fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
Radio Sanca Web TV - Quinta, 07 Mai 2020

SÂO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos informa nesta sexta-feira (08/05) a situação epidemiológica do município para a COVID-19. São Carlos contabiliza 38 casos positivos para a doença, com 3 mortes confirmadas e ainda duas mortes suspeitas em investigação. 19 óbitos já foram descartados até o momento. Dos 38 casos positivos, 25 pessoas apresentaram Síndrome Gripal e não foram internadas, 13 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 8 receberam alta hospitalar, 2 casos positivos estão internados, sendo 1 em UTI e 1 em enfermaria, 3 casos foram a óbito. 510 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus, já que hoje foram liberados outros 12 resultados negativos para a doença. Estão internadas neste momento com suspeita de COVID-19, 12 pessoas, sendo 7 adultos na enfermaria, 1 criança em enfermaria, 3 adultos em UTI e 1 criança em UTI. Dois pacientes de São Carlos continuam internados em UTI em hospital de outro município.

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 2.113 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 1.720 pessoas já cumpriram o período de isolamento de 14 dias e 393 ainda continuam em isolamento. A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes PCR em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal (febre, acompanhada de um ou mais sintomas como tosse, dor de garganta, coriza, falta de ar). 90 pessoas já realizaram coleta de exames, sendo que 65 tiveram resultado negativo para COVID-19, até agora 7 apresentaram resultado positivo, sendo que 2 resultados positivos saíram hoje (todos esses resultados positivos já estão contabilizados no total de 38 casos). 18 pessoas ainda aguardam o resultado. O boletim emitido diariamente pela Vigilância Epidemiológica de São Carlos contabiliza as notificações das unidades de saúde da Prefeitura, Hospital Universitário (HU), Santa Casa, rede particular e planos de saúde.

Publicado em Coronavírus

SÃO CARLOS/SP - A Prefeitura de São Carlos publica no Diário Oficial do Município deste sábado (9/5), novo decreto prorrogando a quarenta no município até o próximo dia 19 de maio. Portanto as medidas temporárias de prevenção à disseminação do coronavírus (COVID-19) permanecem, entre elas o fechamento do comércio local, de serviços de alimentação de consumo no interior do local, restaurantes, lanchonetes, bares, academias, cinemas, clubes de lazer, casas de festas, boates, buffets em geral, shopping centers, cultos e celebrações religiosas, bem como a realização de feiras livres.
A suspensão de eventos municipais, como reuniões, inaugurações e palestras realizadas pela Administração Pública e setor privado também continuam suspensas até 19 de maio. Nenhum alvará está sendo emitido desde 16 de março para realização de eventos artísticos, culturais, políticos, científicos, comerciais, religiosos ou esportivos.


A flexibilização das medidas serão reavaliadas somente após esses 10 dias de prorrogação, porém se a curva epidemiológica do município mostrar um aumento no número de casos positivos, de óbitos ou risco de colapso no sistema de saúde, o município seguirá o Governo do Estado com suspensão da flexibilização da quarentena até 31 de maio. No momento São Carlos contabiliza 38 casos positivos para a doença, com 3 mortes confirmadas e ainda duas mortes suspeitas em investigação.
O novo decreto também estabelece que o funcionalismo público municipal retorne as atividades a partir de 19 de maio, com escalonamento do horário de expediente. Os serviços prioritários nunca foram paralisados e os servidores que fazem parte do Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus continuam exercendo as funções normalmente. A suspensão do expediente nas repartições municipais teve início em 20 de março, data em foi determinado o fechamento do comércio em geral.
As aglomerações continuam proibidas e o uso de máscaras obrigatório nos estabelecimentos que executem atividades comerciais, corporativas e congêneres, com fiscalização da Força Tarefa, formada por integrantes da Guarda Municipal, Polícia Militar, Departamento de Fiscalização da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano e Vigilância Sanitária.


