fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Radio Sanca Web TV - Sexta, 12 Junho 2020

 

SÃO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos informa neste sábado (13/06), a situação epidemiológica do município para a COVID-19. Subiu de 285 para 302 os casos positivos para a doença (17 resultados positivos foram liberados hoje), com 7 mortes confirmadas. O exame do óbito suspeito foi liberado e o resultado negativo para o novo coronavírus. 35 óbitos já foram descartados até o momento. Dos 302 casos positivos, 256 pessoas apresentaram Síndrome Gripal e não foram internadas, 46 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 29 receberam alta hospitalar, 10 permanecem internados e 7 positivos foram a óbito. 168 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 1.283 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus, já que foram liberados hoje 72 resultados negativos para a doença. Estão internadas neste momento 39 pessoas, sendo 25 adultos na enfermaria (5 positivos - sendo 1 de outro município, 11 suspeitos -sendo 1 de outro município, 9 negativos); na UTI adulto hoje estão internadas 11 pessoas (6 positivos, 4 suspeitos - sendo 1 de outro município e 1 negativo que também é de outro município). 2 crianças com resultado negativo para a doença permanecem internadas na enfermaria, sendo uma residente em outro município. Na UTI Pediátrica 1 criança está internada com suspeita de COVID-19. A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS está hoje 55,6%.

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 3.239 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 2.799 pessoas já cumpriram o período de isolamento de 14 dias e 440 ainda continuam em isolamento. A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal (febre, acompanhada de um ou mais sintomas como tosse, dor de garganta, coriza, falta de ar). 1.051 pessoas já realizaram coleta de exames, sendo que 798 tiveram resultado negativo para COVID-19, 243 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos positivos). 10 pessoas ainda aguardam o resultado. O boletim emitido diariamente pela Vigilância Epidemiológica de São Carlos contabiliza as notificações das unidades de saúde da Prefeitura, Hospital Universitário (HU), Santa Casa, rede particular e planos de saúde.

Publicado em Coronavírus

SÃO CARLOS/SP - Na última 6ª feira (12), o jornalista foi acionado pelos moradores do Jardim Hikare, em São Carlos, para mostrar a situação caótica que a Rua José Calijuri, se encontra – veja vídeo abaixo.

“Eu moro aqui há 6 anos e é um bairro bom, mas essa situação da rua está desde o inicio do ano após as chuvas, porém ninguém faz nada. Já falei com A,B,C e D, mas ninguém resolve a situação. Tem morador que não consegue sair e entrar em sua garagem” desabafou Felipe.

Situações como essas são corriqueiras em vários pontos da cidade, mas o prefeito anunciou no início de setembro de 2019 a maior obra de recapeamento de São Carlos, um investimento de R$ 20 milhões com recursos da Caixa Econômica Federal, por meio do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento - FINISA, para recuperar 956 quarteirões, o equivalente a 95 km, o prefeito Airton Garcia ainda não tinha certeza que conseguiria mais recursos para resolver um problema que atinge todas as regiões da cidade, porém a Câmara Municipal aprovou e o município finalizou o contrato com o Banco do Brasil e a maior etapa de recapeamento está por começar. Vão ser investidos mais R$ 30 milhões e atendidos outros 27 bairros e a previsão é recapear mais 1.500 quarteirões.

“Ivan Lucas procuramos você porque acionamos a prefeitura e nem um posicionamento nos foi apresentado, procuramos outros órgãos de imprensa e nada, somente você está aqui para mostrar a situação em que vivemos. Outras ruas aqui perto no Jardim Paulistano foram recapeadas, mas esta rua nem uma satisfação nos deram” falou morador Felipe.

Durante a reportagem outro morador relatou que um acidente já foi presenciado por ele. “Eu já vi um acidente aqui nesta rua com um motociclista, essa situação está perigosa” disse morador.

Os moradores querem apenas uma satisfação da prefeitura se vai ou não recapear a rua José Calijuri, pois caso a resposta seja não Felipe afirmou que os moradores vão a justiça solicitar o que é de direito deles. Se a resposta for positiva eles vão aguardar ansiosos o desfecho desta situação.

Publicado em Outras Notícias

SÃO CARLOS/SP - A ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) informa que foi definido o novo horário de funcionamento das atividades do comércio em geral e serviços, durante reunião do Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus, na tarde desta sexta-feira, 12.

