fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Radio Sanca Web TV - Segunda, 05 Abril 2021

SÃO CARLOS/SP - O vereador Robertinho Mori (PSL) protocolou nesta segunda-feira (5) requerimento solicitando a possibilidade de vacinação de pessoa portadora de deficiência no município.

No requerimento o vereador menciona que a situações de risco, emergência ou situação de calamidade, a pessoa com deficiência é considerada vulnerável.

"Por essa razão, o Poder Público deve tomar as medidas necessárias à sua proteção e segurança", avalia o vereador. 

Além disso, o parlamentar destacou que foi ignorado o previsto na Lei Brasileira de Inclusão (LBI), que em mais de um dispositivo estabelece o atendimento prioritário às pessoas com deficiência observando-se os protocolos médicos, assegura atenção integral à saúde da pessoa com deficiência em todos os níveis de complexidade por intermédio do SUS e garante o acesso universal e igualitário, sem esquecer da prioridade nas campanhas de vacinação (articulação entre o artigo 9º, I e o artigo 18, parágrafo 4º, IV). 

Publicado em Política

SÃO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirma nesta terça-feira (06/04) mais 2 mortes por COVID-19 no município, totalizando 230 óbitos neste momento.

Trata-se de um homem de 69 anos, internado em hospital privado desde 13/03 e uma mulher de 72 anos, internada em hospital privado em 12/03. Os óbitos foram registrados na noite desta segunda-feira (05/04).

Nesta terça (06/04) foram registradas duas mortes de pacientes de outros municípios, porém que estavam internados em hospitais de São Carlos: um homem de 76 anos de Ibaté, internado em hospital privado desde 27/03 e de uma mulher de 68 anos de Ribeirão Bonito, internada em hospital privado desde 28/03.

São Carlos contabiliza neste momento 14.688 casos positivos para COVID-19 (108 resultados positivos foram divulgados hoje), com 230 óbitos confirmados e 127 descartados.

Dos 14.688 casos positivos, 13.672 pessoas apresentaram síndrome gripal e não foram internadas, 22 óbitos sem internação, 994 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 680 receberam alta hospitalar e 208 positivos internados foram a óbito.13.939 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 31.774 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus (137 resultados negativos foram liberados hoje).

Estão internadas neste momento 124 pessoas, sendo 54 adultos na enfermaria (51 positivos e 3 suspeitos). 11 pacientes estão em Unidades de Cuidados Intermediários (UCI), unidades para pacientes que recebem alta da UTI e ainda necessitam de cuidados. Na UTI adulto estão internadas 57 pessoas (56 positivos e 1 suspeito). Nenhuma criança está internada em UTI/SUS. Na enfermaria/SUS estão internadas 27 pessoas. Na rede particular 29 pessoas estão internadas na enfermaria e 21 na UTI.

Doze pacientes de outros municípios estão internados em São Carlos, sendo 6 em UTI/SUS e 3 em UTI de hospital particular. Nenhum paciente de outro município está internado em enfermaria do SUS, 1 está em enfermaria de hospital particular e 2 estão em leitos de UCI.

A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS adulto está neste momento em 100% (36 adultos estão internados).

Neste momento a cidade opera com 36 leitos de UTI/SUS para adultos, sendo 26 na Santa Casa (apesar de ter 30 vagas, somente 26 estão em operação. O hospital anunciou a falta de insumos e não retornou a admissão total de novos pacientes) e 10 no Hospital Universitário (HU).

UPAS/CENTRO DE TRIAGEM – 11 pessoas estão sendo atendidas em leitos de estabilização: 2 na UPA do Aracy, 4 na Vila Prado e 5 na Santa Felícia. No Centro de Triagem do Ginásio Milton Olaio Filho nenhum paciente está internado neste momento. De 11 pacientes, 3 são casos de alta complexidade.

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 55.275 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 53.756 pessoas já cumpriram o período de isolamento e 1.519 ainda continuam em isolamento domiciliar.

A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes do tipo PCR em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal (quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois dos seguintes sinais e sintomas: febre - mesmo que referida -, calafrios ou dor de garganta ou dor de cabeça ou tosse ou coriza ou distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos), sendo que 35.004 pessoas já realizaram coleta de exames, 25.658 tiveram resultado negativo para COVID-19, 9.102 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos). 244 aguardam resultado de exame.

