fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Radio Sanca Web TV - Terça, 13 Abril 2021

SÃO CARLOS/SP - O Fundo Social de Solidariedade de São Carlos recebeu na última terça-feira (13/04) a visita da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade de Porto Ferreira, Bianca Carandina Rippa, que esteve na cidade para conhecer o trabalho realizado em prol da população em vulnerabilidade social.

A primeira-dama de Porto Ferreira conheceu as instalações das oficinas de corte e costura, assistente de cabeleireiro e de manicure e pedicure e as demais instalações do FSS, inclusive as salas onde são armazenadas e separadas as doações da Campanha do Agasalho e são selecionados os produtos alimentícios para montagem de cestas básicas.

Antes da pandemia o Fundo Social também oferecia presencialmente cursos como de padaria, móveis em paletes, cuidadores de idosos, pedreiro, assentador de pisos e azulejos, entre outros.

“Muitos cursos foram reformulados e novas capacitações entraram na grade, porém desde de março de 2020 tivemos que suspender as aulas presenciais para evitar a disseminação da COVID-19 e desta forma manter o distanciamento. Enquanto a vacina não chegar para boa parte da população, vamos trabalhando com as campanhas pelo sistema drive thru para atender as famílias mais necessitadas. Porém sempre é uma honra receber representantes de outros municípios para conhecer o nosso trabalho”, disse a presidente do Fundo Social de Solidariedade de São Carlos, Lucinha Garcia.

A primeira-dama de Porto Ferreira explicou que assumiu a gestão do Fundo Social esse ano. “O trabalho de São Carlos é referência para a região, por isso vim conhecer as suas diretrizes na promoção de autonomia e renda com o oferecimento de cursos que capacitem e possibilitem a entrada no mercado de trabalho”, explicou Bianca Carandina Rippa que pretende implantar o projeto em Porto Ferreira assim que a pandemia permitir.

Também participaram da visita a diretora do FSS de São Carlos, Lessandra Almeida, da chefe de Divisão de Assistência Social de Porto Ferreira, Renata Varisi e o coordenador executivo do município vizinho, Carlos Damas. A visita foi realizada com o cumprimento de todos os protocolos sanitários em virtude da pandemia da COVID-19.

Publicado em Outras Notícias

SÃO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirma nesta quarta-feira (14/04) os números da COVID-19 no município. Depois de 16 dias consecutivos (período de 30/03 a 14/04) o município não registra nenhuma morte pelo novo coronavírus. Em março foram registrados 79 óbitos e em abril 35 mortes pela doença.

São Carlos contabiliza neste momento 15.542 casos positivos para COVID-19 (94 resultados positivos foram divulgados hoje), permanecendo com 251 óbitos confirmados e 127 descartados.

Dos 15.542 casos positivos, 14.370 pessoas apresentaram síndrome gripal e não foram internadas, 22 óbitos sem internação, 1.191 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 834 receberam alta hospitalar e 229 positivos internados foram a óbito. 14.833 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 32.642 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus (198 resultados negativos foram liberados hoje).

Estão internadas neste momento 106 pessoas, sendo 41 adultos na enfermaria (39 positivos, 1 suspeito e 1 negativo). 8 pacientes estão em Unidades de Cuidados Intermediários (UCI), unidades para pacientes que recebem alta da UTI e ainda necessitam de cuidados. Na UTI adulto estão internadas 51 pessoas (51 positivos). Na UTI/SUS 32 adultos e 1 criança ocupam leitos, na enfermaria/SUS estão internadas 22 pessoas. Na rede particular 24 pessoas estão internadas na enfermaria e 19 na UTI. 

Na enfermaria SUS 5 crianças estão internadas, sendo 2 com suspeita da doença e 3 com resultado negativo. A criança que está internada na UTI/SUS está com suspeita do novo coronavírus.

Onze pacientes de outros municípios estão internados em São Carlos, sendo 5 em UTI/SUS e 5 em UTI de hospital particular. Nenhum paciente de outro município está internado em enfermaria do SUS e de hospital particular. Na UCI 1 paciente de outro município está internado.

A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS adulto está em 89% (32 adultos estão internados). Neste momento a cidade opera com 36 leitos de UTI/SUS para adultos, sendo 26 na Santa Casa (apesar de ter 30 vagas, somente 26 estão em operação. O hospital anunciou a falta de insumos e não retornou a admissão total de novos pacientes) e 10 no Hospital Universitário (HU).

