fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Radio Sanca Web TV - Domingo, 16 Agosto 2020

SÃO CARLOS/SP - A Prefeitura de São Carlos, por meio das secretarias de Segurança Pública, de Cidadania e Assistência Social e de Serviços Públicos, realizou uma operação especial na manhã desta segunda-feira (17/08), na região do Terminal Rodoviário.  A Secretaria de Serviços Públicos, com instalação de gradil, cercou uma área pública na avenida Trabalhador São-Carlense, entre as ruas São Joaquim e Alexandrina.  A operação foi realizada na tentativa de garantir espaços que não propiciem aglomeração como medida de prevenção a disseminação da COVID-19. Praças próximas à rodoviária também estavam no cronograma de ação, pois esses espaços têm sido utilizados pela população em situação de rua.  

“Foi mais uma ação para fazer com que essas pessoas conheçam os serviços que o município oferece, como a Casa de Passagem e o Centro POP que atende somente a população em situação de rua”, explica Samir Gardini, secretário de Segurança Pública.

A Secretaria de Cidadania faz a abordagem social, que busca sensibilizar as pessoas em situação de rua a ir para os serviços de acolhimento de forma a garantir seus direitos e acesso aos cuidados pessoais, bem como acesso ao trabalho socioeducativo frente a essa situação. “Há duas semanas as pessoas que permanecem nessa região tem sido orientadas pela nossa equipe sobre a ação na região”, diz Glaziela Solfa Marques, secretária de Cidadania e Assistência. 

“Algumas pessoas chegavam à rodoviária, vindas de outras cidades e já se juntavam a esses moradores que já estavam no canteiro, aumentando diariamente o número de gente e causando aglomeração”, disse Gardini.

Ainda de acordo com a secretaria de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa Marques, várias ações vem sendo desenvolvidas para ampliação dos atendimentos, mas realmente algumas pessoas não aceitam ir para os serviços de acolhimento. “A Prefeitura reformou a Casa de Passagem que em virtude da pandemia está acolhendo pessoas em situação de rua agora em tempo integral para garantir a quarentena”. Também foi organizado um novo espaço de acolhimento emergencial, sobre a responsabilidade da Divina Misericórdia, além de serem disponibilizados os serviços oferecidos pelo Centro POP. Também ocorre um trabalho articulado junto ao

Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD) e do Consultório na Rua, que está fazendo a testagem para diagnóstico do novo coronavírus dessa população. 

Além das ações concentradas de testagem para a COVID-19, quando são identificadas pessoas com sintomas, são seguidos os protocolos da Vigilância Epidemiológica, para acompanhamento clínico e isolamento.

O Centro POP fica na rua São Joaquim, 818, no Centro. A Casa de Passagem localiza-se na rua Rotary Clube, 101, na Vila Marina.

Publicado em Cidadania

Homem pensou ter quitado veículo junto à uma uma instituição financeira, mas depois descobriu ter caído em uma fraude aplicada por estelionatários

 

BAURU/SP - A Polícia Civil de Bauru recuperou, na última sexta-feira (14), R$ 14.545,00 subtraídos de um homem, de 57 anos, que foi vítima de estelionato.

Os trabalhos foram realizados pelo Setor de Investigações Gerais (SIG) da cidade, após ser cientificado do crime, ocorrido no dia 16 de julho deste ano.

Na ocasião, a vítima, que tinha financiado um veículo junto a uma instituição bancária, caiu em um golpe praticado por criminosos que se apresentaram como funcionários deste banco. Desta forma, o homem pagou um boleto pensando que estava quitando sua dívida, entretanto tudo não passava de uma fraude.

Após apurações e atividades de inteligência policial, os agentes de Bauru conseguiram identificar dois envolvidos na cidade de São Paulo e solicitar o bloqueio do valor subtraído da vítima, bem como sua restituição - pedidos que foram aceitos pela Justiça. 

A dupla criminosa foi indiciada e responderá por estelionato.

Publicado em Outras Cidades

SÃO CARLOS/SP - A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo realiza anualmente a Semana Estadual de Prevenção e Controle de Leishmaniose Visceral, cuja finalidade é o desenvolvimento de ações educativas visando levar conhecimentos à população sobre a transmissão da doença, manejo ambiental para controle do vetor, aliada às responsabilidades de saúde, higiene e de guarda responsável dos animais de estimação.

