fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Radio Sanca Web TV - Domingo, 14 Novembro 2021

SÃO CARLOS/SP - Durante o mês de novembro, o Procon de São Carlos intensifica as fiscalizações no comércio em virtude da Black Friday.
Em São Carlos o consumidor pode fazer sua denúncia e tirar dúvidas através do site http://procon.saocarlos.sp.gov.br ou pelo telefone e WhatsApp 3419-4510.

Confira as dicas do Procon São Carlos para a semana da Black Friday:

Produto com preço maquiado - O consumidor tem que ficar alerta a “maquiagem” de preços pois, na semana da Black Friday algumas empresas aumentam o valor do produto e criam um desconto que, na verdade não é real. O consumidor leva um produto, acreditando que está comprando com desconto, quando na realidade não passa de uma fraude porque não houve desconto e o consumidor pagou pelo preço real da mercadoria.

Desconfie de oferta muita vantajosa - Dispense ofertas incompatíveis com a realidade brasileira. Caso uma oferta seja muito vantajosa, desconfie e faça checagens extras de segurança. Por exemplo, se o produto que você procura tem preço médio de R$ 2 mil, não há como, o mesmo artigo, com a mesma qualidade, ser vendido por R$ 1 mil. Você pode comprar algo que não irá receber ou comprar um produto sem procedência.

Atenção a qualidade dos produtos - O consumidor também deve ficar atento à qualidade do produto e à segurança. Cheque se o produto tem selo de segurança dos órgãos certificadores. Exemplos: se for comprar um aparelho de telefonia, o consumidor deve ver se tem homologação da Anatel; se for viajar, checar se a agência está registrada no site da Embratur; quando for adquirir cosméticos, ver se estão registrados na Anvisa.

Produtos em exposição - Produtos de mostruário não perdem a garantia legal. Eventuais defeitos aparentes, tais como arranhões e amassados, devem ser informados ao consumidor e indicados na nota fiscal, esses defeitos não serão cobertos pela garantia porque o consumidor teve prévia ciência. Agora, caso se trate de um vício que comprometa o funcionamento adequado do aparelho, o dever de reparação permanece intacto, desde que dentro do prazo da garantia legal ou da contratual.

Compras virtuais - Entre os problemas comuns relatados estão aquelas situações em que o consumidor finaliza uma compra online e algum tempo depois ela é cancelada. A dica é sempre guardar anúncios, e-mails com a confirmação da operação, recibos e contratos, além de imprimir, ou salvar, as telas com as ofertas e confirmações e transações financeiras realizadas. Uma ocorrência bastante comum é o fornecedor anunciar um produto com preço específico e depois que ele foi incluído no ‘carrinho de compras’ do site seu valor mudar. Também há situações em que depois de concluir a compra o consumidor recebe mensagem informando que o pedido foi cancelado. Em todos esses casos, a recomendação é a mesma: contatar o Procon que, por sua vez, acionará o fornecedor.
Evitar sites que exibem como forma de contato apenas um telefone celular, sem e-mail corporativo. Preferir fornecedores reconhecidos ou indicados por amigos e familiares. Pesquisar sua reputação em sites que avaliam lojas virtuais. Jamais fazer transações online em lan houses, cyber cafés, computadores ou redes públicas, pois as máquinas podem não estar adequadamente protegidas.

Entregas - Se contratar entrega em domicílio, solicitar que o prazo seja registrado na nota fiscal ou recibo. No Estado de São Paulo, a Lei da Entrega (nº 13.747/2009) obriga o fornecedor a oferecer a possibilidade de agendar a data e o período de entrega do item ou de prestação do serviço. Somente assinar o documento de recebimento do produto após examinar o estado da mercadoria. Se for constatada irregularidade, ela deve ser informada, justificando o não recebimento.

A diretora do Procon São Carlos, Juliana Cortes, alerta que nas compras feitas fora do estabelecimento comercial (por telefone, em domicílio, telemarketing, catálogos, internet), o consumidor tem prazo de sete dias para o desistir da operação, sem precisar apresentar justificativa. “O período é contado a partir da data de aquisição do produto ou de seu recebimento”.
A diretora ressaltou, ainda, que os consumidores devem ter cuidado com os links de promoções que são enviados através de aplicativos e grupos, pedindo para o consumidor fazer um cadastro para ganhar descontos ou brindes. “Em hipótese alguma forneça seus dados nesses links pois a maioria são falsos ou se tratam de golpes”.

