fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Radio Sanca Web TV - Sexta, 26 Junho 2020

SANTA RITA DO PASSA QUATRO/SP - Segundo a polícia Rodoviária, três veículos bateram na SP-330, em Santa Rita do Passa Quatro (SP). Uma pessoa ficou em estado grave.

Duas pessoas ficaram feridas em um acidente entre um caminhão, uma carreta canavieira e uma Iveco Daily por volta das 13h deste sábado(27) na Rodovia anhanguera km 247 sentido sul em Santa Rita do Passa Quatro (SP)

Segundo a Arteris ViaPaulista concessionária que administra o trecho, chovia no momento, uma vítima foi transferida para o hospital Dona Balbina em Porto Ferreira(SP) em estado grave, outra vítima foi transferida para o hospital de Santa Rita do Passa Quatro em estado leve.

Por causa do acidente, a rodovia ficou fechada , gerando lentidão que chegou a três quilômetros.

A Polícia Rodoviária, Bombeiros, SAMU, Resgate ArterisViaPaulista estiveram atendendo a ocorrência. A causa do acidente não foi informada.

Fonte: Revista Daquele Modelo

Publicado em Outras Cidades

 

SÃO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos informa neste sábado (27/06) os números da COVID-19 no município. São Carlos contabiliza neste momento 501 casos positivos para a doença (31 resultados positivos foram liberados hoje), com 12 mortes confirmadas. 42 óbitos já foram descartados até o momento. A Vigilância Epidemiológica recebeu hoje o resultado negativo para COVID-19 do exame de uma mulher de 71 anos, de São Carlos, internada desde 19/06 que faleceu no último dia 22 de junho. Dos 501 casos positivos, 440 pessoas apresentaram Síndrome Gripal e não foram internadas, 1 óbito sem internação, 60 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 39 receberam alta hospitalar, 10 estão internados e 11 positivos foram a óbito. 390 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 1.860 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus já que hoje 1 resultado negativo foi liberado. Estão internadas neste momento 29 pessoas, sendo 18 adultos na enfermaria (6 positivos – sendo 2 de outros municípios, 6 suspeitos, 6 negativos); na UTI adulto hoje estão internadas 11 pessoas (6 positivos - sendo 1 de outro município, 3 suspeitos, 2 negativos – sendo 1 de outro município). Nenhuma criança está internada neste momento. A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS está hoje 50%.

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 4.087 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 3.356 pessoas já cumpriram o período de isolamento de 14 dias e 731 ainda continuam em isolamento. A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal (febre, acompanhada de um ou mais sintomas como tosse, dor de garganta, coriza, falta de ar). 1.755 pessoas já realizaram coleta de exames, sendo que 1.344 tiveram resultado negativo para COVID-19, 335 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos positivos). 76 pessoas ainda aguardam o resultado.4 O boletim emitido diariamente pela Vigilância Epidemiológica de São Carlos contabiliza as notificações das unidades de saúde da Prefeitura, Hospital Universitário (HU), Santa Casa, rede particular e planos de saúde.

Publicado em Coronavírus

SÃO CARLOS/SP - A Polícia Militar de São Carlos realizou uma operação para fiscalizar ruídos ocasionados por motocicletas que tiveram seus escapamentos modificados por seus proprietários.

Durante a operação os PMs orientaram os entregadores sobre a necessidade de seguir as regras de trânsito, pois a pressa muitas vezes tem causado acidentes e algumas vezes perdendo vidas.

Os Policiais aproveitaram para fiscalizar a documentação do motociclista e da motocicleta.

01 moto foi recolhida ao pátio municipal.

O que prevê o CTB?

Não importa o tipo de alteração que você faça em sua motocicleta, é preciso que elas sejam feitas de acordo com as normas previstas por lei.

Entretanto, a maioria dos casos de multa por ruído excessivo de moto acontece porque quem modificou o escapamento do veículo não obedeceu o previsto pela legislação.

O CTB (Código de Trânsito Brasileiro), em seu Art. 230, inciso VII, prevê que conduzir veículo com sua cor original ou outra característica alterada (como o escapamento, por exemplo) constitui infração grave.