O boletim emitido diariamente pela Vigilância Epidemiológica de São Carlos contabiliza as notificações das unidades de saúde da Prefeitura, Hospital Universitário (HU), Santa Casa, rede particular e planos de saúde.

Publicado em Coronavírus

IBATÉ/SP - Uma casa ficou destruída pelo fogo na manhã de hoje, 06, no bairro Jardim Cruzado, na cidade de Ibaté.

Segundo consta, o morador estaria transtornado e que resolveu atear fogo na casa, porém devido a muita fumaça ocasionada pelas chamas, o indivíduo desmaiou e por pouco não perdeu a vida.

Vizinhos ao ver o fogo imediatamente acionou a Guarda Municipal e o Corpo de Bombeiros, a vítima foi socorrida ao hospital municipal ‘Hermínia Morganti’, e não corre o risco de morrer. 

A casa ficou completamente destruída segundo as imagens abaixo.

Publicado em Ibaté

SÃO CARLOS/SP - O artigo de hoje servirá para sanar de vez a dúvida de alguns consumidores que entraram em contato com este advogado, após veiculação de um vídeo nas redes sociais, em especial no aplicativo Tik Tok, uma vez que quem realizou o vídeo, plagiou o nome das minhas páginas existentes no Facebook, YouTube e Instagram (Canal do Consumidor).

Bom vamos lá, informo de início que procuro manter nas redes sociais canais sérios, sem brincadeiras. Os artigos são escritos e voltados para o Consumidor, sem qualquer pretensão de copiar qualquer outro profissional e muito menos em busca de “likes”, seguindo rigorosamente o código de Ética da OAB.

Infelizmente neste último mês de março, o consumidor se deparou com um tenebroso vídeo, onde a suposta profissional aconselhava o Consumidor a comemorar caso ocorresse um falso empréstimo em sua conta bancária, pois poderia ser considerado “amostra grátis”.

No ordenamento jurídico existem inúmeros entendimentos, no entanto, tudo deve ter limites, principalmente porque Código de Proteção e Defesa do Consumidor é interpretativo e nunca podemos querer interpretá-lo pelo lado da vantagem, pois imediatamente estaremos agindo de má-fé e com isso perderemos os nossos direitos.

No Caso de um falso empréstimo ser depositado em sua conta bancária, siga as dicas abaixo e tenha de forma definitiva resolvido o entrave.

Caso verifique que exista qualquer valor em sua conta bancária que não lhe pertença, entre em contato com o gerente da instituição financeira e informe a situação, solicite que o problema seja resolvido imediatamente e que o valor seja “retirado” de sua conta.

Caso instituição financeira não reconheça o erro apontado pelo consumidor, é de suma importância registrar um boletim de ocorrência, ocasião que a autoridade policial investigará o caso.

Poderá ainda procurar a justiça, solicitando a inexigibilidade do débito (falso empréstimo) bem como indenização por danos morais.

Quanto a registrar reclamação no Procon de sua cidade, verifique antes qual é o entendimento do atendente do órgão, pois se ele entender que o valor depositado é “uma amostra grátis”, o consumidor poderá responder por má-fé e enriquecimento ilícito (art. 884 do código civil).

Fica aqui uma pergunta:

Seria justo que uma pessoa não devolva determinada quantia que recebeu em sua conta, mesmo sem ter solicitado, mediante alegação de que se trataria de 'amostra grátis'?

As respostas dos tribunais vão nos sentidos de que a devolução deve ser realizada, seja por conta da aplicação da boa-fé objetiva, evitando-se o enriquecimento ilícito acima já informado.

Finalizando, quem “ensina” que qualquer quantia depositada em sua conta pode ser considerada amostra grátis, sofre de incapacidade técnica, age de má-fé ou então acredita que o Código de Defesa do Consumidor é usado apenas para “brincadeiras e passatempo com musiquinhas” nas redes sociais.

Espero ter sanado as dúvidas existentes quanto ao tema falso empréstimo e reforço, o nome de minhas páginas foi plagiado no Tik Tok, sendo que não tenho qualquer participação nos conteúdos que sofrem de qualidade técnica, parecendo na verdade conteúdo de adolescentes.

Por hoje é só, previna-se, use máscara e álcool gel, siga as orientações médicas.