Publicado em Comércio

Com maiores sucessos de carreira e músicas lançadas recentemente, dupla se apresenta nos dias 16 e 17 de dezembro

 

SÃO PAULO/SP - Dia após dia, o Espaço das Américas vem anunciando novas e importantes atrações musicais em seus palcos e a grande novidade da vez é o show de Jorge e Mateus, que ocorrerá nos dias 16 (quinta) e 17 (sexta) de dezembro em um show especial em formato inédito de mesas e cadeiras.

Responsáveis por algumas das mais consagradas do sertanejo universitário, como “Pode Chorar”, “Voa Beija Flor”, “Amo Noite e Dia”, “A Hora é Agora”, “Sosseguei”, “Propaganda”, entre outras, os goianos ganharam projeção nacional e, hoje, são considerados uma das principais duplas do Brasil.

É importante salientar que esse espetáculo é algo totalmente inovador na longínqua carreira de Jorge e Mateus.  Isso porque o formato é novo nos moldes da dupla. A plateia poderá comprar lugares em mesas e cadeiras estrategicamente posicionadas, cumprindo as normas de segurança.

Além dos vários prêmios já recebidos como reconhecimento do trabalho realizado por todo o país, com a chegada das lives, Jorge e Mateus se reinventaram e bateram novos recordes, contabilizando 14 milhões de inscritos no YouTube e 7 bilhões de views nesta plataforma. Nas redes sociais, já são mais de 55 milhões de seguidores, somando Instagram, Facebook, Twitter, TikTok e outros.

Estes dois shows carimba a volta da turnê que divulga o projeto “Tudo em Paz”, que conta com 16 canções inéditas. O álbum completo foi lançado em 2021 e tem canções que já são sucesso por todo o País, entre elas: “Troca”, “Paradigmas” e “Namorando Com Saudade”.e forma única e intensa em suas interpretações que encantam multidões, os sertanejos reforçam, em cada trabalho, o desejo de viver e trazer novidades para o público através de suas músicas. São 16 anos de uma carreira marcada por grandes sucessos levando amor por onde passam, dentro e fora do Brasil.

Os ingressos para essa grande noite já estão à venda. Os valores variam entre $90 e $540.

 

Serviço – Projeto Edição Limitada | Espaço das Américas

Show: Jorge e Mateus no Espaço das Américas

  • 16 de dezembro de 2021 (quinta)
    20h00 - abertura da casa
    22h00 - início do show
  • 17 de dezembro de 2021 (sexta)
    20h30 - abertura da casa
    22h30 - início do show 

Local: Espaço das Américas (Rua Tagipuru, 795 - Barra Funda - São Paulo - SP)
Acesso para deficientes: sim
Censura: 12 anos  (menores somente acompanhados pelos pais ou responsável legal)
Capacidade da casa para este evento: 1.560

Ingressos para dia 16/12: Setor Platinum: R$ 540,00 (inteira) e R$ 270,00 (meia) | Setor Azul Premium: R$ 440,00 (inteira) e R$ 220,00 (meia)| Setor Azul: R$ 380,00 (inteira) e R$ 190,00 (meia)| Setor A, B, C e D: R$ 280,00 (inteira) e R$ 140,00 (meia)  |  Setor E, F, G e H: R$ 180,00 (inteira) e R$ 90,00 (meia) |  Setor PCD: R$ 90,00 | Camarotes A: R$ 540,00 (por pessoa) | Camarotes B: R$ 440,00 (por pessoa).

Ingressos para dia 17/12: Setor Platinum: R$ 600,00 (inteira) e R$ 300,00 (meia) | Setor Azul Premium: R$ 500,00 (inteira) e R$ 250,00 (meia)| Setor Azul: R$450,00 (inteira) e R$ 225,00 (meia)| Setor A, B, C e D: R$ 380,00 (inteira) e R$ 190,00 (meia)  |  Setor E, F, G e H: R$ 220,00 (inteira) e R$ 110,00 (meia) |  Setor PCD: R$ 110,00 | Camarotes A: R$ 600,00 (por pessoa) | Camarotes B: R$ 500,00 (por pessoa).