A Leishmaniose Visceral é uma doença grave que afeta animais e o ser humano, causada pelo protozoário do gênero Leishmania sp e transmitida por inseto vetor flebotomíneo, conhecido como mosquito palha e nome científico Lutzomyia longipalpis.

É uma das seis doenças endêmicas mais importantes no mundo, dada a sua incidência, alta mortalidade em indivíduos não tratados e crianças desnutridas, e emergente em indivíduos portadores da infecção por HIV (fonte: Manual de Vigilância e Controle da Leishmaniose Visceral Americana do Estado de São Paulo, 2006).

A fêmea do mosquito palha (Lutzomyia longipalpis) se infecta ao picar um cão doente, contaminado com o protozoário, e passa a transmiti-lo a outros cães e seres humanos nas próximas picadas. 

São insetos pequenos, com 2 a 3 milímetros, e costumam picar ao entardecer e à noite. Desenvolvem-se em locais úmidos e sombreados com acúmulo de matéria orgânica (folhas, frutos, lixo orgânico em apodrecimento). 

De acordo com as pesquisas entomológicas (busca pelo inseto vetor) realizadas pela Superintendência de Controle de Endemias - SUCEN, até o presente momento, não houve o registro de ocorrência do inseto que transmite a LVA, na área urbana de São Carlos. 

Portanto, é muito importante a conscientização dos cidadãos para que mantenham os quintais devidamente limpos, podando árvores e removendo resíduos de capina e folhagens, eliminando os ambientes favoráveis à existência do inseto, mantendo nosso município livre da transmissão local desta grave doença.

Apesar de grave, a Leishmaniose Visceral tem tratamento para seres humanos, sendo totalmente gratuito na rede SUS. 

Para animais, existe apenas um medicamento devidamente registrado, consistindo em um tratamento muito caro, e ainda não há comprovação científica de que o cão fique livre do parasita.

À menor suspeita de que o cão possa estar doente, deve ser levado ao médico veterinário, pois a LVA causa muito sofrimento aos animais acometidos. Os principais sintomas no cão são: crescimento exagerado das unhas, conjuntivite com secreção, emagrecimento progressivo, queda de pelo, úlceras de pele e outros.

“Sempre que um cão for suspeito, uma das primeiras medidas a serem tomadas, é colocar coleira repelente de insetos, pois apesar de ainda não termos a presença do flebotomíneo na área urbana de São Carlos, esta é a principal medida preventiva comprovadamente eficaz”, relata Luciana Karina Marchetti, médica veterinária, supervisora da Unidade de Controle de Zoonoses e Endemias.

O exame em cães suspeitos, pode ser realizado de forma gratuita através da Unidade de Controle de Zoonoses, que encaminha o material para análise no Laboratório Instituto Adolfo Lutz. 
Outras informações podem ser obtidas na Unidade de Controle de Zoonoses através do telefone 3307-7405.

SÃO CARLOS/SP - A Secretaria Municipal de Educação comunica que estão abertas as inscrições para as turmas do 6° ao 9° ano da EJA (Educação de Jovens e Adultos) durante essa semana, ou seja, de 17 a 21 de agosto.

Para maiores informações nos interessados devem entrar contato com as unidades escolares que realizam esse atendimento na rede municipal de Educação de São Carlos: EMEB Arthur Natalino Deriggi, localizada na rua José Francisco Bicaletto, nº 13, Cidade Aracy, telefone 3375 2609; EMEB Carmine Botta, rua Philomena Fauvel, s/nº, no Bela Vista, telefone 3371 5285 ou na EMEB Dalila Galli, na rua Rio Araguaia, s/nº, no Jockey Clube, telefone 3361 4674.

Antes da pandemia do novo coronovírus a rede municipal de ensino estava atendendo 634 alunos na Educação de Jovens de Adulto.

Publicado em Educação

SÃO PAULO/SP - Aos 18 anos, a atriz Giovanna Chaves revelou que já teve problema com bebidas, durante desabafo em sua conta do Twitter. A celebridade disse que um dos motivos foi o seu sucesso estrondoso na novela Cúmplices de um Resgate (2015), do SBT.