Segundo o presidente da ACISC, José Fernando Domingues, o novo horário autorizado para atendimento presencial, a partir da próxima segunda-feira, 15, será das 9h às 13h. “Fomos convidados pelos membros do Comitê da Prefeitura de São Carlos, onde ficou definido esse novo horário para o funcionamento das atividades e serviços do comércio em geral, que estão autorizados nessa nova fase”, explicou.

O Governo do Estado atualizou na última quarta-feira, 10, as fases do Plano SP para todas as regiões do estado. A maioria dos municípios que estavam na Fase 3 [amarela], caso de São Carlos, passou a ter mais restrições, sendo classificada na Fase 2 [laranja]. Essa nova Fase não permite o funcionamento de bares, restaurantes e similares com atendimento presencial (somente delivery ou drive thru), bem como, o funcionamento de salões de beleza ou academias.

Zelão ressalta que as atividades autorizadas pela nova fase, poderão continuar funcionando, porém, com capacidade de 20% e horário de funcionamento de 4h seguidas diárias e não mais de 6h como permitia a fase amarela. “Infelizmente, tivemos um retrocesso na flexibilização das atividades, dado o avanço nos índices de coronavírus em todo o interior paulista. Com isso, seguimos orientando todos os comerciantes e consumidores que obedeçam as regras sanitárias e utilizem máscara para se proteger, pois, caso continue aumentando os casos, fatalmente, todas as atividades não essenciais serão proibidas de atender presencialmente”, alertou.

As normas sanitárias são as mesmas para todos os segmentos: disponibilizar higienização para funcionários e consumidores com álcool gel 70% em pontos estratégicos; os funcionários devem utilizar máscaras durante toda a jornada de trabalho, assim como os consumidores; o acesso e o número de pessoas nos estabelecimentos devem ser controlados; manter todas as áreas ventiladas; e a fila deve ter distanciamento de 2 metros entre as pessoas.

A nova classificação anunciada entra em vigor a partir da próxima segunda-feira, dia 15 de junho. O Plano São Paulo completo pode ser acessado na página do Governo pelo link https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/planosp.

Publicado em Comércio

SÃO CARLOS/SP - Câmeras de segurança flagram um bandido cometendo um assalto a uma mulher na região central de São Carlos.

Segundo informações, uma mulher foi abordada pelo criminoso que furtou sua bolsa e saiu correndo. A ação criminosa ocorreu por volta das 13h do último dia 12 de junho. Câmeras de segurança de uma loja comercial flagram a atitude do sujeito e estão sendo investigadas pela Polícia.

No mesmo dia (12), por volta das 21h,  a bolsa da vítima foi encontrada na região da Praça Itália, e segundo a mulher, os documentos estavam na bolsa e apenas o dinheiro foi subtraído.

Publicado em Policial

BRASÍLIA/DF - A Caixa anunciou ontem (13) que pagará o auxílio emergencial para 4,9 milhões de novos cadastrados na próxima semana. O repasse de valores relativos ao benefício vai movimentar mais de R$ 3,2 bilhões.

Por terem sido admitidos no programa recentemente, esse grupo receberá a primeira parcela do benefício. Pelo agendamento divulgado pelo banco, o crédito será feito na conta desses brasileiros na próxima terça-feira (16) e quarta-feira (17).

Na terça-feira, a previsão é o recebimento por aqueles nascidos entre janeiro e junho. Já na quarta-feira será a vez das pessoas com data de nascimento entre julho e dezembro. Os beneficiários poderão movimentar digitalmente os recursos utilizando o aplicativo Caixa Tem, que permite transações e pagamentos com qr code.

Já o saque em dinheiro deverá seguir calendário próprio, iniciando em julho e variando a cada dia de acordo com a data de nascimento.

Segundo a instituição, a definição de datas específicas de acordo com o calendário fixado pelo Ministério da Cidadania foi adotada para evitar aglomerações nas unidades de atendimento. No início do pagamento do auxílio, foram registradas longas filas em agências da Caixa em diferentes cidades do país.

As datas para o recebimento da segunda parcela ainda não foram divulgadas pelo Ministério da Cidadania e serão informadas posteriormente pelo órgão.

 

 

*Por: Jonas Valente – Repórter da Agência Brasil

Publicado em Economia

MUNDO - Neste último sábado, 13, o governo da Rússia anunciou que em setembro começará a produzir grandes lotes de uma vacina contra a Covid-19. “Os testes clínicos serão realizados em julho, o registro estatal em agosto e a produção começará em setembro”, disse Tatyana Golikova, vice-primeira-ministra russa, em entrevista coletiva.