 

UPA – 5 pessoas estão sendo atendidas em leitos de estabilização, sendo 3 casos de baixa complexidade, 1 de média complexidade e 1 de alta complexidade. Todos aguardam transferência para hospital público via CROSS.

 

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 57.407 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 55.389 pessoas já cumpriram o período de isolamento e 2.018 ainda continuam em isolamento domiciliar.

A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes do tipo PCR em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal (quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois dos seguintes sinais e sintomas: febre - mesmo que referida -, calafrios ou dor de garganta ou dor de cabeça ou tosse ou coriza ou distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos), sendo que 36.357 pessoas já realizaram coleta de exames, 26.513 tiveram resultado negativo para COVID-19, 9.697 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos). 147 aguardam resultado de exame.

O boletim emitido diariamente pela Vigilância Epidemiológica de São Carlos contabiliza as notificações das unidades de saúde da Prefeitura, Hospital Universitário (HU), Santa Casa, rede particular e planos de saúde.

Publicado em Coronavírus
Quarta, 14 Abril 2021 13:49

Hmmm.... Posso comer mais um?

SÃO CARLOS/SP - Quantas vezes somos acometidos pelo dialético prazer versus razão? Você já se questionou por que algumas coisas nos causam mais prazer e o que nos faz querer repetir essa sensação?

A resposta é simples, essa sensação é provocada pelo nosso sistema de recompensa, área presente no nosso córtex cerebral.

Mas... como isso acontece? Toda vez que vivenciamos situações prazerosas, nosso sistema de recompensa é ativado, produzindo dopamina (neurotransmissor responsável pelo prazer) e este carrega a informação de satisfação a determinadas partes do nosso organismo.

Além disso, o sistema de recompensa também compreende o sistema límbico (composto pelo hipocampo, hipotálamo e amigdala) sendo relacionado as emoções e experiencias prévias. E olha só, em situações prazerosas há ativação do giro do cíngulo, que é capaz de gerar sensação de felicidade e aumento da atenção e como consequência, a ativação de memória.

E como podemos ativar esse fabuloso sistema? O que você talvez não sabia que ele pode ser ativado naturalmente, através de estímulos naturais, interação social, sexo, alimentos, música, experiências religiosas e espirituais. Além disso, o estado de euforia provocado pode ocorrer através do uso de dispositivos eletrônicos e induzidos por drogas.

Então, vamos responder as duas primeiras perguntas: sabe quando você come aquele chocolate preferido e iminentemente recebe uma sensação de felicidade e satisfação? Naquele momento houve o registro cerebral que aquele estimulo é potencialmente prazeroso, o que seria altamente agradável de ser repetido.

Ah então quer dizer que meu sistema de recompensa irá sugerir que eu repita essa ação? Isso mesmo! Daí entramos em conflito com o nosso córtex pré frontal, onde a racionalidade assume a situação e conflitua com o nosso prazer. E quando a emoção ganha, nós reforçamos o sistema de recompensa a pedir que repetimos cada vez mais esse padrão. O que a longo prazo dificultara o rompimento.

E aí, o que você achou de conhecer um pouco mais sobre esse fantástico mundo?

 

*Texto Escrito Por: Aline Cristina Gavioli – CRP:  06/164909

Programa Confortável Mente

Instagram@confortavelmente_psi

FacebookConfortável Mente

SÃO CARLOS/SP - O vereador Elton Carvalho (Republicanos), em conjunto com os alunos do curso de Medicina da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), se posicionou a favor do retorno dos estágios práticos dos cursos da área de saúde da UFSCar e contra a realização na modalidade de ensino à distância do curso de Medicina, que em longo prazo causaria prejuízos significativos à formação dos futuros profissionais.

O posicionamento é resultante de um amplo debate ocorrido na tarde da última segunda-feira (12) durante a audiência pública que discutia sobre a retomada presencial de estágios dos cursos que integram a linha de frente do combate à covid19, como medicina, enfermagem, fisioterapia, entre outros.

O curso de medicina da UFSCar se destaca pela metodologia de ensino-aprendizagem baseado na carga prática (25-50% da carga horária do primeiro ao quarto ano) e por sua atuação frente a rede de saúde com a adição de mais de 100 consultas oferecidas semanalmente realizadas pelos alunos e os docentes médicos do curso.

