador Randolfe, portanto devem ser apensados. Me parece que o novo pedido visa a apurar a destinação das verbas para Estados e municípios. Isso é plenamente possível de se fazer numa CPI do Senado", afirmou.

 

Impeachment

Em relação aos pedidos de impeachment contra ministros do STF, segundo o senador mineiro, que foi eleito para o comando da Casa com apoio de Bolsonaro, tais ações não podem ser transformadas em atos de “revanchismo ou retaliação”. A encomenda de Bolsonaro veio a público após Kajuru divulgar uma ligação entre ele e o presidentee; a conversa, segundo Kajuru disse ao Estadão foi realizada e divulgada no último domingo, após o senador alertar o presidente de que revelaria o diálogo.

"Os pedidos de impeachment tanto de ministros do Supremo quanto do presidente da República devem ser tratados com muita responsabilidade, não se pode banalizar o instituto. Não podem ser usados por revanchismo ou retaliação", avaliou Pacheco.

Na chamada, Bolsonaro pressiona o senador do Cidadania a ingressar com pedidos de impeachment contra membros da Corte. O desejo é de dar uma resposta à decisão tomada na última quinta-feira, 8, pelo ministro Luís Roberto Barroso, que ordenou a instalação da CPI da Covid, que vai investigar as ações e omissões do governo federal na pandemia. Na própria conversa, Kajuru disse a Bolsonaro que já havia apresentado um mandado de segurança para que o STF obrigue o presidente do Senado a abrir um processo de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, do STF.

Segundo o presidente do Senado, não é o momento de discutir impeachment, seja no Executivo ou no Judiciário do País. No entanto, ele afirma que é preciso avaliar "aspectos, sobretudo, de juridicidade, de insatisfação com um ministro ou com o presidente da República", disse. "É preciso identificar se há uma narrativa adequada, justa causa, elementos probatórios mínimos, se há tipicidade do fato em relação à lei de 1950, portanto é algo que deve ser analisado com bastante juridicidade. Não é o momento de se discutir impeachment no Brasil" afirmou.

 

 

*Por: ESTADÃO

Publicado em Política

SÃO CARLOS/SP - O técnico da Seleção Brasileira Feminina de Vôlei, José Roberto Guimarães; o ex-jogador da seleção brasileira de basquete e da NBA, Nenê Hilário, e a ex-zagueira da seleção brasileira feminina de futebol, Monica de Paula, gravaram vídeos para os profissionais de saúde da Santa Casa, nesta segunda-feira (12), quando do hospital completou 130 anos.   


José Roberto Guimarães passou parte da carreira em São Carlos, onde jogou pela ABASC. “Tenho um carinho muito grande por São Carlos. Tenho parentes em São Carlos, onde passei parte da minha infância. E tô muito feliz de passar essa mensagem a todos os profissionais de saúde que têm feito tanto pela população da cidade e quantas vidas têm salvado. E parabéns a Santa Casa, que é um dos principais hospitais da região, pelos seus 130 anos salvando vidas”, afirma o técnico.  


O ex-jogador da seleção brasileira de basquete e da NBA, Nenê Hilário, nasceu em São Carlos. “Minha mãe foi enfermeira da Santa Casa por mais de 25 anos. Por isso, eu quero deixar um grande abraço aos profissionais de saúde do hospital, pela dedicação, carinho e esforço. Que Deus venha abençoar cada um de vocês”

A ex-zagueira da seleção brasileira feminina de futebol, Monica de Paula, também nasceu em São Carlos. “Por isso, tenho um carinho muito grande pela cidade e pelo principal hospital da região. Sei da luta dos profissionais da saúde para salvar vidas! Mas assim como no esporte, em que cada partida é uma superação, tenham certeza de que a cada vida salva, vocês também estão crescendo!”, comenta.