De acordo com o governo russo, 50 soldados – 45 homens e cinco mulheres – se ofereceram para participar dos testes clínicos. O Centro Nacional de Investigação em Epidemiologia e Microbiologia Gamalei, que trabalha em cooperação com o Ministério da Defesa, será o responsável pela produção.

O diretor do centro de Gamalei, Alexandr Gintsburg, explicou que a instituição prepara uma vacina vetorial baseada no DNA de um adenovírus do tipo SARS-CoV-2. Segundo o cientista, a vacina já foi testada de forma não oficial com a ajuda de voluntários do próprio centro e todos os pacientes estão bem e desenvolveram imunidade ao vírus.

O governo russo informou que dez centros científicos no país estão atualmente trabalhando no desenvolvimento de vacinas e medicamentos para combater o novo coronavírus, incluindo a Universidade Estadual de Moscou. No final de maio, o presidente Vladimir Putin ordenou que o governo acelerasse a produção da vacina contra a Covid-19.

Quanto à pandemia na Rússia, Tatyana observou que o aumento no número de infecções foi reduzido em 16 vezes em relação a seu pico em meados de maio e 79% das pessoas infectadas já tiveram alta, mas a situação permanece bastante alarmante. A Rússia é o terceiro país do mundo nos casos do novo coronavírus, com 520.129, segundo dados publicados neste sábado, 13, pelas autoridades, enquanto as mortes chegam a 6.829, após a confirmação de mais 114 vítimas nas últimas 24 horas.

 

Com EFE

*Por: VEJA.com

Publicado em Coronavírus

SÃO PAULO/SP - O secretário municipal de Transportes de São Paulo, Edson Caram, pediu demissão do cargo na última sexta-feira, 12, segundo informou por nota a Prefeitura de São Paulo. A saída se deu após Caram ter sido alvo, na segunda-feira, de um ultimato do prefeito Bruno Covas (PSDB), que disse que ou Caram resolveria o problema da lotação nos ônibus da cidade até esta sexta ou, na segunda, outra pessoa faria isso. Covas vem sendo cobrado por manter ônibus lotados no período em que autoriza a retomada de atividades comerciais em meio à pandemia de coronavírus.

O ultimato havia supreendido aliados do prefeito na Câmara Municipal, que disseram não acreditar que o prefeito cumpriria a ameaça. No loteamento de cargos da capital paulista, a pasta de Transportes é do DEM, que indica titulares e auxiliares.

Aliados do prefeito disseram ao Estadão que o secretário teria se irritado com a fala e chegou a cogitar pedir demissão ainda na segunda-feira, logo após as declarações de Covas, feitas durante coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo, ao lado do governador João Doria (PSDB). A fala teria surpreendido auxiliares, segundo relatos ouvidos pela reportagem, uma vez que a cobrança pública ainda não havia sido feita reservadamente no mesmo tom. Caram foi demovido da ideia de sair na hora sob o argumento de que uma ruptura abrupta poderia abalar a relação entre o governo e o partido aliado.

O atrito entre Covas e Caram tem origem em questões de gestão pública. É a presença de pessoas em pé nos ônibus municipais. Caram havia se comprometido a por tantos ônibus quanto fossem necessários nas ruas para garantir que todas as pessoas viajassem sentadas e, assim, evitassem aglomerações a a transmissão do coronavírus. Técnicos da São Paulo Transporte (SPTrans) avaliavam, no entanto, que uma série de fatores faz o cumprimento da promessa ser impossível, mesmo com a colocação de 100% dos ônibus para circular (o índice está na casa dos 70%, enquanto o número de passageiros não chega aos 40%, segundo esses técnicos) e que, por isso, Caram não deveria ter feito tal compromisso.

"O secretário municipal de transportes havia garantido que nesta semana não haveria passageiro em pé. Hoje pela manhã o número que a gente tem é que 5% das linhas tinham passageiros em pé. O secretário tem até sexta-feira para conseguir fazer isso. Se até sexta-feira ele não conseguir, a partir da segunda-feira é outro secretário que vai fazer isso", disse Covas, na segunda. A fala foi vista como intempestiva por secretários municipais, vereadores e até a equipe do Palácio dos Bandeirantes. Ao longo da semana, Covas não fez novas declarações sobre o tema.