“Eu já fui aluno de graduação e pós nas modalidades presencial e a distância. Também trabalhei na enfermagem com alunos da UFSCar da medicina e de outras áreas e tenho plena convicção que o curso de medicina EaD pode trazer graves consequências na formação de futuros médicos. Aprende-se muito no atendimento à saúde de forma empírica, na prática, com vivências e com as dificuldades e limitações impostas pela realidade”, argumentou o parlamentar.

Elton mostrou-se preocupado com o estabelecimento da modalidade EaD por um prazo indeterminado: “Mesmo que a alteração na modalidade de ensino contemple somente alunos do 1º ao 3º ano, enquanto perdurar a pandemia, não temos a mínima ideia de quando a pandemia irá terminar, e isso me preocupa”. Além do embate dos alunos do curso de medicina contra a reitoria da UFSCar, visando a construção de um plano de retomada real, gradual e seguro que ajude a população de São Carlos durante esse período turbulento.

De acordo com o vereador, ficou evidente na audiência que a Prefeitura está disposta a auxiliar na vacinação e retomada dos estágios, desde que, a UFSCar, através das coordenações de cada departamento envolvido, apresente um planejamento detalhado e viável, evitando a morosidade e burocracias que vem a mais de um ano atrapalhando a retomado dos estágios práticos dos cursos da área de saúde, como a medicina.

Publicado em Política

BRASÍLIA/DF - O presidente Jair Bolsonaro incluiu os Correios no Programa Nacional de Desestatização (PND). O decreto foi publicado hoje 14) no Diário Oficial da União.

A inclusão da estatal no programa de privatização do governo foi recomendada pelo Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI), em reunião no mês passado, faltando apenas a aprovação presidencial para o andamento dos processos. Na semana passada, Bolsonaro já havia aprovado a inclusão da Empresa Brasil e Comunicação (EBC) e da Eletrobras no PND, que também foram objetos de recomendação do CPPI.

Sobre os Correios, a equipe do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) concluiu os primeiros estudos que analisaram modelos de desestatização do mercado postal em outros países e recomendou a empresa para o PND, onde será iniciada a segunda fase dos estudos. O conselho optou pela venda total da empresa, em vez do fatiamento, que poderá ser a venda majoritária (em que o Estado continua como acionista minoritário) ou venda de 100% das ações.

A segunda fase dos estudos será implementada ao longo deste ano pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e detalhará o modelo a ser adotado para a desestatização do setor postal. O governo não apresentou cronograma, mas estão previstos debates com a sociedade, com investidores e com empregados e a aprovação pelo Tribunal de Contas da União (TCU) sobre os aspectos da modelagem e os documentos jurídicos.

A venda dos Correios depende da aprovação, pelo Congresso Nacional, do projeto de lei (PL) que quebra do monopólio estatal e regulamenta a abertura do mercado postal à iniciativa privada. O texto foi apresentado em fevereiro pelo governo federal.

Chamado de Marco Regulatório para o setor postal, o texto também define a obrigatoriedade do cumprimento de metas de universalização e qualidade dos serviços e estabelece a criação da Agência Nacional de Comunicações, em substituição à atual Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que passará também a regular os serviços postais.

A privatização dos Correios  vem sendo discutida há anos no âmbito do governo federal e é motivo de protestos de funcionários da estatal.

De acordo com o governo, o desenvolvimento adequado dos serviços postais brasileiros demanda um patamar de investimentos que o setor público não consegue prover. “Além disso, a União deve concentrar os seus esforços nas atividades em que a presença do Estado seja fundamental para a consecução das prioridades nacionais”, explicou em nota.
Unidades de conservação

Também foi publicado hoje o Diário Oficial da União o decreto presidencial que qualifica nove unidades de conservação no âmbito PPI e as inclui no PND. Nesse caso, será transferida para a iniciativa privada a prestação dos serviços públicos de apoio à visitação, com previsão do custeio de ações de apoio à conservação, à proteção e à gestão dos parques.

A Secretaria Especial do PPI, do Ministério da Economia, destacou que se trata de projeto de concessão, isto é, os patrimônios continuam sendo da União. “O objetivo é aprimorar e diversificar os serviços ofertados nas unidades, garantindo o aproveitamento sustentável das potencialidades econômicas existentes, além de agregar maior eficiência na gestão e na conservação da biodiversidade, aliada à geração de emprego e renda para a população local”, informou, em comunicado.