Compras de ingressos: Online pelo site Ticket 360 (https://goo.gl/xgibPV)
Formas de Pagamento: Cartão de crédito (Aura, American Express, Mastercard, Dinners, Discover, Elo, JCB e Visa) e boleto.Cheques não são aceitos.
Objetos proibidos: Câmera fotográfica profissional ou semi profissional (câmeras grandes com zoom externo ou que trocam de lente), filmadoras de vídeo, gravadores de áudio, canetas laser, qualquer tipo de tripé, pau de selfie, camisas de time, correntes e cinturões, garrafas plásticas, bebidas alcóolicas, substâncias tóxicas, fogos de artifício, inflamáveis em geral, objetos que possam causar ferimentos, armas de fogo, armas brancas, copos de vidro e vidros em geral, frutas inteiras, latas de alumínio, guarda-chuva, jornais, revistas, bandeiras e faixas, capacetes de motos e similares. 

Protocolo de Segurança

  • Passaporte da Vacina: em atendimento ao Decreto nº 60.488, de 27 de agosto de 2021, para acesso ao local do evento é obrigatório apresentação do comprovante de vacinação contra COVID-19, com no mínimo a primeira dose. O comprovante pode ser físico ou digital (disponível nos aplicativos Conecte SUS, Poupatempo Digital e E-saúdeSP).
  • A casa abrirá com antecedência ao início do espetáculo, garantido assim tempo suficiente para acomodação dos clientes. Recomendamos que o cliente chegue com antecedência.
  • A conferência de ingressos será feita através de leitores óticos sem contato manual por parte do atendente.
  • A casa dispõe de álcool em gel 70° em totens distribuídos em diversos pontos da casa.
  • Solicitaremos que os clientes utilizem a máscara de proteção sempre, seu uso segue obrigatório.
Publicado em Pop & Arte

SÃO CARLOS/SP - O Pix, segundo levantamento do Banco Central, já foi utilizado por 75 milhões de brasileiros somente nos seis primeiros meses de funcionamento. Essa nova modalidade de transação bancária, com mais de 242 milhões de chaves cadastradas, já superou a quantidade somada de TED, DOC, cheque e boleto.

Nesse universo tão grande e com inúmeras possibilidades, “o golpe tá aí, cai quem quer”, meme da internet que virou música de sucesso, não poderia ser mais atual: todo cuidado é pouco para evitar fraudes e contabilizar prejuízos.

Preocupado com os novos formatos de golpes por meio do Pix, lançado em outubro de 2020 pelo Banco Central, o Sicoob Crediacisc prepara uma campanha de orientação e conscientização para os seus cooperados e comunidade em geral.

“O Pix veio para ficar, o próprio Banco Central enfatiza que é uma forma de democratizar o acesso aos meios de pagamentos eletrônicos, impulsionar vendas e aumentar competitividade”, lembra a presidente do Conselho de Administração da Crediacisc, Lídia Maria Mendes Lima. “Mas precisamos atenção para não cair em golpes”, ressalta.

Para a gerente de unidade do Sicoob Crediacisc, Laís Centamin, o Pix é uma ferramenta que facilitou as transações. “Porém, ela é passível de erro, principalmente porque só utilizamos uma chave simples para efetuar o pagamento”, explica.

Para segurança do próprio cooperado, o Sicoob tornou obrigatório o cadastro do favorecido para transações superiores a R$ 1 mil. Nestes casos, é preciso cadastrar apenas uma vez a chave Pix no próprio aplicativo da cooperativa, que a liberação será feita em 24 horas.

De acordo com Laís, alguns cooperados têm resistido ao cadastro porque nem todas instituições financeiras exigem. “O Sicoob se antecipou e tornou o Pix mais seguro, garantindo a própria segurança do cooperado”, observa a gerente de unidade.

O Sicoob divulgou em julho que o Pix foi responsável por 74,57% do total de transferências, com um volume financeiro de R$ 113,5 bilhões em 68,5 milhões de transações. Por este motivo, a cooperativa de crédito trabalha para lançar novas funcionalidades, como o Pix Agendado, o Pix Conta Salário e o Pix Cobrança.

“Sabemos que existem vários golpes na praça por meio do Pix, por isso nos preparamos para orientar corretamente nossos cooperados e oferecer todos os meios para que essa transação seja utilizada com segurança”, frisa Laís.