“Gente, tive probleminhas sérios e descontei tudo em bebida e foi bem bad, porque entrei em um ciclo vicioso de só fazer merda. Hoje começo terapia, porque realmente preciso e espero que vocês me acompanhem nesse processinho que não é tão legal”, disse a musa.

“Nunca é tarde para melhorar e estou bem feliz que consegui perceber que precisava de ajudinha”, completou.

“Muito grata que, agora que estou meio bad, pensei que estivesse sozinha, mas teve tanta gente legal que me estendeu a mão. Foi bem fofo! Fiquei muito feliz”, declarou.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

tarde de ☀️ e leitura

Uma publicação compartilhada por @ giovannachaves em

 

 

*Por: Alefy Soares / METROPOLITANA

Publicado em Celebridades

BROTAS/SP - Na contramão do cenário mundial, que prevê uma queda de 80% na movimentação da economia do turismo em 2020 – maior impacto desde a Segunda Guerra Mundial, Brotas dá sinais, em plena baixa temporada, de aquecimento da atividade. Mesmo no período de restrições por conta da pandemia, a atividade turística apresentou forte recuperação no mês de junho, quando teve início a retomada consciente.  

Balanço divulgado pela Secretaria de Turismo de Brotas aponta que no primeiro semestre foram arrecadados R$ 443.154,75 referentes ao ISS – Imposto Sobre Serviços somente nas atividades turísticas, maior termômetro do comportamento do setor. O montante é 27% inferior se comparado ao mesmo período de 2019, quando foram direcionados R$ 614.454,00 aos cofres públicos. 

Entres os meses de março e maio, Brotas sofreu uma baixa expressiva na movimentação da atividade turística. “Nos antecipamos com as medidas de distanciamento social e o período mais contundente de quarentena foi um duro golpe na economia, mas sabíamos que era necessário para que a retomada ocorresse dentro do esperado”, afirma Fabio Pontes, secretário de Turismo de Brotas.  

 

Sinais de recuperação em junho

 

A arrecadação com ISS no mês de junho é o indicador que demonstra o quanto a recuperação ocorreu rapidamente. O total registrado é de R$ 59.137,16, recuo de 24% em relação a junho de 2019, que totalizou R$ R$ 78.755,16, mas muito acima do volume registrado em maio, de pouco mais de R$ 1,5 mil. “É um indicador a ser comemorado se analisarmos o cenário e, ainda, por tratar-se de um período de baixa temporada para Brotas”, explica o secretário.  

Perfil 

A procura por Brotas atende a perfis específicos. No período inicial do novo normal, a visitação ocorre principalmente nos finais de semana por famílias de Bauru, Campinas, Ribeirão Preto e Piracicaba. Aos poucos, começam a vir turistas de localidades mais distantes, como São Paulo.  

“São grupos de familiares, que têm mais liberdade em praticar atividades em conjunto como ir a um restaurante ou ocupar um bote pra a prática de rafting. O gasto médio por dia de cada turista, o que inclui hospedagem, passeios e alimentação, gira entre R$ 400 e R$ 500”, observa Pontes.  

Rodrigo Camillo, proprietário do Restaurante do Camillo, viu o seu restaurante atingir ocupação total, dentro da margem de redução estipulada no protocolo, a partir de julho. Além do distanciamento das mesas, circular pelo estabelecimento é permitido somente de máscara, que podem ser tiradas na mesa.  

Para o serviço de buffet, o consumidor recebe luvas. É possível consultar as opções de pratos do próprio celular, já que o cardápio é acessado por leitura de QR Code. “O novo normal trouxe mudanças no comportamento dos turistas e da cadeia de serviços que têm sido seguidas sem dificuldades. Algumas práticas, como o cardápio virtual, vamos manter até quando a pandemia acabar”, destaca o empresário. 

A movimentação do ecoparque Viva Brotas nos últimos dois meses é um reflexo da retomada das atividades turísticas. Bastante procurado por casais e famílias, o negócio oferece a principal característica esperada por quem quer viajar: ambientes bastante abertos. Desde a hospedagem, nos chalés, glamping ou tendas, até os passeios nas trilhas de cachoeiras ou para a prática de rafting, práticas criteriosas garantem o distanciamento social e a higienização.  