A questão dos passageiros foi a gota d'água de uma insatisfação que se iniciou em abril e obrigou Covas a fazer recuos públicos e se explicar sobre erros de sua gestão. Duas medidas sugeridas pela equipe da Caram e adotadas por Covas geraram tantas críticas ao prefeito nos telejornais que ele se viu obrigado a recuar: o bloqueio de avenidas da cidade, para obrigar as pessoas a ficarem em casa, e o mega rodízio, em que 50% da frota estava proibida de rodar todos os dias. Ambas as ações geraram transtornos na cidade sem mudar significativamente os índices de isolamento social.

Ainda de acordo com aliados, Caram já foi sondado sobre aceitar um outro cargo na Prefeitura, como assessor especial, ainda em nome da manutenção da boa relação entre DEM e PSDB, mas não respondeu. O novo nome para ocupar a pasta ainda não foi decidido. Covas tem no DEM seu principal partido aliado para disputar as eleições deste ano, e conta com o apoio de parlamentares como Milton Leite, que tem histórico de expressivas votações na zona sul da cidade e tem ligação política com grupos empresariais dos ônibus que, no passado, eram perueiros.

"O prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, aceitou a decisão e pediu que Caram permaneça no cargo por mais alguns dias, até a escolha de um substituto para a secretaria", informou a Prefeitura, por nota.

 

 

*Por: Bruno Ribeiro / ESTADÃO

Publicado em Política

RIBEIRÃO BONITO/SP - O Projeto “Projeto Leite Sem Fronteiras” realizou um Pedágio Solidário em Ribeirão Bonito no último dia 6 de junho de 2020 e toda a arrecadação foi entregue para o Fundo Social de Solidariedade (FSS), de Ribeirão Bonito.

No total foram arrecadados 375 litros de leite, 100 quilos de alimentos, além de roupas e outros itens.

O Fundo Social de Solidariedade de Ribeirão Bonito agradece o Projeto “Leite sem Fronteiras” pelo Pedágio Solidário, por trazer para Ribeirão Bonito esta iniciativa, e também a todos que colaboraram, inclusive a população que realizou as doações.

 

 

*Por: PMRB

Publicado em Outras Cidades

SÃO PAULO/SP - Quem achou que a segunda live de Eduardo Costa não teria polêmicas se enganou. Na noite da última sexta-feira (12), ao se apresentar em uma transmissão especial em comemoração ao Dia dos Namorados, o cantor fez, ao vivo, o teste para a covid-19.

Costa ainda aproveitou para fazer propaganda de um laboratório. “Eu quis fazer aqui para mostrar a seriedade do laboratório, um povo muito sério e competente.

E continuou: “Quis fazer ao vivo para as pessoas não terem dúvida”, disse o cantor. “Filma o sanguinho saindo”, completou o artista.

Sempre muito polêmico em suas falas que dão o que falar, o sertanejo ainda disse que bebida alcoólica mata a doença: “Cachaça mata o coronavírus”, disse ele fazendo mais uma propaganda de um outro patrocinador de sua live.

 

 

*Por: ISTOÉ

Publicado em Pop & Arte

IBITINGA/SP - As escolas municipais de Ibitinga receberam novos computadores, impressoras, carteiras, materiais didáticos e brinquedos. Os itens chegaram à Secretaria de Educação e tem como objetivo renovar a parte tecnológica e pedagógica das unidades.

De acordo com o secretário, Francisco Talarico, os materiais são novos e atenderão a quase todas as unidades da rede municipal de ensino.

“Enquanto as aulas - devido à pandemia - estão paralisadas, a Secretaria de Educação trabalha firme e incansavelmente. Junto a isso, também começamos a renovar itens ligados à estrutura do ambiente escolar para melhor atender alunos, professores e diretores quando a quarentena passar”, disse o secretário de Educação.

No total, a rede municipal de ensino recebeu 37 computadores equipados com periféricos, 27 impressoras multifuncionais, 160 carteiras de sala de aula, 80 triciclos (motocas) e 40 ‘cavalinhos de balanço’. Além disso, está para chegar outras 130 carteiras de sala de aula.

A distribuição dos materiais adquiridos já começou entre as escolas do município.

 

 

*Por: PMI

Publicado em Outras Cidades

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Junho 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30