 

Golpes mais comuns do Pix

·         Clonagem de WhatsApp – Antes mesmo do Pix, este é um dos golpes mais comuns. O fraudador usa tecnologia para clonar o número de celular e entrar em contato com as vítimas, que são os contatos do número clonado. Habilitar a autenticação em duas etapas ajuda e inibir essa ação. Antes de usar o Pix, entre em contato com a pessoa por telefone ou pessoalmente.

·         Engenharia social aprimorada – é uma evolução do golpe da clonagem do WhatsApp. O golpista entra em contato com a vítima, diz que faz parte da equipe de suporte do WhatsApp, informa que identificou uma suposta atividade maliciosa na conta e que enviou um e-mail para que ele recadastre a dupla autenticação. A vítima, de fato, recebe uma mensagem legítima do WhatsApp com um link para a redefinição da verificação em duas etapas, só que o link é falso.

·         Central de relacionamento bancária falsa – O criminoso se passa por funcionário do banco em que a vítima tem conta e oferece ajuda para efetuar o cadastro ou informa que é preciso fazer um teste com o sistema de pagamentos para regularizar o registro. A vítima, então, é induzida a fazer uma transferência via Pix. O Sicoob não solicita dados ou pedido de testes por telefone.

·         Bug do Pix – Essa fraude começa em mensagens e vídeos divulgados em redes sociais. São fake news que afirmam que um bug no Pix permite que o usuário receba de volta um prêmio em dinheiro quando transfere valores para determinadas chaves. A vítima acredita e envia dinheiro diretamente para o golpista. Dinheiro fácil, anunciado em mensagens em redes sociais, deve ser um sinal de alerta para todos os usuários.

 

Dicas para não cair no golpe do Pix

·         Fraudadores podem entrar em contato se passando pelo Sicoob por meio do WhatsApp, ligação telefônica ou links de sites falsos recebidos por e-mail ou mensagem de texto para tentar enviar um link para cadastrar/atualizar a chave Pix, não responda e não clique no link;

·         Apesar de o Pix ser um serviço de conta corrente, o fraudador também pode solicitar dados de cartão de crédito. Nunca forneça senha nem dados como código CVV, número e validade em ligações ou mensagens que receber para cadastramento, atualização ou confirmação da chave Pix ou para qualquer outra finalidade;

·         Nunca faça transferências, TEDs, DOCs ou pagamentos em sua conta para fazer um teste para utilização do Pix;

·         O Sicoob não solicita que acesse seus dispositivos remotamente para habilitar o Pix;

·         Na hora de realizar sua transação utilizando a chave Pix, confira os dados do “recebedor” da transação, seja pessoa ou estabelecimento;

·         Lembre-se, o cadastramento da chave Pix é realizado pelo App Sicoob instalado no seu celular.

Publicado em Comércio

SÃO CARLOS/SP - O prefeito Airton Garcia (PSL) determinou, após visita realizada na tarde desta sexta-feira (12), a reforma e inauguração da unidade de saúde do bairro Vida Nova, atendendo à solicitação do vereador Elton Carvalho.

O parlamentar apresentou denúncia de que, ainda sem ter sido colocada em funcionamento, a unidade ficou exposta a furtos, depredações e invasões de usuários de drogas. Elton constatou a situação ao comparecer ao local depois de receber, em seu gabinete, o chamado de centenas de moradores liderados pelo líder comunitário Everton Favere.

"Nós fiscalizamos, cobramos, chamamos o prefeito Airton e ele nos atendeu, determinando a reforma e melhorias na segurança imediatamente, bem como a inauguração da unidade”, informou o vereador. “Eu acredito na palavra e no comprometimento do prefeito e só vou descansar, após essa unidade ser inaugurada e estar à disposição da população", disse Elton.

Segundo ele, “o secretário municipal de Saúde se comprometeu em atender a determinação do prefeito e disse que dará prioridade máxima neste projeto”.