As unidades de conservação são a Floresta Nacional de Brasília (DF) e os parques nacionais da Serra dos Órgãos (RJ), da Chapada dos Guimarães (MT), de Ubajara (CE), da Serra da Bocaina (divisa entre RJ e SP), da Serra da Capivara (PI), da Serra da Bodoquena (MS), do Jaú (AM) e de Anavilhanas (AM).

A qualificação no âmbito do PPI serve para confirmar o caráter estratégico dos empreendimentos para o governo federal. Assim, será dado tratamento prioritário aos projetos de concessão.

O processo contará, na sequência, com estudos de avaliação da viabilidade técnica, econômica, financeira e ambiental, levando em consideração todas as especificidades e Planos de Manejo das unidades de conservação. Após a conclusão dos estudos, o projeto será submetido à consulta e audiência pública e passará também por avaliação prévia do TCU.

Edição: Valéria Aguiar

Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil - Brasília

Publicado em Outras Notícias

Equipe participou na categoria nova experiência na área de entretenimento

 

SÃO CARLOS/SP - Uma equipe formada por alunos da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) foi uma das finalistas da fase nacional do L’Oréal Brandstorm 2021, um jogo de negócios voltado para o desenvolvimento de ideias inovadoras e tecnológicas para a L'Oréal, pensando nas tendências atuais e no retorno que pode trazer à empresa. 
Integram a equipe os graduandos João Gabriel Viana Hirasawa e Mariana Zagatti Sabino, da Engenharia de Computação, e Silvia Luemi Aguena Nakamura, da Engenharia Elétrica, todos da UFSCar.

Ao todo, o desafio é constituído de quatro etapas: uma etapa ampla nacional, a final nacional, a semifinal internacional e a final internacional. A equipe da UFSCar chegou até a fase final nacional.

Nessa segunda etapa, a seleção foi dividida em duas partes: em um primeiro momento, ocorreu o envio inicial dos projetos (vídeo e documento com explicações do projeto), com cerca de 230 grupos participantes; dessas equipes, seis foram selecionadas para participar da final nacional. Os critérios para escolha dos projetos foram inovação, utilidade, viabilidade e escalabilidade.

Os grupos classificados participaram de uma série de eventos, webinários e reuniões com times de diversas áreas da L'Oréal Brasil para ajudar na elaboração dos projetos para a final nacional. O desafio contou com três categorias: novos produtos ou serviços, novo modelos de negócios e novas experiências inspiradas em entretenimento. Foi dessa última que a equipe da UFSCar participou.

O projeto da equipe da UFSCar é um jogo, descrito por Hirasawa "como um novo multiverso da beleza. Planejamos uma experiência imersiva, onde os jogadores podem criar seu próprio avatar virtual e gerenciar um salão de beleza, jogando minijogos para evoluir o salão. Outro aspecto chave é a interação em um fórum para compartilhar opiniões sobre produtos da L'Oréal e encontrar novos produtos que possam interessar às pessoas. Os jogadores ainda podem juntar moedas e cumprir desafios para receber benefícios como cupons de desconto em lojas online e outros brindes".

Com o objetivo de trazer a L'Oréal para mais perto dos consumidores, aumentar a difusão e discussão dos produtos das diferentes marcas da empresa e aproveitar o grande tamanho mundial da indústria de jogos, o grupo inovou ao apresentar um universo virtual para o ramo da beleza que integra aspectos de gamificação, rede social e visa realmente mudar a relação dos consumidores com a marca. "Uma maneira de inserir a L'Oréal no ‘metaverso’", completou o graduando.

"A vantagem tecnológica do nosso jogo é fornecer esse espaço dinâmico, que integra as pessoas nesse mundo digital de beleza. Há diversos aspectos de vantagem para a L'Oréal, como permitir a elaboração de sistemas de recomendação de produtos, a descoberta de novas tendências e a presença marcante nas redes sociais que o jogo poderá oferecer", afirmou. O público-alvo são pessoas de todas as idades que gostem de produtos de beleza em geral.

"Foi uma experiência única ter contato com tantos profissionais de áreas distintas dentro do mundo do negócio, principalmente por conta da oportunidade de conhecer o funcionamento da L'Oréal e o impacto das novas ideias diretamente no futuro da empresa", concluiu Hirasawa.