As penalidades previstas para a conduta são:

  • multa de R$ 195,23;
  • cinco pontos na carteira;
  • retenção do veículo até que a situação seja regularizada.
Publicado em Policial

SÃO CARLOS/SP - A Prefeitura de São Carlos publicou no Diário Oficial do Município da última quinta-feira (25/06), abertura de novo processo seletivo simplificado para contratação de médicos em caráter temporário.

As vagas são para médicos de urgência e emergência e para clínico geral. O salário básico para médico de urgência e emergência é de R$ 4.240,00 e carga horária de 12 horas semanais (plantão de 12 horas). Para clínico geral a carga horária é de 20 horas semanais e o salário é de R$ R$ 5.929,00.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet até às 20h da próxima segunda-feira, dia 29 de junho pelo link http://servicos.saocarlos.sp.gov.br/ps2020.

No ato da inscrição o candidato deve anexar cópia simples dos seguintes documentos: cédula oficial de identidade ou carteira e/ou cédula de identidade expedida pela Secretaria de Segurança, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores ou Carteira de Trabalho e Previdência Social ou Certificado de Reservista ou Passaporte ou Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos ou Conselhos de Classe, que por lei federal, valem como documento de identidade (OAB, CRC, CRA, CRQ etc.) ou Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na forma da Lei n.º 9.503/97); Curriculum Vitae documentado e documentos que comprovem os requisitos mínimos referidos constantes no item dos empregos do Edital. Não serão aceitas declarações ou qualquer outro documento que não comprovem a conclusão dos cursos definidos como requisitos mínimos, até a data de efetivação da inscrição.

O resultado final preliminar da seleção será divulgado no dia 2 de julho. O resultado final da seleção será divulgado no dia 7 de julho por meio de publicação no Diário Oficial do Município que pode ser acessado pela internet no www.saocarlos.sp.gov.br.

A contratação será realizada por prazo determinado de até 3 meses, prorrogáveis por igual período, a critério da Administração. O provimento das vagas ocorrerá de acordo com a necessidade da Prefeitura, para o combate à Pandemia de COVID-19.

BRASÍLIA/DF - A ativista bolsonarista Sara Winter recebeu jornalistas em sua casa nesta última 6ª feira (26) depois de receber autorização para deixar o presídio feminino de Brasília. Ela foi alvo da operação Lume da PF, que apura o financiamento de atos antidemocráticos.

Aos repórteres, Sara disse que não fez nenhuma ameaça ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes.

“Na verdade, eu não fiz nenhuma ameaça ao ministro aqui citado. Depois de 1 momento em que minha privacidade foi violada, em situação de forte emoção, eu disse ‘se eu estivesse em São Paulo, eu queria saber onde é o condomínio dele, porque eu iria lá e eu queria convidá-lo para trocar socos comigo’. Eu acho que você fazer 1 convite não é uma ameaça.”

Moraes autorizou mandados de busca e apreensão contra 29 bolsonaristas no âmbito de outra investigação, ligada ao inquérito das fake news. Sara foi 1 dos alvos.

No mesmo dia, a ativista publicou 1 vídeo em que, além do “convite” à troca de socos, disse: “A gente vai infernizar a tua vida. A gente vai descobrir os lugares que o senhor frequenta, a gente vai descobrir quem são as empregadas domésticas que trabalham para o senhor, a gente vai descobrir tudo da sua vida”.

 

Assista (1min18s):

 

*Por:Valquiria Homero /  PODER360

Publicado em Política

LIMEIRA/SP - Uma operação da Polícia Civil prendeu, ao menos, sete suspeitos de fazer parte de uma organização criminosa que praticava furto e adulteração de combustíveis na região de Limeira. As equipes cumpriram mandados de prisão e busca e apreensão nesta última sexta-feira (26) em, pelo menos, duas cidades.

Segundo informações da Polícia Civil, a investigação, que começou há cerca de um ano, apontou crimes de furto de combustíveis de dutos da Petrobras, receptadores e adulteração de combustíveis cometidos por uma organização criminosa que atuava na região.