Publicado em Política
Dicionário sobre discurso digital e artigo sobre preconceitos contra as falas femininas receberam prêmio da Abralin

 

SÃO CARLOS/SP - Um dicionário sobre discurso digital e um artigo que trata de discursos sobre as falas femininas no Brasil, de docentes e pesquisadoras da UFSCar, foram premiados pela Associação Brasileira de Linguística (Abralin). O Dicionário sobre discurso digital, de autoria de Marie-Anne Paveau, organizado e traduzido pelo docente do Departamento de Letras (DL), Roberto Leiser Baronas, e pela pós-doutoranda e bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa dos Estado de São Paulo (Fapesp), Julia Lourenço, ambos da UFSCar, recebeu o Prêmio Joaquim Mattoso Câmara Jr. (primeira colocação). Já o Prêmio de Melhor Artigo publicado na Revista Abralin foi dado ao artigo "Discursos sobre a fala feminina no Brasil contemporâneo", de Amanda Batista Braga, docente da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e pós-doutoranda no Departamento de Letras da UFSCar, e de Carlos Piovezani, docente do DL. 
A obra "Análise do discurso digital: dicionário das formas e das práticas" (originalmente intitulada "L'Analyse du discours numérique: Dictionnaires des formes e des pratiques") foi publicada pela editora Hermann, de Paris, em 2017. Em 2021, foi traduzida por uma equipe de 30 pesquisadores brasileiros e publicada pela Editora Pontes; no mesmo ano, ganhou o prêmio da Abralin. 
"Redigido com o rigor teórico necessário para que se compreenda a virada epistemológica sob a qual o livro se apoia, Marie-Anne Paveau brinda os leitores com 31 verbetes - mais a introdução -, os quais concretizam o projeto, que de modo perceptível, se desenvolveu ao longo de variados anos de trabalho, pesquisa e paixão", explicam Roberto Baronas e Julia Lourenço. Segundo os organizadores, trata-se de um livro original que, a partir de uma base sólida, apresenta uma reflexão profunda acerca do funcionamento dos discursos nativos da internet: "A obra é calcada na Análise do discurso francesa, para trabalhar com os tecnodiscursos, isto é, discursos produzidos na imbricação entre os dispositivos técnicos". Eles destacam ainda que o dicionário é importante para o terreno das pesquisas em Humanidades, Linguística e Análise do discurso e que ressalta "a necessidade da Análise do discurso em se colocar enquanto disciplina capaz de lidar com o digital, tendo sempre em perspectiva o diálogo polêmico ou de aliança inter e transdisciplinar".
Já o artigo "Discursos sobre a fala feminina no Brasil contemporâneo" mostra como discursos preconceituosos, discriminatórios e excludentes dificultam o acesso das mulheres ao espaço público. "O objetivo de nosso artigo é duplo", explicam Amanda Braga e Carlos Piovezani, "por um lado, analisamos discursos que, em diferentes tempos, lugares, instituições e campos do conhecimento, conservam estigmas e depreciações da fala feminina, nos quais se afirma que as mulheres não saberiam falar em público, que elas não teriam corpo e voz apropriados para fazê-lo e que elas não teriam legitimidade para ser porta-vozes de suas classes e grupos sociais, e, por outro, examinamos também discursos que, principalmente com base em movimentos feministas avant la lettre e feministas propriamente ditos, se contrapuseram a esses estigmas e a essas depreciações".
Os autores utilizaram o campo da Análise do discurso para examinar os discursos do preconceito contra a fala feminina e os da resistência a essas discriminações. "Articulamos ainda à Análise do discurso alguns princípios da História das ideias linguísticas e da História das sensibilidades para examinar esse importante aspecto, o de uma espécie de divisão sexuada, do fenômeno da fala pública, que é um objeto que compreende fatores culturais, históricos, sociais e afetivos", complementam. 
O conjunto do material de análise abrange uma obra escrita por um jornalista, que deprecia a ex-presidenta Dilma Rousseff a partir de uma série de preconceitos contra suas formas de se expressar publicamente, além de notícias e artigos de opinião, publicados em grandes veículos da imprensa brasileira, que detratam Dilma Rousseff, Manuela D'Ávila e Tábata Amaral. Também foram utilizados textos clássicos, como a Retórica, de Aristóteles, e mesmo postagens em redes sociais. 