“Adotamos sistemas de desinfecção dos quartos, áreas de convivência e dos equipamentos para a prática de rafting e tirolesa que são referência no padrão de higienização de ambientes hospitalares. Os visitantes estão bastante seguros e respeitam cada regra. O resultado é um aquecimento gradual na atividade turística, que esperamos estar consolidado ainda neste ano”, avalia Rafael Barbieri, proprietário do ecoparque Viva Brotas e presidente da Abrotur – Associação de Empresas de Turismo de Brotas e Região.  

Capacidade 

Brotas amplia gradativamente a capacidade de ocupação nos atrativos, restaurantes e na rede hoteleira. O comitê municipal de enfrentamento à Covid-19, que integra o gabinete da prefeitura e as secretarias municipais de Turismo e de Saúde, em vista da baixa taxa de casos confirmados, ampliou a demanda da atividade de 50% para 70%.  

Conforme explica Fabio Pontes, a decisão é tomada com cautela e monitoramento diário do quadro. “Nesta fase de retomada, verificamos que não houve qualquer intercorrência que apontasse um risco de contágio atribuído à atividade turística. Estamos confiantes de que, com todos os protocolos e a atuação sinérgica do poder público com o empresariado, somada à consciência demonstrada pelos turistas, esta escalada será contínua e em breve teremos a movimentação restabelecida, sempre com prioridade para a segurança da população e de nossos visitantes”, ressalta.  

Investimentos 

Mesmo na pandemia, Brotas manteve a sua atenção voltada para a qualidade do receptivo. Recentemente, foram entregues obras que totalizam R$ 2,5 milhões de investimentos neste sentido.  

A nova secretaria de Turismo, localizada à Praça Guilherme Trombini, na região central, tem vista para o Parque dos Saltos, um dos cartões postais da cidade. No horário de funcionamento, diariamente das 8h às 17h, o turista é recepcionado por profissionais treinados no PIT – Posto de Informação ao Turista. No balcão de atendimento, o visitante pode, por exemplo, tirar dúvidas sobre as atividades ao ar livre, pontos de visitação, atrativos de aventura, localização de hotéis e restaurantes.      

Espaços ao ar livre foram entregues revitalizados. Entre eles, a mais aguardada era a requalificação da Ponte Pênsil, no Parque dos Saltos, fechada para reformas desde fevereiro. A estrutura agora está totalmente adaptada para a circulação de cadeirantes. Recebeu rampa acessível, madeiramento e cabo de aço novos.  O portal da cidade foi totalmente remodelado, assim como o seu entorno. Além da reformulação no padrão estético, o visitante irá perceber que está mais fácil o acesso ao Terminal Rodoviário e circular pela Avenida Dante Martinelli, com as lombofaixas e pista central de caminhada.   

Publicado em Brotas

SÃO CARLOS/SP - O Vereador Robertinho Mori, Presidente da Comissão da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, sobe a Tribuna na Sessão Extraordinária realizada no dia 14/08, e defende a importância da Implantação e Aprovação do Projeto de Equoterapia do Município.

O parlamentar já havia protocolado na data de 05 de abril de 2019, Requerimento nº 0896, solicitando efetivação de convênio com entidades para a realização e implantação do Programa  de Equoterapia em nosso município. Em 03/05/19  em resposta ao Requerimento  0896, processo 534/2019, a Secretaria Municipal de Saúde informou,   através  do Ofício 199/2019 “a  Ecoterapia é um método terapêutico que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação buscando o desenvolvimento biopsicológico de pessoas com deficiência e/ou necessidades especiais, que a Secretaria Municipal de Saúde vem analisando a possibilidade de um Convênio/parceria com o Centro de Ecoterapia do Damha para atender casos para tratamentos de crianças e adultos com necessidades especiais (Síndrome de Down, Paralisia Cerebral, Autismo, Má formação entre tantas Deficiências Neurológicas e Motoras). Também foi mencionado neste Ofício que em 28/03/2019, a Secretaria Municipal de Saúde, através do processo 462/2019, através da Indicação 0029 do Vereador Robertinho Mori, tomou conhecimento do  Plano de Trabalho do Projeto Vivendo a Cavalo, que foi analisado pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde e  encaminhado ao Departamento de Gestão Financeira para verificar a verba orçamentária para efetivar o convênio.    