Os radares móveis e o sistema de estacionamento rotativo (área azul) ficarão suspensos até 19 de maio e as novas regras dos cemitérios permanecem em vigor.
As aulas na rede municipal de ensino  continuam suspensas. O município possui 60 unidades escolares, sendo 10 Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs), 49 Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIs) e 1 Escola Municipal de Educação de Jovens e Adultos (EMEJA).

Publicado em Política

 

RIBEIRÃO PRETO/SP - Uma usuária que utiliza o transporte intermunicipal entre Ribeirão Preto/Sertãozinho/Pontal postou hoje em sua rede social uma situação que vai na contra-mão a tudo que vem sendo estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

No post a usuária reclama que a linha de ônibus no qual usa para se descolar entre as 3 cidades do interior de São Paulo estava completamente lotada e ainda havia usuários que não estavam de máscara, uma situação completamente propicia para a disseminação do coronavírus.

Veja o que a mulher escreveu em sua rede social: “Hj a tarde........eu peguei o rápido d' Oeste em Ribeirão que eu trabalho e lá ja veio cheio nao tinha ninguém em pé mas todos os bancos estavam ocupado e na rodoviária em sertaozinho a fila estava enorme e o motorista deixou todos entrar e tinha gente sem máscara tbm, eu estava sentada mais levantei pra uma mulher sentar......assim não tem condições...”

Número de casos

A cidade de Ribeirão Preto até o momento está com 343 casos confirmados e 8 mortes, já a cidade de Sertãozinho está com 33 casos e 2 mortes e a cidade de Pontal conta com 9 casos confirmados e 1 morte

* Com informações do Cidade OnLine - Região

Publicado em Ribeirão Preto

SÃO CARLOS/SP - A equipe da Guada Civil Municipal apreendeu nesta sexta-feira (8) 12 pinos de cocaína e R$ 36,00 na rua Tetra Campeonato, no Bairro Cirade Aracy II em São Carlos. 

Segundo o apurado por volta das 14:30, a equipe da GCM (Canil) composta pelos Gms Medeiros, Marcelo, Hilton e a cachorra Naja, em patrulhamento pelo Bairro Cidade Aracy ll passando pela Rua Tetra Campeonato de frente ao numeral 245 havia um indivíduo em atitudes suspeitas, que ao ser abordado para averiguação informou que tinha passagem por furto ao Patrimônio Público, ao seu lado foi avistado uma cápsula de ependorf contendo uma substância semelhante a cocaína,

A cadela Naja farejou o suspeito e encontrou 12 ependorf com cocaína e mais R$ 36,00 reais em papel moeda.

O suspeito ficou a disposição da justiça. 

Publicado em Policial

SÃO CARLOS/SP - Com o comércio fechado desde o dia 20 de março, após a prefeitura decretar o fechamento de estabelecimentos comerciais que não oferecem produto/serviço essenciais, os proprietários tem passado apertado para manter seus funcionários e até mesmo seus negócios.

Nesta sexta-feira (8) o governador de São Paulo, João Dória, decretou prorrogação da quarentena até o dia 31 de maio, o que consequentemente será seguido por São Carlos, fazendo com que o comércio continue fechado, e qual a consequência? A dispensa e até o fechamento de diversos comércios.

A Brooks hamburgueria em São Carlos colocou um cartaz em sua vitrine que reflete a situação do comércio da cidade. No cartaz a seguinte mensagem: "Aqui o governo João Dória desempregou 9 pessoas até o momento". Pelo motivo de estar atendendo por delivery, fica inviável para o proprietário manter todos os funcionários.

A Rádio Sanca também recebeu a informação de que outros estabelecimentos já despediram diversos funcionários, pois com o comércio fechado, não tem faturamento o suficiente para mantê-los o que pode resultar em fechamento da maioria das lojas da cidade de São Carlos

O que a prefeitura de São Carlos pode fazer para ajudar os comerciantes? Fica o questionamento, pois, se continuar com o comercio fechado, muitos comerciantes terão que abaixar suas portas definitivamente, resultando em desemprego em massa da população saocarlense, que hoje trabalha no comércio e levando a economia da cidade para uma grande crise.