 

 

*Dr. Joner Nery é advogado inscrito na OAB/SP sob o n° 263.064, pós-graduado em Direito e Processo do Trabalho e Especialista em Direito do Consumidor, ex-diretor do Procon São Carlos/SP e ex-representante dos Procons da Região Central do Estado de São Paulo, membro da Comissão Permanente de Defesa do Consumidor da OAB/SP

Publicado em Comércio

Dois homens foram presos na ação; drogas estavam escondidas em caminhões próprios para o transporte de etanol

 

MARÍLIA/SP - A Polícia Civil, por meio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), apreendeu 300 tijolos de maconha e cocaína, na manhã de segunda-feira (5), em Marília, no interior do Estado. Na ação, dois homens foram presos.

Os trabalhos foram desempenhados por equipes da 2ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (Disccpat). Os agentes descobriram, durante apurações, que duas carretas carregadas com combustível seriam utilizadas para disfarçar o transporte de entorpecentes e verificaram que o alerta dos veículos apontava para a rodovia João Ribeiro de Barros.

As equipes policiais se deslocaram para a rodovia e abordaram os dois caminhões no km 462. Foram realizadas buscas nas carretas, sendo localizados 100 tijolos de cocaína em uma e 200 tijolos de maconha em outra. Os dois motoristas foram presos em flagrante por tráfico e associação ao tráfico de drogas.

Os entorpecentes, que somaram 268 quilos, foram apreendidos para perícia e, de acordo com as investigações, seriam levados pelos criminosos até a cidade de São Paulo para abastecer pontos de vendas.

Publicado em Outras Cidades

Forças de segurança do Estado tiraram das ruas mais de 40 toneladas de entorpecentes em janeiro e fevereiro; é a maior marca dos últimos 20 anos

 

SÃO PAULO/SP - O trabalho das polícias paulistas permitiu a apreensão de 40,2 toneladas de entorpecentes em janeiro e fevereiro deste ano. A quantidade é sete vezes maior que a recolhida nos dois primeiros meses de 2001 (600,7 quilos) – primeiro ano da série histórica.

No período, a droga mais apreendida foi a maconha com 33,7 toneladas, seguida pela cocaína 4,6, crack, 500 quilos e 1,4 t de outras substâncias ilegais. Os números demonstram a efetividade das ações policiais no combate ao tráfico em todo o Estado.

Além de ser o maior total de drogas apreendidos em 20 anos, a quantidade ainda representa um aumento de mais de 120% na quantidade de entorpecentes apreendidos no primeiro bimestre de 2020, quando foram recolhidas 18,1 toneladas, sendo cerca de 13,6 de maconha, 3,7 de cocaína, 0,1 de crack e 0,7 de outros.

Ainda ao longo dos dois primeiros meses de 2021, as atividades das polícias paulistas permitiram em 24.808 prisões e na apreensão de 1.865 armas de fogo ilegais. Além disto, foram registrados 6.812 flagrantes por tráfico de drogas.

Todo esse resultado foi obtido por meio do forte trabalho investigativo da Polícia Civil e do policiamento ostensivo da Polícia Militar que, em diferentes locais, conta com o apoio de Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baep) - unidades que atuam de forma semelhante aos padrões do policiamento de choque.

Há que destacar também as megaoperações como as São Paulo, Rodovia e Interior Mais Seguro, realizadas desde o início da nova gestão, com o empenho do policiamento rodoviário e de outras unidades especializadas, para reforçar o policiamento em locais estratégicos, contribuir com a redução dos indicadores criminais, combater o crime e aumentar a percepção de segurança das pessoas.

"O volume de drogas apreendidas no Estado de São Paulo tem aumentado significativamente, fruto da expertise dos profissionais empenhados no trabalho diário, do uso da tecnologia e da inteligência policial aplicada no combate ao crime, com o monitoramento das rotas possíveis rotas e caminhos do tráfico”, ressaltou o capitão Fernando Souza, porta-voz do Comando de Policiamento Rodoviário (BPRV), responsável pelo patrulhamento em toda a malha viária estadual paulista.

Publicado em Outras Notícias

Phizer/BioNTech e Moderna arriscaram quase tudo em um curto espaço de tempo e conseguiram testar e produzir em larga escala duas vacinas com base em RNA contra a COVID-19, em uma exitosa campanha que abriu uma nova janela no campo da imunologia.