Reconhecimento, união e resistência
Os pesquisadores da UFSCar ressaltaram a importância do reconhecimento da Associação Brasileira de Linguística em relação às duas produções. "O prestígio e a relevância da Abralin é o que, definitivamente, concretiza o grande significado do prêmio Joaquim Mattoso Câmara, pois, ao recebê-lo, fica comprovada a importância da obra vencedora para o cenário da pesquisa Linguística. A seriedade da instituição, do processo de avaliação e a competência dos profissionais que participam das comissões reforçam a honra que este prêmio confere", destacam Roberto Baronas e Julia Lourenço. Os autores afirmam ainda que "o dicionário foi traduzido por uma grande e forte equipe de pesquisadores e pesquisadoras do Brasil, que se dedicaram, comprovadamente com maestria, nesta tarefa. Para além da importância do texto e do trabalho de tradução em si, encaramos esta obra - e consequentemente este prêmio que recebemos - como uma forma de a ciência resistir no cenário nacional". Eles alertam para o fato de que há um verdadeiro projeto de desmonte da educação, ciência e tecnologia em andamento no Brasil e que este coletivo do livro reforça a importância da unidade para que grandes resultados sejam possíveis.
O professor Carlos Piovezani acredita que um dos critérios que levaram o artigo a ser premiado, mesmo com muitos trabalhos em Ciências humanas sobre preconceitos e discriminações contra as mulheres, é a sua abordagem inovadora: "o fato de termos examinado esta complexidade: a força, o alcance e a conservação dos ataques à fala feminina na longa duração histórica, de um lado, e as transformações, inflexões e resistências que se impuseram a esses discursos do preconceito, da discriminação e da exclusão, de outro". Para ele, "a conquista desse prêmio significou o reconhecimento aos trabalhos que Amanda e eu estamos fazendo sobre a fala pública feminina e a honra por esse reconhecimento ter vindo da Associação Brasileira de Linguística, que é a principal instituição do campo de conhecimento em que atuamos. Além do reconhecimento e da honra, o prêmio também significa um grande estímulo para que continuemos esses nossos trabalhos conjuntos e para que busquemos alcançar outros resultados de pesquisa que conjuguem relevância social e excelência acadêmica e científica".

Saiba mais
O artigo "Discursos sobre a fala feminina no Brasil contemporâneo" pode ser acessado em https://bit.ly/3nwWfmA. A obra "Dicionário do Discurso Digital" pode ser adquirida pela Pontes editores, no site https://bit.ly/3BgDoAU. Para saber mais sobre a Associação Brasileira de Linguística (Abralin), acesse www.abralin.org. As premiações podem ser conferidas nos links: https://bit.ly/3GqTo74 (Dicionário) e https://bit.ly/3jFFSTr (artigo).
Publicado em Educação

Autores comercializavam as frutas e usavam máquinas de cartão para cobrar valores diferentes do informado às vítimas

 

SOROCABA/SP - A Polícia Civil prendeu dois homens, de 48 e 61 anos, que aplicavam o “golpe do morango” para furtar vítimas em uma feira. O flagrante ocorreu na última quarta-feira (10), no Jardim Simus II, em Sorocaba.

Equipes do 4º Distrito Policial da cidade realizavam diligências pelo local quando avistaram um suspeito correndo, sendo perseguido por populares.

O homem tentou se esconder em um açougue, mas acabou detido pelos agentes. Em contato com as vítimas, os policiais foram informados que o suspeito, juntamente com comparsas, estava comercializando morangos na feira e, na hora do pagamento, o qual só poderia ser realizado com cartão, cobrava valores diferentes do informado aos clientes, com a utilização de máquinas de crédito e débito.

Uma das vítimas apresentou uma bolsa que conseguiu pegar de um dos suspeitos, contendo os equipamentos usados no delito, e outra indicou a localização de um dos comparsas, o qual alegava ser motorista de aplicativo.

O segundo homem foi localizado e, questionado, apresentou versões contraditórias aos policiais. Em contrapartida, reconheceu a bolsa e os itens que estavam dentro como sendo de sua propriedade. Em buscas no carro que conduzia, cartões bancários em nome de terceiros foram encontrados.

Ao todo, a ação resultou na apreensão de quatro cartões bancários, três máquinas de débito e crédito, um tablet e quatro celulares. O carro também foi recolhido.

Exames periciais foram solicitados e a dupla presa em flagrante por furto qualificado e associação criminosa. Os autores permaneceram detidos à disposição da Justiça.

Publicado em Outras Cidades

O suspeito foi encontrado em Santa Cruz do Rio Pardo com o cartão da vítima, três máquinas de cartão e comprovantes de transferências

 

SANTA CRUZ DO RIO PARDO/SP - A Polícia Militar deteve um homem, de 22 anos, que é investigado por aplicar golpe em um idoso, se passando por integrante de instituição financeira. Ele foi abordado dentro de um táxi abordado próximo ao km 327 da Rodovia Orlando Quagliatto, em Santa Cruz do Rio Pardo.