CERIMÔNIA ECUMÊNICA EM CELEBRAÇÃO PELOS 130 ANOS

A Santa Casa promoveu uma Cerimônia Ecumênica para marcar os 130 anos do hospital. Os líderes religiosos, Padre Robson Caramano da Paróquia São Nicolau de Flüe e o Pastor Zezinho conduziram as bênçãos.
Participaram da celebração o Provedor da Santa Casa, Antônio Valério Morillas Júnior; o Presidente da Câmara de Vereadores, Roselei Françoso; o Presidente do Comitê de Saúde da Câmara de Vereadores, Lucão Fernandes. Também estiveram na cerimônia a Coordenadora Financeira e de Captação de Recursos da Santa Casa, Ariellen Guimarães; a Supervisora de Captação de Recursos, Naiara Gomes; a Gerente de Operações, Mariana Danella; a gerente de Nutrição e Dietética, Olga Picolo; Vanessa Crempe, gerente de Relacionamento Médico; André Mascaro, coordenador do Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP); Paulo Segalla, gerente de TI; a coordenadora das Voluntárias da Maternidade, Nilce Morillas e as Secretarias da Provedoria, Alvanira Oliveira e Erica Martins.
“Para nós é motivo de orgulho poder comemorar 130 anos de uma Instituição que tem quase a idade de São Carlos. É a mais antiga Instituição Filantrópica da cidade. A Santa Casa, com todas as dificuldades, está crescendo, está ampliando os serviços, com equipes altamente qualificadas. Meu muito obrigado a toda equipe da Santa Casa por tudo que tem feito pela nossa cidade e região”, celebra o Provedor da Santa Casa, Antônio Valério Morillas Júnior.

 

Publicado em Outras Notícias

SÃO CARLOS/SP - Uma idosa foi na 2ª feira (12), ao Plantão Policial para registar uma ocorrência onde foi vítima de assalto em sua casa, na Rua Manoel M. Carlos Pinto, em São Carlos.

A dona de casa disse que estava em seu descanso matinal, quando foi acordada por três criminosos, que segundo a vítima, estavam armados com uma faca e uma arma de fogo. A mulher foi rendida e os meliantes levaram um Fiat/Toro, celular, R$1.800,00, joias, bike entre outros objetos.

Os bandidos esperaram o filho da vítima sair para ir trabalhar e após isso aconteceu o assalto.

Publicado em Policial

Projeto realizado pela parceria UFSCar e Rotary-Pinhal está aberto a homenagens

 

SÃO CARLOS/SP - Sabe aquele professor que você recorda com carinho e admiração? Com o intuito de homenagear esses profissionais da Educação, o projeto de extensão de arborização urbana, conduzido pelo Departamento de Ciências Ambientais (DCAm) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e o Rotary Club de São Carlos - Pinhal, irá inaugurar, no dia 11 de junho, a Praça dos Professores. A praça está localizada no Loteamento Habitacional São Carlos I, próximo ao Campus II da Universidade de São Paulo (USP). 

Para esta quarta edição, o projeto também está convidando aqueles que queiram, por meio de doações, prestar uma homenagem a professores que foram especiais em suas vidas e, ao mesmo tempo, contribuir com o plantio e a manutenção de árvores na cidade. Para isso, a iniciativa conta também com o apoio do Centro do Professorado Paulista (CPP) de São Carlos. "Estamos honrados em fazer parte dessa iniciativa. A simbologia é perfeita. Árvore é síntese da perpetuação da vida. Professor é certeza de esperança", declara Azuaite Martins de França, presidente do CPP. 

O local do plantio foi indicado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação de São Carlos, que também é parceira no projeto. Além do CPP, essa edição ganhou a participação especial da construtora RPS Engenharia, que executou benfeitorias no local, entre elas, o calçamento de um caminho de terra já utilizado pelos pedestres, facilitando a mobilidade das pessoas. 

A inauguração com o descerramento da placa com o nome dos professores homenageados acontece no dia 11 de junho. No entanto, seguindo as orientações técnicas da UFSCar, o plantio de 100 mudas de espécies nativas, incluindo frutíferas, já foi realizado em novembro do ano passado, no início do período de chuvas, favorecendo, assim, o desenvolvimento das mudas. Devido à pandemia de Covid-19, os detalhes do evento ainda serão acordados pelos parceiros, mediante protocolos sanitários atualizados.

O projeto "Valorização de espaços verdes públicos urbanos: integração universidade e sociedade", implantado junto ao Rotary - Pinhal em 2017 e coordenado, na UFSCar, pela professora Andréa Lúcia Teixeira de Souza, do Departamento de Ciências Ambientais (DCAm), já soma um total de 630 mudas plantadas, incluindo manutenção posterior, em cinco locais de São Carlos (veja histórico no final da matéria).

Captação de recursos

Até agora, a quarta edição do projeto, no Loteamento São Carlos I, conta com 100 árvores plantadas, correspondentes aos professores homenageados. Um plantio complementar será feito de acordo com as novas doações. Dessa forma, quem quiser ainda tem a oportunidade de prestigiar um mestre que marcou sua vida. Podem receber a homenagem professores de qualquer cidade, que atuam ou atuaram desde a Educação Infantil até o Ensino Superior, passando por cursos e outras iniciativas de formação, do setor público e privado. 