 

SÃO CARLOS/SP - Embora diversos pesquisadores no mundo estivessem trabalhando nessa vertente há já algum tempo, o certo é que pandemia obrigou a uma aceleração no desenvolvimento dessa tecnologia que tem como principal combatente o próprio corpo humano.

trajeto da vacina - NIH.jpg

É do conhecimento de todos que uma vacina tem o objetivo de “despertar” e “sensibilizar” o sistema imunológico, utilizando algum material extraído de determinadas bactérias, vírus, etc., de forma a que o corpo humano desenvolva uma espécie de “memória”. Assim, quando determinadas bactérias ou vírus atacam, o sistema imunológico reconhece esse ataque e responde contra-atacando.

A emergência da pandemia da COVID-19 obrigou a que cientistas de todo o mundo se unissem em torno do desenvolvimento de diversas vacinas, tendo apostado naquelas que são tidas como convencionais, ou seja, com base no vírus inativado, ou em seus fragmentos, cultivando-o em laboratório. Processo moroso e arriscado, contudo, exitoso, quando se fala em COVID-19.

Contudo, a janela da ciência se escancarou quando foi apresentada a proposta de desenvolver vacinas contra a COVID-19 de RNA, produzidas em laboratório. “A abordagem do RNA é um fato bastante interessante e importante porque esses RNA’s, idênticos aos virais, são introduzidos dentro de células do sistema imune do corpo humano e as induzem a produzirem partes de uma proteína que o vírus também fabrica (SPIKE), facilmente identificada por cada uma das pontas que já conhecemos na imagem do vírus da COVID-19. Com a fabricação dessas proteínas, o sistema imunológico fica com uma espécie de “impressão digital” e, em contato com o vírus, reconhece que isso é algo perigoso que não pertence ao corpo humano, desenvolvendo então uma imunidade”, salienta o Prof. Valtencir Zucolotto, pesquisador e docente do IFSC/USP, Grupo de Nanomedicina e Nanotoxicologia (GNano).

Entrada fulgurante da nanomedicina no combate à COVID-19

Ao contrário do DNA, que é uma molécula relativamente mais estável e que se pode armazenar ao longo de meses e anos a temperaturas que variam entre 4° e -20°, o RNA é muito mais instável, degradando-se com bastante facilidade, motivo pelo qual o desenvolvimento de uma vacina RNA se torna extremamente complexa. Foi para resolver esse problema que os cientistas decidiram introduzir o RNA em uma cápsula que pudesse travar essa instabilidade a longo prazo – uma nanocápsula lipídica. Essa “roupagem” nanotecnológica evitaria também que o RNA fosse degradado por enzimas do corpo humano. “No início dessa nova pesquisa os cientistas se debateram com uma contrariedade, que era a necessidade de manter a vacina a uma temperatura extrema de -80°, algo que foi sendo aprimorado até os dias de hoje, mantendo-a a uma temperatura ideal de -20º, algo que é compatível através da utilização de uma geladeira industrial. “Tudo isso foi graças à estabilidade que essa nanopartícula oferece para acolher o RNA, sendo que a partir daí o início da aplicação da vacina estava desenhado”, pontua Zucolotto.

A introdução do RNA no corpo humano

A área de nanomedicina designada “Smart Drug Delivery” já vem sendo estudada e desenvolvida há décadas, usando nanopartículas (ou nanocápsulas), algo que tem sido uma constante no GNano do IFSC/USP. De fato, quando se administram essas nanocápsulas no corpo humano, dependendo de como elas foram preparadas, elas circulam por algum tempo no organismo até começarem a funcionar para aquilo que foram desenhadas. Por exemplo, se elas foram projetadas para atingir um tumor, elas podem se acumular nessa região, destruindo somente as células tumorais. Algo semelhante acontece no caso da vacina RNA, como explica o Prof. Zucolotto. “Essas nanopartículas vão para dentro das células, produzindo partes das proteínas do vírus da COVID-19, fazendo com que o corpo comece a produzir numa resposta imunológica contra isso. Resultado: a pessoa fica imune”. A importância da nanocápsula é que ela garante a atividade e estabilidade do RNA, de forma a que ele entre e permaneça no corpo, completamente ativo.

Estas pesquisas e testes já estavam sendo feitas anteriormente à pandemia, obviamente em escala bastante reduzida e de forma experimental em seres humanos, sendo que neste desenvolvimento de vacinas tudo isto foi aplicado em termos globais, sendo, por isso, a consolidação da nanomedicina no mundo. Um imunizante guardado dentro de uma nanocápsula e destinado a bilhões de pessoas.