Publicado em Comércio

SÃO CARLOS/SP - O internauta Marcelo, entrou em contato com a Rádio Sanca para relatar um fato que vem acontecendo há muito tempo na Praça Coronel Paulino Carlos, localizada em frente à Catedral de São Carlos Borromeu.

O internauta tirou foto hoje, 08, e mostra muita água parada no chafariz histórico e assustam as pessoas que passam por lá, assim como internauta que questionou: “Maicon Ernesto, estamos passando por está pandemia e algumas pessoas se esquecem de tomar atitudes para evitar outras doenças, assim como a dengue” disse Marcelo.

Já o internauta Cleberson (Keko’s), disse que a água está fedendo. “Ivan Lucas, a água deve estar podre, pois está um mau cheiro tremendo e ali é um grande criadouro de mosquito da dengue” afirmou.

A melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, lagões de água, chafariz, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Por isso a pergunta que fica é: Quando a prefeitura de São Carlos fará a limpeza do chafariz e a limpeza para que o mosquito Aedes Aegypti propague o arbovírus?  Arbovírus são vírus transmitidos por picadas de insetos, especialmente os mosquitos.

 

ILHABELA/SP - Um grupo de comerciantes e empresários invadiu a Prefeitura de Ilhabela, no litoral paulista, na manhã de hoje para exigir que a administração municipal disponibilize linhas de crédito para ajudar os negócios da cidade durante a pandemia do coronavírus.


A manifestação teve início por volta das 10h em frente ao Paço Municipal. Exigindo falar com a prefeita, Maria das Graças Ferreira (PSD), o grupo entrou no prédio.
Imagens publicadas nas redes sociais mostram uma discussão e um princípio de tumulto com seguranças e funcionários da prefeitura. Policiais Militares foram enviados ao local, mas não houve confronto.


Os empresários foram conduzidos a um auditório anexo ao prédio e exigiram a presença da prefeita para ouvir suas reivindicações.
Após negociações, uma comissão com representantes dos comerciantes foi chamada para conversar com a prefeita. Por volta das 11h30, o grupo ainda permanecia no local.

*Por UOL Notícias

Publicado em Economia

SÃO PAULO/SP - O governador João Doria (PSDB) prorrogou a quarentena em todo o estado de São Paulo até o dia 31 de maio. O anúncio foi feito no início da tarde desta sexta-feira (8) em coletiva no Palácio dos Bandeirantes, na Zona Sul da capital paulista.

"Teremos que prorrogar a quarentena até o dia 31 de maio. Queremos, sim, em breve juntos poder anunciar a retomada gradual da economia como, aliás, está previsto no Plano São Paulo. A experiência de outros países, e nós temos utilizado essas experiências aqui, mostra claramente o colapso da saúde e, quando isso acontece, paralisa tudo", disse Doria.

Doria defendeu que a flexibilização da quarentena, neste momento, prejudicaria o sistema de saúde e a recuperação econômica.

"Na região metropolitana um aumento de 760% em apenas 30 dias. Em um mês, 760%. Estamos todos atravessando o pior momento desta pandemia. Só não reconhece, vê, percebe, aqueles que estão cegos pelo ódio ou pela ambição pessoal. Autorizar o relaxamento agora seria colocar em risco milhares de vidas, o sistema de saúde e, por óbvio, a recuperação econômica", afirmou.

Com a decisão, permanecem autorizados a funcionar apenas serviços essenciais. A ampliação do isolamento se deve ao aumento do número de casos e mortes em razão do coronavírus.

Atualmente, o estado tem 3.206 mortes pela doença e a taxa de isolamento social se manteve em 47% na quarta-feira (6), considerada abaixo do ideal para diminuir a velocidade de contágio.