As primeiras ações aconteceram após os investigadores receberem denúncias de muitos casos de vazamentos em dutos subterrâneos em algumas cidades do interior de São Paulo, como Piracicaba, Cosmópolis, Porto Ferreira, Pirassununga e Ribeirão Preto, além de furtos de combustíveis que aconteciam na região.

A partir disso, a polícia começou uma investigação para mapear a atuação da rede criminosa nas cidades da região, identificando pessoas, veículos, acompanhando certos carros que foram identificados e fazendo a sequência das ações.

Com isso, a operação foi deflagrada na manhã desta sexta-feira, cumprindo mandados, principalmente, nas cidades de Iracemápolis e Limeira.

Garagem de caminhões e sete presos

As ações começaram na madrugada desta sexta e foi feita uma prisão temporária em Limeira e duas preventivas na cidade de Iracemápolis, além de outras quatro pessoas que foram presas em flagrante durante a operação pelo crime de armazenar combustível de forma irregular.

Em Iracemápolis, a polícia encontrou um barracão na Vila Industrial que era usado pelo grupo criminoso como uma espécie de garagem. Vários caminhões foram localizados no imóvel.

A polícia apreendeu também, nesse espaço, peças que eram usadas para desvio de combustível. Segundo a polícia, elas eram adaptadas tanto em caminhões quanto em dutos para retirar e furtar o combustível.

Todo o material foi apreendido e levado para a Delegacia Seccional de Limeira, que centraliza as ações. Os presos também foram encaminhados para a unidade.

A operação foi coordenada pela Delegacia de Polícia de Pirassununga (SP), que atua na área do Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior 9 (Deinter 9). A partir das apreensões feitas nesta sexta, a polícia vai continuar com mais investigações sobre a organização criminosa.

 

*Por G1 Piracicaba e Região

Publicado em Outras Cidades

PIRACICABA/SP - Os policiais militares apreenderam 22 tijolos de maconha com 20kg, na residência de um casal, no bairro Paulista, na cidade de Piracicaba. Parte do entorpecente estava escondido debaixo de um berço. Os dois suspeitos, um motoboy de 23 anos e uma manicure de 20 anos, foram presos e responderão as acusações de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ambos ficaram presos até serem apresentados às respectivas audiências de custódia.

A PM informou que os policiais da Força Tática decidiram abordar o motoboy que tinha acabado de sair de uma casa e parou abruptamente quando avistou a viatura, despertando a atenção dos policiais. Ele teria sido flagrado segurando uma sacola com dois tijolos de maconha. Questionado se ele tinha mais drogas, inicialmente, ele negou, mas depois teria confirmado que guardava mais droga, na casa, onde residia com sua namorada.

Os policiais entraram na casa e encontraram a manicure. Ela alegou que não conhecia o suspeito e que o rapaz não morava em sua residência, mas depois acabou confessando que ele é seu namorado.

No quarto do casal, debaixo de um berço, os PMs teriam localizado 12 tijolos de maconha. No guarda-roupas, mais oito tijolos.

O casal foi conduzido ao plantão policial, onde o delegado Mário Bortoleto Torina decidiu autuá-los em flagrante. Os suspeitos não informaram a procedência ou fornecedor da droga.

Durante depoimento, a manicure alegou que não sabia da existência da droga em sua casa, mas o delegado levou em conta que os tijolos de maconha teriam sido localizados no quarto do casal e no mínimo, o entorpecente deixaria odor forte no interior do imóvel.

O delegado também pediu na Justiça que a prisão em flagrante do casal fosse convertida em preventiva. O casal permaneceu preso até ser apresentado à audiência de custódia.

 

 

*Por: Cristiani Azanha / JORNAL DE PIRACICABA

Publicado em Outras Cidades

RIO CLARO/SP - A cidade de Rio Claro recebeu na sexta-feira (26) mais um importante apoio do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) para o enfrentamento à pandemia de coronavírus. Foram doados ao município 5.400 frascos de álcool gel, 5.000 máscaras cirúrgicas e 600 protetores faciais.