Cada árvore simboliza uma pessoa homenageada, mediante doação de R$ 150. O recurso financeiro, administrado integralmente pelo Rotary - Pinhal, é investido na manutenção, por no mínimo dois anos, do local do plantio (incluindo a retirada de ervas daninhas, controle de formigas, adubação periódica e a substituição das plantas, se necessário). Interessados em homenagear professores podem entrar em contato pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo celular/WhatsApp (16) 99101-2384. Os nomes dos professores serão registrados na placa a ser instalada no local do plantio.

Histórico do projeto

Confira as cinco edições realizadas, desde 2017, pelo projeto de arborização em São Carlos, conduzido pela UFSCar e Rotary - Pinhal:

- 2017: "Praça das Mães e das Mulheres", na Praça João Paulo II, em frente à pista de skate do bairro Santa Felícia, com plantio de 100 mudas e doação da comunidade;
- 2018: "Praça dos Pais e dos Filhos", próxima ao Shopping Iguatemi, que também é parceiro dessa edição, com 150 mudas e doação da comunidade;
- 2019: "Praça dos Advogados", no Jardim Araucária, em parceria com a Associação dos Moradores do bairro (Amja) e a Subseção de São Carlos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), inicialmente com 100 mudas e um complemento de 50 mudas em 2020, com doação dos advogados;
- 2020: Praça dos Professores, no Loteamento Habitacional São Carlos I, próximo ao Campus II da USP, com plantio (parcial) de 100 mudas, e participação da RPS Engenharia e CPP; 
- 2020 (segundo plantio do ano): área no bairro Arnon de Mello, com 130 mudas e patrocínio da DNA Consult, aguardando campanha de lançamento.

Publicado em Cidadania

SÃO CARLOS/SP - Josivaldo Barbosa, de 51 anos, perdeu a vida após ser atropelado por um ônibus na Rua Lázaro Santos, no bairro Cidade Aracy, em São Carlos. O fato ocorreu na noite de ontem, 12.

De acordo com Boletim de Ocorrência (B.O), o ônibus parou em um ponto onde dois passageiros entraram, ao sair e tentar fazer uma curva, o motorista escutou gritos para parar, o motorista parou e ao descer do ônibus viu que tinha atropelado um homem.

A vítima foi socorrida à UPA da Vila Prado, mas não resistiu.

A ocorrência foi registrada no Plantão Policial.

Publicado em Policial

SÃO CARLOS/SP - O Comando Dejem composto pelo 1º Tenente Elizabete e o Soldado Flávio, deteve um indivíduo com entorpecentes na Avenida João Dagnone, esquina com a Rua Gildney Carreri, no bairro Santa Angelina, em São Carlos.

O patrulhamento era realizado, quando no cruzamento entre as duas ruas foi avistado o sujeito que ao ver a viatura colocou algo no bolso, os Policiais ao tentar a abordagem o mesmo resistiu, mas foi contido. No bolso de F.G.B de B., foi localizado R$ 119,00 em dinheiro e no chão III (03) invólucros de maconha.

Os Militares resolveram fazer uma averiguação nas proximidades e foi localizado mais V (05) invólucros de maconha e mais uma máquina de passar cartão de crédito e débito.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão ao sujeito, onde foi apresentado ao Plantão Policial e depois ficou no Centro de Triagem de São Carlos.

Publicado em Policial

SÃO CARLOS/SP - A Câmara Municipal de São Carlos agendou para sexta-feira (16), às 18h, a realização de uma  audiência pública online para discutir a elaboração do  PPA (Plano Plurianual) para o período de 2022 a 2025 e da Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2022, conforme prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O PPA é um instrumento de planejamento governamental que define as diretrizes e metas para organizar e viabilizar a implementação e a gestão de políticas públicas, assim como as ações do governo para os próximos quatro anos.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) estabelece as metas e prioridades da Administração Pública para o exercício financeiro seguinte, orientando a elaboração e execução do Orçamento.

Em virtude da pandemia de Covid-19, a população não terá acesso ao plenário do Legislativo, mas a audiência pública será transmitida  ao vivo pelo canal 08 da Net, pela Rádio São Carlos AM 1450, online via facebook e canal do Youtube, por meio da página ofícial da Câmara Municipal de São Carlos. 

Publicado em Política

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Abril 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    
Propagandas gratuitas right 2