"O medo é o pior conselheiro da economia, prejudica o consumo, afugenta investimentos e ataca os empregos. A quarentena, felizmente, está salvando vidas em São Paulo e em outros estados brasileiros. Pessoas que poderia ter adoecido e falecido estão em vida e agradecendo por estarem vivendo e convivendo com seus familiares e desfrutando ainda a vida", defendeu o jovernador nesta tarde.

O governo buscava entre 50% e 60% para iniciar a flexibilização da quarentena, mas as autoridades de saúde apontam que a taxa ideal seria de 70%. O estado nunca chegou ao valor ideal, sendo as maiores taxas de 59% sendo registradas apenas em domingos.

Nas últimas 24 horas, dez novas cidades do estado registraram casos de coronavírus. A propagação cresce quatro vezes mais rapidamente nas cidades do interior e do litoral do que na Grande São Paulo, segundo dados do governo.

A administração estadual acredita que até o final de maio todas as 645 cidades do estado terão casos confirmados da doença.

Luto oficial

Na quarta (6), Doria decretou luto oficial em todo o estado de São Paulo após o número de mortes ultrapassar três mil.

Desde o início da pandemia, o estado de São Paulo se mantém no epicentro da doença no país. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o distanciamento ainda é a medida mais eficaz para evitar a propagação da Covid-19.

Em 22 de abril, Doria chegou a anunciar a reabertura gradual da economia no estado a partir de 11 de maio e afirmou que os detalhes só seriam divulgados no dia 8 de maio.

A decisão de manter a quarentena foi balizada pelo Centro de Contingência da Covid-19, que é liderado pelo infectologista David Uip.

De acordo com balanço divulgado nesta quinta (7), as Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) do estado de São Paulo operam com taxa de ocupação de 66,9%.

Na Grande São Paulo, a lotação é ainda maior: 89,6% dos leitos deste tipo estão ocupados na região metropolitana, segundo dados oficiais divulgados nesta quinta. Na quarta-feira (6), a ocupação era de 86,7%.

Parâmetros

Em coletivas mais recentes, o governador disse que não iria flexibilizar se as cidades que não atingissem o índice mínimo de 50% (o ideal é 70%), outro dado utilizado para analisar que cidades poderiam ter condições de reabrir o comércio e outras atividades econômicas não essenciais. Na quarta-feira (6), a taxa de isolamento social no estado e na capital estavam em 47%.

E poucas cidades conseguiram manter uma média acima do índice mínimo exigido. São Sebastião e Ubatuba, no litoral, estariam nesse grupo.

A um dia do anúncio previsto nesta sexta sobre quais cidades poderiam flexibilizar a quarentena no estado, o governo paulista classificou o risco de contágio pelo coronavírus como grave e preocupante nas regiões da Grande São Paulo, Campinas, no interior, e Baixada Santista, no litoral.

A medida de flexibilização do isolamento social devido ao coronavírus deve ser feita em etapas, com autorizações específicas para cada região do estado, de acordo com o avanço da doença.

“Todas as regiões tiveram situações crescentes. Algumas regiões têm situações mais graves, como a Baixada Santista, Campinas, Região metropolitana de São Paulo. Há uma preocupação muito grande com esses números”, diz o secretário Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, na quinta-feira ao G1.

A região metropolitana de São Paulo tem 39 cidades, a Baixada Santista, 9, e a região de Campinas, 24.

Os “números” a que o titular da pasta do Desenvolvimento se referiu são dados estatísticos que poderiam indicar se os municípios dessas três regiões têm condições de relaxar o isolamento social e, dessa maneira, poder reabrir gradualmente o comércio local e outras atividades econômicas.

Ao todo, o estado possui 15 regiões metropolitanas. Cada região tem um número diferente de municípios em torno de uma cidade maior.

Interior de SP

Além de São Paulo, Campinas e Baixada Santista, outras regiões do estado também merecem atenção do governo, segundo Vinholi.