Estados Unidos, Alemanha, Áustria, França, Itália, Grécia, Portugal, Espanha e República Tcheca foram os primeiros países a administrarem a vacina RNA.

Os trabalhos no GNano

Quanto aos trabalhos que estão sendo desenvolvidos no GNano, cuja coordenação está a cargo do Prof. Zucolotto, eles estão divididos em duas áreas distintas: diagnóstico e terapia. Na área de diagnóstico estão sendo desenvolvidos sistemas para detecção da COVID-19, enquanto, que na de terapia, os trabalhos se direcionam para o encapsulamento de duas moléculas antivirais para a COVID-19, nomeadamente para o tratamento da inflamação dos alvéolos pulmonares.

Ambas as pesquisas ainda estão em sigilo.

 

 

*Por: Rui Sintra - Jornalista IFSC/USP

Publicado em Coronavírus

SÃO CARLOS/SP - Conforme relatamos em matéria anterior (clique aqui), uma operação foi realizada no CDHU, em São Carlos, e mais um sujeito foi preso pelos Militares no dia de ontem, 05.

Durante a operação conjunta com o CFP, CGP1, equipes ROCAM e RPM, os Policiais avistaram no condomínio 5, L.A.R, que ao ver as viaturas tentou fuga para o condomínio 6, mas a tentativa foi em vão e foi abordado. Em busca pessoal foi localizado 9 pedras de crack, 5 porções de maconha K9, 11 pinos de cocaína, R$ 103,00 em notas diversas, R$ 9,00 em moedas e um celular que constou ser roubado.

Questionado, o sujeito declarou que estava vendendo entorpecentes no condomínio 5.

Diante da declaração, o mesmo foi conduzido a Central de Polícia Judiciária, onde foi dada ciência ao delegado e elaborado RD0, por tráfico de drogas e Receptação, onde o indivíduo permaneceu preso.

Publicado em Policial

 

A noite desta segunda-feira (6) não terminou nada bem para Marília Mendonça. A sertaneja disse que vai se afastar das redes sociais após ser alvo de ataques e comentários maldosos nas redes sociais.

 

GOIÂNIA/GO - A cantora disse que chegou a chora com as mensagens que recebeu. "Vou deixar esse último tweet aqui. Essas são as proporções. O dia todo foi assim. Tem coisas muito piores. Eu nunca vou entender porque tanto ódio. O que eu fiz que fez doer tanto e voltar para mim? Faz muito tempo que eu não chorava tanto. Vou me afastar porque vai ser melhor", escreveu ela em seu Twitter.

A namorada de Murilo Huff ainda compartilhou uma sequência de fotos com todos os comentários que recebeu do hates para explicar tudo o que estava passando.

"Cara, sério! Que tristeza. Todas às vezes que eu errei, eu ouvi. Todas às vezes que machuquei, pedi perdão. Eu sempre tentei aprender com meus erros. Eu sempre tentei ser diferente do meu estereótipo, mas tive que ler o dia todo mulheres que resumem minha trajetória em algo que não fiz", disse Marília.

No fim do desabafo, a sertaneja contou que tentou não se importar com os ataques, mas que tudo ficou insustentável. "Palhaça é o menor dos palavrões e ataques e não vão parar. Eu nem devia estar falando, mas aguentei o dia todo numa boa. Minha tristeza é profunda por ser resumida a isso por algumas pessoas. Talvez vocês tenham conseguido o queriam de mim. Podem ficar felizes, porque eu tô na merd*", finalizou.

Por R7

Publicado em Celebridades

RIO DE JANEIRO/RJ - A cantora Cleo sempre aparece belíssima e estilosa nas fotos do Instagram e, nesta segunda-feira (05), não seria diferente. A musa compartilhou um clique em que aparece com calça preta e blusa bege, além de um tênis bem volumoso e amarelo em cima do sofá.

Na legenda ela brincou com a mãe, Gloria Pires. “É, desde 1982 botando o pé no sofá. Desculpa mommy Glow, Gloria Pires. Nada mudou”, escreveu a cantora, revelando também o apelido da atriz.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Me (@cleo)

 

 

*Por: ISTOÉ GENTE

Publicado em Celebridades

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Abril 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Comércio e Serviços em Geral