“Mais uma vez contamos com a colaboração do Ciesp, Fiesp e Senai, que têm sido parceiros do município e têm nos ajudado a enfrentar este momento de dificuldade”, observa o prefeito João Teixeira Junior. “As parcerias, mais do que nunca, são fundamentais para que consigamos juntos superar esta pandemia”, agradece Juninho.

“Os equipamentos doados representam itens de primeira necessidade no atendimento à Covid-19 e serão utilizados nas unidades de saúde do município”, destaca Maurício Monteiro, secretário de Saúde.

Conforme lembrou João Zaine, gerente regional do Ciesp, a doação se soma a outras ações que vêm sendo realizadas em parceria com Sesi, Senai e Fiesp em Rio Claro. “Mais de 30 mil refeições já foram servidas pelo Sesi a pessoas carentes e também foram entregues máscaras para a Santa Casa de Rio Claro e Casa de Saúde Bezerra de Menezes, que também recebeu álcool em gel”, informa João Zaine. Em outra frente de trabalho, o Senai realizou manutenção e recuperou respiradores para serem utilizados na rede pública de saúde.

Também participaram da entrega dos itens Marcelo Costa, diretor do Senai Rio Claro, e José Tadeu Leme, diretor da Fiesp Rio Claro.

 

 

*Por: PMRC

Publicado em Outras Cidades

SÃO CARLOS/SP - A Santa Casa, Prefeitura de São Carlos, Statsol, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Hospital Universitário (HU-UFSCar) e Unimed São Carlos lançam página para que os participantes do “TESTAR PARA CUIDAR – PROGRAMA DE MAPEAMENTO DA COVID-19” possam consultar os resultados dos exames de COVID-19. O endereço é www.testarparacuidar.saocarlos.sp.gov.br.

Os exames foram adquiridos pela Prefeitura, por meio do Pregão Eletrônico nº 036/20, com recursos de fonte 05 (Federal) para combate ao COVID-19. O Pregão foi concluído na última quarta-feira (24) e a empresa selecionada deve entregar os kits para a realização dos exames ainda nesta semana. A partir da semana que vem, os participantes do Mapeamento podem entrar na página para conferir o resultado.

O serralheiro aposentado, José Aparecido Martins, 64 anos, foi um dos 1.400 selecionados para a primeira etapa do Mapeamento. “Foi tudo muito tranquilo, bem organizado. Eu fiz questão de participar, porque quero saber quantas pessoas na cidade tiveram a doença. Eu fico preocupado, porque muita gente não tem dado importância, não tem se cuidado”, comenta.

A dermatologista Flávia Cury também foi uma das selecionadas. “Achei muito importante participar. Eu ainda não tinha feito o teste para saber se fui ou não infectada pela COVID-19. Acredito que esse estudo seja fundamental para termos a real noção da prevalência da doença na cidade. Sou de São Carlos e fiquei muito orgulhosa por participar de um projeto tão bem organizado e com uma logística muito bem planejada”, afirma a médica.

Segundo a coordenadora do SCIRAS (Serviço de Controle de Infecção Relacionada à Assistência em Saúde) da Santa Casa e uma das coordenadoras da pesquisa,  Carolina Toniolo Zenatti, “o objetivo do levantamento é conseguir mapear quantas pessoas foram infectadas pela doença em São Carlos, onde esses casos estão concentrados e com que velocidade a doença vem se propagando”.

As estatísticas disponíveis até agora foram feitas com base nos atendimentos nas unidades de saúde. Mas a imensa maioria dos infectados não procurou por atendimento e continua disseminando a doença. “Por isso, o mapeamento é fundamental, porque vai nos ajudar a entender melhor como o vírus se espalha e assim, pensar em estratégias mais pontuais para conter a disseminação”, completa.

A segunda etapa do Testar para Cuidar está em andamento. 1.400 pessoas foram visitadas até está sexta-feira (26). Alunos do curso de Medicina e de outras áreas da saúde da UFSCar e de outras instituições de ensino, integrantes ou não da ação “Brasil Conta Comigo”, juntamente com profissionais voluntários da área da saúde do HU-UFSCar e Santa Casa, fizeram a visita aos domicílios e entregaram uma senha com agendamento para a coleta de exame de sangue em um local próximo da residência dos moradores selecionados. Importante frisar que todos os profissionais envolvidos no levantamento estão usando os equipamentos de proteção individual necessários. Além disso, todos estão devidamente identificados com uniformes e crachás e serão acompanhados pela Guarda Municipal.