Publicado em Educação

Enfrentamento da pandemia sobressai na agenda legislativa

 

SÃO CARLOS/SP - Na sessão da Câmara Municipal desta terça-feira (13), o vereador Roselei Françoso, presidente da Casa, fez referência aos 100 dias, completados no último dia 10, de sua gestão à frente do Legislativo são-carlense. A Mesa Diretora empossada no dia 1º. de janeiro com mandato no biênio 2021-2022, é integrada pelos vereadores Rodson Magno (1º, vice-presidente), Robertinho Mori (2º.vice presidente),  Marquinho Amaral (1º. secretário) e vereadora Raquel Auxiliadora (2ª secretária).

Roselei ponderou que “pelas restrições impostas pelo enfrentamento da pandemia, foram 100 dias absolutamente atípicos para uma gestão que se inicia”. Observou, no entanto que os resultados alcançados “colocam a Câmara Municipal no rumo das metas que traçamos: uma Casa que preserva sua autonomia e independência e atua com transparência e em sintonia com a sociedade”.

No período foram realizadas 12 sessões ordinárias, com 139 projetos apreciados e 69 aprovados em plenário, como também 646 requerimentos, 114 moções, 16 projetos de resolução, 3 decretos-leis e ainda 248 indicações encaminhadas ao Executivo.   

  A Câmara Municipal criou a Comissão Permanente de Segurança Pública e Defesa Social, três Frentes Parlamentares e uma Comissão Parlamentar de Inquérito que está em andamento.

Desde janeiro foram realizadas oito audiências públicas e quatro sessões solenes, entre elas a do dia 26 de março em que foram prestadas homenagens às profissionais da Saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid-19.

 

ENFRENTAMENTO DA PANDEMIA – Roselei enfatizou que a pauta determinante na agenda da Câmara nos primeiros 100 dias de sua gestão tem sido com a incidência da Covid-19 em São Carlos.

           “Todos nós – vereadores e vereadoras – estamos empenhados na preservação de vidas e, dessa forma, buscando uma melhor condição ao nosso município para fazer frente à pandemia; muitas das ações deste Legislativo comprovam que estamos mobilizados e atentos”, disse.

No dia 2 de março foi aprovado projeto de lei que dispõe sobre a constituição de convênio público para a aquisição de vacinas, insumos, medicamentos e equipamentos para o enfrentamento da pandemia e assuntos relacionados à vacinação pautaram a audiência pública realizada no dia 10 do mês passado e a criação da Frente Parlamentar de Enfrentamento à Pandemia.

O Legislativo realizou no dia 13 de março uma reunião com representantes da sociedade civil resultou em documento encaminhado ao Poder Executivo, propondo medidas concretas e aprovou a “CPI da Saúde” para apurar procedimento da gestão da secretaria municipal.

No último dia 26, Roselei conseguiu agendar e realizar uma reunião online entre autoridades municipais, federais e hospitais públicos de São Carlos buscando equacionar a falta de medicamentos e insumos utilizados no tratamento e manutenção da vida dos pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa. “Caminhamos na direção do que foi proposto quando assumimos o mandato no dia 1º de janeiro: meta central demonstrar o quanto os assuntos da Câmara são importantes”, declarou o presidente.

 

AUDIÊNCIAS PÚBLICAS – Roselei destacou, entre as atividades iniciais da Legislatura, a sessão solene alusiva aos  20 anos da Casa Abrigo “Gravelina Terezinha Lemes” e a criação das frentes parlamentares em defesa dos direitos das mulheres e em defesa dos servidores públicos. Também assinalou as audiências públicas que trataram de assuntos como a inserção da Equoterapia para beneficiar pessoas portadoras de deficiência, a questão do corte do 14º Salário e benefícios dos servidores municipais, a retomada de aulas presenciais nas escolas e as audiências de cumprimento de metas das secretarias da Fazenda e da Saúde.Outro tema discutido foi a suspensão das atividades práticas e reinserção da medicina da UFSCar no sistema de saúde do município.

Nesta semana a Câmara programou a realização de audiência pública online nesta quinta-feira (15) para tratar da situação dos cemitérios municipais, e no dia 16 para discutir a elaboração do plano plurianual para o período de 2022 a 2025 e a lei de diretrizes orçamentárias para o exercício de 2022.

O presidente da Câmara informou que a Câmara realizou o procedimento licitatório para contratação de emissora de rádio para divulgação ao vivo das sessões plenárias e adiantou que “assim que possível, atuaremos no sentido de ampliar a comunicação e buscar mecanismos que facilitem a nossa aproximação com a população”.