Robertinho destaca ainda que, a Equoterapia é um dos principais tratamentos de reabilitação para pessoas com limitações físicas ou mentais, através dela consegue-se  alcançar excelentes resultados relacionados aos movimentos, equilíbrio, postura,  desenvolvimento da fala, socialização,  autoconfiança entre outros.

Publicado em Política

SÃO CARLOS/SP - Na manhã desta segunda-feira (17) um caminhão ao tentar fazer uma conversão bateu em um poste, no bairro Jardim Cruzeiro do Sul, em São Carlos.

Segundo informações um caminhão/Carreta, carregado com mercadoria, seguia pela rua Bahia, e ao fazer a conversão para adentrar a Avenida Dr. Pádua Salles, a carreta bateu no poste, que ficou escorado na mesma.

A Guarda Civil Municipal e a Polícia Militar estiveram no local.

O Auto Tanque (AT) do corpo de bombeiros, acionou a CPFL e junto com a Guarda Civil Municipal e Amarelinhos, isolaram a área.

A CPFL irá fazer a substituição do poste e a Avenida ficará interditada. Sentindo Escola Jesuíno de Arruda.

Ninguém se feriu.

Publicado em Outras Notícias

John, Paul, George, Stuart e Pete desembarcaram em Hamburgo em 17 de agosto de 1960. Naquela noite, eles fariam seu primeiro show na cidade, dando início à fase de amadurecimento que culminaria no sucesso mundial.

 

MUNDO - Na manhã de 17 de agosto de 1960, os cinco garotos de Liverpool, que somente há pouco tempo se apresentavam sob o nome The Beatles, chegaram a Hamburgo, desembarcando num ambiente no mínimo peculiar.

O bairro era St. Pauli, cheio de bordéis, casas de strip stease e bares de marinheiros. E foi num desses locais, o Indra, que John Lennon, Paul McCartney, George Harrison, Stuart Sutcliffe e Pete Best fizeram, já naquela noite, sua primeira apresentação na cidade alemã, para um público formado por prostitutas e seus clientes.

Os Beatles ainda eram desconhecidos e estavam muito longe do sucesso que alcançariam anos mais tarde como os "quatro fabulosos". E eram também bastante jovens. O mais velhos dos cinco, Sutcliffe, mal havia completado 20 anos. O mais novo, Harrison, tinha 17 – e escondia a idade.

Foi o empresário Alan Williams quem agenciou os primeiros shows dos Beatles em Hamburgo. A proposta era tentadora: 100 libras por semana.

"Depois de tocar, eles costumavam voltar para tomar um café com torrada. Se você quisesse torrada com marmelada, tinha de pagar um penny a mais. Ainda posso ver Paul McCartney dizendo a John Lennon: 'Você está louco, isso custa um penny a mais!' E olhe só quanto dinheiro ele possui hoje", relata Williams.

Acomodação precária

Os Beatles tocavam todas as noites, até oito horas seguidas. No Indra, eles dividiam o palco com as strippers – quando a banda fazia uma pausa, era a vez de as garotas subirem ao palco para a performance delas.

O proprietário do Indra era Bruno Koschmider, então um dos principais empresários da noite de Hamburgo. Além de vários clubes, ele era dono de um cinema, o Bambi Kino, que exibia filmes pornôs. Foi atrás do telão do Bambi Kino que Koschmider acomodou os Beatles.

O beatlemaníaco Ulf Krüger, que fez amizade com a banda na época, fala de dois cômodos sem janelas, pouco iluminados, ao lado do banheiro masculino. "A área desse alojamento era de 16 metros quadrados. Os músicos dormiam em antigas camas de campanha. Como lavabo, eles usavam a pia do banheiro masculino que ficava ao lado", relembra Krüger.

Do Indra, os Beatles foram para um clube maior, o Kaiserkeller, também de propriedade de Koschmider. O primeiro show deles no novo palco foi em 4 de outubro de 1960, e eles se apresentariam lá até o final do mês, quando abandonaram definitivamente Koschmider.