A coleta do exame de sangue será realizada no sábado (27) e domingo (28), com a participação da equipe da Unimed São Carlos e outros profissionais da saúde, em 14 pontos espalhados pelo município: escolas municipais, com apoio da Secretaria Municipal de Educação, Casa das Voluntárias da Santa Casa, Vigilância Epidemiológica e Parque do Kartódromo.

A Diocese de São Carlos também está dando apoio ao “Testar para Cuidar” e disponibilizou salões paroquiais de 5 igrejas para que o levantamento fosse feito (Paróquia Nossa Senhora Perpétuo Socorro, Paróquia Santa Edwiges, Paróquia de Santa Rita de Cássia, Paróquia São João Batista e Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe). “Ficamos felizes em colaborar com um projeto como esse, que tem por objetivo mapear a COVID-19 em São Carlos de forma mais precisa. As Igrejas, bem como suas estruturas, devem estar sempre a serviço da sociedade civil, gerando a conscientização sobre a valorização da vida”, afirma o bispo Dom Paulo Cezar Costa.

Depois da coleta, as amostras serão encaminhadas ao Departamento de Morfologia e Patologia da UFSCar, onde serão feitos os testes sorológicos do tipo Elisa, que vão identificar se a pessoa já teve ou não o Coronavírus.

O “TESTAR PARA CUIDAR – PROGRAMA DE MAPEAMENTO DA COVID-19” ainda conta com a colaboração do São Francisco, Clara Resorts, Dr. Tips e Centro de Diagnóstico e Pesquisa em Biologia Molecular Ivo Ricci.

Serviço:

TESTAR PARA CUIDAR – PROGRAMA DE MAPEAMENTO DA COVID-19

Coleta do exame de sangue

Sábado (27) e Domingo (28)

Horário: 8h às 17h

A resposta da Austrália ao surto do coronavírus está entre as mais bem-sucedidas do mundo. Mas como o país conseguiu evitar o pior da pandemia e até quando?

 

MUNDO - Dois dígitos. O estado de Victoria, no sul da Austrália, voltou a impor restrições após o número de casos permanecer nos dois dígitos, por seis dias consecutivos. Mas mesmo com os números de Victoria, o cenário nacional não mudou e a Austrália continua sendo um dos melhores exemplos de contenção do coronavírus.

Do primeiro caso registrado no dia 25 de janeiro (um homem vindo de Wuhan), ao pico de 460 novos casos registrados em um único dia (28 de março) há quase três meses a média nacional é de 20 novos casos por dia em um país de 25 milhões de habitantes. 

O país conta atualmente com um total de 7474 infectados e 102 mortos. Dos oito estados australianos, seis estão sem registrar um novo caso de Covid-19 há três semanas.

Os estados mais populosos do país, Victoria (capital Melbourne) e New South Wales (capital Sydney) são os responsáveis por todos os novos casos de Covid-19 na Austrália.

O estado de Victoria registrou nesta segunda-feira (22) 13 novos contaminados, New South Wales, 5 e os demais estados australianos (South Australia, Western Australia, Território do Norte, Território da Capital, Queensland e Tasmânia), zero.

As razões por trás da estratégia bem sucedida australiana são complexas e o sucesso ainda pode ser temporário, mas alguns fatores foram e continuam sendo importantes na luta contra o vírus.

A coordenação da resposta política entre governos estaduais e federal, o rápido fechamento das fronteiras, a imposição da quarentena, distanciamento social, isolamento e rastreamento do vírus foram, todos, fatores fundamentais para o controle do vírus.

Diferenças culturais

Mas se essas regras e medidas são semelhantes aos protocolos mundiais de contenção ao vírus, o que difere na Austrália?  A diferença talvez seja cultural. Apesar da imagem de um povo jovem, mais relaxado, o australiano se mostrou, em tempos de Covid, um povo acima de tudo, obediente.