Depois de agradecer aos vereadores e aos servidores da Câmara “pelo empenho e dedicação a este momento tão delicado que vivemos” reafirmar compromisso com a defesa da democracia e com a liberdade de atuação dos parlamentares.

“Nossa  preocupação maior segue sendo o enfrentamento da pandemia para que possamos superar esse momento e ajudar o município na retomada de suas atividades normais. Toda a ação deste Poder Legislativo tem o objetivo precípuo de defender o interesse de cada cidadã e de cada cidadão que vive neste município”, concluiu.

Publicado em Política

EUA - Maitland Ward, que trabalhou em produções da Disney como ‘O Mundo É dos Jovens’ e ‘As Branquelas’, afirmou que a indústria pornô a ajudou a retomar a carreira em Hollywood.

“Eu fui renovada! Eu realmente nunca sofri o julgamento severo sobre o qual fui avisada e que muita gente esperava [por estar no pornô]”, disse ao tabloide britânico The Sun.

“Na verdade, minha carreira tem sido muito celebrada, mesmo por grupos de pessoas que eu nunca teria imaginado.”

Segundo a atriz, muitas mulheres dizem que ela é uma fonte de inspiração. “Elas me dizem como é empoderador eu pegar minha vida e minha sexualidade de volta e não ter vergonha disso”, disse Maitland.

A atriz também aponta que a indústria pornográfica não a estereotipou — diferentemente das produções hollywoodianas. “Eu venho trabalhando em produções distorcidas, sombrias e sérias que jamais pensei em fazer na minha vida”, afirmou.

“Esses são os papéis que Hollywood não me deixou desempenhar, além do sexo, porque me colocaram em uma caixa da qual eu não pude escapar. Isso aconteceu até eu fazer pornô.”

“E quem iria imaginar quando comecei na Disney que acabaria vivendo um conto de fadas no mundo do cinema adulto, ganhando prêmios pelo meu trabalho”, acrescentou a atriz.

 

 

*Por: ISTOÉ GENTE

Publicado em Celebridades

RIO DE JANEIRO/RJ - Anderson Leonardo, do Molejo, e MC Maylon teriam um relacionamento! Isso mesmo! Pelo menos é o que garante o jovem, que acusa o cantor de estupro durante encontro em um motel do Rio de Janeiro, em dezembro do ano passado.

Ao jornal “Extra”, o rapaz disse que vivia um affair há 8 meses com o sambista, mas afirmou que era o ativo da relação.

“Preciso falar a verdade. Quero esclarecer para as pessoas saberem. Eu era caso do Anderson do Molejo. Tive um relacionamento com ele por 8 meses, de muito amor”, relatou.

E destacou: “Tínhamos relações sexuais antes de acontecer o estupro, só que eu era o ativo da relação”.

Apesar do suposto romance, Maylon reafirmou ter sido abusado sexualmente. “Não menti em nada, porque teve estupro. Mesmo eu sendo ex do Anderson, foi estupro. Eu era o ativo da relação e virgem, porque eu só era ativo. E no estupro, ele foi ativo comigo.”

Anderson Leonardo, por sua vez, ainda não se pronunciou a respeito das novas revelações.

O rapaz, de 21 anos de idade, prestou queixa contra o pagodeiro em fevereiro. Na ocasião, relatou ter sofrido violência sexual em dezembro. O cantor, então, depôs na polícia e assumiu ter feito sexo com o MC. Mas garantiu que tudo foi consensual.

 

 

*Por: FAMOSIDADES

Publicado em Celebridades

SÃO CARLOS/SP - Os GMs do Canil conseguiram deter três jovens com entorpecentes na Rua Roberto Ferreira Lassance, no bairro Romeu Tortorelli, em São Carlos.

A viatura do Canil realizava patrulhamento, quando se deparou com os três sujeitos em atitude suspeita, os jovens estavam passando algo para uma pessoa em um veículo. Os mesmos ao ver a viatura ficaram apreensivos e foram abordados. Com eles foi encontrado XX (10) epeendorfs de substância análoga a cocaína, I (01) porção de substância análoga a maconha, I (01) cigarro da mesma substância e R$ 130.00. Indagados, os menores relataram que estavam traficando.

Diante dos fatos, os jovens de 15,16 e 17 anos, foram conduzidos à Central de Flagrantes.

Publicado em Policial

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Abril 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    
Propagandas gratuitas right 2