“O que apresentou para nós a semana inteira são dados impactantes em todo interior do estado também”, afirma o secretário sobre o aumento dos óbitos e de doentes. “Com essa aceleração nós identificamos um momento de alerta para todo estado”.

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento, mais de 370 cidades do estado têm casos de coronavírus e aproximadamente 170 delas registraram mortes pela doença.

“A cada três dias nós temos 38 novos municípios sendo afetados. Chegando no fim do mês com todos os municípios afetados com casos”, projeta Vinholi.

 

 

*Por: Kleber Tomaz e Lívia Machado, G1 SP

Publicado em Coronavírus

SÃO CARLOS/SP – Um motociclista de 45 anos fraturou o tornozelo na tarde desta sexta-feira (8) em São Carlos.

Segundo o apurado, o homem pilotava sua Honda CBX 250 Twister, azul, pela Rua Santa Gertrudes, sentido praça Itália, quando ao passar por uma lombada, perdeu o controle da moto e bateu o tornozelo violentamente contra o solo.

O motociclista parou sua moto na Rua Santa Gertrudes de esquina com a Rua Padre Joaquim Cipriano de Camargo e populares acionaram o SAMU

A Unidade 282 atendeu a ocorrência e imobilizou a vítima, com possível trauma com sangramento no tornozelo esquerdo e escoriações.

O homem foi encaminhado para a Santa Casa de São Carlos para uma avaliação médica mais detalhada.

Publicado em Trânsito

Paciente, acompanhante ou familiar terão a praticidade de preencher o formulário pelo site

 

SÃO CARLOS/SP - Pensando em melhorar os serviços de atendimento, a Ouvidoria da Santa Casa de São Carlos criou mais um canal de comunicação com a população. A partir de agora, os pacientes e acompanhantes terão acesso à nova ferramenta de Pesquisa de Satisfação direto no site do hospital. Por meio dessa ferramenta, é possível avaliar os serviços prestados pela Santa Casa.

O trabalho da Ouvidoria é conhecer melhor a opinião da população em relação à Instituição e buscar, junto à Diretoria, aprimorar ainda mais a qualidade do atendimento, com base nas informações manifestadas.

Para participar, é bem fácil. Basta entrar no site da Santa Casa e procurar por Pesquisa de Satisfação do Usuário.Então, é só preencher um formulário com algumas perguntas, nome e contato. É importante ressaltar que somente o setor da Ouvidoria tem acesso ao formulário.

A Supervisora da Ouvidoria, Cleonice Faria, explica que, até então, a Pesquisa de Satisfaçãoera feita por meio de papel, pessoalmente em conversa com o paciente, acompanhante ou familiar e também por telefone. Devido à pandemia da COVID-19, foi preciso mudar a maneira de obter esses dados sem ter contato com paciente, e isso fez com que o número de participantes diminuísse.

“Não conseguimos mais ir até os quartos para preencher esse formulário, mas eles continuam à disposição para quem prefere responder usando os formulários de papel. Com a nova ferramenta no site, as pessoas vão conseguir participar da Pesquisa de Satisfação com facilidade. Para nós, essa pesquisa é muito importante para que tenhamos uma avaliação dos nossos serviços, além de conseguirmos obter o indicador de satisfação para que com isso possamos tomar futuras decisões”, ressalta Cleonice.

Além disso, o trabalho da Ouvidoria busca dar suporte às famílias de pacientes, atendendo às diversas manifestações como elogios, sugestões ou reclamações. Ao receber uma dessas demandas, o setor encaminha ao gestor da área em questão.

As informações das pesquisas são compartilhadas, mensalmente, com o Centro Integrado de Humanização, e a equipe discute ações para melhorias dos serviços.Todo esse processo contribui para a redução de queixas e possibilita a implantação de novas práticas.

 

SERVIÇO:

PESQUISA DE SATISFAÇÃO – OUVIDORIA SANTA CASA

É só acessar a página da Santa Casa: www.santacasaocarlos.com.br

CONTATOS DA OUVIDORIA – 35091379 e pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Maio 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31