É fato que nenhuma das medidas mencionadas teriam funcionado sem o comprometimento da população. O governo agiu de maneira relativamente rápida.

No dia 20 de março, o primeiro-ministro Scott Morrison declarou o fechamento das fronteiras e institui na quarentena obrigatória de duas semanas para todas as chegadas internacionais. Em seguida veio a ordem para as pessoas ficarem em casa e só saírem para irem ao médico, farmácia, supermercado, e ao trabalho (caso não pudessem trabalhar de casa).

Os australianos adotaram essas medidas de isolamento e distanciamento social quase que imediatamente. O australiano “sumiu” das praias, das ruas, do transporte público, academias de ginástica, escolas, igrejas e locais de culto, bares e restaurantes, isto e, fez o que lhe foi pedido - ficou em casa.

Lembrando que, mesmo no auge da crise, os parques públicos foram os únicos que permaneceram abertos para as pessoas se exercitarem. O australiano teve esse ‘respiro’ de poder ir ao parque, mas ninguém podia sentar nos bancos, playgrounds infantis foram fechados e os equipamentos de exercício ao ar livre bloqueados para uso.

Talvez marcados por imagens do sistema de saúde da Itália, à beira do colapso, o número de contágios na Espanha, França, muitos habitantes começaram a reduzir suas atividades antes mesmo que as restrições fossem impostas.

Apesar de as leis restritivas na Austrália terem sido menos rigorosas do que em alguns outros países, como a França e a vizinha Nova Zelândia, que entrou em um lockdown completo — e que conseguiu, por pelo menos alguns dias, chegar a zero em número de casos de infectados pelo coronavírus —, a conformidade dos australianos resultou no baixo número de transmissões comunitárias.

Governo reagiu mais rápido do que na crise dos incêndios

O primeiro-ministro australiano Scott Morrison decepcionou muitos australianos ao lidar com a terrível crise dos incêndios florestais no início do ano. A resposta foi lenta e confusa. E ele jamais cedeu aos especialistas em mudança climática.

Desta vez, porém, o premiê mudou a linha de ação completamente. O governo colocou especialistas médicos no centro da resposta à crise da Covid. Um gabinete nacional, presidido por Morrison, mas incluindo premiês estaduais dos partidos Trabalhista e Liberal, foi formado. Até o movimento sindical recebeu um papel inesperado na criação de políticas para a contenção do coronavírus. O ministro das Relações Industriais, por exemplo, se declarou o "melhor amigo" de líderes sindicais.

Morrison também fechou boa parte da economia e aumentou benefícios da assistência social, como seguro desemprego e o famoso JobKeeper, que paga aos empresários para que mantenham seus funcionários empregados durante a crise. Ele também anunciou que o país entrou em recessão pela primeira vez em 29 anos.

Segundo o premiê, os gastos relacionados ao coronavírus foram até agora de cerca de 214 bilhões de dólares australianos (ou € 135 bilhões).

A crise não abalou a confiança do australiano no governo que continua mais forte do que nunca.

Fronteiras não devem abrir

De acordo com o governo, não há previsão para a reabertura das fronteiras esse ano.

Uma situação que prejudica milhares de pessoas, entra elas, os brasileiros que estudam na Austrália. Estudantes internacionais do mundo inteiro que têm visto temporário ainda não conseguiram retornar ao país e estão pedindo desesperadamente ajuda ao governo.

Muitos estudantes brasileiros resolveram ficar na Austrália, mas com o fechamento da economia estão recorrendo a doação de comida para conseguirem economizar algum dinheiro e pagarem o aluguel e a mensalidade da escola, que atualmente é online.

O governo fala agora em erradicar a doença na Austrália, ao invés de apenas retardar sua propagação. O sucesso semelhante ou ainda maior do que na Nova Zelândia gerou um plano de criar um corredor entre os dois países, ou uma "bolha" na qual tanto a Austrália quanto a Nova Zelândia reabririam suas fronteiras uma para a outra, mas elas ficariam fechadas para o resto do mundo.

 

 

*Por: Luciana Fraguas, correspondente da RFI, em Melbourne, na Austrália

Publicado em Política

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Junho 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30