Os trabalhos foram realizados por uma equipe do 2º Batalhão de Polícia Rodoviário (BPRv), que estava em patrulhamento no âmbito da Operação Paz e Proteção quando se deparou com um veículo táxi GM/Ônix e solicitou parada para abordagem de rotina.

Durante as entrevistas, o motorista alegou ter buscado o passageiro em um hotel em Ourinhos para leva-lo até a cidade de Bauru. Em seguida, ao realizar a vistoria na bagagem do passageiro, foi localizado um cartão de crédito em nome de um terceiro.

Além do cartão, ainda foram encontrados vários comprovantes de transferências realizadas com o cartão e três máquinas de cartão. Ainda durante diligências, a vítima, de 72 anos, foi contatada e reconheceu o detido, como o homem que recolheu o cartão em sua residência durante a manhã do mesmo dia.

Na delegacia, o idoso contou recebeu um telefonema de uma pessoa que seria do banco ao qual tem conta, informando que seu cartão estaria com problemas, solicitando número e senha e que enviaria funcionário para retirar o cartão pessoalmente. Após entregar o cartão, teve R$ 12 mil subtraído de sua conta bancária.

Assim, a ocorrência foi apresentada no plantão da Seccional de Ourinhos e o acusado é investigado por estelionato. As diligências prosseguem.

Publicado em Outras Cidades

Entorpecentes estavam distribuídos em tijolos e porções

 

BAURU/SP - A Polícia Civil prendeu um homem, de 23 anos, e uma mulher, de 43, após localizar quase nove quilos de maconha durante o cumprimentos de ordens judiciais em suas residências. O flagrante ocorreu na última quarta-feira (10), em Bauru, no interior do Estado.

As detenções foram realizadas por agentes da 2° Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise), da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) local, durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão. As ordens judiciais foram expedidas após apurações para combater o comércio de entorpecentes.

As diligências ocorreram em um apartamento, no Parque das Nações, e em um imóvel no Jardim Europa. Nos locais, os dois autores foram presos em flagrante, sendo apreendidos nove tabletes e nove porções de maconha, além de um saco com porção esfarelada da mesma droga e outro com substância em pó de cor branca. Também foram recolhidos uma balança de precisão, embalagens plásticas, anotações, bem como uma colher e faca com resquícios de entorpecentes.

Todo o material foi encaminhado à perícia e o casal levado à unidade especializada, onde foi indiciado por tráfico e associação para o tráfico de drogas.

A prisão preventiva de um terceiro envolvido, que foi identificado e não localizado, foi solicitada à Justiça.

Publicado em Outras Cidades

BRASÍLIA/DF - Ao participar de evento com investidores em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, o presidente Jair Bolsonaro disse hoje (15) que os ataques que o Brasil sofre em relação à Amazônia não são justos e convidou autoridades árabes e investidores locais a conheceram a região.

“Nós queremos que os senhores conheçam o Brasil de fato. Uma viagem, um passeio pela Amazônia é algo fantástico. Até para que os senhores vejam que a nossa Amazônia, por ser uma floresta úmida, não pega fogo.”

Durante a abertura do Fórum Invest in Brasil, Bolsonaro afirmou que mais de 90% da Amazônia se mantêm preservada. O presidente disse ainda que o país está de portas abertas para negócios, sobretudo no setor de agricultura.

“A Amazônia é um patrimônio. A Amazônia é brasileira. E vocês, lá, comprovarão isso e trarão realmente a imagem que condiz com a realidade”, concluiu.

 

 

*A repórter viajou a convite da Apex-Brasil

Por Paula Laboissière / AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Política

BRASÍLIA/DF - O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse hoje (15) que os Emirados Árabes Unidos são “os sócios ideais” para os recursos naturais existentes no Brasil.

Durante evento com investidores em Dubai, Guedes avaliou que o Brasil teve um bom desempenho durante a pandemia de covid-19 e destacou que a agenda de reformas no país segue em andamento.

Na abertura do Fórum Invest in Brasil, o ministro citou ainda o projeto de privatização do Porto de Santos (SP) e convidou investidores árabes a apostarem no país. “Confiem no Brasil, venham para o Brasil”, finalizou.

 

*A repórter viajou a convite da Apex-Brasil

Por Paula Laboissière / AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Economia

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Novembro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30