O novo clube era o Top Ten. O dono, Peter Eckhorn, oferecia mais dinheiro, um equipamento de som melhor e – principalmente – um lugar decente para dormir.

Camisinha em chamas

A rescisão do contrato com Koschmider originou uma das histórias mais antológicas da primeira passagem dos Beatles por Hamburgo: quando McCartney e Best voltaram ao Bambi Kino para pegar suas coisas, encontraram o local na maior escuridão. Eles então penduraram uma camisinha num prego na parede do local e tocaram fogo nela. Não houve maiores danos, mas Koschmider registrou queixa na polícia por tentativa de incêndio.

McCartney e Best foram detidos, passaram algumas horas na prisão e acabaram deportados no início de dezembro. Por ser menor de idade, esse também já havia sido o caso de Harrison. Koschmider o havia delatado.

Os anos de formação

O único dos Beatles a ficar em Hamburgo foi Sutcliffe. Ele preferiu ficar com a namorada, a alemã Astrid Kirchherr, e só voltou para Liverpool em janeiro. Sutcliffe optaria em definitivo por Hamburgo em abril de 1961, quando os Beatles voltaram para uma segunda temporada de apresentações no Top Ten. Ele deixou a banda para estudar arte e morreu um ano depois, pouco antes da terceira temporada de shows dos Beatles na cidade.

Em 1962, os Beatles fariam mais três temporadas em Hamburgo, desta vez no Star-Club. A primeira foi em abril, a segunda, em novembro e a terceira, em dezembro.

Estudiosos e beatlemaníacos são unânimes em afirmar que os anos em Hamburgo marcaram o amadurecimento dos Beatles – as noites seguidas de apresentações desenvolveram as habilidades performáticas dos músicos e os transformaram numa banda coesa.

"Nosso ponto alto como live band alcançamos em Hamburgo", diria Harrison mais tarde. "Nós tínhamos que ser muito bons como banda para tocar oito horas todas as noites". Ou, nas palavras de Lennon: "Não teríamos nunca evoluído tanto se tivéssemos ficado em casa. Eu posso ter nascido em Liverpool, mas me tornei adulto em Hamburgo".

 

 

*Por: dw.com

Publicado em Pop & Arte

BRASÍLIA/DF - A Caixa credita hoje (14) o auxílio emergencial para 4,097 milhões de beneficiários nascidos em setembro. São 4 milhões de pessoas nascidas em setembro que já tinham a programação de receber nesta data. Os demais, 97 mil, são os beneficiários nascidos em setembro que tiveram o pedido liberado no início deste mês. Eles tiveram o cadastro reavaliado pelo governo.

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia de covid-19.

A Caixa tem disponibilizado o auxílio em uma poupança digital, acessível pelo aplicativo Caixa Tem. Pelo programa é possível fazer compras online em estabelecimentos autorizados e pagar boletos.

O saque em dinheiro do benefício, em uma agência do banco, é autorizado posteriormente, conforme calendário definido pelo governo, considerando o mês de nascimento do beneficiário. As transferências para outros bancos ou para contas na própria Caixa seguem o mesmo calendário de saque. Nesse caso, os recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas pelo beneficiário.

Ciclo 1

O crédito para os beneficiários nascidos em setembro faz parte do Ciclo 1 de pagamentos do auxílio emergencial. Os saques e transferências estarão liberados no dia 5 de setembro para os beneficiários que receberam o crédito na poupança social hoje.

No ciclo 1, o crédito na poupança social da Caixa está agendado para o período de 22 de julho a 26 de agosto, conforme o mês de nascimento. Os saques e transferências estão sendo feitos de 25 de julho a 17 de setembro.

Bolsa Família

Amanhã (18), inicia o pagamento do auxílio emergencial para público beneficiário do Bolsa Família com NIS final 1. O pagamento para esse público é feito conforme o calendário usual do programa Bolsa Família. Os primeiros a receber são os beneficiários com NIS final 1. Na quarta-feira, será a vez daqueles com NIS final 2 e assim por diante, com exceção do final de semana quando não há pagamentos, até o dia 31 de agosto, quando será liberado pagamento para os beneficiários com NIS final 0. Serão 1,9 milhão de beneficiários por dia.

 

 

*Por Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil

Publicado em Economia

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31